16/10/09 - 16:48Denunciar

Namoro em decadencia(2009)-resultado Ano(1983)era bem melhor

Zona-Leste de Sao Paulo Alerta!_-Revista da Escola de Enfermagem da USP
Print version ISSN 0080-6234
Rev. esc. enferm. USP vol.41 no.4 São Paulo Dec. 2007
doi: 10.1590/S0080-62342007000400009

ARTIGO ORIGINAL



Relações de gênero e iniciação sexual de mulheres adolescentes



Gender relations and sexual initiation among adolescent women



Relaciones de genero e iniciación sexual de mujeres adolescentes





Ana Luiza Vilela BorgesI

I Enfermeira. Professora Doutora do Departamento de Enfermagem em Saúde Coletiva da Escola de Enfermagem, Universidade de São Paulo (EEUSP), São Paulo, SP, Brasil - alvilela@usp.br

Correspondência





RESUMO

Trata-se de estudo transversal conduzido com 222 adolescentes mulheres, entre 15 e 19 anos de idade, moradoras da área de uma unidade de saúde da família na zona leste da cidade de São Paulo, cujo objetivo foi descrever as motivações para iniciar ou não a vida sexual e os fatores associados a tal evento. As adolescentes que já haviam iniciado a vida sexual eram mais velhas, não coabitavam com os pais, estavam ausentes do sistema educacional, habitavam domicílios ocupados e namoravam em maior proporção do que as sem experiência sexual. Observou-se também que, na opinião das entrevistadas, a iniciação sexual, independente do matrimônio, pareceu ser aceita, mas foi largamente relatado o desejo da existência de vínculo afetivo-amoroso com o parceiro da primeira prática sexual, reforçando que o tradicional papel atribuído à sexualidade feminina, pelas relações de gênero, ainda forma a base do comportamento sexual dessas garotas.

Descritores: Saúde do adolescente. Saúde sexual e reprodutiva. Gênero e saúde.

ABSTRACT

This is a cross-sectional study con-ducted with 222 15 to 19 year-old female adolescents who lived in the area of a family health unit in the East part of the city of São Paulo. The aim was to describe their motivation for starting sexual life or remaining virgin, as well as the associated factors to the onset of sexual life. The girls that had already initiated their sexual life were older, did not cohabitate with both parents, were out of school, lived in illegally-occupied houses and were dating in a higher proportion than the virgin ones. It was also observed a decrease in the value of virginity, but the first intercourse independently of marriage seemed to be acceptable only when there was a romantic relationship with the partner, showing that traditional gender relations continue to be the basis for those girls' sexual behavior.

Key words: Adolescent health. Sexual and reproductive health. Gender and health.

RESUMEN

Se trata de un estudio transversal conducido con 222 adolescentes mujeres, entre 15 e 19 años de edad, moradoras del área de una unidad de salud de la familia en la zona leste de la ciudad de São Paulo, cuyo objetivo fue describir las motivaciones para iniciar o no la vida sexual y los factores asociados a tal evento. Las adolescentes que ya habían iniciado la vida sexual eran mayores, no cohabitaban con los padres, estaban ausentes del sistema educacional, habitaban domicilios ocupados y enamoraban en mayor proporción de lo que las sin experiencia sexual. Se observó también que, en la opinión de las entrevistadas, la iniciación sexual, independiente del matrimonio, pareció ser acepta, pero fue largamente relatado el deseo de la existencia del vínculo afectivo-amoroso con la pareja de la primera práctica sexual, reforzando que el tradicional papel atribuido a la sexualidad femenina, por las relaciones de genero, aún forma la base del comportamiento sexual de esas chicas.

Descriptores: Salud del adolescente. Salud sexual y reproductiva. Género y salud.





INTRODUÇÃO

Homens e mulheres têm iniciado sua vida sexual cada vez mais cedo. Diversos estudos brasileiros têm revelado uma tendência de antecipação do início da vida sexual, principalmente entre as mulheres, por meio da observação da diminuição da idade em que ocorre a primeira relação sexual(1-2). Como exemplo, tem-se o estudo realizado pelo Ministério da Saúde(3) em que o valor mediano do início da vida sexual, em 1984, foi 16,0 anos entre as mulheres de 16 a 19 anos de idade. Já em 1998, a idade mediana verificada diminuiu para 15,0 anos. Ainda, a proporção de adolescentes do sexo masculino que tiveram a primeira relação sexual até os 14 anos de idade foi 35,2% em 1984, ao passo que em 1998 esse percentual subiu para 46,7%. A proporção de mulheres que tiveram a primeira relação sexual antes dos 14 anos praticamente dobrou entre 1984 e 1998 (13,6% e 32,3% respectivamente), ou seja, as mulheres começam a vida sexual mais tardiamente se comparadas aos homens, porém a mudança ocorrida na proporção de iniciação sexual de 1984 a 1998 é muito superior à observada entre eles.

Ressalte-se que, na maioria das vezes, a iniciação sexual de adolescentes do sexo masculino ocorre mais precocemente do que a de adolescentes do sexo feminino(1,3-5). Tais diferenças na idade de iniciação sexual de homens e mulheres são bem descritas por estudos populacionais que analisam seus dados por meio da variável sexo. Todavia, são os estudos que tomam como categoria de análise as relações de gênero que mais apreendem a diversidade e a complexidade das trajetórias sexuais de homens e mulheres. Assumir a perspectiva de gênero como referencial teórico implica não naturalizar as diferenças entre os sexos, mas considerá-las como conseqüência de uma construção social e cultural dos significados do que é ser homem e o que é ser mulher, hierarquias e relações de poder em cada tempo, espaço e grupo social.

Um dos pressupostos da categoria gênero é a rejeição ao determinismo biológico que evoca a diferença sexual. Além disso, propõe-se a entender tal diferença como uma organização social da relação entre os sexos e enfatiza a forma como os discursos sociais e culturais construíram os chamados papéis sociais em diferentes sociedades e períodos históricos.

Gênero pode ser entendido como o processo pelo qual a sociedade classifica e atribui valores e normas, construindo assim, as diferenças e hierarquias sexuais, delimitando o que seriam papéis masculinos e femininos. Dessa forma, a interpretação acerca da diferença entre os sexos

pode apontar para uma relação de complementaridade ou de hierarquia, a depender da cultura, tendo como modelo uma relação de dois pólos, na qual quaisquer que sejam as características atribuídas a um dos pólos, estas estarão em oposição às características atribuídas ao outro(6).

Pode-se concluir que as concepções de feminilidade situam as mulheres em esferas opostas àquelas em que se encontram os homens, ou seja, a construção dos papéis sociais tem como um dos elementos norteadores que certas atividades e atitudes são inerentemente masculinas ou femininas(7), podendo direcionar homens e mulheres a adotar determinados comportamentos em função daquilo que é esperado no grupo sociocultural em que se reproduzem, social e biologicamente.

Cabe salientar que as questões de gênero têm se mostrado fundamentais na condução das escolhas reprodutivas de adolescentes, particularmente o momento da primeira relação sexual. As explicações acerca das diferenças no início da vida sexual entre homens e mulheres baseiam-se no fato de que as normas e expectativas sociais em relação à idade e às circunstâncias adequadas para as primeiras práticas sexuais variam conforme o sexo(8).

No intuito de enfatizar as diferentes motivações para o desencadeamento de práticas sexuais entre homens e mulheres, uma pesquisadora afirmou que:

circula unânime entre as mulheres o sentimento de entrega em relação ao ato sexual, dando caráter valorativo de raro à virgindade. Ao mesmo tempo em que existe o desejo de se descobrir, impõe-se a necessidade de se preservar. A experiência masculina, em contrapartida, traduz-se em duas atitudes: numa, o desempenho sexual é visto como um ganho, sustentando o poder da masculinidade, noutra, a atitude é decididamente romântica, em que o homem busca entregar-se no momento certo e à parceira certa(9).

Essa autora chamou a atenção para uma fase de transição em relação a antigos valores a respeito da iniciação sexual, revestida de contradições: a perda está conjugada a um ganho (perde-se a virgindade, porém ganha-se maturidade e amor do parceiro) e os valores tradicionais estão conjugados aos modernos (os homens devem demonstrar uma disposição ativa para o sexo, porém muitos já passam também a relacionar a experiência sexual ao amor).

Em concordância com a compreensão de que a iniciação sexual não está desvencilhada do ideal romântico entre as mulheres, um estudo antropológico(10) desenvolvido com um grupo de estudantes de 13 a 18 anos de camadas populares em Belém do Pará/PA, descreveu que, no depoimento das garotas entrevistadas,

a primeira experiência sexual aparece como formulada em termos de uma entrega, cuja legitimidade ocorre no âmbito de uma relação afetiva já consolidada (o namoro), concretizada a partir da apresentação do parceiro à família, seguida do pedido em namoro(10).

Esses estudos evidenciaram que valores diferenciados - social, histórica e culturalmente construídos - são atribuídos à primeira relação sexual e norteiam um início da vida sexual distinto entre homens e mulheres que, por sua vez, têm um papel preponderante para a manutenção de tais valores no grupo em que vivem.

Dessa forma, este trabalho toma como pressuposto que as motivações diferenciadas para o engajamento na vida sexual de homens e mulheres são fruto da construção de suas identidades masculinas e femininas baseadas nas relações de gênero. Partindo de um olhar sobre a saúde sexual e reprodutiva de mulheres adolescentes, o estudo justifica-se no sentido que as relações de gênero têm impacto profundo nas escolhas contraceptivas tendo em vista que as mulheres tendem a não usar ou a abandonar o uso de preservativos masculinos em relacionamentos com parceiros estáveis quando há envolvimento afetivo-amoroso, tornando-se mais vulneráveis às doenças sexualmente transmissíveis (dst) e aids(11-12).

Este estudo pretende, assim, caracterizar as motivações que cercam as escolhas acerca da iniciação sexual de mulheres adolescentes e identificar os aspectos que estejam associados à sua iniciação sexual.



MÉTODO

Trata-se de estudo transversal desenvolvido em uma amostra representativa dos adolescentes de 15 a 19 anos de idade de ambos os sexos, moradores da área adscrita de uma unidade de saúde da família da zona leste do Município de São Paulo/SP. A escolha de dessa faixa etária justificou-se por compreender o período da adolescência em que a iniciação sexual ocorre com maior freqüência, mas ainda permite comparações, pois nesse período podem ser encontradas proporções razoáveis de indivíduos que ainda não tiveram relações sexuais.

Os sujeitos entrevistados foram selecionados por amos-tragem sistemática, com base em uma listagem obtida por meio do Sistema de Informação da Atenção Básica (SIAB) e ordenada por micro-área e pelo número das famílias cadastradas no Programa de Saúde da Família que tinham ao menos um adolescente entre 15 e 19 anos de idade.

O tamanho amostral foi calculado baseando-se na precisão desejada para se estimar a porcentagem de adolescentes de 15 a 19 que já tivessem iniciado a vida sexual. Tal proporção foi considerada igual a 60%(3), com erro máximo em valor absoluto de 5% e com nível de confiança de 95%. Para se obter a estimativa final do tamanho da amostra, esse valor foi ajustado usando-se um fator de correção para população finita. Ainda, considerando a possibilidade de perdas, foram acrescidos 30% para que não houvesse redução do tamanho da amostra.

Foram entrevistados 406 adolescentes entre 15 e 19 anos de idade, por meio de um formulário estruturado e pré-codificado, entre junho e dezembro de 2002. As entrevistas foram realizadas, majoritariamente, no próprio domicílio dos adolescentes selecionados. É preciso salientar que a entrevista foi conduzida respeitando-se a privacidade do jovem e, mesmo tendo sido planejada para ser conduzida no domicílio do adolescente, foi dada a opção para que ele escolhesse o local em que se sentisse mais confortável para responder às perguntas como, por exemplo, um cômodo específico da casa, quintal, casa de vizinhos ou parentes, espaço público, centro de juventude e outros. Além disso, foram oferecidos aos entrevistados preservativos masculinos, panfletos educativos sobre prevenção de dst e aids e uma listagem com os serviços disponíveis na cidade de São Paulo para mulheres vítimas de violência.

A análise dos dados foi realizada por meio do software Statistical Package for Social Sciences 11.0 (SPSS). Os dados foram descritos por meio de proporções e número absoluto. A análise das variáveis associadas à iniciação sexual foi realizada por meio do teste de associação pelo Qui-quadrado e a comparação entre as idades médias foi realizada por meio do teste Mann-Whitney.

Este estudo adotou procedimentos que garantiram a não-discriminação ou estigmatização dos indivíduos envolvidos na pesquisa. As jovens foram convidadas a participar do estudo após uma explicação de seus objetivos, do conteúdo de suas questões e da instituição em que era desenvolvido. Foi enfatizado que as perguntas eram de cunho íntimo e que elas poderiam recusar a continuidade da entrevista a qualquer momento. Também foi assegurado que sua identidade seria mantida em sigilo. Foram garantidos a privacidade, confidencialidade e anonimato e respeitados os valores socioculturais. Os consentimentos foram obtidos com os responsáveis pela adolescente ou com ela própria, desde que com idade igual ou superior a 18 anos. Esta pesquisa foi aprovada pela Comissão de Ética e Pesquisa da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (Processo CEP n. 238/01).

Entre os entrevistados, 222 (54,7%) eram do sexo feminino e 184 (45,3%) do sexo masculino. Por conta dos objetivos do presente estudo, os dados apresentados são concernentes apenas às 222 mulheres entrevistadas. Os dados relativos aos adolescentes homens serão apresentados em outras publicações.

A apresentação dos resultados foi dividida em três partes:

a) dados de todas as adolescentes segundo as variáveis sociodemográficas (idade, cor, estudo atual, trabalho atual, tipo de moradia, coabitação) e relacionais (amigos virgens e namoro atual) comparadas entre as que já haviam iniciado a vida sexual e aquelas que não haviam. Durante as entrevistas, a primeira relação sexual, aqui também denominada de iniciação sexual, foi enfatizada como sendo sexo com penetração vaginal ou anal.

b) dados das adolescentes que já tiveram alguma relação sexual segundo a variável razão para o engajamento na vida sexual. A pergunta permitia apenas uma resposta e era estimulada por meio das alternativas curiosidade, atração, amor, pressão do parceiro e queria perder a virgindade. As alternativas pressão dos amigos e outra razão não foram referidas por nenhuma adolescente.

c) dados das adolescentes que nunca tiveram uma relação sexual segundo a variável razão para o não engajamento em atividade sexual. As alternativas pré-estabelecidas foram ainda não encontrou a pessoa certa, quer se casar virgem, não teve oportunidade, tem medo de engravidar e tem medo de dst e aids - as duas últimas agrupadas em uma só - além de ainda é muito nova. Nenhuma adolescente relatou outra razão.Outra variável analisada foi o momento considerado mais adequado para ter a primeira relação sexual, cujas alternativas pré-estabelecidas foram quando se casar, quando for noiva, quando tiver namorado - as duas últimasagrupadas em uma só - assim que possível, quando for mais madura, quando gostar de alguém.As alternativas quando tiver determinada idade e quando terminar os estudos não foram apontadas por nenhuma adolescente. Cabe ressaltar que nenhuma adolescente recusou-se a responder essas questões e nem apontaram a alternativa não sei.



CARACTERIZAÇÃO DAS ENTREVISTADAS

O projeto foi aprovado pelo Conselho de Ética e Pesquisa da Faculdade de Saúde Pública da USP (n. 238/01), em novembro de 2001.

A caracterização das mulheres adolescentes revela que tinham 16,8 anos de idade em média (dp=1,4) e mediana de 17,0 anos. A maior parte era estudante (73,9% ou 164). Entre essas, 10,0% (22) também estavam trabalhando. A ausência de inserção escolar simultaneamente à ausência de inserção no mercado de trabalho atingiu 46 adolescentes (20,7%). Muitas moravam em casas próprias (66,2%) ou de aluguel (8,6%), porém 25,2% relataram morar em habitações ocupadas. Seus domicílios possuíam em média 5,1 cômodos (dp=2,1) e 4,2 moradores. As adolescentes classificaram-se como de cor parda (40,5%) e preta (15,8%), ao passo que 43,2% referiram ser de cor branca. Apenas uma adolescente relatou ser da cor amarela e nenhuma referiu ser indígena.

A maioria das adolescentes nasceu na Região Metropolitana de São Paulo (85,1%), apesar de uma considerável proporção de seus pais e mães (67,3% e 82,6% respectivamente) ter nascido em outras regiões do país, principalmente o Nordeste, e migrado para a cidade de São Paulo. Em relação ao estado conjugal, 91,4% (180) das adolescentes disseram ser solteiras, 17 estavam unidas e duas encontravam-se separadas no momento da entrevista. A caracterização revelou, pois, que eram mulheres inseridas em contextos de precária inserção social, com perfil típico de jovens moradoras de áreas periféricas de grandes cidades brasileiras.



RESULTADOS

A maior idade, a falta de inserção escolar, a habitação do tipo invadida, a coabitação com apenas um dos pais e estar namorando foram associados estatisticamente ao início da vida sexual, resultados mostrados na Tabela 1. As adolescentes virgens eram um ano mais novas que as sexualmente experientes (16,4±1,3 e 17,4±1,2 anos, respectivamente).

As adolescentes que já haviam iniciado a vida sexual referiram, em maior parte, o amor pelo primeiro parceiro sexual como a principal motivação para iniciação sexual (52,5%), conforme Figura 1.

Ao todo, 121 adolescentes não haviam tido nenhuma relação sexual. Um pouco menos da metade revelou que ainda não havia encontrado a pessoa certa para a iniciação sexual (43,8%) e, por isto, permanecia virgem. Praticamente um quarto justificou sua opção porque se considerava muito nova para ter relação sexual e outro quarto porque queria se casar virgem. Outras razões relatadas são mostradas na Figura 2.

Cabe enfatizar que não houve diferença estatisticamente significativa nas idades médias entre as adolescentes no tocante a suas razões para o não engajamento sexual ou à sua opinião sobre o momento mais adequado para a ocorrência desse evento.



DISCUSSÃO

A iniciação sexual é um evento que ocorre com maior freqüência na adolescência, no entanto, os dados mostraram que o maior salto na proporção de mulheres que haviam iniciado sua vida sexual ocorreu a partir dos 16 anos de idade. Já foi descrito(11) que as experiências pré-sexuais, como o primeiro beijo e o ficar, ocorrem antes dos 14 anos de idade e que a primeira relação sexual tende a se dar após os 15 anos de idade. Isso parece mostrar que a entrada na vida sexual ativa das mulheres adolescentes é um processo gradual - ou seja, há uma fase de experimentação física, relacional e pessoal, assim como de impregnação de uma certa cultura sexual do grupo social a que a adolescente pertence(12) - que se inicia logo nos primeiros anos da adolescência, mas culmina com a relação sexual propriamente dita nos anos mais próximos do fim da adolescência, se adotada a faixa etária de 10 a 19 anos de idade como a etapa cronológica que a Organização Mundial da Saúde compreende como sendo adolescência.

Dessa forma, não causa surpresa que a idade tenha se mostrado associada ao início da vida sexual, mas esse dado chama a atenção para a necessidade de se estabelecer ações de promoção da saúde sexual que alcancem as mulheres adolescentes antes que tenham tido práticas sexuais que tragam algum tipo de vulnerabilidade às dst, aids e gestações não planejadas, e não apenas quando procuram a unidade básica de saúde por conta de suspeita de gravidez, para a realização do pré-natal ou da prevenção do câncer de colo de útero.

Além disso, a maior proporção de adolescentes que já haviam iniciado a vida sexual ter sido observada justamente entre aquelas que se encontravam ausentes do sistema escolar e que habitavam domicílios invadidos revela que esse evento é também socialmente determinado. Tais resultados estão em acordo com o Ministério da Saúde(3), que encontrou maior precocidade de iniciação sexual entre o segmento de menor escolaridade e entre o segmento negro - não restrito ao grupo étnico, mas ao grupo socialmente mais desfavorecido (ao contrário dos resultados deste estudo, em que a cor obteve um valor de p baixo, mas não estatisticamente significativo) - e com outro estudo(12) que enfatizou que a experiência sexual está articulada com as condições sociais, visto que os resultados de sua pesquisa realizada com uma amostra representativa de mulheres jovens de três capitais brasileiras revelaram que o nível de instrução materna e o nível de renda familiar têm forte impacto na idade de iniciação sexual, ou seja, as mulheres de grupos sociais mais empobrecidos iniciam a vida sexual mais cedo.

O fato de mulheres provenientes de camadas sociais mais baixas iniciarem sua vida sexual mais cedo pode ocasionar um impacto em sua saúde reprodutiva e sexual, tendo em vista sua diminuída capacidade de negociação do uso de preservativos masculinos(5,11) e também do mais baixo nível de conhecimento acerca dos métodos contraceptivos, pois esse conhecimento entre mulheres tende a aumentar com a idade(13).

Por outro lado, o relato de que a maior parte dos amigos já havia iniciado a vida sexual não foi estatisticamente diferente entre as adolescentes virgens e não virgens. Vários estudos têm enfatizado a influência que os pares exercem no comportamento sexual de adolescentes. Tais influências têm sido descritas como um fator associado, não apenas à iniciação sexual, mas a vários outros comportamentos reprodutivos, entre eles o uso de contraceptivos e, mais especificamente, o uso de preservativos masculinos(14-15). A influência dos pares pôde ser identificada por meio do relato de adolescentes que se sentiram pressionados pelos amigos a iniciar a vida sexual(15), sendo que os homens pareceram ser mais propensos a se submeter a essa pressão do que as mulheres(14).

Foi relatado(15) que os adolescentes com experiência sexual achavam que a maioria de seus amigos também já era experiente sexualmente, em uma proporção muito maior do que os adolescentes que ainda eram virgens, independentemente do sexo. E os autores afirmaram que quando adolescentes mais novos percebem que a maior parte de seus pares tem vida sexual, eles passam a demonstrar a intenção de também iniciar a vida sexual e, conseqüentemente, concretizam esse desejo.

Esses estudos confirmam que a iniciação sexual pode ser estimulada, entre outros, em razão da difusão de um modelo de comportamento sexual ditado pelos pares que, por sua vez, também estão sujeitos às normas sociais estabelecidas para modelar as condutas sexuais, não estando as mulheres excluídas desse processo. A influência dos pares parece ser moldada pelo próprio significado atribuído culturalmente à sexualidade, no qual aos homens cabe o papel de não resistir ao impulso sexual, e às mulheres cabe o papel de controlar seus impulsos, ou ao menos, cedê-los apenas às pessoas com as quais têm vínculos afetivo-amorosos, ratificando as relações de gênero presentes no cenário da iniciação sexual.

No entanto, neste estudo, morar com apenas um dos pais foi estatisticamente associado à iniciação sexual entre as entrevistadas, denotando um possível maior controle parental entre aquelas garotas que moravam com ambos os pais. Parece que o tradicional papel que cabe à mulher no tocante à sua experimentação sexual pode ter sido mais enfatizado e considerado quando advinda do grupo parental do que do grupo de pares, provavelmente por conta do modo de socialização familiar, nas conversas entre mãe e filha sobre sexo e na divisão sexual das tarefas domésticas, além do controle parental sobre o namoro e lazer das filhas(9).

No que diz respeito às motivações para a iniciação sexual, os resultados mostraram o relato das adolescentes que iniciaram a vida sexual por terem sido pressionadas, evidenciando possíveis contextos de coerção e violência. Todavia, o que mais chamou a atenção foi o fato que várias adolescentes revelaram que tiveram a primeira relação sexual por conta de curiosidade, atração pelo parceiro e porque sentiam a necessidade de perder a virgindade, desvinculando sexo do sentimento de amor. Tais relatos sugerem também que possa haver, muito possivelmente, um código de conduta prescrevendo que, em determinado momento ou a partir de uma certa idade, a virgindade passa a ser um peso na vida dessas adolescentes (tal como tem ocorrido entre os homens há tempos) servindo também como elemento de pressão para que haja a iniciação sexual.

Ou seja, algumas adolescentes iniciaram a vida sexual claramente porque se sentiram pressionadas pelos seus parceiros, mas outra parte considerável pode ter iniciado sua vida sexual sob uma outra forma de pressão, tão sutil e inquestionável que não foi e não é usualmente identificável, significando que a desvalorização da virgindade feminina nesse grupo é parte do repertório que incide nas escolhas acerca da iniciação sexual.

O namoro foi também associado ao início da vida sexual. Desse modo, a maior parte das adolescentes com experiência sexual estava namorando no momento da entrevista, ao contrário da maior parte das garotas virgens. O namoro já foi descrito como o tipo de relacionamento, juntamente com o ficar, em que os caminhos são abertos para uma mútua exploração sexual - muito antes da primeira relação sexual, a maior parte dos adolescentes já se engajou em experiências ditas pré-sexuais, como carícias e toques mais íntimos(16), levando ao aprofundamento da intimidade até a opção pela relação sexual.

É possível, pois, considerar que o namoro necessitaria estar entre os tópicos abordados nas intervenções realizadas com os adolescentes na atenção básica justamente por constituir um espaço de exercício das relações entre homens e mulheres que, sejam mais igualitárias ou mais hierarquizadas, poderão ser transpostas às atitudes e práticas sexuais e contraceptivas.

O relacionamento sexual iniciado em uma relação de namoro tem um significado especial entre as mulheres, pois há a possibilidade de conjugar a iniciação sexual com amor ou paixão; a isso, soma-se a preocupação feminina em se preservar no espaço público. Esses dois aspectos orientam os critérios de escolha do namorado enquanto parceria preferencial de iniciação sexual(9).

Um pouco mais da metade das adolescentes indicou ter iniciado sua vida sexual por amor ao parceiro (52,5%). Para essas mulheres, o amor e o sexo seriam experiências que correspondem a espaços muito próximos entre si. Mesmo que tais mulheres tenham rompido a barreira de se preservarem virgens até o matrimônio, pode-se destacar que a iniciação sexual só foi possível porque havia romance e envolvimento afetivo-amoroso com o primeiro parceiro. Parece que

o enfraquecimento do modelo tradicional de virgindade não levou a uma transformação total. A decisão de preservar (ou não) a virgindade é cada vez mais efeito de uma estratégia feminina e de um cálculo decorrente de uma regra de prudência, mais do que de respeito por um valor social ou moral. Preservar a virgindade é preservar o futuro(17).

Em relação às adolescentes que nunca haviam tido qualquer relação sexual (54,5%), saliente-se que a maior parte justificou sua opção pela virgindade por conta de razões de ordem amorosa, como o fato de não ter encontrado a pessoa certa ou porque queria se manter virgem até o casamento, totalizando 66,4%. A ênfase no aspecto afetivo-amoroso na iniciação sexual atribuída pelas mulheres virgens foi ratificada pelas suas respostas no tocante ao momento considerado mais adequado para a sua iniciação sexual. O caráter romântico emergiu mais uma vez, tendo em vista que 64,5% das entrevistadas relataram um contexto de relacionamento com envolvimento de sentimentos de paixão e amor como ideal para iniciar-se sexualmente, tendo como pano de fundo o namoro, o noivado, o casamento ou o momento em que gostasse de alguém. Praticamente uma em cada quatro adolescentes sem experiência sexual elegeu o casamento como o contexto ideal da iniciação sexual. Entre as mulheres, já foi descrito que

as representações sobre o lugar do amor nos relacionamentos sexuais são unânimes: é imprescindível. É como se o amor validasse o sexo(18).

Outro ponto a ser destacado é o valor que a iniciação sexual tem como passagem para a vida adulta para estas adolescentes. A necessidade de esperar ser mais madura para ter a primeira relação sexual foi referida por 33,9% das mulheres virgens. Relatos descritos em pesquisas que usaram entrevistas em profundidade denotam que, para as adolescentes, a iniciação sexual as coloca como autoras de seus atos, exigindo atitudes responsáveis, tomadas de decisão e conseqüentemente responsabilização pelos seus atos, inserindo-as definitivamente em um universo de maior maturidade(9,18).

Cabe enfatizar que uma comparação entre os argumentos das adolescentes com e sem experiência sexual faz emanar um certo consenso entre ambos, uma vez que, de forma geral, é permitida a iniciação sexual independentemente do matrimônio, mas que seja permeada por relacionamentos em que vigoram compromissos e laços afetivos, o que concorda com a idéia de que os arranjos de amor e sexo

apresentam uma coexistência do tradicional e do moderno, regendo as relações de gênero e conformando os múltiplos processos de individuação(9).

Pode-se dizer, então, que a perda da virgindade não está totalmente banalizada, já que o arrefecimento do valor social à virgindade não diminui a importância que as mulheres lhe dão nem a atenção que os homens lhe dedicam, ainda que exista uma outra visão acerca da virgindade na qual ela é fortemente desvalorizada, como um fardo do qual é preciso se livrar(17). Mesmo que as mulheres estejam iniciando sua vida sexual cada vez mais cedo e que seu calendário de iniciação sexual esteja próximo ao dos homens(11), suas motivações para o engajamento sexual continuam, em certa medida, respondendo aos papéis tradicionalmente atribuídos à mulher, qual sejam o amor, romance e compromisso como propulsores das primeiras práticas sexuais.



CONCLUSÃO

A partir da análise dos resultados apresentados e das leituras dos estudos referenciados, parece claro que o comportamento sexual de mulheres adolescentes vem se modificando, não apenas por conta da maior precocidade na idade de iniciação sexual, mas também nas escolhas do momento e parcerias mais adequadas para a ocorrência da primeira relação sexual. Contudo, se por um lado há uma aparente mudança no valor atribuído à virgindade feminina, as relações de gênero permanecem configurando de forma intensa a sexualidade feminina, circunscrevendo a iniciação sexual quase estritamente a uma relação de amor e de confiança.

Dessa forma, os profissionais de saúde necessitam estar preparados para a diversidade dos modos de viver a adolescência e de viver a sexualidade na adolescência bem como para o impacto que as decisões que permeiam a iniciação sexual das adolescentes, largamente influenciadas pelas relações de gênero ainda vigentes, podem ocasionar em sua saúde sexual e reprodutiva. Além disso, deve-se ter em vista que a compreensão dos aspectos que cercam o comportamento sexual de mulheres adolescentes possibilita também uma maior compreensão da sua conseqüência para os homens, para a vida em parceria e para alcançar uma maior eqüidade de gênero._____________________Adolescência e vida sexual: análise do início da vida sexual de adolescentes residentes na zona leste do município de São Paulo / Adolescence and sexual life: analysis of the sexual initiation among adolescents from the east area of the city of São Paulo.
Fonte: São Paulo; s.n; 2005. 149 p.
Tese: Apresentada a Faculdade de Saúde Pública para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Homens e mulheres têm iniciado sua vida sexual, em grande parte, na adolescência e de formas um tanto diferentes. As práticas sexuais, nessa fase, têm sido descritas como dinâmicas e em constantes transformações, sendo que seus perfis podem acarretar impacto importante na vida reprodutiva dos adolescentes. Com o intuito de analisar o início da vida sexual de adolescentes, foram realizadas entrevistas domiciliárias com 383 homens e mulheres, não unidos, de 15 a 19 anos de idade, matriculados em uma unidade básica de saúde da família da zona leste do município de São Paulo, correspondendo a uma amostra representativa dos indivíduos deste grupo etário. A análise de regressão logística múltipla identificou sendo variáveis associadas ao início da vida sexual de adolescentes do sexo masculino a idade, a situação de estudo, a idade materna do primeiro filho, a concordância materna de que adolescentes tenham vida sexual, o fato de que o pai gostaria que seu filho iniciasse a vida sexual independentemente do casamento, o namoro anterior e o namoro atual. Por sua vez, as variáveis associadas ao início da vida sexual entre adolescentes do sexo feminino foram a idade, o tipo de domicílio, o namoro anterior, o namoro atual e a presença de irmão(ã) que tenha vivenciado uma gestação previamente à união. Entre os 164 adolescentes com experiência sexual, foi observada uma convergência na idade em que homens e mulheres tiveram a primeira relação sexual, foi observada uma convergência na i(CONTINUAÇÃO)Assim, as mulheres relataram Ter iniciado a vida sexual, principalmente, porque estavam apaixonadas pelo parceiro, que foi, com maior freqüência, seu namorado. Por outro lado, os homens iniciara, sua vida sexual em relacionamentos ocasionais e justificaram como motivação a atração física. A prática contraceptiva foi deixada de lado por 41,5 por cento dos homens e 31,7 por cento das mulheres. Desta forma, os resultados indicaram que os diferenciais do gênero estiveram presentes em todo o processo de iniciação sexual e, ainda, os fatores individuais, tais como o namoro e a idade, e os fatores familiares, tais como os valores e atitudes dos pais e mães acerca da sexualidade, foram marcantes na iniciação sexual dos adolescentes.__________________Definição da Pedofilia

Pedofilia é o desvio sexual "caracterizado pela atração por crianças, com os quais os portadores dão vazão ao erotismo pela prática de obscenidades ou de atos libidinosos"[7] (Croce, 1995).

Algumas outras definições de pedofilia requerem uma diferença de idade de no mínimo cinco anos. Estas, porém, tendem a negligenciar a inclinação sexual pedofílica que desenvolve-se durante a puberdade ou a infância, e que tende posteriormente a diminuir e acabar. Alguns sexólogos, porém, como o especialista americano John Money, acreditam que não somente adultos, mas também adolescentes, podem ser qualificados como pedófilos.[8] Na França, esta é a definição dominante.

Muitas culturas reconhecem pessoas como tornando-se adultas em variadas idades. Por exemplo, a tradição judaica considera como adultos (membros da sociedade) as mulheres aos 12 e os homens aos 13 anos de idade, sendo a cerimônia de transição chamada Bat Mitzvah para as garotas e Bar Mitzvah para os rapazes. Os jovens católicos de ambos os sexos recebem o sacramento da Crisma por volta da mesma idade. No antigo Egito, o faraó Tutankhamon casou-se quando tinha 10 anos de idade com Ankhsenpaaton que tinha a mesma idade talvez um pouco mais velha e assumiu o trono com cerca de 12 anos. No Japão a passagem para a idade adulta é celebrada pelo Seijin Shiki (ou "cerimônia adulta" em tradução literal). No Ritual de puberdade feminina dos índios nambiquara, logo que tem a sua primeira menstruação, a menina púbere (wa’yontãdu, "menina menstruada") deve permanecer em reclusão em uma casa construída pelos seus pais especialmente para este fim. Lá a menina deverá permanecer de um a três meses, ao fim dos quais uma grande festa será feita e os convidados de outras aldeias nambiquara virão para retirá-la da reclusão. A menina (wekwaindu, "menina", "moça") passa, então, a ser considerada uma mulher formada, conforme explicam os Mamaindê.[1]

A puberdade e sexualidade surgem de modos diferentes para o sexo feminino e masculino. Enquanto para as meninas ocorre um crescimento rápido e curto, para os meninos o crescimento é lento e prolongado. É por isso que geralmente as meninas desenvolvem-se fisicamente e mentalmente mais cedo e mais rápido que os meninos. Quando uma pessoa do sexo masculino ou feminino sente-se atraído sexualmente por uma menina ou menino pré-púbere é considerado doente porque esta ainda não tem o corpo de uma mulher e o menino não tem as características de um homem.

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: puberdade

A relação sexual entre adultos e adolescentes é regulada pelas leis de cada país referentes à idade de consentimento. Alguns países permitem o relacionamento a partir de uma idade mínima (13 anos na Espanha, 14 no Brasil, Portugal, Itália, Alemanha e Áustria, 15 na França e Dinamarca, 16 em Noruega).

O uso do termo pedofilia para descrever criminosos que cometem atos sexuais com crianças é visto como errôneo por alguns indivíduos, especialmente quando tais indivíduos são vistos de um ponto de vista clínico, uma vez que a maioria dos crimes envolvendo atos sexuais contra crianças são realizados por pessoas que não são clinicamente pedófilas (e sim, realizaram tal ato por outras razões, tal como para aproveitar-se da vulnerabilidade da vítima), e não por pessoas que sentem atração sexual primária por crianças.

Alguns especialistas acreditam que a atração sexual por crianças é por si mesma um tipo de orientação sexual[carece de fontes?]. Isto vai contra ao entendimento dominante, pelo qual o termo orientação sexual é categorizado como sendo a atração sexual por pessoas do sexo oposto, do mesmo sexo, ou por ambos os sexos. Os proponentes desta ideia divergente alegam que a heterossexualidade, a homossexualidade e a bissexualidade não são normalmente associados com a atração sexual por crianças, e que estas são suficientemente diferentes dos adultos, seja física ou psicologicamente, para que a pedofilia possa ser categorizada como um tipo de orientação sexual.__________________--Jovens com deficiência


Deixou o trabalho e a vida em Lisboa para se dedicar inteiramente ao filho e a outros como ele. Formou-se em pedagogia curativa e socioterapia e voltou às origens para criar uma associação com o objectivo de apoiar pessoas portadoras de deficiência.


Assim nasceu, em 2000, a ASTA, Associação Sócio-Terapêutica de Almeida, numa aldeia escondida no interior de Portugal. Entre rochas e floresta, em Cabreira do Côa, distrito da Guarda, Maria José Dinis da Fonseca, de 53 anos, lutou para dar forma a um projecto que apoia, integra e educa jovens acima dos 16 anos com deficiência mental e multideficiência.O filho Marco, de 31 anos, com paralisia cerebral, foi o motor para a implantação desta comunidade terapêutica. Hoje são 32 os jovens e adultos acompanhados pela ASTA – 22 em regime de ‘lar residencial’ e 10 externos.Começou na casa dos pais com seis jovensCom uma retaguarda familiar fragilizada, a maioria encontrou nesta instituição uma família e uma vivência útil e com responsabilidade. São quase todos da região da Guarda, mas há quem tenha vindo de Santarém, Bragança e Lisboa. Em lista de espera estão mais de 60 pessoas de todo o país, mas as vagas estão esgotadas. Apesar de todos os entraves que um lugar escondido e, aparentemente, inóspito como a Cabreira podiam trazer, Maria José nunca desistiu. «Estava convicta, apesar de, inicialmente, não ter apoios e de as pessoas acharem que o meu projecto era uma loucura», recorda Maria José.Com a burocracia por desembaraçar, foi na casa dos pais que a fundadora iniciou actividade com seis jovens. À medida que os apoios estatais e sociais iam chegando, a ASTA foi acolhendo mais pessoas e alargando as suas actividades sócio-terapêuticas.«Foram-nos cedidas casas velhas na aldeia, que reformámos e transformámos em núcleos familiares». Primeiro nasceu a Casa da Oliveira e dois anos depois a Casa Cristalina. Perto uma da outra, acolhem, cada uma, quatro jovens e um colaborador (mãe de casa) que lhes dá apoio. Só em 2004 foi construída a obra projectada desde o início: a Casa da Fonte, onde moram 14 pessoas (os mais dependentes) e três colaboradores, e onde funcionam os ateliês e espaços administrativos. Está em construção uma piscina que ajudará nos cuidados terapêuticos e de saúde.O dia na ASTA começa com o grupo reunido para uma canção, um poema e ainda por um exercício para estimular a mente – em que são desafiados a dizer onde se encontram e em que dia estão. «Pretendemos assim, num ritmo diário, sentir cada um e fazê-los sentir parte de um todo», diz Maria José.Depois, cada jovem segue para o respectivo ateliê ou actividade conforme o seu programa individual – existem sete ateliês: de carpintaria, tecelagem, olaria, agricultura, teatro, música e pintura. «Procuramos que cada trabalho tenha uma componente criativa e utilitária. Está sempre presente a noção de responsabilidade e de trabalho útil. Nada deve ser desperdiçado».As peças do tear – como tapetes e cachecóis – de olaria e de carpintaria são vendidas em feiras de artesanato e na Feira da Solidariedade, organizada todos os anos no pinhal circundante da ASTA.
O que contribui para o reconhecimento da capacidades destes jovens, e ajuda simbolicamente nas despesas. Quem queira auxiliar esta associação basta associar-se ao grupo de amigos da ASTA.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:13 Links para esta postagem
0
Sistema de Orquestras da Venezuela chegou a Portugal para ajudar bairros degradados


São muitas e diversificadas as formas de apoio às crianças e jovens dos bairros degradados da área metropolitana de Lisboa. Mas a mais recente é também a mais inesperada.


Através da música erudita é possível mostrar um caminho diferente a quem cresce em ambientes onde impera a marginalidade e a estrutura familiar é muito frágil.O conceito chegou a Portugal em 2007, mas na Venezuela já deu provas ao longo de três décadas. O Sistema de Orquestras Infantis e Juvenis da Venezuela teve efeitos surpreendentes e, garantem os responsáveis, a criminalidade violenta nas favelas diminuiu.
O ensino da música chega assim aos mais novos através de um método único que se afasta das tradicionais aulas. Com o ‘Sistema’, como ficou conhecido na Venezuela, «os alunos, na posse dos instrumentos, vão imitando aquilo que o professor faz através da execução de melodias muito simples baseadas em canções populares», como explica ao SOL António Wagner Diniz, presidente da Escola de Música do Conservatório Nacional e um dos responsáveis pelo projecto.
Por cá, o sistema venezuelano arrancou no passado ano lectivo com o projecto Orquestra Geração e começou por trabalhar com jovens em bairros da Amadora e de Vialonga. Os alunos vão pisando já alguns palcos em concerto.Dois instrumentistas da Orquestra Sinfónica Portuguesa e da Orquestra Gulbenkian, também eles formados pelo sistema venezuelano, supervisionam o projecto nos bairros, assistidos por uma antropóloga que faz o acompanhamento social.O objectivo é «integrar as crianças ou jovens na sociedade, aumentando-lhes a auto-estima e o respeito pelo outro, de forma a atingir-se um desenvolvimento harmonioso da sua personalidade e combater o absentismo escolar ou a saída para a marginalidade» adianta António Wagner Diniz.Neste momento existem três orquestras – bairros da Boba e Mira, na Amadora, e Escola de Vialonga, em Vila Franca de Xira – que abrangem 183 crianças. «Vamos envolvendo as famílias, que vão ajudando os filhos na deslocação e envolvem-se na programação», descreve o director.A ‘importação’ do sistema venezuelano nasceu de uma parceria entre a Câmara Municipal da Amadora e o Conservatório Nacional, numa altura em que o financiamento estava a cargo da autarquia, da Fundação Gulbenkian e do programa EQUAL. Mais tarde, juntaram-se parceiros privados, como a fundação EDP. Em Vialonga, os apoios são garantidos pelo Ministério da Educação e na Amadora é o grupo Chamartin-Dolce Vita que cumpre esse papel.Perante o êxito da iniciativa, e tendo a Venezuela como exemplo, os responsáveis pelo projecto sonham constituir dentro de cinco anos uma grande Orquestra Geração da área metropolitana de Lisboa, envolvendo o maior número possível de municípios.Na Venezuela, o Sistema Nacional de Orquestras integra já 250 mil crianças em mais de 100 orquestras. Ao longo de 33 anos já formou mais de 400 mil jovens. Muitos fazem hoje da música profissão.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:01 Links para esta postagem
0
Centenas de milhões de cristãos evangélicos unidos em oração no Mundo Pelas as Vidas


Centenas de milhões de cristãos em mais de 220 países, incluindo Portugal, vão estar unidos no próximo domingo no Dia Global da Oração, considerada a maior reunião de cristãos evangélicos em todo oEm Portugal,


a celebração deste dia é antecipada para sábado, em Queluz, numa organização da Aliança Evangélica Portuguesa (AEP) em que um dos pontos fundamentais é «orar pelas autoridades portuguesas» e pelo país, disse à Lusa um dos responsáveis, o pastor Samuel Fernandes.
«A centralidade deste dia é orar pelas autoridades portuguesas. É um dos pontos fundamentais. A Bíblia diz para orarmos pelas autoridades constituídas, para que haja paz, que venha o reino de Deus, para que haja mais justiça, para que as coisas boas sejam uma realidade», acentuou.
«Oramos para que a nossa nação seja coberta com oração, porque queremos que seja transformada por Deus. Hoje existem tantos problemas, há uma palavra que hoje está em voga, uma palavra que é a crise. Nós acreditamos que Deus tem a solução para os problemas das pessoas (..), tem a solução para a crise», referiu o responsável da AEP.
O Dia Global de Oração, que terá este ano a sua quarta edição em Portugal, será acompanhado pela II Expo Evangélica, uma mostra das múltiplas actividades que os cristãos evangélicos desenvolvem em Portugal, esperando os organizadores ultrapassar as cerca de cinco mil pessoas que em 2008 estiveram no Parque Urbano Felício Loureiro, em Odivelas.
Nascido em 2001 na África do Sul, estendendo-se progressivamente ao continente africano, o Dia Global da Oração começou a ser seguido em todo o mundo em 2005, ano em que atraiu mais de 200 milhões de pessoas, duplicando o número em 2008, segundo estatísticas da organização.
Esta iniciativa celebra-se sempre em dia de Pentecostes, comemorando a descida do Espírito Santo sobre os Apóstolos e Nossa Senhora, reunidos no Cenáculo após a Ascensão de Jesus.
Em Queluz, no sábado à tarde, a celebração inclui música, dança e oração, terminando com um concerto musical para mostrar que os evangélicos «celebram a vida».
No domingo, cada comunidade evangélica promove acções locais para assinalar a iniciativa.
A comunidade evangélica portuguesa, que reúne várias denominações (baptistas, pentecostais, metodistas, centros cristãos, etc.), foi organizada em 1921 e hoje tem cerca de 250 mil seguidores registados, embora, entre simpatizantes e jovens ainda não baptizados, deva rondar o meio milhão, com perto de 1500 locais de culto em todo o país, de acordo com a AEP. mundo.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:41 Links para esta postagem
0
Wikipedia proíbe Igreja da Cientologia de editar verbetes


A Wikipedia tomou uma atitude inédita em seus oito anos de história e proibiu todas as pessoas ligadas à Igreja da Cientologia de editar verbetes no site.O Comitê Arbitral da enciclopédia online decidiu por 10 votos a 0 (com uma abstenção) bloquear os endereços IP de computadores operados pela seita, assim como os de vários colaboradores. A Igreja da Cientologia, fundada pelo escritor de ficção científica L. Ron Hubbard em 1953, prega que os seres humanos são reencarnações de criaturas extra-terrestres. Acusada de fazer lavagem cerebral e explorar financeiramente seus seguidores - muitos deles famosos, como Tom Cruise e John Travolta -, a seita alimenta inflamadas discussões virtuais desde os primórdios da grande rede. O caso, revelado pelo site The Register, teve início em dezembro e diz respeito a mais de 400 artigos sobre a igreja e seus membros. As páginas dos verbetes passaram por batalhas entre os seguidores e críticos da seita, que procuram dar seu viés ao material publicado, normalmente citando artigos próprios. As contas banidas não poderão fazer qualquer modificação no site por pelo menos seis meses. A punição pode ser revertida se os responsáveis aceitarem seguir as regras da Wikipedia. Uma dessas regras diz que o "uso da enciclopédia para promover agendas pessoais - como proselitismo ou disputas filosóficas, ideológicas ou religiosas - e publicar ou promover material de pesquisa original é proibido".
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:38 Links para esta postagem
0
Casal de criminosos se passava por evangélico para disfarçar

Depois de cometer crimes no Espírito Santo e em Cabo Frio, um casal usava uma igreja para não levantarem suspeitas sobre o passado. A história desvendada pela equipe da 119ª DP (Rio Bonito) e culminou com a prisão de Adonirã Judson Pereira Gomes, de 35 anos, e sua esposa Edimara Coutinho de Souza, de 30.Um dos crimes cometidos pelo casal, segundo mandado de prisão expedido pela Vara Criminal de Cabo Frio, foi o sequestro de um familiar da tesoureira de uma agência do Banco Itaú de Araruama, em 2007. Com o golpe, o banco foi lesado em R$ 720 mil e a tesoureira em mais R$ 20 mil, além de joias e outros pertences pessoais. De acordo com o delegado José Pedro Costa da Silva, Adonirã fugiu do presídio de Cachoeiro de Itapemirim, no Espírito Santo, em 2006, tendo contra si dois mandados de prisão, além de já ter sido responsabilizado criminalmente por crimes de receptação, porte de arma, formação de quadrilha e estelionato.Eles foram presos na tarde de quarta-feira, em frente à Igreja Pentecostal Ministério Casa da Unção Independente Vila Cortes, no Parque das Acácias, Rio Bonito. Segundo a polícia, para darem vida ao disfarce, Adonirã exercia a função de auxiliar de pastor e Edimara era uma das organizadoras do grupo de oração que o casal mantinha na própria casa, em Rio Bonito.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:27 Links para esta postagem
0
Gospel Night prepara nova festa a fantasia


Uma das principais festas gospel do Rio de Janeiro está de volta, no próximo dia 06 de Junho á partir das 22 horas no Irajá Atlético Clube, onde o Ministério Gospel Night realizará a sexta edição na maior festa Gospel a fantasia do Brasil e na ocasião serão distribuídos prêmios para as melhores Fantasias da noite, onde o primeiro colocado ganhará um Computador Completo com Tela de LCD.
A novidade desta edição fica por conta dos fantasiados da noite que esbanjam criatividade e originalidade, como os grandes campeões das últimas edições figuras ilustres como o Pacote de Batatas Frita o inesquecível Ventilador, o Chaves, a Borboleta do MSN, dentre outros. Essa edição também faz parte da turnê de lançamento do DVD Gospel Night, que já passou por cidades como Salvador e Manaus e se prepara para outras cidades como Fortaleza e Porto Velho nos próximos meses.
O Evento
Nesta Edição do Gospel Night Fantasy de 2009, o grande público evangélico terá oportunidade de curtir grandes nomes da música Gospel Eletrônica, Black Music, Gospel Funk e Pagode. Serão dois ambientes de muito som e um novo set de iluminação.
O primeiro ambiente estará sob o comando do DJ Marcelo Araújo, indicado ao Troféu Talento 2009 como melhor produtor de música gospel alternativa pelo CD Arrebatados Vol. IV e vem se firmando como um dos principais DJ´s da música gospel nacional, nesta edição ele traz um novo set de Live P.A. muito usado em festas eletrônicas, MC LAW conhecido no meio por seu funk melody e o VJ W. Júnior nas projeções de imagens nos telões.
No segundo ambiente localizado no salão nobre muito Soul, Hip-Hop e Black Music de qualidade agitarão com a Família Acris Soul, liderada pelos irmãos VAZ, que estão na estrada desde 1999, o grupo tem o Soul como estilo musical e influências diretas do samba Brasileiro e dos corais gospel norte-americanos, o grupo Makarius Brasil com o vocal de Renato Martins que lançará seu segundo trabalho nos palcos do GN e o som continua com o Grupo de RAP R-Naipe, ganhador do último concurso cante no Gospel Night, o RAP André 10 Mil cantor e produtor musical, no comando da pista os DJ´S “W”e o Mike B, para fechar á noite a segunda dose de pagode do Grupo Idéia Certa, digo segunda dose, pois a primeira ficou por conta dos Valentes de Davi que não deixou ninguém ficar parado. A apresentação fica por conta de Claudia Mattos.
Serviços:
Gospel Night A Festa - Lançamento do DVD Gospel Night 10 AnosParticipações: DJ Marcelo Araújo, Família Acris Soul, MC LAW, Idéia Certa, R-Naipe, Makarius Brasil, DJ “W”, DJ Mike B, VJ W. Junior.Apresentação: Claudia Mattos
Data: Sábado, dia 06 de Junho de 2009.Horário: 22h
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:13 Links para esta postagem
0
Governo e Igrejas se juntam em campanha pelo registro civil

A Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República (SEDH) iniciará nova campanha, em agosto, pelo registro civil, que contará com a colaboração das igrejas para a inclusão social de quem fica à margem da sociedade por falta de documentos.
A mobilização pretende incentivar aqueles que não têm a certidão de nascimento ou país e responsáveis legais a comparecerem aos cartórios para o devido registro civil, explicou o secretário-geral do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (Conic), reverendo Luiz Alberto Barbosa.
Dados da SEDH indicam que 12,7% dos recém-nascidos no Brasil não são registrados. Sem a Certidão de Nascimento o cidadão não tem acesso à escola pública, à carteira de trabalho, ao título de eleitor e à própria cidadania. O registro civil é a identidade social das pessoas e é fornecido gratuitamente.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:08 Links para esta postagem
sexta-feira, 29 de maio de 2009
0
CIENTISTAS X DEUS, QUAL SERA OS SEU LIMITES DE QUERE DESAFIAR A DEUS


O que fazer com o progresso científico quando, em muitos casos, ele afronta preceitos bíblicos? Perguntas sem respostas e questionamentos sem embasamento tem levantado calorosas discussões em todo o planeta e mostrado cada vez mais que é preciso que a sociedade volte para os princípios cristãos ensinados na fonte da sabedoria do Senhor: a Bíblia. No Brasil as discussões tem gerado conflitos.
Fertilização in-vitro, clones e a possibilidade de, em poucos anos, a produção artificial de óvulos e até espermatozóides. Como num supermercado, tanto um homem quanto uma mulher pode entrar em um laboratório e pedir um dos itens citados anteriormente para solucionar o problema de reprodução. Tanto um como o outro, a questão não é o avanço da ciência, mas sim, até onde vai o direito da sociedade usufruir do progresso e interferir nos planos de Deus? Essa pergunta tem despertado ação e reação em todas as camadas da sociedade, pois, de um lado existem defesas ferrenhas pelo progresso, e do outro, atitudes que levam até o extremismo como passeatas, protestos etc. A discussão é profunda e deve estar baseada no bom senso e tolerância, já que não se chega a um acordo sem que haja entendimento da questão e compreensão de todos os fatos. Dentro desse contexto, avanços científicos principalmente na área da genética, especificamente na reprodução, o assunto que desencadeou as mais diversas reações é, sem dúvida, as pesquisas com células-tronco embrionárias, envolvendo inclusive o presidente do País, Luis Inácio Lula da Silva, que demonstrou ser favorável à pesquisa. Do outro lado da questão, Cláudio Fonteles, ex-Procurador da República entrou com ação no Supremo Tribunal Federal para barrar o avanço das pesquisas, porém, a Lei de Biossegurança que regulamentava e proibia os estudos até então, passou pela Câmara Federal e está em vias de autorização.
“O mais importante é que pudemos levar para o Brasil o debate sobre essa questão”, comentou frustrado, na época, Fonteles. A Lei 11.105/05 que disciplinava e coibia essas pesquisas País, Luis Inácio Lula da Silva, que demonstrou ser favorável à pesquisa. Do outro lado da questão, Cláudio Fonteles, ex-Procurador da República entrou com ação no Supremo Tribunal Federal para barrar o avanço das pesquisas, porém, a Lei de Biossegurança que regulamentava e proibia os estudos até então, passou pela Câmara Federal e está em vias de autorização.
”O mais importante é que pudemos levar para o Brasil o debate sobre essa questão”, comentou frustrado, naépoca, Fonteles. A Lei 11.105/05 que disciplinava e coibia essas pesquisas.
O que são Células Tronco?
São células indiferenciadas que podem se multiplicar e regenerar tecidos lesionados porque possuem a capacidade de se transformar em células idênticas às dos tecidos onde foram implantadas, por exemplo; se uma pessoa com infarto do miocárdio tem uma parte do coração afetada e as células dessa região morrem, com as células-tronco implantadas o tecido lesionado pode ser recuperado. As células-tronco podem ser obtidas de três formas: na medula óssea de pessoas adultas, no cordão-umbilical e em embriões. As retiradas da medula e do cordão-umbilical possuem algumas limitações, pois não podem se diferenciar em qualquer célula. Já as de embriões são conhecidas como totipotentes e podem se transformar em qualquer tipo.
CÉLULAS TRONCOS PODEM SER,
Embrionárias – São encontradas no embrião humano e são classificadas como totipotentes ou pluripotentes, devido ao seu poder de diferenciação celular de outros tecidos. A utilização de células estaminais embrionárias para fins de investigação e tratamentos médicos varia de país para país.
Adultas – São encontradas em diversos tecidos, como a medula óssea, sangue, fígado, cordão umbilical, placenta, e outros. Estudos recentes mostram que estas células estaminais têm uma limitação na sua capacidade de diferenciação, o que dá uma limitação de obtenção de tecidos a partir delas.
PODEM SER OBTIDAS,
Por Clonagem Terapêutica - é a técnica de manipulação genética que fabrica embriões a partir da transferência do núcleo da célula já diferenciada, de um adulto ou de um embrião, para um óvulo sem núcleo. A partir da fusão inicia-se o processo de divisão celular, na primeira fase 16-32 são consideradas células
totipotentes. Na segunda fase 32-64 serão células pluripotentes blastocisto que serão retiradas as células-tronco para diferenciação, invitro, dos tecidos que se pretende produzir. Nesta fase ainda não existe nenhuma diferenciação dos tecidos ou órgãos que formam o corpo humano e por isso podem ser induzidas para a terapia celular.Do Corpo Humano - as células-tronco adultas são fabricadas em alguns tecidos do corpo, como a medula óssea, sistema nervoso e epitélio, mas possuem limitação quanto a diferenciação em tecidos do corpo humano.De Embriões Descartados - inviáveis para implantação e congelados nas clínicas de reprodução assistida.
PODEM SER UTILIZADAS
Terapia Celular: tratamento de doenças ou lesões com células-tronco manipuladas em laboratório.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:33 Links para esta postagem
0
Cristãos iniciam campanha de oração pela Coréia do Norte


A Coreia do Norte permaneceu irredutível diante da condenação de comunidade internacional ao lançar mais dois mísseis de curto alcance na terça-feira, após ter lançado outros três na segunda. Poderá haver mais lançamentos.O porta-voz da Portas Abertas nos Estados Unidos, Jerry Dykstra, diz que essa agressão enfatiza a importância militar da Coreia do Norte. “Atualmente há 1,2 milhão de pessoas no exército da Coreia do Norte, e um reforço de mais 5 milhões, em uma população de 26 milhões.” Ele diz que o país está se preparando para a guerra.Apesar de o foco da Coreia do Norte estar fora do país, os cristãos não podem descansar. “Os cristãos estão correndo mais risco, se é que isso é possível. Há espiões em todos os lugares. Se eles virem um cristão com uma Bíblia, o prenderão.”A propagação do cristianismo é um dos maiores temores do líder norte-coreano Kim Jong-Il. “Ele sente que a queda da Europa Oriental, do comunismo, foi causada pelos cristãos, e isso também pode acontecer na Coreia do Norte. É por isso que houve um aumento na vigilância às igrejas domésticas e aos cristãos.”Enquanto isso, os líderes das igrejas norte-coreanas iniciaram uma campanha de oração. “Eles estão orando para que possam evangelizar dentro do país. Eles realmente sentem que algo irá acontecer na Coreia do Norte. Pode ser a queda do regime, e eles têm que estar prontos”, diz Dykstra.A sociedade norte-coreana está extremamente instável. Os cristãos veem isso como uma oportunidade de desenvolver e reforçar as igrejas. Eles pedem para que a igreja no ocidente os apoie em oração, por causa de sua situação difícil. Eles também estão orando muito uns pelos outros, pois sentem que a abertura do país está próxima. Nossos irmãos estão se preparando para as mudanças do futuro.“Que testemunho incrível ver que os cristãos começaram uma campanha de oração para conseguirem evangelizar o país inteiro. Precisamos nos lembrar deles em nossas orações, enquanto eles arriscam sua vida por causa de sua fé.”Um pastor norte-coreano escreve: “Agradecemos a Deus por tantas pessoas orando pelo nosso país. Suas orações fortalecem os cristãos em nosso país”.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:15 Links para esta postagem
0
Crise econômica agravou abusos contra os direitos humanos, diz ONG


A crise econômica internacional agravou abusos aos direitos humanos, desviou a atenção deles e criou novos problemas, afirma um relatório anual divulgado nesta quinta-feira pela organização não-governamental Anistia Internacional.De acordo com o documento, intitulado "O Estados dos Direitos Humanos em 2009", que traz dados relativos a 2008, "os direitos humanos estão sendo relegados a segundo plano em nome da recuperação econômica." "O mundo precisa de uma nova ordem mundial em termos de direitos humanos, não de promessas de papel, mas do comprometimento e ações concretas de governos para neutralizar esta bomba relógio", afirma Irene Khan, secretária-geral da Anistia."Líderes mundiais precisam investir em direitos humanos com o mesmo propósito com que investem na economia", defende a secretária.Na avaliação de Khan, de Gaza a Darfur, da República Democrática do Congo ao Sri Lanka, "o número de mortos em conflitos é alarmante" e a reação da comunidade internacional, "chocante".A secretária ainda cita contradições em países como a Somália, onde enormes esforços são investidos na luta contra a pirataria ao mesmo tempo em que é crescente o fluxo de armas que contribui para a morte de civis no país."Ignorar uma crise para focalizar em outra é uma receita para agravar as duas. A recuperação econômica não será sustentável ou igualitária se os governos falharem em combater abusos que aprofundam a pobreza ou conflitos armados que geram novas violações". GuantánamoO relatório ainda critica a liderança do G-20, grupo que reúne as 20 maiores economias do mundo. Na avaliação da Anistia, a liderança do grupo está "arruinada" por abordagens equivocadas em relação aos direitos humanos."Abusos, retórica sem ações e promoção dos direitos humanos no exterior ao mesmo tempo em que se esquece de fazer o dever de casa não conferem confiança necessária à liderança do G20".A Anistia Internacional diz que a China e a Rússia "são provas de que economias abertas não levam a sociedades abertas".A ONG, no entanto, elogiou a decisão do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, de fechar, no prazo de um ano, o centro de detenção de Guantánamo, em Cuba.O relatório defende que os responsáveis por crimes relacionados ao terrorismo sejam levados à Justiça, salientando que a decisão de Obama "fortalecerá, em vez de enfraquecer, a segurança global e a autoridade moral dos Estados Unidos". O relatório anual da Anistia Internacional avaliou a situação dos direitos humanos em 157 países, incluindo o Brasil, de janeiro a dezembro de 2008.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:13 Links para esta postagem
0
Semana de Oração reúne cristãos na Sede da Igreja Evangelica Jesus Cristo e o Senhor
Chamada Para a Grande Oraçao Pelo Mundo.
Esta Campanha comecara no dia 10 de Junho de 2009, as 19:00 Horas
Ao se disporem a orar juntos, buscando o diálogo, cristãos mostram um sinal visível de que são capazes de caminhar na busca da unidade, da paz e da justiça, disse o presidente da Igreja Evangelica Jesus Cristo e o Senhor, pastor: Jose Carlos Marques dos Santos , na homilia do culto de abertura da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos. abrigou, no sábado, 23, fiéis de diferentes denominações para a abertura oficial da Semana. “O que une os cristãos é muito maior do que as separações e os desentendimentos ocorridos ao longo da história”, pregou a Missionaria Maria Lucia .A Semana é um convite à oração conjunta no caminho da reconciliação e do diálogo entre as várias denominações, frisou o Diacono Adeval Muniz dos Santos 1 Tesoureiro do Ministerio, o Pastor: Jose Carlos Marques dos Santos. Ele conclamou congregações de todo o Brasil a constituírem núcleos ecumênicos, em preparação à Campanha da Humanizaçao e Solidariedade pela vida em, 2010 Participaram da abertura da Semana líderes e fiéis de todas as igrejas Evangélica, Irmaos Catolicos para o Bom Desenvolvimento para Obra de Deus na Uniao dos Irmaos e de toda as Religioes para o Crecimento do Reino do Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.
Pastor Jose Carlos Marques dos Santos.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:47 Links para esta postagem
0
Justiça manda hospital fazer transfusão em paciente testemunha de Jeová


A autorização do paciente ou de seu responsável para uma transfusão de sangue é desnecessária em caso de risco iminente de morte comprovado por laudo médico.A decisão é da Vara da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça de Goiás, que entendeu que um menor deveria receber transfusão por estar em estado grave de saúde, embora seus pais não aprovassem a medida.Eles são adeptos da religão Testemunhas de Jeová e alegaram que a transfusão não é permitida por sua crença.Ao autorizar a transfusão, o juiz da vara, João Corrêa de Azevedo Neto, atendeu a um pedido do Ministério Público. Ele considerou que a terapia deveria ser aplicada com a máxima urgência, independente da vontade do paciente. A autorização judicial foi dada na última sexta-feira (22/5) ao Hospital Materno Infantil. A criança apresenta quadro anêmico e pneumônico.O juiz baseou-se no artigo 5º da Constituição Federal que, apesar de assegurar o direito à liberdade de crença, prevê o direito à vida, que, segundo o magistrado, antecede o de liberdade religiosa
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:44 Links para esta postagem
0
Juiz estipula fiança de $20,000 para pastora acusada de abuso sexual, Que Vergonha


Em audiência realizada na quinta-feira (21), o juiz ordenou que Ana Paula Almeida, 31, fique monitorada por uma tornozeleira GPS e estipulou a fiança de $20,000. A pastora é acusada de molestar sexualmente uma menina durante dois anos e pediu asilo devido a pendências com a imigração.Segundo o Milford Daily News, o Juiz James Lemire determinou que ela, ou deveria ficar sob monitoramento eletrônico e pagar em dinheiro a fiança, ou ficasse presa sob a fiança de $200,000. A preocupação do estado quanto à fuga de Ana Paula do país levou a Assistente de Promotoria Cheryl R. Riddle a pedir a prisão da pastora, sem direito à fiança. Mas Riddle mudou de idéia e apresentou a alternativa de monitoramento e de uma alta fiança. Durante a audiência, ela disse ao juiz que não havia garantias de que Ana Paula não fugiria. Sendo monitorada, a ré pode ir direto a julgamento.O advogado da brasileira, Scott Busconi, contestou, dizendo que não existe risco de sua cliente fugir. Segundo ele, o pedido de asilo de Ana Paula, baseado em medo de perseguição religiosa, cancela a ordem de deportação ou deportação voluntária da acusada.Segundo Cheryl Riddle, Ana Paula tinha um visto de curta permanência para realizar compras possivelmente em Nova Iorque, mas decidiu ficar além do prazo permitido. O juiz temia que ela abrisse mão do pedido de asilo e deixasse o país, caso ficasse sem monitoramento eletrônico, o que foi chamado de especulação por Busconi. Segundo o advogado, Ana Paula pretende enfrentar as acusações.A pastora foi presa em fevereiro último, quando uma menina de 16 anos acusou-a de abuso sexual, ocorrido durante dois anos, portanto quando a vítima tinha 14 anos. Há cerca de duas semanas, Ana Paula não admitiu a culpa. Ela foi acusada formalmente perante um grande júri, no início deste mês.Acusada recebe apoioO julgamento da última quinta-feira contou com a presença de várias pessoas apoiando Ana Paula. O juiz Lemire levou vários minutos para tomar uma decisão, em conjunto com outras autoridades. Caso pague a fiança, Ana Paula será solta da prisão feminina MCI-Framingham. Mesmo com o GPS, Ana Paula terá direito a consultas médicas e jurídicas, bem como a frequentar serviços religiosos. Ela também terá que ligar cinco vezes por semana para o departamento de probation, espécie de liberdade condicional. Ana Paula não poderá ter qualquer contato com a suposta vítima.Segundo Busconi, o aluguel de Ana Paula será possivelmente pago pela Plenitude of God Church, igreja onde ela exercia a função de pastora. A igreja também deve dar a ela a quantia mensal de $1,000 para ajudar a pagar contas e a comprar mantimentos, ainda segundo o advogado. De acordo com a assistente Riddle, Ana Paula estaria ganhando $4,000 mensais como pastora.Busconi, as pessoas que foram prestar apoio à acusada e o advogado de imigração dela, que não quis se identificar, se negaram a falar com a imprensa. A próxima audiência de Ana Paula, que será um pré-julgamento, ocorre em 16 de junho.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:41 Links para esta postagem
0
Crescimento dos evangélicos pode mudar o Brasil, publica


A edição de aniversário da Revista Época, publicada em 25 de maio, apresenta uma série de matérias com previsões para o Brasil em 2020. O crescimento evangélico é abordado em uma das matérias. Baseado em dados estatísticos do SEPAL, estima-se que 50% da população brasileira poderá ser evangélica. Para a revista, a influência evangélica em 2020 contribuirá para a diminuição no consumo do álcool, o aumento da escolaridade e a diminuição no número de lares desfeitos, já que a família é prioridade para os evangélicos.Confira matéria abaixo:Metade do Brasil será evangélica?O Serviço de Evangelização para a América Latina, organização protestante de estudos teológicos conhecida pela sigla Sepal, fez, recentemente, uma estimativa surpreendente: de que a metade dos brasileiros será evangélica em 2020. A projeção baseia-se na premissa de que a taxa de crescimento dessa religião na próxima década continue a mesma dos últimos 40 anos. Em 1960, os evangélicos eram apenas 4% da população. Hoje, na falta de estatísticas recentes, estima-se que sejam quase 24%. Agora os estudiosos do Sepal preveem que em 12 anos essa proporção poderá dobrar. Seria um salto enorme. A partir do crescimento numérico, outro fenômeno parece se delinear no horizonte: o aumento da influência desses fiéis em todas as esferas da vida brasileira. Para teólogos e antropólogos ouvidos por ÉPOCA, os evangélicos não vão apenas mudar a sociedade brasileira. Eles mudarão com ela. A antropóloga Christina Vital, do Instituto de Estudos da Religião (Iser), diz que a igreja evangélica caminha para uma flexibilização. “Enquanto a Igreja Católica vai dizendo ‘não pode camisinha’, a igreja evangélica vai se adaptando à sociedade. Essa flexibilidade é justamente o fator de crescimento deles”, afirma. Os evangélicos adotaram regras menos rígidas e passaram a buscar a religião não só como forma de subir aos céus, mas também de alcançar a prosperidade. “O movimento adapta-se aos costumes, o que deverá continuar nos próximos anos. Hoje já temos igrejas evangélicas que aceitam gays”, diz Christina. A transformação evangélica inclui o aparecimento de um fiel diferente do crente com a Bíblia embaixo do braço. “Já começam a surgir os evangélicos não praticantes. Isso acontece com toda religião que cresce muito”, diz o antropólogo Ari Pedro Oro, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, especializado em religião. Esses não praticantes podem fazer diminuir a média de R$ 32 mensais pagos de dízimo às igrejas evangélicas, o que fará com que o poderio financeiro do grupo não cresça mais em ritmo frenético. Uma população maior de evangélicos não significa, ainda, que nos próximos dez anos eles elegerão um presidente da República, pretensão frequentemente atribuída ao grupo. Apesar de o líder da Igreja Universal, bispo Macedo, ter escrito em seu livro Plano de poder que “a potencialidade numérica dos evangélicos pode decidir qualquer pleito eletivo”, hoje isso não acontece. Embora sejam 23,8% da população, os evangélicos têm apenas 7,2% da Câmara Federal. Dos 81 senadores, dois apenas são da Frente Evangélica. Para Oro, o Brasil de 2020 não será uma espécie de Estados Unidos atual, onde a moral conservadora é parte essencial da crença e do culto. “A religião foi abrasileirada. Não tem um foco tão grande no moralismo”, afirma. Os estudiosos do protestantismo dão como certo que o aumento da população evangélica levará à diminuição no consumo de álcool (todas as denominações protestantes pregam contra ele) e preveem que a escolaridade aumente, já que crianças protestantes são incentivadas a ler a Bíblia. A violência, porém, deverá prosseguir. Nas favelas do Rio de Janeiro, pastores e traficantes convivem lado a lado. Os delinquentes respeitam os líderes evangélicos e atendem apelos eventuais. Mas o tráfico continua. E mata.O que vai mudar na sociedade brasileira se houver mais evangélicos EDUCAÇÃO Para ter acesso à Bíblia, a escolaridade será mais valorizada FAMÍLIA Como a família é prioridade, o número de lares desfeitos poderá diminuir ÁLCOOL E DROGAS Evangélicos não bebem nem se drogam. O consumo cairá VIOLÊNCIA É incerto se um Brasil mais evangélico será menos violento
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:38 Links para esta postagem
0
Padre dos EUA flagrado aos beijos muda para igreja episcopal e anuncia casamento


Menos de um mês após ser flagrado beijando uma mulher em Miami Beach, o famoso padre americano Alberto Cutié anunciou que irá mudar de igreja para poder dar continuidade à sua vida religiosa, sem a obrigação do celibato.O "padre Alberto", como é chamado na região de Miami, onde atua, decidiu deixar a batina e "tornar-se membro da Igreja Episcopal". Ele também anunciou que vai se casar com a mulher com quem foi fotografado. "Peço a todos que respeitem minha privacidade e acabem com tantas mentiras e sugestões malignas que se propagaram nos últimos dias", disse Cutié, referindo-se ao escândalo provocado pela publicação de fotos nas quais o casal aparecia namorando na praia. Ele apresentou oficialmente sua namorada, a guatemalteca Ruhama Buni Canellis, com quem se casará. Além disso. Após esconder seu relacionamento com o padre, Ruhama --divorciada e mãe de um menino de 14 anos-- apareceu sorridente junto com Cutié na cerimônia de boas-vindas da nova igreja. O padre, com 40 anos, é um dos sacerdotes hispânicos mais famosos dos Estados Unidos e tinha uma forte presença na mídia, com um programa na TV a cabo, uma coluna semanal no jornal "El Nuevo Herald" e um programa na Rádio Paz, a emissora católica da qual era diretor até a explosão do escândalo. Ele nasceu em Porto Rico, mas é de uma família cubana. No começo deste mês, a revista de fofocas "TVNotas USA" publicou as fotos nas quais o padre aparece beijando a mulher na boca e deitado com ela na areia. Naquele dia, ele foi ao canal Univisión, TV hispânica dos EUA, dizer que não se arrependia de ter quebrado os votos de celibato porque estava apaixonado. "Estou apaixonado por ela e ela por mim", disse Cutié, lamentando, porém, ter ferido os sentimentos dos paroquianos. Cutié foi logo afastado de suas funções na Igreja de São Francisco de Sales. O caso do padre Alberto é mais um de uma longa lista de escândalos na Igreja Católica americana, abalada desde 2002 por milhares de denúncias contra sacerdotes envolvidos em casos de abusos sexuais
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:36 Links para esta postagem
0
Bíblia para disparo e salva vida de pastor evangélico


Um pastor evangélico teve a vida salva quando uma Bíblia que ele carregava na altura do coração impediu que o disparo de uma arma o atingisse durante um assalto em um templo da província de Mendoza, na Argentina.Mauricio Zanes Condorí, 38 anos, é um pastor evangélico da localidade de Rodeo del Medio, a cerca de mil quilômetros a oeste de Buenos Aires, segundo o noticiário local.Condorí tentava persuadir dois assaltantes de que não havia nada de valor no local, mas um deles engatilhou a sua arma apontada contra o peito do pastor a cerca de dois metros de distância.Depois do disparo, os assaltantes fugiram e os fiéis que observavam a cena chamaram uma ambulância. Um médico comprovou que Condorí tinha sofrido apenas ferimentos leves e que a bala tinha sido desviada pelo volumoso texto bíblico.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:33 Links para esta postagem
0
Falha em reforma causou desabamento da Igreja Renascer


Laudo do Instituto de Criminalística afirma que troca de estrutura no teto do prédio da Igreja Renascer em Cristo, há nove anos, provocou incidente, que matou nove pessoas e 106 feridos. Entre os responsáveis, documento aponta igreja e prefeitura.Uma falha durante uma reforma ocorrida há nove anos e que poderia ter sido identificada por engenheiros e fiscais foi a causa do desabamento da sede da Igreja Renascer em Cristo, no Cambuci, Zona Sul de São Paulo, em 18 de janeiro deste ano. É o que aponta o laudo do Instituto de Criminalística (IC), anexado ao inquérito. A investigação já foi concluída com as considerações finais do delegado responsável. Trecho do relatório responsabiliza a igreja pela tragédia que deixou nove mortos e 106 feridos.Uma das sustentações do telhado, chamada tecnicamente de tesoura (estrutura triangular), não recebeu o reforço metálico previsto em projeto executado em 2000, diz o laudo do IC. Já um parecer realizado pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) logo após a reforma apontava que houve esse reforço nas 14 tesouras, inclusive na T-14, que iniciou o efeito dominó. As obras estruturais foram conduzidas pela construtora Zappi, que não foi localizada.Ano passado, outra empresa, a Etersul, foi contratada para fazer a substituição das telhas que ficam sobre essas tesouras. Segundo o IC, a movimentação causada durante a troca sobrecarregou a já fragilizada tesoura, contribuindo para o desabamento das outras estruturas e do telhado. A Etersul, além de não ter registro no Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea), não tinha engenheiro responsável acompanhando a obra. Dias antes do acidente, parte do forro já havia despencado.O laudo diz ainda que houve falhas na comunicação de reformas, aprovação e revalidação de projetos e alvarás de utilização pelos órgãos competentes – prefeitura e Corpo de Bombeiros. A Prefeitura de São Paulo é citada em outro trecho do relatório por ter fornecido alvará em 2008 à Renascer sem avaliação estrutural própria ou através de exigência administrativa de Parecer Técnico de Segurança Estrutural. Conforme o laudo, não há legislação municipal sobre o assunto.Como o presidente da igreja atualmente é o deputado Geraldo Tenuta Filho (DEM-SP), o bispo Gê, o inquérito pode ser enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF).O IPT informou que, após a vistoria de 2000, recomendou que a segurança precisava ser inspecionada periodicamente, para detectar possíveis danos causados à estrutura de madeira por fadiga, desgaste físico, biodeterioração e eventual sobrecarga não prevista.O advogado da Renascer em Cristo, Luiz Flávio Borges D’Urso, afirmou que o laudo do IC isenta a igreja de responsabilidade. Questionado sobre as conclusões do delegado, que apontam que houve negligência da Renascer, ele diz que um relatório policial deve mostrar as provas colhidas sem fazer juízo de valor. A Subprefeitura da Sé, responsável pela fiscalização no local, alegou que não havia sido informada sobre o laudo ontem. Daniel dos Anjos, da Etersul, disse que não falaria por orientação de seu advogado.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:30 Links para esta postagem
0
Jornal Nacional: Batistas e adventistas ajudam crianças


O atendimento a crianças é o tema da série especial que o Jornal Nacional está mostrando essa semana sobre o trabalho social de algumas das muitas igrejas evangélicas do Brasil. Nesta quinta-feira, foram apresentados os trabalhos realizados por adventistas e batistas.O que pode acontecer quando alguém decide, simplesmente, ajudar? Estender a mão para quem precisa. Jovens demais para ter lembranças que só existem em sonhos. O da menina, esta noite, foi com a mãe, com quem não pode mais morar. “A mãe de verdade é bem melhor do que o sonho, porque ela é real. Não estou com ela porque a gente não se deu bem”, a menina conta.Em uma rua especial, onde casas em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, moram meninos e meninas que foram retirados da guarda dos pais por ordem da Justiça. Crianças que viviam largadas nas ruas, pedindo dinheiro nos sinais de trânsito, sofrendo todo o tipo de violência. Para dezenas de crianças que pareciam não ter futuro, este é seu novo endereço: a Associação Evangélica Resgate e Ame, que poderia muito bem ser chamada de Rua da Esperança ou da Salvação. Hoje, o abençoado pão de cada dia vem pelas mãos dos integrantes da Igreja Batista Brasileira, uma das várias igrejas que derivam da Igreja Batista, fundada no século XVII na Inglaterra. Os Batistas são hoje no Brasil 1,5 milhão de fiéis, que frequentam cultos em 7,5 mil templos. “A doutrina pentecostal enfatiza e muito essa capacidade dos indivíduos de desenvolver o dom do Espírito Santo”, explica a socióloga Maria das Dores Machado, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). É uma grande família unida pela fé, que tem suas regras. Escola, todos os dias. Depois dos estudos, almoço, aulas de reforço, de música e de dança. Não tinham futuro, hoje sonham até com a universidade. Simone é uma das poucas mães que aparecem por aqui. A filha dela sabe que a esperança de reunir a família de novo está no abrigo. “Eu me mantendo aqui dentro. Vai ser melhor para ela, porque quando eu sair, eu vou ajudá-la, porque, se eu não ficar aqui, eu não vou ter futuro. Quero ser advogada, eu quero defender os direitos das pessoas”, revela Bruna Ferreira, de 13 anos. A rua encantada construída com o cimento da fé no evangelho só existe graças à assistente social Gislaine Monteiro Freitas, coordenadora do REAME. Vinda também de família muito pobre, começou dando atenção e carinho a crianças de rua em um banco de praça. “Tudo começou de forma despretensiosa. Apenas uma rua, mas a coisa foi chegando e a gente conseguiu comprar uma rua para as crianças, uma rua sem sofrimento”, afirma Gislaine. Em uma favela do Rio, seguidores do Evangelho viraram pescadores de crianças mergulhadas na vida violenta do bairro. A função do Centro Adventista de Desenvolvimento Comunitário é ensinar a palavra de Deus e fazer sorrir, por dentro e por fora. A Igreja Adventista foi criada nos Estados Unidos no século XIX e tem hoje no Brasil 1,2 milhão de fiéis. Guardam o sábado para atividades religiosas e valorizam as coisas da natureza. Alimento saudável, sem agrotóxico para as crianças, no segundo almoço do dia. Tem jeito de escola, mas o centro mais parece uma grande gincana, que começa aos 7 anos de idade e vai até os 15, com jogos, brincadeiras e música. Resultado? “Esse lugar é muito gostoso de ficar”, diz uma das crianças. “Mudou muita coisa em mim. Antigamente, eu não sabia contas na escola e depois que fui aprendendo aqui, estou na sétima série e indo em frente”, conta Vinícius, de 14 anos. A transformação que acontece na vida de uma criança não é pequena. São mudanças no corpo e na alma. Há cinco anos, quando o projeto começou, a principal resposta para a pergunta ‘o que você quer ser quando crescer?’ era ‘bandido’. Hoje, bom hoje. “Bombeiro”. “Trabalhar na Aeronáutica”. “Pediatra”. “Médico, para salvar as pessoas da dengue”. O centro começou com uma sala pequena. Hoje, já são 180 vagas para uma comunidade com sede de oportunidade. “Para muitos deles, se não fosse essa ação social religiosa evangélica, talvez não tivessem acesso a esses programas e serviços”, explica Gislaine. Agora outras 500 crianças esperam por uma chance de crescer no rumo do bem, pelas mãos de quem vive na prática os ensinamentos de Jesus. “No mundo de dimensões tão grandes, a gente vê que a gente pode proporcionar uma perspectiva de vida melhor para uma pessoa fazendo tão pouco. Elas têm certeza de que podem ser alguém melhor. Tem uma passagem em Apocalipse que diz o seguinte: não mais ranger de dentes, não mais pranto, nem dor. Aqui é lugar de gente feliz, lugar de sorrir, lugar de esperança”, conclui Glauciete da Cruz Batista, coordenadora do Centro Adventista.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:28 Links para esta postagem
0
El Pais: "Ministro" do papa considera pior abortar do que abusar sexualmente de crianças

O ex-primaz da Espanha diz que a reforma da lei do aborto faz parte do projeto de Zapatero "para fazer uma sociedade e uma cultura totalmente novas".Pouco durou a lua-de-mel entre o cardeal Antonio Cañizares e o primeiro-ministro espanhol, José Luiz Rodrigues Zapatero. Despedido em janeiro passado com honras pelo governo quando o ex-primaz da Espanha foi chamado a Roma pelo papa Bento 16 para ocupar um ministério na Cúria (governo) do Vaticano, o cardeal atacou na quinta-feira o presidente do governo espanhol por causa da reforma da lei do aborto. Segundo Cañizares, o Executivo socialista não procura solucionar a crise com a nova lei, mas "fazer uma sociedade e uma cultura totalmente novas".Também disse, comentando os abusos sexuais contra menores cometidos nas escolas católicas irlandesas entre os anos 1950 e 1980, que "não é comparável o que tenha podido acontecer em alguns colégios com os milhões de vidas destruídas pelo aborto".Surpreendido pela grave comparação feita pelo prelado - a pederastia e os abusos sexuais são delitos muito graves; o aborto voluntário está descriminalizado agora em três casos concretos -, o governo reagiu com severidade. Foi a ministra da Saúde e Política Social, Trinidad Jiménez, a encarregada de responder ao ministro do Vaticano."É muito grave e irresponsável relacionar os abusos sexuais contra menores com o aborto. As declarações são absolutamente inadequadas e inoportunas. Estamos falando de assuntos completamente diferentes. É muito grave que se compare uma coisa com outra, sobretudo em uma pessoa que ocupa uma posição como a do arcebispo. Os abusos sexuais normalmente são cometidos em menores, contra sua vontade, e afetam de maneira terrível sua vida", disse a ministra.Zapatero quis reforçar em janeiro passado suas relações com o Vaticano diante de eventuais conflitos com a hierarquia do catolicismo espanhol diante da reforma da chamada lei do aborto. Esse foi o objetivo da insólita reunião que teve no Palácio de La Moncloa (sede da presidência do governo espanhol) com o cardeal Cañizares, assim que este foi escolhido pelo papa para o governo vaticano. Efetivamente, a Conferência Episcopal, liderada pelo cardeal Antonio María Rouco, elevou o tom de suas críticas e lançou inclusive uma campanha publicitária nacional acusando o Executivo socialista de proteger mais o lince ibérico do que os direitos das crianças.Cañizares avançou na quinta-feira nessas críticas com a ideia de que, atrás dessa reforma, se esconde uma intenção muito mais ampla e perniciosa para os interesses do catolicismo tradicional. O governo, segundo um alto oficial do Vaticano, busca também uma "mudança social e cultural muito grande, e fazer uma sociedade e uma cultura totalmente novas. Busca como ponto de referência fomentar o aborto porque há o desconhecimento da verdade do homem, o desconhecimento da dignidade da pessoa e o desconhecimento dos direitos humanos. Estes são os princípios nos quais se assenta a sociedade cristã romana. Podemos deixar esses princípios, mas depois teremos deixado de ser o que somos", declarou.O flamejante prefeito da Congregação pelo Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos (é como se chama o ministério que o papa lhe atribuiu) fez essas declarações na televisão autônoma da Catalunha (TV 3), repetidas mais tarde em um comunicado divulgado pelo serviço de informação da Conferência Episcopal Espanhola.Sobre o descomunal escândalo causado pelos abusos a menores cometidos nas escolas católicas irlandesas, Cañizares disse: "Essas condutas são totalmente condenáveis e temos de pedir perdão. No entanto, não é comparável o que tenha ocorrido em alguns colégios com os milhões de vidas destruídas pelo aborto". O cardeal calculou em mais de 40 milhões "as vidas humanas destruídas legalmente" pelas leis que descriminalizaram o aborto, "quando a legislação deveria dar apoio aos direitos e à Justiça ".Fonte: El Pais
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:24 Links para esta postagem
0
Se Deus quiser, serei também pastor, diz Kaká em


Convocado pelo técnico Dunga para disputar com a Seleção Brasileira de Futebol a Copa das Confederações, que começa em junho próximo, o meia-atacante Kaká topou o desafio de respondeu às perguntas enviadas pelos leitores da revista “Quem” ao site da revista. Confira a entrevista.“Vivo de metas e objetivos, e um deles é conquistar este torneio”, diz o craque, que também deseja marcar 100 gols pelo Milan, time italiano que defende há seis anos e com o qual tem contrato até 2013. Vivendo na Itália com a mulher, Caroline Celico, e o filho, Luca, de 11 meses, Kaká contou que gosta de viajar com a família para conhecer lugares nas horas vagas, que sente saudade das comidas brasileiras e também de falar português. Apesar disso, não pensa em voltar a viver no país tão cedo. Quando deixar o futebol, não descarta a possibilidade de se tornar pastor – o jogador e seus pais são evangélicos. O que o casamento mudou em sua vida? Marcos da Rocha, Santos Dumont (MG) O casamento me fez crescer bastante, amadurecer em muitas áreas da minha vida. Sempre acreditei que o casamento é uma grande bênção e tenho vivido isso hoje na minha casa. Quando você era solteiro, seus amigos faziam muitas brincadeiras pelo fato de você ser virgem? Como encarava isso? Antônio Marques, Ouro Preto (MG) Sempre havia brincadeiras em relação a isso, mas não era uma coisa que me incomodava, pois eu tinha certeza e convicção do que a virgindade até o casamento representaria para minha vida espiritual e para minha família. Tenho certeza de que quem ama consegue esperar. Qual foi o momento mais marcante de sua carreira? Paula Luciana de Andrade, São Bernardo do Campo (SP) Os momentos mais marcantes foram as minhas grandes conquistas, como a Copa do Mundo em 2002, pois eu era o caçula daquela seleção, com apenas 20 anos, e isso foi demais para mim. A conquista da Copa da Europa, em 2007, e do Mundial da Fifa, no mesmo ano, também. E, claro, os prêmios individuais, como a Bola de Ouro e o prêmio de Melhor Jogador do Mundo pela Fifa (2007). Quais são seus objetivos profissionais? E pessoais? Ana Lúcia Mendes, São Paulo (SP) Eu vivo de metas e objetivos. Os próximos, a curto prazo, são fazer 100 gols com a camisa do Milan (faltam 6), conquistar a Copa das Confederações com a Seleção Brasileira e a classificação para a Copa do Mundo o mais rápido possível. Na vida pessoal, desejo conseguir trasmitir para meu filho nossos valores de vida. Quem são seus ídolos na profissão? Márcio Figueira Souto, Itapira (SP) Meu grande exemplo como jogador sempre foi o Raí. Quando eu estava crescendo nas categorias de base do São Paulo, o Raí era o grande nome do time naquela época e, por jogar na mesma posição que ele, eu sempre queria ser o Raí na hora de jogar bola com os meus amigos. Há quantos anos está fora do Brasil e do que sente saudade? Núria A. Mendes, São Caetano do Sul (SP) Saí do Brasil em agosto de 2003. Do que eu mais sinto saudade são os amigos e parentes. Mas tem uma saudade que é difícil de explicar, que é a saudade da terra, de falar a língua em todo lugar, das comidas, do povo. O que faz nas horas vagas? Priscila Noronha, Salvador (BA) Gosto de fazer coisas com minha família, viajar, sair para conhecer outros lugares, brincar com meu filho, levá-lo para passear e sair para jantar com os amigos. Tem alguma intenção de um dia voltar a jogar no Brasil, a exemplo de Ronaldo e Adriano, mesmo sabendo que aqui os salários são menores? Átila Mathias, Rio de Janeiro (RJ) Quando o jogador volta para o Brasil ele sabe que é uma outra realidade econômica e profissional. A curto e médio prazo não tenho a intenção de voltar. Talvez em um futuro mais distante. É comum vermos jogadores xingarem e até brigarem em campo, mas você está sempre tranquilo. Nunca perde a paciência? Leonardo C. Ferreira, São Paulo (SP) Às vezes acontece. Durante o jogo, os nervos estão à flor da pele, mas acho que consegui desenvolver o domínio próprio de uma forma que consigo me controlar. Pretende deixar o futebol um dia e virar pastor? Billy Bob, Fortaleza (CE) O que eu gosto é de transmitir para as pessoas aquilo que Deus tem feito na minha vida e que pode fazer na vida delas também. Hoje faço isso através do futebol. Quem sabe, um dia eu possa fazer isso através de um altar e uma igreja, pois eu gosto muito de estudar a Bíblia e conhecer sempre mais do poder Dele. Um dia, se Deus quiser, serei também pastor.Confira mais respostas do jogador Kaká aos leitores de QUEMO que você menos gosta no mundo do futebol? (Luiz Fernando Francisco, Itajaí, SC) O que eu menos gosto no é a violência nos estádios. É muito bom poder ver famílias, crianças, jovens e idosos nos estádios. E a violência faz com que as pessoas se afastem desse espetáculo que é um jogo de futebol. Como você conheceu sua mulher? (Kamila Silvestre, Campo Grande, MS) Através dos nossos pais, que se conheceram antes. Depois trocamos telefone e começamos a nos comunicar, ficamos amigos e passamos a namorar. Gostaria de saber se pelo fato de você não se envolver em escândalos nem se preocupar mais com a fama do que com a carreira (diferentemente de outros jogadores famoso), mas comprometido com seus ideais, com Deus e com sua família, se faz a diferença na sua vida profissional? (Alinne Gontijo, por e-mail) Faz muita diferença para mim ser fiel aos meus valores. Não permitir que nada roube aquilo que é a minha certeza e convicção. Isso faz com que eu seja sempre muito focado na minha profissão. Quando você é feliz na vida pessoal, consegue com mais facilidade ter bons resultados na vida profissional. Que profissão seguiria se não fosse jogador? (Ricardo Sousa, por e-mail) Seria engenheiro como o meu pai. Você se sente realizado profissionalmente? (Beatriz da Costa, Rio de Janeiro, RJ) Me sinto muito realizado, mas não satisfeito. Acredito que tenha muita coisa para conquistar ainda, ou melhor, dobrar tudo aquilo que já foi conquistado. O que você acha das kakazetes do Brasil? (Adriana Lais, Contagem, MG) Tenho um carinho muito especial por elas, porque a grande maioria torce pelo meu sucesso, e pelo sucesso da minha família. Já sofreu algum tipo de preconceito, perseguição ou até mesmo provação no mundo futebolístico, pelo fato de ser evangélico? Sabrina Marques , Paulista, PE) Nenhuma. Até porque hoje são muitos os atletas que são evangélicos. E sempre fui muito respeitado, porque também respeito muito a todos.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:22 Links para esta postagem
quarta-feira, 27 de maio de 2009
0


"Curam superficialmente a ferida do meu povo, dizendo: Paz, paz; quando não há paz" (Jr 6.14).
"Quando andarem dizendo: Paz e segurança, eis que lhes sobrevirá repentina destruição, como vêm as dores de parto à que está para dar à luz; e de nenhum modo escaparão" (1 Ts 5.3).
Os profetas e apóstolos estão de acordo. Pelos séculos afora, os homens falaram de paz enquanto faziam a guerra. Eles discursaram sobre utopias, enquanto reduziam a cinzas grandes cidades, e prometeram eras de paz, prosperidade e serenidade pessoal, enquanto observavam seu povo sendo vitimado por desnutrição e doenças. Para falar claramente, o curso da história humana tem sido uma longa série de promessas quebradas, ambições desfeitas e corpos ensangüentados.
Ao longo de décadas repletas de desapontamento, proponentes da evolução social e política iludiram a si mesmos e ao seu público proclamando a ascensão a um grau mais alto na ordem da civilização, da paz e da prosperidade. Além disso, alegaram que, deixando de lado as restrições bíblicas autoritárias do judaísmo e do cristianismo, em favor da emancipação através do liberalismo secular, tornar-nos-íamos a brilhante "aldeia global" pagã, recentemente tão popularizada por revolucionários políticos e culturais que agora se encontram em descrédito.
Essas são realmente histórias muito velhas. Algumas surgiram das brumas de filosofias antigas; outras nos foram impingidas no decorrer do século passado. Mas, onde nos encontramos na atualidade? Estamos hoje mais próximos dessas bem-aventuranças e belezas das quais tanto ouvimos? Não precisamos que alguém nos responda, pois a verdade surge diante de nós a cada dia nos noticiários sobre acontecimentos desoladores e horríveis. Ironicamente, palavras escritas há milhares de anos são mais pertinentes que a maior parte das que são ditas nas cátedras das universidades, nos palácios governamentais, nas mesquitas e até mesmo nos púlpitos de muitas igrejas nos dias de hoje, uma época em que se cultua crenças baseadas em desejos e não em fatos. Enquanto a conversa sobre a paz jorra como cascatas sobre nós, não há paz – nenhuma paz. De fato, o mundo está mais dividido, mais capaz e disposto a provocar a destruição em massa do que em qualquer época da história da humanidade. Não! Não há paz.
Mas, por que é tão difícil alcançar a paz?

Grupos de resgate e de limpeza removem escombros do local em que ocorreu um ataque suicida contra um ônibus em Jerusalém. Nele foram mortos 19 israelenses e feridos outros 50.
Um ponto central na persistente instabilidade no mundo é, sem dúvida, Israel. Mesmo que todos os lados concordem que uma solução para o conflito árabe-israelense tem de ser encontrada, o assunto permanece tão ilusório como a fonte da juventude. Nenhuma nação ocidental trabalhou mais arduamente que os EUA para chegar a um acordo que garantisse a segurança nacional de Israel e concedesse aos palestinos um território próprio. Mas, apesar de todo o investimento em termos de tempo, dinheiro e esforços sinceros para chegar a algum tipo de acordo aceitável para todas as partes envolvidas, o presidente dos EUA e os diplomatas especializados em política do Oriente Médio sempre voltaram de mãos vazias.
Quando o presidente George W. Bush preparava sua proposta de um Estado Palestino "provisório", seus esforços foram ridicularizados pelas próprias pessoas que ele e muitos membros da administração americana estavam tentando fortalecer como líderes nacionais do povo palestino. Enquanto Yasser Arafat, o presidente da Autoridade Palestina (AP), clamava: "Não recebemos ordens de ninguém!", a liderança palestina e seus meios de comunicação (controlados pela AP) divulgavam intensamente uma resposta pouco elogiosa. Ela veio na forma de uma tríplice diatribe contra os EUA e contra Israel.
Eles lançaram uma campanha conjunta de relações públicas com as organizações terroristas muçulmanas Hamas e Jihad Islâmico, dirigindo um intenso ataque pelos meios de comunicação de massa contra a América, rotulando-a de defensora "sedenta de sangue" do "racismo" e do "fascismo" de Israel.

Acima de tudo, porém, a AP rejeitou qualquer concessão na questão da volta dos "refugiados palestinos" a Israel (o suposto "direito de retorno"), apesar da oferta do então ministro do Exterior de Israel, Shimon Peres, de retirar e desmantelar completamente os assentamentos israelenses na Cisjordânia e em Gaza.[1] Essa rejeição completa, até mesmo de um acordo provisório, parece um golpe de morte nos esforços americanos de trazer algum alívio para a situação.

Mas, perguntamos mais uma vez, por que é tão difícil conseguir a paz para esse povo sofredor? Há poucos dias, um amigo me enviou a solução do problema em apenas duas sentenças:
1. Se os árabes depusessem as armas hoje, não haveria mais violência
Apesar de todas as acusações – contra os israelenses – de agressão e intento expansionista, essa afirmação é a plena verdade. Israel quer a paz. Por tempo longo demais, os judeus já têm sido submetidos ao tormento e à agressão com a intenção de destruir a nação e o seu povo. Até que ponto alguns de seus líderes estão dispostos a ir para alcançar a paz foi demonstrado há alguns anos, na Conferência de Camp David, pelo ex-primeiro-ministro Ehud Barak. Mas, ao invés de aceitar virtualmente tudo o que afirmava desejar – a Cisjordânia, Gaza, uma parte de Jerusalém e um Estado Palestino soberano – Yasser Arafat desprezou a oferta e decidiu que preferia buscar a "paz" por meio das armas.

É totalmente assombroso que Israel estivesse disposto a ser empurrado para uma área semelhante a um "gueto" e a ser submetido a um constante perigo mortal, em troca apenas de uma promessa de paz. Muitos crêem que as concessões que Barak ofereceu – e que o então presidente Bill Clinton apoiou – nasceram do desespero dos israelenses e teriam provocado ainda mais agressões por parte dos inimigos de Israel. Concordo com isso.
2. Se os judeus depuserem suas armas, não haverá mais Israel
Essa afirmação representa o outro lado da moeda, um lado mais sombrio. Esse é o único tipo de "paz" que satisfará os muçulmanos radicais. Eles não se contentarão com nada menos que a completa aniquilação de Israel. Talvez a demonstração mais reveladora e triste de quão profundamente arraigado e mortal é esse ódio fanático possa ser ouvida na oração de uma mãe palestina.
Umm Nidal, mãe de um homem-bomba suicida, foi entrevistada por um jornal em idioma árabe sediado em Londres, denominado "Al-Sharq Al-Awsat". Primeiramente, ela descreveu aos repórteres como se encarava sendo mãe muçulmana:
Menino palestino vestido como terrorista.
Sou uma mãe compassiva para com meus filhos, e eles são compassivos para comigo e cuidam de mim. Por amor a meu filho [Muhammad], eu o encorajei a morrer como mártir por Alá... Jihad é uma obrigação incumbida a nós, e nós devemos executá-la. Eu sacrifiquei Muhammad como parte de minha obrigação.
Mais adiante, ela descreveu como rezou por Muhammad quando ele partiu para sua missão de morte:

Mas eu me preocupei e temi muito que a operação pudesse fracassar e que ele fosse preso. Eu rezei por ele quando saiu de casa, pedindo a Alá que fizesse da operação um sucesso e lhe concedesse o martírio. Quando ele entrou no assentamento [judeu], seus irmãos na ala militar [do Hamas] informaram-me que ele lograra infiltrar-se ali. Aí comecei a rezar por ele a Alá.
Rezei do fundo do meu coração que Alá fizesse com que sua operação fosse bem sucedida. Pedi a Alá que me concedesse 10 [israelenses] por Muhammad; ele atendeu meu pedido e Muhammad realizou seu sonho matando 10 colonos e soldados israelenses. Nosso deus o honrou ainda mais, pois muitos outros israelenses foram feridos.[2]
Para mães cristãs e judias, bem como para os habitantes das democracias ocidentais civilizadas, uma devoção irracional a tal deus é incompreensível. Os cananeus sacrificavam seus filhos a divindades pagãs, tais como Moloque, queimando-os num altar. Hoje, os palestinos lhes amarram explosivos em volta do corpo e os reduzem a pedacinhos. O conceito é o mesmo, apenas o método mudou.

Igualmente repreensível é a liderança moralmente corrupta que atrai esses sacrifícios humanos ao "altar", usando o Corão e a fantasia carnal de inúmeras noivas perpetuamente virgens, festas e honras de Alá no paraíso. Para os inimigos de Israel e do povo judeu, tais práticas fazem parte do modo de ser de um deus que exige guerras santas de agressão. Mas a dura realidade é que nada há de santo em guerras dedicadas à erradicação de pessoas inocentes, cuja única "ofensa" é o desejo de possuírem uma pequena porção da terra de seus pais e de habitarem nela, em paz consigo mesmos e com seus vizinhos.
Vítimas e vencedores

Em qualquer conflito há vencidos e vencedores, mas há também vítimas. Umm Nidal e seu filho Muhammad representam centenas de palestinos confiantes que são levados por um caminho de ilusão destrutiva. Além de afligir toda uma geração de seus jovens com sua mentalidade de martírio movida a ódio, os líderes palestinos forçam seu povo a sofrer privações por causa da "intifada" (rebelião) e da obsessão maníaca com a "jihad" (guerra santa).
Existe, é claro, a outra opção: parar com a violência. Se e quando isto acontecer, haverá vitoriosos dos dois lados. Entretanto, propor a cessação dos tiroteios, das ações dos homens-bomba suicidas, das emboscadas para matar israelenses a caminho do trabalho, dos bombardeios de morteiros e dos lançamentos de foguetes Katyusha que poderiam levar ao caminho da paz, seria ridicularizado imediatamente como ingênuo e simplista. Pessoas que lidam com tais assuntos nos altos círculos diplomáticos raramente buscam soluções diretas ou de senso comum.
Mas, o que aconteceria se Yasser Arafat se desfizesse de seu corpo de matadores profissionais, dispensasse os militantes do Hamas e do Jihad Islâmico, e declarasse uma cessação total nas hostilidades? A resposta é clara e tem sido demonstrada repetidamente. Tal forma de agir trouxe paz ao Egito e à Jordânia, e oferece a mesma possibilidade aos palestinos. Se os líderes palestinos ordenassem aos seus militantes que parassem com os ataques, não haveria mais incursões israelenses em cidades palestinas e não haveria necessidade de cercas de segurança. Haveria liberdade para pais árabes irem ao seu trabalho, para os israelenses andarem de ônibus e caminharem nas ruas de Jerusalém, Haifa e Tel Aviv em segurança.
O grande benefício seria a volta à mesa de negociações para iniciar o demorado processo de busca de um acordo aceitável para ambos os povos.
Se os árabes depusessem as armas hoje, não haveria mais violência.
Isto não é tão impossível como parece. O ponto crucial é: Os muçulmanos árabes terão suficiente coragem e preocupação pelo bem-estar de seu povo para tentá-lo?
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 23:52 Links para esta postagem
0
A ficção dos crimes de guerra


Quem acompanhou os noticiários [sobre Gaza] poderia ser levado a acreditar que Israel cometeu crimes de guerra durante a Operação Chumbo Moldado. Isso não é verdade! Trata-se de um libelo de sangue, simplesmente de uma acusação sem fundamento. Isso não significa que não foram cometidos erros aqui e ali, que não houve equívocos, que uma certa unidade pode ter usado munição não-apropriada, e que houve incidentes com soldados que agiram de forma errada. Presumivelmente, tais coisas ocorreram. Mas, daí até a acusação de que Israel é culpado de crimes de guerra e que as Forças de Defesa de Israel (FDI) usaram práticas de combate imorais vai um longo caminho.
Mencionar conceitos como “crimes de guerra” ou “crimes contra a humanidade” com referência a essa operação militar nada mais é do que puro disparate. Os líderes nazistas foram considerados “criminosos de guerra” pelo assassinato de milhões de pessoas a sangue frio. Adolf Eichmann foi julgado culpado de “crimes contra a humanidade” por ter enviado milhões para as câmaras de gás. O uso desses termos em relação a uma ação bélica de auto-defesa, contra uma organização terrorista que age a partir de uma área repleta de civis, não é apenas uma distorção da verdade, mesmo que centenas de civis tenham sido mortos. Trata-se, realmente, de uma perversão moral de primeira ordem, marcada por uma dose superabundante de maldade e hipocrisia.
Não acredite naqueles que dizem que as leis internacionais foram violadas durante a operação militar em Gaza. Eles são os que usam a legislação internacional de forma cínica, com objetivos que nada têm a ver com preocupações a respeito da moralidade da guerra. Os melhores juristas e acadêmicos em Israel e no mundo têm rejeitado essas acusações. O Professor Alan Dershowitz, da Universidade de Harvard, um grande especialista em Direito, dissecou as acusações contra a operação das FDI com bisturi afiado, e rejeitou-as inteiramente. O Professor Yoram Dinstein, um dos maiores especialistas israelenses em Direito Internacional, deixou claro em uma palestra no Instituto de Estudos de Segurança Nacional, que as acusações contra as FDI são arraigadas em preconceitos. Na Europa, trata-se de uma questão de anti-semitismo clássico e, em Israel, de auto-ódio patético – ou de ignorância e interpretação equivocada dos pricípios legais, especialmente do espírito da lei internacional.
As acusações contra as Forças de Defesa de Israel são arraigadas em preconceitos. Na Europa, trata-se de uma questão de anti-semitismo clássico.
Nesse caso tem acontecido algo estranho. A pergunta principal costumava ser: quem é o agressor e quem exerceu seu direito de auto-defesa? Essa é a verdadeira questão moral. Atualmente, não se distingue entre aqueles que se levantam contra o Estado para destruí-lo e aqueles que lutam para defender sua vida.
Só interessa ao mundo se houve e quantas foram as vítimas civis, ignorando completamente a identidade dos responsáveis pela guerra e pela matança, um resultado inevitável de qualquer batalha, principalmente quando travada contra uma cruel organização terrorista. Quando era presidente dos EUA, Harry Truman ordenou o lançamento de duas bombas atômicas sobre o Japão para evitar a morte de soldados americanos – a justificativa foi baseada no fato do Japão ser o responsável pela guerra.
Naturalmente é lamentável que mulheres e crianças foram mortas. Não fico satisfeito nem mesmo com a morte de integrantes do Hamas... Mas a responsabilidade de toda a matança e do sofrimento é exclusivamente do agressor, o Hamas. Nenhum civil atingido – mesmo que tenha sido por engano – está pesando na consciência de Israel. Essa é a verdade que nos permite andar de cabeça erguida. Não há necessidade de ficarmos alarmados por [alegações de] pessoas cujos princípios são a hipocrisia e a falsidade. Seu padrão moral está muito distante do nosso. (Yehuda Ben Meir, extraído de
O autor é pesquisador-sênior no Institudo de Estudos de Segurança Nacional em Israel.
Já o rei Salomão disse: “...nada há, pois, novo debaixo do sol” (Ec 1.9). Mais uma vez se confirma essa afirmação bíblica: na Idade Média, os judeus foram acusados de envenenar os poços e de contaminar as pessoas com a peste. As atuais afirmações procedem do mesmo inimigo, apesar de serem apresentadas em outra embalagem: os judeus seriam criminosos de guerra e estariam atacando deliberadamente a população civil. Quase não pode haver mentira mais grosseira do que essa. Se outros exércitos tivessem de realizar essa operação, não há dúvida de que muito mais pessoas teriam sido vitimadas. Realmente, é preocupante ver como o ódio a Israel aumenta e como os fatos sobre Israel são distorcidos. Mas o salmista diz: “Com efeito, Deus é bom para com Israel...” (Sl 73.1). E no Salmo 118.6 lemos as palavras consoladoras: “O Senhor está comigo; não temerei. Que me poderá fazer o homem?” O mesmo vale para a Igreja de Jesus: “Se Deus é por nós, quem será contra nós?” (Rm 8.31).
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 23:37 Links para esta postagem
0
QUE E O ISRAEL DE DEUS


Pode-se dizer que o outono está se aproximando quando as folhas começam a fazer barulho ao vento frio. Há um vento teológico gelado que está soprando na forma de uma atitude que nega o direito de Israel à Terra Santa, conforme estabelece a Aliança de Deus com Abraão.
Essa negação está, aos poucos, tornando-se bem visível entre os dispensacionalistas progressistas (DP). Embora rejeitem essa acusação, os fatos indicam que eles estão cada vez mais desinteressados em apoiar o direito dos atuais judeus de viverem em sua antiga terra. Por um lado, eles afirmam ter sempre sustentado o cumprimento profético da volta física de Cristo e da conversão e restauração do povo judeu a suas raízes territoriais. Na melhor das hipóteses, essa crença parece fraca. Por outro lado, a voz de apoio dos DPs está agora mudando de posição. Essa mudança vem na forma de críticas contra o povo israelense e sua atual defesa de sua própria existência.
Essas críticas procedem atualmente de alguns líderes evangélicos de grandes seminários, que costumavam ser firmemente dispensacionalistas, mas que estão perdendo seu amor e diminuindo seu apoio tácito ao povo judeu!
A outra fonte de negação não é nova. Os amilenistas sempre negaram ou ignoraram as reivindicações literais da Aliança Abraâmica a uma volta histórica literal do povo judeu à sua terra. Recentemente, porém, parece que essa voz está encontrando oportunidades de se fortalecer.
Um exemplo é a publicação de O Israel de Deus, escrito por O. Palmer Robertson. O livro apresenta o amilenismo requentado com seus costumeiros argumentos fracos, mas com uma estratégia nova de censurar a atual geração de judeus por sua reivindicação à terra [de Israel]. Essa crítica é logo seguida por [uma espécie de] apoio à reivindicação do povo palestino à Terra Santa. Em sua análise, Robertson freqüentemente faz uso de artimanhas ilusórias! No mesmo parágrafo (1), ele parece confundir propositalmente sua discussão da Antiga Aliança (a Lei) e as promessas proféticas da Aliança Abraâmica, que dá a terra perpetuamente aos descendentes de Abraão (é da Aliança Abraâmica que vem a expressão “terra prometida”.) Além disso (2), ele parece não dar atenção ao fato de que foi um Deus soberano que fez promessas firmes e literais de restaurar Seu povo terreno à terra. Na maior parte, ele simplesmente argumenta contra a reivindicação dos judeus à terra a partir da atual crise política.
Abaixo está um exemplo claro de como Robertson mistura os pactos bíblicos do Antigo Testamento. Ele faz isso de propósito ou por ignorância. Robertson escreve que há aqueles
que hoje reivindicam um relacionamento de aliança com Deus com base na administração da antiga aliança. Eles ainda consideram válida a aliança que Deus fez com Abraão na forma pela qual foi originariamente administrada. Teriam eles o direito legítimo sobre a terra da Bíblia? (p. 55, destaque meu).
Enquanto um grande número de árabes está tentando matar todos os judeus ou expulsá-los completamente, milhares de árabes vivem pacificamente, sem sofrer nenhum perigo, sob o governo israelense. Na foto: atentado árabe em Israel.
Eis como Robertson responde a sua própria pergunta:
Um grande problema dessa posição é que há outros povos nesse território que também o reivindicam, especialmente porque ele pertencia às suas famílias havia várias gerações (p.55, destaque meu).
Na primeira citação, Robertson parece confuso. A “administração da antiga aliança” seria uma referência à Aliança Mosaica – a Lei – não à Aliança Abraâmica. Os judeus receberam a promessa da terra através da Aliança Abraâmica, não da Mosaica, embora fossem inicialmente expulsos da terra por não obedecerem à Lei de Moisés, à qual ninguém jamais pôde obedecer! Na segunda citação, Robertson não parece estar ciente da história do Oriente Médio. Nunca houve uma nação “palestina” naquela terra. Durante séculos aquele território ficou sob o controle de governantes muçulmanos e, depois, dos turcos, que governaram a região com mão de ferro. Os povos árabes viveram ali em pequenas vilas, como invasores e nômades. Pelo fato dos turcos cobrarem impostos das pessoas com base no número de árvores em sua propriedade, os árabes as cortaram totalmente e deixaram a terra nua, tornando-a árida, com pântanos e terrenos secos e poeirentos.
Repito: Nunca houve uma nação “palestina” na Terra Santa.
Robertson prossegue:
Uma segunda atitude daqueles que declaram que a terra pertence eternamente aos judeus, em relação ao povo que já habitava o território, simplesmente defende que as pessoas já presentes devem ser deslocadas. A terra deve ser desocupada, a qualquer custo, para que os judeus possam tomar posse dela (p. 56, destaque meu).
Os pré-milenistas jamais propuseram que os árabes que vivem naquela terra sofressem atos de crueldade. Muito pelo contrário. Enquanto um grande número de árabes está tentando matar todos os judeus ou expulsá-los completamente, milhares de árabes vivem pacificamente, sem sofrer nenhum perigo, sob o governo israelense. Robertson vai além com seu amilenismo e mostra como está confuso com as questões. Ele escreve:
se a terra da Bíblia pertence aos participantes da nova aliança, como alguns afirmariam, deveria pertencer a todos os que são descendentes de Abraão pela fé, judeus ou gentios, israelitas ou palestinos (Gl 3.26-29) (p. 57).
Na Aliança Abraâmica (Gênesis 12.1-3), Deus prometeu a terra exclusivamente à descendência de Abraão. Ele prometeu que através de Abraão “serão benditas todas as famílias da terra” (v. 3). Essa “bênção” viria mediante a Nova Aliança. Os cristãos estão hoje recebendo os benefícios da salvação através de Cristo, que a ratificou por Seu sangue e Sua morte (Lucas 22.20). Algum dia, no futuro, os judeus reconhecerão e aceitarão Jesus como Messias e Salvador, quando Ele voltar triunfante. Eles O aceitarão baseados na Nova Aliança. Também naquele tempo eles herdarão as promessas relativas à terra e habitarão ali no reinado de mil anos do Senhor.
A dispensação atual da Igreja é, realmente, composta de judeus e gentios, que aceitaram Jesus como Salvador. Juntos, no tempo presente, os crentes judeus e gentios são abençoados pela Nova Aliança, que é uma extensão do aspecto da “bênção” da Aliança Abraâmica!
Com uma interpretação inteiramente errada das alianças, e das Escrituras em geral, Robertson declara ainda:
Reconhecer a validade da reivindicação à “promessa da terra” redentora (seja como for que essa promessa seja entendida) por um grupo de pessoas identificado de alguma forma que não seja pela fé em Jesus como o Cristo inevitavelmente implica um retorno ao plano de sombras (ou tipos) das provisões de redenção da antiga aliança. A aceitação desse tipo de reivindicação significaria uma regressão às antigas formas tipológicas da obra redentora de Deus (p. 57).
Continuando, ele escreve:
O reconhecimento de um povo distinto que é recebedor das bênçãos redentoras de Deus e, no entanto, tem uma existência à parte separada da igreja de Jesus Cristo cria problemas teológicos insuperáveis. Jesus Cristo tem somente um corpo e uma única noiva, um povo que ele chama como seu, que é o verdadeiro Israel de Deus. Esse povo é composto de judeus e gentios que acreditam que Jesus é o Messias prometido (p. 57, destaque meu).
Essas declarações mostram uma profunda ignorância das diferentes questões proféticas e escatológicas na Escritura. O problema de Robertson é que ele não conhece a Bíblia tão bem quanto afirma!
A oração de Davi, de validade permanente, é: “Orai pela paz de Jerusalém! Sejam prósperos os que te amam” (Salmo 122.6).
As promessas relativas à terra para Israel vêm através das promessas proféticas da Aliança Abraâmica, e são eternas. Essas promessas não mudam, nem foram revogadas! A escritura da terra pertence ao povo judeu para sempre mediante Jacó. Embora seus olhos estejam cegos no tempo presente, algum dia os judeus serão redimidos, e realmente têm uma existência separada da Igreja. Esses eventos ocorrerão para Israel quando a Igreja tiver sido arrebatada!
Nesta atual dispensação, há apenas um corpo, e esse corpo é a Igreja! Entretanto, foram feitas promessas ao povo judeu, isto é, promessas nacionais. É claro que a redenção dos judeus inclui promessas relativas à terra e o reconhecimento do Senhor Jesus como seu rei terreno e Messias!
A Bíblia nos diz:
“...toda esta terra que vês, eu ta darei, a ti [a Abraão] e à tua descendência, para sempre” (Gênesis 13.15).
“Estabelecerei a minha aliança entre mim e ti e a tua descendência no decurso das suas gerações, aliança perpétua, para ser o teu Deus e da tua descendência. Dar-te-ei e à tua descendência a terra das tuas peregrinações, toda a terra de Canaã, em possessão perpétua, e serei o seu Deus” (Gênesis 17.7-8).
“Se falharem estas leis físicas [da lua e das estrelas] diante de mim, diz o Senhor, deixará também a descendência de Israel de ser uma nação diante de mim para sempre” (Jeremias 31.36).

O resto do livro de Robertson continua a rejeitar o direito atual dos judeus de estarem naquela terra. Os dispensacionalistas nunca apoiaram Israel quando Israel esteve errado, e sabem que judeus se converterão antes e enquanto estiverem entrando na terra. O Espírito Santo os persuadirá: “Porei em vós o meu Espírito, e vivereis, e vos estabelecerei na vossa própria terra” (Ezequiel 37.14), e eles “olharão para aquele a quem traspassaram; pranteá-lo-ão como quem pranteia por um unigênito” (Zacarias 12.10).
Mas o apoio a Israel em nossos dias não deve ser abalado! A oração de Davi, de validade permanente, é: “Orai pela paz de Jerusalém! Sejam prósperos os que te amam” (Salmo 122.6). E mesmo hoje, enquanto os judeus se opõem ao Evangelho, Deus ainda os ama. Paulo escreve: “Quanto ao evangelho, são eles [os judeus] inimigos por vossa causa; quanto, porém, à eleição, amados por causa dos patriarcas [judeus]; porque os dons e a vocação de Deus são irrevogáveis” (Romanos 11.28-29).
As promessas irrevogáveis de Deus

O Senhor atualmente ama o povo judeu porque Ele lhe fez promessas irreversíveis de bênçãos.
Em outras palavras, o Senhor atualmente ama o povo judeu porque Ele lhe fez promessas irreversíveis de bênçãos. Portanto, temos um mandato de também cuidar dele atualmente, apesar do fato dos judeus não conhecerem Jesus como seu Salvador e Messias!
Poucos dias antes de escrever este artigo, ficamos chocados quando o presidente de um grande e famoso seminário voltou atrás em seu apoio ao Israel moderno. Embora reconhecesse que os judeus têm promessas futuras sobre aquela terra e que estas se cumprirão, ele argumentou que o povo judeu precisa tratar “os estrangeiros” [os palestinos] como se fossem israelitas. Ele citou Ezequiel 47.21-22: “Repartireis, pois, esta terra entre vós, segundo as tribos de Israel. Será, porém, que a sorteareis para vossa herança e para a dos estrangeiros que moram no meio de vós, que geraram filhos no meio de vós; e vos serão como naturais entre os filhos de Israel; convosco entrarão em herança, no meio das tribos de Israel” (Ezequiel 47.21-22).

Embora esse professor tenha comentado, com razão, que essa é uma passagem sobre o reino (Milênio), ainda assim ele a aplicou à atual situação de “guerra” na Terra Santa entre Israel e os maus palestinos que desejam destruir a nação judaica. Ele disse, supostamente citando Cristo: “‘Tratem os outros como vocês quiserem ser tratados’. Isso soa como o que disse Jesus, não é mesmo? De acordo com Ele, se tratarmos os outros como quisermos ser tratados, cumpriremos a lei e os profetas”.
A seguir, ele teve a ousadia de perguntar: “Vocês sabem o que está faltando em Israel? Apenas o cumprimento de um pequeno item no programa de Deus: trate os outros como você quiser ser tratado”.
O povo judeu vem reivindicando a terra que o Senhor lhe prometeu. Sim, ele retornou em estado de incredulidade, porém Deus, em Seu próprio tempo e pelo Seu Espírito Santo, corrigirá isso. Sabemos que os judeus ainda sofrerão na Tribulação, mas devemos nos lembrar de que, no tempo presente, o Senhor os chama “amados” por causa de Suas promessas no passado. Os cristãos evangélicos devem ter a mesma atitude neste tempo.

Esse professor da Bíblia que escreveu as palavras acima sugere que Israel está tratando os palestinos com crueldade. Quero testificar que, tendo feito vinte e três viagens a Israel, nunca os vi sendo tratados de modo cruel. Muitos palestinos vivem com os israelenses e são profundamente abençoados. Israel é a única democracia no Oriente Médio e a justiça faz parte de suas políticas, mesmo sob a horrível pressão dos que desejam matar os judeus.
Esse mesmo professor deixa de mostrar que os noticiários sobre o Oriente Médio e Israel parecem ter um só lado – contra o povo judeu. Quase todos os árabes desejam ver os judeus entregando parte da “terra prometida” ou sendo expulsos completamente pela violência. São a teologia e o ódio dos árabes que mantêm a ferida sangrando.

O Israel de Deus
Voltemos às declarações de Robertson. Ele comete o mesmo erro horrendo a respeito da afirmação de Paulo, “o Israel de Deus” (Gl 6.15-16). Nessa passagem, Paulo escreve: “Pois nem a circuncisão é coisa alguma, nem a incircuncisão, mas o ser nova criatura. E, a todos quantos andarem de conformidade com esta regra, paz e misericórdia sejam sobre eles e sobre o Israel de Deus”.

Embora nem todos os estudiosos concordem, alguns dos gramáticos mais respeitados crêem que Paulo está se referindo a israelitas salvos e não aplicando “o Israel de Deus” como uma nova designação para a Igreja, conforme dizem os amilenistas.
Dunn escreve:
A referência... seria ao povo judeu como um todo... em outras passagens Paulo jamais chama os “cristãos” de Israel. Mas, à luz de seu argumento inicial, a expressão deve significar o povo judeu precisamente em sua identidade na Aliança [Abraâmica], como “Israel” em vez de “os judeus”.[1

Bruce acrescenta:
Mas a referência ao Israel de Deus não precisa ser uma mudança de idéia. [Paulo] teria se sentido à vontade com uma oração que pedisse a Deus “paz e misericórdia sobre nós e sobre todo o Israel, teu povo”. Sendo assim, as palavras “e sobre o Israel de Deus” teriam saído prontamente de seus lábios. Paulo tinha muita esperança na bênção final sobre Israel... o fato de que alguns israelitas estavam fazendo isso [aceitando Cristo] era, aos seus olhos, uma garantia de que esse remanescente aumentaria até que, com a reunião de todos os gentios [plenitude], “todo o Israel será salvo” (veja Romanos 11.25-26 – N.R.). Essa invocação de bênção sobre o Israel de Deus provavelmente tem uma perspectiva escatológica.[2]
O Israel de Deus é Israel! Não é a Igreja. Paulo nunca rotula a Igreja, na qual realmente há judeus e gentios crentes, como o “Israel de Deus”.

Conclusão
Os evangélicos devem apoiar os judeus que agora se reuniram na Terra Santa vindo de todos os lugares do mundo. Embora alguns demonstrem resistência para confessar que essa volta que está ocorrendo hoje é parte das profecias, não pode haver dúvida de que, no mínimo, é o começo do começo.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 23:24 Links para esta postagem
terça-feira, 26 de maio de 2009
0
Parceiro do Projeto CID Centro de Inclusâo Digita




Os Empresarios do Ramos de Moveis e Eletrodomesticos da casa UBAITABA MOVEIS, na Cidade de Ubaitaba na Avenida Principal aô lado da agencia do Bradesco no Sul da Bahiao senhores Lindoval Araujo e Lindilson Araujo vem dando a sua parcela de contribuiçâo aô projeto CID. Centro de Inclusâo Digital da Igreja Evangelica Jesus Cristo e o Senhor para Crianças Carentes que Moram nas Zonas Rurais levando o Conhecimento na Era da Informatica e da Informaçâo Digital este projeto tem como Objetivo inceitivar as Crianças aô bom Desenvolvimento Mental e a Capacitçâo Profissional livrando do Mundo das Drogas da Prostituiçâo do Ataque dos Pedofelos e das Violencias Domesticas este Projeto e Coordenado Pela Missionaria MariaLucia Souza Santos, onde ja esta em pleno Funcionamento nas Congregaçoes da Igreja Evangelica Jesus Cristo e o Senhor na Fazenda Carajas e na Fazenda Avenida no Municipio da Cidade de Barra do Rocha.


Os Empresarios do Ramo de Sucos de Frutas Citricas Nutrical na Cidade de Ubatâ Bahia Brasil

o Senhor Jeova Beijoino Juntamente com os Seus Filhos Joseval e Ruy, sâo parceiros deste Projeto a onde eles se dispuseram em nos atender nas Solicitaçoês de ajuda Humanitaria em Favor das Crianças Carentes que Residem nas Zonas Rurais as Quais estâo Recebendo todo Conhecimento na area da Informatica e da Inclusâo Digital, onde nos Sederam um Computador para o Projeto neste projeto sâo atendido 15 Crianças e uma Bençâo de Deus.

Pedimos a Voce que tem um Computador que ja esta Ultrapaçado e nâo Atende Mais aas Suas Espctativas nos Doe enviando para o End: rua Antonio Pinheiro n. 65, Bairro Sâo Raimundo Cidade Ubatâ Bahia Cep: 45550-000, para o Pastor Jose Carlos M. dos Santos






Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:16 Links para esta postagem
0
Estudo mostra que boa parte das crianças sofre abusos físicos e sexuais na Índia isso e Obra do Diabo


um estudo do governo indiano com o apoio do fundo da Organização das Nações Unidas (ONU) para crianças anunciou que dois terços dos menores sofrem abusos físicos e mais de 50% são abusadas sexualmente na Índia.
Os pesquisadores entrevistaram cerca de 12.500 crianças e pais em 13 dos 29 estados indianos. A pesquisa também apontou que 70% dos menores que sobrem abusos não contam o caso a ninguém.
Na Índia, qualquer tipo de abuso contra a criança é considerado ilegal. Mesmo assim, casos de violência física e sexual ainda ocorrem com freqüência nos lares, colégios e nas ruas. A situação é mais grave com crianças que vivem nas ruas, que trabalham ou moram em instituições.
A pesquisa, que também contou com o apoio da organização Save the Children (Salve as Crianças), revelou que 90% das crianças que sofrem abusos físicos estão sob a tutela dos próprios pais.
Cerca de 53% das crianças entrevistadas afirmaram que já tinham sido abusadas sexualmente. Em metade dos casos, a violência foi cometida por pessoas conhecidas ou em posição de confiança e responsabilidade.
A pesquisa foi bem vista por ativistas dos direitos das crianças indianas. Para eles, finalmente o governo está acordando para a realidad
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:04 Links para esta postagem
0
Brasileira cria 1º abrigo para meninas vítimas de abuso no Timor Leste


Uma missionária evangélica brasileira criou o primeiro e único abrigo para meninas que sofrem abuso sexual em Timor Leste, um problema cultural no país.
Em março deste ano a psicanalista Simone Barbosa Assis abriu a Casa Vida, primeiro projeto para trabalhar especificamente com meninas do Timor Leste, vítimas de abuso familiar. A casa conta hoje com 16 meninas.
Simone largou a vida confortável no Brasil em 2000, logo após o Timor Leste ter se tornado independente, e foi com a família para a capital, Dili, ajudar na recuperação do país. Após ter trabalhado na área de educação escolar e em campos de refugiados, formados em decorrência da crise político-militar de 2006 que deixou cerca de 30 mil pessoas sem teto, a brasileira percebeu que meninas estavam sofrendo abuso devido ao próprio conflito e à situação de moradia, e que elas não tinham lugar para pedir socorro. “Vi que a grande necessidade da época não era mais escolas, mas um lugar pra elas correrem se precisarem, para serem acolhidas e recuperadas”.


Especialização
Antes de abrir o centro de cuidado a crianças, Simone voltou ao Brasil em 2007 para fazer um estágio e se especializar na área. “Diferentemente do Brasil, onde sempre há alguém da família para acolher a criança vítima de abuso, no Timor, quando a menina sofre abuso, de acordo com a cultura ela é automaticamente excluída da família e vista como prostituta”. O sistema de casamento do Timor Leste também favorece a situação. O “barlaque” (sistema de dote), quando o noivo tem que pagar um dote ao pai da noiva, torna a mulher posse do marido. Conseqüentemente tudo passa a ser direito do homem, inclusive as filhas.“Como isso, o serviço pesado é sempre da mãe, e a filha acaba sozinha em casa com tios e o pai”, disse Simone.
“Tudo isso é um agravante. E quando o abuso acontece com a menina, a família se volta contra ela e ela fica sozinha, pois se torna, além de vítima, culpada”.

Tráfico de pessoas
A Casa Vida também recebe casos de meninas vendidas para o tráfico de pessoas dentro e fora país. “Sabemos de casos de meninas que foram enviadas pelos pais pra estudar, mas na verdade estão sendo usadas como escravas sexuais”.
Simone aprendeu a falar tetúm (a segunda língua do país, ao lado do português oficial) para se comunicar com as meninas que moram no abrigo. A maioria delas tem em torno de 15 anos e está grávida.
No centro, as meninas aprendem a costurar, bordar, cozinhar e têm aulas de computação. Antes de chegar aos cuidados de Simone, muitas delas não haviam sequer freqüentado a escola.“Essas meninas vêm de um mundo onde a vida delas é apenas plantar hortaliças e café. Aqui elas descobrem uma nova vida. Muitas das meninas que continuam nas aldeias querem que algo ruim aconteça com elas para elas poderem vir pra cá. Essa é uma realidade que precisa ser mudada a longo prazo.”
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:01 Links para esta postagem
0
Relatório confirma abuso de MILHARES de crianças por parte da igreja católica da Irlanda?


RIO - Milhares de meninos e meninas de escolas e orfanatos sofreram abusos sexuais de padres e freiras da Igreja Católica da Irlanda. Segundo a investigação, inciada em 2000 e publicada nesta quarta-feira em Dublin, o governo fez pouco para impedir tais violações. Os abusos ocorreram entre as décadas de 1930 e 1990. O juiz da Suprema Corte, Sean Ryan, afirmou que o resultado conta com 2.600 páginas, organizadas pela Comissão para a Investigação de Abusos a Crianças com base em testemunhos de milhares de ex-alunos e funcionários das cerca de 250 instituições dirigidas pela Igreja. Mais de 30 mil crianças acusadas de roubo, abandono de escola e filhas de mães solteiras foram enviadas para a sombria rede de escolas técnicas, reformatórios, asilos e orfanatos católicos por cerca de 60 anos. Segundo o relatório, os abusos sexuais eram "endêmicos" dentro das instituições para rapazes, dirigidas principalmente pela ordem dos Irmãos de Cristo. As meninas eram orientadas principalmente pela ordem das Irmãs da Misericórdia, que as humilhavam e as faziam se sentir desprezíveis. A Igreja Católica tentou repetidamente impedir a publicação do relatório elaborado por uma comissão independente irlandesa, que ouviu os depoimentos de milhares de pessoas, atualmente com idades entre 50 e 70 anos.


Vamos nos Mobiliza para Combater esta Açao dos Pedofelos e Orar em Favor das Crianças de todo o Mundo.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 20:52 Links para esta postagem
0
Pastor vende igreja por não conseguir pagar luz


Caso foi exposto em audiência pública na Câmara de Vereadores de Caxias. Ampla será convocada para novo encontro com clientes.
Moradores de vários bairros de Duque de Caxias ocuparam ontem a tribuna da Câmara Municipal, durante audiência pública que tratou dos valores cobrados pela distribuidora de energia Ampla. O caso que mais chamou atenção foi o do pastor Mário Rodrigues Lopes, 68 anos, morador de Santa Cruz da Serra. Ele alegou que, para quitar uma dívida de quase R$ 7 mil, teve que vender, semana passada, o prédio onde funcionava a igreja Assembleia de Deus Nova Canaã.
“Depois da implantação do novo sistema de chip, o valor da conta pulou para mais de R$ 600. A única alternativa foi vender o prédio. Recebi um adiantamento, com o qual quitei as contas atrasadas. Agora vou esperar até encontrar outro local para reinstalar a igreja”, reclamou o pastor, que reúne cerca de 40 fiéis.
A audiência colheu informações e documentos que darão embasamento para uma nova audiência pública, que será realizada dia 25, às 9h, com representantes da Ampla.
A Câmara convocou, por ofício, representantes técnicos da distribuidora. Na ocasião será apresentado o relatório final do deputado estadual Paulo Ramos, ex-relator e líder da CPI da Ampla, na Alerj. O presidente da Câmara de Caxias, Dalmar Lírio Mazinho, destacou que os poderes Legislativo e Executivo estão empenhados em resolver o problema.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 20:44 Links para esta postagem
0
Senador americano processa Deus,este nâo sabe que Deus e o dono da Vida dele


Ernie Chambers acusa Deus de causar “apavorantes enchentes e terríveis tornados
O senador americano do Estado de Nebrasca, Ernie Chambers, está processando Deus por causar inumeráveis mortes e horror, além de ameaças terroristas. Furioso por outro processo que considera frívolo, ele afirma que quer mostrar que qualquer um pode processar quem queira nos Estados Unidos.
Chambers diz em seu processo que Deus fez ameaças terroristas contra ele e seus eleitores, causou medo e provocou “ampla mortandade, destruição e aterrorização de milhões de habitantes da Terra”.
O senador, que costuma escapar das orações matinais das sessões legislativas e já fez críticas a cristãos, também afirma que Deus causou “apavorantes enchentes, horríveis furacões e terríveis tornados”.
Ele diz que sua ação foi provocada por um processo federal contra juiz que barrou palavras como “estupro” e “vítima” em julgamento sobre ataque sexual. O réu no caso, Tory Bowen, processou o juiz Jeffre Cheuvront alegando que ele violou seus direitos de livre discurso.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 20:41 Links para esta postagem
0
“Deus está nos dando uma surra”, diz pescador sobre chuva no Nordeste,Eles nâo se dâo Conta que e o Pecado que se Multiplicou no Mundo


Depois de 60% do território de Barras (PI), município localizado a 119 km da capital Teresina, ficar submerso por quase um mês, a população tenta voltar à normalidade. No município, 3.048 famílias - aproximadamente 15 mil pessoas - tiveram que abandonar suas residências afetadas pelas chuvas. Com a baixa do rio Marataoan, que chegou a subir 9,8 m acima do leito normal, deixando famílias sem luz e até água potável, bairros inteiros terão que ser reconstruídos.
Comendo ovo com arroz e feijão, o pescador Francisco Gonçalves da Silva, 79 anos, tenta dar uma explicação para as enchentes que apavoraram Barras, um dos municípios piauienses em piores situações com as cheias: “Acho que não é coisa do demônio. Creio que Deus está nos dando uma surra”, diz o pescador, em meio a gritos de crianças que brincavam na creche que virou abrigo para ele e mais três famílias.
“Eu fiz essa casa aos trancos e barrancos. E agora o que sobrou?”, indaga a lavadeira Rosa dos Reis Rego, 56 anos, que mora provisoriamente em um abrigo há mais de um mês. “Acho que Deus está me testando”, disse, ao saber que não poderá retornar para casa tão cedo, devido a ameaça de desabamento. A rua governador Fileto Pires Ferreira, onde fica a casa de Rosa, foi invadida pela água. O bairro Boa Vista, à beira da barragem Marataoan, teve de ser desocupado.
Após 25 dias com lojas fechadas e com água até o meio dos prédios, os comerciantes reabrem os estabelecimentos e calculam os prejuízos. “Por alto, creio que o prejuízo aqui foi de mais de R$ 15 mil com destruição dos móveis e materiais de venda”, conta o supervisor da empresa Belos Móveis, que estava mudando o piso e pintando a loja.
Volta para casaPelos cálculos da Defesa Civil, mais de mil famílias já voltaram para suas casas somente essa semana. O prefeito de Barras, Francisco das Chagas Rego Damasceno, mais conhecido como Manin Rego, admite que a auto-estima dos moradores da cidade está abalada. “O que mais comove a população é a perda material. Nunca aconteceu isso. Tem família que perdeu tudo”, disse o prefeito. “Percebo que até o olhar das pessoas está diferente. É um olhar de compaixão e perca da esperança.”
Rego calcula que, inicialmente, vai precisar de R$ 21 milhões para reparar os estragos causados pelas enchentes. Um dos orgulhos da cidade, o time de futebol de Barras, está sendo obrigado a jogar em Piracuruca, a 84 km de distância da cidade, devido o alagamento do estádio Juca Fortes.
Há quem, receoso de ver uma repetição da enchente, pense em abandonar a cidade. É o caso do seresteiro José Luis Feitosa, 47 anos, dono do bar Felicidade, no bairro Prainha, um dos mais atingidos. “Vou sair daqui e morar num lugar seguro”, anuncia Feitosa, que mora há uma década no local e todo ano enfrenta a cheia do rio Marataoan.
3 mil alunos estão sem aulaConhecida como a “terra dos governadores” - seis dos ex-chefes do Executivo do PI são Barrenses (David Caldas, Taumaturgo de Azevedo, Coriolano de Carvalho e Silva, Raimundo Arthur de Vasconcelos, Mathias Olímpio de Melo e Leônidas de Castro Melo) - a cidade ainda possui 3 mil alunos sem aulas. Os colégios ocupados por desabrigados e povoados isolados dificultam o retorno dos estudantes às escolas.
No posto de saúde do bairro Xique Xique, que abriga famílias carentes, a água chegou até o telhado e só retornará as atividades nesta segunda-feira. O posto atende mais 2 mil pessoas por mês.
A cena de mudanças para abrigos ou casas de parentes e amigos é constante. “Estava na casa de uma irmã, mas nunca é como a casa da gente”, conta a aposentada Gonçala Costa Evangelista, 72 anos. Ela informa que a maior cheia que viu nos últimos anos em Barras além dessa foi a de 1974. “Essa foi a mais duradoura e que causou maior estrago”, disse a aposentada, enquanto deslocava os móveis que conseguiu pegar durante as enchentes.
NúmerosDe acordo com os números divulgados nesta sexta-feira-feira pela Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec), do Ministério da Integração Nacional, os desastres provocados por fortes chuvas e enchentes deixaram 257.802 pessoas desalojadas (aquelas que estão hospedadas com amigos ou familiares) e 122.126 desabrigados (aquelas que tiveram de deixar suas casas e dependem de abrigos públicos) em 12 Estados do País.
Segundo as informações, que foram notificadas pelas defesas civis estaduais e enviadas à Sedec, 45 pessoas morreram por causa dos desastres em oito Estados: Ceará (15), Maranhão (10), Bahia (7), Alagoas (7), Paraíba (2), Sergipe (2), Pernambuco (1) e Santa Catarina (1). Os danos causados pelo excesso de chuva atingiram 412 cidades em Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe, Amazonas, Pará e Santa Catarina.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 20:33 Links para esta postagem
segunda-feira, 25 de maio de 2009
0
MISSIONARIOS NA ESPANHA PEDEM ORAÇÂO


A gripe suína tem preocupado autoridades da área da Saúde do mundo inteiro. Só na Espanha, onde a JMM tem sete casais missionários, os casos confirmados de infectados com o vírus desta nova gripe já passam de 95, segundo dados do Ministério da Saúde e Política Social. O Pr. Adoniram Judson e a missionária Marestella Pires, que estão em Madri, pedem aos batistas brasileiros que orem para que o número de ocorrências confirmadas naquela cidade, quatro ao todo, se estabilize e os infectados sejam curados.Alguns frutos de orações já são visíveis: a quantidade de pessoas em observação em toda Espanha, por exemplo, teve uma grande queda no último fim de semana, passando das 40 de sexta-feira (08) para 30 no sábado (09).PerseguiçãoApesar do nome, os médicos garantem que a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. Mesmo assim, muçulmanos no Egito têm exterminado várias criações de porcos de cristãos que vivem no país e que têm nesta atividade a base de sua economia. Com isso, nossos irmãos naquela nação do nordeste da África precisam de sua intercessão para enfrentarem as dificuldades financeiras que se anunciam.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 23:42 Links para esta postagem
0
Jovens Sâo Salvos na Espanha


O investimento nos jovens tem sido um dos pontos altos do ministério do casal missionário da JMM, Pr. Roberto e Elizabeth Macharet, em Almussafes, na Espanha. Além das classes de crianças, adolescentes, jovens e adultos, agora a Escola Bíblica Dominical também tem a classe de juniores. Há aulas no templo, na casa dos missionários e na residência de um membro vizinho à igreja. O “Culto do Bebê” é um fato novo no país. Todos os irmãos estavam na expectativa pelo evento e, inicialmente, chegou a ser motivo de risos quando foi anunciado. Mas foi uma bênção para a comunhão da igreja. O evento aconteceu na casa de irmãos que vivem em uma cidade próxima à igreja de Almussafes e teve a participação de 15 irmãos, tornando-se mais uma estratégia de evangelismo. Os irmãos têm mostrado os frutos de seus discipulados. Com exceção da classe de adolescentes que é dirigida pela missionária, as demais têm como professores membros da própria igreja. "Louvamos a Deus pelo desenvolvimento e fortalecimento desses irmãos", comemora o pastor.Em Villareal, depois de algumas lutas e incertezas, os missionários têm visto a mão de Deus agindo. Os cultos têm uma frequência de cerca de 30 pessoas. O Pr. Roberto Macharet sente a necessidade de sair da casa onde reúne os irmãos para um espaço mais apropriado. No entanto, ainda não possuem recursos para isso.Um fato marcante para o meio evangélico foi o convite da prefeitura de um município próximo à Almussafes para que o coro gospel participasse das festividades de seu aniversário. A programação estava prevista para uma única apresentação em um teatro de 1.200 lugares. Mas a procura por ingresso (pago) foi tanta, que a prefeitura solicitou uma segunda apresentação. O coro já tem convite para se apresentar em outra cidade. “Deus está agindo poderosamente na Espanha. As portas estão se abrindo e o Evangelho está sendo proclamado com ousadia”, afirma o Pr. Roberto Macharet.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 23:34 Links para esta postagem
0
CARAVANAS DE PASTORES AVIA CUBA


O representante da JMM para a cidade do Rio de Janeiro, Pr. Antônio Galvão, liderou o Impacto Especial em Cuba entre os dias 12 e 17 de maio, juntamente com mais seis pastores e a esposa de um deles. Foi um tempo de experiências marcantes para o grupo. Eles visitaram famílias, pregaram e testemunharam em igrejas, missões (congregações) e células de oração e estudos bíblicos.O Pr. Antônio Galvão relata com grande entusiasmo mais esta etapa de avivamento nesta república socialista no norte do mar do Caribe e que tem quase metade de sua população formada por católicos.“Várias cidades do Oriente de Cuba foram impactadas com o Evangelho através da presença de sete pastores brasileiros e a esposa de um deles. Pregamos em dezenas de igrejas da Convenção de Cuba Oriental.A caravana foi composta pelos pastores Antonio Mendes, da PIB de Atibaia; Ezequias Costa e sua esposa Maria Izabel, da IB Parada XV de Novembro; Samuel do Nascimento, da PIB de Bauru; Vanoir de Oliveira, da IB do Barreiro em Belo Horizonte; Wesley Cassete, da IB Esperança Mundial de Contagem; Judiclay Santos, da IB Betel de Mesquita e eu, Pr. Antonio Galvão, líder da Caravana e coordenador da JMM para Cuba.Foi um tempo de experiências marcantes durante esses seis dias visitando famílias, pregando e testemunhando em igrejas, missões (congregações) e células de oração e estudos bíblicos. No total foram mais de 100 decisões por Cristo e várias outras consagrações de vidas. É tempo de edificação de vidas e de igrejas, tempo de restaurá-las. Há esperança para tantos corações aflitos pelas dificuldades e tribulações. O tempo é de repartir um pouco do que levamos. Diante de tanta carência e da oportunidade de viver o que Jesus ensinou a fazer quando víssemos um irmão na fé em necessidade, a maioria repartiu tudo, voltando somente com a roupa do corpo e os sapatos dos pés.Conhecemos a realidade de nossos irmãos, pastores e líderes da Convenção de Cuba Oriental, missionários e obreiros sustentados por nossas igrejas e irmãos do Brasil. Visitar instituições de ensino teológico, testemunhar a realidade de como aquele povo supera as dificuldades do dia a dia para realizar o trabalho que o Senhor lhe confiou, enriqueceu a vida de cada um dos oito integrantes desta caravana.Os pastores eram uníssonos: 'Volto diferente!' Nossa visão das realidades e oportunidades neste país é outra, assim como das possibilidades que agora, como igreja, podemos fazer por este povo e estas igrejas.Vale a pena o esforço das igrejas batistas do Brasil no envio de seu pastor ou líder a uma viagem missionária como esta a Cuba ou a outro campo missionário qualquer dos batistas brasileiros. Após constatar as possibilidades que temos de ampliar nossa visão das chances que o Senhor nos concede, nossas ações passam a ser completamente diferentes.”Em novembro o Pr. Galvão levará outra caravana a Cuba. Ainda há tempo para se inscrever e ver de perto o que Deus reserva a cada batista brasileiro. Aproveite esta oportunidade de ajudar nossos co-irmãos em Cuba.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 23:29 Links para esta postagem
0
CRESCE PERSEGUIÇAO A EVANGELICOS NO MEXICO


Um dos países com maior percentual de católicos-romanos no mundo, o México não figura entre os países com perfil de perseguição a evangélicos. Entretanto, de acordo com notícias veiculadas em agências internacionais, tem sido constantes os relatos sobre hostilidades, discriminações, tumultos e violências de todas as espécies contra os cristãos evangélicos naquela nação norte-americana.Especialmente no sul do país, no município de Chiapas, onde predominam as comunidades indígenas que professam o “catolicismo tradicional” (sincretismo entre rituais e superstições nativas com o catolicismo romano), as perseguições têm sido corriqueiras. As informações dão conta que apenas os seguidores do catolicismo tradicional têm direitos a praticar sua religião e forçam o restante da população a se converterem.Num dos distritos da região sul, quatro evangélicos foram presos por não terem participado de uma festa católica tradicional e não pagarem as cotas que lhes foram designadas para cobrir os custos do festival. Os vizinhos têm tentado forçá-los a praticar o culto a santos e outros rituais contrários à fé evangélica. Como resultado da pressão, os não-católicos da região, incluindo crianças, vivem sob o temor de serem expulsos de suas propriedades.Em outro município, cinco evangélicos indígenas foram presos por não aceitarem trabalhar nas festas tradicionais católicas. A prefeitura ordenou-lhes que abandonassem o protestantismo, ou inventaria alguns crimes, pelos quais os acusaria e os prenderia. Numa outra cidade, chefes políticos negaram o direito de 24 famílias evangélicas de participar de programas sociais públicos e ainda decidiram multá-las em 3 mil pesos mexicanos (cerca de 550 reais) por terem se recusado a contribuir com os festivais católicos.Em um outro estado da região sul do México, foi cortado o fornecimento de água e eletricidade de duas famílias evangélicas que se recusaram a participar, inclusive financeiramente, de rituais religiosos. As famílias estão sendo pressionadas a abandonar a fé em Jesus desde 2006 e foram ameaçadas, inclusive, de enforcamento em praça pública por “violarem as leis locais”.Oremos...Interceda pela situação dos irmãos evangélicos no México. São muitas as pressões que os envolvem, muitas delas sob risco de morte, e é preciso cobertura espiritual para que não desanimem e sejam fortalecidos em sua fé para suportarem às provações.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 23:26 Links para esta postagem
0
A PROFECIA DO PROFETA ISAIAS

A pessoa do profetaO nome do profeta significa "do Senhor é a salvação". O seu nascimento deve ter ocorrido por volta do ano 760 a.C. O seu ministério ocorreu entre os anos de 740 a.C. (ano da morte do rei Uzias) e 701 a.C. (a batalha contra Senaqueribe). Existe uma tradição judaica que aponta a morte do profeta como tendo acontecido no ano de 698 a.C. Segundo esta tradição ele foi morte a mando do rei Manassés e o profeta teria sido serrado ao meio. Em relação a essa tradição judaica não existe grande fundamentação[2], por isso é melhor data o final do ministério do profeta como tendo ocorrido em 701 a.C., que é um dado mais seguro que possuímos.A influência cultural de Jerusalém na pregação do profeta é evidente. É de Jerusalém que ele recebe duas tradições importantes que permearam toda a sua teologia: a eleição de Jerusalém (ou Sião) e a dinastia davídica. Neste ponto ele difere de Oséias que não dava um grande valor a monarquia, porém isto não significa, que Isaías foi um profeta da corte que só anunciava salvação. Ele tinha consciência da importância da dinastia davídica, porém ele é extremamente crítica em relação a monarquia. Quando necessário, ele soube como ninguém, criticar a falta de fé dos monarcas de Judá. No momento de sua vocação (Is 6 - 740/739) ele tem uma experiência, que marcará também profundamente sua teologia, desta experiência brotam pelo menos 4 grandes temas: a santidade de Deus; a consciência do pecado (pessoal e coletiva); o castigo divino; e a esperança de que um resto sobrevierá. O primeiro tema brota da visão do trono de Yahweh, e contato com a santidade de Deus. O segundo ponto vem do grito "Ai de mim que vou perecer" (pecado pessoal) e quando também ele admite que vive em meio a um povo de impuros lábios (pecado coletivo). O terceiro tema vem do efeito da sua pregação, que provocará o embotamento do povo, que rejeitará a Yahweh. E a nota de esperança, vem do último versículo do capítulo 6 (v. 13), onde há esperança de que um resto sobreviverá.Não temos grandes informações sobre a vida pessoal de Isaías. Sabemos que o seu pai se chamava Amós, e que não deve ser confundindo como o profeta do mesmo nome. Não há informações sobre sua profissão, modo de vida ou até mesmo o lugar onde nasceu. Pelo vocabulário usado pelo profeta, pela facilidade em estar junto aos reis, pela valorização que ele dá a dinastia davídica e a Jerusalém, podemos presumir com certa segurança, que ele nasceu ou pelo menos exerceu o seu ministério em Jerusalém. Podemos também concluir que ele possuía um bom nível intelectual e que possuía bom trânsito na corte de Judá. Sabemos que ele era casado, em Is 8.3, sua esposa é chamada de "profetiza"[3]. Temos também a informação sobre o nome de dois filhos: Sear Yashub ("um resto há de voltar" e Maher Salal Has Baz ("pronto para o saque, pronto para o butim"). Os dois nomes, como podemos notar, tem valor simbólico, o que nos faz lembrar do profeta Oséias. Assim como seu companheiro do norte, a vida de Isaías torna-se uma mensagem, e toda a sua existência é tomado pelo ministério profético.A luz da sua pregação, podemos também definir Isaías como um homem decidido, corajoso e plenamente cônscio de sua missão profética. Há quem defenda a tese de que ele seria uma aristocrata e que portanto só defenderia os interesses da nobreza (Is 3.1.-9). Nada mais longe da realidade, pois o profeta, mesmo que o consideremos como membro da nobreza, ataca ferozmente a corrupção da nobreza (3.16-24; 32.9-14). E quando ele busca defender alguém de forma apaixonada, não só os nobres, mas sim os pobres que ele defende (1.17; 3.12-15). Não podemos também deixar de mencionar nesta breve biografia do profeta, a sua genialidade literária, que faz de Isaías "o grande poeta clássico".A questão da autoria do livroClassicamente o livro de Isaías tem sido dividido da seguinte forma: 1-39; 40-55; 56-66. A discussão que surge é se cada uma destas divisões remontam realmente ao profeta Isaías que viveu na segunda metade do Século VIII, ou se o livro é o resultado de uma compilação de vários escritos proféticos, originários de períodos diferentes da história de Israel. Uma leitura séria do livro de Isaías mostra que a partir do capítulo 40 há uma mudança literária e teológica bem clara. A grande questão a ser revolvida é como explicar estas diferenças.Até mesmo os defensores da unidade do livro de Isaías, ou seja, de que ele foi o autor de todo o livro, admitem que os capítulos 40-66 são bem diferentes do restante do livro[4]. Surge então a tese de que esta parte da obra isaiana não provém da mesma pena do autor dos primeiros 39 capítulos. Os debates têm sido os mais diversificados possíveis. É no século XI d.C. que temos o embrião da teoria do Dêutero-Isaías, ou seja, de que parte do livro de Isaías não remontaria ao profeta do Século VIII. Isto acontecerá com o trabalho de rabino Moisés ben Samuel Ibn Gekatilla. A segunda parte de Isaías é atribuída ao período exílico. Ibn Ezra, outro rabino, no século XII, continuará a trabalhar nesta direção.[5]Até então os estudos eram esporádicos e o máximo que se conseguia era levantar dúvidas. Em 1782, Eichorn desenvolve novamente a teoria de que os capítulos 40 a 66 tem como contexto o exílio babilônico.[6] Em 1788, Döderlein, falará explicitamente no Dêutero-Isaías, de um segundo Isaías que teria escrito a segunda parte do livro na época do exílio. Entretanto será Duhm quem trará real importância ao debate. Em 1888 ele começa a falar no Dêutero-Isaías. Profeta anônimo do exílio, ao qual ele atribui os capítulos 40-66. Em 1892, Duhm vai mais longe e defende apenas os capítulos 40-55 tendo como autor o Dêutero-Isaías. Os capítulos 56-66 seriam de autoria do Trito-Isaías, e teriam como pano de fundo histórico, a época do pós-exílio.[7]Nos séculos XIX e XX o debate ficou ainda mais acirrado. De um lado os que continuavam a defender a indivisibilidade do livro de Isaías e do outro os que defendiam as teorias do Dêutero e Trito Isaías. Entretanto entre os do segundo grupo também havia divergências. Alguns aceitavam apenas o Dêutero-Isaías como autor dos capítulos 40-66. E entre os que defendiam o Trito-Isaías, pensava-se num profeta ou em grupo de discípulos de profetas. As teorias tornaram-se quase intermináveis.Por que Isaías 40-66 levantou tanta polêmica assim? Não estariam os questionamentos levantados tirando o valor do livro do Isaías? As razões para se duvidar que o Isaías do século VIII a.C. escreveu os capítulos 40-66 baseiam-se em quatro pilares: as referências histórica do livro, a analogia profética, a teologia do livro e questões de ordem literária.[8]As referências históricas são claras. Jerusalém e o templo estão destruídos (Isaías 44.26-28; 51.3; 52.9). Há menções claras ao exílio (Isaías 42.22-24, 43.14). Porém a referência mais marcante é a citação do nome de Ciro, o imperador persa (Isaías 41.2ss; 44.28; 45.1-3). Há também a ordem ao povo que "saiam da Babilônia" (48.20; 52.11; 55.12), o que não faria sentido para o povo do Século VIII a.C. Realmente o texto se encaixa melhor no período do exílio babilônico do que no século VIII a.C. A partir do capítulo 56 voltam referência ao tempo, ao culto, a prático do exílio; o que demonstra que a terceira parte do livro (56-66) remonta a época da volta do povo do cativeiro, quando o templo e as muralhas de Jerusalém já estavam reconstruídos, ou seja, no século V a.C.Os que defendem a unidade de Isaías, geralmente, admitem que o texto fala aos exilados babilônicos. Contudo defendem que o profeta Isaías foi transportado em uma visão para o período final do exílio. Acusa-se então os defensores do Dêutero-Isaías de não acreditarem na predição profética.[9] A questão realmente é delicada e merece consideração. Se defender a teoria do Dêutero-Isaías significa não crer na predição profética então realmente esta teoria é um erro. A chamada crítica bíblica surgida no século XVIII e XIX tem em certo ponto visado “destruir a natureza sobrenatural da Bíblia como uma revelação o que transforma a Bíblia num relato da evolução subjetiva da religião na consciência humana”[10]. Ao mesmo tempo é claro que a crítica bíblica tem sido benéfica em muitos aspectos, e também a predição profética tem tido um valor exagerado, e é questão bem definida para quem estuda os profetas, que em geral eles falam para o seu tempo, e não para uma época remota e futura. É necessário, então, bom senso e respeito pela palavra de Deus para resolver-se a questão.É de valia neste momento o conceito que Bentzen chama de analogia profética.[11] Os profetas clássicos do Velho Testamento falam para o seu tempo. Mesmo quando ocorre a predição do futuro, a mensagem tem um significado para o seu tempo. Então surge as questões: Que interesse haveria na Babilônia e em Ciro no século VIII a.C.? E por que profetas da estirpe de Sofonias, Habacuque, Jeremias e Ezequiel desconhecem estes oráculos? Chega-se então a conclusão que a teoria do Dêutero-Isaías é mais coerente com o conceito de profecia do Antigo Testamento. Não há, então, o perigo de colocar-se em dúvida a predição profética, ou o valor da mensagem dos profetas. Defender essa teoria não significa necessariamente negar o sobrenatural. Von Rad, que é adepto da teoria do Dêutero-Isaías, não nega que há predição do futuro no texto. Inclusive ele interpreta alguns trechos do capítulos 40-55 como linguagem típica da predição do futuro.[12]Outro argumento para defender a origem exílica de Isaías 40-55 é o teor teológico do texto. No Dêutero-Isaías o monoteísmo é muito mais desenvolvido que em Isaías 1-39. No exílio Israel deixa a monolatria[13] e abraça de vez o monoteísmo absoluto. Isto fica claro em textos como Is 44.6: “Eu sou o primeiro, e eu sou o último, e fora de mim não há Deus”. Para Jonh Bright o Dêutero-Isaías tem papel decisivo nessa mudança: “Foi ele realmente, quem deu ao monoteísmo sempre implícito na religião de Israel sua expressão mais consistente”.[14] E é a partir deste conceito de monoteísmo que é desenvolvida uma teologia de história não conhecida em Israel antes do exílio.[15] As diferenças teológicas entre o I e o II Isaías são por demais marcantes para se continuar a defender a unidade do livro em termos de autoria.As diferenças de linguagem e estilo também corroboram para a teoria do Dêutero-Isaías. O primeiro Isaías traz a linguagem breve e enfática do profetas pré-exílicos. Já o II Isaías traz uma linguagem copiosa inundada por temas hínicos. Os que defendem a unidade de Isaías justificam dizendo que isso era intencional. O estilo de um autor poderia mudar com o propósito do texto[16]. Não pode-se negar que há coerência neste argumento, contudo as diferenças de estilo são por demais marcantes. Seria o mesmo que admitir que os discursos sinópticos e joaninos de Jesus viessem da mesma pena.[17]Faz-se necessário analisar mais alguns argumentos dos que defendem a indivisibilidade do livro, antes de abraçar-se a teoria do Dêutero-Isaías. Há o argumento que se apoia na tradição judaica sirácida que sempre teve em Isaías o autor de todo o livro, conforme podemos ver em Eclo 48.22-25 que faz alusão a Is 1.1; 36-39; 40 como formando um único livro.[18] Realmente a tradição judaica não pode ser desprezada. Eles estavam bem mais próximos da composição dos textos do Antigo Testamento do que nós. Agora com certeza ela não é infalível, e sabe-se bem que sempre foi hábito da tradição judaica dar as coisas novas a chancela do antigo. Um exemplo óbvio é a origem do Pentateuco remontando todo ele a Moisés.[19] Os defensores da unidade do livro de Isaías também apelam para o NT que só conhece um Isaías: (Mt 3.3; Mt 8.17; Mt 12.17-21; Jo 12.38; Rm 10.16; Rm 10.20-21. Entretanto sabemos que também o NT cita o Pentateuco sendo todo de Moisés, nem Jesus, nem Paulo, estavam preocupados em discutir autoria dos livros, a preocupação era com o valor destas escrituras. Não havia pesquisa científica sobre os livros do AT no primeiro século, e os autores do NT refletem o pensamento e contexto de sua época.Os defensores da unidade do livro de Isaías perguntam-se também por que o nome do Dêutero-Isaías foi esquecido. Seria então ir longe demais imaginarmos um profeta, ao qual não temos nenhuma informação. Se ele realmente existiu e sendo o seu escrito tão importante por que não há nada registrado sobre a sua vida pessoal?.[20] Não é preciso ir muito longe para perceber-se a superficialidade do argumento. A epístola aos Hebreus também é uma obra teológica monumental, mas até hoje ninguém ousou afirmar de forma categórica quem seja o seu autor.Resta ainda um problema a ser analisado. A obra do Dêutero-Isaías abrange o capítulos 40-55 ou 40-66? O estilo extremamente poético de Isaías 56-66 dificulta a identificação do contexto histórico. Porém o clima palestino e as referências ao Sábado e ao jejum apontam para o contexto pós-exílico. Como afirma Bentzen: “A balança pesa para o Trito-Isaías, a idéia seria de um profeta ou discípulos que reinterpretavam o Dêutero-Isaías”.[21]A formação do livroA formação do livro de Isaías como um todo é bastante complexa. Já vimos, pelo ponto anterior, que temos pelos menos três grandes seções que vem de épocas diferentes, e de profetas diferentes. O livro de Isaías deve ter sido a princípio uma série de coleções que foram sendo produzidas ao longo dos séculos, até que finalmente foram coligadas em uma única obra. Os próprios registros do I Isaías demonstram uma redação complexa pois temos textos onde o próprio profeta escreve (30.8-15), há menção a um secretário (8.1) e também de discípulos do profeta (8.16-18).Importante neste momento destacarmos também os seguintes fatos que temos sobre o surgimento do livro de Isaías:a) Nos manuscritos do Mar Morto já temos o livro finalizado, portanto no II Século a.C., o livro de Isaías já tinha os 66 atuais capítulos;b) As citações que o NT faz do livro de Isaías, também demonstra um livro único;c) Na citação que temos do Eclesiásticos (48.22-25) sobre Isaías há menções a Is 1.1; 36-39; 40ss. Para o autor do Eclesiástico, por volta de II Sec. a.C., o livro de Isaías já estava também formado;d) Na LXX também temos um único volume, o que pressupões que no III Sec. a.C., o livro já tinha os atuais 66 capítulos.Pelo visto acima, podemos entender que o processo de redação e formação do livro de Isaías foi no máximo até o Século IV a.C. Devemos também notar que nem tudo que está em Is 1-39, provém do I Isaías, ou seja, do profeta do Século VIII. Em geral entendem-se como vindo do profeta Isaías os oráculos que estão nos capítulos 1-12 e 28-35. Os capítulos de 1 - 5 viriam do início do ministério do profeta (740-736). Do período da Coligação Siro-Efraimita teríamos os oráculos de 7 a 8 (734-32), e finalmente do final do ministério do profeta os capítulos de 28 a 35 (705-701). Existem capítulos dentro de Is 1-39 que referem-se a Babilônia (13-14 e 21), o que pode ser explicado pelo fato de que estes oráculos teriam sido escritos originalmente contra a Assíria, e sofreram uma revisão exílica, transformando os oráculos em oráculos contra a Babilônia. Uma outra hipótese seria de que estes capítulos viriam da época do II Isaías, mas por algum motivo foram inserido em Is 1-39. Há também quem considere os "textos messiânicos" de Isaías (8.23b-9.6 e 11.1-16) como sendo também acréscimos, ou revisões de oráculos originais. Esta revisão teria acontecido na época do Rei Josias (Sec. VII), e seria este rei o "menino que nasceu" em Is 9.6.O Livro de Isaías como um conjuntoNos pontos anteriores chegamos a conclusão que o livro de Isaías não foi escrito por um único autor, e que o livro possui textos que vem de época bem distintas da história de Israel. Esta conclusão não deve, porém, nos levar a pensar que o livro é uma grande colcha de retalhos, sem nenhum direção ou objetivo. Houve um processo de redação final que juntos os “três Isaías” e deu um formato final ao livro. Há uma lógica na atual disposição dos textos e também temas que unificam os “vários Isaías”.Temas que unificam o livro de Isaías temos vários. Um deles é o título para Deus: “Santo de Israel”. Este título repete-se ao longo dos 66 capítulos do livro por 35 vezes. A importância dada a Jerusalém também é outro tema que une a obra, cerca de 47 vezes é mencionado Sião, e por 17 vezes Jerusalém. A figura de uma vinha utilizada para caracterizara Israel também se repete no livro (Is 5.1-7; 27.2-6; 11.6-9; 65.25).O próprio capítulo de abertura de Isaías, em especial o texto de Is 1.2-3, traz temas que aparecerão ao longo de todo o livro. O texto é, portanto, uma abertura programática de todo o livro. Temas que aparecem neste texto e se repetem em Isaías são os seguintes:· “céu e a terra” – Is 44.24; 49.13. Deus abala os céus e a terra (13.13); Deus é o criador dos céus e a terra (37.16; 40.22; 42.5; 44.24; 45.12,18; 48.13; 51.16); Deus há de criar novo céu e nova terra (65.17; 66.22);· O título de “filhos” para Israel – Israel é visto muitas vezes como filhos desobedientes (1.2; 1.4; 30.1-9); em outros momento Deus chama Israel de “meus filhos” (43.6; 45.1; 63.8); vemos sempre a atitude paternal de Deus (42.13; 45.10; 49.14ss); Israel se refere a Deus como “nosso pai” (63.16; 64.7); em outro momento Deus também é visto como mãe (66.13)· A revolta de Israel – várias vezes o tema volta trazendo a idéia de Israel é “revoltado desde o seio materno” (43.27; 48.8; 66.24);· A junção dos termos ‘awon (culpa) e ‘am (povo) – 5.18; 22.14; 30.13; 33.24. Em Is 40.1-2 temos o fato de que a culpa do povo já foi expiada; em 43.24 é citado a culpa de Jacó/Israel; o servo sofredor do II Isaías é descrito como aquele que carrega a culpa do povo (53.11); e há momento onde não há mais recordação da culpa (64.8)Contexto histórico de Is 1-39Para entendermos melhor a mensagem do Primeiro Isaías faz-se necessário uma análise da situação de Judá na segunda metade do século VIII. Pelos dados que temos, Isaías profetizou entre os anos de 740 a 701 a.C. Foi um período onde o Antigo Oriente foi da paz a turbulência total.O principal acontecimento do período foi a subido ao trono assírio de Teglat Falassar III em 745 a.C. Ele logo se mostrou um hábil governante. Buscou inovar as técnicas de guerra, causando uma verdade revolução. Entre as suas inovações estavam: rodas de 8 aros, cavalos de reposição e infantaria com botas. Não havia ninguém no Antigo Oriente em condição de enfrentá-lo de igual para a igual.Logo, Teglat Falassar III levou a Assíria a dominar vários povos. A expansão imperial assíria era baseada em tratados de vassalagem. E a dominação do outro povo se dava da seguinte forma:· Em primeiro lugar era feita uma demonstração de força do exército assírio e exigia-se do povo a ser dominado uma alta tributação. Se o povo aceitasse as condições, continuaria livre, mas pagando impostos aos assírios. Na verdade era o que podemos chamar de uma “liberdade vigiada”;· Se o povo se revoltasse depois de ter aceito a tributação, era deposto o rei e colocado um de confiança dos assírios. O povo poderia perder totalmente a autonomia, tornando-se numa mera província Assíria. E somado a tudo isto havia o aumento dos impostos;· Se houver uma nova rebeldia, os assírios avançavam com suas tropos, dominavam o povo, e deportavam muitos habitantes para outros lugares. O reino do norte de Israel passou pelos três momentos de vassalagem até perderem sua capital e a organização como país em 720-22. Judá ficou sempre no primeiro grau de vassalagem, apenas pagando impostos;O reinado de Teglat-Falassar durou de 745 a 727 a.C.. A assíria experimentou neste período uma grandiosa expansão territorial. Os domínios assírios se expandiram até a Babilônia e a Síria-Palestina. Em 734 há uma tentativa de rebeldia dos Sírios e do Reino do Norte, formando-se uma aliança siro-efraimita. Eles tentaram o apoio de Judá que se recusou, e houve ameaça por parte dos siros-efraimitias de invadirem Judá. Os acontecimentos de Isaías 7 aconteceram durante este período.Depois de Teglat-Falassar, subirá ao trono assírio Salmanasar V (727-722 a.C.). Será este reino que realizará o ataque fulminante contra a Samaria, ocorrendo a destruição do Reino do Norte. O próximo rei assírios será Sargom II (721-705). Ele será o responsável por cerca de 27.290 samaritanos para outros países no ano de 720 a.C. Sargom também empreenderá campanhas contra a Arábia, Edom e Moabe (vide Is 13-23). Uma nova tentativa de rebelião será feita por filisteus e egípcios que se aliam, mas novamente sem sucesso. É neste período que Isaías intervém impedindo Judá de entrar em qualquer aliança com uma nação estrangeira. O próximo soberano assírio será Senaqueribe (704-681 a.C.). Será um período de novas rebeliões, mas que também será catastrófico para Judá.E como vivia Judá na época de Isaías? Entre 767 e 739 reinou em Jersualém Uzias. Lendo o texto de II Cr 27 vemos que foi um período de vitórias, de construção de fortificação e também de fortalecimento de exércitos. Há dúvidas se neste período Judá já estavam pagando tributos a Assírias. Entre 739 e 734, reina Joatão. O texto de II Cr 27 nos mostra que Judá ainda vivia uma época de certa prosperidade. O problema é que no final do governo de Joatão inicia-se a aliança siro-efraimita, o que foi uma ameaça a paz de Jerusalém (II Rs 15.37).Depois de Joatão, assume o trono de Davi, o rei Acaz (734-727). A aliança siro-efraimita iniciada no governo anterior, ganha proporções gigantescas na época de Acaz. Para Acaz a tal aliança era uma grande “aventura de loucos”, e ele não queria se engajar nela, mas tinha muito medo da ameaça siro-efraimita (Is 7). O texto de II Rs 16.7-9 demonstra que Acaz chegou a pedir ajuda a Teglat-Falassar, e Judá passa a se tornar vassalo de Assíria.O próximo rei em Jerusalém será Ezequias (727-698). Sabemos que ele assumiu o trono ainda criança, e que durante o período de 727 a 715 ele ainda era menor. Quem reinou durante este período? Não há mais como saber. O seu reino de fato acontecerá entre os anos de 714 a 698. Ele implementará uma grande reforma religiosa (II Rs 18.4; II Cr 29-31). As suas atitudes como rei demonstram que ele buscou a independência política de Judá, ou seja, a libertação das imposições assírias. Entre 713 a 7111 acontecem rebeliões de vários povos contra a Assíria. O texto de Is 20.1-6 nos mostra o profeta orientando Ezequias a não se aliar ao Egito. Será na época de Ezequias que haverá as investidas de Senaqueribe contra Judá. Diante de Senaqueribe houve uma vitória de Israel realmente? Ou foi apenas uma vitória parcial? A segunda opção parece ser a mais lógica pois o texto de II Rs 18.14 nos mostra Judá pagando tributos a Assíria, o que seria incompreensível a luz de uma vitória esmagadora de Judá. O texto de II Cr 19.35 é que nos dá uma idéia de uma vitória total e miraculosa de Judá, o que aconteceu é que este texto deve estar bastante influenciado por uma visão teológica e por isso daria a falsa idéia de uma vitória total.Atividade profética do primeiro IsaíasNão é tarefa fácil datar os oráculos pronunciados pelo Primeiro Isaías. Quase não há indicações cronológicas nos oráculos, e nem sempre o livre segue uma ordem cronológica correta. O que esboçaremos a seguir é uma tentativa de datar a maiorias dos oráculos de Isaías. Sabemos o quanto é importante para a interpretação do texto bíblico encontrar o seu contexto histórico.a) Oráculos na época de Joatão (740-734)Esta é uma época de prosperidade econômica e independência política de Judá. Os nobres de Israel demonstram orgulhosamente o seu luxo, e tudo isto através da exploração dos pobres. É deste período que surgem oráculos que trazem uma visão crítica sobre a prosperidade (Is 1-5; 9.7-20; 10.1-4). O profeta, neste período, crítica tanto a situação social como a religiosa.O texto do capítulo 1 que trata da falsa piedade religiosa, é um dos ataques mais violentos do profetismo contra a falsidade no culto. O que se discute no texto não é se o mais importante é o culto ou a justiça social. O que se quer enfatizar é a boa relação que deve haver entre estes dois aspectos. Os dois devem andar sempre juntos, um não subsiste sem o outro.Nos versículo de 10-15 há a citação do direito (“torah”), que está sendo rejeitada pelo. Esta palavra aqui, como na maioria dos textos proféticos, refere-se a vontade de Deus e não especificamente a lei mosaica. O povo estava rejeitando a vontade de Deus, ao unirem culto e injustiça social. O que é rejeitado aqui não é o culto, mas sim a hipocrisia do culto da época.No versículos de Is 1.16-17 temos o clamor de Yahweh por justiça. O texto lembra bastante Mq 6.6. O que se pede, acima de tudo, é justiça na vida pública, e não apenas no culto. O culto deve se estender por toda a vida do servo de Deus. Deus clama por justiça (mishpat), e a justiça no Antigo Testamento está sempre ligada aos oprimidos: viúvas, órfãos, estrangeiros, pobres. Aqui no texto são citados especificamente órfãos e viúvas, que representam os oprimidos de Israel, aqueles que não tem mais como defender os seus direitos, por isso o povo deveria olhar para eles com carinho. Para entender melhor a situação do órfão e viúva no Antigo Testamento, deve-se consultar textos como Ex 22.21-22; Dt 10.18; 14.29; 27.19.Nos versículos de Is 1.18-20 temos a promessa de restauração. Se o povo se arrepender tudo será mudado, o vermelho carmesim do pecado irá se tornar branco como a neve. A expressão “Vinde, pois...” é uma declaração, geralmente, utilizada quando se fala da realidade de um novo início. Basta o arrependimento, o povo volta a viver na justiça. Vemos aqui a questão da justificação pela graça e do perdão divino sendo tratado no Antigo Testamento!Um outro texto que nos mostra a situação caótica de Judá neste período da pregação de Isaías é o texto de Is 5.8-24, onde temos o sêxtuplo ai. Nunca é demais lembrar que a palavra “ai” no Antigo Testamento expressa uma maldição, um juízo irrevogável. Era palavra usada normalmente no contexto dos enterros. A palavra pode, então, exprimir a idéia de que quem sofre a maldição já pode ser considerado como morto. O sêxtuplo ai é pronunciado no texto contra: aqueles que ostentam posses, luxo (8-10); aqueles que estão extremamente apegados aos prazeres e o abuso das bebidas (11-13); a cidade de Jerusalém que será terrivelmente destruída (14-17); os pecadores desavergonhados (18-19); os falsificadores da verdade (20); a falsa sabedoria (21); aqueles que se entregam a bebedeira e a injustiça social (22-24).b) Oráculos na época de Acaz (735-727)É o período da famigerada aliança Siro-Efraimita que conclama Judá a fazer parte da aliança, e assim enfrentarem a poderosa Assíria. Os textos dos capítulo 7 e 8 inserem-se neste contexto. Acaz sente-se acuado diante dos inimigos. O profeta exorta o rei a ter fé e confiar em Yahweh. O interessante é que o profeta não condena a aliança, mas sim o medo do rei. A questão para Acaz não é escolher entre “crer” ou “pedir ajuda”, mas sim entre “crer” e “ter medo”. Apoiar-se na aliança siro-efraimita é temer e deixar de crer no poder de Yahweh. O medo do rei aparece no capítulo 7 e volta novamente no texto de 8.12-13.c) Oráculos na época Ezequias menor (727-715)É durante este período que assume o trono assírio Salmanssar V. Deste período podemos datar o oráculo de 14.28-32, onde vemos a Filistéia feliz pela morte do terrível Teglat-Falassar. O texto de 28.1-4 também é desta época, é uma dura palavra a Samaria, por suas constantes rebeliões.d) Ezequias maior (714-698)Quando Ezequias atinge a maioridade, é quando ele começa mesmo a reinar. Neste período ele implantará significativas reformas religiosas e políticas. Judá volta a renascer, tanto religiosamente como politicamente falando. Em razão disso, nações como a Babilônia e o Egito se interessam por Judá, pois vêem em Judá um forte aliado depois da reformas de Ezequias. É deste período que trata os relatos de Is 37 a 39. No capítulo 39 temos a menção do soberano babilônico Merodac-Baladã que busca auxílio de Judá. O texto de 18.1-6 já nos fala sobre a possibilidade de Ezequias aceitar ajuda do Egito, o que é terrivelmente rechaçado pelo profeta. O capítulo 20 de Isaías fala sobre a rebelião egípcia de Azoto (715-711).Em 705 morre o soberano assírio Sargão, e assume o trono Senaqueribe. O que sabemos deste período? Podemos saber com certeza os seguinte: a) os judeus pedem apoio ao Egito; 2) Senaqueribe invade Judá; c) Jerusalém sobrevive ao ataque.Em época anteriores, Isaías descreveu a Assíria com instrumento de Deus (5.26-29; 10.5-6; 28.2). Agora a Assíria não é mais descrita assim, e Isaías passa anunciar a salvação para Jerusalém (31.5-6; 33.33-35). Um outro texto que viria deste período seria o de Is 33.1-14, onde podemos novamente perceber um pouco do sentimento do profeta. A mensagem é de condenação para o povo, e que o castigo é mais do que merecido.A mensagem de Isaías 1-39Resumir a teologia do Primeiro Isaías não é uma tarefa fácil, pois estamos diante de uma das partes mais ricas de todo o Antigo Testamento. A influência de Amós é perceptível na pregação de Isaías, principalmente quando ele aborda questões sociais. Agora a sua visão da monarquia e de Jerusalém faz com ele seja bem diferente do profeta de Técoa. Ao longo do Primeiro Isaías sempre aparece a teologia da eleição de Davi e Jerusalém. Há uma dinastia escolhida por Deus e que exerce um papel fundamental na fé de Israel; e mais esta monarquia se assenta no trono que fica na cidade que também foi escolhida por Deus.Isaías fala muito também sobre a fé. E fé, para Isaías, é exatamente o contrário do medo (Is 7). A fé deve se manifestada em atitudes concretas. Quando o inimigo está por vir, não se deve ficar desesperado. Mas muito pelo contrário, a atitude a ser tomada é confiar em Yahweh. Nunca Judá deve confiar nas suas próprias forças, e muito menos em pedir a ajuda a nações estrangeiras como o Egito, Síria ou Babilônia. Nunca Isaías fala da auto-afirmação do ser humano, como ele fosse o senhor de si; mas a força do homem está em confiar em Yahweh. O segredo do sucesso humano está na confiança em Yahweh (Is 28.12). O texto de Is 2.6-22 anuncia a vinda do dia do Senhor sobre os pecadores de Israel. Nos versículo 6-8, em especial, condena-se o homem que confia em si mesmo. São homens cuja força está no poderio militar, econômico, na adivinhação, na idolatria. A teologia deuteronômica também trabalhava bem esta questão, condenando a auto-confiança de Israel (Dt 17.16).Todos os profetas do século VIII trataram sobre as questões sociais. E com Isaías não foi diferente, ele denunciou com toda a força as mazelas sociais de Judá. E apontou corajosamente o erro dos poderosos, que através da corrupção, exploravam aqueles que nada tinham. Porém, é bom lembrar, que os profetas não eram apenas críticos sociais. Eles entendiam que por de trás da injustiça social está a falta de temor a Yahweh. A questão não é apenas de uma luta social e política, mas sim de um encontro vital com Deus, que é o Senhor da justiça, por isso não tolera a opressão e a injustiça.No quadro abaixo colocamos o que podemos chamar dos cinco pilares fundamentais da pregação do Primeiro Isaías:IJerusalém, a cidade santa / Dinastia davídicaA segurança dos judeus fiéis baseia-se nestes pilares. Israel é a nação eleita, por isso sempre restará um resto, um remanescente fiel. Para Isaías a idéia do remanescente fiel é essencial para a esperança e a escatologia. A ênfase na dinastia davídica é ampliada para se chegar a figura do Messias real (Isaías 9, 11). Somente com Messias as expectativas do povo serão plenamente alcançadas. Os chamados apocalipses de Isaías (24-27, 34-35) também trazem uma mensagem de esperança que se alia aos textos messiânicos.IIO Deus santoHá em Isaías uma profunda reverência a santidade e a glória de Deus (Isaías 6). Entre Is 1 até 60.14, Deus é chamado 35x de “santo” (heb. qadosh). Ao mesmo que enfatiza a grandeza de Deus, Isaías mostra o quão pequeno é o homem e também a falibilidade dos planos humanos.IIIO sentido da históriaPara os profetas em geral, Deus se revela através da história. Isaías mostra como Deus usa a Assíria para castigar Israel (10.5). É Deus quem comanda a história. Para que Judá seja bem sucedida é preciso estar atento a direção de Deus. Infelizmente Judá prefere confiar em suas próprias forças ou no Egito. Isaías prega duramente contra este tipo de idéia. As análise que Isaías faz da história mostra que ele era homem conhecedor tanto da política interna como externa de sua época. Era um homem muito bem informado.IVA verdadeira religiãoA importância da éticaIsaías, assim como Amós, condena radicalmente a hipocrisia do culto judaico. O culto era apenas exterior e não interior. Deus passa então a abominar e sentir nojo do culto do povo de Israel (1.10-20). Isaías valoriza por demais o fazer o bem e o ajudar os oprimidos e injustiçados. A justiça social é um ponto essencial da pregação dos profetas do Antigo Testamento.VO Messias DavídicoNa Primeiro Isaíaso (1-39) temos o Messias Davídico. Comparado a um rei. Ele reinará, trará a paz, e fará de Israel uma grande nação novamente (Is 7, 9, 11). No Segundo Isaías (40-55) vemos o Servo Sofredor. Juntando estes dois conceitos temos a mais rica descrição messiânica do Antigo Testamento. Por isso Isaías é chamado do Profeta Evangélico.Uma breve introdução ao II Isaías (Is 40-55)Dêutero-Isaías: O ProfetaA princípio parece ser uma tarefa inútil buscar identificar as características pessoais do Dêutero-Isaías. Não se sabe nem mesmo o seu nome. E tentar traçar uma biografia do profeta sempre se tornou uma experiência frustrante. Döderlein tentou defender a tese do profeta chamar-se Isaías também, mas nunca se decidiu claramente a favor dela.[24] Realmente não possuímos dados pessoais do autor, porém tem-se o seu legado literário. São 15 capítulos que demonstram ser produto de um teólogo genial e pertinente. O texto é extremamente inovador e essencial para a Teologia do Antigo Testamento.Claus Westermann, a partir da análise do texto, identifica quatro características básicas do profeta: 1) Ele vem da linha dos profetas exílicos; 2) Ele tem um chamado e a princípio se recusa (Isaías 43.22-28); 3) Ele vivia o mesmo drama dos seus compatriotas no exílio; 4) Ele era ligado com os salmistas e cantores do templo (Isaías 40.7).[25]Pode-se considerar o texto de Isaías 40.1-8 como o chamado do profeta. No versículo 6, o profeta se mostra a nós na pergunta: “Que hei de clamar?”. Diante da crise do exílio o profeta se sente impotente, entretanto Deus garante o poder de sua palavra. É a partir da certeza do valor da palavra divina que o profeta poderá cumprir o chamado divino que diz: “Consolai, consolai o meu povo, diz o vosso Deus” (Is 40.1).A tese de que ele era ligado ao culto no templo não deve ser entendida no sentido que ele estava alheio a situação do povo em geral. Pelo contrário, Dêutero-Isaías compartilhava das mesmas dúvidas do povo israelita no exílio. Teria Deus abandonado seu povo? Seriam os deuses babilônicos mais poderosos do que Yahweh? Contudo o profeta encontrou a resposta exata para estas questões. E isto fica claro em sua teologia.Não é só Westermann que liga o profeta ao culto, Von Rad também o faz.[26] Von Rad também afirma que o profeta está ligado com as tradições pré-exílicas do Êxodo, Davi e Sião. Tudo isto reflete-se de forma clara nos Cânticos do Servo do Senhor. E não só aí como nos cânticos de louvor e nos gritos de exulta-ção do profeta (Isaías 42.10-13, 44.23, 45.8, 48.20, 49.13)A relação com o culto e a profundidade de seus escritos nos faz pensar em um homem dedicado a obra literária. Sim, sua obra literária é fabulosa, mas o Dêutero-Isaías era primeiramente um pregador. As discussões polêmicas e os convites contidos no texto nos mostram isso.[27]Basicamente é o que se pode dizer sobre o profeta. Ao mesmo tempo que está ligado com estilo da antiga profecia é também um inovador. Alguém que valoriza por demais a palavra de Deus. Um homem que conhece a mente do povo mas também está ligado com o culto e as tradições da religião de Israel. Tudo isto é extremamente refletido e analisado. E por que tanta reflexão teológica sobre o presente, passado e futuro? O momento de crise pede.[28] Portanto, Dêutero-Isaías é o homem certo para o momento certo.Origem e Composição do Livro do Dêutero-IsaíasJá identificou-se Isaías 40-55 como uma obra independente dentro do livro de Isaías. Haverá, então, unidade no II Isaías? Ou trata-se de uma obra fragmentária como afirmam Mowinckel, Greissman e Volz?. E os Cânticos do Servo do Senhor são de autoria do Deutêro-Isaías? Todas estas questões são de extrema importância para o prosseguimento de nossa pesquisa.[29]Antes, porém, de responder esta questão faz-se necessário entender a composição dos livros proféticos. Os livros proféticos são resultantes de um longo e gradual processo, que começa com a tradição oral. A atividade dos profetas é mais querigmática do que literária. O processo de escrita era realizado pelo próprio profeta ou por seus discípulos. A escrita não eliminava a tradição oral, elas coexistiam.[30]Claus Westermann considera o Trito-Isaías como o discípulo por excelência do Dêutero-Isaías. Ele seria o redator final do livro. E Westermann nos dá cinco razões porque vê unidade no II Isaías: 1) A existência de um prólogo (Isaías 40.1-11) e um epílogo (Isaías 55.6-11); 2) A posição cânticos de oração e os brados de exultação que concluem as diversas partes do livro; 3) A posição do oráculo de Ciro no centro do livro; 4) A posição estratégica dos dois poemas polêmicos (Isaías 40.12-31; 49.14-26); 5) E a natureza excepcional dos capítulos 54 e 55 no final do livro.[31]Realmente há um fio condutor teológico em todo livro, o que mostrar ser a tese de Westermann bem provável. Contudo, Westermann considera os Cânticos do Servo do Senhor como adições. Sendo os três primeiros do próprio II Isaías. O último cântico seria um canto fúnebre escrito pelos discípulos do II Isaías.Os cântico seriam obras independentes, que não teriam nenhuma relação com o restante do texto do II Isaías?.[32] Sem dúvidas os cânticos tem vida própria. Porém, eles devem ser entendidos no contexto total do Dêutero-Isaías e não isoladamente como simples adições.[33] A obra do II Isaías é coesa e extremamente elaborada.O Contexto Histórico da Profecia do Dêutero-IsaíasO contexto histórico do Dêutero-Isaías é o exílio babilônico. É quase consenso entre os estudiosos colocar a profecia do Dêutero-Isaías entre a destruição de Jerusalém (587 a.C.) e a queda da Babilônia (539 a.C.).[34] É preciso agora avaliar o que significou este período dentro da História de Israel.John Bright assevera que o exílio foi uma grande tragédia. O povo de Israel perde a identidade política e religiosa, mas de forma extraordinária a História de Israel continua.[35] Por que Israel experimentou essa tragédia?Teologicamente o exílio ocorreu pela infidelidade de Judá. O pecado de Judá trouxe a ira de Deus contra o seu povo. O exílio é o castigo de Deus para a infidelidade de seu povo. Através dos profetas Isaías e Miquéias, Deus exortou o povo a reconsiderar os seus caminhos ou o castigo seria inevitável. O povo estava envolto na idolatria, na injustiça social e fazia pouco caso com o culto a Yahweh. A Babilônia seria o instrumento de punição divina, assim como a Assíria já o tinha sido para o Reino do Norte.Quando o profeta Habacuque vê a impunidade e o pecado tomando conta de Judá, ele se escandaliza e brada: “Até quando, Senhor, clamarei eu, e tu não mês escutarás?” (Hb 1.2). Deus então explica ao profeta que usará a Babilônia como instrumento. O profeta fica ainda mais escandalizado (Habacuque 1.12). Até que através da ajuda divina, ele consegue aceitar os desígnios divinos (Habacuque 2.4, 3.17-19). Jeremias também é testemunha deste momento delicado na vida do povo de Israel. Ele como ninguém descreve a dor e a confusão de sentimentos do momento (Jeremias 51.34-35)Foi Nabucodonossor quem levou a Babilônia a marchar contra Jerusalém. Nabucodonossor era um líder extravagante e pretensioso. Seu objetivo era transformar a Babilônia na capital do mundo.[36] Os exércitos babilônicos conquistaram Judá no ano de 597 a.C.. Já em 597, Nabucodonossor deportou de Judá o Rei Joaquim, mem-bros da família real, nobres, proprietários de terras, líderes militares, anciãos, artesãos, sacerdotes e profetas. O número de deportados não foi grande, cerca de 10.000 pessoas (2 Reis 24.14,16 e Jeremias 52.58). Entretanto foi levada cativa a nata do Reino de Judá.[37]Sedecias foi então nomeado para governar Judá em nome da Babilônia. Anos mais tarde este rei se rebela contra a Babilônia e o resultado é dramático. Jerusalém é invadida em 587 a.C. e o templo saqueado. A cidade ficou em ruínas e mais pessoas foram deportadas.[38]A Bíblia ainda nos informará de uma terceira deportação (Jeremias 52.30) e a libertação do rei Joaquim (2 Reis 25.27-30). Quando o novo governador nomeado pela Babilônia é assassinado, muitos fogem de Judá para o Egito e levam consigo o profeta Jeremias. De resto a Bíblia guarda silêncio sobre fatos históricos até o aparecimento de Ciro, o primeiro imperador persa. Ciro será um fator decisivo na história de Israel deste período, e também influenciará a teologia do Deutêro-Isaías.Teremos então a nação de Judá dividida em dois grupos principais. Os que ficaram na Palestina e os que foram levados cativos para a babilônia. Em Judá há lamento (Lamentações 5.1-18) e nostalgia em relação as ruínas do templo (Jeremias 41.5). O povo continua a luta em Judá, mas faltava um líder.[39] Deste modo, John Bright faz uma excelente observação da situação vivida por Israel na época do exílio:Embora os israelitas da palestina fossem ainda numericamente a maioria, o futuro de Israel dificilmente estaria com eles. O verdadeiro centro da gravidade de Israel tinha temporariamente se deslocado da pátria.[40]E são justamente os exilados da Babilônia que nos interessam na presente pesquisa. Como já vimos os deportados eram a nata política, eclesiástica e intelectual de Judá. Sem dúvidas foram humilhados na Babilônia, mas não sofreram de forma terrível. Viviam em colônias especiais (Ezequiel 3.15, Esdras 2.29). “Certamente eles não eram livres, mas também não eram prisioneiros”.[41]A grande crise provocada pelo exílio não foi a deportação ou sofrimentos físicos. A crise mais intensa foi de ordem teológica. Teria Deus deixado de lado as suas promessas? Não seria Marduc mais poderoso que Yahweh? Onde estava Deus nesta história toda? Não era o templo de Salomão a casa de Deus? Os questionamentos aumentavam de forma angustiante. Praticamente de uma vez Israel perdia três pilares de sua religião: o templo de Jerusalém, a dinastia davídica e a terra Prometida.[42] A frustração era evidente e chegava ao ponto da acusação contra Deus: “Yahweh comporta-se como inimigo, mobilizando suas armas de guerra contra seu próprio povo” (Lamentações 2.4-5).Muitos então se perguntam porque então Israel não sucumbiu de vez no exílio como aconteceu com outras pequenas nações asiáticas. A resposta está na tenacidade da religião israelita.[43] Profetas da estirpe de Jeremias e Ezequiel deram a interpretação teológica correta ao exílio. O povo precisava voltar-se para Deus e arrepender-se.Assim uma nova comunidade surge. Há maior apego a lei, o sábado e a circuncisão e mesmo a visão da história é reelaborada. “Assim ao mesmo tempo que a comunidade se apegava ao seu passado, preparava-se para o futuro”[44]. Em meio a esta profusão teológica, a história também começa a mostrar que as coisas iriam mudar.O reinado de Nabucodonossor acabou em 562 a.C. Seus sucessores não foram tão bem sucedidos. Em 7 anos o trono foi ocupado por três diferentes monarcas: Evilmerodac II, Negiglissar e Nabonidus. Este último buscou colocar a Deusa Lua Sin como suprema, o que desagradou a muitos. Ele viu-se obrigado a mudar sua residência Teima, e deixar a direção política com Belssassar. A Babilônia estava dividida e indefesa.[45]No cenário mundial a grande ameaça era o império Medo. Entretanto Ciro, o persa, se revolta e toma o poder em 550 a.C.. Em 547/6 Ciro derrota e toma conta da Lídia e Egito, os grandes aliados da Babilônia. Ciro está com tudo nas mãos para tomar a Babilônia. Será este o momento em que Dêutero-Isaías chamará Ciro de o ungido de Yahweh.[46]A maneira de Ciro conduzir suas conquistas era muito peculiar. Ele minava o inimigo pelo interior e uma vez vencedor, poupava os vencidos. Ciro conquistou o clero de Marduc que estava insatisfeito com as reformas de Nabonidus. Feito isto, Ciro tomou posse da Babilônia sem luta.[47]Enfim, este é o resumo do cenário que está por trás da mensagem do Dêutero-Isaías: alta produção teológica, questionamentos e mudanças radicais no cenário histórico mundial. E é também neste cenário conturbado e exuberante em que nascem os Cânticos do Servo do Senhor. No decorrer da pesquisa ficará claro que os Cânticos falam a esta época. É justamente nas épocas mais conturbadas que surgem os textos mais criativos e excepcionais.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:15 Links para esta postagem
domingo, 24 de maio de 2009
0
A bíblia diz que a terra NÃO era redonda ?


A disputa entre ciência e religião pela posse da verdade é antiga. No Ocidente, começou no século XVI, quando Galileu defendeu a tese de que a Terra não era o centro do Universo. Diante disso a religião perdeu a autoridade para explicar o mundo.Só que na verdade, as Escrituras já afirmavam que a Terra é redonda e que flutua pelo espaço podemos ver Isaías 40:22; Jó 37:12 e Jó 26:7. Isaías 40:22 poder ser traduzido tanto redondeza quanto “circulo”, ou seja, não está necessariamente dizendo que a terra é um globo e sim que ela é arredondada e circular (alguns antigos a viam como um disco, como um prato...)Jó 37:13 pode ser traduzido redondesa, algo circular ou ainda como superfície:Jó 37:12 Então elas, segundo o seu prudente conselho, se espalham em redor, para que façam tudo quanto lhes ordena sobre a superfície do mundo na terra.Jó 26:7 sim fala que a terra paira sobre o nada e fala do vazio mas de fato alguns antigos diziam mesmo que a terra era um disco sobre o vazio, sobre o abismo ou sobre casca de tartaruga ou costas de um gigante, ou seja, não era incrível que ela pairasse sobre o nada desde que ela fosse um disco e não uma bola... Jó 26:7 Ele estende o norte sobre o vazio e faz pairar a terra sobre o nada.E você leu o verso seguinte?Jó 26:8 Prende as águas em densas nuvens, e as nuvens não se rasgam debaixo delas.Aqui está dizendo que em cima das nuvens tem águas e que as águas ficam “presas” em nuvens que não se rasgam... ou seja, cientificamente há um enorme erro aqui visto que as nuvens não prendem as águas, pelo contrário as nuvens são as águas em forma vaporizada... Por que Jó escreveu isto? Quer dizer que tem erro na Bíblia? Não, nada disso. Mas é preciso entender e admitir que Jó está falando poeticamente não literalmente.Dizer que Jó confirma a ciência ou que contém declarações cientificamente válidas é errar o alvo completamente...É esquecer o que é a linguagem poética...Vamos acabar tendo de sair por ai falando que cavalo pula como gafanhoto, que cavalo “ri” e que cavalos “falam”:Jó 39:19 Ou dás tu força ao cavalo ou revestirás o seu pescoço de crinas?Jó 39:20 Acaso, o fazes pular como ao gafanhoto? Terrível é o fogoso respirar das suas ventas.Jó 39:21 Escarva no vale, folga na sua força e sai ao encontro dos armados.Jó 39:22 Ri-se do temor e não se espanta; e não torna atrás por causa da espada.Jó 39:23 Sobre ele chocalha a aljava, flameja a lança e o dardo.Jó 39:24 De fúria e ira devora o caminho e não se contém ao som da trombeta.Jó 39:25 Em cada sonido da trombeta, ele diz: Avante! Cheira de longe a batalha, o trovão dos príncipes e o alarido.Querer achar declarações cientificas na Bíblia é querer dizer que Deus disse o que ele não disse, pois Deus estava mais interessado em poesia e verdades do coração e da fé do que em uma suposta ciência humana especuladora e geralmente arrogante...1Tm 6:20 Ó Timóteo, guarda o depósito que te foi confiado, tendo horror aos clamores vãos e profanos e às oposições da falsamente chamada ciência,1Tm 6:21 A qual, professando-a alguns, se desviaram da fé. A graça seja contigo. Amém.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:55 Links para esta postagem
0
IGREJAS EVANGELICAS ALEMANHA AUMENTA A CADA DIA PARA A GLORIA DE DEUS


A Igreja Evangélica da Alemanha (EKD), a maior comunidade protestante do país, convidou hoje, sexta-feira, todos os católicos alemães a participarem de serviços ecumênicos e a comungarem e criticou as "formas bruscas" da última encíclica papal, que proíbe expressamente a eucaristia em outras religiões. Em uma declaração divulgada antes do Congresso da Igreja Ecumênica, que será realizado em Berlim entre os dias 28 de maio e 1o. de junho, a EKD critica a encíclica "Ecclesia e Eucharistia" do Papa João Paulo II. Os protestantes acusam o Pontífice de apresentar uma visão "com claros limites" sobre o sacramento da eucaristia, limitações que, segundo a EKD, prejudicam o debate em torno da comunhão nos serviços ecumênicos. No texto, a EKD ressalta suas diferenças em relação à encíclica papal e lembra que quem convida à comunhão não é a Igreja, mas Cristo. "Esse convite de Cristo é mais importante que todas as diferenças confessionais sobre o sacramento", diz o texto, que convida "todos os cristãos batizados autorizados pelas regras de sua Igreja a comungarem". Os protestantes destacam que a necessidade de os fiéis das duas religiões cristãs comungarem em um mesmo serviço ecumênico é claramente demonstrada nos casos de casamentos entre católicos e protestantes.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:47 Links para esta postagem
0
"Não se deve falar de dinheiro com os alemães"Bildunterschrift: Großansicht des Bildes mit der Bildunterschrift: O pastor Rolf Dietz (e) e membros da


No mesmo prédio onde funciona a igreja de Lopes em Mannheim, acontecem os cultos da Gemeinde Gottes Jesus ist der Weg (Assembléia de Deus Jesus é o Caminho), do pastor Rolf Dietz. O gaúcho chegou à Alemanha há quatro anos com sua esposa Elisabete, a fim de "colocar em prática a idéia do seu pastor no Brasil", segundo suas próprias palavras. Embora filho de pai alemão, Dietz só veio a dominar o idioma depois de vários anos no país.

Criada há apenas seis meses, sua comunidade tem somente oito brasileiros e vinte alemães. "A meta é atingirmos os alemães, o que não é tão fácil como muitos pastores brasileiros pensam. Vários vêm para cá, ficam três meses, e depois desistem achando que alemão é tudo ateu", conta Dietz.

Receando espantar seus fiéis, o pastor evita comentar a origem brasileira da igreja: "As pessoas aqui têm medo de fanatismo, exageros, coisas fora do normal. Procuro não assustá-los com nada de diferente". E explica a sua receita: "Temos que ter muito tato, evitar falar sobre dinheiro. Nós apenas recolhemos, passamos a oferta no momento do culto, mas não dizemos nada. Se chegar da maneira errada neles, eles logo se fecham. Temos consciência de que não pode ser como no Brasil. Temos que cumprir horários e não podemos fazer muito barulho". Para ele, o principal motivo dos alemães o procurarem é a solidão: "Eles vivem muito isolados, são distantes da família", avalia.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:43 Links para esta postagem
0
Jogadores de futebol também fundam igrejas


O problema do isolamento e da distância da família é justamente o que mais aflige também os imigrantes brasileiros, dentre eles os jogadores de futebol. Não é à toa que dois deles participaram da fundação de igrejas.

Bildunterschrift: Marcelo Bordon, capitão do Schalke, formou com alguns amigos, em janeiro de 2000, a Igreja Missionária de Jesus. No templo alugado em Stuttgart, onde cabem cerca de 60 fiéis, os cultos são feitos em português. Segundo Oliver Beyersdorffer, vice-presidente da igreja, os membros da Missionária "não costumam ter carências financeiras nem sociais, têm família, trabalho e uma rotina saudável". O motivo de procurarem a comunidade seria "a vontade de seguir o caminho de Jesus".

A igreja de Bordon publica em seu site os projetos que financia, como o "Pontapé da Esperança", no qual através do futebol procura ajudar as crianças de rua de Moçambique, e o "Sonnenstrahlen nach Osten", em que ajuda na construção de igrejas no Leste Europeu.

Há cerca de um ano e meio, um grupo de brasileiros deixou a Missionária para criar a Comunidade Cristã de Stuttgart. Com eles estava Cacau, o atacante do Stuttgart. Ainda numa sala alugada em igreja, os cerca de cem fiéis preparam-se para se mudar para um prédio exclusivo para seus cultos. Ainda sem projetos próprios, colaboram com alguns já existentes, como de apoio a missionários na Bolívia, a índios brasileiros e a mães solteiras.

"A minha vida inteira pertence a Deus. Tudo que ele me deu veio dele e pretendo dar tudo isso de volta a ele, mostrar como Deus é bom e que ele dá vida eterna a quem se entrega a Jesus. Normalmente, coloca-se Deus como um jogo, mas não é. Ele tem seu princípio, age em coisas maiores que isso", declarou Cacau à DW-WORLD.

Recentemente entrevistado pelo Hamburger Abendblatt antes de um jogo entre o Schalke 04 e o Stuttgart, Cacau foi indagado sobre qual seria a decisão de Deus, já que tanto ele quanto seu rival Bordon estariam em campo lutando pela vitória, e respondeu: "Deus nos ama da mesma maneira, o campeonato não é tão importante".

O time de Cacau não só ganhou esse jogo, como foi vencedor do Campeonato Alemão, no qual ele próprio chegou a marcar 13 gols.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:40 Links para esta postagem
0
Evangélicos brasileiros buscam fiéis na Alemanha



As igrejas evangélicas brasileiras estão em expansão na Alemanha. Das grandes neopentecostais às pequenas comunidades criadas por imigrantes brasileiros, nunca foi tão acirrada a luta por fiéis na terra de Bento 16.

A mais recente igreja neopentecostal brasileira a fincar bandeira na Alemanha foi a Igreja Internacional da Graça de Deus, do pastor R.R. Soares. Desde fevereiro de 2007, o concorrente do bispo Edir Macedo – com quem fundara a Universal em 1977 e de quem se separou após divergências – tem um programa de uma hora de duração, sem interrupções comerciais, três vezes por semana, na Rhein Main TV – uma emissora regional emitida por satélite para toda a Europa.

O "Show da Fé" transmitido na Alemanha é o mesmo programa produzido no Brasil, só que dublado em alemão. Segundo as estatísticas, a emissora teve um aumento de 60% de audiência em comparação ao outono de 2006, data da última pesquisa: "Não podemos especificar se esse aumento tem relação direta com a produção do pastor Soares, mas estamos muito satisfeitos com ela", declarou o diretor da emissora, Stephan Seeländer.

A estratégia de R.R. Soares foi inversa à das demais igrejas brasileiras com intenção de se estabelecer na Alemanha: "Não dá para conseguir um visto para um pastor, mas quando se tem um programa, pode-se consegui-lo mais facilmente", revelou o pastor alemão Armin Salzmann. Realizador de programas religiosos, ele se dispôs a atender em seu escritório em Augsburg, cidade próxima a Munique, os telefonemas dos telespectadores.

Até o início de junho, o número de telefone fornecido nos créditos finais do "Show da Fé" não funcionava. A única maneira de se comunicar com representantes da Internacional era através de e-mail. Os pedidos de doações de 30, 50, 100 ou mais euros para ajudar a financiar o programa estavam sendo feitos em vão. "Fomos aconselhados a oferecer brindes e a cultivar o público para receber apoio financeiro", esclarece Peter Walker, responsável pela pós-produção no Brasil.

Estratégias e metas diferentes

Já a Igreja Universal usou de outro artifício para se instalar no país: contratou pastores portugueses, que têm cidadania européia e falam alemão. Depois de uma tentativa fracassada em Stuttgart há cerca de cinco anos, abriu sede em Berlim, onde há grande número de brasileiros. Atualmente, tem templos em Munique, Hamburgo, Colônia, Würzburg e novamente em Stuttgart. Seguindo a regra do sigilo total, o presidente da igreja na Alemanha, conhecido como pastor Miguel, não quis dar entrevistas.

No site da Universal alemã, os representantes do bispo Macedo apresentam-se como uma instituição sem fins lucrativos, frisam que não são uma seita e encerram o texto com o número da conta bancária. Os cultos são diários e temáticos: no domingo, por exemplo, oram pelo "fortalecimento e reavivamento da fé", na segunda-feira, "pela prosperidade financeira" e, na terça-feira, é o "dia do descarrego".

Enquanto a meta da Internacional e da Universal (ambas neopentecostais) é atrair fiéis alemães, a pentecostal Assembléia de Deus é dirigida para os brasileiros. Há quase 15 anos no país, o presidente Everaldo Lopes é um dos mais antigos pastores evangélicos do Brasil a pregar na Alemanha. Lopes veio representar a Convenção Geral da Assembléia de Deus do Brasil, a de "Belenzinho", em Belém, São Paulo. Já era primeiro secretário-geral e pastor desde o início dos anos 80. Hoje, o cearense é vice-presidente da Convenção Européia da Assembléia de Deus, que engloba todas as representantes da igreja na Europa. Ele e seu irmão Dionísio encarregam-se dos cultos em Mülldorf, Regensburg, Landshut, Mannheim e Ingolstadt, onde fica a atual sede da Assembléia – uma sala alugada que comporta 200 pessoas sentadas.

A divulgação da Assembléia de Deus é feita através da internet e de panfletos. "Fazemos a evangelização boca a boca, na rua, abordando as pessoas. Freqüentamos hospitais e presídios e ajudamos brasileiras com filhos presos", explica David Lopes, filho de Everaldo. Segundo ele, "os evangélicos daqui são totalmente diferentes dos brasileiros, que são mais pentecostais, mais fervorosos".

"Não se deve falar de dinheiro com os alemães.

No mesmo prédio onde funciona a igreja de Lopes em Mannheim, acontecem os cultos da Gemeinde Gottes Jesus ist der Weg (Assembléia de Deus Jesus é o Caminho), do pastor Rolf Dietz. O gaúcho chegou à Alemanha há quatro anos com sua esposa Elisabete, a fim de "colocar em prática a idéia do seu pastor no Brasil", segundo suas próprias palavras. Embora filho de pai alemão, Dietz só veio a dominar o idioma depois de vários anos no país.

Criada há apenas seis meses, sua comunidade tem somente oito brasileiros e vinte alemães. "A meta é atingirmos os alemães, o que não é tão fácil como muitos pastores brasileiros pensam. Vários vêm para cá, ficam três meses, e depois desistem achando que alemão é tudo ateu", conta Dietz.

Receando espantar seus fiéis, o pastor evita comentar a origem brasileira da igreja: "As pessoas aqui têm medo de fanatismo, exageros, coisas fora do normal. Procuro não assustá-los com nada de diferente". E explica a sua receita: "Temos que ter muito tato, evitar falar sobre dinheiro. Nós apenas recolhemos, passamos a oferta no momento do culto, mas não dizemos nada. Se chegar da maneira errada neles, eles logo se fecham. Temos consciência de que não pode ser como no Brasil. Temos que cumprir horários e não podemos fazer muito barulho". Para ele, o principal motivo dos alemães o procurarem é a solidão: "Eles vivem muito isolados, são distantes da família", avalia.

Jogadores de futebol também fundam igrejas

O problema do isolamento e da distância da família é justamente o que mais aflige também os imigrantes brasileiros, dentre eles os jogadores de futebol. Não é à toa que dois deles participaram da fundação de igrejas.

Bildunterschrif Missionária de JesusMarcelo Bordon, capitão do Schalke, formou com alguns amigos, em janeiro de 2000, a Igreja Missionária de Jesus. No templo alugado em Stuttgart, onde cabem cerca de 60 fiéis, os cultos são feitos em português. Segundo Oliver Beyersdorffer, vice-presidente da igreja, os membros da Missionária "não costumam ter carências financeiras nem sociais, têm família, trabalho e uma rotina saudável". O motivo de procurarem a comunidade seria "a vontade de seguir o caminho de Jesus".

A igreja de Bordon publica em seu site os projetos que financia, como o "Pontapé da Esperança", no qual através do futebol procura ajudar as crianças de rua de Moçambique, e o "Sonnenstrahlen nach Osten", em que ajuda na construção de igrejas no Leste Europeu.

Há cerca de um ano e meio, um grupo de brasileiros deixou a Missionária para criar a Comunidade Cristã de Stuttgart. Com eles estava Cacau, o atacante do Stuttgart. Ainda numa sala alugada em igreja, os cerca de cem fiéis preparam-se para se mudar para um prédio exclusivo para seus cultos. Ainda sem projetos próprios, colaboram com alguns já existentes, como de apoio a missionários na Bolívia, a índios brasileiros e a mães solteiras.

"A minha vida inteira pertence a Deus. Tudo que ele me deu veio dele e pretendo dar tudo isso de volta a ele, mostrar como Deus é bom e que ele dá vida eterna a quem se entrega a Jesus. Normalmente, coloca-se Deus como um jogo, mas não é. Ele tem seu princípio, age em coisas maiores que isso", declarou Cacau à DW-WORLD.

Recentemente entrevistado pelo Hamburger Abendblatt antes de um jogo entre o Schalke 04 e o Stuttgart, Cacau foi indagado sobre qual seria a decisão de Deus, já que tanto ele quanto seu rival Bordon estariam em campo lutando pela vitória, e respondeu: "Deus nos ama da mesma maneira, o campeonato não é tão importante".

O time de Cacau não só ganhou esse jogo, como foi vencedor do Campeonato Alemão, no qual ele próprio chegou a marcar 13 gols.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:07 Links para esta postagem
0
Famílias Evangélicas Sofrem Perseguição na Alemanha


Nossos irmãos e irmãs em Cristo na Alemanha estão sofrendo pesada perseguição por sua fé e por sua obediência à admoestação do Senhor de treinar os filhos no caminho em que devem ir (Provérbios 22:6). Sete famílias da cidade de Paderborn que escolheram cumprir a ordem do Senhor, dando aulas escolares para seus filhos no lar, foram avisadas por uma autoridade governamental alemã de que devem mandar seus filhos para escolas do governo ou a polícia o levará a força. Algumas famílias que educam em casa estão enfrentando multas pesadas e estão sendo ameaçadas de perder seus filhos para a custódia do governo. O que aconteceu com a Constituição alemã, que deveria sustentar a liberdade de religião e os direitos dos pais?Alguns pais alemães crêem que é criminoso o que está acontecendo com seus filhos em suas escolas públicas locais. Richard Guenther, diretor do grupo alemão que está defendendo legalmente essas famílias evangélicas, nos explica o motivo por que os pais estão tão angustiados e preocupados com a situação em suas escolas locais. De acordo com Guenther, os pais afirmam que os valores amorais do governo estão tomando o lugar dos valores cristãos e que as crianças estão sendo educadas para serem imorais. “Técnicas” de relaxamento são utilizadas nas salas de aula, onde meninos e meninas deitam-se juntos numa sala com luzes apagadas e exploram todas as áreas do corpo do coleguinha ou da coleguinha do lado com uma pena até encontrarem os pontos mais “sensíveis”. Eles são incentivados a tocar uns aos outros em qualquer parte do corpo que desejarem. As crianças aprendem que o homossexualismo é normal e que elas precisam descobrir sua própria identidade sexual por si mesmas. Os estudantes da quarta série assistem a vídeos do ato sexual completo e aprendem que é assim que os bebês são feitos. O narrador do vídeo garante aos estudantes que o sexo é prazeroso. A teoria da evolução de Darwin é ensinada como fato.Não é de surpreender que a teoria da evolução de Darwin seja ensinada como fato em salas de aulas em que professores ensinam tais condutas pervertidas. A religião estatal de Darwin odeia a perspectiva cristã, pois os cristãos crêem que o homem foi criado conforme a imagem de Deus. Eles crêem na verdade objetiva que nosso Criador estabeleceu na Bíblia. A evolução ensina que o homem tem um ancestral comum com as minhocas. Que base perfeita para ensinar valores sem moral! O que quero dizer é, que tipo de valores uma minhoca poderia ter? Se a evolução é o conceito certo, então não há leis fixas, não há certo e errado, exceto as leis baseadas nos caprichos do indivíduo que por acaso está no controle de qualquer situação específica a qualquer momento — a própria base que sustenta o governo dos ditadores. As crianças na Alemanha [e no Brasil] estão sendo treinadas para um “mundo novo” de socialismo ateísta que não dá espaço algum para o Deus da Bíblia.Não é de admirar que alguns pais na Alemanha tenham escolhido se esconder. Certa família fugiu da Alemanha depois que recebeu ajuda de uma assistente social. Essa assistente estava atrasando a entrega dos documentos ao tribunal e avisou a família que o juiz estava para assumir a custódia de sua criança. Outra família que fugiu para a Áustria corre o risco de perder seu filho se tentar voltar para a Alemanha, onde um tribunal informa que assumirá imediata custódia da criança. Em outro caso, material pornográfico explícito foi utilizado para ensinar as crianças durante sua aula de língua alemã! O juiz decidiu que os pais não têm direito algum de decidir como seus próprios filhos devem ser ensinados e que as escolas públicas tem autoridade mesmo em áreas de consciência. O juiz informou à família que os “cristãos fundamentalistas, que não querem que seus filhos freqüentem as escolas do governo, não são protegidos pela constituição”!Excelentes organizações evangélicas americanas como a Associação de Defesa Legal da Educação Escolar em Casa (conhecida pela sigla inglesa HSLDA) e Exodus Mandate juntaram suas forças com outros grupos para apoiar as 7 famílias evangélicas que educam os filhos em casa em Paderborn, Alemanha. Essas famílias estão sob extrema pressão do governo para mandar seus filhos para escolas públicas. Essas famílias pedem nossa ajuda e orações. Vamos agir! Essa não é uma guerra só dos alemães, mas de todo o povo de Deus em todos os países.Uma medida excelente seria escrever ao embaixador alemão para expressar que você não aprova o que está acontecendo com as famílias evangélicas de Paderborn que estão dando aulas escolares para seus filhos no lar. Incentive o embaixador a apoiar a liberdade de religião e os direitos dos pais para dirigir a criação de seus próprios filhos. Peça-lhe que ajude a livrar essas famílias das pesadas multas e acusações.A HSLDA nos garante que protestos de outros países podem ajudar o governo alemão a mudar sua perspectiva. Num caso, e-mails e ligações telefônicas pressionaram um tribunal a desistir de sua ameaça de prender uma família evangélica por dois anos unicamente por causa da educação escolar em casa. Portanto, vamos nos animar!Se decidirmos ignorar a crise na Alemanha, o perigo será para nós também. A grande maioria das pessoas não sabe que um setor da ONU chamado UNESCO tem planos de usurpar os direitos dos pais no mundo inteiro através das escolas públicas. A meta é promover o paganismo e o governo mundial e destruir o Cristianismo em todos os países apagando a consciência da próxima geração. O povo de Deus precisar se unir e ajudar uns aos outros contra essas forças malignas.A Grande Comissão de Jesus em Mateus 28:18-20 nos manda “fazer discípulos de todas as nações” e “ensiná-los a observar todas as coisas que lhes mandei”. Como é que conseguiremos cumprir essa Comissão quando permitimos que nossas preciosas crianças novas sejam, contra o mandamento claro de Deus, doutrinadas a força em estilos de vida pervertidos
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 20:48 Links para esta postagem
0
97% dos brasileiros dizem acreditar totalmente na existência de deus e 75% acreditam no diabo,Nâo Sabem o que Dizem


Quando indagados sobre a existência de Deus, 97% dos brasileiros afirmam acreditar totalmente; 2% dizem ter dúvidas e 1% não acreditam. Mesmo entre os que não têm religião, 81% acreditam que Deus existe.
A crença na existência do Diabo é menor, embora também seja compartilhada pela maioria: 75% acreditam totalmente, 9% têm dúvidas e 15% não acreditam que ele exista. Entre os evangélicos pentecostais a taxa dos que acreditam no Diabo chega a 95%. Já entre os espíritas, a taxa dos que não acreditam (50%) supera a dos que acreditam (44%).
A maioria dos brasileiros também acredita totalmente que Jesus ressuscitou após morrer na cruz (93%), que o Espírito Santo existe (92%), na ocorrência de milagres (87%), que Maria deu a luz a Jesus, apesar de virgem (86%), que Jesus voltará à Terra no final dos tempos (77%), que a hóstia é o corpo de Jesus (65%), que após a morte, algumas pessoas vão para o céu (64%) ou para o inferno (58%), que existe vida após a morte (60%) e que existem santos (57%).
A maior parte dos brasileiros (44%) não acredita em reencarnação; 37% acreditam totalmente e 18% têm dúvidas.
A reencarnação é algo no qual acreditam totalmente a maioria dos espíritas (93% deles), dos umbandistas (79%) e dos adeptos do candomblé (68%). Entre os católicos, 44% acreditam totalmente na reencarnação, taxa sete pontos percentuais acima da média nacional. Entre os evangélicos pentecostais, por outro lado, a taxa dos que não acreditam chega a 74%, 30 pontos acima da média.
Entre os evangélicos pentecostais são verificadas as maiores taxas de entrevistados que acreditam totalmente na maioria dos temas pesquisados: além de 95% deles acreditarem totalmente na existência do Diabo (20 pontos percentuais acima da média nacional), 79% têm total convicção de que algumas pessoas vão para o inferno (21 pontos acima da média), e 80% de que algumas vão para o céu (16 pontos acima da média) e 95% acham que Jesus voltará à terra (18 pontos acima da média). Por outro lado, a maioria deles (83%) diz não acreditar em santos. Quanto à hóstia ser o corpo de Jesus, 44% dos evangélicos pentecostais acreditam totalmente, 43% não acreditam e 13% têm dúvidas.
Metade (49%) dos brasileiros afirma ter um santo de devoção. Entre os católicos essa taxa vai a 68%, mesma percentual verificado entre os adeptos do candomblé. Entre os umbandistas a menção a um santo de devoção é ainda maior, chegando a 76%.
Nossa Senhora Aparecida, a padroeira católica do Brasil, é a que tem mais devotos: 18% do total de entrevistados a citam espontaneamente como santa de devoção, taxa que chega a 26% entre os católicos. Vêm a seguir, entre outros citados espontaneamente pelos entrevistados, Santo Antonio, Santo Expedito (5%, cada), São Jorge (3%), São Judas, São Francisco de Assis e São José (2%, cada).
Brasileiros apóiam atuação de padres em causas sociais, mas são contra que eles tenham participação política
Os brasileiros são, em sua maioria, a favor que os padres da Igreja Católica atuem em causas sociais, mas não que tenham um posicionamento político.
Por um lado, a maioria é a favor que eles participem de entidades que cuidam de crianças de rua (88%), de entidades de defesa dos diretos humanos (81%), de movimentos pela moradia (77%) ou pela reforma agrária (61%). Entre os brasileiros que se declaram católicos essas taxas são ligeiramente superiores à média nacional.
Por outro lado, 63% são contra que os padres católicos defendam posições políticas, 72% acham que eles não devem ter o direito de se filiar a partidos políticos, 70% são contrários a que eles apóiem candidatos em eleições e para 73% eles não podem se candidatar a cargos políticos. Entre os católicos, essas taxas ficam dentro da média registrada nacionalmente.
Para 51%, alguns padres respeitam o voto de castidade, mas a maioria não. Na opinião de um terço (31%), a maioria respeita o voto de castidade a que estão submetidos. A taxa dos que pensam que nenhum padre respeita o voto de castidade (8%) é o dobro da dos que acham que todos seguem esse princípio (4%).
Entre os católicos, 36% acham que a maioria respeita o voto de castidade, taxa cinco pontos superior à média.
Na opinião de 66% os padres da Igreja Católica deveriam ter o direito de se casarem; 29% são contra a que eles tenham esse direito. Entre os católicos, a taxa dos que pensam que os padres de sua Igreja deveriam ter o direito ao casamento é de 59%, sete pontos abaixo da média; 36% deles são contra que os padres tenham direito ao casamento. Entre os adeptos de outras religiões a posição a favor do casamento dos padres católicos fica acima da média, chegando a 94% entre os que professam o candomblé, a 80% entre os evangélicos pentecostais e a 79% entre os não pentecostais. Entre os espíritas e entre os adeptos da umbanda são 75%, em cada segmento, os que defendem o direito dos padres se casarem.
Quando indagados sobre as denúncias de casos de padres acusados de abusar sexualmente de crianças, 21% dos brasileiros opinam que essas denúncias são todas verdadeiras. Para 30% a maioria delas é verdadeira, mas algumas não, 38% acham que algumas são verdadeiras, mas a maioria não, e para 4% nenhuma dessas denúncias é verdadeira.
Entre os católicos, a taxa dos que pensam que algumas denúncias de pedofilia envolvendo padres são verdadeiras, mas a maioria não, é de 42%, quatro pontos percentuais acima da média.
O Datafolha apresentou aos entrevistados algumas frases que expressam estereótipos em relação a algumas religiões, e pediu a eles que dissessem, de cada uma, se concordavam ou não.
Dizem concordar com a frase “os católicos não praticam sua religião” 61% dos entrevistados, sendo que 19% concordam totalmente e 41% em parte. Entre os católicos, 58% concordam com a afirmação. A concordância chega a 72% entre os espíritas e é de 65% entre os evangélicos pentecostais e de 64% entre os não pentecostais.
Também são 61% os que concordam com a frase “os evangélicos são enganados por seus pastores” (77% entre os espíritas, 67% entre os católicos). A maioria dos evangélicos pentecostais (55% deles) discorda da frase. Já entre os evangélicos não pentecostais, ocorre empate: 47% concordam e 46% discordam da frase.
Concordam com a frase “umbanda é coisa do demônio” 57%. Entre os umbandistas, 87% discordam e 12% dizem concordar com a frase sobre sua religião. Entre os evangélicos pentecostais, a taxa dos que concordam que “umbanda é coisa do demônio” chega a 83%. Entre os católicos, a concordância com a afirmação fica ligeiramente abaixo da média, sendo de 53%.
“Os judeus só pensam em dinheiro” é uma frase com a qual concordam 49% dos entrevistados, percentual idêntico ao dos que acham verdadeira a afirmação segundo a qual “os muçulmanos defendem o terrorismo”.
Maioria diz que sempre seguiu religião atual
A maioria (79%) dos entrevistados que têm religião declara que sempre seguiu sua fé atual. Entre os católicos essa taxa chega a 94%. Dos que afirmam não seguir sua religião atual desde sempre, 17% tinham outra religião e 3% não tinham religião alguma.
Por outro lado, entre os evangélicos pentecostais, a maior parte diz que já fez parte de outra religião (46%) ou que não tinha religião alguma (9%). Entre os espíritas 54% dizem que tinham outra religião antes.
A pesquisa mostra que a Igreja Católica foi a que mais perdeu fiéis: 52% dos que mudaram de religião ou que hoje não professam fé alguma declaram ter sido católicos antes. Dizem ter sido evangélicos pentecostais, e mudado, 14%, e não pentecostais vindos de outras religiões são 5%.
A religião na qual se encontram mais ex-católicos é o espiritismo: entre os espíritas que declaram ter tido outra religião antes, 82% afirmam que já seguiram o catolicismo. Nas igrejas evangélicas pentecostais há 74% de ex-católicos e nas não pentecostais eles são 63%. A mudança religiosa para esses entrevistados aconteceu, em média, há aproximadamente 10 anos. 48% dos católicos brasileiros não sabem dizer nome do atual papa
Cerca de metade dos católicos brasileiros não sabe dizer o nome do atual papa. O cardeal alemão Joseph Ratzinger, ao ser eleito para suceder João Paulo 2º em abril do ano passado, adotou o nome Bento 16.
Quando indagados a respeito, 52% dizem Bento 16, 9% citam outros nomes e 39% não se arriscam a sugerir um nome. O percentual de católicos que citam o nome de batismo do papa, Joseph Ratzinger, não chega a 1%. Entre os brasileiros como um todo, 48% respondem Bento 16, 1% mencionam Joseph Ratzinger, 8% dão outras respostas e 43% não sabem responder.
Entre os espíritas, 56% respondem que o nome do papa é Bento 16%. Essa taxa é de 51% entre os adeptos do candomblé, de 49% entre os que não têm religião, de 44% entre os evangélicos não pentecostais e de 36% entre os evangélicos pentecostais.
A maioria dos católicos (72%) diz ter conhecimento da visita do papa ao Brasil, em maio deste ano. Essa taxa é de 69% entre o total de entrevistados. Chega a 86% a taxa de católicos que declaram pretender acompanhar a visita de Bento 16 pela TV (69% entre a população em geral); 24% dos católicos dizem que têm a intenção de comparecer pessoalmente a algum dos eventos do qual o papa participará no Brasil (18% entre a população).
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 02:19 Links para esta postagem
0
Na Alemanhã evangélicos são vistos como elementos perigosos


ALEMANHA - As atitudes do público em relação aos evangélicos na Alemanha têm mudado. Antes ignorados, agora eles são o alvo das atenções.Visite:
Na terra natal do reformador Martinho Lutero, a mídia tende a se dirigir aos evangélicos com hostilidade. Segundo Stephan Holthaus, reitor da Academia Teológica Livre, os 1,3 milhões de evangélicos do país são tratados como fundamentalistas perigosos.
Falando em uma reunião da Aliança Evangélica Alemã no município de Blankenburg, em 27 de setembro, Holthaus criticou a mídia por apresentar uma imagem indiferenciada dos evangélicos. Eles são sempre descritos como “radicais” ou “militantes” em nome de sua fé.
Questões mínimas, como o ensino doméstico (em alguns países, os pais podem providenciar que a educação de seus filhos seja em casa), foram exageradas. A mídia parece afirmar que os evangélicos, no geral, recusam-se a enviar seus filhos às escolas públicas.
Para a maioria dos evangélicos, entretanto, essa não é a questão, afirma Holthaus.
Muitos jornalistas também tentam explorar o medo criado pelo extremismo religioso. Assim, colocam terroristas islâmicos e evangélicos em um mesmo patamar.
“Os evangélicos não se encaixam no sistema de uma sociedade totalmente tolerante. Nós evangelizamos e afirmamos a existência de uma verdade absoluta”, afirma Holthaus. Esse ponto de vista choca-se com o relativismo pós-moderno que governa Estados ocidentais.
Holthaus admitiu que os evangélicos tenham falhado algumas vezes em debates públicos, por não terem argumentos bons o bastante.
Aproximadamente 400 congregações evangélicas não são afiliadas a nenhuma igreja já estabelecida na Alemanha, segundo dados do governo. O número de igrejas formadas por imigrantes também está crescendo.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 02:16 Links para esta postagem
0
Como o Amor Atua

Quando você der alguma coisa a um necessitado, não fique contando o que fez, como os hipócritas fazem nas casas de oração e nas ruas. ... Mas... faça isso de tal modo que nem mesmo o seu amigo mais íntimo saiba o que você fez. S. Mat. 6:2 e 3 (BLH).
Perguntaram certa vez a Ernest Shackelton, famoso explorador britânico da Antártica, qual tinha sido o momento mais terrível que ele passara no continente gelado. Alguém poderia pensar que ele contaria a história de alguma terrível nevasca polar, mas não foi isso. Contou que seu mais terrível momento veio certa noite quando ele e seus homens estavam amontoados numa cabana de emergência, tendo sido distribuídas as últimas porções de alimento.Enquanto seus homens dormiam profundamente, Shackelton permanecia acordado, com os olhos semicerrados. De repente, viu um movimento sorrateiro de um de seus homens. Espiando naquela direção, ele viu que o homem furtivamente ia na direção de outro e retirava um pacote de biscoitos da mochila de seu companheiro. Shackelton ficou chocado! Até aquele momento, ele teria confiado a própria vida àquele homem. Agora tinha suas dúvidas.Mas então, enquanto observava, percebeu que o homem abria seu próprio pacote de biscoitos, tirava de lá o último bocado de alimento, colocava-o no pacote do outro homem e o recolocava na mochila do companheiro.Ao narrar a história, Shackelton disse: "Não ouso dizer o nome daquele homem. Acho que seu gesto foi um segredo entre ele e Deus."É assim que acontece com o tipo de amor de que a Bíblia fala. Ele não realiza boas obras para ser visto pelos homens. Henry Drummond, grande pregador inglês, disse: "Depois de ter andado pelo mundo inteiro fazendo suas belas obras, o amor se esconde, até de si mesmo."O coração humano anseia por reconhecimento. Não deseja que permaneçam ocultas as suas boas ações - e é aí que muitos caem na armadilha de Satanás! Depois que Deus efetua em nós "o realizar, segundo a Sua boa vontade" (Filip. 2:13), o tentador aparece e nos leva a vangloriar-nos das maravilhosas coisas que fizemos.Qual é a solução? Nunca pare para vangloriar-se. Fixe a mente em Jesus e continue a permitir que Deus efetue Sua boa vontade através de você.Prova ConvincenteNisto conhecerão todos que sois Meus discípulos, se tiverdes amor uns aos outros. S. João 13:35.
Quando eu era adolescente, resolvi deixar minha marca no mundo como artista. Meu pai havia recentemente adquirido uma Bíblia em três volumes, ilustrada por Paul Gustave Doré, e aquelas ilustrações tiveram peso importante na minha decisão.Doré obteve fama com as suas gravuras de personagens religiosos e históricos. Passei horas estudando as técnicas dele e, embora meu interesse pela arte se desvanecesse com o tempo, ainda guardo vívidas imagens mentais daqueles desenhos.Certa ocasião, viajando pela Europa, Doré perdeu seu passaporte. Quando ele chegou à alfândega seguinte, o guarda lhe pediu os documentos de viagem. Doré tentou explicar o que tinha acontecido.- Eu sou Paul Gustave Doré - disse ele - e perdi meu passaporte. Apreciaria que fizesse a gentileza de deixar-me passar. Tenho de atender a compromissos importantes.- Não tente fazer-nos de bobos - disparou o guarda. - Você não é a primeira pessoa que perde o passaporte e tenta fazer-se passar por alguém importante.Doré suplicou a compreensão do guarda, mas em vão. Finalmente, um oficial aproximou-se e disse:- Se o senhor é realmente Doré, tome este lápis e papel e desenhe aquele grupo de camponeses ali.Dentro de alguns minutos, o grande artista produziu uma figura de semelhança impressionante com o grupo. Mesmo antes de concluído o desenho, o oficial, convencido de que aquele era realmente o famoso artista, permitiu-lhe a entrada no país.Algumas pessoas, hoje, tentam fazer-se passar por cristãs, mas falta-lhes o amor fraternal que, segundo Jesus, caracterizaria Seus seguidores. Os cristãos primitivos viveram numa época em que a prática do cristianismo podia significar o martírio, mas ainda assim demonstravam o seu amor fraternal, arriscando a vida para ajudar seus irmãos perseguidos; em alguns casos, obtinham inclusive a relutante admiração dos perseguidores. Tertuliano, um escritor cristão do segundo e terceiro séculos, citou a declaração de um oficial pagão desta maneira: "Veja como esses cristãos se amam uns aos outros."O amor fraternal não é um manto que se "veste" para convencer os incrédulos, mas uma qualidade que brota naturalmente de um coração amorável.
Sincero Interesse Pelas AlmasSó Deus sabe como é profundo o meu amor e a saudade que tenho de vocês - com a ternura de Jesus Cristo. Filip. 1:8 (A Bíblia Viva).
Em nosso versículo, Paulo declara que ele nutria tanto amor pelas almas dos crentes filipenses como Jesus. Você e eu precisamos de mais desse tipo de amor pelas almas.Certa ocasião, no tempo da Sociedade de Amigos, um membro da seita dos quacres cavalgava por um urzal quando ouviu o som de cascos de cavalo atrás de si. Num momento, um salteador o alcançou e, apontando-lhe a pistola, exigiu:- O dinheiro ou a vida!Sem hesitar, o quacre puxou sua carteira e entregou-a ao homem.- O senhor tem um belo cavalo - observou o ladrão. A seguir ordenou: - Desça! Vou levá-lo.Calmamente, sem uma palavra de protesto, o quacre desmontou e o ladrão trocou de cavalo. Enquanto o salteador se virava para ir embora, o quacre se colocou na frente dele e, segurando as rédeas, começou a falar.- Como é que pode - observou ele com terna sinceridade - um homem criado à imagem de Deus, ser feliz vivendo uma vida de crime e violência? Arrependa-se, meu amigo, antes que seja tarde demais!O assaltante tirou a pistola e, apontando-a para a cabeça do quacre, rosnou:- Como se atreve a me pregar um sermão, seu... Mais uma palavra, e vou abatê-lo aí mesmo.O quacre nem piscou.- Amigo - disse ele sorrindo - eu sei muito bem que poderia matar-me. Eu não arriscaria a vida para salvar minha carteira ou meu cavalo, mas alegremente a entregaria se pudesse salvar a sua da condenação eterna!Sem uma palavra, o assaltante colocou novamente a pistola no coldre, saltou do cavalo do quacre e o devolveu, juntamente com a carteira. Depois, montando em seu próprio cavalo, foi embora dizendo:- Se a sua preocupação por minha alma é tanta, não vou levar nada.Embora sem ter certeza, podemos esperar que a mudança de idéia do assaltante tenha produzido também uma mudança de coração. Mas uma certeza podemos ter: se demonstrássemos tanto interesse por uma alma como aquele quacre, veríamos muito mais milagres da graça hoje em dia.

Pastor: Jose Carlos M. dos Santos- Ubatâ Bahia
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 01:55 Links para esta postagem
0
Como Conquistar o Respeito


"Ninguém despreze a tua mocidade; pelo contrário, torna-te padrão... na palavra, no procedimento, no amor, na fé, na pureza". I Tim. 4:12.
Muitos adultos acham difícil suportar o desprezo e o desdém de outros adultos, mas para um adolescente é duas vezes mais difícil suportar o desprezo e o desdém de seus companheiros da mesma idade.Um dia, quando Leo Buscaglia estava saindo da escola, uma gangue de arruaceiros o cercou e começou a crivá-lo de apelidos por causa de sua ascendência italiana. Humilhado e aos prantos, rompeu o círculo de seus atormentadores e correu para casa. Lá, trancou-se no banheiro e chorou amargamente.Seu pai o ouviu chorando e perguntou qual era o problema. Quando Leo contou o que havia acontecido, esperou que seu pai tomasse imediatas providências - ou que batesse nos desordeiros ou pelo menos reclamasse com os pais deles, exigindo que fossem castigados. Seu pai não fez nem uma coisa, nem outra. Em vez disso, começou a mencionar algumas coisas acerca dos italianos, das quais Leo podia orgulhar-se.Mas isso não acalmou o garoto.- Eu não gosto de ser diferente! - protestou ele. - Quero ser como todos os outros.- Como todos os outros? Você quer dizer que gostaria de ser como aqueles garotos que o insultaram? - perguntou o pai, articulando bem as palavras.- Não! - rosnou Leo em resposta.- Então tenha orgulho daquilo que você é - aconselhou o pai. - Afinal de contas, todo o mundo é diferente de todas as demais pessoas.Mas o conselho de Paulo ao jovem Timóteo foi além do conselho que o pai de Leo deu a seu filho. Sendo um modelo de cristão, podemos conquistar o respeito alheio.

Pastor: Jose Carlos m. dos Santos- Ubatâ Bahia
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 01:50 Links para esta postagem
0
A Face de Deus


Havia um pequeno menino que queria se encontrar com Deus. Ele sabia que tinha um longo caminho pela frente. Um dia, encheu sua mochila com pastéis e guaraná, e saiu para brincar no Parque. Quando ele andou umas 3 quadras, encontrou um velhinho sentando em um banco da praça olhando os pássaros. O menino sentou-se junto a ele, abriu sua mochila, e ia tomar um gole de guaraná, quando olhou o velhinho e viu que ele estava com fome, então ofereceu-lhe um pastel. O velhinho muito agradecido, aceitou, e sorriu ao menino. Seu sorriso era tão incrível que o menino quis ver de novo; então ele ofereceu-lhe seu guaraná. Mais uma vez o velhinho sorriu ao menino. O menino estava tão feliz! Ficaram sentados ali, sorrindo, comendo pastel e bebendo guaraná pelo resto da tarde, sem falarem um ao outro.Quando começou a escurecer o menino estava cansado e resolveu voltar para casa, mas antes de sair ele se voltou e deu um grande abraço novelhinho. Aí o velhinho deu-lhe o maior sorriso que o menino já havia recebido.Quando o menino entrou em casa, sua mãe, surpresa ao ver a felicidade estampada em sua face, perguntou:- O que você fez hoje que te deixou tão feliz assim?Ele respondeu.- Passei a tarde com Deus - e acrescentou - Sabe, Ele tem o mais lindo sorriso que eu jamais vi!Enquanto isso, o velhinho chegou em casa com o mais radiante sorriso na face, e seu filho perguntou:- Por onde você esteve que está tão feliz?E o velhinho respondeu:- Comi pastéis e tomei guaraná no parque com Deus.Antes que seu filho pudesse dizer algo, falou:- Você sabe que Ele é bem mais jovem do que eu pensava?A face de Deus está em todas as pessoas e coisas, se são vistas por nós com os olhos do amor e do coração.
Pastor: Jose carlos m. dos Santos, Ubatâ Bahia
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 01:47 Links para esta postagem
sexta-feira, 22 de maio de 2009
0
Seminarios e Estudos da Palavra de Deus e Curços e Oriantaçâo Familiar


a Igreja Evangelica Jesus Cristo e o Senhor com Sede na Rua A- N. 75, Bairro Joâo Dudu na Cidade deUbatâ Bahia Brasil, Estara pvomovendo um Seminarios com os Curços no Estudo da Palavra de Deus e Orientaçâo familiar e Espiritual para o Bom Desenvolvimento da Obra de Deus e o Bom Conhecimento na Palavar de Deus e os seus Dicernimentos e conhecimento do Poder de Deus Atraves do Espirito Santo os curços serâo Ministrados pelo Pastor Jose Carlos Marques dos Santos com os Topicos que serâo Apresentados atodos atraves de Apostilhas, venha se Escreva com a Missionaria Maria Lucia Souza Santos, na Rua Antonio Pinheiro n. 65 Bairro São Raimundo, Cep 45550-000 Tel: 73-8122-7773, no Final do Curço os Aprovados Receberâo Diploma de Conclusâo do Estudo doSeminario


Grato:

Pastor Jose Carlos Marques dos Santos

Presidente Nacional do Ministerio
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:46 Links para esta postagem
0
Justiça Proibe Maisa de se apresentar no Programa Silvio Santos


O SBT está proibido de ter a menina Maisa Silva no quadro "Pergunte pra Maisa", do Programa Silvio Santos. A decisão foi tomada nesta sexta-feira (22) pela Justiça de Osasco (SP) e já vale a partir deste domingo.

Maisa participa do programa Silvio Santos com uma autorização "salvo conduto", que foi cassado pela juíza Ana Helena Rodrigues Mellim. Já o pedido de cassação foi feito pela promotora da Infância e da Juventude de Osasco, Susana Müller.A petição foi provocada pelos dois incidentes ocorridos no Programa Silvio Santos. A promotora Susana Müller diz que a exibição constante de Maisa no programa fere o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).Procurada pela reportagem do NaTelinha, a assessoria do SBT diz que acatará a decisão da justiça e não exibirá o quadro "Pergunte para Maisa" neste domingo.Quanto ao programa Sábado Animado, também apresentado por Maisa Silva, a justiça não se pronunciou.Ministério Público pede fitas e cópia do contrato de MaisaO Ministério Público Federal enviou um ofício à emissora requerendo as fitas do Programa Silvio Santos para uma averiguação mais profunda e uma cópia do contrato da garota, que comemora hoje 7 anos. O SBT terá 5 dias para se manifestar sobre o assunto e atender ao pedido do órgão.

RELEMBRE OS CASOS

No domingo (10) a menina participava do quadro, quando Silvio Santos chamou um garoto de nome Daniel, convidado que se apresentaria com o rosto maquiado como monstro. Silvio então chamou o monstro e ao vê-lo, Maisa começou a chorar e correu pelo palco tentando achar uma saída. Como o microfone estava ligado, os telespectadores puderam ouvir os gritos de pavor da garotinha.No último domingo (17) a situação foi pior. Além de relembrar o fato do domingo anterior, o que levou a menina novamente a chorar, Maisa ainda bateu com a cabeça em uma câmera e desabou em lágrimas. Alegando dor, pediu para ir embora e chamou diversas vezes pela mãe, que estava nos bastidores do programa.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:40 Links para esta postagem
0
Avião cai próximo a complexo hoteleiro em Trancoso-BA com 11 pessoas a bordo; não há sobreviventes


Um avião bimotor de prefixo PR-MOZ caiu em Trancoso, no sul da Bahia, ao se aproximar da pista do aeroporto privado Terravista na noite desta sexta-feira (22).A Assessoria de Comunicação da Aeronáutica informou que o avião teria 11 passageiros a bordo e decolou do aeroporto de Congonhas, em São Paulo às 18h31. Às 21h13 a aeronave modelo King Air 350 caiu. Bombeiros que trabalharam no resgate no local do acidente afirmam que não há sobreviventes.Segundo o portal de internet local "Radar 64", entre as vítimas estaria o empresário e proprietário do avião, Roger Wright, fundador da Arsenal Investimentos, e sua esposa, Lucila Lins, os dois filhos do casal, além do gerente da rede hoteleira de nome ainda não divulgado. Segundo o portal, havia oito passageiros a bordo do avião, mais o comandante, o co-piloto e uma aeromoça. A aeronáutica ainda não divulgou a lista oficial.

O avião bimotor de prefixo PR-MOZ caiu em Trancoso, no sul da Bahia, ao se aproximar da pista do aeroporto privado Terravist
De acordo com o tenente Gilmar Santos, que esteve no local do acidente, o avião explodiu e os corpos ficaram carbonizados, mas provavelmente só serão removidos pela perícia técnica na manhã deste sábado para então serem reconhecidos.O Comando do Corpo de Bombeiros de Porto Seguro informou ao UOL que 4 crianças estariam entre os passageiros. Ainda segundo os bombeiros, chovia muito na hora do acidente e o avião explodiu e se incendiou na aterrissagem.O Aeroporto Terravista é dedicado ao atendimento exclusivo de aeronaves executivas. A pista tem 1.500 metros e é utilizada pelos proprietários das casas do condomínio e clientes do campo de golf. A Aeronáutica, que já mandou uma equipe de Recife para o local do acidente para investigar as possíveis causas da tragédia.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:33 Links para esta postagem
0
Cantor de hip hop cristão, T-Bone, visita Brasil


Um dos maiores ícones do hip hop cristão, o californiano T-Bone, vem ao Brasil pela primeira vez. Completando 15 anos de carreira e seis discos lançados, inclusive já tendo concorrido ao Grammy com um deles, além de ter participado cantando no filme “Resistindo as Tentações”, que tem como protagonista Cuba Gooding Jr. e Beyoncé.
Agora o rapper faz as malas e desembarca com sua trupe em solo brasileiro no inicio de fevereiro. Com shows agendados para Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Santa Catarina, o artista vem demonstrar toda a qualidade do seu trabalho e trocar experiência com os rappers cristãos daqui. Será um grande espetáculo, fora o testemunho deste hispano-americano que conheceu a Cristo nas ruas de Los Angeles e fala dEle através das batidas e rimas.
A produtora cristã “O MOIO”, especializada em hip hop, e que está trazendo T-Bone, garante que ainda tem algumas datas disponíveis caso alguma igreja esteja interessada em aproveitar sua vinda ao Brasil. “O T-Bone queria conhecer o Brasil e divulgar seu trabalho aqui, por isso está pedindo um cachê simbólico. Está mais barato fechar um show com o T-Bone do que com a maioria dos artistas nacionais, sem falar da qualidade sonora e a experiência que o cara traz na bagagem”, diz Sonic,
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:31 Links para esta postagem
0
BBC de Londres noticia estudo que confirma papel das novelas da TV Globo no aumento de divórcios no Brasil

Um estudo do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) sugere uma ligação entre as populares novelas da TV Globo e um aumento no número de divórcios no Brasil nas últimas décadas.
Na pesquisa, foi feito um cruzamento de informações extraídas de censos nos anos 70, 80 e 90 e dados sobre a expansão do sinal da Globo – cujas novelas chegavam a 98% dos municípios do país na década de 90.
Segundo os autores do estudo, Alberto Chong e Eliana La Ferrara, “a parcela de mulheres que se separaram ou se divorciaram aumenta significativamente depois que o sinal da Globo se torna disponível” nas cidades do país.
Além disso, a pesquisa descobriu que esse efeito é mais forte em municípios menores, onde o sinal é captado por uma parcela mais alta da população local.Instrução
Os resultados sugerem que essas áreas apresentaram um aumento de 0,1 a 0,2 ponto percentual na porcentagem de mulheres de 15 a 49 anos que são divorciadas ou separadas.
“O aumento é pequeno, mas estatisticamente significativo”, afirmou Chong.
Os pesquisadores vão além e dizem que o impacto é comparável ao de um aumento em seis vezes no nível de instrução de uma mulher. A porcentagem de mulheres divorciadas cresce com a escolaridade.
O enredo das novelas freqüentemente inclui críticas a valores tradicionais e, desde os anos 60, uma porcentagem significativa das personagens femininas não reflete os papéis tradicionais de comportamento reservados às mulheres na sociedade.
Foram analisadas 115 novelas transmitidas pela Globo entre 1965 e 1999. Nelas, 62% das principais personagens femininas não tinham filhos e 26% eram infiéis a seus parceiros.
Nas últimas décadas, a taxa de divórcios aumentou muito no Brasil, apesar do estigma associado às separações. Isso, segundo os pesquisadores, torna o país um “caso interessante de estudo”.
Segundo dados divulgados pela ONU, os divórcios pularam de 3,3 para cada 100 casamentos em 1984 para 17,7 em 2002.
“A exposição a estilos de vida modernos mostrados na TV, a funções desempenhadas por mulheres emancipadas e a uma crítica aos valores tradicionais mostrou estar associada aos aumentos nas frações de mulheres separadas e divorciadas nas áreas municipais brasileiras”, diz a pesquisa.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:20 Links para esta postagem
Marcadores: Noticias Evangelicas
0
Myer Pearlman


O saudoso irmão Myer Pearlman foi um judeu que se converteu a Cristo. A história de sua breve vida de apenas 44 anos é um verdadeiro romance. Myer Pearlman, pela sua extrema simplicidade cristã e dedicado amor a Jesus, de quem foi um dos mais ardorosos discípulos, ainda vive no coração de milhares de seus admiradores.
Nascido a 19 de dezembro de 1898, em Edinburgo, na Escócia, de pais israelitas, o jovem primogênito, Myer, tal qual um Saulo de Tarso, passou os primeiros anos de sua educação na Escola Hebraica, aos pés de rabinos que lhe inculcaram os ensinos férreos do Judaísmo tradicional, das Escrituras do Antigo Testamento, e da língua hebraica. Ele recorda que nesses dias os alunos compravam a Bíblia, como nós a temos, e arrancavam o Novo Testamento do livro, pois não lhes era permitido lê-lo, por ser considerado espúrio. O estudante Myer distinguiu-se pelas qualidades excepcionais de rara inteligência e perspicácia. Aos 14 anos, sozinho, aprendeu a língua francesa, a poder de freqüentes consultas à Biblioteca Pública, conhecimento que muito lhe valeu nos dias da Primeira Guerra Mundial, ocasião em que serviu como intérprete no exército norte-americano, na França.
Jesus, a Luz do mundo, guiava os passos do jovem Myer em direção ao "Santuário", como ele, posteriormente, costumava dizer. A família mudou-se para os Estados Unidos da América, onde esperava encontrar melhores condições de vida. Certa ocasião, na cidade de Cincínnatí, passeando em determinada rua, foi fortemente impressionado por um letreiro na fachada de uma igreja evangélica, que dizia: Igreja Aberta. . . Entre. . . Descanse E Ore." Por um instante quis entrar, mas logo abafou o impulso que, certamente, era inspirado pelo Espírito Santo. Anos depois, quando já convertido, ele teve oportunidade de entrar nessa mesma igreja e agradecer a Deus o tê-lo dirigido no caminho da luz e da vida.
Quando servia no exército, ganhou um Novo Testamento, que leu com muito interesse, estando a sua alma em procura ardente de certa satisfação, por ora desconhecida. Após a Segunda Guerra Mundial, ele foi residir em São Francisco, na Califórnia. Certa noite, ao passear, foi sua atenção despertada por um grupo de cristãos da fé pentecostal, que dirigia um culto em praça pública defronte de um salão. Em outra noite novamente chegou perto para ouvi-los e teve a coragem de entrar nesse salão de cultos. Ficou grandemente impressionado pelos hinos alegres cantados em louvor a Deus, hinos que muito contrastavam com os cânticos tristonhos da sinagoga. Um desses hinos era de autoria do saudoso irmão F. A. Graves, grande pioneiro do movimento pentecostal. Myer não podia ter imaginado que mais tarde ele se casaria com a filha desse irmão, Irene Graves! Como são maravilhosos os caminhos do nosso Deus! Assim começou o jovem Myer a freqüentar, todas as noites, durante semanas, os cultos nesse humilde salão. Certa noite ele pensou em ir ao cinema, mas acabou assistindo ao culto, tanto foi a estranha atração da presença de Deus. O povo, sabendo de sua origem judaica, tratava-o com todo o carinho e orava ao Senhor pela sua conversão. Certa noite, deitado na sua cama, foi completamente vencido por uma sensação de remorso, sentindo fortemente a sua culpa perante Deus. Logo depois, em um culto, ao sair da igreja, ficou parado perto da porta, ouvindo o último hino. De repente, sentiu descer sobre si uma influência indescritível e maravilhosa. Foi esse o momento decisivo de sua vida quando Myer abriu o coração a Jesus, a Luz do mundo. Essa Luz resplandeceu nas trevas dessa alma. Havia ele chegado ao seu "Santuário", que tanto almejara! Seu coração havia experimentado a realidade da Pessoa de Cristo, o seu Messias! Tal qual Saulo de Tarso, Myer Pearlman encontrara-se com Jesus, o Nazareno!
Não demorou muito, e certo dia, quando em oração a seu Messias, Myer Pearlman começou a falar em língua por ele desconhecida. Mesmo para ele, lingüista, foi uma gloriosa surpresa receber, como os discípulos no dia de Pentecoste, o maravilhoso dom do Espírito Santo, o Consolador, de que tanto ele viria a precisar em dias posteriores.
Sentindo o chamado do Senhor para dedicar a vida ao trabalho do Evangelho, Myer matriculou-se no Instituto Bíblico Central, que, havia pouco, fora fundado em Springfield, no Estado de Missouri. Fez o curso de três anos, ao término do qual foi convidado a ser professor nesse mesmo educandário. Durante quatorze anos Myer Pearlman distinguiu-se como instrutor dotado de rara capacidade magisterial, possuído como era de inteligência sempre consagrada ao seu Mestre e Senhor. Graças à sua formação baseada no Antigo Testamento, pôde torná-lo um Livro extremamente interessante para os seus alunos. E, além desses trabalhos, como professor do Instituto, o irmão Pearlman aceitava convites para dirigir estudos bíblicos em diversas partes do país. Também se tornou autor de diversos livros de grande utilidade e que grande influência têm exercido, não somente na língua inglesa, mas também em diversos idiomas para os quais foram traduzidos.
Durante anos, foi autor da Revista para Adultos e da Revista para Professores de Adultos das Escolas Dominicais, trabalho ao qual se dedicou prazerosamente, com todas as energias, até ao tempo de sua morte. Durante a Segunda Guerra Mundial lançou, ainda, um jornal em estilo próprio para a evangelização das Forças Armadas, denominado "Reveille", o qual foi um grande sucesso e certamente muito contribuiu para a salvação de milhares de homens e mulheres a serviço da pátria.
Em 1942 os excessivos trabalhos literários e didáticos cansaram o organismo do nosso estimado irmão Pearlman, resultando em uma crise aguda do sistema nervoso. Com as complicações de pneumonia, que advieram, foi rapidamente encurtada a carreira brilhante desse humilde servo de Cristo de Nazaré, servo que não buscava a glória terrestre, e, sim, a celeste. Apesar de ter recebido a melhor assistência hospitalar, veio a falecer aos 44 anos de idade. Um dos enfermeiros testificou que havia orado a noite toda. Deixou esposa e três filhos, e inúmeros amigos em toda parte do mundo que o têm em admiração e que aguardam o dia quando novamente possam abraçar esse saudoso judeu, que, apesar da pequena estatura física, era, em verdade, grande de espírito.
Para o autor destas linhas póstumas, tem sido um prazer e raro privilégio traduzir a presente obra de pena do irmão Pearlman, Através da Bíblia livro por livro*, na esperança de que ela proporcione aos leitores de língua portuguesa, obreiros em particular, um mui profundo conhecimento bíblico e pentecostal das grandes verdades da nossa fé. Creio que muitos, ao manusearem estas páginas, experimentarão algo da sensação que nós, que tivemos o privilégio de ser seus alunos, experimentamos nos estudos dirigidos pelo saudoso irmão Pearlman, que tão ardentemente amava ao seu Senhor, o Messias, o Cristo de Deus, e a quem tudo entregou - até a própria vida.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:16 Links para esta postagem
0
João Ferreira de Almeida

"Conhecido pela autoria de uma das mais lidas traduções da Bíblia em português, ele teve uma vida movimentada e morreu sem terminar a tarefa que abraçou ainda muito jovem."
Entre a grande maioria dos evangélicos do Brasil, o nome de João Ferreira de Almeida está intimamente ligado às Escrituras Sagradas. Afinal, é ele o autor (ainda que não o único) da tradução da Bíblia mais usada e apreciada pelos protestantes brasileiros. Disponível aqui em duas versões publicadas pela Sociedade Bíblica do Brasil - a Edição Revista e Corrigida e a Edição Revista e Atualizada - a tradução de Almeida é a preferida de mais de 60% dos leitores evangélicos das Escrituras no País, segundo pesquisa promovida por A Bíblia no Brasil (ver número 158).
Se a obra é largamente conhecida, o mesmo não se pode dizer a respeito do autor. Pouco, ou quase nada, se tem falado a respeito deste português da cidade de Torres de Tavares, que morreu há 300 anos na Batávia (atual ilha de Java, Indonésia). O que se conhece hoje da vida de Almeida está registrado na "Dedicatória" de um de seus livros e nas atas dos presbitérios de Igrejas Reformadas (Presbiterianas) do Sudeste da Ásia, para as quais trabalhou como pastor, missionário e tradutor, durante a segunda metade do século XVII.
De acordo com esses registros, em 1642, aos 14 anos, João Ferreira de Almeida teria deixado Portugal para viver em Málaca (Malásia). Ele havia ingressado no protestantismo, vindo do catolicismo, e transferia-se com o objetivo de trabalhar na Igreja Reformada Holandesa local.
Tradutor aos 16 anos
Dois anos depois, começou a traduzir para o português, por iniciativa própria, parte dos Evangelhos e das Cartas do Novo Testamento em espanhol. Além da Versão Espanhola, Almeida usou como fontes nessa tradução as Versões Latina (de Beza), Francesa e Italiana - todas elas traduzidas do grego e do hebraico. Terminada em 1645, essa tradução de Almeida não foi publicada. Mas o tradutor fez cópias à mão do trabalho, as quais foram mandadas para as congregações de Málaca, Batávia e Ceilão (hoje Sri Lanka). Mais tarde, Almeida tornou-se membro do Presbitério de Málaca, depois de escolhido como capelão e diácono daquela congregação.
No tempo de Almeida, um tradutor para a língua portuguesa era muito útil para as igrejas daquela região. Além de o português ser o idioma comumente usado nas congregações presbiterianas, era o mais falado em muitas partes da Índia e do Sudeste da Ásia. Acredita-se, no entanto, que o português empregado por Almeida tanto em pregações como na tradução da Bíblia fosse bastante erudito e, portanto, difícil de entender para a maioria da população. Essa impressão é reforçada por uma declaração dada por ele na Batávia, quando se propôs a traduzir alguns sermões, segundo palavras, "para a língua portuguesa adulterada, conhecida desta congregação".
Perseguido pela Inquisição, ameaçado por um elefante
O tradutor permaneceu em Málaca até 1651, quando se transferiu para o Presbitério da Batávia, na cidade de Djacarta. Lá, foi aceito mais uma vez como capelão, começou a estudar teologia e, durante os três anos seguintes, trabalhou na revisão da tradução das partes do Novo Testamento feita anteriormente. Depois de passar por um exame preparatório e de ter sido aceito como candidato ao pastorado, Almeida acumulou novas tarefas: dava aulas de português a pastores, traduzia livros e ensinava catecismo a professores de escolas primárias. Em 1656, ordenado pastor, foi indicado para o Presbitério do Ceilão, para onde seguiu com um colega, chamado Baldaeus.
Ao que tudo indica, esse foi o período mais agitado da vida do tradutor. Durante o pastorado em Galle (Sul do Ceilão), Almeida assumiu uma posição tão forte contra o que ele chamava de "superstições papistas", que o governo local resolveu apresentar uma queixa a seu respeito ao governo de Batávia (provavelmente por volta de 1657). Entre 1658 e 1661, época em que foi pastor em Colombo, ele voltou a enfrentar problemas com o governo, o qual tentou, sem sucesso, impedi-lo de pregar em português. O motivo dessa medida não é conhecido, mas supõe-se que estivesse novamente relacionado com as idéias fortemente anti-católicas do tradutor.
A passagem de Almeida por Tuticorin (Sul da Índia), onde foi pastor por cerca de um ano, também parece não ter sido das mais tranqüilas. Tribos da região negaram-se a ser batizadas ou ter seus casamentos abençoados por ele. De acordo com seu amigo Baldaeus, o fato aconteceu porque a Inquisição havia ordenado que um retrato de Almeida fosse queimado numa praça pública em Goa.
Foi também durante a estada no Ceilão que, provavelmente, o tradutor conheceu sua mulher e casou-se. Vinda do catolicismo romano para o protestantismo, como ele, chamava-se Lucretia Valcoa de Lemmes (ou Lucrecia de Lamos). Um acontecimento curioso marcou o começo de vida do casal: numa viagem através do Ceilão, Almeida e Dona Lucretia foram atacados por um elefante e escaparam por pouco da morte. Mais tarde, a família completou-se, com o nascimento de um menino e de uma menina.
Idéias e personalidade
A partir de 1663 (dos 35 anos de idade em diante, portanto), Almeida trabalhou na congregação de fala portuguesa da Batávia, onde ficou até o final da vida. Nesta nova fase, teve uma intensa atividade como pastor. Os registros a esse respeito mostram muito de suas idéias e personalidade. Entre outras coisas, Almeida conseguiu convencer o presbitério de que a congregação que dirigia deveria ter a sua própria cerimônia da Ceia do Senhor. Em outras ocasiões, propôs que os pobres que recebessem ajuda em dinheiro da igreja tivessem a obrigação de freqüentá-la e de ir às aulas de catecismo. Também se ofereceu para visitar os escravos da Companhia das Índias nos bairros em que moravam, para lhes dar aulas de religião - sugestão que não foi aceita pelo presbitério - e, com muita freqüência, alertava a congregação a respeito das "influências papistas".
Ao mesmo tempo, retomou o trabalho de tradução da Bíblia, iniciado na juventude. Foi somente então que passou a dominar a língua holandesa e a estudar grego e hebraico. Em 1676, Almeida comunicou ao presbitério que o Novo Testamento estava pronto. Aí começou a batalha do tradutor para ver o texto publicado - ele sabia que o presbitério não recomendaria a impressão do trabalho sem que fosse aprovado por revisores indicados pelo próprio presbitério. E também que, sem essa recomendação, não conseguiria outras permissões indispensáveis para que o fato se concretizasse: a do Governo da Batávia e a da Companhia das Índias Orientais, na Holanda.
Exemplares destruídos
Escolhidos os revisores, o trabalho começou e foi sendo desenvolvido vagarosamente. Quatro anos depois, irritado com a demora, Almeida resolveu não esperar mais - mandou o manuscrito para a Holanda por conta própria, para ser impresso lá. Mas o presbitério conseguiu parar o processo, e a impressão foi interrompida. Passados alguns meses, depois de algumas discussões e brigas, quando o tradutor parecia estar quase desistindo de apressar a publicação de seu texto, cartas vindas da Holanda trouxeram a notícia de que o manuscrito havia sido revisado e estava sendo impresso naquele país.
Em 1681, a primeira edição do Novo Testamento de Almeida finalmente saiu da gráfica. Um ano depois, ela chegou à Batávia, mas apresentava erros de tradução e revisão. O fato foi comunicado às autoridades da Holanda e todos os exemplares que ainda não haviam saído de lá foram destruídos, por ordem da Companhia das Índias Orientais. As autoridades Holandesas determinaram que se fizesse o mesmo com os volumes que já estavam na Batávia. Pediram também que se começasse, o mais rápido possível, uma nova e cuidadosa revisão do texto.
Apesar das ordens recebidas da Holanda, nem todos os exemplares recebidos na Batávia foram destruídos. Alguns deles foram corrigidos à mão e enviados às congregações da região (um desses volumes pode ser visto hoje no Museu Britânico, em Londres). O trabalho de revisão e correção do Novo Testamento foi iniciado e demorou dez longos anos para ser terminado. Somente após a morte de Almeida, em 1693, é que essa segunda versão foi impressa, na própria Batávia, e distribuída.
Ezequiel 48.21
Enquanto progredia a revisão do Novo Testamento, Almeida começou a trabalhar com o Antigo Testamento. Em 1683, ele completou a tradução do Pentateuco (os cinco primeiros livros do Antigo Testamento). Iniciou-se, então, a revisão desse texto, e a situação que havia acontecido na época da revisão do Novo Testamento, com muita demora e discussão, acabou se repetindo. Já com a saúde prejudicada - pelo menos desde 1670, segundo os registros --, Almeida teve sua carga de trabalho na congregação diminuída e pôde dedicar mais tempo à tradução. Mesmo assim, não conseguiu acabar a obra à qual havia dedicado a vida inteira. Em 1691, no mês de outubro, Almeida morreu. Nessa ocasião, ele havia chegado até Ezequiel 48.21. A tradução do Antigo Testamento foi completada em 1694 por Jacobus op den Akker, pastor holandês. Depois de passar por muitas mudanças, ela foi impressa na Batávia, em dois volumes: o primeiro em 1748 e o segundo, em 1753.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:12 Links para esta postagem
0
JOHN WESLEY


Em 28 de junho de 1703 nascia em Lincolnshire, na Inglaterra, o fundador da Igreja Metodista Wesleyana: John Wesley, cuja esposa chamava-se Susanna, era o 12º dos dezenove filhos do reverendo Samuel Wesley, um pároco de Epworth.Quando completava seis anos, quase perdeu a vida num incêndio à noite, provocado por um grupo de malfeitores. O fogo se alastrava no teto de palha da paróquia onde eles moravam, começando a estilhaçar brasas sobre as camas. Subitamente, Hetty Wesley, um dos irmãos menores, acordou assustado e correu até o quarto de sua mãe. E logo todo mundo estava em pé, tentando conter o domínio das chamas, enquanto a pequena criada, agarrando o bebê Charles nos braços, chamava as crianças para um lugar mais seguro. A essa altura, Twice Susanna Wesley forçava a porta contra as costas, numa tentativa desenfreada de proteger-se.A família finalmente conseguiu sair de casa e, apavorada, reuniu-se no jardim, pois descobrira que o pequeno Jeckie havia ficado lá dentro dormindo. Voltaram correndo, mas era tarde: a escada estava em cinzas e tornava impossível resgatá-lo. O rapaz chegou até aparecer na janela, porém não podiam segurá-lo, visto que a casa ficava no segundo piso. Todavia, um pequeno homem pulou sobre o largos ombros do pai de Wesley e, num esforço desmedido, conseguiu salvar a criança.Um Estudante de CristoConsequentemente, uma profunda ternura passou a residir no coração de Jackie que, mesmo depois de homem, considerava que havia escapado aquela noite porque Deus tinha um propósito muito especial em sua vida. Várias vezes ele chegou a comemorar este dia em seu diário secreto que escreveu: "Arrancado das Chamas".Seis anos depois, em Charter House School, Jeckie matriculou-se na Universidade em Oxford, tornando-se um estudante da igreja de Cristo. Quatro anos mais tarde graduou-se em bacharel de artes e em 1726 foi eleito acadêmico do Colégio Lincoln.Enquanto John Wesley era ordenado ao ministério e ajudava o pai em casa, Charles, o irmão mais novo, organizava em Oxford um pequeno grupo de estudantes para orações regulares, estudos bíblicos e outros serviços cristãos. O Clube Santo, como era chamado, incluía vários integrantes, que, mais tarde, tornaram-se pioneiros de um avivamento, ocorrido no século XVIII, destacando-se, entre outros, George Whitfield.Obedecendo ao Senhor, John Wesley viajou para colônia em Georgia, como capelão, em 1736. Charles nesta época, era secretário do governador e o piedoso trabalho em Georgia, embora com muitas lutas, teve sucesso mais tarde. O reverendo George Whitfield, depois de visitar a sede do movimento, escreveu: "O eficiente trabalho de John Wesley na América é impressionante. Seu nome é muito precioso entre o povo, pois tem edificado as fundações que, espero, nem homens nem demônios a abalem".Aprendendo a ConfiarEm contato com German Moravian Christians na América, Wesley questionava sobre as verdades cristãs. Sabia muito bem que o êxito de seus trabalhos estava nas mãos de Deus e, por isso, começou a buscá-lo em oração. Não demorou muito tempo e, em 24 de maio de 1738, acabou encontrando a resposta quando, de volta para a Inglaterra, resolveu registrar tudo quanto acontecera naquele dia: "A tarde, visitando a sociedade em Aldersgate Street, li o ‘Prefácio da epístola aos Romanos’ na versão de Lutero, cujas palavras tocaram-me profundamente. Senti meu coração bater fortemente. E, desde aquele momento, aprendi a confiar em Cristo como meu Salvador. Estou seguro de que os meus pecados estão perdoados. Me salvei da lei do pecado e da morte". Esta experiência mudou o rumo da vida de Wesley que, a partir daquele momento, passou a ser uma nova criatura, sendo consagrado o maior apóstolo da Inglaterra.John Wesley começou o trabalho de pregação ao ar livre quando viajava para Bristol a fim de ajudar George Whitfield, que na época era conhecido como o mais eloquente pregador da Inglaterra. Wesley, a princípio, rejeitou a idéia, mas uma vez convencido da vontade de Deus, acabou se tornando mais famoso que Whitfield. Viajava 11 quilômetros por ano. Experimentou os mais cruéis sofrimentos e oposições em toda sua vida. Estava frequentemente em perigo.Embora fosse sábio e proeminente, o itinerante evangelista era um homem simples e executou muitas obras sociais. As suas poderosas mensagens muito influenciaram a igreja que, no ano de 1739, adquiriu uma sede para o movimento protestante, que crescia vertigiosamente. Comprou uma casa de fundição em ruínas, na cidade de Moofield, e transformou-a num templo. O prédio passou por uma rigorosa reforma que custou, na época, 800 libras (quantia superior ao da compra que foi de 115 libras), mas valeu a pena. Depois de pronta, a capela passou a comportar cerca de mil e quinhentas pessoas.Era o primeiro edifício metodista em Londres, onde a verdadeira doutrina de Cristo era proclamada. Pessoas sedentas por ouvir a gloriosa mensagem do evangelho cruzavam todos os domingos a escuridão das estradas de Moorfield com lanternas, para ouvir os ensinamentos de Wesley. O prédio dispunha de sala de reuniões, com capacidade para 300 pessoas, sala de aula e biblioteca.Mais tarde, John Wesley instalou a sua própria casa na parte superior da capela, onde passou a morar com a sua família. Em 1746, abriu um centro de atendimento médico e escola gratuitos, com capacidade para 60 estudantes, contratou farmacêutico, cirurgião e dois professores e, em 1748, alugou uma casa conjugada para refugiar viúvas e crianças.Muitos foram os patrimônios conseguidos pela igreja durante os 40 anos do movimento metodista em Moorfield, organizada por John Wesley. Entretanto, devido a expiração do contrato imobiliário, a sede teve de mudar-se para um outro lugar.Próximo dali, em City House, encontrava-se um vasto campo onde jaziam os túmulos de Bunhill Field e o de sua esposa Sussana Wesley. Um lugar de pântanos, recentemente aterrado, onde foi construída a catedral de Saint Paul. Havia também no local algumas pedras de moinho, utilizadas para moer milho trazido do Thames, que era transformado em trigo.John Wesley alugou quatro mil metros quadrados destas terras em 1777 para construir a nova capela. E, finalmente, em 21 de abril do mesmo ano, sob forte chuva, lançou a pedra fundamental, com a seguinte gravação: "Provavelmente, esta pedra não será vista por algum olho humano, mas permanecerá até que a terra e o trabalho sejam consumados". Naquele dia, Wesley improvisou um púlpito sobre a pedra e pregou em Nm 23.23.A RecompensaEm 1 de novembro de 1778, dezoito meses depois, no Dia de Todos os Santos, a capela estava próxima de ser aberta para a adoração pública. Apesar dos ventos das dificuldades (além de ter contraído muitas dívidas, os trabalhadores tiveram as ferramentas roubadas), Deus recompensou grandemente o esforço de Wesley, levantando voluntários dentre os membros. O rei George III, por exemplo, doou mastros de navios de guerra para o suporte das galerias.Conta a história que um certo dia Wesley ficou de um lado do templo e Taylor, um dos cooperadores do outro, com os chapéus nas mãos, e conseguiram arrecadar 7 libras; o suficiente para a conclusão das obras. Toda a galeria foi coberta com gesso e os bancos de madeira de carvalho, doadas pelas igrejas da América, Canadá, Sul da África, Austrália, Oeste da Índia e Irlanda. As janelas vitrificadas, as impressões no teto foram trabalhados no estilo Adams (réplica antiga), e a casa de Wesley construída num pátio em frente à capela. Estas raridades, depois de reformadas em 1880, no centenário da morte de Wesley, memorizam as epopéias deste bravo soldado de Cristo.Sua MorteMesmo depois de velho quase cego e paralítico, John Wesley continuava pregando em City Road e Latherhead. E, quando percebeu que sua vida estava chegando ao fim sentou-se numa cama, bebeu um chá e cantou:"Quando alegre eu deitar este corpo e minha vida for coroada de bênção, quão triunfante será o meu fim!Eu glorificarei a meu Criador enquanto tenho fôlego;E, quando a minha voz se perder na morte, empregarei minhas forças; em meus dias o glorificarei enquanto tiver fôlego até o fim de minha existência".Wesley foi enterrado no Jardim-túmulo, em frente à capela em City Road, sob as luzes das lanternas, na manhã de 2 de março de 1791. Morreu com os olhos abertos e balbuciando a seguinte palavra: "Farwell" (adeus). Cerca de 10 mil pessoas acompanharam o funeral. E a lápide até hoje indica o significado histórico: "À memória do venerável John Wesley: o último companheiro do Lincoln College, Oxford..."
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:07 Links para esta postagem
0
George Whitefield


Pregava para as multidões ao ar livre, porque as igrejas na Inglaterra do século 18 não o recebiam"
A partir de 1737, com apenas 23 anos, George Whitefield (1714-1770) assustou a Inglaterra com uma série de sermões que transformaram a sociedade britânica. Atacado pelo clero, pela imprensa e até por uma multidão de insatisfeitos, Whitefield se tomou o pregador mais popular naquela época. Entretanto, antes disso, ele passou por situações muito semelhantes as que experimentam alguns missionários nos dias atuais. Repetidas vezes, ele teve de pregar fora dos portões do templo pelo simples fato de sua pregação apaixonada ser muito distante da usual formalidade dos pastores daquele tempo. Ele chegou a ser agredido em algumas ocasiões. Na cidade de Basingstoke, por exemplo, foi espancado a pauladas. Em Moorfield, destruíram a mesa que lhe servia de púlpito. Em Exeter, durante uma pregação para dez mil pessoas, Whitefield foi apedrejado.
Nada, porém, podia conter aquela mensagem. A influência de Whitefield cresceu de tal forma que ele era capaz de manter atentas 20 mil pessoas, encantadas com seus sermões, por mais de duas horas. Durante 34 anos, a voz de George Whitefield ressoou na Inglaterra e América do Norte. Whitefield era um calvinista firme, de origem metodista. Era um evangelista agressivo que cruzou o Oceano Atlântico 13 vezes a fim de proclamar a salvação também na América. Ele se tornou o pregador favorito dos mineiros de carvão e dos valentões de Londres porque ia até eles em vez de esperá-los dentro das igrejas.
Histórico familiar - Whitefield, um pregador fascinante, contrariou todas as teorias "deterministas". Nasceu em uma taberna em que eram servidas bebidas alcoólicas e morreu pregando a Palavra de Deus como um dos mais sérios servos de Deus de toda a História. Seu pai faleceu quando ele ainda era um bebê. Sua mãe se casou novamente, mas a nova união não melhorou as coisas para o pequeno George, que continuava a limpar os quartos, lavar roupas e servir bebidas aos hóspedes da pensão de sua mãe.
No entanto, apesar de sua família não ser convertida ao Evangelho, Whitefield gostava de ler a Bíblia. Alguns historiadores afirmam que ele foi orientado a manter contato com a Escritura Sagrada por alguns clientes que passavam pela estalagem. Outros, no entanto, preferem atribuir o interesse de George pela Palavra a um milagre de Deus. O fato é que, desde cedo, ele demonstrou talento para a oratória. Alguns anos mais tarde, quando estudava no Pembroke College, em Oxford, Whitefield reunia com freqüência pequenos grupos de colegas em seus aposentos com o propósito de orar e estudar a Bíblia. Conta-se que não eram raras as ocasiões em que os presentes recebiam o batismo com o Espírito Santo.
Os biógrafos asseveram que ele dividia seu tempo livre de tal forma a ficar, aproximadamente, oito horas por dia em devoção a Deus. Na época, ainda jovem, trabalhava como garçom em bares noturnos como meio de sobrevivência. Naquele exato período de sua vida, o futuro pregador conheceu John Wesley e foi, então, que começaram a jejuar e a estudar a Bíblia. Whitefiel compilou alguns dos conceitos mais famosos de Wesley, dentre eles: A verdadeira religião é a união da alma com Deus e a formação de Cristo em nós.
Ainda muito cedo, Whitefield teve de voltar para a casa de sua mãe para poder recuperar-se de um problema respiratório que o assolou em todo o seu ministério.
Para não perder o objetivo da obra de Deus, entretanto, George Whitefield montou uma pequena classe de estudos Bíblicos e começou a visitar os pobres e doentes da região. Os membros de sua igreja não ficaram indiferentes aquele talento e, embora fosse norma não consagrar ao pastorado alguém com menos de 23 anos, Whitefield tornou-se ministro do Evangelho aos 21 anos, por insistência daquela igreja. Mesmo antes de cumprir sua determinação pessoal, de escrever cem sermões para, mais tarde, apresentá-los à igreja e pleitear sua ordenação, Whitefied aceitou o desafio.
Suas primeiras pregações como ministro do Evangelho foram tão intensas, que algumas pessoas se assustaram. Os anciões da igreja, no entanto, deram-lhe apoio e ele entendeu, naquele gesto, uma lição que escrevera para a posteridade:
Desejo, todas as vezes que subir ao púlpito, considerar essa oportunidade como a última que me é dada de pregar; e a última dada ao povo para ouvir a Palavra de Deus. Curiosamente ele, raramente, pregava sem chorar: Vós me censurais por que choro. Mas como posso conter-me, quando não chorais por vós mesmos, apesar das vossas almas mortais estarem à beira da destruição? Não sabeis se estais ouvindo o último sermão, ou não, ou se jamais tereis outra oportunidade de chegar a Cristo, admoestava.
Essa paixão irresistível pela pregação da Palavra é a melhor explicação para alguns fenômenos, ou melhor, milagres espirituais que acompanhariam a carreira ministerial de Whitefield. Em 1750, por exemplo, ele conseguiu reunir dez mil pessoas, diariamente, nas ruas de Londres durante 28 dias, em um evento que, hoje, chamaríamos de cruzadas evangelísticas. Entretanto, a diferença é que ele pregava em uma época em que não havia microfones ou quaisquer outros recursos tecnológicos para ampliar o volume de sua voz. Jornais daquela época registraram que Whitefield podia ser ouvido por mais de 1 km, apesar de seu corpo franzino e de sua voz fraca, por causa dos problemas de saúde. Isso era um milagre de Deus com certeza.
Em outra ocasião, pregando a alguns marinheiros, Whitefield descreveu um navio no olho de um floração. O sermão foi apresentado de maneira tão real, que, no momento em que o pregador descrevia o barco afundando, foi interrompido pelo grito dos marinheiros apavorados com o que consideraram a própria visão do inferno.
Whitefleld, ao contrário do que muitos imaginavam, era um evangelista-missionário. Jamais quis abrir igrejas para levar seus milhares de convertidos. Pelo contrário: ele os orientava a procurarem igrejas locais. Isso porque, dizem seus biógrafos, sua missão evangelística tomava-o de tal forma que não havia nele qualquer interesse na abertura de templos ou em ter conforto. Nas 13 vezes em que realizou cruzadas evangelísticas nos Estados Unidos, Whitefield viajou, a princípio, para colaborar com o orfanato que abrira no estado da Geórgia. Ele adorava pregar para os órfãos e, para muitos deles, Whitefield era a única referência paterna.
Aos 65 anos de idade, já muito doente, Whitefleld ministrou durante duas horas para uma multidão que o esperava em Exeter, Inglaterra. Na mesma noite, partiu para a cidade de Newburysport, a fim de hospedar-se na casa do pastor local. Durante a madrugada, falou ainda com alguns colegas por cerca de 30 minutos e subiu as escadas para o seu dormitório. Lá, morreu, pregando a Palavra de salvação até o último minuto de vida ao seu companheiro de quarto.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:03 Links para esta postagem
0
MARTINHO LUTERO - A REFORMA PROTESTANTE

É preciso exortar os fiéis a entrarem no céu por meio de muitas tribulações, em vez de descansarem na segurança de uma falsa paz" 95ª tese.
Há 478 anos, no dia 31 de outubro de 1519, Martinho Lutero fixou suas famosas teses (total de 95) contra a venda de indulgências, na porta da Igreja Católica do Castelo de Wittenberg, na Alemanha, contrariando os interesses teológicos e, principalmente, econômicos da Igreja Católica. O impacto foi tamanho, que se comemora nessa data o início da Reforma Protestante.
Lutero não foi, como alguns pensam, o fundador de uma nova religião, o protestantismo. A Reforma Protestante, da qual foi impulsionador, foi além do movimento da libertação nacional, que resultou na formação de igrejas nacionais entre os anos de1517 a 1563. Foi, sem dúvida, o grande precursor da liberdade religiosa atual e quem mais contribuiu para um retorno do cristianismo às Escrituras.
Para não admitir suas falhas, são diversas as acusações da Igreja Católica a Lutero, de louco a rebelde orgulhoso.
A preparação para a Reforma
No decorrer dos séculos, desde os tempos de Cristo, tem havido um desvio daquilo que Jesus ensinou. Sempre se levantaram vozes em defesa da pureza do Evangelho.
Apesar do zelo, sempre existiram aqueles que se desviavam, trazendo para dentro da Igreja práticas de outras religiões. Esses desvios, a princípio em número reduzido, foram aumentando a ponto de paganizar a Igreja, transformando-a no que conhecemos hoje por Igreja Católica.
No começo, foi apenas a inclusão da hierarquia onde o papa era o líder supremo; depois vieram o batismo para a salvação, a adoração de santos, e outros, atingindo um patamar tal, que por volta do século XIV, a Igreja Católica estava completamente envolvida no paganismo. Daí a salvação passou a ser comercializada como qualquer outro objeto.
Enquanto o cristianismo romano se paganizava, muitas pessoas às quais o nome "cristão" fora negado, lutavam para que a Igreja retornasse aos princípios do Novo Testamento. Entretanto, ela já havia se institucionalizado, e esses reformadores passaram a ser acusados de hereges. Geralmente eram expulsos de suas congregações e perseguidos, pagando, muitas vezes com a vida, pelo zelo cristão.
Até o século XIV, os protestos dessas pessoas foram abafados; porém com o advento de uma nova mentalidade, que deu origem às transformações políticas, sociais, científicas, literárias e mais, foram sendo notados. Naquele período, as grandes descobertas marítimas, a invenção da imprensa, a descoberta do maravilhoso mundo clássico da literatura e arte, até então perdidos, produziram um despertar da natureza humana, que se processou de forma intensa e geral. Esse período ficou conhecido como Renascença, movimento que produziu a energia necessária para a revolução religiosa que se daria no século XVI.
O grande nome dessa revolução religiosa foi Martinho Lutero, monge agostiniano. que, revoltado contra a venda de indulgências, levantou a bandeira da liberdade religiosa frente à corrompida Igreja Católica.
Peregrinação espiritual
Lutero nasceu em 1483, em Eisleben, Alemanha, onde seu pai, de origem camponesa, trabalhava em minas. A sua infância não foi feliz. Seus pais eram extremamente severos. Durante toda a sua vida foi prisioneiro de períodos de depressão e angústia profunda, quando aspirava pela salvação de sua alma.
Em 1505, antes de completar 22 anos, ingressou - contra a vontade de seu pai, que sonhava com a carreira de advogado para ele - no mosteiro Agostinho de Erfurt. Dos motivos que o levaram a tal passo, esse acontecimento foi decisivo: duas semanas antes, quando sobremaneira o temor da morte e do inferno o afligia, prometeu a santa Ana caso se salvasse se tornaria um monge. Portanto, a razão principal, foi o seu interesse pela própria salvação.
Ingressou no mosteiro como filho fiel da Igreja no propósito de utilizar os meios de salvação que ela lhe oferecia e dos quais o mais seguro lhe parecia o monástico. Acreditava que, sendo um sacerdote, as boas obras e a confissão seriam as respostas para suas necessidades, almejadas desde a infância. Mas não bastava.
Embora tentasse ser um monge perfeito - repentinamente castigava seu corpo, a conselho de seu superior - tinha consciência de sua pecaminosidade e cada vez, por isso, tratava de sobrepor-se a ela. Porém, quanto mais lutava contra esse sentimento, mais se apercebia de que o pecado era muito mais poderoso do que ele.
Frente a essa situação desesperadora, o seu conselheiro espiritual recomendou que lesse as obras dos místicos, mas não adiantou; então, foi proposto que se preparasse para dirigir cursos sobre as Escrituras na Universidade de Wittenberg.
A grande descoberta
É certo que, quando se viu obrigado a preparar conferências sobre a Bíblia, Lutero começou a ver nelas uma possível resposta para suas angústias.
Em 1513, começou a dar aulas sobre Salmos, os quais interpretava cristologicamente. Neles, era Cristo quem falava. E assim, viu Cristo passando pelas angústias semelhantes às que passava. Esse foi o princípio de sua grande descoberta, que aconteceu provavelmente em 1515, quando começou a dar conferências sobre a Epístola aos Romanos. Lutero confessou que encontrou resposta para as suas dificuldades, no primeiro capítulo dessa Epístola.
Essa resposta, no entanto, não veio facilmente. Não ocorreu de um dia para outro. A grande descoberta foi precedida por uma grande luta e uma amarga angústia.
O texto básico é Romanos 1.17, no qual é dito que o Evangelho é a revelação da justiça de Deus, e era precisamente essa justiça que Lutero não podia tolerar e dizia que odiava a frase "justiça de Deus". Nela, esteve meditando dia e noite para compreender a relação entre as duas partes do versículo que diz "a justiça de Deus se revela no evangelho", e conclui dizendo que "o justo viverá pela fé".
O protesto
A resposta foi surpreendente. Lutero concluiu que a justiça de Deus, em Romanos 1.17. não se refere ao fato de que Deus castigue os pecadores, mas ao fato de que a justiça do justo não é obra sua, mas dom de Deus. Portanto, a justiça de Deus só tem quem vive pela fé: não porque seja em si mesmo justo ou porque Deus lhe dê esse dom, mas por causa da misericórdia de Deus que, gratuitamente, justifica o pecador desde que este creia.
A partir dessa descoberta, a justiça de Deus não passou mais a ser odiada; agora, ela tornou-se em uma frase doce para sua vida. Em conseqüência as Escrituras passaram a ter um novo sentido para ele. Inconformado com a Igreja Católica, Lutero compôs algumas teses, que deveriam servir como base para um debate acadêmico.
Naquele período, teve início, por ordem do papa Leão X, a venda de indulgências por Tetzel, através da qual o portador tinha a garantia de sua salvação. Não concordando com a exploração de seus compatriotas, Lutero fixou suas famosas 95 teses na porta da Igreja (local utilizado para colocar informações da universidade) do Castelo de Wittenberg.
As teses foram escritas acaloradamente com sentimento de indignação profunda, mas com todo o respaldo Bíblico. E além do mais. ao atacar a venda de indulgências, colocava em perigo os projetos dos exploradores, dentre eles, a ganância do papa Leão X em arrecadar dinheiro suficiente para terminar a construção da Basílica de São Pedro. Os impressos despertaram o povo e produziram um sentimento de patriotismo, o que facilitou a Reforma na Alemanha.
A importância de Lutero para o protestantismo moderno não deve ser esquecida. Foi ele quem teve mais sucesso na investida contra Roma. Foi ele o grande bandeirante da volta às Escrituras como regra de fé e prática. Foi um dos poucos homens que alterou profundamente a História do mundo. Através do seu exemplo, outras pessoas seguiram o caminho da Reforma em seus próprios países, e em poucos anos quase toda a Europa havia sido varrida pelos ventos reformadores.
Lutero foi responsável por três pontos básicos do protestantismo atual: a supremacia das Escrituras sobre a tradição; a supremacia da fé sobre as obras; e a supremacia do sacerdócio de cada cristão sobre o sacerdócio exclusivo de um líder. Humanamente falando, deve-se a Lutero um retomo à leitura da Bíblia.
A Contra-Reforma e os jesuítas
Lutero teve de enfrentar o tremendo poderio da Igreja Católica que, imediatamente organizou a Companhia de Jesus (jesuítas) para atacar a Reforma. Vide o juramento dos jesuítas (livro Congregacional de Relatórios, página 3.362) que em resumo, diz: "Prometo na presença de Deus e da Virgem Maria e de ti meu pai espiritual, superior da Ordem Geral dos Jesuítas... e pelas entranhas da Santíssima Virgem defender a doutrina contra os usurpadores protestantes, liberais e maçons sem hesitar. Prometo e declaro que farei e ensinarei a guerra lenta e secreta contra os hereges... tudo farei para extirpá-los da face da terra, não pouparei idade, nem sexo, nem cor... farei arruinar, extirpar, estrangular e queimar vivo esses hereges. Farei arrancar seus estômagos e o ventre de suas mulheres e esmagarei a cabeça de suas crianças contra a parede a fim de extirpar a raça.
Quando não puder fazer isso publicamente usarei o veneno, a corda de estrangular, o laço, o punhal e a bala e chumbo.
Com este punhal molhado no meu sangue farei minha rubrica como testemunho! Se eu for falso ou perjuro, podem meus irmãos, os Soldados do Papa cortar mãos e pés, e minha garganta; minha barriga seja aberta e queimada com enxofre e que minha alma seja torturada pelos demônios para sempre no inferno!"
Preocupada em conter o avanço dessas ideias, a igreja Romana iniciou através do Tribunal da Santa Inquisição a perseguição mais infame e sangrenta da história, onde, no caso da França, numa única noite, chamada de "Noite de São Bartolomeu", três mil protestantes foram assassinados e seus corpos jogados nas ruas francesas, com as bênçãos católicas. Muitos jesuítas, tais quais espiões, levaram os ditos "hereges" às mais variadas torturas, até a morte.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:01 Links para esta postagem
0
William Carey,Um missionário a ser lembrado


Inglaterra, século XVIII. Um sapateiro e pregador leigo chamado William Carey sente-se chamado para o trabalho transcultural na Índia. Após muito trabalhar, Carey conseguiu comprar as passagens e embarcou para a Índia numa viagem de navio que durou 5 meses, juntamente com sua esposa Doroty e cinco filhos, o menor com cerca de 3 meses de idade. Permaneceu naquele País durante 41 anos. Traduziu a Bíblia inteira para o Bengalês, Sanscrito e Marathí, e o Novo Testamento para várias outras línguas; fundou escolas cristãs, foi usado na conversão de grande número de hindus e na formação de várias Igrejas, além de discipular vários pregadores nativos. Sem dúvida, ele fez a Índia sentir a mensagem do Evangelho, porém, nestes 41 anos de trabalho Missionário. o que poucos sabem é que ele e sua família tiveram tempos críticos: doenças, mortes, fome, falta de um teto onde pudessem dormir e a falta de sustento financeiro por parte de inúmeras igrejas Inglesas. Mas não esmoreceu. Através de suas habilidades e profissões, conseguiu diversos empregos. Mas a Igreja Inglesa perdeu uma rica oportunidade de financiar a Evangelização da Índia.
Hoje Carey é chamado de "O Pai das Missões Modernas", e, entre os poucos na Inglaterra que auxiliaram a obra, haviam duas mulheres que reconheceram nele a vontade de DEUS naquele país, e o sustentaram naquela obra de Evangelização.
Será que você pode fazer várias coisas de uma só vez e fazer todas bem feitas? William Carey, uma menino inglês, aprendeu fazer sapatos com seu pai. Certo dia encontrou um Novo Testamento escrito com letras estranhas. Ao indagar seu idoso professor, ele lhe explicou que eram palavras gregas.
William ficou tão interessado na língua antiga que procurou outros livros escritos em grego até que aprendeu a ler esta língua. Ele sustentava a família fazendo sapatos e ao mesmo tempo estudava outras línguas tais como Hebraico, Latim, Grego, Alemão e Francês.
- Talvez algum dia Deus vai me usar. Não devo perder tempo - pensou ele.
William tornou-se professor. Durante o dia ensinava e continuou fazendo sapatos à noite. Ensinando, fazendo sapatos e estudando. Fazia tudo de uma vez e não tinha tempo a perder!
Ensinava em uma classe de geografia um dia, quando teve uma idéia e arrumou pedaços de couro de várias cores, emendou-os um ao outro, fazendo um globo do mundo. Ele o pendurou na sua sala de aula. Enquanto ele olhava os países, reconheceu que existiam outras línguas que ele não conhecia. Então começou a estudar Holandês e Italiano estando logo apto para ler e falar em oito línguas. Enquanto estudava o globo, Deus começou a falar ao seu coração dando-lhe grande compaixão pelas almas perdidas. Deus o estava preparando para seu próximo trabalho. Seria um missionário do evangelho.
Ele leu a história da vida de David Brainerd, missionário aos índios norte americanos. Enquanto lia, sentiu vontade de gastar sua vida assim. Dizem que neste tempo ele nunca fazia uma oração sem implorar a Deus para deixá-lo ir ajudar os pagãos. Naquela tempo, 200 anos atrás, as igrejas na Inglaterra não enviavam missionários. De fato, ninguém parecia se importar que milhões de pessoas ainda não tinham ouvido que Jesus morreu na cruz para salvar os pecadores. Ele orava por estas pessoas perdidas.
Ninguém prestou atenção quando Carey disse que queria ser missionário. Um pastor lhe disse:
- Rapaz, quando agradar a Deus converter os pagãos, Ele o fará sem o seu auxílio.
Mas ele não desistiu pois sabia que Deus assim desejava. "Escreva um folheto mostrando a necessidade de missões. Eu pagarei a conta para publicá-lo." Ele resolveu que, se ninguém o ajudasse a ir ao campo missionário, ele deveria seguir e confiar em Deus para seu sustento. Agora ele pôde ver a razão dos longos anos de estudo. Todas as línguas aprendidas seriam necessárias para seu trabalho! Ninguém estava mais bem preparado para ser um missionário do que Carey.
Logo no começo sua esposa recusou-se a ir com ele. Ela nunca tinha visto o mar, e tinha tanto medo que preferia ficar em casa. Disse:
- Como posso deixar meus amigos, minha família e meu lar? Não vou!
Carey insistiu que Deus o tinha chamado para ser um missionário e, finalmente, Dorotéia consentiu acompanhar o seu marido.
Eles partiram para a Índia em 1793. Willian estava entusiasmado e alegre quando chegaram nas praias desta terra desconhecida. Era aqui que Deus queria que Ele pregasse o Evangelho. Numa carta à sua terra ele escreveu:
- Eu nunca me senti tão feliz.
Este pobre sapateiro, com amor às almas perdidas, tornou-se um dos maiores missionários batistas. Ele batizou o primeiro convertido numa terra onde agora há milhões de cristãos. Ele traduziu a Bíblia, ou partes da Bíblia em mais de uma dúzia de línguas. Ele é conhecido hoje como "o Pai das Missões Modernas".
O Filme
Ele navegou em 1793 para a Índia com sua esposa relutante e quatro filhos para compartilhar a Mensagem de Jesus. Lá ele enfrentou tantos sofrimentos que é incrível que ele não tenha abandonado seu chamado e voltado para casa. Mas, Carey continuou morando naquela escuridão por mais de 40 anos.
Ele foi chocado e atormentado ao ver as viuvas queimadas vivas num ato religioso Hindu chamado "sati". Enfrentando incontáveis oposições, ele continuou na batalha e teve influencia na abolição de "sati". Ele também ficou conhecido por ser "O Amigo da Índia" e "O Pai de Missões Modernas".
Carey ficou encarregado de traduzir mais versões da Bíblia do que haviam sido feitas durante a história do Cristianismo até ali. A vida nunca foi fácil, mas ele se recusou a desistir, mesmo quando um fogo devastador destruiu anos de seus trabalhos literários. A herança que ele deixou tem dado inspiração para muitos cristãos até os dias de hoje.
Uma vida dedicada a Deus e obediente à sua chamada pode fazer uma diferença profunda no mundo. Este filme demonstra isso de modo dramático.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:56 Links para esta postagem
0
O Homem que Amou o Senhor e a China


James Hudson Taylor nasceu em 1832, em Barnsley, Inglaterra, filho de um sacerdote metodista. Com dezesseis anos, creu em Cristo como seu Salvador, numa tarde em que estava sozinho em casa e entediado. A vida religiosa dos pais não o atraía e ele desejava muito os prazeres do mundo. Passando os olhos pela biblioteca do pai, procurando algo com que se distrair, pegou um livro que falava sobre o Evangelho e começou a lê-lo. No mesmo instante, sua mãe, a mais de cem quilômetros de distância, era conduzida por Deus para orar pela salvação do filho. Taylor orou e a oração de sua mãe foi respondida: ele se rendeu ao Senhor. Oração tornou-se, posteriormente, uma das mais preeminentes marcas de seu serviço e ministério.
Desde então, sentiu-se chamado para pregar o Evangelho na China. Por isso, passou a preparar-se dormindo sobre uma esteira, abrindo mão de qualquer luxo, vivendo com o mínimo de alimento necessário e dependendo exclusivamente do Senhor para seu sustento. Assim, aos dezenove anos, Taylor aprendeu que poderia confiar em Deus e obedecer-Lhe em qualquer área de sua vida - aprendeu que se pode levar a sério Deus e Sua Palavra.
Após estudar medicina e teologia, foi para a China em 1854 como um missionário assalariado pela Sociedade para Evangelização da China.
Em 20 de janeiro de 1858, após trabalhar num hospital por quatro anos, ele casou com Maria Dyer (1837? - 1870), missionária, filha de um dos primeiros missionários para a China. Eles tiveram oito filhos, quatro dos quais morreram com menos de dez anos. Por ser ela fluente no dialeto ningpo, ajudou Hudson no trabalho de tradução do Novo Testamento, no que ele investiu cinco anos. Essa tradução foi realizada na Inglaterra e, em 1866, Taylor retornou a China com dezesseis outros missionários e fundou a Missão para o Interior da China (MIC).
Em 1870, sua esposa e dois de seus filhos morreram de cólera. Maria era uma torre forte e um conforto para o marido. Nas palavras dela, ela era "mais intimamente instruída que qualquer outra pessoa com as provações, as tentações, os conflitos, as falhas e quedas e as conquistas" do marido.
Em 1871, Taylor casou-se com Jennie Faulding (1843 - 1903), missionária da MIC. Eles tiveram dois filhos, incluindo Howard, o biógrafo do pai e autor de O Segredo Espiritual de Hudson Taylor (Editora Mundo Cristão). Jennie cuidou do marido em meio a injúrias e doenças, editou o periódico China’s Millions da MIC e tinha um ministério especial entre as mulheres. Nos últimos anos de vida, ela viajou com Hudson, além de falar e escrever e organizar o trabalho da Missão. Partiu para o Senhor em 1904.
Hudson permaneceu na China e quando dormiu no Senhor, em Changsha, em 1905 (antes que os comunistas tomassem o país que ele tanto amava), havia lá deixado 250 pontos missionários com 849 missionários da Inglaterra e 125.000 chineses cristãos dando testemunho do Evangelho. Sua vida é um dos mais impressionantes registros da história do evangelismo e um dos maiores testemunhos da fidelidade do Senhor e a Ele.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:43 Links para esta postagem
Marcadores: Historia e Fe
0
Veja os famosos que "aceitaram Jesus" e viraram evangélicos


A religião evangélica é a que mais vem crescendo entre os brasileiros - segundo uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, no começo dos anos 2000, o número de fiéis no país quase dobrou em relação à década anterior. Entre os convertidos, é claro, muitos são famosos. Não são raras as notícias de que uma celebridade "aceitou Jesus" e se tornou protestante.

Quando o assunto é converter celebridades, a igreja Bola de Neve é campeã. Freqüentada por jovens, em sua maioria, e usando o surf como alavanca, ela trouxe para seu rebanho artistas como Alexandre Frota, Regininha Poltergeist, Rodolfo e Monique Evans - alguns destes até conseguiram conciliar a carreira no mundo erótico com a religião.
Alguns não se contentaram em ficar na platéia e até se lançaram como estrelas do mundo evangélico, como Baby do Brasil e Mara Maravilha.
Veja a lista de famosos que "aceitaram Jesus":Baby do BrasilAntiga Baby Consuelo, não só virou evangélica como abriu uma igreja. A sede do Ministério do Espírito Santo de Deus em Nome do Senhor Jesus Cristo ficava em Botafogo, no prédio onde a cantora tinha montado uma gravadora. Ela cantora chegou ao Protestantismo após circular por várias religiões. Baby prometia protagonizar curas e até reverter homossexualidade em seus cultos.

RodolfoVocalista, de uma das maiores bandas de rock dos anos 90, o Raimundos, Rodolfo se converteu ao Protestantismo e deixou seus companheiros. A banda, que ainda curtia a repercussão de sucessos como A Mais Pedida, Me lambe e Mulher de Fases, perdeu o líder, que começou a freqüentar a Bola de Neve.Ele se converteu por influência da mulher, que fazia cultos evangélicos na sua casa.Rodolfo voltou aos palcos com bandas gospel, cantando um "rock do senhor", mas não emplacou muitos sucessos.

Mara MaravilhaMara, desde pequena, apresenta programas para crianças. Porém, a vida da cantora e apresentadora não era perfeita e foi em um momento de angústia e problemas de saúde que ela "conheceu Jesus".Mara, segundo ela mesma conta, estava doente e, atrás de um alívio, foi à igreja. "Tudo o que o pastor falava coincidia com a minha vida", disse, na época, em seu site pessoal.Hoje, Mara é famosa cantora gospel e já gravou muitos CDs "para Jesus".
Monique Evans Monique Evans foi, por muito tempo, a apresentadora do programa erótico Noite Afora, da Rede TV!. O trabalho virou problema, porém, quando ela teve que levá-lo em paralelo com a igreja preferida dos famosos, Bola de Neve.Em um culto, ela anunciou aos fiéis presentes que estava deixando o programa.

GretchenA dançarina Gretchen, sempre explorou seu corpo para fazer sucesso. A rainha do rebolado, porém, em certa altura de sua vida, encontrou Jesus. Ela andou nos trilhos nos primeiros anos, mas depois, ainda na igreja, posou nua duas vezes - em uma delas, estava grávida - e fez filme pornô
Regininha PoltergeistRegininha despontou para fama fazendo o papel de uma santa que curava as pessoas por intermédio do sexo na peça Santa Clara Poltergeist. Após isso, fez vários ensaios sem roupa, um programa erótico, o Puro Êxtase, e alguns filmes pornôs. Mas, no começo de 2009, a Bola de Neve mostrou o caminho para Regininha, que agora é evangélica.

Alexandre FrotaFrota, começou a carreira como ator de novelas do Globo na metade dos anos 80. Anos se passaram, até que ele fez seu primeiro ensaio erótico com outro homem e vestido de marinheiro, então um filme pornô, depois um filme com travesti e por aí vai. Depois de incontáveis obras pornográficas, como Invadindo a Retaguarda, ele diz ter se despedido do ramo com A Última F**a de Frota no Pornô e virou seguidor da Bola de Neve.
Xanddy e Carla Perez Xanddy e Carla Perez ficaram famosos e se conheceram por intermédio do axé. Casados, eles começaram a freqüentar a igreja juntos, em 2006, em Salvador. O casal se aproximou da religião quando o cantor foi convidado para participar da gravação de um DVD de uma cantora gospel.

Marcelinho Carioca Marcelinho Carioca, começou nas categorias de base do Flamengo, mas atingiu a fama no Corinthians. O jogador, no meio de sua carreira, descobriu a palavra do senhor e, a partir daí, é evangélico fervoroso.O atleta até tentou levar paralelamente a carreira de futebolista e a de cantor gospel, mas acabou desistindo da música no meio do caminho.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:33 Links para esta postagem
0
É hora de erguer as mãos


A cidade de João Pessoa oferece opções variadas ao público no campo da música. Tem samba, pagode e, principalmente, "MPB ao vivo" em seus muitos bares e poucas casas de shows. E música religiosa, também. Hoje, a capital paraibana sedia o festival Jampa Gospel, reunindo em uma única noite, Fernanda Brum, Mariana Valadão, Toque no Altar, Dany Grace e DJ Cris Costa. O evento começa às 19h, na Vila Cowboy, no bairro de Valentina Figueiredo.
Fernanda Brum comanda o time de atrações que se apresenta no Vila Cowboy. Foto: MK Music/Divulgação Raffael Lima, produtor do festival, explicou que uma grande estrutura foi armada na Vila Cowboy para receber os fiéis. O evento, segundo ele, tem o intuito de "evangelizar e pregar a palavra". Uma das novidades do Jampa Gospel é a sua realização em um local tradicionalmente utilizado para shows de forró e suingueira.AtraçõesFernanda Brum despontou no cenário da música gospel nos anos 90, galgando com rapidez os degraus do sucesso ao fazer um passeio pelo pop adoração e blues, com um acento romântico. A artista costumadizer que é o que vive, e o momento é que faz o seu estilo. Ela não busca uma tendência musical, um estilo ou o que está na moda. Cada faixa de seus CDs é como fosse uma parte dela, ou seja, é a pura expressão de seus sentimentos.Mariana Valadão não só canta, como pesquisa a religião. De família cristã, ela cresceu em um ambiente musical, marcado pela música e pregações na Igreja Batista da Lagoinha, onde é Pastora da Juventude ao lado do marido, o pastor Felippe Valadão. A artista tem bacharelado em Teologia pelo Seminário Teológico Carisma e é integrante do Ministério de Louvor e Adoração Diante do Trono desde 1999. O ministério de louvor Toque no Altar surgiu em janeiro de 2002, quando o pastor Marcus Gregório implantou, na Igreja Evangélica Ministério Apascentar, em Nova Iguaçu (RJ), a visão de músicos de tempo integral, ou seja, músicos separados exclusivamente para a adoração e profunda intimidade com o Criador. O projeto começou com quatro pessoas e, atualmente, reúne 16 músicos.Dany Grace integravao projeto Comunhão e Adoração, sendo uma das principais intérpretes. Agora segue com trabalho solo, e já está com o seu primeiro CD na praça, Na hora certa, no qual mescla adoração profética, pop/rock e baladas. Apesar de sua pouca idade, possui larga experiência musical, tendo participado de diversas produções e projetos de artistas de renome do gospel nacional.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:31 Links para esta postagem
Marcadores: Eventos
quinta-feira, 21 de maio de 2009
0
Trabalho missionário é afetado por leis anticonversão, na Índia


A recente aprovação dos chamados projetos de “lei de liberdade religiosa” em dois Estados indianos está trazendo uma reação rápida do líder de um ministério de evangelismo voltado para a Ásia, com sede nos Estados Unidos.
De acordo com a recém-aprovada legislação, as pessoas que querem mudar de religião precisam as autoridades do governo. Se não o fizerem, recebem multas e podem ser presas. O decreto desse regulamento foi estimulado por falsas acusações de conservadores hindus, que alegaram que os missionários cristãos estavam convertendo as pessoas através da força.
K. P. Yohannan é o presidente do Evangelho para a Ásia (GFA, sigla em inglês), uma organização missionária comprometida com o evangelismo e a fundação de igrejas em partes da Ásia ainda não alcançadas pelo evangelho. Ele disse que as novas leis de conversão dos Estados indianos foram aprovadas para tornar mais difícil que as pessoas se convertam ao cristianismo.
“A Suprema Corte declarou que a polícia local tem autoridade para investigar por conta própria se existe uma reclamação sobre um missionário tentando converter alguém à fé cristã”, explica Yohannan. “Isso é um golpe devastador, considerando a existência das duras leis que eles têm”.
Níveis extremos
O líder do ministério afirma que a conversão é a principal questão política na Índia e que muitas vezes as autoridades indianas usam o poder para intimidar e discriminar os cristãos. “Normalmente, quando sofremos abusos e perseguições, a polícia local e as autoridades nem mesmo olham”, sustenta ele. “Eles simplesmente vão embora, porque fazem parte do grupo que sempre faz esse tipo de coisa com os missionários e obreiros cristãos”.
Yohannan destaca que esse tipo de perseguição anticristã atinge níveis extremos em certas regiões da Índia. “Isso é o que está acontecendo no Estado de Madhya Pradesh, onde sempre tivemos muita oposição”, ele declara. E agora, as novas leis “anticonversão” estão “tornando muito mais difícil o trabalho dos obreiros cristãos”.
O Evangelho para a Ásia treina e equipa missionários locais para evangelizar e plantar igrejas na Índia e na Ásia. De acordo com fontes do ministério, um funcionário do governo indiano admitiu que o propósito da lei anticonversão foi minar os planos dos missionários cristãos.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:54 Links para esta postagem
0
Como ganhar um bilhão de Almas: Multiplicação


EUA - O evangelismo de um bilhão de almas pode ser feito dentro de uma geração, dizem líderes de igrejas.
É uma meta razoável para mais de um bilhão de pessoas que professam serem cristãos, eles acrescentam, mas os cristãos precisam fazer algo diferente.
“Não estamos alcançando os cinco bilhões [de almas não-salvas]“, disse Larry Stockstill, pastor da Bethany World Prayer Center da Louisiana, na reunião de líderes de igreja, nesta semana. “Nós conseguimos fazer algo diferente”.
A resposta simples: multiplicação
Há três tipos de pessoas na igreja, Stockstill explicou no “Billion Soul Summit”, em Dallas – os que assistem (a multidão), os membros (a congregação) e os multiplicadores (a essência). Multiplicadores tipicamente só compõem de 10 a 15% de uma igreja. Na sua igreja de 10.000 membros, ele descreveu 1.500 deles como multiplicadores.
O presidente da Explosão de Evangelismo, John Sorensen, aponta o mesmo conceito, exceto o que ele chama de “multiplicação espiritual”. Se cada cristão compartilhar o Evangelho, os mais de um bilhão se tornarão mais de dois bilhões em apenas uma geração.
Mas há apenas dois tipos de cristãos, categorizou Sorensen - os que estão aprendendo a testemunhar e os que testemunham. O grande desafio para a evangelização mundial é achar líderes que não apenas falam sobre evangelismo, mas o façam, ele disse.
O papel da igreja não é de manter as pessoas nos bancos, mas o alvo é ganhar cristãos fora de sua própria igreja, espalhando o evangelho e plantando igrejas ao redor do mundo.
“Qualquer coisa que não reproduz, morre”, disse o palestrante Sunday Adelaja, também pastor da Embaixada de Deus, uma das grandes igrejas da Europa. Não devemos utilizar essa simples teoria de sobrevivência apenas para humanos, mas também para igrejas.
“Tem tudo a ver com multiplicação”, disse o líder da Rede Global de Pastores, James O. Davis, que ajuda a encabeçar a Campanha de Um Bilhão de Almas.
“Mais e mais igrejas estão pregando menos o evangelho”, disse Dr. James Merritt, ex-presidente da Convenção Batista Sulista. “Nós devemos priorizar a mensagem do Evangelho” - a morte, sepultamento e ressurreição de Jesus Cristo.
A Colheita de Um Bilhão de Almas está planejando plantar cinco milhões de igrejas e salvar um bilhão de almas nos próximos dez anos. O evangelista internacional Reinhard Bonnke disse que um bilhão é “um bom começo”.
“A multiplicação acontece em nossas mãos”, ele disse na reunião, uma alusão à história bíblica da multiplicação dos cinco pães e dois peixes, “mas o milagre é Jesus”.
Desde que começaram a Colheita de Um Bilhão de Almas, em setembro de 2005, a Rede Mundial de Pastores já promoveu 7 eventos nos EUA, com o mais recente em Dallas, na terça-feira. Também montou congressos internacionais, com o primeiro em Lima, no Perú. Em novembro, a iniciativa de Um Bilhão de Almas irá para Johannesburg, na África do Sul, para o segundo congresso com o envolvimento de líderes de toda a África - onde muitos dizem está se tornando o epicentro do Cristianismo. Um terceiro congresso será em Fiji.
Para multiplicar pelo menos um bilhão de almas, Stockstill diz que cristãos devem iniciar discipulando uma pessoa.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:49 Links para esta postagem
0
Americana deu à luz gêmeos de pais diferentes


Testes de DNA revelaram que os filhos gêmeos nascidos de uma mulher nos Estados Unidos há quase um ano são de pais diferentes.
Segundo informações da rede de TV americana Fox 4, Mia Washington, de Dallas, engravidou do namorado James Harrison, e também de um outro homem, cuja identidade não foi revelada.
Intrigada porque os meninos - hoje com 11 meses de idade - estavam crescendo com feições bastante diferentes, a mãe decidiu fazer um exame de DNA para provar a paternidade.
Para sua surpresa, o resultado confirmou que os meninos tinham 99,999 % de chances de serem filhos de pais diferentes, e 0% de chances de serem filhos do mesmo pai.
Mia Washington então procurou a rede de TV para contar sua história.
A mãe admitiu o caso, e o noivo, James Harrison - pai de um dos meninos -, diz ter perdoado a traição. Ele prometeu criar Justin e Jordan como se fossem seus filhos.
O pai do outro menino não foi identificado, mas Mia Washington disse à rede Fox que pretende contar a história aos filhos no futuro. Ela, no entanto, não pensa em entrar em contato o outro pai.
“De todas as pessoas nos Estados Unidos, e de todas as pessoas no mundo, foi acontecer comigo. Estou chocada”, disse Mia Washington à Fox.
O caso de dois gêmeos de pais diferentes é bastante raro, mas pode ocorrer se a mulher liberar mais de um óvulo durante seu período fértil e tiver relações sexuais com dois homens em um curto período.
O fenômeno é conhecido como superfecundação heteropaternal.
De acordo com o médico Chris Dreiling, da Associação Pediátrica de Dallas, ouvido pelo canal de TV, “este provavelmente será o único caso que vamos ver em na cidade de Dallas. É raro assim”.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:46 Links para esta postagem
0
Justiça dos EUA pede prisão de mãe que fugiu com filho para evitar quimioterapia


A mãe de um adolescente norte-americano de 13 anos que sofre de câncer, mas se recusa a fazer tratamento de quimioterapia, está sendo procurada por fugir com ele. Um juiz determinou que o jovem Daniel Hauser seja colocado sob custódia de pais adotivos, e que seja examinado imediatamente por um oncologista, para que comece a receber tratamento contra um linfoma.
O câncer de que o garoto sofre é considerado altamente curável, desde que tratado com quimioterapia e radiação. Mesmo assim, Daniel Hauser abandonou o tratamento após a primeira sessão. Ele e seus pais preferiram tentar curas alternativas, citando crenças religiosas.
Em uma primeira decisão judicial, os pais foram considerados negligentes com a saúde do filho. Eles deveriam levá-lo a um exame e em seguida comparecer na terça-feira (19) à corte, mas apenas o pai do garoto apareceu. Ele disse que a mãe havia contado que fugiria, mas não disse para onde.
Colleen e Anthony Hauser são católicos e acreditam em uma filosofia que defende metódos naturais de cura. Eles disseram que estavam tratando Daniel com suplementos de ervas, vitaminas e água ionizada.
Segundo o médico da família, o tumor de Daniel está crescendo, e precisa ser tratado com urgência.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:41 Links para esta postagem
0
Idosos enterrados vivos acusados de feitiçaria


Idosos acusados de feitiçaria estão sendo enterrados vivos na província angolana da Lunda-Norte, denunciou hoje o bispo D. José Imbamba.
Em declarações à Agência Lusa, o bispo da Lunda-Norte disse que o número de casos envolvendo estas práticas não é ainda alarmante, mas é muito preocupante, adiantando que em alguns casos, estas pessoas são enterradas com os cadáveres daqueles a quem acusam de ter morto por feitiço.
O último caso ocorreu há 15 dias, mas graças à intervenção de um grupo de catequistas, o velho, que já se encontrava preso e a caminho do cemitério, foi salvo, informou o prelado.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:36 Links para esta postagem
0
Nada de verdade sem amor e nada de amor sem verdade


O envolvimento da igreja na sociedade envolve muitas questões, controvérsias e decisões — mas nenhuma questão está definindo nossa atual crise cultural com tanta clareza quanto o homossexualismo. Algumas igrejas e denominações já se renderam às exigências do movimento homossexual, e agora aceitam o homossexualismo como um estilo de vida totalmente válido. Outras denominações estão cambaleando, já a beira da rendição, e sem uma resistência conservadora em massa, é praticamente certeza que abandonarão a verdade bíblica e abençoarão o que a Bíblia condena.
Em poucos anos, vem se tornando evidente uma grande linha divisória — com igrejas apoiando o homossexualismo de um lado e outras igrejas resolutamente resistindo à maré cultural do outro.
O movimento homossexual entende que as igrejas evangélicas são um dos últimos movimentos de resistência fiéis a uma moralidade bíblica. Por causa disso, o movimento adotou a estratégia de isolar a oposição cristã, e forçar mudanças através de ações políticas e pressões culturais. Será que poderemos esperar que os evangélicos permaneçam firmemente bíblicos nessa questão?
Dificilmente. Pesquisas científicas e observações informais revelam que estamos experimentando uma perda significativa de convicções entre os adolescentes e os adultos jovens. Nenhuma revolução poderá ter êxito sem moldar e mudar a mente dos jovens e crianças. Inevitavelmente, as escolas se tornaram cruciais campos de batalha na guerra cultural. A cosmovisão cristã foi minada por currículos predominantes que ensinam o relativismo moral, reduzem os mandamentos morais a valores pessoais e promovem o homossexualismo como uma opção de estilo de vida legítima e atraente.
Outras igrejas precisam ensinar os aspectos fundamentais da moralidade bíblica aos cristãos que, sem tal ensino, nunca saberão que a Bíblia prescreve um modelo para os relacionamentos sexuais. Os jovens precisam de ensinamentos sobre a verdade acerca do homossexualismo — e ensinados a estimar o casamento como a intenção de Deus para a relação sexual humana.
Vivemos dias que exigem coragem dos cristãos. Nestes dias, coragem significa que os pregadores e os líderes cristãos precisam montar uma agenda de confronto bíblico, e não evitar a responsabilidade de lidar com as muitas e diversas questões relativas à homossexualidade. Precisamos falar sobre o que a Bíblia ensina acerca das diferenças sexuais — o que significa ser homem ou mulher. Precisamos falar sobre o presente de Deus que é o sexo e a aliança de casamento. E precisamos falar com honestidade sobre o que é a homossexualidade e por que Deus condenou esse pecado como abominação aos Seus olhos.
Coragem é raríssima em muitos círculos cristãos. Isso explica a rendição de tantas denominações, seminários e igrejas à agenda homossexual. Mas nenhuma rendição nessa questão teria sido possível se a autoridade das Escrituras não tivesse já sido sabotada.
No entanto, assim como a coragem é indispensável, nossos dias exigem dos cristãos outra virtude também: compaixão. O fato trágico é que quase todas as congregações têm pessoas em luta com desejos homossexuais ou até mesmo envolvidas em atos homossexuais. Fora das paredes das igrejas, os homossexuais estão aguardando para ver se as igrejas cristãs têm qualquer coisa mais a dizer, depois que declaramos que o homossexualismo é pecado.
As igrejas liberais redefiniram a compaixão para significar que a igreja muda sua mensagem para atender às exigências modernas. Elas argumentam que dizer a um homossexual que ele é pecador é crueldade e intolerância. Isso é a mesma coisa que argumentar que um médico é intolerante porque diz a uma paciente que ela tem câncer. Mas, na cultura politicamente correta, esse argumento possui uma atração poderosa.
Os cristãos bíblicos sabem que a compaixão requer dizer a verdade bíblica e recusar chamar o pecado como algo que não é pecado. Esconder ou negar a pecaminosidade do pecado é mentir, e não há compaixão em tal mentira mortal. A verdadeira compaixão exige falar a verdade em amor. E há um problema: Muito frequentemente, nossa coragem é mais evidente do que nossa compaixão.
Na vasta maioria dos casos, as opções parecem reduzidas a igrejas liberais pregando amor sem verdade ou igrejas conservadoras pregando a verdade sem amor. Os cristãos evangélicos precisam fazer para si algumas perguntas bem difíceis, mas a mais difícil é esta: Por que é que temos sido tão ineficientes em alcançar pessoas escravizadas a esse padrão específico de pecado? O Evangelho é para os pecadores — tanto para os pecadores homossexuais quanto para os pecadores heterossexuais. Como Paulo explicou para a igreja em Corinto: “E é o que alguns têm sido; mas haveis sido lavados, mas haveis sido santificados, mas haveis sido justificados em nome do Senhor Jesus, e pelo Espírito do nosso Deus”. (1Coríntios 6:11)
Creio que estamos falhando no teste da compaixão. Se o primeiro requisito da compaixão é que digamos a verdade, o segundo requisito com certeza é que alcancemos os homossexuais com o Evangelho. Isso significa que precisamos desenvolver ministérios acolhedores que concretizem essa preocupação, e aprender como ajudar os homossexuais a escapar das poderosas cadeias desse pecado — do mesmo jeito que ajudamos outras pessoas a escapar de suas próprias cadeias pela graça.
Se de fato somos um povo do Evangelho; se realmente amamos os homossexuais como outros pecadores; então precisamos alcançá-los com uma sinceridade que torne esse amor palpável. Só teremos alcançado esse requisito quando estivermos prontos para dizer aos homossexuais: “Queremos que vocês conheçam a plenitude do plano de Deus para vocês, que vocês conheçam o perdão de pecados e a misericórdia de Deus, recebam a salvação que vem pela fé no Senhor Jesus Cristo, conheçam a cura que Deus opera nos pecadores salvos pela graça e se juntem a nós como discípulos de Jesus Cristo, vivendo nossa obediência e crescendo na graça juntos”.
Tais foram alguns de vocês… A igreja não é um lugar onde os pecadores são acolhidos para permanecer em seus pecados. Pelo contrário, é o Corpo de Cristo, composto de pecadores transformados pela graça. Nenhum de nós merece ser aceito dentro desse Corpo. É tudo pela graça, e cada um de nós saiu do pecado. Nós pecamos se chamarmos a homossexualidade como algo que não seja pecado. Pecamos também se agirmos como se esse pecado não pudesse ser perdoado.
Não podemos nos contentar com a verdade sem amor nem com o amor sem a verdade. O Evangelho resolve a questão de uma vez por todas. Essa grande crise moral é uma crise de Evangelho. O genuíno Corpo de Cristo se revelará mediante compaixão corajosa e coragem compassiva. Só veremos isso realizado quando homens e mulheres libertos pela graça de Deus da prisão do homossexualismo sentirem-se livres para se levantarem em nossas igrejas e declararem seus testemunhos — e quando estivermos prontos para recebê-los de braços abertos como condiscípulos. Milhões de pessoas que sofrem estão aguardando para ver se nossas intenções reais estão de acordo com o que pregamos.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:30 Links para esta postagem
0
Mulher apedreja templo religioso em Piripiri em Salvador na Bahia


Um fato inusitado chamou atenção das pessoas que passavam pela Av. Aderson Ferreira, em Piripiri, na manhã de domingo (17/05) quando uma mulher desconhecida jogou várias pedras na porta da Igreja Internacional da Graça de Deus.
Era por volta de 11h, quando a mulher chegou com um quadro debaixo dos braços, deixou no chão e arrancou pedras da calçada e atingiu por várias vezes a porta que estava fechada. Em seguida saiu caminhando em direção à Praça da Bandeira. O episódio deixou assustados as pessoas que estavam participando da II Feijoada do Grupo de Escoteiros Erivaldo Sandro, no Parque Curumi.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:27 Links para esta postagem
0
Sacerdote católico se diz culpado de abuso sexual a menor na Austrália
Sydney (Austrália) - Um sacerdote católico, condenado antes por pedofilia na Austrália, declarou-se hoje culpado diante de um tribunal australiano de cinco acusações de abuso sexual contra um menor, um aluno dele, entre 1968 e 1969.
Desmond Laurence Gannon, de 79 anos, reconheceu que abusou pelo menos três vezes de um estudante de 11 anos da Saint Patrick’s Primary School, em Kilmore.
O promotor afirmou que o acusado planejou e cometeu as ofensas de maneira deliberada, e solicitou uma pena de entre nove e 42 meses ao juiz Frank Gucciardo, que pronunciará a sentença em 3 de junho.
A vítima, agora de cerca de 50 anos, apresentou à sala um comunicado no qual acusou o padre Gannon de ter destruído todos seus sonhos e ilusões, e de uma criança feliz se transformou em um criminoso que passou pela penitenciária.
Gannon cumpriu um ano na prisão em 1995 por crimes da mesma natureza cometidos entre 1958 e 1976.
Quase 110 membros da Igreja Católica foram condenados na Austrália por abusos sexuais que afetaram cerca de mil pessoas, segundo dados da organização Broken Rites. EFE
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:24 Links para esta postagem
0
Descoberta inscrição hebraica de 3 mil anos em Jerusalém


JERUSALÉM - Arqueólogos em escavação no Monte das Oliveiras, em Jerusalém, descobriram uma asa de jarro de quase 3.000 anos que traz uma antiga inscrição hebraica, um achado significantemente mais antigo que a maioria dos artefatos descobertos na cidade antiga, disse um arqueólogo. A asa, da Idade do Ferro, está inscrita com o nome hebreu Menachem, que foi o nome de um rei israelita e ainda hoje é comum entre judeus.
A inscrição inclui ainda uma letra parcialmente intacta, o caractere hebraico lamed, que significa “para”. Isso sugere que a jarra foi um presente para alguém chamado Menachem, disse Ron Beeri, que dirige a escavação para a Autoridade de Antiguidades de Israel. Não há indício de que a inscrição se refira ao rei.
Esse mesmo nome e versões variantes já foi encontrado em cerâmica egípcia de até 3.500 anos atrás, e a Bíblia menciona Menachem Ben Gadi como um antigo rei de Israel. Mas esta é a primeira vez que um artefato com o nome é descoberto em Jerusalém, disse Beeri.
“É importante porque mostra que eles realmente usavam o nome Menachem durante o período”, disse Beeri. “Não é só da Bíblia, é do registro arqueológico”.
Com base no estilo da inscrição, ele datou a asa de cerca de 900 a.C., no período do primeiro templo de Jerusalém.
O vasilhame a que a asa pertencia não foi resgatado, então é impossível dizer para que era usado, disse Beeri. Vasilhames semelhantes podiam conter produtos como óleo ou trigo.
Fonte: Estadão
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:21 Links para esta postagem
0
Garoto cristão de 5 anos é encontrado morto


IRAQUE - De acordo com um grupo que cuida de liberdade religiosa, um garoto cristão de 5 anos foi sequestrado e executado por um grupo desconhecido, que pediu um resgate de U$50.000.
Tony Adwar Shawell foi sequestrado no dia 5 de março. Seu corpo foi encontrado com diversos ferimentos à bala no dia 11 de maio.
Desde a invasão dos Estados Unidos em 2003, é comum que gangues criminosas e militantes islâmicos seqüestrem e assassinem os cristãos. A identidade dos seqüestradores de Shawell ainda é desconhecida.
Juliana Taimoorazy, presidente do Conselho de ajuda cristã declarou que havia recebido pistas sobre a localização do corpo do menino.
Ela ressaltou que os cristãos querem viver pacificamente com os outros iraquianos, e pediu para que a comunidade internacional e o governo dos Estados Unidos protejam os cristãos no Iraque.
Jonathan Racho, diretor regional da International Christian Concern na África e Oriente Médio comentou: “Esse último acontecimento indica a deterioração da situação para as minorias cristãs no Iraque. Também é um sinal muito claro do perigo que todos os cristãos iraquianos enfrentam no país. Pedimos que os iraquianos e o governo americano coloque um fim no extermínio sistemático dos cristãos no Iraque.
Vemos nas notícias recentes que há um grande êxodo de cristãos no Iraque. Além disso, os poucos que ainda estão no país são atacados de alguma forma. O Iraque precisa de nossa oração. Peça a Deus que derrame paz sobre o país e força para nossos irmãos iraquianos.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:19 Links para esta postagem
0
Como os cristãos são perseguidos na Coreia do Norte


COREIA DO NORTE - É muito desencorajador notar o nível de perseguição aos cristãos na Coreia do Norte, até mesmo aqueles que estão supostamente protegidos de acordo com a constituição do país.
Mas o oposto é o caso de um país onde cada cidadão supostamente tem direitos fundamentais em termos de permissão para adorar seu Deus da maneira e forma que considerem adequada.
Você pode imaginar um caso como o de Juan Eun Hye, um desertor norte-coreano, que foi colocado sob severa vigilância e enfrentou toda forma de perseguição da Agência de Segurança da Coreia do Norte. “Eu tive que fugir do meu país e me tornar um refugiado. Apesar da educação completamente ateísta, da incessante propaganda anti-religiosa e da tenaz vigilância do governo, nossa família guardou a fé.”
De acordo com o relatório da Portas Abertas, existe um numero de 50.000 a 70.000 de cristãos que estão detidos em vários campos de prisão e há um total aproximado de 400.000 crentes na Coreia do Norte.
O relatório também afirmou que os cristãos norte-coreanos podem ser presos por qualquer ato que o Estado defina como crime, por exemplo, ser cristão, fazer qualquer comentário negativo sobre o regime de governo, ter uma foto do Kim II Sung em casa, manter a casa bem limpa ou mesmo viajar para a China atrás de comida.
É digno de atenção, que há oito campos de prisão política na Coreia do Norte que mantêm em torno de meio milhão a um milhão de pessoas e esses prisioneiros políticos estão constantemente sob ameaça de execução.
Existe também em torno de 30 campos onde há centenas de milhares de norte-coreanos que trabalham forçadamente todos os dias e dois desses campos juntos tem a mesma área que a Ilhota de Wight*.
A Portas Abertas também relata que nos últimos 30 anos cerca de 500.000 tenham perecido nas enormes redes de cadeias, campos de prisão e em secretos projetos subterrâneos em construção na Coreia do Norte.
Isto indica: “A falta de comida combinada com o árduo trabalho exigidos dos prisioneiros significa que eles morriam de desnutrição e exaustão. Alguns dos sobreviventes comiam qualquer coisa que achavam como cobras e ratos.”
Como resultado deste cenário, a Portas Abertas iniciou uma campanha diplomática, na qual mostraria as condições dos refugiados na Coreia do Norte e forçaria uma repatriação para a China.
Também a rede WCD de Noticias, Noticias Cristãs e Agência de Mídia tem relatado algumas vezes que cristãos na Coreia do Norte vivem sob constante perigo de assédio, prisão e tortura, e estes cristãos que estão debaixo de regime opressivo devem ter cuidado ao se reuniram para estudar a Bíblia ou adorar, como por exemplo, encontrarem-se em grupos de apenas 3 ou 4 e cobrir todas as janelas.
“Se você for a uma reunião de cristãos na Coreia do Norte, você tem que entender que está colocando sua vida em suas próprias mãos. Por ser descoberto como cristão você pode ser preso. Isto pode levar a sua execução. Portanto, você deve ser muito cauteloso para quem você compartilha informações”, acrescenta.
A ironia deste cenário é que a despeito de toda a intensa perseguição aos fiéis, quase que diariamente na Coreia do Norte, a população de cristãos naquela nação comunista está crescendo cada vez mais e é aberta ao evangelho.
Além disso, apesar dos dez milhares de cristãos que são presos por causa da sua fé naquele país, o jornal WCD diz que a fé dos cristãos continua a perseverar apesar de reunirem-se em secreto por necessidade para compartilhar a verdade das Escrituras.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:15 Links para esta postagem
0
Fim da guerra no Sri Lanka deve acabar com divisões religiosas

O presidente do Sri Lanka, Mahinda Rajapaksa, declarou oficialmente, na manhã desta terça-feira (horário local), a vitória das tropas de seu governo sobre os rebeldes do grupo separatista Tigres de Libertação da Pátria Tâmil, após 26 anos de guerra civil.
Em um discurso no Parlamento do país, Rajapaksa afirmou que o conflito não foi uma guerra contra a população da minoria tâmil e afirmou que o país está agora “liberado” da ameaça “terrorista”.
Segundo ele, pela primeira vez em 30 anos, o governo cingalês tem o controle total de todas as áreas do país.
Falando na língua tâmil, o presidente ainda pediu união para a construção de uma nação pacífica e afirmou que as divisões religiosas e étnicas devem acabar no Sri Lanka.
No discurso, que foi transmitido em rede nacional de televisão, Rajapaksa afirmou que “este é um dia muito significativo, não apenas para os cingaleses, mas para todo o mundo”.
“Hoje nós pudemos liberar todo o país das garras do terrorismo. Nós pudemos derrotar um dos mais odiosos grupos terroristas do mundo”, afirmou.
Os Tigres de Libertação da Pátria Tâmil lutam por um Estado independente no norte e no leste do Sri Lanka desde o início da década de 1980.
Mais de 70 mil pessoas morreram nos conflitos e milhares foram deslocados de suas casas.
Fontes envolvidas com a questão religiosa afirmam: “Vencemos a batalha, mas a guerra ainda não acabou.”
“Temos que perceber o fato de que somos uma comunidade com diversas etnias, religiões e culturas. Agora, resta-nos a tarefa de reconstruirmos a nação nos esquecendo de nossas diferenças políticas, étnicas e religiosas.”
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:05 Links para esta postagem
0
Ex-paquita, agora evangélica, leva filho para conhecer Xuxa


As paquitas cresceram, tiveram filhos, mas a amizade com Xuxa continou. Ana Paula Almeida, a Pituxita Bonequinha, visitou a apresentadora na última semana, durante as gravações do “TV Xuxa”. Ana Paula se encontrou com Xuxa no camarim da loira, no Projac, no Rio, e levou seu filho, Davi, de dois anos e meio, para conhecer a rainha dos baixinhos. Ana Paula conheceu Xuxa aos 10 anos, e hoje está com 32. Ex-namorada do jogador de futebol Romário, atualmente é casada com o empresário José Roberto. Evangélica, gravou um CD de música gospel e dá palestras em igrejas.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 20:34 Links para esta postagem
quarta-feira, 20 de maio de 2009
0
GRANDE FESTIVIDADE NA SEDE NACIONAL DA IGREJA EVANGELICA JESUS CRISTO E O SENHOR

Acontece no dia 21 de Junho de 2009, na Sede Nacional da Igreja Evangelica Jesus Cristo e o Senhor na Rua A- n.75 Bairro Joao Dudu, na Cidade deUbata Bahia onde estaremos Conssagrando o Irmao Adeval Muniz dos Santos A Evangelista e a Irma Andreia Muniza dos Santo a Missionaria, na oportunidade contaremos com as preenças dos Pastores vaaldiney Conceiçao dos Santos, Pastor Jose Calos marques dos Santos ,e outros irmaos e Levitas
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 00:12 Links para esta postagem
terça-feira, 19 de maio de 2009
0
O Plano da Salvação para o Homem


Sem Cristo nós somos criatura de Deus. Nós fomos feitos por ele e para ele, mas o pecado nos afastou dEle e trouxe uma série de problemas que só serviram para complicar a nossa vida e impedir que nós conhecessemos a felicidade que Ele planejou para nós: Ele quer nos tranformar em FILHOS DE DEUS!
A Bíblia declara que:
Somos pecadores: "Todos pecaram e carecem da glória de Deus" (Romanos 3.23)
Estamos espiritualmente mortos:"O Salário do pecado é a morte" (Romanos 6.23)
Estamos condenados:"Quem nele crê não é julgado: o que não crê já está julgado" (João 3.18)
Estamos separados de Deus:"Vossas iniquidades fazem separação entre vós e o vosso Deus " (Isaías 59.2)
O único meio de salvaçãoMuitos como Buda, Maomé, Confúncio e outros, têm-se arvorado em salvadores ou possuidores do caminho da salvação. Todos esses falsos líderes porém, estão mortos. O único que pode salvar perfeitamente é Jesus Cristo, o Filho de Deus. Foi ele quem disse a seu próprio respeito: "Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim", Jo 14.6. Pedro ao ratificar o dito de Jesus, afirmou: "E não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos", At 4.12. A morte de Jesus na cruz pagou efetivamente o resgate de nossos pecados.
Qual foi então o preço de nossa redenção?O sangue de Jesus Cristo ("sabendo que não foi mediante coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados do vosso fútil procedimento que vossos pais vos legaram, mas pelo precioso sangue, como de cordeiro sem defeito e sem mácula, o sangue de Cristo, conhecido, com efeito, antes da fundação do mundo, porém manifestado no fim dos tempos, por amor de vós", I Pe 1.18,19,20).
O que acontece quando somos salvos?Jesus descreve a salvação como "Novo Nascimento". Sua declaração a Nicodemos acerca disso foi esta: "Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus" João 3.3.
O que Cristo fez na cruz por nós:
ExpiaçãoE falou o Senhor: "... quando eu vir o sangue, passarei por vós..." Êxodo 12.13. O sangue de Cristo expia (ou cobre) nossos pecados, de modo a não pesarem sobre nós, livrando-nos do juízo eterno.
PropiciaçãoA propiciação indica que, não obstante Deus desejasse receber-nos, era impedido pela sua santidade, que exige a pena pelo pecado. Agora pelo sangue propiciador de Cristo na cruz, em nosso lugar, Deus já pode nos receber por filhos perdoados pela fé em Jeus, que morreu em nosso lugar. (Rm 3.25,26)
SubstituiçãoCristo Jesus tomou nosso lugar. Ali era nosso lugar devido aos nossos pecados, mas Ele substituiu-nos. Em I Pe 3.18 Lê-se: "Pois também Cristo morreu, uma única vez, pelos pecados, o justo, para conduzir-vos a Deus; morto, sim, na carne, mas vivificado no espírito".
RedençãoTal como escravos destinados a leilão, estávamos nós para sermos vendidos por causa do pecado. Jesus pagou o preço da redenção, comprando-nos e dando-nos a liberdade. Nossa redenção está narrada em I Pe 1.18,19: "sabendo que não foi mediante coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados do vosso fútil procedimento que vossos pais legaram, mas pelo precioso sangue, como de cordeiro sem defeito e sem mácula, o sangue de Cristo".
ReconciliaçãoO pecador é inimigo virtual de Deus por causa do pecado. Ambos, Deus e o pecador, no entanto, são reconciliados e a inimizade é eliminada pelo sacrifício de Cristo. Em II Corintios 5.19, lemos "a saber, que Deus estava em Cisto, reconciliando consigo o mundo, não imputando aos homens as suas transgressões, e nos confiou a palavra da reconcialição". O Novo Nascimento representa a misteriosa intervenção de Deus, transmitindo-nos Sua própria vida, isto é, uma nova e maravilhosa geração em nosso espírito.
As boas novas do EvangelhoAs melhores notícias que alguém poderia receber: Deus amou você em suas dificuldades, em seus fracassos e transgressões, viu a sua necessidade e enviou Jesus Cristo para que este tomasse sobre si a penalidade dos pecados que nós cometemos, e para que se tornasse nosso Salvador.
Como ser salvoSabendo que Deus o ama, que tem o melhor plano para sua vida e lhe oferece o perdão de seus pecados, fale com ele (em suas próprias palavras), e então...
Confesse seus pecados:Mencione-os pelo nome: mentira, orgulho, mau gênio, roubo, desonestidade, ganância, adultério, ódio, idolatria, etc.
Diga a Deus que está arrependido e disposto a abandonar seus pecados e entregar a Ele o direito de governar sua vida.
Renuncie consagraçõesanteriores, como pactos, magias, santos ou guias, que você ou alguém tenha feito por você.
Diga a Deus que crê nEle,que se dá inteiramente a ele, que quer o perdão de seus pecados, e que recebe a Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador. Ele cumprirá sua Palavra dando-lhe o perdão e recebendo-o em sua comunhão, como seu filho amado. Como filho de Deus, já perdoado, você pode contar com a ajuda divina para viver uma vida transformada. Conserve uma atitude de arrependimento e fé, e procure obedecer o que a Bíblia ensina.
Se confiar humildemente em Cristo, você vencerá!
Procure uma Igreja mais próximo de sua residência ou trabalho.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:59 Links para esta postagem
0
O CAMPO É O MUNDO PARA A MISSAO QUE O SENHOR NOS CHAMOU


Mas alguém poderia perguntar: - É para sair pregando o Evangelho pelo mundo se ainda existem tantas almas a serem ganhas para Jesus em meu país? Por que não completar o trabalho em nossa nação antes de ir aos campos estrangeiros? A onde quer que eu vá, estas perguntas sempre são feitas. Deixe-me respondê-las fazendo três ou quatro perguntas também. Primeira: - Por que David Livingstone partiu da Escócia e foi para a África antes que a Escócia inteira se tivesse tornado cristã? Por quê? Ainda hoje existem milhões de escoceses que jamais se decidiram a favor de Cristo. E no entanto, Livingstone saiu de sua pátria e foi para a pobre e sofredora África. Eu lhe pergunto: - Por quê? Segunda: - Por que Guilherme Carey deixou a Inglaterra e foi para Índia, antes que na Inglaterra todos se tornassem cristãos? Por quê? Ainda existem pessoas na Inglaterra que não foram conquistadas para Cristo. Terceira: - Porque Adorinan Judson deixou a América do Norte e partiu para Burma (hoje Mianmar), antes que cada individuo da América fosse conduzido a Cristo? Por quê? Ainda existem muitos nos Estados Unidos da América que não foram evangelizados. Finalmente: - Por que o Apóstolo Paulo partiu para Europa antes que a Palestina ouvisse o Evangelho? Por quê? Paulo deixou de lado a sua própria nação e se dirigiu aos nossos antepassados na Europa, com o propósito de evangelizá-los. Eu pergunto: - Por que ele agiu assim? Ele não deveria ter permanecido na Palestina pelo menos até que todos ouvissem a mensagem? Meu amigo, só há uma resposta para isso, e ela está na Bíblia: "O campo é o mundo" (Mt 13:38). Os Estados Unidos da América não é o mundo, A Inglaterra não é o mundo. O campo é o mundo inteiro. Jamais se ouviu falar de um agricultor que cultivasse apenas um cantinho de suas terras férteis. O mundo, o mundo inteiro precisa ser evangelizado. Se "o campo é o mundo", nossa única alternativa é percorrer cada porção do mesmo. A obra é uma só e precisa ser realizada, não pedaço por pedaço, mas como um todo. As companhias que exploram o tabaco enviam seus agentes para as regiões mais distantes. Milhões de cigarros são distribuídos gratuitamente com a finalidade de se criar novos viciados. Alguém afirmaria que a razão disso é que não há mais procura nos paises produtores? Naturalmente que não. A procura por cigarros nesses países - especialmente desde que as mulheres desceram do seu pedestal e se tornaram também viciadas - é cada vez maior. Enquanto isto, as companhias produtoras de cigarro continuam enviando os seus "missionários" para terras longínquas. Desejam novos mercados. São mais sábios do que nós. Por isso, em última análise, muito se assemelha ao plano de Deus para evangelizar o mundo, e bem faríamos em copiá-las. Jamais foi da vontade de Deus que permanecêssemos em casa enquanto houver trabalho a ser realizado. Pelo contrário, Ele deseja que saiamos pelo mundo todo, e trabalhemos simultaneamente no campo inteiro. Sabe, na realidade, o que você está dizendo quando afirma que não crê em missões? Você está dizendo que Paulo cometeu um grande erro; que ele deveria ter deixado os nossos antepassados da Europa no paganismo teria sido melhor ele ter ficado em sua terra, na Palestina, enquanto você estaria até hoje vivendo como prisioneiro do paganismo. È isso que você pensa? Você gostaria de continuar perdido? Pois se você não crê em missões, é isso o que a sua atitude supostamente revela sobre o que você pensa.

Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:39 Links para esta postagem
0
Vítimas de incêndio em igreja serão enterradas depois de um ano


As vítimas do incêndio em uma igreja, que simboliza a ferocidade da violência pós-eleições no Quênia, finalmente poderão ser enterradas. Os 36 corpos estavam em um necrotério na cidade de Eldoret desde o ataque em janeiro de 2008. Todas as tentativas das autoridades de enterrá-los em covas coletivas foram frustradas, graças aos familiares das vítimas. Os parentes realizam a cerimônia no terreno da antiga igreja, onde os corpos serão enterrados. O presidente Mwai Kibaki estará entre os presentes na cerimônia, que será transmitida ao vivo pela TV queniana. Os funerais foram adiados por causa das dificuldades em identificar os mortos e da disputa pelo lugar aonde seriam enterrados. Em janeiro, as autoridades tentaram enterrar os corpos em uma cova coletiva, em um cemitério público sem avisar os parentes das vítimas. As famílias, quando souberam, correram até o cemitério e pediram para que os oficiais interrompessem o trabalho e devolvessem os corpos para o necrotério. Uma integrante do comitê que organiza os funerais – e sobrevivente ao ataque – disse que cada vítima terá seu próprio túmulo. “No início, estávamos muito tristes, mas agora estamos bem, pois poderemos enterrar nossos queridos”, ela disse. “No momento, o local está em paz.” Eldoret está localizada em Rift Valley, lugar mais afetado pelo derramamento de sangue em dezembro de 2007. No mês passado, o tribunal no Quênia abriu um caso contra quatro homens acusados de envolvimento no incêndio. O juiz acusa a polícia de não fazer um bom trabalho. A violência aumentou após a disputa presidencial em dezembro de 2007, em que o líder da oposição Raila Odinga perdeu para seu encarregado, Sr. Kibaki. Um acordo de paz entre os rivais políticos resultou em um governo de coalizão e no fim da desordem que deixou mais de 1.500 mortos.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:37 Links para esta postagem
0
Pastor idoso é preso e agredido


A agência de notícias International Christian Concern soube que um pastor indiano de 70 anos foi agredido enquanto passava 20 dias na prisão por acusações falsas de suborno para converter hindus. O pastor Samuel trabalhou na pequena vila de Bashi Nagar em Jammu, Índia, por 20 anos, e liderava uma igreja de 350 membros. Ele enfrentou oposições ao seu ministério pela primeira vez há quatro meses quando, em duas ocasiões diferentes, um grupo de radicais hindus o interpelaram e bateram mais de 15 vezes em sua cabeça, e o ameaçaram com uma faca e uma arma. Não satisfeitos com os ataques, os radicais começaram a pressionar a polícia local para agir contra Samuel. Como resultado, a polícia prendeu Samuel no dia 2 de abril, mas o libertaram no mesmo dia. No entanto, em 8 de abril, a polícia voltou para a casa de Samuel, incitados por radicais hindus, o prenderam, o arrastaram pelas ruas até o tribunal, dizendo que ele era um terrorista. Três testemunhas falsas afirmaram que receberam dinheiro para se converter ao cristianismo. O tribunal enviou o caso de Samuel para a polícia local, que o mantiveram na cadeia por 20 dias. Lá, a polícia torturou o pastor idoso. Sua cabeça foi raspada; ele foi mantido em uma cela suja, sem vaso sanitário; foi forçado e lavar todos os banheiros e varrer todos os quartos da prisão. Além disso, foi agredido diversas vezes pelos policiais. Samuel foi libertado depois de pagar uma fiança de U$420, mas deve se apresentar ao tribunal no dia 25 de maio. A polícia também pediu para que o pastor interrompesse seu trabalho em Jammu. Ore por este pastor, para que ele receba a cura do Senhor, tanto física quanto espiritualmente, e para que sua sentença seja justa. Ore também para que o ministério realizado pelo pastor não seja interrompido, e que ele veja os frutos de seu trabalho.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:34 Links para esta postagem
0
Jovem professor cristão é sequestrado


Na manhã do dia 14 de maio de 2009, um grupo armado invadiu uma escola primária em Kirkuk e levou um jovem professor cristão. Namir Nadhim Gourguis tem 32 anos, solteiro e vem de uma família humilde. Quatro pessoas invadiram a escola no bairro de Ruwaidha, e sequestraram o professor. Eles já pediram o resgate: “Uma grande quantia, que a família não pode pagar”, afirma uma fonte local. Em uma tentativa de salvar a vida desse jovem, o arcebispo de Kirkuk, Louis Sako, apelou para que os xeiques e os imãs na área ajudem a libertá-lo. Espera-se que “Essas tentativas de mediação resultem na libertação dele”. A comunidade cristã tem sido o alvo desses grupos criminosos que realizam os sequestros por extorsão. Há alguns dias, um jovem foi assassinado na porta de casa; outras três pessoas foram baleadas. Os criminosos veem os cristãos como alvo fácil, pois ao contrário dos árabes e curdos, eles não são protegidos pela comunidade, familiares ou pela polícia.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:31 Links para esta postagem
0
Ore pelas mulheres paquistanesas que têm sido vítimas da violência


As mulheres paquistanesas têm sido vítimas de muitos incidentes no Paquistão. São estupros, sequestros e todo o tipo de violência. Conheça mais sobre os casos e interceda por essas mulheres. Um homem muçulmano declarou ter estuprado uma mulher cristã durante quatro anos, depois que prometeu se casar com ela, com o Alcorão nas mãos. “O Alcorão é testemunha do juramento que fiz de me casar com você”, diz Sohail Johnson, do ministério Sharing Life Paquistão, citando Fouzia. A provação da secretaria do lar de 27 anos começou em 2005, quando conheceu um homem que reformava os sofás de uma casa próxima à que ela trabalhava. Quando Fouzia, moradora de Yohannabad, perguntou ao homem se ele poderia ajudá-la a comprar um sofá de segunda mão, ele a levou para um hotel e a estuprou. Os anos passaram e o homem não cumpriu a promessa de se casar com Fouzia. Ele a acomodou em uma casa alugada e manteve seu relacionamento ilícito em segredo. Fouzia deu à luz no ano passado. Ela engravidou duas vezes no mesmo ano, mas perdeu os bebê porque sua saúde se deteriorou devido a falta de cuidados e má alimentação.As visitas do homem se tornaram menos frequentes. “Ele só era agradável comigo quando queria ter relações”, Fouzia disse ao Sharing Life. Depois de não ser cuidada por um homem que fingia amá-la, Fouzia, agora mãe, foi forçada a pedir esmolas. O homem torturou Fouzia emocional e mentalmente quando ofereceu dinheiro para que ela ficasse quieta, pois ele queria se casar com uma mulher muçulmana. “Doeu muito quando ele me ofereceu dinheiro para trocar quatro anos de relacionamento. Ele me usou e agora me jogou na rua”, disse Fouzia. Sohail Johnson disse: “O acontecimento é um lembrete dos últimos incidentes de estupros, sequestros, e ataques a mulheres cristãs. É hora de isso acabar.” O ministério Sharing Life pediu para que os cristãos em todo o mundo orem por Fouzia, para que ela receba perdão e salvação. Sohail Johnson declara: “Cremos que Deus ama Fouzia e também quer que nós demonstremos nosso amor a ela”.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:26 Links para esta postagem
0
Algumas famílias cristãs têm sido impedidas de receber água


Quatro famílias cristãs tiveram o fornecimento de água cortado para suas casas desde o dia 14 de outubro de 2008, por causa da intolerância religiosa. Todas as famílias da comunidade de Pets-toj, município de Zinacantan, dividiram os custos para trazer a tubulação de água até a região em que vivem e também para cada uma das casas. A distribuição da água para as famílias cristãs foi cortada, porque elas não cooperam e participam mais das celebrações tradicionais católicas. Mesmo havendo atualmente duas autoridades locais responsáveis pela fiscalização da intolerância religiosa, nenhum progresso foi alcançado. Os dois representantes do governo, Mariano Alberto Hernandez Perez, fiscal do município, e Andrés López Hernández, representante do governo municipal, não se dispuseram a solucionar quaisquer disputas, porque concordam que as famílias deveriam pagar pelas tradicionais celebrações católicas. Além disso, a comunidade fica muito distante da principal cidade do município e mais distante ainda da capital do estado de Chiapas. A própria capital enviou ordens de que o conflito fosse solucionado, mas não foi dado nenhum passo em direção de uma solução efetiva. A comunidade de Pets-toj está dividida em duas áreas. A área onde as famílias cristãs vivem acomoda cerca de 600 pessoas. Elas compartilham a água que é fornecida por meio de uma tubulação que liga a comunidade e o rio mais próximo, que está a 7 km de distância. A água é gratuita, porque todos cooperaram para comprar os materiais e a mão-de-obra necessária para a instalação. A construção foi muito simples, porque a água percorre montanha abaixo e chega ao local, tudo pela própria gravidade. Quando essas quatro famílias decidiram não participar do feriado católico tradicional e não pagar as taxas de participação, a distribuição de água potável para elas foi cortada. Por enquanto, a única opção é buscar a água fazendo um percurso de uma hora e meia a pé e voltar carregando baldes cheios de água até as casas. Esse trabalho é feito por mulheres e crianças. Uma possível solução para essas famílias seria comprar e instalar o próprio sistema de tubulação para distribuir a água que vem do rio diretamente para suas casas. A autoridade local e os líderes católicos disseram que respeitariam a propriedade exclusiva da tubulação e não a danificariam. A Portas Abertas se dispôs a levantar os recursos para patrocinar esse projeto. Entretanto, ainda que essa possível solução se concretize, os evangélicos acreditam que os católicos irão de alguma maneira persegui-los. Enquanto isso, a Portas Abertas contratou alguns caminhões pipa para depositar uma grande quantidade de água dentro de grandes caixas d’água que ficam dentro das casas. Nós também realizamos o seminário Permanecendo Firmes Através da Tempestade com os cristãos da região em uma tentativa de fortalecê-los para que perseverem na fé.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:22 Links para esta postagem
0
Cristãos fazem declaração pelos 20 anos do massacre na China


Uma declaração sem precedentes sobre o massacre do dia 4 de junho de 1989 na Praça da Paz Celestial foi liberado por mais de 80 líderes chineses. A declaração era um pedido por perdão, arrependimento, verdade, justiça e reconciliação. A maioria dos signatários estava envolvida diretamente com o movimento estudantil e sofreu severas perseguições nas mãos das autoridades por conta de seu engajamento. Após o massacre, o fracasso do movimento e sua busca pela verdade, esses antigos líderes encontraram a realidade e a esperança em Jesus Cristo. Em sua declaração, os agora líderes cristãos, se pronunciaram sobre como o massacre “Fez com que seu senso de justiça despertasse e destruiu os sonhos de uma utopia na terra”. Durante a crise, eles viram que não eram apenas “Espectadores inocentes dos pecados cometidos e da tragédia acontecida”. O manifesto declara: “Em relação à natureza pecaminosa, percebemos que não somos diferentes daqueles que tomaram as decisões, dos comandantes ou dos negociantes do massacre”, com a exceção de que encontramos a graça e o perdão de Deus. A declaração convoca os cristãos chineses a buscar a reconciliação sob o argumento de que a verdade seja revelada e a justiça feita. A declaração traz uma lista com algumas ações específicas a serem tomadas, incluindo: confissão de pecados de silêncio e hipocrisia; revelação da verdade; ajuda àqueles que ainda sofrem por causa da tragédia e oração pelas autoridades chinesas. Os signatários também pedem que as autoridades chinesas investiguem o massacre, compensem e cuidem das famílias das vítimas. O Massacre da Praça da Paz Celestial, conhecido na China como “o incidente de 4 de junho”, foi o trágico fim de um movimento estudantil e intelectual que pedia por liberdade de imprensa e por um diálogo entre autoridades e representantes eleitos pelos estudantes. Entre os dias 15 de abril e 4 de junho, aproximadamente 10 mil cidadãos chineses, a maioria deles estudantes universitários, protestaram pacificamente na famosa Praça da Paz Celestial, em Beijing. No dia 4 de junho, o governo chinês enviou tanques blindados e, como assistido pelo mundo inteiro, matou centenas de manifestantes. De acordo com o governo chinês, o número de mortes foi entre 200 e 300. Entretanto, a Cruz Vermelha chinesa estima que o número de mortos seja de 2.000 a 3.000. Mais de 10 mil cidadãos chineses de todo país que estavam envolvidos no movimento foram condenados a morte pelo governo como uma forma de retaliação. O dia 4 de junho de 2009 marcará os 20 anos do massacre. Bob Fu, presidente e fundador do ChinaAid, foi um dos líderes estudantis do movimento na Praça da Paz Celestial. “O fato de que o massacre tenha acontecido há 20 anos e o governo ainda não permitir que haja nenhuma celebração deveria ser visto pela comunidade internacional como um indício de que a estrada para a liberdade do povo chinês não é fácil”, declara ele. “Nos sentimos encorajados porque a Igreja Perseguida na China e seus líderes estão sendo despertados para o arrependimento por seu silêncio em relação ao massacre e se movendo em direção a uma justiça e reconciliação verdadeiras”. A declaração contém, ainda, um pedido para que todas as igrejas cristãs chinesas, dentro e fora do país, orem entre os dias 12 de maio – o aniversário de terremoto Sichuan – e 4 de junho – aniversário do massacre. Eles pedem para que as igrejas façam dos dias 12 de maio a 4 de junho o periodo de “oração pela China” e para que preparem reuniões especiais de oração durante esse período. ChinaAid convova a comunidade internacional para se posicionar junto aos signatários da declaração – orando por e com eles e agindo por uma reconciliação verdadeira.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:11 Links para esta postagem
0
Nova lei poderá proibir reuniões não-registradas


Revisões na Lei sobre Religião do Azerbaidjão estão para ser levadas à sessão do parlamento do país, disse o departamento de imprensa do parlamento. No entanto, o texto das emendas – que segundo relatado inclui a proibição de atividades religiosas não-registradas – não foi apresentado publicamente e o Fórum 18 não conseguiu obtê-lo no parlamento ou no Comitê do Estado para Relação com Organizações Religiosas. “Apenas os deputados do parlamento têm o texto, e ele só será publicado depois que for aprovado”, disse um auxiliar do parlamento. Até o final do dia 6 de maio, o Fórum 18 não encontrou o texto das emendas no site do Milli Mejlis, apesar de mencionar a avaliação das emendas pelo parlamento no dia 8 de maio. Ainda não está claro se o texto preliminar das emendas será estudado três vezes, e qual será a agenda do parlamento. Rabiyyat Aslanova, uma deputada parlamentar que lidera o Comitê para os Direitos Humanos do Milli Mejlis, um dos dois comitês que preparou o texto preliminar, expressou surpresa pelo Fórum 18 não ter conseguido o texto das emendas propostas. Ela disse que não tinha o texto no momento e que não podia discutir todos os pontos. Questionada sobre a proibição de atividades religiosas não-registradas, Aslanova inicialmente disse que o registro será compulsório. Perguntada se isto significa que atividades religiosas não-registradas então se tornaram ilegais, ela respondeu: “Não, é uma escolha livre, se registrar ou não. Ninguém será punido por praticar sua religião sem registro, desde que eles não preguem contra o interesse nacional ou denigram a dignidade de outros”. Ela se negou a discutir a definição destes termos ou por que estas medidas são necessárias. A deputada Aslanova confirmou que uma vez que as emendas forem adotadas, comunidades religiosas com registro serão novamente chamadas para se registrar. Elas já tiveram que se registrar diversas vezes, a cada vez que a lei era alterada. Em cada vez, os grupos religiosos minoritários tiveram que lutar para receber o registro. Muitas mesquitas, congregações protestantes e Testemunhas de Jeová não puderam fazer o registro, incluindo a congregação batista em Aliabad, que tentam há quase 15 anos, e o Templo do Senhor, uma congregação da Assembléia de Deus em Baku, que está tentando em vão desde 2006. “Ninguém apelou para mim”, disse a deputada Aslanova, negando qualquer conhecimento de comunidades religiosas que tiveram seu registro recusado. No entanto, ela insistiu que a nova Lei sobre Religião irá superar obstáculos, apesar de não dizer como. Perguntada por que os deputados acreditam que uma Lei sobre Religião nova é necessária, ela declarou: “A Lei foi adotada em 1992, muito tempo atrás, e revisada muitas vezes desde então. A situação mudou.” Perguntada por que isso significa que mudanças são necessárias, ela declarou: ”Muitas mesquitas funcionam sem registro e uma mesquita [a mesquita Abu Bekr em Baku] foi atingida por uma granada no ano passado. Muitas comunidades religiosas pedem por separação”. Ela se recusou a especificar que comunidades religiosas pediram separação e por que este fato ou suas outras razões são relevantes para Lei sobre Religião. Como é de prática usual, funcionários do Comitê de Estado se recusaram a discutir as mudanças propostas para a Lei sobre Religião ou fornecer o texto das emendas. A porta-voz Yagut Alieva desligou o telefone tão logo o Fórum 18 falou com ela. O membro do comitê Gunduz Mamedov insistiu com o Fórum 18 que apenas Alieva ou o líder do Comitê Hidayat Orujev poderiam falar pelo Comitê. No entanto, funcionários disseram que Orujev tinha visitas. A recusa de tornar o texto público nega a oportunidade de uma discussão pública ampla sobre as propostas, reivindica Eldar Zeynalov, o líder em Baku do Centro de Direitos Humanos do Azerbaidjão. “Tudo preparado de forma secreta é ruim para os direitos humanos”, disse ele. “Não existem boas surpresas de nossos deputados.”
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:05 Links para esta postagem
0
Somos a Igreja esquecida", diz um pastor palestino


Um pastor de Jerusalém, depois de uma visita aos Estados Unidos, percebeu que a população inteira de evangélicos na Cisjordânia e Gaza caberia em uma igreja dos Estados unidos. “Devido às pressões econômicas, muitas famílias cristãs fogem do país procurando uma vida melhor”, disse o pastor Jack Sara, pastor da igreja Jerusalem Alliance. De acordo com uma organização que serve a Igreja Perseguida no mundo, não restam mais que 5.000 cristãos evangélicos na Cisjordânia e em Gaza. Os cristãos que ainda estão lá sofrem pressão de todos os lados, incluindo uma cultura muçulmana hostil, tensões contínuas por causa da disputa de território, a recente ofensiva em Gaza e crise econômica. “Nós somos a Igreja esquecida”, lamenta um pastor palestino. “Não”, corrige outro pastor. “Não somos a Igreja esquecida. Somos a Igreja sofrida e esquecida.” O sentimento de desesperança incentiva o êxodo dos cristãos nos territórios ocupados pela Palestina. De acordo com o Centro Europeu pela Lei e Justiça, Belém e Nazaré têm “experimentado um grande número de cristãos que deixaram o local nos últimos anos.” Muitos cristãos enfrentam dificuldades significativas na Terra Santa. “O êxodo desses cristãos não é apenas uma tragédia humana e cultural, mas também uma perda para a população palestina e para a estabilidade na área.” Para os cristãos palestinos na Cisjordânia, a pressão diária é mais difícil de lidar do que a violência física. Ore por esses cristãos, para que não se sintam abandonados, mas saibam que há irmãos em todo o mundo que se importam e oram por eles.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:53 Links para esta postagem
segunda-feira, 18 de maio de 2009
0
gays atacam evangelicos nos estados ai da queles que tocarem em um dos meus ungidos


Bandos de homossexuais estão promovendo ataques contra evangélicos nos Estados Unidos, depois da derrota da polêmica proposta que autorizava o casamento gay, conhecida como Proposta 8, na Califórnia. Um grande grupo de gays atacou física e sexualmente um grupo de cristãos que estava orando no Distrito de Castro, na cidade de San Francisco Os cristãos, que regularmente vão a esse bairro, predominantemente homossexual, para cantar e orar com as pessoas que passam, dizem que estavam segurando as mãos e cantando “Amazing Grace” quando uma multidão irada começou a empurrá-los e chutá-los, roubar seus pertences deles, derramar café quente no rosto deles e atacá-los sexualmente.De acordo com o relato, a multidão começou a empurrar os crentes e tocar apitos nos ouvidos deles, tirando fotos e dizendo “nós somos quem somos, vamos matar vocês”. Os cristãos fizeram um círculo com as mulheres no centro. E foi aí que a multidão homossexual se tornou cruel e perversa, disse uma participante. “Os homossexuais estavam me tocando e me agarrando, e tentando empurrar coisas nas minhas nádegas, e até tentaram tirar minhas calças — basicamente tentando me violentar. Eu usei uma mão para segurar minhas calças, enquanto eu usava o outro braço para segurar uma das garotas. Os homens fizeram um escudo em volta das garotas e as protegeram”.Depois que a polícia chegou com equipamento para enfrentar tumultos, a multidão ficou ainda mais agitada e começou a se lançar contra o grupo de oração, tentando impedir a polícia de proteger o grupo. Foi nesse ponto que a participante que aparece no vídeo disse que achou que ia morrer. A polícia então insistiu em escoltar o grupo para fora do bairro, declarando que era necessário preservar a vida dos membros do grupo de oração. O vídeo registra os minutos finais da escolta, mostrando homossexuais irados gritando palavrões, ameaçando os cristãos e tentando furar o bloqueio da polícia à força.Um outro grupo de cerca de 30 gays atacou uma igreja na cidade de Lansing, no estado americano de Michigan. Alguns estavam bem vestidos e se posicionaram dentro da Igreja Monte Esperança, onde fingiram ser pessoas normais participando do culto; outros ficaram do lado de fora, vestidos de rosa e preto. O grupo, que se descreve como “anarquistas homossexuais”, se intitula “Bash Back” (Revide) e afirma que a igreja evangélica é culpada de “transfobia e homofobia”. Dizem lutar por “liberação”, se opõem a “todas as formas de poder estatal” e exortam os membros a não condenar seus métodos.Durante o culto, os manifestantes de fora da igreja ficaram batendo em baldes, gritando “Jesus era gay” no megafone, carregando uma cruz invertida cor-de-rosa e distribuindo panfletos a quem passava. Em certo momento, os manifestantes dentro da igreja se levantaram de seus lugares e começaram a gritar e atrapalhar o culto. Acionaram o alarme contra incêndio e atacaram o púlpito, desenrolando uma enorme bandeira com um arco-íris e a frase: “É NORMAL SER GAY! VAMOS REVIDAR!”. Destruíram objetos da igreja, gritaram palavrões e confrontaram os membros da congregação. Também espalharam camisinhas, brilho, confete e tecido cor-de-rosa. De câmera em punho, tentaram filmar reações violentas dos membros da igreja, o que não aconteceu. Foi noticiado também que aproximadamente uma hora depois da manifestação seguranças encontraram dois manifestantes juntos no banheiro da igreja. A polícia não prendeu ninguém.O grupo “Bash Back” admitiu em seu site que “o grupo gritou muito, ficou fora de controle e provocou ofensas”. O grupo descreveu a Igreja Monte Esperança como “deplorável” e “anti-gay”, concluindo: “Que todos saibam: Enquanto intolerantes nos matarem nas ruas, este bando de lobos continuará a REVIDAR”.O presidente da Liga Católica, Bill Donohue, se manifestou sobre o caso: “O fato mais importante é que os meios de comunicação não mencionam o que com certeza é um dos acontecimentos mais preocupantes de 2008. Se pessoas contrárias ao homossexualismo atacassem uma igreja gay, a mídia faria tudo para que todos soubessem. Isto é fascismo urbano atingindo os Estados Unidos. Devemos dar um basta nisso antes que saia de controle. Estamos entrando em contato com Mike Cox, o promotor geral de Michigan, pedindo uma investigação”. As ações do “Bash Back” em Michigan ocorreram depois de vários dias de manifestações homossexuais do lado de fora das igrejas da Califórnia, em protesto contra a aprovação da Proposta 8, que acabou com o casamento homossexual na Califórnia, conforme noticiamos em 6 de novembro de 2008 . Não há como não lembrar do episódio bíblico envolvendo Ló em Sodoma. Vejamos o relato do Gênesis...Capítulo 13:12 Habitou Abrão na terra de Canaã, e Ló habitou nas cidades da planície, e foi armando as suas tendas até chegar a Sodoma. 13 Ora, os homens de Sodoma eram maus e grandes pecadores contra o Senhor.Capítulo 19:1 À tarde chegaram dois anjos a Sodoma. Ló estava sentado à porta de Sodoma e, vendo-os, levantou-se para os receber; prostrou-se com o rosto em terra, 2 e disse: Eis agora, meus senhores, entrai, peço-vos em casa de vosso servo, e passai nela a noite, e lavai os pés; de madrugada vos levantareis e ireis vosso caminho. Responderam eles: Não; antes na praça passaremos a noite. 3 Entretanto, Ló insistiu muito com eles, pelo que foram com ele e entraram em sua casa; e ele lhes deu um banquete, assando-lhes pães ázimos, e eles comeram. 4 Mas antes que se deitassem, cercaram a casa os homens da cidade, isto é, os homens de Sodoma, tanto os moços como os velhos, sim, todo o povo de todos os lados; 5 e, chamando a Ló, perguntaram-lhe: Onde estão os homens que entraram esta noite em tua casa? Traze-os cá fora a nós, para que os conheçamos. (...) 9 Eles, porém, disseram: Sai daí. Disseram mais: Esse indivíduo, como estrangeiro veio aqui habitar, e quer se arvorar em juiz! Agora te faremos mais mal a ti do que a eles. E arremessaram-se sobre o homem, isto é, sobre Ló, e aproximavam-se para arrombar a porta. O pessoal do arco-íris precisa se acalmar, pois estão reeditando os tumultos ocorridos em Sodoma na véspera da destruição. Precisam abrir os olhos...
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 23:00 Links para esta postagem
0
Quem são os Protestantes, Como voce Conhece Eles

Se você é um Crente fiel e moderado, isto é, vive de acordo com os princípios cristãos e usa a fé, com sensatez, sem extremismos insensatos... meus parabéns!... Você faz parte do grupo mais esclarecido, mais evoluído e mais bem-sucedido do planeta. A maioria dos países desenvolvidos (Suécia, Inglaterra, Escócia, Dinamarca, Estados Unidos, Finlândia, Alemanha, Noruega, Islândia, e alguns outros) são países Cristãos Protestantes. Isso quer dizer que a maioria das pessoas, que mora lá, é Crente Protestante. A maioria dos seus governantes também é Crente, a maioria das leis é baseada na Bíblia, e os costumes (a cultura) é baseada nos princípios cristãos. Portanto, sinta orgulho de fazer parte do grupo mais desenvolvido do planeta. Mas, se você não é crente protestante, não se preocupe, isso é plenamente compreensível; afinal, o Brasil foi colonizado por um povo católico (Portugal) que nos obrigou a sermos católicos como eles. Isso, por um lado, foi até bom. O Brasil está muito melhor tendo sido colonizado por um povo cristão católico, do que se fosse colonizado por povos ateus ou povos pagãos.
Durante muitos anos estas informações ficaram escondidas da população brasileira. Agora já sabemos que a maioria dos povos desenvolvidos é cristã protestante.
Outros Assuntos
Em termos sociais e religiosos, o povo brasileiro é um povo livre e já tem informações suficientes para escolher, melhor, o que quer para si e o que deseja para o futuro do país e da sociedade em que vivemos.
Observe o detalhe da cruz nas bandeiras dos principais países cristãos protestantes.
INGLATERRA - 59% da população é protestante.
NOVA ZELÂNDIA - 41% é protestante.
SUÍÇA - 40% da população é protestante.
ESTADOS UNIDOS - 57%da população é protestante.
SUÉCIA - 87% dapopulação é protestante.
NORUEGA - 88% dapopulação é protestante.
DINAMARCA - 89% dapopulação é protestante.
FINLÂNDIA - 85% dapopulação é protestante.
ISLÂDIA - 94% dapopulação é protestante.
AUSTRÁLIA - 44% dapopulação é protestante.
ALEMANHA - 43% dapopulação é protestante.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:53 Links para esta postagem
0
A Globo e os evangélicos: a beira de um ataque de nervos

Na semana passada a Rede Globo comunicou aos publicitários e a comunidade cristã-evangélica nos Estados Unidos que a partir de 1o de abril, não mais aceitará publicidade de igrejas, principalmente aquelas que mostram horários de cultos e atividades.
Foi o suficiente para que líderes, pastores, ministros e radialistas cristãos iniciassem um movimento gritando que a igreja brasileira na América está sendo vítima de discriminação por parte da Rede Globo.
A notícia pegou de surpresa a todos e logo acaloradas listas de discussões entupiram os e-mails de muita gente, e nos dias subsequentes estavam sendo discutidos nos programas de rádio com ouvintes dizendo que iriam começar uma guerra santa contra a emissora do plim plim.
E-mails e mensagens mal-criadas foram enviadas a sede da empresa nos Estados Unidos e uma funcionária tratou de responder – a quase – todos, desarmando os espíritos mais exaltados.
Pastores e ministros mais afoitos trataram de cancelar suas assinaturas em protesto contra a medida que consideraram arbitrária e houve quem visse no fato uma maquinação maligna do poder das trevas. Só que não é nada disto. A Rede Globo nos Estados Unidos precisa melhorar a sua programação que é diferente da apresentada no Brasil por motivos contratuais, pois programas como o Big Brother Brasil, a Fórmula 1, e algumas competições esportivas não podem ser transmitidas para o exterior, dai a repetição de muitos programas.
Há também o mercado publicitário brasileiro nos Estados Unidos que é totalmente diferenciado do brasileiro, a começar pelas propagandas exibidas que nem de longe tem o padrão global de exigência cumprido. Aliás, algumas propagandas brasileiras parecem ter sido feitas por algum principiante tal o grau de precariedade que são feitas. São spots publicitários que jamais seriam aprovados e veiculados pela sede da emissora no Brasil.
Sem contar os preços infinitamentes mais acessíveis aqui, que permitem que empresas de diversos ramos e principalmente igrejas e comunidades cristãs apareçam na telinha da Globo, dando visibilidade e as vezes suprindo um ou outro ego, digamos, mais exacerbado.
Só que a farra tem data marcada para acabar e a atitude da rede Globo deve ser interpretada unicamente como uma mera prática comercial seletiva, pois a empresa não veicula nenhum tipo de propaganda de bebidas alcoólicas e de cigarros.
E a exemplo da sua prática no Brasil, não vai mais veicular nenhum tipo de publicidade religiosa. É interessante notar que a Rede Record – principal concorrente da Globo no mercado brasileiro na América não veicula publicidade de igrejas, a não ser da Igreja Universal, e nem por isto é acusada de discriminação.
A realidade é que parte da liderança cristã-evangélica brasileira nos Estados Unidos deu mais uma demonstração de imaturidade e insensatez preferindo ver uma conspiração contra o evangelho, quando na realidade o assunto não tinha nada de extraordinário.
A Rede Globo não é o único e nem o mais eficiente canal de publicidade para as igrejas ou empresas de qualquer ramo. Pode ser sim, o mais visível e o mais caro, mas há outras alternativas interessantes que não são devidamente exploradas.
Ao contrário do episódio da bandeira brasileira que foi pisada por um racista em Marlboro, Massachusetts, onde a lideranca cristã-evangélica pouco se manifestou ou tomou posição – a não ser um ou outro isoladamente, desta vez – e por interesse – as reações foram imediatas, mas efêmeras, talvez por verem que o seu principal argumento – o da cruzada global contra o cristianismo e contra o bem, é apenas uma atitude comercial coerente e oportuna. Nada além disto.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:30 Links para esta postagem
0
Importante líder evangélico dos EUA cai após apoiar união gay, Sem o Temor de Deus

DENVER - O reverendo Richard Cizik, uma voz sincera e conservadora do cristianismo evangélico na política dos Estados Unidos, se retirou na quinta-feira, 11, da Associação Nacional de Evangélicos (NAE), depois de uma entrevista para uma rádio em que defendeu união entre pessoas do mesmo sexo e disse estar "mudando" sobre o casamento gay.

Os comentários do reverendo - feitos no dia 2 de dezembro na National Public Radio - desencadearam um tumulto que levou à sua saída da vice presidência da NAE.

Uma figura permanente em Washington por cerca de três décadas, Cizik teve um papel crucial em trazer questões evangélicas para a política. Votos evangélicos foram centrais nas duas eleições de George W. Bush, por exemplo.

Mas em anos recentes, Cizik ganhou inimigos no movimento, por forçar a ampliação da agenda evangélica. Seu foco mais forte era o "cuidado com a criação", argumentando que os evangélicos têm responsabilidade com o meio ambiente, o que envolve lutar contra o aquecimento global.

O reverendo Leith Anderson, presidente da NAE, disse na quinta-feira, 11, que o grupo não está se afastando de suas responsabilidades ambientais. A saída de Cizik foi necessária, disse, pois algumas de suas respostas à rádio não correspondem aos valores da NAE.

Cizik não respondeu ao pedidos de entrevista na quinta-feira, 11. A NAE disse que o reverendo expressou arrependimento, se desculpou e "afirmou seus valores."

Anderson disse que "uma combinação de coisas" que Cizik disse na entrevista levou a esse desfecho, incluindo seu comentário sobre o casamento gay: "Estou mudando, tenho que admitir. Em outras palavras, eu diria que acredito em uniões civis. Eu não apoio redefinir o casamento em sua definição tradicional, não acredito."

Alguns evangélicos viram isso como um "tapa na cara", disse David Neff, editor da revista Christianity Today e membro do comitê executivo do NAE. "Ele parecia estar abandonando a única coisa em que os ativistas evangélicos sentiam ter feito a diferença nos últimos tempos", disse, se referindo à proibição do casamento gay em três Estados nos Estados Unidos.

Ainda, a comunidade estava desapontada pois Cizik disse ter votado em Barack Obama nas primárias do partido Democrata, disse Anderson. Cizik também deu a entender ter votado em Obama em novembro.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:11 Links para esta postagem
0
Evangélicos em protesto violento em São Paulo,Deus nao Esta neste negocio

A prisão de dois moradores da favela Gabriela Mistral, na avenida de mesmo nome, zona leste de São Paulo, deflagrou uma onda de protestos, depredações e confrontos com a polícia que interrompeu por pelo menos 50 minutos uma das principais artérias viárias da cidade, a marginal Tietê.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Biblia Online
Segundo a polícia, a violência -que incluiu o incêndio criminoso de um ônibus articulado, de um caminhão de pequeno porte e de um micro-ônibus, além da montagem de barricadas com pneus queimados- foi a resposta de traficantes locais à prisão em flagrante de Vagner Barbosa da Silva, 19, ontem, dentro da favela.
No boletim de ocorrência consta que, com o rapaz, os PMs teriam encontrado dez papelotes de cocaína, quatro trouxinhas de maconha e cinco bolas de haxixe, além de R$ 10. Moradores entrevistados pela Folha contestam essa versão. Dizem que a rebelião só ocorreu porque Barbosa da Silva foi preso sem motivo, quando jogava uma pelada no campinho; que a polícia bateu na mãe dele, Maria Cristina Barbosa, que correu ao local para socorrer o filho; que os policiais xingaram e agrediram com tapas no peito duas mulheres evangélicas que fotografavam a ação policial.
Beco dos evangélicos
“O que é certo é certo. Na semana passada prenderam três pessoas -dois menores e uma mulher- aqui, neste mesmo local, e ninguém protestou. Eles eram da boca de fumo mesmo. Mas agredir covardemente uma mãe e forjar um flagrante de tráfico contra um rapaz que tinha acabado de voltar do serviço é errado demais”, disse A., que é diarista.
A jovem é evangélica, como quase todos os moradores do beco em que Vagner Barbosa e sua mãe foram presos. O beco estreito, moradores com Bíblias nas mãos, abriga duas igrejas com capacidade para cem fiéis cada uma -a Assembleia de Deus, Ministério Belém, e a Igreja Batista. A pichação, lá, envia a mensagem em letra firme: “Jesus é solução. Porque ele é Vida”.
“A gente sabe que não foi o certo o que a gente fez. Mas pior seria não fazer nada e deixar a injustiça vencer sem luta”, disse a operadora de telemarketing V., “evangélica, mas revoltada”, na auto-definição.
A mãe de Barbosa da Silva está desempregada. Ganha a vida vendendo versões customizadas de chinelos Havaianas -ela costura miçangas nas correias de borracha e vende os produtos no mercado da Penha a R$10 o par. No boletim de ocorrência consta que sua detenção foi por “desacato à autoridade”.
“Chutaram-na pelas costas para enfiá-la na viatura”, disse o autônomo W. O pai de Vagner Barbosa da Silva, Ronaldo Ferreira da Silva, 38, até admite que o filho é usuário de drogas. “Mas nunca um traficante. Eu e ele passamos o dia trabalhando em uma obra. Acabamos o serviço mais cedo e o Vagner foi para a quadra. Ele custeia o vício com seu trabalho”, diz o pai.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:06 Links para esta postagem
0
ELES COMETEM OS PECADOS E CULPA A DEUS


O presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, inimigo de Washington desde a Guerra Fria, disse que Deus está punido os Estados Unidos com a crise financeira pela Casa Branca ter tentado impor seus princípios econômicos em países pobres. “É incrível que no país mais poderoso do mundo, que gasta bilhões de dólares em guerras brutais, as pessoas não tenham dinheiro para continuar em suas casas”, afirmou.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Biblia Online
“Deus está punindo os Estados Unidos” pela imposição de suas políticas econômicas “falhas” em nações em desenvolvimento, continuou Ortega, que governou a Nicarágua pela primeira vez na década de 1980, quando seu governo sandinista travava uma guerra com forças apoiadas por Washington.
Os sandinistas saíram do poder em 1990, mas Ortega retornou eleito à Presidência em 2006. Desde então, o chefe de Estado vem criticando a “tirania” americana na América Latina e irritou Washington por se aliar ao presidente venezuelano Hugo Chávez.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:02 Links para esta postagem
0
O VERDADEIRO AMOR


O mais nobre de todos os sentimentos.A possibilidade de amar é natural em todos. É como a respiração: natural e fundamental.Sem amor a vida não tem um sentido claro;a depressão aloja-se facilmente; perdemos amigos e companheiros.A prática de amar leva-nos muito próximos a Deus. Tornando-nos pessoas alegres e cheias de vitalidade.Amar não se resume apenas à pessoa desejada.O amor é o combustível do Universo.É o veículo de comunicação com a felicidade.Assim, devemos sempre nos lembrar:Amar a si próprio, permitindo, com auto-respeito, descobrir quem somos, porque agimos de tal forma e qual o caminho para o bem estar.Amar a vida, um sentimento de pura integração com toda a existência.É a verdadeira união.A possibilidade de crescer, aprender e enriquecer.Amar ao próximo, a maneira de agradecer à possibilidade de sorrir, viver e dar a sua contribuição para que outros possam usufruir desta deliciosa sensação que é existir.

Pastor Jose Carlos M.dos Santos


Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:46 Links para esta postagem
0
O BRILHO DO DIA POIS TUDO PERTENCE AO SENHOR


O sol anunciava o final de mais um dia e lá, entre as árvores, estava Andala, um pardal que não se cansava de observar Yan, a grande águia. Seu vôo preciso, perfeito, enchia seus olhos de admiração. Sentia vontade em voar como a águia, mas não sabia como o fazer. Sentia vontade em ser forte como a águia, mas não conseguia assim ser. Todavia, não cansava de segui-la por entre as árvores só para vislumbrar tamanha beleza... Um dia estava a voar por entre a mata a observar o vôo de Yan, e de repente a águia sumiu da sua visão. Voou mais rápido para reencontrá-la, mas a águia havia desaparecido. Foi quando levou um enorme susto: deparou de uma forma muito repentina com a grande águia a sua frente. Tentou conter o seu vôo, mas foi impossível, acabou batendo de frente com o belo pássaro. Caiu desnorteado no chão e quando voltou a si, pode ver aquele pássaro imenso bem ao seu lado observando-o. Sentiu um calafrio no peito, suas asas ficaram arrepiadas e pôs-se em posição de luta. A águia em sua quietude apenas o olhava calma e mansamente, e com uma expressão séria, perguntou-lhe:- Por que estás a me vigiar, Andala?- Quero ser uma águia como tu, Yan. Mas, meu vôo é baixo, pois minhas asas são curtas e vislumbro pouco por não conseguir ultrapassar meus limites.- E como te sentes amigo sem poder desfrutar, usufruir de tudo aquilo que está além do que podes alcançar com tuas pequenas asas?- Sinto tristeza. Uma profunda tristeza. A vontade é muito grande de realizar este sonho... - O pardal suspirou olhando para o chão... E disse:- Todos os dias acordo muito cedo para vê-la voar e caçar. És tão única, tão bela. Passo o dia a observar-te.- E não voas? Ficas o tempo inteiro a me observar? Indagou Yan.- Sim. A grande verdade é que gostaria de voar como tu voas... Mas as tuas alturas são demasiadas para mim e creio não ter forças para suportar os mesmos ventos que, com graça e experiência, tu cortas harmoniosamente...- Andala, bem sabes que a natureza de cada um de nós é diferente, e isto não quer dizer que nunca poderás voar como uma águia. Sê firme em teu propósito e deixa que a águia que vive em ti possa dar rumos diferentes aos teus instintos. Se abrires apenas uma fresta para que esta águia que está em ti possa te guiar, esta dar-te-á a possibilidade de vires a voar tão alto como eu. Acredita! - E assim, a águia preparou-se para levantar vôo, mas voltou-se novamente ao pequeno pássaro que a ouvia atentamente:- Andala, apenas mais uma coisa: Não poderás voar como uma águia, se não treinares incansavelmente por todos os dias. O treino é o que dá conhecimento, fortalecimento e compreensão para que possas dar realidade aos teus sonhos. Se não pões em prática a tua vontade, teu sonho sempre será apenas um sonho. Esta realidade é apenas para aqueles que não temem quebrar limites, crenças, conhecendo o que deve ser realmente conhecido. É para aqueles que acreditam serem livres, e quando trazes a liberdade em teu coração poderás adquirir as formas que desejares, pois já não estarás apegado a nenhuma delas, serás livre! Um pardal poderá, sempre, transformar-se numa águia, se esta for sua vontade. Confia em ti e voa, entrega tuas asas aos ventos e aprende o equilíbrio com eles. Tudo é possível para aqueles que compreenderam que são seres livres, basta apenas acreditar, basta apenas confiar na tua capacidade em aprender e ser feliz com tua escolha!
Pastor Jose Carlos M. dos santos
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:41 Links para esta postagem
0
UMA NOVA REALIDADE



Uma nova realidade Já te esforçaste tanto em aprenderes coisas que pouco ajudaram em tua caminhada...Criaste o impossível para ti e fizeste disso a realidade para viveres.Coisas como o sofrimento, a pequenez, o medo e a falta de luz em tua consciência,são só uma pequena parte do que fizeste.Agora queres a paz, queres a luz,mas não as consegues obter por achares que estas idéias estão muito além da tua capacidade.Se deres um pouco mais de ti, verás que as coisas não são bem como tens imaginado que elas sejam.Pede por ti e trabalha por ti,pois não há um outro meio para obteres aquilo que desejas.Não há necessidade que sofras por isso,mas que simplesmente acredites que possuis todos os meios para seres feliz.Estes meios estão para ti como o rio está para o mar;basta que tu dês uma maior atenção e retires o véu dos teus olhos que te cegam para esta grande realidade.E quando encontrares uma luz, ainda que tímida, a brilhar em ti,esta será suficiente para que dês início a tua alegria, ao teu encontro com a tua real natureza.Saberás a partir deste momento que aquilo pelo que sonhas acompanha-te a cada momento dos teus dias,apenas esperando por uma oportunidade para, junto de ti, ser reconhecido pela tua consciência.Sê atento para com tua paz e sê atento para com tua confusão.Ambas não podem coexistir no mesmo espaço,porque uma está baseada na luz que a tudo ilumina e protege da miséria do mundo,e a outra foi criada pelo medo que tu sentes em relação ao mundo em que vives.Nada há para temeres, pois teu ser verdadeiro está muito protegido,intocável pelas mãos do tempo que a tudo transforma e esgota.Lembra-te que tua fonte de luz nasce e jorra onde teu Criador, absoluto, reina e desfruta.Sê feliz.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:39 Links para esta postagem
domingo, 17 de maio de 2009
0
TRAJE DE HOMEM E TRAJE DE MULHER

“Não haverá traje de homem na mulher, e não vestirá o homem vestido de mulher, porque qualquer que faz isto é abominação ao Senhor teu Deus”. (Deuteronômio 22:5)
Muitos pregadores que condenam os outros com “doutrinas de roupa”, só são vistos como “moralistas” com a passagem de Deuteronômio 22:5, porque poucas pessoas se dão o trabalho de ler o restante dos versículos. Ninguém pode pegar um versículo isolado e fazer de doutrina. A bíblia toda se completa, sem confusão, sem contradição, certo? Então leia o que diz os versículos que seguem logo depois que diz sobre traje de homem e de mulher:
“Quando edificares uma casa nova, farás no teu telhado um parapeito, para que não tragas sangue sobre a tua casa, se alguém dali cair”. Deuteronômio 22.8
Algum destes pregadores ensinam também esse versículo? Ora, ele vem logo depois do que fala sobre os trajes! Constroem eles parapeitos nas suas casas? Estão eles em pecado??? Leia também o versículo 12:
“Porás franjas nos quatro cantos da tua manta, com que te cobrires”. Deuteronômio 22.12
Ôpa, mais um pecado! Onde estão as mantas destes pregadores??? Estão eles sem santificação??? E ainda que digam que trata de simbolismo, então o versículo 5 também é simbólico, certo? Como pode uma parte ser simbólica e outra não?! Amados irmãos, todo aquele que estuda a Palavra de Deus com sinceridade descobre os erros, e por isso Jesus disse:
“Errais não conhecendo as Escrituras e nem o poder de Deus”. Mateus 22:29
Não podemos concordar jamais com os liberalismos que existem por aí, e fazer a obra de Deus de qualquer maneira. Mas retirando as indecências que existem no mundo, não existe calça-comprida feminina e decente? Será que o radicalismo de proibir a mulher de usar calça salva alguém? Alguns líderes suspendem e até excluem irmãs da igreja, com suas doutrinas de roupa, mas não disciplinam as que causam confusões e intrigas com fofocas e outros sérios problemas.Há calça-comprida feita exclusivamente para mulher. Ou seja, é calça de mulher, feita para mulher, logo não é “traje de homem”. Pode haver semelhança, como camisas que são semelhantes. Notamos que esta passagem de Deuteronômio 22:5 faz alusão aos que queriam usar as roupas do sexo oposto, talvez numa intenção de homossexualismo. Leia o que diz: “Não haverá traje de homem na mulher, e não vestirá o homem vestido de mulher”. Portanto, eles sabiam qual era a roupa de homem, e qual era a roupa de mulher! O que poucos pregam é que esta é uma lei do Velho Testamento, da mesma forma que a lei ordenava apedrejar mulheres pegas em flagrante de adultério, como está no evangelho de João capítulo 8:
“Ora, Moisés nos ordena na lei que as tais sejam apedrejadas. Tu, pois, que dizes?” João 8:5
Veja que Moisés havia ordenado. E realmente está no livro de Levíticos 20:10. Mas estava aonde? Na lei!!!! Os livros de Gênesis a Deuteronômio fazem parte do pentateuco, os livros da lei. Isso significa que devemos abolir o velho testamento? Claro que não, pois no Novo Testamento, que significa Novo Pacto, Nova Aliança, se esclarece o que estava no Velho Testamento, como é o caso de João 8.
“Aquele dentre vós que está sem pecado seja o primeiro que lhe atire uma pedra”. João 8.7
Jesus chama de “acusadores” os que queriam apedrejar a mulher adúltera. Atualmente muitos vivem apedrejando o seu próximo, condenando por aparências, doutrinas de homens. Veja que advertência faz o nosso Mestre! Jesus não condenou aquela mulher que estava em adultério, pega no flagrante. O Senhor a avisou para não pecar mais, claro. Mas não a condenou! E hoje muitos querem condenar um irmão apenas por aparências. Misericórdia!!!Do que adianta a mulher usar a saia, e usá-la justa demais ou curta? Não está a pessoa se vestindo pior do que a que usa uma calça-comprida decente?! Será que esta “doutrina” prevalece em todos os lugares do mundo? Então vejamos: Em Moscou, capital da antiga União Soviética, a temperatura chega a -40 Graus abaixo de zero. Isso mesmo. Um frio tão grande que muitas pessoas morrem somente de frio. Será que alguma “irmã” usaria a saia em Moscou??Se a calça-comprida é “traje de homem” seria inaceitável usá-la por debaixo da saia, devido ao frio. Ou vestiria o “pecado” por causa do frio?? A palavra santificação significa separação. A pessoa que se santifica, ela se separa do mundo e suas práticas pecaminosas. Se despoja do velho homem, que deseja o pecado, a prostituição, as bebedeiras, os vícios, as orgias, etc. O “velho homem” é o velho querer, as antigas vontades do pecado. Efésios 4:25-31 explica bem essa parte. Se você falava mal do seu próximo, não irá falar mais, pois você estará santificando os seus lábios.
“Irmãos, não faleis mal uns dos outros”. Tiago 4:11
Mas ainda assim os pregadores que não conhecem a bíblia, com suas “doutrinas” de roupas e de homens, “doutrinas” essas que não estão na bíblia, pregam erroneamente Tessalonicenses 5:23:
“E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e o vosso espírito, e alma e corpo…” Tessalonicenses 5.23
Realmente devemos nos santificar em tudo. O nosso corpo é templo do Espírito Santo. Não pode ser entregue a indecência, a prostituição, a bebidas, etc. Quando você se converteu, você abandonou o pecado. Afinal, você mudou. Deus operou uma separação entre você e o mundo. A santificação é operada por Deus. Lembra-se do início do versículo? Leia:“E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo…”Ou seja, é ELE quem santifica. É Deus quem opera. É Ele quem toca no homem para abandonar o pecado. E não o homem com cobranças de doutrinas de roupas. Para confirmar esta certeza, basta ler o versículo 24:
“Fiel é o que vos chama, o qual também o fará”. Tessalonicenses 5.24
É ELE quem faz. É Deus, através do seu Santo Espírito, é que pode tocar no homem, convencer o homem do pecado. Todo tipo de pregação deve ser analisada à luz das Escrituras. Lembre-se dos crentes de Beréia, onde foi Paulo e Silas, em Atos 17:11. Tudo que os crentes bereanos ouviam, conferiam nas escrituras para ver se realmente era assim. E aceitaram a pregação, e a bíblia diz que eles foram mais nobres que os de Tessalônica. Preste bem atenção no versículo abaixo, para edificação da sua vida espiritual e você entender melhor:
“Ora, estes eram mais nobres do que os de Tessalônica, porque de bom grado receberam a palavra, examinando diariamente as Escrituras para ver se estas coisas eram assim”. (Atos 17:11)
Veja que bênção! Eles conferiam nas Escrituras tudo que era pregado, e aí sim aceitavam. E foram mais nobres que os de Tessalônica. Paulo e Silas não se sentiram ofendidos pelo fato deles conferirem com as Escrituras o que se pregava. Muito pelo contrário, era bom que eles conferissem mesmo, pois isso demonstrava uma busca sincera pela verdade. Quem busca o caminho da verdade é que busca conferir o que se diz. Quem quer viver no erro jamais vai se arriscar a verificar alguma coisa. O próprio Jesus ordenava “examinar” as Escrituras. (João 5:39)Quem está na luz não fica confuso, não fica turbado, não erra o caminho. O que acontece quando falta luz em casa? Você pode tropeçar ou esbarrar em alguma coisa, não é? Mas quando a luz chega você vê tudo e não tropeça. A Palavra de Deus é a luz para o seu caminho.
“Lâmpada para os meus pés é a tua palavra, e luz para o meu caminho”. Salmo 119:105
Devemos ter muito cuidado com a falsa capa de religiosidade que ronda muitas igrejas. Apocalipse 2:18,19 adverte a igreja de Tiatira pelo seguinte:
“Ao anjo da igreja em Tiatira escreve…Conheço as tuas obras, e o teu amor, e a tua fé, e o teu serviço, e a tua perseverança…Mas tenho contra ti que toleras a mulher Jezabel, que se diz profetisa; ela ensina e seduz os meus servos a se prostituírem e a comerem das coisas sacrificadas a ídolos”. Apocalipse 2.18-19
A opção do inimigo contra esta igreja foi introduzir uma mulher que se dizia profetiza, que operava com dons. Jezabel era filha do Rei do Sidônios (1 Reis 16:31) uma adoradora de Baal. O Rei Acabe se casou com esta mulher e permitiu que ela introduzisse a adoração a Baal em Israel. Ela tinha 400 profetas que comiam da sua mesa, desfrutando de status e privilégios. Muitos pensam que o Senhor sonda as roupas para qualificar alguém, segundo a aparência. Mas este é um erro terrível. A capa de religiosidade de Jezabel ronda muitas igrejas pelo mundo. Mas à igreja de Tiatira o Senhor Jesus deixa claro em Apoc 2:23 que não é bem a roupa que Ele sonda não:
“E todas as igrejas saberão que eu sou aquele que sonda os rins e os corações”. Apocalipse 2.23
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:15 Links para esta postagem
0
MISSIONÁRIOS E PASTORES ESTÃO SENDO EXPULSOS DAS RESERVAS


O governo Lula gosta de ser pioneiro. É marcadamente o governo mais socialista que o Brasil já teve. Mas seu pioneirismo em favor do Estado absoluto é absolutamente dominante sobre tudo e todos — inclusive sobre valores éticos, morais, e cristãos — não se restringe apenas ao fervor socialista.
Para que não reste a ninguém dúvidas acerca de suas pretensões, o governo Lula mostra, a nível internacional, aonde quer levar seu pioneirismo.
Os representantes do Estado brasileiro introduziram na Organização das Nações Unidas (ONU), logo no primeiro ano do governo Lula uma infame resolução classificando o homossexualismo como direito humano inalienável.
Com essa atitude e postura, o governo Lula quer dizer:
Esqueça literalmente o que Deus diz sobre o homossexualismo. O que vale agora é a lei e vontade do Estado.
É A PRIMEIRA VEZ NA HISTÓRIA DA ONU, QUE UM PAÍS REQUER A DEFESA MUNDIAL DO HOMOSSEXUALISMO!
No ano de 2004, o governo Lula é responsável pela criação e implementação do programa Brasil Sem Homofobia.
Como se esse programa federal não fosse o suficiente, o presidente Lula assina também no ano de 2007, um decreto presidencial convocando os militantes homossexuais do Brasil inteiro para um grande encontro em Brasília (DF) — sob patrocínio do governo federal — para discutir a criação e implementação de muito mais leis e políticas públicas para beneficiar exclusivamente os que escolheram o vício da sodomia.
É A PRIMERA VEZ NA HISTÓRIA DO BRASIL QUE UM GOVERNO IMPÕE COMO PRIORIDADE A DEFESA DO HOMOSSEXUALISMO!
O Estado quer passar a imagem de todo-poderoso, ele quer decidir se a sodomia deve ser considerada nojenta ou sagrada, e que todos se prostrem às sentenças estatais.
Aliás, esse mesmo Estado também vem decidindo se a vida humana pode ou não ser descartada — supostamente para salvar outras vidas por meio de experiências fatais com células-tronco embrionárias.
DE SEU TRONO, O ESTADO LAICO ARROGANTE DECIDE TUDO O QUE QUER, NÃO TEMENDO E NEM RESPEITANDO OS MANDAMENTOS E AS LEIS DE DEUS, QUE É O CRIADOR DE TODAS AS COISAS!
Para o Estado laico, qualquer entidade considerada divina ou religião, são iguais, e seus seguidores devem igualmente reconhecer a autoridade do Estado laico como suprema.
O ESTADO LAICO BRASILEIRO TEM ASSUMIDO UMA POSTURA ALTIVA NAS DECISÕES NACIONAIS E INTERNACIONAIS ENVOLVENDO ABORTO E HOMOSSEXUALISMO, SEM SE IMPORTAR COM NENHUMA OPINIÃO DIVINA OU HUMANA.
Agora, seguindo seu padrão de pioneirismo e arrogância, o governo Lula iniciará a primeira grande ofensiva contra ONGS estrangeiras.
Será que finalmente o governo Lula descobriu que a mentalidade estatal atual em favor do aborto e homossexualismo no Brasil é conseqüência de investimentos bilionários de entidades e fundações dos países ricos?
Será que finalmente o governo Lula chegou ao conhecimento de que a vasta maioria dos grupos de aborto e homossexualismo do Brasil recebe assistência financeira e logística estrangeira?
A operação Arco de Fogo, contra as ONGs estrangeiras, será realizada pela polícia federal — mas essa ação nada tem a ver com ONGs de aborto e homossexualismo. Essa ação não incomodará nenhum dos vastos investimentos externos de aborto e homossexualismo no Brasil.
O que então a polícia federal fará, já que está estabelecendo o pioneirismo estatal na intervenção a entidades estrangeiras?
Resposta: De acordo com o “Jornal do Brasil” de 21 de fevereiro de 2008, entre outras ações, “a polícia federal vai acertar nas ONGs estrangeiras que há décadas atuam na Amazônia tendo como pretexto… a evangelização!
No mesmo período da operação, uma força-tarefa criada por portaria do ministro Tarso Genro, da Justiça, dará início à fiscalização de entidades suspeitas de… interferir na cultura indígena”.
O “Jornal do Brasil” relata que a polícia federal já elaborou uma “lista das principais ONGs a serem investigadas por supostas irregularidades. Não se sabe ainda que tamanho tem a lista, mas é maior que a elaborada pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e encaminhada pelo Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República.
No grupo há entidades acusadas de deturpar a cultura indígena ao introduzir rituais religiosos estranhos às etnias”.
Entidades missionárias evangélicas, que já estão sendo investigadas pela agência brasileira, a (Abin), agora sofrerão medidas repressivas mais pesadas do governo federal.
A ditadura de Fidel Castro é responsável pela tortura e assassinato de dezenas de milhares de pessoas inocentes, inclusive cristãos.
E mesmo assim, o presidente Lula sente orgulho de ter amizade com o comunista.
Os missionários evangélicos são responsáveis pela introdução do Evangelho entre as tribos do Brasil e têm grande carinho pelos índios.
Recentemente, a “revista Isto é” e meses atrás a “revista Veja” noticiaram o escândalo da matança de crianças índias por bárbaros costumes tribais — debaixo dos olhos da estatal FUNAI, que não intervém para salvar as crianças a fim de não “interferir” nas culturas indígenas.
Agora, com a ajuda da agência brasileira, o Estado policial — que nunca se importou com tal matança — está colocando os olhos nas ONGs missionárias que estão “interferindo” nas culturas indígenas.
Para que “não venha a interferir”, basta que os missionários façam exatamente o que o Estado faz — não se importar se tradições de bruxaria tribal condenam crianças inocentes a morte por enterramento, sufocação, tortura, flechadas, pauladas, estrangulamento, envenenamento, etc.
Contudo, o Estado quer muito mais indiferença.
“Não interferir”, também significa não introduzir Jesus Cristo e a Bíblia nas culturas indígenas.
NO QUE DEPENDER DO GOVERNO, OS MISSIONÁRIOS PODEM FAZER AS MALAS E VOLTAR CADA UM PARA O SEU LUGAR!
Todo cristão sabe que a principal missão de vida na terra é glorificar Jesus Cristo e levar o Evangelho a toda criatura. E os índios também são criaturas de Deus. Eles também precisam de Jesus Cristo e do Evangelho!
Opinião contrária tem o governo: “Os índios — com sua cultura de infanticídio e feitiçaria — não precisam da “cultura” de Jesus Cristo e do Evangelho. Eles não devem ser incomodados.”
Enquanto a polícia federal se prepara para agir!
Os sacerdotes e cristãos protestantes silenciam-se!
Aliás, muitos deles não têm aberto a boca para denunciar o governo federal pelo seu apoio a políticas de aborto e homossexualismo!
Seria então de estranhar que eles também não se levantem para defender os missionários que denunciam o infanticídio entre os índios?
Mas durante a eleição e reeleição do presidente Lula, muitos abriram a boca para apoiá-lo!
Silenciar na questão do aborto, homossexualismo e infanticídio entre índios é um ato de grande negligência diante de Deus!
Como podemos deixar de denunciar a maldade estatal?
Restringir a atividade missionária entre os índios é abortar a eternidade deles.
SE AS VOZES DOS SACERDOTES E DOS CRISTÃOS PROTESTANTES NÃO SE LEVANTAREM, AS PEDRAS CLAMARÃO. (LUCAS 19:40)
ALÍAS, ELAS JÁ ESTÃO CLAMANDO!
O Deputado Márcio Junqueira, de Roraima, declarou na Câmara dos Deputados em 21/02/2008:
“Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, hoje venho à tribuna da Câmara dos Deputados trazer ao conhecimento do País fatos da maior gravidade, fatos esses que exigem de todos nós, Parlamentares e cidadãos, uma contundente e definitiva resposta, sob pena de estarmos acumplicidados pelo silêncio à prática da segregação racial e religiosa, em clara violação da Constituição da República Federativa do Brasil.”
“Sr. Presidente, uma grande nação somente será construída se calcada no respeito à liberdade e aos direitos humanos. Entre esses direitos sagrados se encontra aquele de professarmos, livremente, nossa crença ou de mudarmos, se assim nos convir.”
“Acontece, Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, que o meu Estado, que há muito tempo vem sendo desrespeitado pelo arbítrio do Governo Federal, como se não fizesse parte da Federação, encontra-se agora vivendo momentos de perplexidade diante das medidas inusitadas tomadas pela FUNAI.”

“Não bastasse a violência de uma demarcação sem levar em consideração a segurança nacional, agora decidem que todos os missionários e pastores evangélicos não índios sejam expulsos da reserva… E notem, senhores, que o argumento utilizado para a retirada dos missionários evangélicos é o fato de não serem índios, apesar de serem brasileiros…
“Fui procurado pelo Pastor José Dilson Reis de Mesquita, que lidera um movimento em defesa da liberdade religiosa nas áreas indígenas. Ele informa que diante das pressões da FUNAI e do Conselho Indígena de Roraima…”
“Algumas igrejas já retiraram os seus missionários, deixando seus fiéis sem orientação religiosa.”
“Razão pela qual consideramos que a hora é grave e o momento é decisivo. Por isso, os evangélicos reclamam o posicionamento de todos.“
“Todos aqui conhecem a seriedade e os relevantes serviços prestados pela Igreja Evangélica Assembléia de Deus nos mais distantes recantos do Brasil.”
“Aliás, tenho em mãos uma notificação judicial que obriga a Igreja Assembléia de Deus a se retirar da Vila do Surumú, município de Pacaraima, e das localidades de Água Fria e Socó.”
“Eu pergunto: quem é a FUNAI para dizer qual pode ser a minha fé?”
“Manter-se na indiferença ou inatividade na presente hora é crime imperdoável de lesa-patriotismo.”
“Por isso, conclamo todos os evangélicos e os amantes da liberdade a repudiarem essa atitude discriminatória do Governo Lula contra os evangélicos não só de Roraima, mas também de todo o Brasil.”
“Diante da gravidade dos fatos, o Movimento em Defesa da Liberdade Religiosa nas Áreas Indígenas estará organizando uma grande manifestação pública para o mês de abril, com o objetivo de chamar a atenção de toda a sociedade brasileira, para que essa situação absurda e inaceitável que acontece em Roraima.”
“Os evangélicos são um segmento do cristianismo, que é uma religião universal. Todos os povos necessitam ouvir a Palavra de Deus. Em obediência a uma ordem imperativa do seu fundador, que disse: Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura. Isso inclui os indígenas da área Raposa do Sol.”
“No Governo Lula, o Estado de Roraima está sendo privado da posse de suas terras, o povo já perdeu o direito de ir e vir em território nacional e agora até a liberdade religiosa nos é negada.
É hora de nos unirmos para dar um basta a essa situação!”
“Não aceitamos esse tipo de coisa. Temos uma posição e cremos num só Deus!”
O Deputado Márcio Junqueira declarou também que os líderes evangélicos já deveriam estar declarando!

O bem-estar espiritual — que também traz bem-estar físico e social — não é alcançado por meio da bruxaria ou do paganismo, e muito menos pelo Estado, mas unicamente através de Jesus Cristo!
Seja índio ou não, velho ou jovem, brasileiro ou estrangeiro, adulto ou criança, todos os que desejam esse bem-estar espiritual devem estar dispostos a renunciar a tradições, costumes e práticas que interferem no reconhecimento do Senhorio de Jesus Cristo!
Todos têm direito de conhecer Jesus Cristo e renunciar ao mal. Mas no que depender do governo federal, os índios não têm esse direito!
Os índios podem ficar sem Deus, por determinação do Estado. Mas o que o Estado jamais aceitaria é que os índios escolhessem ficar sem o Estado.
Quanto aos sacerdotes e aos cristãos protestantes, “o que” eles farão, para confrontar um Estado que age ilegalmente impedindo os índios de conhecer a Jesus Cristo?
Sim, é hora de o governo federal saber que o Estado não é Deus e nem está acima de Jesus Cristo!

MAS QUEM LHE DIRÁ ESSA VERDADE ?

Os índios — e todo o restante da população brasileira — têm direito a um Estado que respeite seus direitos pessoais. E nenhum direito é maior do que a liberdade de conhecer e adorar o verdadeiro e único Deus.
Qualquer governo que ouse interferir nessa liberdade é ilegal!
Portanto, o governo federal deve cessar seu controle e autoritarismo sobre a alma dos índios e respeitar a liberdade legítima de eles decidirem se querem ou não a Jesus Cristo e se querem ou não o Estado e suas loucuras.
O Brasil precisa urgentemente dos sacerdotes, dos cidadãos, e dos cristãos protestantes sérios!
O governo que lança uma operação de investigação contra ONGs missionárias, mas joga para baixo do tapete suas próprias ligações com as FARC, merece muita atenção, intercessão e intervenção dos sacerdotes, dos cidadãos, e dos cristãos protestantes!
As ONGs evangélicas, em sua maioria, proporcionam o bem aos índios e ao Brasil!
As FARC, o maior movimento terrorista comunista da América Latina — com toda a sua imensa rede de narcotráfico que opera na região amazônica, tirando vantagem até mesmo dos índios —, são uma das maiores ameaças ao Brasil e ao mundo.
Contudo, o governo socialista do Brasil, prefere voltar sua atenção aos missionários e não contra os terroristas comunistas narcotraficantes.
COMENTÁRIO DO PASTOR
A cada dia fica mais claro, que a Igreja de Cristo, os sacerdotes, e os cristãos protestantes precisa de mais ação, as lideranças e o povo de Deus, precisa mostrar a sua cara!
Precisamos mostrar o porque estamos aqui!
A palavra de Deus, nos relata:
“Que as portas do inferno não prevalecerão contra a Igreja de Cristo”. (Mateus 16.18)
Mas infelismente nos dias de hoje, vemos o inferno avançar e as igrejas, os sacerdotes e os cristãos protestantes, estão acuados, cada um no seu canto!
Não há uma unidade no corpo de Cristo, nem há uma preocupação com um todo e sim, cada liderança, se preocupando somente com os seus.
Precisamos rever os nossos conceitos!
Precisamos agir mais, ou seja, precisamos ser mais ousados, mesmos que se houver necessidade de confrontos, temos que confrontar!
Pois o Evangelho de Cristo vem com um único propósito, confrontar as atitudes e posturas das pessoas diante de Deus!
Trazendo as Boas Novas!!!
Portanto: Veja o que diz na Bíblia!
“Então, disseram uns para os outros: Não fazemos bem; este dia é dia de boas-novas, e nós nos calamos; se esperarmos até à luz da manhã, seremos tidos por culpados; agora, pois vamos e o anunciemos à casa do rei”. (2 Reis 7:9)
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:04 Links para esta postagem
0
Creia no nosso Senhor Jesus Cristo


Referindo-se ao Seu Sermão do Monte, o Senhor Jesus disse: "Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha; e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, que não caiu, porque fora edificada sobre a rocha. E todo aquele que ouve estas minhas palavras e não as pratica será comparado a um homem insensato que edificou a sua casa sobre a areia; e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, e ela desabou, sendo grande a sua ruína" (Mt 7.24-27).
Para que tudo não desabe (como no relato acima) é importante construir a própria vida sobre o fundamento certo, sobre a rocha, que é Cristo.
Naturalmente existem muitos argumentos em favor da areia. A praia é bonita, a paisagem é maravilhosa, dali vê-se o pôr-do-sol. Construindo na areia, é possível poupar muitos esforços e sacrifícios, tempo e dinheiro, pois não se precisa tanto material para construir na praia como se precisaria para construir sobre a rocha, talvez em terreno acidentado. É mais difícil construir uma casa sobre a rocha. Todo o material de construção precisa ser levado até o alto, e é fato conhecido que lançar um fundamento em uma rocha dura é bem mais complicado que na areia.
Muitos constroem a casa de suas vidas sobre a "areia" deste mundo. Tudo parece maravilhoso, as mais radiantes perspectivas delineiam-se diante dos olhos e segue-se "pelo caminho do menor esforço". Almeja-se uma vida agradável com alegrias e prazeres. Missões e organizações fundamentadas na Bíblias só atrapalham e estorvam, por isso são evitadas. Parece muito mais fácil construir uma casa conforme as próprias convicções e anseios, agradando a si mesmo e tentando alcançar o que se espera da vida. Difícil é, ao menos assim parece, construir sobre Jesus Cristo, sobre a Palavra de Deus. O caminho do arrependimento é penoso, a luta contra as tentações parece insuportável, e seguir a Jesus carregando a própria cruz parece quase impossível. Mas, para quem escolhe a areia, a queda já está programada e será infinitamente profunda. Quando vêm as tempestades da vida, a velhice, o sofrimento, o medo e a morte, chega também o desespero e toda a aparente segurança desmorona.
A Bíblia nos ensina que todas as coisas deste mundo passarão, que tudo o que é ímpio se assemelha à palha que o vento espalha. Mesmo países e impérios poderosos não perdurarão. Nada, absolutamente nada do que for construído sem Jesus terá valor permanente, tudo é efêmero e passageiro. Mas quem constrói sua vida sobre Jesus de uma maneira consciente, estará construindo sobre fundamento sólido, com seus pilares alicerçados na eternidade, fundamentados em Deus. Na vida da pessoa que constrói sobre a rocha, as alegrias não estão baseadas na aprovação dos homens, que já levou muitos à ruína. Verdadeira alegria e esperança real fundamentam-se no Senhor, em Sua obra consumada na cruz do Calvário, no perdão recebido ali e no dom da vida eterna. E então, quando o sofrimento e a dor baterem à porta, podemos ficar firmes e inabaláveis, pois o Senhor nos segura. Ele nos protege e jamais nos abandona. A Bíblia diz que nada pode nos separar de Seu amor e de Seu cuidado, que o Senhor nos guarda e no final nos receberá em Seu reino inabalável e eterno. Quem constrói sobre Jesus permanece por toda a eternidade.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:24 Links para esta postagem
0
O medo da solidão é o triste líder


Seus compatriotas, diz o pesquisador inglês Michael Whiteburgh, que estuda o estresse, têm medo de muitas coisas – mas o que mais temem é a solidão. O psiquiatra Whiteburgh, que mantém clínicas de repouso em Liverpool e Londres, publicou uma lista das principais fobias (com base em 2.000 casos de que tratou).
Nela, a solidão (monofobia) está na frente da claustrofobia (medo de ficar em ambientes apertados), da agorafobia (medo de ficar em grandes espaços descobertos), da insetofobia (medo de insetos), da zoofobia (medo de animais) e da astafobia (medo de trovões). O medo de voar vem mais adiante, até mesmo depois do medo de andar de metrô..."
O medo é a doença dos nossos dias. Ele assumiu proporções assustadoras. Quando as pessoas não procuram a Deus, enchem-se os consultórios de psicólogos e psiquiatras. Alguns dos medicamentos mais usados são os psicofármacos, tomados contra o medo, a inquietação e a insônia. É notável também que justamente no tempo do Natal aumentam a solidão e o medo. Parece tratar-se do tempo em que o homem percebe de maneira especial que lhe faltam a alegria interior e a segurança em Deus. Durante quase todo o ano, muitas pessoas tentam criar para si um paraíso artificial, tomando comprimidos e realizando muitas atividades; elas tentam afastar o medo e a solidão. Mas justamente no tempo do Natal elas percebem que a fuga não dá certo e que o medo e o desespero as alcançam.
No entanto, o medo foi vencido através de Jesus Cristo e Sua vinda ao mundo. E com Ele veio a alegria procedente de Deus. Ninguém precisa mais ser solitário. A mensagem do anjo por ocasião do anúncio do nascimento de Jesus em Belém é emoldurada por duas afirmações significativas, que têm Jesus por conteúdo: "Não temais" e "grande alegria". A respeito, lemos em Lucas 2.10: "O anjo, porém, lhes disse: Não temais: eis aqui vos trago boa nova de grande alegria, que o será para todo o povo". Sim, através da Sua vinda, Jesus transformou o medo em alegria, e essa alegria está disponível para todos.
Deus é a fonte da alegria, na Sua "presença há plenitude de alegria" (Sl 16.11; Is 12.3). Quem não conhece realmente a Deus, não imagina que alegria está deixando de ter. Jesus veio para nos trazer essa alegria, sim, Ele quer que Sua própria alegria permaneça em nós e que nosso gozo seja completo (Jo 15.11).
Um neurologista escreveu certa vez um livro intitulado: "Deixe seus nervos nas mãos de Deus." Jesus sabe do seu medo, Ele mesmo o venceu no Getsêmani e na cruz do Calvário.
O que falta a muitas pessoas é a fé para irem confiantemente a Jesus com todas as cargas, com todos os temores e pecados. Por isso, o Senhor exorta: "Até agora nada tendes pedido em meu nome; pedi, e recebereis, para que a vossa alegria seja completa" (Jo 16.24).
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:23 Links para esta postagem
0
FELICIDADE E PAZ


O hino de Natal mais conhecido no mundo certamente é "Noite Feliz". Ele já foi traduzido para mais de 300 línguas e dialetos. Entretanto, apesar de se cantar "Noite feliz, noite de paz...", muitos estão estressados e cansados. O mundo comemora o Natal, mas realmente nada sabe da felicidade e paz que Deus quer dar a todos.
Jesus, sendo verdadeiro Deus, tornou-se homem para tomar sobre si nossa imperfeição e nossa pecaminosidade. Ele veio como o dom inefável de Deus (o presente indescritível, veja 2 Co 9.15), para entregar-se como sacrifício expiatório por nós. Jesus veio a este mundo para destruir as obras do diabo (1 Jo 3.8) e para que possamos ter um lugar no céu. Ele veio como Luz em nossa noite, como Eterno em nosso tempo limitado, como portador da Paz em nosso medo, como Salvador em nossa perdição. Através de Jesus veio a vida ao nosso mundo de morte, a alegria a uma humanidade amargurada, o amor de Deus a uma sociedade cheia de ódio. Ele nos deu firmeza em nossa falta de fundamento e, como Redentor do mundo, trouxe a verdadeira salvação em nosso desamparo. Jesus veio para habitar conosco – mesmo depois de passado o Natal. O idoso Simeão disse sobre Ele: "...porque os meus olhos já viram a tua salvação, a qual preparaste diante de todos os povos: luz para revelação aos gentios e para glória do teu povo de Israel" (Lc 2.30-32).
O Natal não é nada daquilo a que estamos acostumados e que vemos à nossa volta hoje em dia: as tradições, os costumes, os presentes e as comemorações... Não, o Natal é muito mais: em Seu amor sem limites, Deus nos deu Seu Filho. Desse modo, o Natal somente terá verdadeiro significado para nós se aceitarmos esse presente de Deus e consagrarmos nossa vida a Jesus Cristo pela fé.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:06 Links para esta postagem
0
O DEUS ALTISSIMO ELE SEMPRE ESTAR PRONTO PARA TE OUVIR


No Salmo 50.15 lemos a maravilhosa promessa de Deus: "...invoca-me no dia da angústia: eu te livrarei, e tu me glorificarás."
Em uma fábrica de tecidos, onde funcionavam teares muito complicados, havia uma placa que dizia: "Se os fios se emaranharem, chame o supervisor". Recentemente aconteceu o seguinte: os fios do tear de uma operária muito dedicada e hábil se enrolaram. Imediatamente ela tentou desenredá-los, mas seus esforços somente tornavam maior a confusão. Finalmente, cansada e mal humorada, ela pediu ajuda ao supervisor.
"Você mesma já tentou separar os fios?", perguntou ele. – "Sim". – "Por que você não me chamou, conforme a norma?" – "Fiz o melhor que pude", respondeu ela. – "Lembre-se, ‘o melhor' em tal caso é me chamar!"
Quantas pessoas neste mundo se assemelham a essa mulher! Elas são honestas, corajosas e trabalhadoras. Elas enfrentam a vida com determinação. Gostaríamos de resolver tudo sozinhos, dar conta dos problemas, pois não nos agrada pedir ajuda aos outros. Esforçamo-nos para encontrar a própria solução. Mas, todos os esforços são em vão. No final, ficamos totalmente desanimados.
Muitas vezes, as circunstâncias acabam se tornando tão difíceis que não conseguimos mais nos desvencilhar sozinhos dos problemas. Quantas vezes um médico já teve de dizer a um paciente: "Mas, porque você não veio antes?"
Quando alguém se encontra em tal situação, a única solução é ir ao Senhor Jesus e invocá-lO. Ele é a resposta a todos os nossos problemas e às muitas confusões provocadas pelo pecado. Sem Ele não podemos fazer nada – nem para nós mesmos, nem para outros. Jesus Cristo diz: "...o que vem a mim, de modo nenhum o lançarei fora" (Jo 6.37).
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:00 Links para esta postagem
0
A FEICIDADE VEM DE DEUS PARA OS QUE LHE AMA

Todos anseiam ser felizes. Ser feliz é o desejo mais profundo do coração humano. Por isso, na passagem do ano desejamos um Feliz Ano Novo uns aos outros. Quando alguém casa, desejamos felicidades para o futuro do casal. Alguém que se forma nos estudos também recebe os votos de felicidades para sua vida profissional.
Existem muitas coisas que "trazem felicidade" e que podem ter as mais diferentes formas: para o cavaleiro a felicidade deste mundo está no lombo de um cavalo. Se alguém escapou ileso de um acidente, costumamos dizer que ele "teve a felicidade de não se ferir". Quantos buscam sua felicidade no jogo, na loteria ou no esporte? Outros tentam alcançar a felicidade por meios artificiais. Recentemente lemos em uma revista:
A ânsia pela felicidade e por emoções fortes leva milhões de jovens a estenderem suas mãos para a droga Ecstasy. Mas depois da euforia vem a ressaca – física e emocional... A ânsia por felicidade, por sentimentos intensos e o contato com outras pessoas leva muitos jovens a consumirem a droga regularmente...

A busca da felicidade e da alegria de viver mostra com extrema clareza que o ser humano de modo geral é infeliz. Até as pessoas que parecem ter alcançado tudo o que este mundo pode oferecer em brilho e glória, muitas vezes dão provas de sua infelicidade. O mundo da música e do cinema fala de felicidade, amor e alegria, mas a vida de muitos artistas prova que eles próprios são tudo menos felizes. Todos falam de felicidade, mas tão poucos são felizes.
Onde reside a causa da infelicidade?
Sem Deus, seu Criador, o homem não consegue ser realmente feliz. Enquanto tentar viver longe de Deus, enquanto se esconder de Deus e tentar viver sua vida como se Deus não existisse, ele não conseguirá ser feliz de verdade. Lemos em Judas 16a: "Esses homens são exploradores constantes, eternos insatisfeitos..." (A Bíblia Viva). A causa de toda infelicidade está no pecado! Lemos na Bíblia: "...o pecado traz vergonha e desonra para uma nação" (Pv 14.34b, A Bíblia Viva).

Quanta infelicidade se origina em um caráter desconfiado ou infiel. Quanto sofrimento vem do egoísmo, porque cada um quer viver só para si. Mas quantos são infelizes por serem negligenciados, preteridos, desconsiderados pelos outros. E quantas pessoas vivem infelizes porque carregam uma culpa tão grande, um fardo tão pesado que os faz sucumbir. Davi reconheceu certa vez no Salmo 38: "Pois já se elevam acima da minha cabeça as minhas iniqüidades; como fardos pesados, excedem as minhas forças. Sinto-me encurvado e sobremodo abatido, ando de luto o dia todo. Estou aflito e mui quebrantado; dou gemidos por efeito do desassossego do meu coração. Bate-me excitado o coração, faltam-me as forças" (vv. 4,6,8 e 10a).

Não viver em comunhão com Deus, não ter perdão, ter de conviver com constante sentimento de culpa significa ser infeliz. O ser humano procura preencher esse vácuo se atirando nas aventuras mais extravagantes. Tenta fazer carreira, planeja sua vida até nos mínimos detalhes e busca segurança de todas as formas. Mas em seu coração continua infeliz. O príncipe Talleyrand, cujo patrimônio foi avaliado em 30 milhões de francos, escreveu na véspera de sua morte:
Eis que 83 anos se passaram! Quanta preocupação! Quanta inimizade! Quantas complicações! E tudo sem outro resultado a não ser uma grande inquietação quanto ao passado e uma profunda sensação de desânimo e desespero em relação ao futuro.
O que o ser humano precisa para a verdadeira felicidade?
Ele precisa de um relacionamento com Deus através de Jesus Cristo. Por essa razão o salmista diz: "Tu és o meu Senhor; outro bem não possuo."(Sl 16.2) Chamar a Jesus Cristo de meu Senhor, nisso reside a felicidade permanente. Por isso o salmista continua confessando: "Tu me farás ver os caminhos da vida; na tua presença há plenitude de alegria, na tua destra, delícias perpetuamente" (v. 11).

O caminho para uma vida plena de felicidade e alegria se chama Jesus Cristo e consiste naquilo que Ele realizou na cruz por nós, que é o perdão dos pecados. Outra passagem da Bíblia diz: "Bem-aventurado aquele cuja iniqüidade é perdoada, cujo pecado é coberto. Bem-aventurado o homem a quem o Senhor não atribui iniqüidade" (Sl 32.1-2a). Exatamente para isto Jesus veio a este mundo, morreu na cruz, foi sepultado e ressuscitou dos mortos, para nos colocar outra vez em comunhão com Deus pelo perdão dos pecados. Existe um hino que exprime isso de maneira muito acertada: "Vivo feliz pois sou de Jesus..."
Um hindu muito rico buscava a paz:
Ele se banhava no rio sagrado, fazia peregrinações estafantes – seu coração continuava sem paz. Até que um missionário lhe mostrou a cruz. Aí ele exultou: "Sorvi a mensagem como mel. Agora cheguei ao alvo de todo o meu anseio." (W. B. em "Spuren um Kreuz").
Viver em comunhão com Deus significa ser feliz. Jesus Cristo diz a todos os que crêem nEle: "Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como a dá o mundo. Não se turbe o vosso coração" (Jo 14.27b). O que Jesus conquistou na cruz para nós vai muito além daquilo que o mundo poderia nos oferecer. Ele nos trouxe a paz de Deus, perdão dos pecados e vida eterna. Quem vem a Ele e nEle crê recebe uma paz de espírito que não se acaba quando chegam dias difíceis, e que nos dá segurança para o futuro, porque o próprio Senhor é o nosso futuro.
A felicidade que Jesus nos dá não é um constante "andar nas nuvens", uma contínua sensação de bem-estar, livre de todos os desconfortos, mas é a certeza de estarmos abrigados nEle. Seguindo a Jesus, um filho de Deus não é poupado de todos os sofrimentos. Mas a felicidade não consiste exatamente em sabermos que, no meio de todo sofrimento, no meio de toda angústia estamos ancorados em Jesus Cristo? Que nEle temos uma esperança viva e que o sofrimento jamais é o fim, e sim, a vida com Jesus; vê-lO um dia e estar com Ele por toda a eternidade?! A Bíblia diz: "Muitas são as aflições do justo, mas o Senhor de todas o livra" (Sl 34.19). Todo aquele que se tornou propriedade de Jesus não precisa sucumbir quando vem o sofrimento. Todo filho de Deus tem uma esperança viva que o sustém. E no final, todo verdadeiro cristão estará livre do todo sofrimento e verá ao Senhor Jesus assim como Ele é.
Por isso o Salmo 1.1 diz sobre a verdadeira felicidade: "Como é feliz o homem que não vai atrás da opinião das pessoas desligadas de Deus" (A Bíblia Viva). E o Salmo 34.9 nos anima: "Se você pertence ao Senhor, ame e obedeça a Ele; para quem faz isso nada falta" (A
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 20:39 Links para esta postagem
0
Tempos Dificis, Olhe para Deus


Os cristãos estão vivendo tempos difíceis. Descontentamento, decepção, desconforto, desencorajamento, desespero, depressão, divórcio, discórdia, desdém, desgosto, dissensão e desobediência são bastante comuns entre os que foram chamados para dar testemunho da glória de Deus e para refletir a imagem de Cristo. Muitos cristãos têm buscado conselheiros profissionais e psicólogos para ajudá-los a resolver os problemas da vida, mas esses problemas parecem estar aumentando.
Os "consumidores" cristãos carregados de problemas também podem escolher entre uma grande quantidade de produtos: livros, conferências e grupos de auto-ajuda – mas os problemas continuam se multiplicando. Quanto mais se trata dos problemas, mais as pessoas se tornam centradas neles. Até aqueles que tentam resolver os problemas da vida com princípios bíblicos, muitas vezes acabam se envolvendo tanto nesses problemas que não alcançam a raiz da dificuldade real. O tratamento dos problemas freqüentemente alcança somente os sintomas superficiais, apenas substituindo-os por outros sintomas. Alguns cristãos vivem de crise em crise. Outros carregam um peso que parece ficar mais e mais pesado com o passar dos anos.
Nunca houve tantos livros disponíveis para os cristãos na sua busca da família perfeita, do casamento perfeito e da vida perfeita. Não obstante, muitos cristãos falham em refletir a imagem de Cristo em sua família, no casamento e na vida. Será que as dificuldades que os cristãos enfrentam estão relacionadas com o fato deles estarem vivendo naqueles tempos difíceis sobre os quais Paulo alertou a Timóteo? "Sabe, porém, isto: nos últimos dias, sobrevirão tempos difíceis, pois os homens serão egoístas..." (2 Tm 3.1-2). A Edição Revista e Corrigida diz:"Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos..."
As pessoas estão perecendo por causa do amor – do amor a si próprias. Elas foram ensinadas pelos especialistas modernos em psicologia que deveriam amar a si mesmas. Elas ouviram que, a menos que se amassem, elas não poderiam amar aos outros. Pregadores e outras pessoas bem-intencionadas fizeram ecoar as palavras: "você precisa se amar". Conselheiros e televangelistas insistiram: "Ame-se! Goste de si mesmo! Honre-se! Você merece!" Cada vez mais essas tentações de auto-comiseração ou exaltação do ego são sutil e facilmente aceitas pelas pessoas, pois o coração é enganoso (Jr. 17.9).
Mas, observe o que procede de pessoas que são "amantes de si mesmas". Esses homens "egoístas" são: "avarentos, jactanciosos, arrogantes, blasfemadores, desobedientes aos pais, ingratos, irreverentes, desafeiçoados, implacáveis, caluniadores, sem domínio de si, cruéis, inimigos do bem, traidores, atrevidos, enfatuados, mais amigos dos prazeres que amigos de Deus" (2 Tm 3.2-4).
Uma rápida observação das palavras que seguem "amantes de si mesmas" revela um estado de vida bastante pecaminoso, assim como atitudes e atos pecaminosos. Tal amor a si próprio é tão poderoso que os "amantes de si mesmos" são "mais amigos dos prazeres que amigos de Deus". E isso está em profunda contradição com o Grande Mandamento: "Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento. Este é o grande e primeiro mandamento. O segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo" (Mt 22.36-39).
Enquanto que os propagadores do amor a si próprio tentam ler um terceiro mandamento (ame-se a si mesmo) nessa passagem das Escrituras, Jesus deixou claro que estava falando de apenas dois mandamentos, pois disse: "Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas" (Mt 22.40). Não há nas Escrituras um mandamento para amar a si mesmo.
Os homens são infelizes e sofrem com os problemas da vida porque se tornaram "amantes de si mesmos" e "mais amigos dos prazeres que amigos de Deus". A inclinação pecaminosa do ser humano é amar a si mesmo mais do que a Deus e às outras pessoas. O egoísmo se agarra à natureza humana e produz inveja, luxúria, orgulho, arrogância, desrespeito por Deus, desobediência aos pais, falta de gratidão, engano, provocando tanto a paixão pelos seus próprios caminhos quanto a contenda por causa deles. Ele leva também a falsas acusações, que são exageradas, já que as pessoas têm sido encorajadas a culpar seus pais, as circunstâncias, e a qualquer outra coisa, menos a si mesmas, pela sua condição de vida.
Será que as pessoas estão tentando desenvolver-se, melhorando a si mesmas e às circunstâncias em que vivem, sem tocar na raiz do problema? Será que o amor a si próprio está escondido sob os mais benevolentes gestos e por trás das orações mais fervorosas? Que tipo de crescimento pessoal as pessoas estão procurando? O crescimento pessoal que vai aumentar sua auto-estima, ou o crescimento pessoal que envolve negar a si mesmo e tomar a sua cruz? O crescimento pessoal que vai confirmar o valor de seus próprios egos, ou o que as tornará semelhantes à imagem de Cristo?
Ambas as formas de crescimento, tanto a que se inclina para o amor a si mesmo quanto a que se inclina para amar a Deus, têm um custo elevado. Amar a si mesmo mais do que amar a Deus leva a uma perda espiritual, mas amar a Deus com todo o seu ser leva a negar o "eu" e faz com que o efeito mortal da cruz se faça sentir contra o velho homem (aquele "eu" ao qual muitos de nós ainda estão agarrados e amam), que deve ser considerado morto (Rm 6).
Jesus disse: "Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, dia a dia tome a sua cruz e siga-me. Pois quem quiser salvar a sua vida perdê-la-á; quem perder a vida por minha causa, esse a salvará. Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se vier a perder-se ou a causar dano a si mesmo?" (Lc 9.23-25).
O mesmo Deus que salva e santifica também ordenou que as boas obras sejam uma conseqüência natural da Sua obra: "Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie. Pois somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas" (Ef 2.8-10). Essas boas obras incluem amar a Deus de todo o coração, de toda a alma, de todo o entendimento e a obediência a Ele, pois o amor a Deus é expresso obedecendo-Lhe e amando-se uns aos outros. Uma pessoa não é salva nem se santifica pelas boas obras. Entretanto, as boas obras são conseqüência do que Deus já fez e continua a fazer. Por isso, Paulo diz: "Assim, pois, amados meus, como sempre obedecestes, não só na minha presença, porém, muito mais agora, na minha ausência, desenvolvei a vossa salvação com temor e tremor; porque Deus é quem efetua em vós tanto o querer como o realizar, segundo a sua boa vontade" (Fp 2.12-13).
Além disso, todas essas coisas devem ser feitas sem murmurações nem contendas (Fp 2.14), ou seja, sem reclamar ou discutir com Deus sobre as circunstâncias da vida e como proceder na presença dEle.
Por toda a caminhada cristã há o despojar-se dos velhos caminhos (do velho homem com suas paixões enganosas) e o revestir-se do novo homem, "criado segundo Deus, em justiça e retidão procedentes da verdade" (Ef 4.24).
Essa é a caminhada diária do cristão. Despojar-se do velho homem é o equivalente a negar a si mesmo, e revestir-se do novo homem envolve tomar sua cruz e seguir a Cristo.
Se bem que muitos cristãos podem concordar em princípio, quantos estão fazendo isso diariamente, momento após momento? Quantos de nós estão confiando no Senhor o suficiente para tomarmos a nossa cruz, reconhecendo-O em todos os nossos caminhos e deixando-O afastar-nos do amor-próprio para amá-lO de todo o coração, de toda a alma, de todo o entendimento e de toda a força, amando-nos uns aos outros tanto quanto nós já nos amamos a nós mesmos? Cada dia é cheio de oportunidades para amar a Deus ou para amar o "eu" em primeiro lugar. Qual vamos escolher, Venha Participar dos nossos Cultos nos dias de Terça, Quinta,Sabado e Domingo
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 20:30 Links para esta postagem
0
Quem mais tenho eu no céu? Não há outro em quem eu me compraza na terra." Salmos 73.25


O fato de se ouvir a Palavra de Deus, de lê-la, mas mesmo assim não vivê-la na prática é um perigo muito grande hoje em dia. O que falta é conhecer ao Senhor em Espírito e não apenas com o raciocínio ou com as emoções. A quem falta o conhecimento espiritual, falta tudo. Nossos procedimentos exteriores podem corresponder perfeitamente à fé que temos em Jesus Cristo, mas assim mesmo o Senhor fala através de Oséias: "Pois misericórdia quero, e não sacrifício; e o conhecimento de Deus, mais do que holocaustos." Agora você pergunta: "Mas como posso conhecê-lO melhor?" Eis a resposta: "O temor do Senhor é o princípio do saber." E aquele que não conhece o Senhor, não consegue amá-lO profundamente. Provavelmente uma pessoa assim, que não conhece o Senhor profundamente, sinta emoções e carinho pelo Senhor, mas falta o amor em espírito, que é uma realidade que supera a tudo na vida de uma pessoa. Esta falta de amor ao Senhor se manifesta e se torna visível em sua vida por meio do seu amor próprio, que se expressa na sua vaidade, na sua impertinência, e na sua mania de sempre querer ter razão. Mas o Senhor está muito à procura de pessoas que O amem de coração! "O Senhor guarda a todos os que o amam." Sim, em Deuteronômio 13.3 está escrito até que: "O Senhor vosso Deus vos prova, para saber se amais o Senhor vosso Deus de todo o vosso coração, e de toda a vossa alma."
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 20:28 Links para esta postagem
0
Movimento negro diz que igrejas foram omissas na escravatura


Organizações vinculadas ao movimento negro pedem, em manifesto divulgado na quarta-feira, 13, que as igrejas históricas se pronunciem sobre os 121 anos da abolição inacabada, e peçam perdão “pela cumplicidade e omissão diante da escravidão e racismo sofrido pelo povo negro”.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Biblia Online
O Brasil lembrou, na quarta-feira, o dia em que foi assinada lei que terminava com a escravidão formal. O manifesto negro sustenta, contudo, que o país “mantém uma das mais acentuadas desigualdades social e econômica do mundo” e que a população negra está à margem da riqueza produzida pela sociedade brasileira.
“Conclamamos a Igreja brasileira a romper com o silêncio e com o mito da democracia racial, a fim de que ocorra uma profunda transformação em toda a sociedade”, diz o manifesto. Tal pedido de perdão, aponta o texto, deve vir acompanhado de ações afirmativas e de reparações.
Dentre as ações afirmativas o manifesto propõe a garantia do acesso de afrodescendentes nos seminários e cursos teológicos, a ampliação de sua participação em cargos de direção das igrejas, o aumento do número de bispos e bispas, pastores e pastoras, e a criação e fortalecimento de pastorais e de ministérios de combate ao racismo.
No campo teológico, o documento pede uma releitura da Bíblia, levando em conta a história do povo negro desde os tempos bíblicos, e que seja produzida uma hermenêutica bíblica negra, que deve ser entendida como uma causa política.
O manifesto, assinado por dez organizações, dentre elas a Comissão Ecumênica Nacional de Combate ao Racismo, os Fóruns de Lideranças Negras Evangélicas e de Afrodescendentes Evangélicos, e a Aliança de Negros e Negras Evangélicos do Brasil, solicita das igrejas históricas um programa de ação que inclua o diálogo inter-religioso.
“As igrejas devem agir como uma vigorosa força para a conversão individual e coletiva dos corações, sem a qual o ódio, a intolerância e o racismo jamais conseguirão ser eliminados”, assinala o documento.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 02:47 Links para esta postagem
0
A BOA OBRA MISSIONARIA PAR O DESENVILVIMENTO DA OBRA DE DEUS NO MUNDO


AO COMPARTILHAR ESTE TESTEMUNHO DO CHAMADO E DA OBRA DE DEUS NA MINHA VIDA COMO MISSIONARIA EM SOLO DESCONHECIDO E TOALMENTE AVERSO QUE E O CORAÇÃO DO HOMEM E A SUA PATRIA COMO A AFRICA,VEJO A MEDITA QUE SEMELHANÇAS PORQUE DIRIA SEREM PERCULIARES DE MINHA CHAMADA E DOS JOVENS DA MINHA GERAÇAO QUE COMO EU CARREGA EM SEUS CORAÇOES O ZELO DA CHAM MISSIONARIA DE AMOR AS ALMAS QUE PERECER EM TODO O MUNDO POR FALTA DE QUE LEVE-OS A PALAVRA DE DEUS,LER ESTE LIVRO É COMO ESTIVESSEMOS ESCREVENDO-O POIS ALGUNS FATOS SAO IDENTIFICADOS A NOS COMO A CHAMADA,A VISAO, A DIFICULDADE DENTRO DE NOSSAS PROPRIAS IGREJAS EM CONFIAR QUE DEUS CHAMA JOVENS INESPERIENTES E COMO GERAR RENDA E MEIOS FINANCEIROS E PROJETAR OS PASSOS NO FUTURO DENTRO DO CAMPO MISSIONARIO QUE CONDUZIRA-NOS AO SUCESSO DE NOSSA CHAMADA MESMO MEIO A TODO VENTANAL DE DIFICULDADES...COMO BUSSOLA PARA OS JOVENS COMO EU QUE TEM A CHAMA MISSIONARIA E UM MAPA PARA OS PASTOREA QUE JOVENS EM SUA IGREJA COM OLHOS E CORAÇAO NA OBRA DAS MISSOES....

ESTE E O TRASBALHO DA IGREJA EVANGELICA JESUS CRISTO E O SENHOR
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 02:12 Links para esta postagem
0
Missões ta no Coração de Deus e do Senhor Jesus Cristo


A Campanha Missionária de - organizada todos os anos pelas Pontifícias Obras Missionárias (POM) - tem como tema "A fé não tem fronteiras" e traz como lema "Aproximou-se e Teve Compaixão" (Lc 10,33). Essa temática é inspirada na vida de São Francisco Xavier, Padroeiro das Missões, no aniversário dos 500 anos do seu nascimento (1506-2006). O objetivo é aprofundar o sentido da nossa fé sem fronteiras e nos ajudar a viver o Mês das Missões e o Dia Mundial das Missões, no penúltimo domingo de outubro (dia 22).
A origem da Missão se encontra em Deus que confia seu Plano de salvação em Jesus no Espírito Santo. Partimos do batismo de Jesus. Ele marca uma passagem da vida oculta em Nazaré para a sua atividade missionária. Nele, Jesus recebe o Espírito Santo para que possa dar início à sua missão (Mt 3, 13-17). Depois, numa sinagoga em Nazaré, Ele apresenta o seu programa missionário citando o profeta Isaías (Is 40) "O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me ungiu para evangelizar os pobres; enviou-me para proclamar a liberdade aos cativos e aos cegos a recuperação da vista..." (Lc 4, 18-20). Na sua Missão, Jesus revela um Deus cheio de compaixão e misericórdia, que ama e cuida, cura, restabelece a vida, com ternura. São essas ações de Jesus que definem a sua Missão evangelizadora - transformadora.
Jesus escolhe e chama discípulos para estar com ele, formar comunidade na unidade com o Pai e o Espírito (cf. Mc 3,13) e para os enviar até os confins da terra. Eles recebem do Mestre a ordem de continuar a mesma obra como Igreja, comunidade de discípulos vocacionada para a Missão. Os que acolhem o Evangelho reúnem-se em comunidade e, pelo batismo assumem a Missão de Jesus (At 2, 41). Nesse sentido, quem entra em contato com Jesus e aceita a sua mensagem, não pode guardá-la para si. A ordem é: Ide, pregai a Boa nova a toda a criatura (Mt 28), a todos os povos e culturas de todos os tempos. A Igreja sabe que as palavras de Cristo - Eu devo anunciar a Boa Nova do Reino de Deus - torna-se agora sua missão. São Paulo consciente deste dever chega a afirmar: é um dever que me incumbe, e aí de mim, se eu não pregasse (1Cor 9,16).
Com muita razão o Papa Paulo VI, na Encíclica (EN 13) afirma: "Evangelizar constitui, de fato, a graça e a vocação própria da Igreja, a sua mais profunda identidade. Ela existe para evangelizar". Assim, a comunidade cristã nunca pode permanecer fechada em si mesma, dentro das suas fronteiras. E João Paulo II diz: "a fé se fortalece, na medida em que é partilhada" (RM...).
Missão é partir, deixar tudo e sair das próprias fronteiras pessoas, comunitárias, culturais e geográficas, para ir ao encontro do outro, do diferente, do desconhecido. Acolher e ser acolhido na beleza da diversidade. O século XX terminou vendo o Muro de Berlim ruir, o que representou um grande avanço na luta contra a segregação dos povos. Mas, apenas começou o século XXI e a humanidade assiste passivamente a construção de outros dois muros: um entre o México e os Estados Unidos e outro construído por Israel na região da Cisjordânia. E tem mais: os Estados Unidos acabam de anunciar a construção do muro virtual do século XXI para conter imigrantes. Olhando por esse ângulo, vemos um retrocesso na vivência da fraternidade universal.
Jesus conclui sua missão entre os discípulos dizendo: "vós sereis testemunhas de tudo isso" (Lc 24:48). Ser missionários de Jesus Cristo é a Missão dos cristãos. Portanto missionário(a) é uma pessoa de fronteiras... vive na fronteira da fé e a fé não tem fronteiras, derruba qualquer barreira, geográfica ou sociológicas, religiosa ou humanas, real ou virtual. De fato, aos olhos de Deus Criador realmente o mundo não tem fronteiras.
2. O risco da Missão numa terra sem leiEntrevista com Dom Erwin Kräutler
Bispo da Prelazia do Xingu, no Pará, denuncia luta pela terra e violência no campo e é ameaçado de morte.

O latifúndio, o poder e a impunidade são algumas das causas que levam o estado do Pará a apresentar o maior índice de assassinatos relacionados com a disputa de terras no Brasil. A tensão tem como protagonistas fazendeiros vindos do Paraná, Rio Grande do Sul e Mato Grosso que defendem o plantio de soja, e o grupo formado por moradores antigos da região e ambientalistas. Em Santarém, localizada no encontro dos rios Amazonas e Tapajós, entre 2004 e 2005, imagens de satélite revelaram que 1,2 milhão de hectares de terra viraram plantações de soja. Toda a produção é consumida na Europa. De 1.237 mortes ligadas à violência no campo no Brasil, entre 1985 e 2001, conforme a Comissão Pastoral da Terra, 40% aconteceram no Pará. Existe uma lista de 120 pessoas marcadas para morrer. Natural da Áustria, há 41 anos vivendo no Xingu, o bispo da Prelazia, Dom Erwin Kräutler, o presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB-Pará, padre José Boeing e o padre Edilberto Sena, detentor do prêmio de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), secção Pará, também são alvos de ameaças. A grande mídia guarda silêncio sobre elas. Nem mesmo a caravana do Jornal Nacional que passou pela região noticiou o fato ao país.

Dom Erwin, por que o senhor e seus colaboradores estão sendo ameaçados de morte?Colocar-se ao lado dos menos favorecidos, defender os legítimos direitos indígenas e dos povos ribeirinhos, dos pequenos agricultores e suas famílias, denunciar a grilagem e invasão de terras e a pilhagem, o saque inescrupuloso das riquezas naturais da Amazônia, tudo isso mexe com os interesses e ambições de fazendeiros, sojeiros, mineradores, madeireiros e barrageiros e provoca reações irracionais por parte dos que querem apoderar-se de vastas regiões e derrubar a mata virgem. Estes homens, ávidos por lucro imediato e loucos por riquezas, não se deixam convencer de que sua ação destruidora causará danos para esta e para as futuras gerações. A situação se torna ainda pior porque eles contam com o apoio de políticos, que repetem há décadas slogans, tais como "tanta terra para poucos índios!" ou "só o agronegócio em grande escala dá lucro!" Eles só sabem responder às nossas preocupações com difamações e ameaças que infelizmente não são apenas intimidações genéricas. Elas muitas vezes se concretizam em brutais assassinatos. Nós não buscamos o conflito. Nossa posição a favor dos menos favorecidos e do meio ambiente já nos torna, aos olhos deles, inimigos do "desenvolvimento".
Quais as principais linhas de ação pastoral da Prelazia do Xingu na região?A Prelazia do Xingu procurou sempre estar em sintonia com toda a Igreja na América Latina e seguir as linhas traçadas por Medellín e Puebla depois do Concílio Vaticano II. O Encontro Interregional de Santarém, em 1972, em que os bispos da Amazônia se reuniram para aplicar as decisões de Medellín ao chão concreto dos planos pastorais de toda a Amazônia, teve enorme influência também na Prelazia do Xingu. A maior circunscrição eclesiástica do Brasil com 365 mil quilômetros quadrados e meio milhão de habitantes se desdobra hoje em 750 comunidades espalhadas nas cidades e vilas, ao longo dos rios e igarapés e das estradas que surgiram desde o início da década de 70, mormente a Rodovia Transamazônica (BR 230). De cinco em cinco anos representantes de cada comunidade do Xingu se reúnem numa grande assembléia para avaliar a caminhada e planejar a ação evangelizadora. A última realizou-se em novembro de 2004 e contou com a presença de 794 pessoas. Para o quinquênio 2004 - 2009 a Prelazia escolheu como objetivo: "A Igreja, Povo de Deus no Xingu, para ser fiel à missão profética e à prática libertadora de Jesus, compromete-se com a evangelização inculturada, à luz da opção pelos excluídos, enfrentando os desafios da realidade, organizando as comunidades, através do anúncio, do serviço, do diálogo e do testemunho, participando da construção de uma sociedade justa e solidária a caminho do Reino de Deus". As propostas de ação pastoral decorrentes do objetivo geral visam a formação de lideranças, dando especial destaque à Bíblia e a uma mística que sustenta nossa ação evangelizadora numa realidade complexa e conflitiva, uma espiritualidade que une fé e vida, ação e oração-contemplação e desperta o ardor missionário.
O governo e o Poder Judiciário têm alguma parcela de culpa pela situação de conflito?Aí está a questão principal. Não deveria ser missão de bispo, padre, religiosa ou religioso defender o direito à terra e à simples sobrevivência das pessoas. Isso é assunto do Estado, da Justiça. Infelizmente na linha de frente da Amazônia, o Estado está praticamente ausente, os seus organismos inoperantes ou então muitas vezes coniventes com a ilegalidade dos invasores. A Justiça é vagarosa, negligente e os verdadeiros culpados por morte e agressão à integridade física e aos direitos humanos se evadem ou "se arranjam" com os órgãos judiciários. Se algum mandante de assassinato for julgado e condenado, em pouco tempo estará "aguardando em liberdade" o recurso, o que equivale a dizer que o processo já está arquivado. Se o Estado e a Justiça estão ausentes, quem ainda vai defender este povo? Em nome de Deus a Igreja assume a missão profética como outrora o fez Isaías, Jeremias, Ezequiel, Amós e tantos outros.
Como bispo missionário, onde o senhor encontra forças para continuar o seu trabalho?Primeiro preciso dizer que o povo não se coloca contra o bispo, mas, o defende contra as difamações e ameaças. É um pequeno grupo que se levanta contra o bispo e quer manchar a ação da Igreja. Nunca me passou pela mente abandonar a minha missão por causa desses adversários do Reino. Fiz um depoimento sobre as ameaças e suas causas que intitulei de "Se Deus está conosco, quem estará contra nós?" (Rom 8, 31). Eis a razão porque continuo a missão até o dia que Deus quiser. Foi Ele que me enviou para o Xingu e é Ele que está comigo. Sei que não tirará as pedras do meu caminho. Mas, como já falou a Jeremias, Ele confirma sua presença no meu caminho: "Eles lutarão contra ti, mas nada poderão contra ti, porque estou contigo..." (Jr 1, 19). Tenho fé em Deus e Nossa Senhora. Mais não posso dizer.

O programa de proteção aos defensores dos Direitos Humanos estabelecido pela ONU e adotado pelo governo federal vigora no Pará?Esse programa vigora em nosso estado. De fato, fui escoltado por mais de duas semanas por policiais militares até o dia em que eu mesmo pedi que relaxassem essa medida. É simplesmente impossível exercer a minha missão de pastor tendo dois guarda-costas 24 horas por dia ao meu lado. Chego na comunidade e o povo se apavora quando vê as armas na cintura desses homens. Já pensou, eu sentado à beira da cama de uma pobre enferma com câncer em sua fase terminal a ministrar-lhe os sacramentos enquanto o soldado monta guarda na porta? Com toda a boa vontade da Segurança Pública de proteger minha integridade física, isso não passa de um paliativo, porque os problemas que estão na raiz das ameaças continuam. O estado, através do INCRA, do IBAMA, da Polícia, da FUNAI, tem que assumir o seu papel constitucional. Se uma terra é pretendida por fazendeiros e ao mesmo tempo destinada aos PDS (Projeto de Desenvolvimento Sustentável) é necesário resolver este impasse. Assentar pobres colonos numa área grilada por fazendeiros ou invadida por madeireiros é programar o conflito armado em que morre o mais fraco, o colono. Uma vez resolvida essa situação pela Justiça, não será mais necessário preocupar-se com a segurança do bispo.
Nestes tempos difíceis, o que o senhor espera dos cristãos do Brasil?Há tanta solidariedade e carinho por este Brasil afora! Recebi e continuo recebendo e-mails e cartas de muitas pessoas e comunidades. É confortante saber que neste exato momento uma comunidade contemplativa de Carmelitas ou Clarissas está rezando por você, dá coragem receber uma carta de solidariedade de outra comunidade religiosa que trabalha numa periferia de cidade ou na zona rural deste nosso Brasil. É animador receber um e-mail ou telefonema de um bispo irmão que afirma seu apoio. É emocionante receber uma cartinha de uma jovem, de um jovem, de uma criança, de um casal, de uma vovó que diz: "Continue firme! Deus está com o senhor. Nós estamos rezamos pelo senhor..."

No seu país de origem, como seus familiares e amigos reagem vendo sua vida em perigo?Fui ordenado aos 25 anos de idade na Áustria, em julho de 1965, e em novembro do mesmo ano já estava no Brasil. No dia 21 de dezembro cheguei em Altamira, no Xingu. Nunca exerci meu ministério de padre ou de bispo em outra região. O Xingu é minha segunda pátria. Mesmo assim não nego minhas raízes. Sou brasileiro, xinguara, nascido na Áustria. Meus pais faleceram em 2004. Tenho irmãos e irmãs e muitos parentes e amigos, amigas. Nunca cortei os laços com a terra onde nasci e me criei. Mas sou missionário e sempre entendi essa vocação não no sentido de ser um de fora, mas de eu tornar-me em todos os sentidos membro do povo a quem fui enviado. Hoje me interessa muito mais o fato de pertencer ao povo do Xingu. As notícias de ameaças se tornaram manchete também na Áustria e desde então, as manifestações de apoio por parte de pessoas amigas, de Igrejas locais, de paróquias, até do cardeal de Viena e do arcebispo de Salzburgo, onde cursei a universidade e em cuja catedral fui ordenado padre, não param de chegar. Mesmo sendo naturalizado brasileiro há quase trinta anos, o Ministério das Relações Exteriores e a embaixada da Áustria apelaram ao nosso governo e manifestaram sua preocupação a respeito da minha segurança. Vejo nisso uma expressão de solidariedade e carinho e sou muito agradecido a todos. Espero que o quanto antes, em nossa região, se cumpra a profecia de Isaías: "Fazei da paz a tua administradora, e da Justiça a tua autoridade suprema. Na tua terra não se tornará a falar em violência, nem em devastação e destruição nas tuas fronteiras" (Is 60, 17-18).
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 02:03 Links para esta postagem
0
Grande Festividade do Grupo de Jovens Ekshaday


Acontece nos dias 22, 23, 24, do Mes de Maio a grende Festividade do Grupode Jovens Elshaday da Igreja do Evangelho Pleno com Sede Regional na Rua do Rotary na Cidade de Ubatã Bahia Brasil Pastor Presidente Regional Damião dos Santos, na oportunidade contaremos com as participaçoes de Varios Grupo de Jovens de Outars Igrejas e Irmaos de Outras Cidades teremos Apresentações Goreografias e sem contar com a Participação dos Pastore Jose Carlos Marques dos Santos, Pastor Valdiney Conceição Santos, Pastor Paulo Venha Participar com nosco destaq festividade para Edificação da Palavar do Senhor Nosso Deus
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 01:51 Links para esta postagem
sexta-feira, 15 de maio de 2009
0
No dia 24 de abril, sexta-feira, dois homens armados invadiram pela porta da frente a casa de Emilse Maria Del Carmen procurando por seu marido, Jose




Neymar, 17, afirma ter Robinho como inspiração em campo, mas enxerga em Kaká o exemplo de conduta fora das quatro linhas. Revelação do Santos, o atacante se diz vacinado contra deslumbramentos, algo corriqueiro na carreira de estrelas recém milionárias, e segue os passos do craque do Milan, reforçando a linha dos jogadores a serviço de Deus.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Biblia Online
Neymar faz o perfil de um atleta evangélico: participa de ações filantrópicas, diz que jamais assinará contratos com empresas de bebidas alcoólicas quando alcançar a maioridade, vai à igreja pelo menos uma vez por semana, evita baladas noturnas, e prefere encontros com amigos em restaurantes ou mesmo em casa, a exemplo de Kaká.
“O Kaká é uma pessoa simples e que joga muita bola”, resume Neymar.
Apesar de sua vida ter sofrido uma guinada desde sua estreia no time principal do Santos, no começo de março, Neymar continua mantendo hábitos da fase pré-fama, afirma o pai da joia alvinegra, Neymar Santos.
“O Neymar leva a vida da mesma forma como era antes. Lógico que agora fica difícil às vezes ele ir, por exemplo, aos cultos de domingo pela manhã, até porque ele tem viajado bastante com o Santos. Mas ele continua integrando ‘células’ [grupos que visitam pessoas para apresentar a palavra de Deus]“, contou Santos ao Pelé.Net.
Ao contrário de Kaká, integrante da Renascer em Cristo, Neymar é fiel da Igreja Peniel. A diferença para por aí. Ambos adotam comemorações idênticas, com os braços erguidos e os dedos apontados para o céu.
Quando estreou no Santos, Neymar havia combinado com Madson de fazer coreografia de funk assim que marcasse seu primeiro gol no profissional. A promessa foi cumprida. Desde então, Neymar trocou passos de funk por ritmos evangélicos nas comemorações.
No primeiro gol do Santos na vitória sobre o Palmeiras, 2 a 1, nas semifinais do Estadual, no Parque Antarctica, Neymar, Roberto Brum e Madson promoveram comemoração evangélica, cujo refrão da música é “para direita, para esquerda, para frente e para trás”.
“A mãe dele é uma pessoa muito ligada a Deus e que sempre incentivou o Neymar aos cultos. Ele ainda tem a sorte de contar com amigos dentro do elenco do Santos que também são religiosos. Eu sei que o Neymar tem cabeça boa para encarar o sucesso e deslumbramento”, acrescenta Neymar Santos.
Mesada e “sermões” do pai
Neymar se tornou milionário sobretudo após negociar parte de seus direitos econômicos ao grupo Sonda. Mesmo assim, ele consulta a família para qualquer movimentação financeira, desde gastos simples, como sacar dinheiro para almoçar no restaurante, até grandes investimentos.
Recentemente, o atleta comprou uma cobertura em Santos. O jovem ainda conta com uma “mesada” do grupo Sonda para despesas fora do clube.
O controle dos pais sobre Neymar vai além. Pouco após estrear no profissional do Santos, Neymar foi aconselhado a recusar convites dos amigos para “peladas” na praia, assim como ouviu para que não fosse de bicicleta à casa dos amigos. Neymar, 17, ainda não possui carteira de habilitação. Qualquer contusão na praia ou queda da bicicleta poderiam prejudicar o rendimento nos gramados, diz o pai.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:03 Links para esta postagem
0
Casal cristão é brutalmente assassinado na Colômbia


No dia 24 de abril, sexta-feira, dois homens armados invadiram pela porta da frente a casa de Emilse Maria Del Carmen procurando por seu marido, Jose Rodriguez. Ela foi baleada imediatamente, pois tentou proteger o marido. Emilse foi atingida oito vezes e Jose seis vezes. Eles não conseguiram sobreviver aos tiros. Um dos assassinos também foi baleado e morreu.
Naquela sexta-feira, Jose e a esposa Emilse haviam decidido ficar em casa e não frequentar o culto na igreja Assembleia de Deus na cidade La Esmeralda. Ele e a esposa eram líderes da denominação na região que moravam.
Jaime, pai de Jose, que também é cristão, testemunhou a morte do próprio filho e da nora. Ele não conseguiu explicar porque o filho teria inimigos. Assim que o assassino sobrevivente fugiu, os pais de Jose levaram seu corpo e de sua esposa até o pronto-socorro mais próximo, dali eles foram transferidos para um hospital em Saravena, no qual chegaram cerca de 20h. Eles ainda respiravam, mas tinham poucas chances de sobreviver. Os médicos tentaram de tudo por várias horas, mas nenhum dos dois resistiu.
Assim como acontece com muitos dos ataques e assassinados na região, nada foi publicado sobre o incidente, nem na televisão ou no rádio local.
Jose trabalhava em sua igreja local e periodicamente viajava para ministrar às comunidades indígenas de Tunebo em El Viagia, região que acompanha o Rio Arauca. Sua esposa, Emilse, era uma das líderes de jovens da igreja.
A filha de nove anos, Heidy, viu as feridas dos pais antes deles serem levados para o pronto-socorro. Aquela era a última vez que veria os pais vivos. Foi uma cena que ela se relembra com muita dor, mas tenta esconder. Ela não estava em casa quando os atiradores chegaram. Ainda assim, ela não consegue esconder dos avós a tristeza que sente. Eles também são membros da igreja de Jose.
Ela disse: “Agora meus pais estão no céu com Jesus e com meus avós”. A irmã, Ambar Gricet (dois anos de idade), e o irmão Juan Jose (dois meses de idade), ainda não compreendem o que aconteceu. Heidy sabe que um dia terá que contar a eles porque é que os pais nunca mais poderão segurá-los nos braços. Seus pais e avós viviam na mesma casa na cidade de La Esmeralda e compunham uma família bem conhecida não somente na igreja, mas também na comunidade, por causa da dedicação que tinham à causa de Cristo.
Os avós e as três crianças terão que sobreviver através da pequena mercearia que é parcialmente suprida com os produtos que eles mesmos cultivam em uma fazenda fora da cidade.
Tanto Jose quanto Emilse tinham todo um passado com um grupo paramilitar. Jose era o encarregado do recrutamento e da propagação da ideologia política, mas ele havia deixado o grupo havia oito anos. Emilse trabalhou para um grupo na cidade, mas já estava afastada por mais de cinco anos. Ambos nunca haviam recebido ameaças, mas isso já havia acontecido com alguns outros ex-soldados que tinham se convertido. Os avós acreditam que a posição que ostentavam de líderes da igreja gerava um risco de vida muito maior do que apenas o fato de que no passado tivessem ligação com grupos paramilitares.
Os grupos guerrilheiros têm ameaçado e atacado pastores e comunidades cristãs que não seguem as regras que eles impõem à região. Jose visitava a comunidade de Tunebo, que é uma das mais fechadas ao evangelho. Os habitantes da região o recebiam muito bem e eram discipulados por ele através da Palavra de Deus. Entretanto, Jose estava violando uma das regras daqueles grupos paramilitares que proibia o proselitismo religioso entre os indígenas.
Marcha em protesto e busca por justiça
As mortes violentas de Jose e Emilse chocaram as pessoas desta cidade e as incitaram a fazer algo. No dia 10 de maio, os pastores e cristãos da região fizeram uma marcha pacífica pela cidade para pedir por justiça e pelo fim dos assassinatos de pessoas inocentes. Todas as denominações, em parceria com diversos grupos seculares e empresas, estiveram representadas no protesto para mostrar a unidade que têm. Eles estavam indignados e queriam mostrar suas objeções a esses assassinatos. Até a mídia local transmitiu o evento, fazendo com que as pessoas vissem que o casal morto era formado por duas pessoas honestas, que somente fizeram o bem para a cidade e para a sociedade, e que isso não pode ser esquecido.
O pastor Fidel Montañéz, da igreja Assembleia de Deus em La Esmeralda, disse: “As marchas não mudam o coração dos paramilitares, mas esse é um ato público que mostrará o passo inicial que foi tomado em La Esmeralda, porque nossos irmãos têm sido mortos não somente aqui, mas no estado inteiro”.
A igreja cristã por toda a região de Arauca está em alerta. Os paramilitares ameaçaram todos os cristãos que não seguem suas ordens. Eles foram classificados como inimigos da causa paramilitar
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:55 Links para esta postagem
0
Pastor é preso durante culto por acusação de poluição sonora


O pastor da Igreja Evangélica Avivamento da Graça de Deus, Aroldo Telles de Oliveira, localizada na Avenida Constantino Nery, zona centro-sul de Manaus, foi preso na manhã de ontem, durante realização do culto matinal, onde estavam cerca de 50 pessoas.
Oliveira foi preso sob acusação de estar provocando poluição sonora no local, devido ao som alto durante a realização do culto.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:47 Links para esta postagem
0
Band vai tirar R.R.Soares do horário nobre- Perseguiçao


Reunião da cúpula artística da Band na semana passada acena para mudanças profundas na grade de programação da casa, especialmente no horário nobre.
Assim como a Record e SBT, a Band também decidiu investir e tentar elevar a qualidade da programação nessa faixa horária. A primeira medida deverá ser a retirada do programa religioso do missionário R.R. Soares do horário nobre.
É consenso que, embora a emissora tenha muito lucro com a venda de horário para a igreja de Soares (vide a fórmula da Record-Universal), sua presença bem às 21h é ruim para a imagem da Band, prejudica a sua imagem editorial.
O fato é que a Band tem um jornalismo de qualidade, vem investindo de forma constante e racional em dramaturgia (ainda sem grande repercussão), acaba de lançar um programa de razoável sucesso comercial e de ibope, o “CQC”, e o programa de Soares se tornou um fardo nesse conjunto.
Por meio de sua assessoria de Comunicação, o Departamento Jurídico da Record informa que os direitos de todo o material produzido pela equipe de Jornalismo pertence à empresa Record, e não aos funcionários. Informa ainda que o programa “Fala que Eu Te Escuto”, embora produzido por uma equipe da Igreja Universal, também pertence à grade de programação da Record e que pode exibir qualquer reportagem.
Sem entender muito o que faz o último parágrafo que fala da Record no meio de uma nota sobre a Band, é de se pensar se realmente a emissora do Morumbi vai perder um dos seus maiores sustentos. O Sr. Missionário Romildo R. Soares investe um bom dinheiro na emissora faz um bom tempo e, mesmo tendo um canal de TV dele (RIT TV), ainda faz questão de seu programa no horário nobre da Band.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:44 Links para esta postagem
0
“Fala que Eu te Escuto”, da Record, supera “Programa do Jô”, da Globo, no Ibope


Pela primeira vez, o programa “Fala que Eu Te Escuto” venceu a Globo no Ibope, chegando a ser líder isolado. O resultado comemorado como histórico aconteceu na madrugada desta quarta-feira (13).
Exibido entre 1h19 e 2h24, a atração registrou uma média de 5 pontos, contra 4 da Globo. Além disso, durante a exibição do “Programa do Jô”, chegou a marcar 7 pontos, enquanto a atração da concorrente ficou com apenas 4 pontos.
Segundo informações da coluna Oops!, apesar do bom resultado essa não parece ser uma tendência, já que o programa costuma ficar na casa dos dois pontos. Ainda assim, programas evangélicos têm ganhado público na TV aberta.
Produzido e apresentado por bispos da Igreja Universal, o “Fala que Eu Te Escuto” debate temas considerados polêmicos e já foi, inclusive, ameaçado de processo por pessoas entrevistadas ou filmadas em situação comprometedora.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:36 Links para esta postagem
0
Atriz Debora Secco escolheu um Pastor para realizar sua cerimônia de casamento


Para sua união com Roger Flores em junho, atriz escolhe o mesmo pastor presbiteriano que realizou o matrimônio de Juliana Paes e Lavínia Vlasak,O pastor Luís Longuini Neto deve abençoar o casamento de Deborah Secco e Roger Flores, que será realizado no sábado 6 de junho, no Castelo Barão de Itaipava, na região serrana do Rio de Janeiro.
Longuini é muito querido pela mãe da atriz, a produtora artística Sílvia Secco. Em sua página no orkut, a mãe postou que está muito contente com a escolha do pastor, sem citar nomes. Mas amigos da família afirmam que ele será o escolhido para abençoar a união de Deborah e Roger. Procurada, a assessoria de imprensa da atriz não quis comentar o assunto. O religioso também preferiu não se pronunciar.
Há muito que Longuini é popular entre as celebridades. O pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil, com sede em Vila Isabel, zona norte do Rio, realizou a cerimônia que oficializou a união da atriz Juliana Paes com o empresário Carlos Eduardo Baptista, em setembro do ano passado. Em setembro de 2007, ele abençoou a união da atriz Lavínia Vlasak com o empresário Celso Neto. Doutor em Ciências da Religião, Luís é professor na Universidade Mackenzie do Rio de Janeiro, no Instituto Metodista Bennett e no Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:27 Links para esta postagem
0
Movimento negro diz que igrejas foram omissas na escravatura


Organizações vinculadas ao movimento negro pedem, em manifesto divulgado na quarta-feira, 13, que as igrejas históricas se pronunciem sobre os 121 anos da abolição inacabada, e peçam perdão “pela cumplicidade e omissão diante da escravidão e racismo sofrido pelo povo negro”.Visite:
O Brasil lembrou, na quarta-feira, o dia em que foi assinada lei que terminava com a escravidão formal. O manifesto negro sustenta, contudo, que o país “mantém uma das mais acentuadas desigualdades social e econômica do mundo” e que a população negra está à margem da riqueza produzida pela sociedade brasileira.
“Conclamamos a Igreja brasileira a romper com o silêncio e com o mito da democracia racial, a fim de que ocorra uma profunda transformação em toda a sociedade”, diz o manifesto. Tal pedido de perdão, aponta o texto, deve vir acompanhado de ações afirmativas e de reparações.
Dentre as ações afirmativas o manifesto propõe a garantia do acesso de afrodescendentes nos seminários e cursos teológicos, a ampliação de sua participação em cargos de direção das igrejas, o aumento do número de bispos e bispas, pastores e pastoras, e a criação e fortalecimento de pastorais e de ministérios de combate ao racismo.
No campo teológico, o documento pede uma releitura da Bíblia, levando em conta a história do povo negro desde os tempos bíblicos, e que seja produzida uma hermenêutica bíblica negra, que deve ser entendida como uma causa política.
O manifesto, assinado por dez organizações, dentre elas a Comissão Ecumênica Nacional de Combate ao Racismo, os Fóruns de Lideranças Negras Evangélicas e de Afrodescendentes Evangélicos, e a Aliança de Negros e Negras Evangélicos do Brasil, solicita das igrejas históricas um programa de ação que inclua o diálogo inter-religioso.
“As igrejas devem agir como uma vigorosa força para a conversão individual e coletiva dos corações, sem a qual o ódio, a intolerância e o racismo jamais conseguirão ser eliminados”, assinala o documento.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:23 Links para esta postagem
0
Pastor e coordenador do movimento Rio de Paz: “ninguém aguenta mais essa violência”


les já espalharam centenas de cruzes nas areias da badalada Praia de Copacabana, estenderam faixas de protesto diante do Palácio Guanabara – a sede do governo estadual do Rio de Janeiro –, soltaram balões vermelhos em homenagem aos mortos da guerra urbana e até simularam um cemitério clandestino usado por traficantes para dar um sumiço nos desafetos. Por trás de cada uma dessas ações pacíficas e criativas, está um grito de socorro – um brado de “basta” diante do descalabro em que se transformou a segurança pública brasileira, em geral, e a fluminense, em particular. O objetivo é mesmo chamar a atenção, e tais iniciativas têm repercutido pelo país e no exterior. É o “lobby do bem”, nas palavras do teólogo e pastor Antônio Carlos Costa, coordenador do movimento Rio de Paz. A organização não-governamental surgiu no fim de 2006 logo após um tenebroso episódio em que criminosos, em ação concatenada, saíram pela Cidade Maravilhosa praticando chacinas, incendiando ônibus com gente dentro e espalhando o terror. Em um único dia, 19 pessoas, incluindo trabalhadores e estudantes, estavam mortos.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Biblia Online
O número assusta, mas ainda é pequeno se comparado às estatísticas, que dão conta de 6 mil homicídios por ano no estado do Rio de Janeiro. “Se incluirmos os casos de pessoas desaparecidas e baixas em confrontos com a polícia, chegaremos ao número de 10 mil”, diz Costa. Quando soube do arrastão da morte, ele resolveu agir. “Reuni alguns amigos e falei do meu desejo de partir para o enfrentamento pacífico e nas ruas”, lembra. Primeiro, ele conseguiu a adesão dos membros da Igreja Presbiteriana da Barra da Tijuca, da qual é titular. Em pouco tempo, vários crentes, militantes sociais e intelectuais aderiram. Hoje, o movimento é organizado, embora ainda não tenha muita adesão do segmento evangélico. “Nem sempre podemos contar com o apoio dos evangélicos para combater o problema da violência urbana no Brasil”, lamenta. Mas ele não desanima, e acredita que a pressão da sociedade sobre o poder público pode mudar as coisas. O mais curioso é que nem sempre Antônio Carlos é identificado como pastor nas reportagens sobre os atos públicos do Rio de Paz. “Mas quando a opinião pública nos vê correndo riscos pelo que cremos, expressando amor pela vida humana e lutando pelo que faz sentido, passa a nos respeitar”, acentua. O pacifista concedeu a seguinte entrevista a CRISTIANISMO HOJE:
CRISTIANIMO HOJE – Como pode ser definido o movimento Rio de Paz?ANTÔNIO CARLOS COSTA – O Rio de Paz é o sonho de criar uma cultura de apreço pelos seres humanos no Brasil. Representa a luta pela defesa dos direitos humanos a partir do conceito cristão referente à santidade da vida humana. Seu foco principal, contudo, é a redução da letalidade no país, porque as mortes violentas são o maior problema social deste momento de nossa história. Rio de Paz é um movimento da sociedade civil e não tem ligação formal com nenhuma instituição religiosa – partimos, no entanto, de uma base intelectual cristã e temos nos evangélicos brasileiros a maior parte da nossa mão-de-obra e sustento. Nosso desejo é uma organização o mais ampla possível da população como um todo, a fim de exercer constante pressão social.
Quem idealiza os atos públicos do grupo?Olha, não quero criar uma aura mística sobre o que estamos fazendo. Mas as ideias surgem em geral quando estou orando, e logo trato de compartilhá-las com integrantes do movimento. A partir daí, organizamos os atos públicos da maneira mais adequada para a comunicação da mensagem que queremos emitir.
Manifestações como as promovidas pelo Rio de Paz em Copacabana trazem grande repercussão, mas sempre levantam críticas de segmentos que enxergam em tais atos uma excessiva preocupação midiática e certa elitização, sobretudo pelo fato de serem realizadas na Zona Sul da cidade. Essa é a motivação do movimento?Posso compreender a preocupação de muitos. Corremos mesmo o risco de só trabalhar para a mídia e atentar para os dramas da classe média. Mas, não é isso que queremos. Quando estamos na Zona Sul protestando, apontamos para os dramas dos pobres, que são os que mais morrem devido à violência. Nosso desejo é o de mobilizar a população – informar, despertar e mobilizar da forma mais extensa possível. Para isso, encontramos um meio: o protesto midiático. Criamos imagens que são levadas ao mundo inteiro através de todos os meios de comunicação. É por isso que usamos a Praia de Copacabana. A mídia gosta disso e hoje a temos ao nosso lado, numa parceria que nos surpreende e permite dizer para o Brasil e o mundo que milhares de pessoas estão sendo assassinadas no nosso país.
O fato de o senhor ser um pastor evangélico ajuda ou prejudica o movimento, nas relações do Rio de Paz com a mídia e com a sociedade?Sinto que parti em desvantagem, pois parece que a opinião pública tem a nós, pastores, como gente despreparada, indiferente e não necessariamente confiável. Percebo, no entanto, que quando essa mesma gente nos vê correndo riscos por causa do que cremos, expressando amor pela vida humana e lutando pelo que faz sentido, passa a nos respeitar. Hoje, temos muitas pessoas nos apoiando – professores universitários, policiais, jornalistas, parentes de vitimas da violência, dirigentes de ONGs, entre tantos outros. A pergunta do apóstolo Pedro continua ecoando: “Quem nos vai perseguir se formos zelosos pelo que é bom?”. Quando as pessoas que não são cristãs veem nossas boas obras, glorificam ao nosso Pai que está no céu. O meu sonho é que o Rio de Paz faça a Igreja recuperar o respeito perante a sociedade brasileira.
Quais foram os casos de violência da crônica policial recente do Rio que mais o incomodaram?O caso do João Roberto, menino de três anos morto por policiais na Tijuca no ano passado, foi certamente um desses casos que marcou a minha vida para sempre [N.da Redação: o crime aconteceu quando policiais militares abriram fogo contra o carro em que a criança estava com sua mãe. Eles disseram à Justiça que o confundiram com um veículo roubado]. Em todo o meu ministério, nunca vi dor maior do que a de um pai e uma mãe perante o corpo de um filho assassinado. Também chorei muito no enterro dos policiais assassinados na Fonte da Saudade [O soldado Francisco Alves Pereira Júnior e o sargento Joel de Almeida Gomes foram executados em serviço na região da Lagoa Rodrigo de Freitas, área nobre da cidade]. Estendi uma faixa no local do crime com os seguintes dizeres: “Mataram aqui dois seres humanos que trabalhavam em condições desumanas”. Saiu na primeira página de O Globo. No velório, vi quando a filha adolescente aproximou-se do corpo do pai. Ela olhou seu rosto, recuou e começou a gritar.
Existe algum tipo de parceria entre o movimento e outras instituições organizadas em torno do mesmo objetivo?Nós temos mantido contato com várias organizações não-governamentais, como o Viva Rio, o Centro de Estudos de Segurança e Cidadania e o Instituto Sou da Paz. Pesquisadores e professores universitários têm prestado ao Rio de Paz uma ajuda de valor incalculável. A ONU, através do seu escritório no Rio de Janeiro, concedeu-nos a honra de organizar em parceria três fóruns sobre segurança pública. Outro dia, uma pesquisadora disse algo que me fez muito bem. Para ela, é surpreendente a nossa capacidade de dialogar com todo mundo – mídia, meio acadêmico, parentes de vitima, policiais e, poderia acrescentar, a própria Igreja. Fico feliz, pois acredito que a Igreja do Senhor tem o chamado para fazer pontes entre os seres humanos. Afinal, os pacificadores serão chamados de filhos de Deus.
Como tem sido a reação das autoridades públicas diante das manifestações promovidas pelo Rio de Paz?Já fui recebido pelo vice-presidente José de Alencar, pelo governador Sérgio Cabral Filho e seu secretário de Segurança, José Mariano Beltrame. Todos esses encontros foram muito cordiais e fui tratado com grande respeito. Pude falar tudo o que pensava. Apontei para os maiores absurdos e pedi providências. Mas não vi até agora nenhuma mudança significativa na segurança pública, especialmente aqui no Rio.
O governo Sérgio Cabral tem sido acusado de incentivar a política do “atira primeiro e pergunta depois”, como no caso do pequeno João Roberto. Como mudar essa polícia? A polícia é parte do problema e parte da solução. Uma polícia corrupta, mal preparada e pessimamente remunerada torna a atuação dos seus melhores homens quase inviável. Sei de excelentes policiais que não conseguem trabalhar. É preciso maior controle sobre a ação policial. Não se pode botar uma arma nas mãos de um ser humano em nome de milhares de pessoas, com base em um pacto social, sem exercer controle algum sobre alguém dotado de tanto poder. Outra coisa – essa polícia não pode ser usada com fins políticos, que é o que tem ocorrido ultimamente no Rio de Janeiro. Falta ao atual governo uma explicitação da sua política de segurança, com a apresentação de metas, planejamento e cronograma. A sociedade precisa cobrar a apresentação de metas de redução de homicídios. E essa política pública tem que se transformar em política de Estado, e não de governo apenas. Não se pode permitir que aquilo que um governante fez de bom pela segurança não tenha continuidade no governo seguinte.
Por que o senhor começou a envolver-se com a questão da cidadania? Porque não consigo mais divorciar ética privada de ética pública. Não posso me preocupar apenas com álcool, dinheiro e sexo. Tenho que me preocupar também com violência, pobreza e falta de acesso à educação. A Igreja está precisando de mais homens de espírito público. Vivemos em um país no qual milhares de pessoas que têm seus direitos violados diariamente. E o pior é que não sabem em quê o Estado está falhando com elas, como também não sabem a quem recorrer. Como não sou especialista em segurança pública, tive que buscar muita informação com especialistas e ler um bocado, consultando tanto os clássicos sobre política quanto obras sobre crime, violência, controle social e segurança pública.
Além de coordenar o Rio de Paz, quais são suas outras atividades?Exerço também a função de pastor na Igreja Presbiteriana da Barra, de onde recebo todo o meu sustento. Escrevo, viajo, dirijo um programa de televisão, mantenho um blog diário e presido um seminário teológico, além de estar fazendo doutoramento em teologia na França. Faço parte da diretoria do Instituto Bola pra Frente e sou conselheiro de uma denominação calvinista chamada Missão Plena.
Como sua família encara sua militância?Temos passado dias difíceis. Há temores com possíveis retaliações e cerceamento da nossa liberdade, pois certamente temos gente acompanhando nossos passos. Confesso que senti certo alívio quando um dos meus filhos saiu do país para estudar.
Até bem pouco tempo, a ênfase nas igrejas era o céu. Costumava-se dizer dos púlpitos que, como os crentes não são deste mundo, as coisas terrenas deveriam tem pouca importância. Isso mudou radicalmente a partir dos anos 1980, e hoje a pregação escatológica virou uma raridade. O evangélico do século 21 quer prosperar e viver bem, com pouca visão da eternidade. Na sua opinião, quais as causas de tamanha guinada?Sem a esperança cristã, a vida humana é uma piada trágica num contexto de total absurdo cósmico. Para mim, é um enigma como pessoas conseguem viver sem aguardar “novos céus e nova terra”. Quando a Igreja deixa de falar sobre o céu, priva o homem daquilo que dá sentido às suas ações na terra. O que está ocorrendo é que, com a perda do monopólio da verdade teo¬lógica por parte de uma única organização eclesiástica devido à Reforma Protestante, as igrejas passaram, com o decorrer do tempo, a ter sua vida regida por leis análogas às que regem o mercado. Todos estão procurando tornar seu produto mais atraente para atrair o consumidor. O que ocorre? Promessas que Deus nunca fez são feitas. Há mais preocupação com o reino da terra do que com o Reino do céu. Sempre que isso acontece, os seres humanos acabam não tendo nem uma coisa nem outra. A teologia da prosperidade quebrou o padrão protestante de produção de riqueza para a glória de Deus mediante trabalho duro. Hoje, pastores que enriquecem pregam para pessoas que fazem parte dos estratos sociais mais pobres da sociedade brasileira.
Vocês encontram dificuldades para mobilizar as igrejas? As tentativas de procurar ajuda nas igrejas foram feitas das mais diferentes formas. Nem sempre, lamentavelmente, pudemos contar com o apoio dos evangélicos aos quais expusemos o problema da violência urbana no Brasil. Se o Rio de Paz já tivesse alcançado o alvo de mobilizar a igrejas visando à resistência contínua e pacífica aos homicídios no Brasil, milhares de vidas já teriam sido salvas – inclusive a de irmãos nossos na fé. Sei de pastores que perderam a vida da forma mais banal e cruel. Por que não temos uma multidão de evangélicos nas ruas, protestando juntamente conosco?
E qual é a resposta?Primeiro, porque a nossa liderança não dá a sua glória a outrem. Não tem o mínimo interesse de promover alguém enquanto faz o papel de coadjuvante. Não há o espírito da Trindade, onde uma pessoa serve a outra e a exalta. Segundo, por causa da teologia que exerce domínio majoritário sobre as mentes no Brasil. É uma teologia que não dá esperança de transformação social nem tem senso de graça comum. Essa teologia é capaz de enfatizar o aspecto privado da ética cristã, mas não a sua dimensão pública. É boa para fazer o jovem se preocupar com masturbação, mas péssima para levá-lo a se preocupar com justiça social. Vivemos uma espiritualidade que se preocupa com a igreja, mas não se preocupa com o país. E, em terceiro lugar, falta amor mesmo. Estamos dentro dessa atmosfera de indiferença tão presente na nossa sociedade. Contudo, em momentos de fundamental importância, pude contar com a ajuda de crentes de outras denominações, inclusive pastores, que abriram as portas de suas igrejas para o movimento, passaram madrugadas em claro conosco e constantemente têm nos encorajado.
O que há de falácia e de fato quando se atribui a violência ao agravamento da crise social? Estudos mostram que nem sempre a pobreza está ligada à violência. Há casos no Brasil de regiões onde as localidades mais pobres não são as mais violentas. O que vai determinar a violência é a ausência do Estado, tanto no que tange às políticas públicas quanto no que se refere ao poder de polícia, especialmente em áreas onde ocorre a dinâmica do narcotráfico associada à corrupção policial. Mas quem pode usar a miséria para justificar um traficante que arrancou os seios da namorada e a degolou em seguida? Nesse ponto, o cristianismo ajuda um bocado, pois somente ele nos dá uma base intelectual para enfatizarmos tanto a responsabilidade humana quanto a responsabilidade do Estado.
Mas a opinião pública já parece meio cansada de ouvir falar em defesa dos direitos humanos dos bandidos…É, mas ser defensor dos direitos humanos implica ser também defensor dos direitos de quem praticou o crime. Nossa Constituição não prescreve para o apenado campo de concentração, que é o caso do sistema prisional brasileiro. A lei não autoriza ninguém a executar quando se pode prender. Isso, contudo, não significa ter uma relação romântica com marginais, ou dizer que miséria justifica a hediondez e que o Estado não deve exercer seu poder de coerção.
Nas vezes em que o Estado fez isso de maneira mais ostensiva, os resultados não foram dos melhores. A ação de forças militares federais na segurança do Rio já foi tentada algumas vezes – e só se conseguiu um efeito momentâneo. O senhor acha que o Exército na rua seria uma solução para a violência?É claro que a solução do problema da violência envolve medidas de médio e longo prazo. Penso, no entanto, que alguma coisa precisa ser feita a curto prazo, se é que queremos salvar 10 mil vidas por ano – esse é o número total de mortes violentas se somarmos ocorrências como encontro de cadáveres, pessoas desaparecidas que na verdade estão mortas, homicídios dolosos e latrocínios e execuções praticadas pela polícia. Salvar toda essa gente num contexto de falta de policiamento ostensivo à altura da necessidade, do uso de armas de guerra por parte de narcotraficantes e diante do domínio territorial armado por parte do crime organizado, demanda, na minha opinião, uma ação análoga à que o Exército brasileiro levou a cabo no Haiti.
E o que dizer do papel das classes média e alta na perpetuação do panorama de violência na cidade, sobretudo na questão do mercado de entorpecentes?Estas são as maiores responsáveis por toda essa tragédia social. Apesar de toda informação que possuem, esses estratos sociais não agem, esperando um parente ser assassinado para abrir uma ONG. Os mesmos que consomem cocaína são os que querem a morte daqueles que são sustentados e compram armas com o dinheiro desses milhares de consumidores.
Como cidadão carioca, como o senhor se sente diante da dilapidação do tecido social no Rio?Triste e irado. Sofro porque amo o lugar onde nasci. Minha geração já foi marcada para sempre. Fora o cerceamento da nossa liberdade, sofremos hoje com os nossos filhos na rua. Os fins de semana dos cariocas da minha geração se transformaram em sessões de monitoramente de filhos através de telefone celular, até eles chegarem em casa.
É puro preconceito dizer que a imigração, sobretudo oriunda do Nordeste e das periferias, foi uma das responsáveis pelo agravamento da crise social nas grandes cidades brasileiras?No caso do Rio de Janeiro, sim. O problema não é a pessoa vir do Nordeste, ou de outro lugar, mas o fato de ela chegar a uma metrópole desumana, impessoal, incapaz de oferecer condições dignas de vida para o imigrante pobre. E tudo isso ocorre sob o olhar de uma classe política que, movida por fins eleitoreiros, permite a utilização ilegal de espaços públicos, que acabam se transformando em favelas.
Quais serão as próximas ações do movimento Rio de Paz? Agora em 2009 investiremos pesado no lobby do bem, visando à diminuição da letalidade no Brasil. Estamos com planos de realizar atos públicos em Brasília e no Rio de Janeiro. Se não houver resposta das nossas autoridades públicas, vamos para Nova Iorque protestar em frente ao prédio da ONU. Continuaremos a prestar ajuda, tanto jurídica quanto psicológica, aos parentes de vítimas da violência. Esperamos, até o fim do ano, entregar nas mãos do presidente Lula o nosso Manifesto pela Redução dos Homicídios no Brasil com o respaldo de um milhão de assinaturas. O conteúdo desse manifesto encontra-se no site do Rio de Paz.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:18 Links para esta postagem
0
Jovens cristãos raptados no Iraque


O Arcebispo católico de Kirkuk, no Norte do Iraque, revelou que três jovens estudantes cristãos foram recentemente seqüestrados por fundamentalistas muçulmanos, tendo revelado estar “dispostos a morrer pela nossa fé” aos seus seqüestradores.
Numa entrevista com a agência católica SIR, do episcopado italiano, D. Louis Sako relatou que os assinalou que o episódio não teve um final trágico, já que os raptores decidiram deixar em liberdade aos jovens, após ameaçá-los.
O seqüestro aconteceu na semana passada, num bairro da capital, Bagdad, quando os fundamentalistas sequestraram 40 pessoas, entre elas os três estudantes.
Os jovens foram submetidos a violentos interrogatórios e foi-lhes exigido renunciar à sua fé sob ameaça de ser torturados e assassinados. Os jovens, relata D. Sako, reagiram com uma profissão de fé que, aparentemente, comoveu os raptores, que decidiram deixá-los em liberdade.
“O que aconteceu com os três jovens significa que, apesar de tantas dificuldades, os nossos fiéis não perdem a fé e a esperança. Pelo contrário, reforçam-na”, disse o prelado à SIR.
O Arcebispo de Kirkuk assinala que na cidade foi criado um comitê de diálogo inter-religioso para ajudar as muçulmanos a compreenderem melhor aos cristãos e o seu papel na construção do Iraque do futuro. A iniciativa foi apresentada ao Presidente da República, Jalal Al Talibani durante a sua recente visita a Kirkuk, que ofereceu seu apoio e alento à mesma.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:14 Links para esta postagem
0
Sacerdotes são alvo de seqüestradores no Iraque


Líderes eclesiásticos iraquianos lançaram apelos pela libertação de um sacerdote caldeu seqüestrado no sudeste de Bagdá em 16 de MaioEm uma declaração por e-mail, o arcebispo de Kirkuk, Louis Sako, pediu a libertação do padre Saad Sirop da paróquia de St. Jacob, no distrito de Doura, em Bagdá.
O apelo citou o capítulo 5 do Alcorão, que determina que os muçulmanos protejam sacerdotes e monges. Louis Sako também observou que Saad Sirop era um bom homem, que pregava e praticava a paz e o amor.
“Acredito que haja duas razões para esse tipo de seqüestro”, disse ao Compass, por telefone, o arcebispo. “A primeira é dinheiro. Mas a segunda razão é que eles querem expulsar os cristãos do Iraque”.
O arcebispo disse que o distrito de Doura era uma área de maioria muçulmana sunita, com o significativo número de 3 mil cristãos. Ele afirmou que sunitas que chegaram à área, vindos de outras partes do Iraque, queriam tomar posse das casas de cristãos.
“Saad Sirop saiu da igreja e estava voltando para casa por volta das 6h30, quando seu carro foi parado por três homens mascarados e armados”, contou Louis Sako. “Eles o forçaram a entrar no carro em que estavam e deixaram o motorista do padre sozinho”.
O seqüestro do religioso foi relatado no dia seguinte nos sites de notícias “Buratha News” e “Aswat Al-Iraq”. De acordo com esse último, o Partido Iraque Islâmico pediu que os seqüestradores de Sirop o libertassem.
O bispo auxiliar católico caldeu de Bagdá, Shlemon Warduni, que está fora do país, também lançou um apelo pela libertação do sacerdote. Ele dirigiu-se diretamente aos seqüestradores, dizendo que o seqüestro de um clérigo que serve fielmente ao país não ajudaria a causa deles.
O padre Saad, de 30 anos, estava com uma viagem para Roma marcada para setembro, para completar o doutorado em filosofia, segundo Louis Sako. “Até agora não tivemos notícias dele”, confirmou o arcebispo.
Segundo seqüestro
Saad é o segundo sacerdote caldeu seqüestrado neste mês. De acordo com o arcebispo, o padre Raad Kashan, do distrito Battawin, em Bagdá, também foi raptado por um grupo em busca de resgate, cerca de duas semanas atrás.
O padre conseguiu escapar depois de três dias no cativeiro, prometendo retornar com o dinheiro do resgate. De acordo com o arcebispo, Raad Kashan partiu para a Alemanha para evitar represálias por não ter pago o resgate.
Muitos cristãos iraquianos acreditam que a violência contra eles é motivada em parte porque sua religião é vista como uma conexão com os países ocidentais que controlam o Iraque.
Os cristãos também são visados por administrarem lojas de bebidas e salões de beleza, coisas consideradas ofensivas pelos seguidores radicais muçulmanos sunitas e xiitas, que formam a maioria da população iraquiana de 25 milhões de pessoas.
Mas a violência contra os cristãos, estimados em 3% da população, nem sempre tem motivações religiosas.
Os cristãos também sofrem simplesmente por serem um “alvo fácil”, disse um sacerdote iraquiano que hoje vive fora do país.
Dois irmãos cristãos foram atingidos por tiros de terroristas em sua carpintaria em Mosul, em 12 de agosto, contou o padre Emanuel Youkhana. “Não há evidências de que eles foram alvejados por serem cristãos, mas o fato é que os terroristas sabem que quando suas vítimas são cristãs, não haverá vingança”.
Vítimas lucrativas
A série de seqüestros comuns na era pós-guerra com freqüência atinge os cristãos por razões puramente financeiras. Junto com os estrangeiros, os cristãos são vistos como vítimas lucrativas, cujas famílias, tradicionalmente de classe média, pagarão resgates altos.
Depois do seqüestro e libertação do arcebispo sírio de Mosul, em janeiro de 2005, não ficou claro se o rapto foi motivado pela religião ou pelo dinheiro.
Cristãos naturais do Iraque têm deixado o país nos últimos dois anos, na medida em que sua comunidade tem estado sob repetido ataque. Embora os números não sejam precisos, fontes próximas à Igreja iraquiana afirmam que dezenas de milhares de cristãos fugiram para a Síria e a Jordânia.
De acordo com um relatório da Sociedade Alemã para Povos em Risco, muitos dos cristãos iraquianos também estão deslocados dentro do país.
“Muitos do nosso povo estão indo em direção às áreas curdas do norte, porque é mais barato do que sair do país”, confirmou o arcebispo Louis Sako.
Uma série de explosões de igrejas em Bagdá, em agosto e setembro de 2004, desencadeou um êxodo dos cristãos para a Síria e a Jordânia. As explosões simultâneas de seis igrejas em Mosul e Bagdá em janeiro passado reforçaram essa tendência.
Mesmo assim, os ataques contra os cristãos no Iraque são simplesmente parte do cotidiano caótico da era pós-Saddam Hussein.
O recente aumento da violência em Bagdá motivou os Estados Unidos e o Iraque a enviar 50 mil homens para rastrear a capital em busca de membros de grupos insurgentes armados, segundo noticiou a agência Reuters em 16 de agosto, em meio a novos episódios de violência em Mosul e em Basra.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:11 Links para esta postagem
0
Arcebispo iraquiano alerta para a perseguição aos cristãos


“Mudar os programas de ensino de religião nas escolas, em casa e em geral nos lugares de culto; reformar o clero, tornando-o sempre mais atento à sociedade moderna, e exigir dos governos, respeito aos direitos humanos”: essa é a proposta do arcebispo de Kirkuk, no Iraque, Dom Louis Sako, para mudar a situação dos cristãos que são perseguidos no país. “Os atentados terroristas atingem todos os iraquianos, sem fazer distinção entre as religiões: assaltos a mão armada, homicídios e seqüestros são uma realidade cotidiana” , denuncia o prelado à agência italiana SIR (Serviço de Informação Religiosa).
“Os agitadores do dissolvido partido Baath, os criminosos que saíram do regime precedente à guerra, os combatentes árabes e os fundamentalistas muçulmanos. Todos querem impedir o projeto de um Iraque democrático, pluralista e moderno. Os criminosos procuram dinheiro, os membros do partido querem o poder, os fundamentalistas querem ser os depositários da única verdade e, portanto, aqueles que a refutam são amedrontados”, explica o arcebispo.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:06 Links para esta postagem
0
Professor cristão é sequestrado


Na manhã do dia 14 de maio de 2009, um grupo armado invadiu uma escola primária em Kirkuk, Iraque, e levou um jovem professor cristão. Namir Nadhim Gourguis tem 32 anos, solteiro e vem de uma família humilde.Visite:
Quatro pessoas invadiram a escola no bairro de Ruwaidha, e sequestraram o professor. Eles já pediram o resgate: “Uma grande quantia, que a família não pode pagar”, afirma uma fonte local.
Em uma tentativa de salvar a vida desse jovem, o arcebispo de Kirkuk, Louis Sako, apelou para que os xeiques e os imãs na área ajudem a libertá-lo. Espera-se que “Essas tentativas de mediação resultem na libertação dele”.
A comunidade cristã tem sido o alvo desses grupos criminosos que realizam os sequestros por extorsão. Há alguns dias, um jovem foi assassinado na porta de casa; outras três pessoas foram baleadas. Os criminosos veem os cristãos como alvo fácil, pois ao contrário dos árabes e curdos, eles não são protegidos pela comunidade, familiares ou pela polícia.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 20:48 Links para esta postagem
0
Menina relata fuga de região talibã no Paquistão
Os combates entre o Exército do Paquistão e militantes do Talibã no vale de Swat, no noroeste do país, forçaram milhares de pessoas a deixar a região. Entre elas, está uma menina que está escrevendo um diário para a BBC sob o nome de Gul Makai. Abaixo, ela conta a sua experiência em depoimento a Abdul Hai Kakar, correspondente do Serviço Urdu da BBC na cidade paquistanesa de Peshawar.
"Eu não deixei para trás só o Swat, mas também a minha identidade e a minha vida. Na noite de terça-feira que nós ouvimos o som de artilharia pesada por todo lado. Nós todos deitamos no chão. Nós achamos que a troca de fogo era entre o Talibã e o Exército".
"A nossa casa fica perto do prédio que também serve de quartel do Exército na área. Quando há combates lá, nossa casa é atingida. É inevitável. A minha família decidiu sair do Swat no dia seguinte. Nós recolhemos suprimentos para a viagem".
"Nessa hora chegou a notícia de que tinha sido imposto um toque de recolher em Mingora. Nós ficamos presos por três dias. Finalmente, quando o toque de recolher foi relaxado, nós colocamos as nossas coisas no carro e saímos da cidade".
"Eu fiquei muito triste porque tivemos que deixar para trás a minha mochila da escola, com todos os meus livros. Eu recitei versos do Corão e dei um sopro nele, para que ficasse protegido nos combates entre o Exército e o Talibã".
"Uma grande multidão, como uma enxurrada de gente, estava andando nas estradas. Alguns estavam descalços, outros sem dupatta (um lenço que as mulheres usam). Alguns levavam pacotes e outros não carregavam nada. Nós pensamos no início que a nossa situação era terrível, mas ficamos gratos depois de ver a cena nas estradas".
"Eu vi gente que não tinha dinheiro tentando achar um jeito de sair de Mingora".
"Talibã do trânsito""Quando eu estava deixando Mingora, eu vi o Talibã na área de Qamber. Eles estavam dizendo às pessoas que passassem em fila. Elas atendiam imediatamente às ordens do Talibã".
"O meu amigo e eu apelidamos estes membros do Talibã de 'talibãs do trânsito'. Durante a viagem, o meu irmão estava muito bravo porque teve que deixar as galinhas dele para trás. Ele tinha insistido em trazê-las conosco mas a nossa mãe disse que elas morreriam no caminho.
Nós chegamos a Nowshera via Peshawar e depois fomos de carro por Mansehra para chegar a Bisham. Em Bisham o Exército impediu que seguíssemos adiante. A minha avó estava muito doente e chorava de dor. Depois de muitos apelos, o Exército acabou permitindo que nós continuássemos a viagem.
Nós deixamos a área a pé e, depois de caminhar por um tempo, conseguimos tomar um ônibus. Agora estamos a caminho de Shangla.
"Bala na barriga"Nós estamos em Shangla no momento, mas quando ouvimos sobre as condições das pessoas nos campos (de refugiados), nós agradecemos a Deus por estarmos vivendo com tanto conforto. Eu tenho certeza de que a guerra não pode continuar para sempre e que um dia eu vou poder voltar e recuperar a minha vida e a minha identidade.
Não apoio nem o Talibã e nem o Exército - ambos estão nos tratando com crueldade. O Talibã nos destruiu e o Exército está matando o nosso povo.
Quando nós estávamos deixando Mingora, uma das minhas parentes foi baleada na barriga quando estava levando os filhos dela para a cozinha para protegê-los do tiroteio. O meu primo me disse que o Talibã tentou impedir no empurrão que mulheres de burka fossem para a estação rodoviária. Várias delas caíram no chão.
O Talibã deveria parar de fazer isso porque, depois da implementação da Sharia (lei islâmica), as exigências deles foram atendidas. Por que eles estão fazendo isso agora?"
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 20:46 Links para esta postagem
quinta-feira, 14 de maio de 2009
0
Culto Realizado na Congregaçao na Fazenda Taquara


aqui o poder de Deus foi Manifestado onde o senhor Ganhou 6 Almas e pelo poder do senhor Jesu Cristo foi Curada de duas Enfermidades uma senhora que estava nos visitando
o Pastor Jose Carlos que Orou e pelo Poder de Deus e do senhor Jesus Cristo por Imposiçao de Maos Repreendeu as Enfermidades e em nome do Senhor a Senhora foicou Curada
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:16 Links para esta postagem
0
O Pastor Jose Carlos Trabalhado


aqui estou trabalhando na radio rochafm, sou formado em comunicaçao pela UNIBAHIA,e apresento um porogram de entreterimento para todos os publicos, onde tenho a oportunidade de estar divulgando a palavra de Deus hoje trabalho na fm Ubata no horario das 00:00 as 04:00 da Manha
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:05 Links para esta postagem
0
as Almas que fora Entregues a Deus no Batizmo


ai esta as Ovelhas do Senhor Deus o Todo Poderoso que foram Resgatadas do Mundo para a gloria do Senhor, irma e os Irmaos Cleonice,Marieli,Gerlan,Eric,Joao Cleber,Marcos, Antionio Carlos
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 20:59 Links para esta postagem
0
A Gloria de Deus Manifestada


ai esta o Irmao Marcos Sendo Batizado em nome do Pai do Filho e do Espirito Santo de Deus este e o nosso Trabalho Resgatar Vidas Para o Senhor Jesus Cristo onde o senhor nos Ordenou dizendo Ide pregai o meu evangelho nos quatro canto do mundo curando e salvando vidas e fazendo Dicipulos e Orando pelos Enfermos e Curando em nome do Pai e do filho e do Espirito santo ete s o nosso trabalho trazendo almas para Deus e Ovelha como Pastores que Verdadeiramente somos
Pastor Jose carlos Marques dos Santos
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 20:51 Links para esta postagem
0
a Palavra de Deus abrindo Fronteiras e Batizando


esta e a Obra do Poder de Deus Resgatando Vidas e Salvando os Que se Encotram Perdidos este e o trabalho da Igreja Evangelica Jesus Cristo e o Senhor Pregando Verdadeiramente o Evangelho de Cristo aqui do lado Esquerdo esta o Pastor Presidente do Ministerio Jose Carlos Marques dos Santos e o Pastor Nataniel, neste dia foi uma Bençao de Deus pois foram Batizados Sete Irmaos
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 20:38 Links para esta postagem
quarta-feira, 13 de maio de 2009
0
O Crime do Padre e Outros Artigos
O caso da autoria de paternidade envolvendo o ex-bispo católico Fernando Lugo, presidente do Paraguai, constitui um desses afloramentos, nas fraturas da sociedade, de problemas pessoais de largas implicações sociais, aqui, no plano da religião e da política. Não é de agora que Lugo está enredado numa teia de dificuldades próprias de quem se propõe a personificar conjunções sociais e políticas teoricamente impossíveis. Refiro-me, em particular, ao desencontro entre sua opção pela missão religiosa e sua opção pelo poder político. Não só a Igreja Católica no Paraguai se opôs às pretensões do bispo. O Vaticano também se opôs, suspendendo-o das funções sacerdotais. No ano passado, já em andamento o processo eleitoral, o Papa Bento XVI decretou a perda do estado clerical de Lugo, livrando-o dos votos religiosos. Na linha atual de restauração de uma religiosidade mais densa e mais católico-romana, que marca o pontificado de Ratzinger, a solução de Roma para o caso de Lugo pode indicar uma tendência. Esse ato desobrigou Lugo até mesmo em relação ao celibato. Além de divorciá-lo do casamento com a Igreja, deu-lhe a liberdade de um segundo matrimônio, a de casar-se com a política. Na verdade, o Vaticano livrou-se de Lugo.
Isso, porém, não livra a Igreja de um pesadelo. Lugo, ainda bispo, seduziu a adolescente que se tornaria mãe de seu filho, na época em que se hospedava na casa da madrinha da menina de 16 anos, com a qual ela vivia. Manteria com ela um relacionamento de dez anos. Se ele se confessou alguma vez nesse período, como exige de seus fiéis a Igreja, e se se confessou regularmente, como é de esperar, teve a conivência de seu confessor, que ao absolvê-lo, liberou-o para comungar e ministrar o sacramento da comunhão em estado de pecado. Se se confessou, mas omitiu o pecado, mentiu, e pecou de novo.
Um segundo aspecto da questão é o de que, conforme o noticiário, a moça engravidou de Lugo somente há cerca de dois anos. São vários os fatores de uma gravidez tardia num relacionamento duradouro, dentre eles ou ela usara anticoncepcional ou ele usara preservativo até então. Aí também deu-se ele uma liberdade que a Igreja tem insistentemente negado aos seus fiéis, no que se refere à proibição do uso da camisinha. A rapidez com que Lugo reconheceu a paternidade do menino e providenciou a inclusão de seu sobrenome no da criança foi medida louvável que, provavelmente, não conserta toda a extensão dos danos que o fato pode acarretar para sua vida política. Ele, aliás, não incluiu a moça nos reparos que ofereceu ao filho.
Já o pedido de perdão aos católicos, feito pela Igreja, dificilmente atenuará o estrago imenso que o fato acarreta à convicção religiosa dos católicos paraguaios, como se pode inferir de uma indignada declaração de dom Ignacio Gogorza, bispo de Encarnación. Até porque, neste nosso catolicismo ibero-americano, há um conjunto de crenças associadas à sacralidade do padre e à função litúrgica de seu corpo que é facilmente atingido por rupturas como essa. Há nesses casos o rompimento dos liames de sentido que asseguram ao entendimento da sociedade a razão de ser das instituições, como, neste caso, religião e Igreja. O padre Lugo reduziu o sagrado a uma função nominal e meramente simbólica. Coisa que, aliás, ocorre mais do que seria de esperar na tolerância dos leigos que, em nome de um certo vanguardismo social e político, minimizam a consistência do sagrado e, em decorrência, a da religião.
Para muitos a insistência da Igreja na questão do celibato é coisa de quem recusa as conquistas do mundo moderno relativas à liberdade da pessoa. Mas o sagrado tem conteúdo próprio, que se estende aos ritos e comportamentos. É verdade que o celibato não é dogma religioso e sua prática decorre de arraigada tradição que de certo modo é dogma popular para extensas populações de católicos praticantes. Por ser, justamente, da tradição, sob o pálio papal abriga-se orientação discrepante quanto ao celibato, como é o caso das igrejas de rito bizantino. Por outro lado, desde o concílio Vaticano II, a revalorização do diaconato amplia o número dos ministros que não estão sujeitos às limitações do celibato. É verdade que há amplo e significativo movimento de padres casados, presbíteros, que, embora sejam sacerdotes plenos, diversamente do que fez Lugo, renunciaram ao sacerdócio para contrair matrimônio e constituir família. Eles não têm tido a acolhida do Vaticano em sua reivindicação de que, tendo sido consagrados, poderiam exercer o sacerdócio, mesmo sendo pais de família. É uma decisão difícil, mas não impossível.
Mas o dano que não se pode desconsiderar numa análise deste caso é à democracia no Paraguai. A direita paraguaia é a maior beneficiária política do caso do padre Lugo. Num continente como o nosso, a ficção da democracia ficou confinada na teatralidade do processo político, sem efetiva e democrática participação da massa do povo, de muitos modos marginalizada na sua participação política meramente teatral. A rotina excludente do poder só começou a ser rompida com o advento de novos sujeitos políticos atuando a partir de marcos referenciais, valores e concepções extrapolíticos, especialmente a religião. Estamos vendo isso nas últimas décadas no Brasil, na Nicarágua, no Paraguai, em El Salvador. Sem uma base social de motivação religiosa, a nova esquerda latino-americana não teria alterado o cenário político regional e a própria concepção de povo, uma novidade que os partidos democráticos e mesmo os de esquerda tem tido imensa dificuldade para compreender. Se a Igreja nesses países tem sido tolerante com o uso partidário da religião católica, essa tolerância deve ficar abalada a partir do caso Lugo. Não só no Paraguai, mas nos outros países alcançados por essa inflexão política, o caso atinge diretamente a confiança da comunidade católica na catolização da política partidária, o que, no fundo mesmo, é ruim para a democracia praticada nessas circunstâncias anômalas e adversas.
*Professor titular de sociologia da Faculdade de Filosofia da USP e autor, entre outros títulos, de A Aparição do Demônio na Fábrica (Editora 34)
Governo participa do 14º Encontro Nacional da Cultura Maçônicasegunda-feira, maio 20th, 2009
O vice-governador Silval Barbosa participou, na noite dessa sexta-feira (17.04), da abertura do 14º Encontro Nacional da Cultura Maçônica, no Hotel Fazenda Mato Grosso, em Cuiabá (MT). O evento prossegue neste sábado (18.04) com reuniões, palestras, exposição e lançamento de livros. Até a noite, maçons de todo o Estado debatem as bases que a Maçonaria defende para a evolução da humanidade.
Como explicou o professor Medson Janer, palestrante do tema ‘A Maçonaria e as Políticas Públicas’, desde sua origem, a Maçonaria trabalha na evolução social. “Dentro das Lojas se discute um trabalho social, de que maneira esses formadores de consciência, de políticas públicas, que também estão ocupando cargos e trabalhando em todos os órgãos de desenvolvimento sustentável do nosso Estado e do país, podem contribuir para a construção de uma sociedade melhor”, revelou o maçon.
Há mais de oito anos a Maçonaria é parceira das ações de desenvolvimento do Executivo estadual. Segundo o grão mestre do Grande Oriente do Brasil em Mato Grosso (GOBMT), Júlio Tardin, por isso a importância de trazer a participação do Estado no encontro. A instituição está presente em mais de 50% dos municípios mato-grossenses. “Queremos um Estado forte para que as futuras gerações tenham o conforto que tínhamos a merecer há muitos anos”, completou Tardin, que tem reforçado esse apoio junto às lojas maçônicas.
“A Maçonaria tem sido uma parceira do Governo em todos os aspectos; nas questões de discussões e sugestões, participando ativamente na governabilidade. Todos os momentos falando de Mato Grosso, vendendo a imagem do Estado para outros Estados”, agradeceu o vice-governador Silval Barbosa. O evento conta ainda com a participação de integrantes de outras instituições do país.
Na solenidade, o vice-governador foi saudado pelos maçons que expuseram o currículo dele, destacando sua importância no processo de colonização do Estado, em especial o município de Matupá, e ainda sua contribuição na vida da política estadual. O grão mestre Júlio Tardin saudou às demais autoridades presentes na pessoa da representante da Procuradoria Geral do Estado, a procuradora Maria Magalhães.
Silval Barbosa encerrou a solenidade da noite proferindo a palestra ‘Mato Grosso em tempos atuais e perspectivas’, que apresentou uma síntese da administração da gestão Maggi. Ele voltou a falar das diversas oportunidades que o Estado oferece e que têm ainda a oferecer, do trabalho de desenvolvimento sustentável defendido e aplicado pelo Governo do Estado, os números positivos como exemplo e outras ações, mas, sobretudo, que o governo vem trabalhando na verticalização da produção.
Participaram ainda do evento, representantes dos Poderes Legislativo, Judiciário e outros do Executivo estadual, além das esposas dos maçons.
A origem dos nomes das banda ssegunda-feira, maio 4th, 2009
É interessante parar para pensar de onde surgiram os nomes de certas bandas. Sempre tem uma história curiosa. Pode ter saído de um nome de filme, de uma pessoa, de um lugar em especial ou até por sugestão da gravadora. Vou listar alguns nomes famosos do presente e do passado e sua origem.

The Clash Foi por sugestão do baixista Paul Simonon, que teve a ideia ao ler uma manchete num jornal inglês que tinha em destaque a palavra “Clash”. Antes disso os nomes mais cotados eram The Weak Heartdrops e The Psychotic Negatives, mas no fim optaram por The Clash.


Guns N´Roses Foi uma junção de dois nomes de bandas californianas, a primeira chamava-se LA Guns e a outra Hollywood Rose, cujo vocalista era Axl Rose. O LA Guns era uma banda rival da Hollywood Rose, mas no fim o guitarrista Tracii Guns, do LA Guns, deixou a banda para formar o Guns N`Roses e mais tarde foi substituído por Slash.


The Ting TingsEssa história é engraçada, pois a vocalista Katie White colocou esse nome em homenagem a uma amiga chinesa. Mas qual não foi a surpresa deles ao chegarem no Japão e descobrirem que em japonês Ting Tings signica “penis pequeno”.


Radiohead Até 1991, antes de assinarem com a gravadora EMI, a banda chamava-se On A Friday. Por sugestão da gravadora, mudaram para Radiohead inspirado no álbum “True Stories”, do grupo americano Talking Heads. Apesar de ser uma sugestão da EMI, a banda acabou gostando do nome. Outra banda inglesa dos anos 90 que o nome foi sugerido pela mesma gravadora foi o Blur.


Led Zeppelin Até outubro de 1968, a banda chamava-se The New Yardbirds. O nome veio de um comentário sarcástico feito pelo baterista Keith Moon, do The Who, quando disse que a banda seria um desastre como foi o dirigível Zeppelin. Em inglês, a frase dita por Keith Moon era “That wil go over like a lead Zeppelin”. Os caras da banda acharam engraçada a brincadeira e o empresário Peter Grant adotou o nome Led Zeppelin, simplesmente tirou a letra “a” de “lead” pra evitar que os americanos desavisados pronunciassem “leed zeppelin”.


OasisAntes desse nome a banda de Manchester era conhecida como Rain. Liam Gallagher tirou o nome Oasis de um pôster de uma tour da banda Inspiral Carpets, que ele tinha em seu quarto.Um dos lugares mencionados na tour do Inspiral Carpets era o Oasis Leisure Centre na Cidade de Swindon.


The Rolling Stones Essa é fácil, o nome foi tirado de um blues de Howlin´Wolf chamado
“Rolling Stone”. O guitarrista Keith Richards adorava uma versão feita por Muddy Waters.


ColdplayO nome Coldpaly apareceu de uma doação, isso mesmo, uns amigos da banda que estudavam juntos na UCL na Inglaterra resolveram abdicar desse nome, pois achavam muito depressivo. Antes disso, o Coldplay tentou os nomes Starfish e Stepney Green, mas acabaram aceitando a doação. Interessante é que na mesma época quem também estudava na UCL era o vocalista Tim Rice, do Keane, que foi convidado pra integrar o Coldplay, mas não aceitou.

NirvanaSurgiram várias ideias de nomes como Skid Row, Pen Cap Chew e Ted Ed Fred, mas em 1988 Kurt Cobain decidiu que seria Nirvana, pois o nome sugeria algo belo ao invés de nomes mais punks.
Black SabbathA princípio, o nome da banda era Earth, mas descobriram que já existia uma outra banda com o mesmo nome. Começaram como uma banda heavy/blues, mas gradualmente foram incorporando ocultismo e horror em suas letras e daí veio o nome Black Sabbath, que surgiu inspirado num livro de ocultismo de Dennis Wheatley. O jornal inglês New Musical Express dá uma versão diferente, de que o nome veio de um filme de horror estrelado por Boris Karloff na década de 60. Outro recente que emprestou seu nome de um filme de horror foi o novaiorquino Vampire Weekend.
Kaiser ChiefsNa Africa do Sul existe um time de futebol chamado Kaizer Chiefs ( com “z”). Nele jogou Lucas Radebe do Leeds United. O Kaizer Chiefs é o time africano com maior número de torcedores, mais de 16 milhões.
RamonesEssa também é interessante, o sobrenome Ramone era usado pelo Beatle Paul McCartney para se despistar das fãs nos hotéis por onde eles se hospedavam.



Visite o Blog -Igrejaevangelicajesuscostoeosenhor.blogspot.com


Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:58 Links para esta postagem
0
Evangelicos se Unem contra a Pedofelia em Grande Evento

Evangélicos de várias partes do país vão se unir, no próximo dia 09, na Praia da Costa, em Vila Velha, para um manifesto contra a pedofilia. Além dos shows com cantores cristãos, o deputado federal Frank Aguiar e a dupla sertaneja Gean e Giovane completarão a noite do “Todos contra a Pedofilia”.
O evento é organizado pelo senador Magno Malta. Ele é presidente da CPI da Pedofilia no senado. Na ocasião, estarão presentes os cantores Fernanda Brum; Daniel e Samuel; Rayssa e Ravel; Rodrigo Maneiro; Tempero do Mundo; Cristina Mel; Gean e Giovani; Deputado federal Frank Aguiar; Netinho de Paula e outras atrações.
CPI
O senador Magno Malta (PR - Espírito Santo), presidente da CPI da Pornografia Infantil na Internet, mais conhecida como “CPI da Pedofilia” participou do 3º Congresso Mundial de Enfrentamento da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes comemorou a sanção do presidente Lula, que modificou os artigos 240 e 241 do Estatuto da Criança do Adolescente (ECA - Lei 8.069/1990)), que aumenta a punição tanto para pessoas que produzem , quanto para aquelas que armazenam material pornográfico infantil e disponibilizam em meio eletrônico como internet.
“Essa é uma etapa vencida”, disse ele durante coletiva à imprensa. Entretanto, ele quer muito mais e os próximos passos da CPI da Pedofilia serão propor uma série de mudanças no trato com o “abusador sexual”, que passam desde a tipificação de pedofilia como crime, no Código Penal Brasileiro; penalidade máxima e sem direito à progressão, até rastreamento eletrônico para o resto da vida, no caso de abusadores condenados, dentre muitas outras medidas que ele esperam serem aprovadas no Plenário, “pelo fato de a CPI ter o apoio de toda a sociedade brasileira” e o entendimento que o que está em questão é a defesa e proteção das crianças e adolescentes.
Vestindo uma camiseta na qual dizia “Todos Contra a Pedofilia”, Magno Malta conversou com a imprensa e explicou que o próximo passo da CPI será buscar a aprovação de uma série de propostas. Malta quer que o Código Penal tenha tipifique Pedofilia. Isso modifica, principalmente, o fato de pedofilia no Brasil ser considerada apenas uma doença e não um ato criminoso; uma outra lei proposta também a partir das investigações da CPI prevê que o sujeito que abusar sexualmente de criança e adolescente, de zero a 14 anos, tenha pena de 30 anos, sem direito a regime de progressão e rastreamento eletrônico - via pulseira - para o resto da vida.

Famosa atriz pornô se converte e já quer ser cantora Gospel, 2009
Depois de “incontáveis” ensaios em revistas masculinas e três filmes pornôs, Regininha Poltergeist mudou de vida. Há dois meses, a atriz se converteu à igreja evangélica Bola de Neve. Em entrevista à coluna, ela fala sobre sua nova postura, diz que não se arrepende dos trabalhos mais picantes que fez na carreira e revela que não descarta a possibilidade de virar cantora gospel e pastora!Quem te apresentou à religião?
Foi o Zé Reinaldo (coreógrafo). Fui criada na Igreja Católica, depois comecei a frequentar o espiritismo.
Mas qual vertente do espiritismo?
Conheci um pouco de umbanda e candomblé. Nunca para fazer mal a ninguém. Falavam que eu tinha mediunidade e que precisava cuidar dos meus orixás, dos meus guias, para eu poder caminhar profissionalmente. Mas eu não via resultado. Pelo contrário.Sua vida mudou muito depois que você se converteu?
Muito. Eu estava na Praça Saens Peña, na Tijuca, há dois meses, quando encontrei com o Zé. Ele olhou para mim e perguntou o que estava havendo. Eu respondi que ninguém sabia o que eu tinha e ele me levou para a igreja.Qual é a sua igreja?
Primeiro fui à igreja que é perto da minha casa, no Grajaú, na casa do pastor. Começou a sair um monte de coisa de cima de mim. E agora estou na Bola de Neve, com a Marinara (ex-modelo e ex-policial). Ela foi madrinha do meu batismo.Mas e o fato de você ter feito alguns filmes pornôs?
Não me arrependo, não. Só que eu eu não posso e não quero mais cantar aquela música “Kátia Flávia” porque fala da Louraça Belzebu.Você pretende chegar a um posição importante dentro da sua igreja?
Por que não? Mas eu gostaria mesmo é de cantar músicas para Jesus. Ele mudou minha vida.

ELE É FOGO

O padre Fábio de Melo, que exibe um vistoso relógio Diesel no pulso, não gosta de ser fotografado com as mãos em posição de prece. “É piegas”, diz. Vindo de uma congregação liberal, a Sagrado Coração de Jesus, Melo manifesta sem medo um dos pecados capitais – a vaidade. Usa calças justas, tem sobrancelhas delineadas e, ainda que não admita em público, já se submeteu a picadas de Botox para remover rugas da testa e dos olhos. Seus cabelos, provavelmente por inspiração do Espírito Santo, emitem reflexos dourados. Apesar disso, rechaça a imagem de padre galã. “Quando as fãs vêm com histeria, logo corto. Não vou acender fogueiras que não posso apagar”, diz. O mineiro de 37 anos prefere ser reconhecido por outros dotes – os intelectuais. Ele é mestre em antropologia teológica e autor de seis livros de autoajuda numa linha poético-religiosa. Seu maior incentivador nessa área – amigão do peito, mesmo, do peitoral – é Gabriel Chalita, ex-secretário de estado paulista e autor prolífico. “Gabriel abriu muitas portas para mim”, diz. Em maio, lançarão um livro em parceria. Título provisório: Cartas entre Amigos – Medos Contemporâneos.
Semanas atrás, uma plateia composta na maioria por mulheres lotou por duas noites o Canecão, a casa de shows mais tradicional do Rio de Janeiro. Elas estavam ali para assistir à gravação de um DVD do maior fenômeno musical surgido no Brasil ultimamente: o padre-cantor Fábio de Melo. Lançado no fim do ano passado, seu CD Vida bateu nas 542 000 unidades comercializadas em menos de 100 dias (agora, já está perto das 600 000). Com isso, Melo tornou-se o número 1 em vendagem de discos no país em 2008. Ficou à frente do padre Marcelo Rossi, que ocupou o topo do ranking em 2006 e 2007 e caminhava para repetir o feito com os volumes 1 e 2 de seu álbum ao vivo Paz Sim, Violência Não – até ser atropelado pelo colega de batina. Enquanto a indústria fonográfica laica se encontra estagnada, esse mercado – tanto em sua vertente católica quanto na evangélica – desconhece a crise. E, aos poucos, demole o muro que o separa das paradas.
Esse processo começou com a ascensão do padre Marcelo, há coisa de dez anos. E teve outro lance importante em 2007, quando a cantora Aline Barros – o maior fenômeno da música evangélica, com 3 milhões de CDs e DVDs vendidos – emplacou uma faixa numa novela das 8 da Globo. A canção Recomeçar serviria apenas de tema do núcleo evangélico do folhetim Duas Caras. Mas repercutiu tanto que passou a ser tocada até em emissoras de rádio nada religiosas. A Globo agora vai atacar na outra frente: já anunciou que o próximo folhetim das 7, Caras & Bocas, de Walcyr Carrasco, terá na trilha uma música do padre Fábio de Melo (o noveleiro, aliás, é grande amigo do religioso).
Fernanda Brum é uma artista de opiniões fortes. Por exemplo, ela odeia revelar quantos discos já vendeu. “Não conto moedas, penso apenas nas almas que salvei.” Militante antiaborto, ela se decepcionou com Barack Obama ao saber que o presidente americano anulou as restrições ao financiamento de grupos pró-escolha. O ativismo de Fernanda tem também um fundo pessoal. A cantora sofreu quatro abortos espontâneos, e a gestação de Isaac, seu único filho, foi repleta de dificuldades. Quando fala de Isaac, por alguns momentos seu olhar se suaviza e ela abre um sorriso largo. Filha de pais evangélicos, Fernanda, que tem 32 anos e uma voz que lembra muito a de Ivete Sangalo, cantava música popular brasileira. Converteu-se após assistir a um show de um grupo religioso. “Comprei todos os discos deles e cancelei a peça em que iria atuar e o álbum pop que iria gravar”, conta.
No lado evangélico, há mais dois artistas que atravessaram fronteiras: Regis Danese e Soraya Moraes. Ex-vocalista de apoio do grupo de pagode Só pra Contrariar, Danese é autor de Faz um Milagre em Mim, canção que está tocando em rádios populares e até foi incorporada ao repertório de artistas católicos. “Gosto de levar a palavra de Cristo a quem ainda não se converteu”, diz ele. Soraya, por sua vez, foi o destaque brasileiro do Grammy Latino, no ano passado. Ganhou em categorias específicas de seu mercado, como na de melhor álbum de música cristã – mas também bateu concorrentes seculares como Vanessa da Mata, Jorge Vercilo e Djavan na de melhor canção brasileira, com a faixa Som da Chuva (em que roga: “Deixa Tua glória encher este lugar / Deixa o céu descer sobre nós”).
O fenômeno Fábio Melo leva essa aproximação com o universo mundano a um extremo inédito. Marcelo Rossi, o fenômeno da cantoria católica que o Brasil conhecia até então, só sobe ao palco de batina e usa a música e a dança para dar colorido às suas missas. “Não me exponho sem batina. Se o assédio com ela já é grande, imagine sem”, diz. Melo vai na direção contrária: não gosta de parecer padre, na acepção tradicional. Bem-apessoado e vaidoso, só usa roupas de grife e cuida da beleza. Cultiva, enfim, uma imagem de homem atraente. Musicalmente, também está a anos-luz da “aeróbica de Jesus” do padre Marcelo, pois tem a pretensão de fazer MPB refinada. O espetáculo no Canecão contou com uma banda de vinte músicos e teve cenografia de superprodução. Na casa de shows carioca, boa parte das fãs recitava de cor suas letras poético-religiosas e entoava com ele covers de artistas conhecidos – como Pai, de Fábio Jr. Algumas, mais atiradas, lançavam ao padre gracejos como “olha para mim” e “gostoso”.Lailson Santos

METALEIROS QUE DIZEM AMÉM

Visto por muito tempo como “coisa do demônio”, o heavy metal tem hoje lugar de destaque nos Hallels, os festivais jovens católicos. O filão foi desbravado por bandas como o Eterna, que está na estrada há catorze anos. Assim como outros expoentes do metal cristão, o grupo não transita só por esse circuito: grava discos por uma gravadora independente “laica” e faz shows ao lado de bandas idem. Isso é facilitado pelo estilo: os cabeludos cantam em inglês e são adeptos do metal melódico, aquele que tem influência da música clássica e trata de temas épicos e místicos. Letras que remetem às Escrituras, como as deles, não causam a menor estranheza nos fãs desse tipo de música. No momento, o Eterna prepara um álbum inspirado no filme A Paixão de Cristo – a sanguinolenta versão de Mel Gibson para a via-crúcis. “Será um disco conceitual. Cada faixa narrará uma das doze últimas horas de Jesus”, informa o vocalista Leandro Caçoilo. Se for em aramaico, ninguém notará a diferença.
Seria injusto, contudo, creditar o sucesso do padre apenas à sua imagem de bonitão ou à embalagem moderna de sua música. Melo é um religioso articulado, que cativa os fiéis com sermões que traduzem conceitos teológicos e filosóficos em imagens simples. Ele também faz sucesso como autor de livros de autoajuda. Um de seus títulos, Quem Me Roubou de Mim?, totaliza 250 000 exemplares comercializados e tem frequentado a lista dos mais vendidos de VEJA. Outro deles, Mulheres de Aço e de Flores – em que lança um olhar delicado sobre as aflições femininas – já passou dos 80 000. “Estudei muito, pois não queria virar um padre de mídia banal”, afirma.
Melo estourou agora graças a um acordo de distribuição de sua gravadora, a LGK, com a Som Livre, braço musical da Globo – o que lhe proporciona spots publicitários na emissora. Mas ele é prova de que um artista religioso pode sobreviver mesmo se entrincheirado em seu meio. O padre está na estrada lá se vão treze anos, sempre com vendagens acima dos 25 000 discos. Isso porque o mercado católico – e mais ainda o evangélico – se autossustenta. A Paulinas-Comep, a maior gravadora católica do país, lançou 28 títulos e cresceu 10% em 2008. Os selos evangélicos também seguem com ótima saúde. O circuito de shows é intenso. Os católicos têm os Hallels, encontros que mesclam catequese e música e atraem mais de 100 000 jovens, em cidades como Franca e Brasília. Em Fortaleza, há o Halleluyah, realizado nas mesmas datas da maior micareta da capital cearense, que tem alcançado público comparável ao dela. Há, ainda, as “cristotecas”, raves de música eletrônica católica. No lado evangélico, não faltam eventos de grande porte. Festivais como o Louvorzão, realizado no Rio de Janeiro, chegam a reunir 150 000 jovens.

POP COM RECATO

A cantora Aline Barros destoa do estereótipo da mulher evangélica. Ela não prende os cabelos, muito menos usa saias até os calcanhares. Com 50 quilos distribuídos em 1,60 metro, olhos castanhos e uma farta cabeleira, a carioca Aline, 32 anos, pinta o rosto, anda sempre perfumada e a balança é seu purgatório. No almoço com a reportagem de VEJA, ela beliscou um pequeno bife com fritas e dispensou a sobremesa. “Doce, só no fim de semana.” Mas a vaidade, claro, obedece a um mínimo de decoro. Saias e bermudas devem estar na altura dos joelhos, e vestidos de alcinha são cobertos por um casaquinho. Aline é casada com o ex-jogador de futebol Gilmar, do São Paulo. Eles são pais de Nicolas, de 6 anos. “Nós, evangélicos, somos pessoas normais que simplesmente decidiram viver para Jesus de forma linda. Para mim, isso é um privilégio.”
Cientes de que a música é uma ferramenta crucial para agregar novas almas a seus rebanhos, não é de hoje que os dois lados travam uma disputa peculiar nesse campo. Isso levou a uma maior profissionalização e à diversificação de estilos – do pop ao heavy metal, do axé ao rap. Mirando-se no mercado de música gospel americano, os evangélicos se destacaram antes nisso. A principal banda de rock dessa área, o Oficina G3, já tem vinte anos de carreira. A produção musical católica é antiga, mas demorou mais a se diversificar. O primeiro sacerdote a se aventurar numa carreira musical foi o padre Zezinho – aquele que cantava em missas munido de violão e pandeiro, para estranheza dos fiéis da década de 70. “Todas as religiões devem investir pesado na música. Ela é o chantilly do bolo da vida”, diz o padre, hoje com 67 anos e 118 discos gravados. Só nos anos 80 o pop chegou à Igreja. O ritmo se acelerou para valer na década seguinte, com a ascensão do movimento carismático e suas missas festivas – de que os padres-cantores e demais artistas atuais são tributários diretos. Mas, mesmo para um estudioso como Samuel Araújo, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, a intensidade que o flerte dos católicos com o profano vem atingindo impressiona. “Um padre com imagem sexualizada é algo espantoso. O que virá a seguir?”, pergunta Araújo. Nem Deus sabe.

SEM DECOTES E SEM SEXO

Adriana é o equivalente católico das pastoras-cantoras evangélicas. Como as concorrentes, a artista de 35 anos é recatada: maquiagem carregada e decotes generosos, nem pensar (seu único pecado, e não apenas religioso, são as calças legging). “Não é com meu corpo que vou chamar as pessoas para Deus”, diz. Além disso, seu pop meloso por vezes se confunde com música de reunião de grupo de catecismo. Ela é uma das campeãs de vendas do segmento (o CD Adriana ao Vivo, de 2007, teve 50 000 cópias comercializadas). “Comecei a cantar nas missas aos 7 anos, por imposição de minha mãe”, conta. A profissionalização veio nos anos 90, quando foi vocalista de uma banda ligada à comunidade carismática Canção Nova. Adriana namora há três anos e acaba de ficar noiva. Como manda a Igreja, garante que não fará sexo antes do casamento. “É difícil, mas não impossível.”

UM PAGODEIRO REGENERADO

Na terça-feira passada, durante a gravação do DVD da cantora Mara Maravilha, ninguém estava mais pimpão do que Regis Danese, produtor do show. O intérprete mineiro desfilava com a mulher, grávida de seis meses, numa prova de sua redenção: o casamento, que estava em crise, ganhou uma segunda chance depois que o cantor virou evangélico. Ele deu entrevistas a rádios e TVs e esperou pacientemente pela chegada de Mara para apresentar sua nova composição. Ex-sertanejo e ex-pagodeiro, Danese, de 35 anos, deixou uma carreira de sucesso para trás, em nome da religião. Gravou dois discos religiosos que não venderam e foi esnobado por artistas do segmento divino. Até que a balada Faz um Milagre em Mim estourou nas rádios evangélicas e católicas. “Hoje até o padre Marcelo canta minhas músicas”, orgulha-se.

A MUSA DO AXÉ DE CRISTO

Jacquelinne Michelly Trevisan – a Jake – é uma Daniela Mercury cristã. A paulistana com jeito de artista baiana é a cantora de Pó Pará com Pó, uma droga de axé com mensagem antidrogas cotada para ser um dos hits do Carnaval de Salvador. Jake, de 29 anos, iniciou a carreira num grupo de jovens católicos e gravou seu primeiro CD há dois anos. O trabalho parecia fadado à obscuridade até que, três meses atrás, uma apresentação da artista numa TV católica tornou-se sucesso no site YouTube. O vídeo de Pó Pará com Pó foi visto quase 600 000 vezes. E Jake ganhou as bênçãos de medalhões como Ivete Sangalo e Caetano Veloso. Sua agenda de micaretas – católicas ou profanas – tem sido intensa. “No começo, o pessoal caçoava: olha lá o melô da Amy Winehouse e do Fábio Assunção”, diz ela. “Só depois perceberam que ali há uma lição de vida.”
CABELUDOS E TATUADOS, MAS BONS MENINOS
Um conselho para quem depara com os integrantes do Oficina G3: desconsidere as tatuagens, os cabelos compridos e o som pesado, que fazem com que o grupo angarie fãs até entre os adoradores do Metallica. Juninho Afram (guitarra), Duca Tambasco (baixo), Jean Carllos (teclados) e Mauro Henrique (vocais) são bons meninos. Tanto que levam mulher e filhos para os ensaios. O quarteto, que existe há vinte anos, tem uma postura aberta. Divide o palco com católicos e até com grupos chegados a um misticismo – em 2001, eles tocaram no Rock in Rio, na mesma noite que o Iron Maiden. E Depois da Guerra, seu mais recente CD, foi produzido por Marcello Pompeu e Heros Trench, do cavernoso grupo de rock Korzus. “Pompeu e Trench não mexeram no nosso discurso. E são boas pessoas, seja lá qual for a religião deles”, diz Carllos. A banda vende em média 150 000 cópias de cada disco, mas não há prece que lhe dê chance nas FMs. “Um locutor chegou a dizer que nem recebendo jabá tocaria uma banda que falasse em Deus”, afirma Afram. Falta mesmo um santo forte.
Daniel Dial é liberado da 4° Delegaci segunda-feira, fevereiro 2nd, 2009
Após pagar os R$ 12 mil referentes à pensão alimentícia de seu filho, o cantor evangélico e ex-vocalista da Calcinha Preta, Daniel Dial, foi liberado da 4° Delegacia Metropolitana, onde passou a noite. De acordo com o delegado Deskson de Castro, ele foi liberado por volta das 12h quando o advogado levou o alvará de soltura expedido pela Justiça após o pagamento.
O delegado informou ainda que a estadia do cantor na carceragem da 4° DM foi tranqüila. Ele dividiu a cela com outros quatro presos que também foram detidos pelo não pagamento da pensão alimentícia dos filhos. Na noite de ontem, Daniel recebeu visitas de pastores evangélicos e de sua esposa.
Atualmente cantor gospel, ex-vocalista da banda de forró Calcinha segunda-feira, fevereiro 2nd, 2009
O cantor Daniel Dial, ex-vocalista da Banda Calcinha Preta, foi preso na manhã desta quinta-feira, 29, por agentes da Polícia Federal em Aracaju. Diau está sendo acusado de não pagar pensão alimentícia a um filho, do seu casamento anterior.
Segundo a assessora de comunicação da Polícia Federal em Sergipe, Mônica Horta, a prisão se deu para cumprir o mandado expedido pelo juiz Luiz Cláudio Bonasini da Silva, da 3º Vara de Família do Mato Grosso do Sul e foi homologado pela 10ª Vara Criminal de Aracaju. Ela contou ainda que o cantor foi detido em sua residência no bairro Ponto Novo e encaminhado a sede da PF, onde aguarda a definição do local para onde será transferido. Caso o cantor não pague o débito calculado em R$ 12 mil ficará detido por 60 dias.
Durante a tarde ele foi transferido para a Delegacia do Conjunto Augusto Franco.
Em 2006, Daniel Diau se casou a ex-miss Sergipe, Roberta da Graça e logo se converteu, se tornando protestante, assim como Roberta, em seguida se desligou da banda de forró e segue uma carreira no meio gospel.

Cassiane apresentará reality show nos moldes do programa Idolos

Em breve a cantora evangélica Cassiane estará apresentando um Reality Show na TV de nome “Levitas”. Serão selecionados talentos da música gospel brasileira nas audições em 10 capitais do país. O vencedor terá contrato assinado com a Reuel Music (gravadora de Cassiane). O programa Levitas já tem data e emissora para estréia. No dia 23 de janeiro foi fechado contrato com a CNT, onde o programa será exibido todo Sabado, das 22 às 23 horas a partir do dia 2 de Maio, logo após o programa do missionário R.R. Soares. Haverá reprises durante a semana. Então fique ligado: Dia 02/05/2009, às 22h estréia o programa “Levitas”.
O Grupo Reuel
O grupo Reuel, sempre valorizando a música gospel, lança o Projeto Levitas com objetivo de descobrir novos talentos e difundir a música gospel por todo o Brasil.O projeto contém os mesmos atributos que vem concedendo os melhores resultados para música gospel, quais sejam: oferecer a excelência e a qualidade, sempre em consonância com os valores de compromisso com Deus.

O site dotGospel em parceria com a comunidade no Orkut Gospel Rock Brasil e a Comunidade Oficial da banda Oficina G3 está lançando uma revista virtual totalmente voltada para o Rock Gospel Cristão, com ênfase na cena independente que vem sendo esquecida e mal divulgada durante tanto tempo.
A idéia é divulgar e mostrar para o público que não só de Oficina G3 vive o Rock Gospel hoje em dia, mas sim de muita música de qualidade e as vezes até melhores do que as divulgadas pela mídia hoje em dia, está é uma grande oportunidade de conhecer não só bandas novas da cena independente nacional, como conceituadas bandas internacionais ainda não conhecidas no Brasil, música de qualidade que poucas pessoas conhecem.
Na edição Número 1 você encontra matérias especiais sobre várias bandas de Rock brasileiras que vivem no cenário independente, resenha de vários e famosos cds de Rock do Brasil e do mundo, caricaturas de roqueiros cristãos famosos, matérias especiais e entrevistas, como a com o novo vocalista de uma das maiores bandas de metal da história do Rock Gospel mundial, a banda Narnia, que agora conta com Germán Pascual, criado no Rio de Janeiro, como seu mais novo vocalista, a banda está gravando seu mais novo CD.
Você pode conferir a primeira edição na integra.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:11 Links para esta postagem
0
Novos detalhes do caso da super-sucuri de 40 metros

Tenho uma informação muito importante pra vocês! É a respeito da sucuri de 40 metros. Eu sei de uma história, segundo a qual, os fatos aconteceram no Amazonas, em uma base do Exército Brasileiro.
Essa história me foi contada por um tio que tem fazenda no Estado de Rondônia As margem do Rio Guaporé e ficou sabendo do acontecido, ele tem até hoje uma foto em preto e branco, idêntica à que está exposta no site, da Sucuri de 40 metros que foi abatida pelo Exército.Segundo ele, num certo dia no período vespertino, na base do Exército chamado naquela região como “Forte”, às margens do Rio Amazonas, o sentinela que estava de vigília na guarita observou um movimento de um animal estranho que saía da água e se aproximava cada vez mais dele. Quando pôde perceber que se tratava de uma enorme cobra, soou o alarme, alertando os demais soldados que guarneciam aquele Forte.Quando o animal aproximou-se do sentinela, tentou pegá-lo. Em seguida foi dada ordem para abater a sucuri. Todos os soldados dispararam tiros de revolver contra a cobra, mas mesmo assim, ela avançava contra os soldados na intenção de devora-los. Então foi dada nova ordem para que usassem armamento pesado, como fuzil, metralhadora, etc. Após alguns minutos de luta e muito tiro, conseguiram abater o enorme animal que media 40 metros, aproximadamente 5 toneladas, 80 centímetros de diâmetros. Foi batizada como “Sucuri Jú”.O mais interessante é que o meu tio tem a foto da Sucuri morta ao lado dos soldados que a abateram. Só para ter uma noção do tamanho deste animal, tem um soldado de pé ao lado da cobra e a altura (diâmetro) fica mais ou menos na cintura dele (soldado).Quem vê esta foto não acredita, mas o bicho é de assustar qualquer homem!Meu tio mostrou a foto para um sargento aposentado do Exército chamado pelos populares de Sr. Pereira, que hoje mora em Coxim/MS e ele ficou alucinado. O mais interessante foi que ele lembrou desta história, quando estava servindo em Corumbá/MS em 1955 mais ou menos. O relato se espalhou no meio militar.Esta é a história que sei da sucuri de 40 metros, meu tio chama-se Elmison e hoje mora na cidade de Pontes e Lacerda/MT, tenho certeza que ele pode dar mais informações a respeito, tendo em vista que o mesmo morou vários anos às margens dos rios da bacia amazônica em Rondônia.Se por ventura os senhores interessarem-se por esta história, e quiserem mais detalhes posso lhes passar o endereço e o telefone do meu tio para maiores informações.
Tem uma outra história que me foi contada também por esse mesmo tio (Elmisson). É o seguinte, farei um pequeno resumo, mas a história com detalhes apenas ele conhece, porque vivenciou a tudo, ou seja, aconteceu com ele e o gerente da fazenda lá de Rondônia."Ambos estavam navegando por um rio que não me lembro o nome, com uma voadeira (embarcação que nageva rápido), e resolveram parar em um determinado local conhecido como 'poção' para descansarem. Quando perceberam, a àgua vinha abrindo pro lado deles, no sentido de um lado para o outro do rio. Rapidamente ligaram o motor e saíram a toda velocidade.Depois ficaram sabendo que naquele local é a moradia de uma enorme sucuri, de tamanho avantajado. Lá tem um velho morador, que proteje e alimenta o animal, não deixando caçadores matá-la. Meu tio disse que em uma certa época, foram algum biólogos americanos para tentar capiturá-la, mas quando viram o tamanho da cobra, desistiram, tendo em vista, não estarem preparados para tamanha encrenca". Essa é outra história...Vocês estão de parabéns pelo trabalho desenvolvido, um grande abraço a todos e continuem fazem esse ótimo trabalho de divulgação. -- Carlos Rogério de Freitas Lima, Cuiabá/MT
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:55 Links para esta postagem
0
Aviao cai no Mexico

Um avião cargueiro da VarigLog --com registro da Varig-- sofreu um acidente sem maiores conseqüências na semana que passou no aeroporto da Cidade do México.

Uma "má operação de descarga" fez com que o aparelho levantasse o bico e tocasse a cauda na pista, informou um porta-voz do terminal aéreo.

O avião, um MD-11, "que chegou do Brasil na quarta-feira, não tinha qualquer problema mecânico, mas devido a uma má operação de descarga (...) bateu a cauda no solo e levantou o nariz", disse José Luis Uribe, destacando que "ninguém ficou ferido".

O porta-voz do aeroporto explicou que, em menos de uma hora, o avião voltou à posição normal.

O avião decolou na quinta-feira para seu destino final, a cidade americana de Los Angeles, informou o porta-voz.

As informações são da France Presse, com fotos enviadas por leitor do Picarelli.com
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:52 Links para esta postagem
0
Grande Virgilha da Adoraçao ao Senhor e Salvador Jesus Cristo


Acontece no dia 20 de Maio na Congregaçao da Igreja Evangelica Jesus Cristo e o Senhor na Fazenda Carajas no Municipio da Cidade de Barra do Rocha a Inauguraçao e Virgilha da Nova Congregaçao na o Portunidade contaremos com aas Presenças do Irmao em Cristo Jonatas Ventura dos Santos, Pastor Valdiney Conceiçao Santos, Pastor Joao Batista, e o Presbitero Jose Curim e Outros Irmaos venha Participar desta Festividade vai ser uma Bençao de Deus nas Nossas Vidas
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:38 Links para esta postagem
0
pastora realiza espectaculo para mais
A pastora Águeda Elamba da igreja Ministério do Evangelho, realizou domingo, no Cine Namibe, nesta cidade, um espectáculo de música gospel, presenciado por mais de dois mil fiéis, oriundos de diversas congregações religiosas.O espectáculo, de cerca de três horas, serviu para a cantora encerrar o ciclo de apresentações do seu único disco intitulado “Marcas”, composto por 11 faixas musicais do estilo gospel.A pastora, acompanhada pela sua banda, convidou a subirem ao palco os cantores Evangelista Luciano Tchivandja, da Assembleia de Deus Pentecostal do Maculusso (ADP/M), irmã Menga da Igreja Evangélica IESA, assim como os grupos de louvor das igrejas ADP/Maculusso, Bom Deus e IEPA.No final do espectáculo, Águeda Elamba disse à Angop que o espectáculo ultrapassou as suas expectativas, uma vez que não contava com tanta aderência e participação dos presentes.“Estou bastante grata pelo Espírito Santo, pela maneira como se manifestou no meio desse povo tão maravilhoso”, frisou.A pastora Águeda Elamba canta já há cerca de 18 anos.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:15 Links para esta postagem
0
Festival gospel abrirá ExpoCeim 2009
A ExpoCeim 2009, evento evangélico que acontece todos os anos em Foz do Iguaçu, será aberto oficialmente no dia 10 de junho com um festival, a partir das 14 horas. O evento prossegue até o dia 14 e contará com as presenças de preletores renomados e grandes nomes da música evangélica brasileira. “O festival será nas categorias voz e banda, ambas terão prêmio de R$ 5 mil e aberto para pessoas de todas as religiões, desde que seja música gospel”, afirma o pastor Josias Florêncio, organizador do evento. O cantor Chris Duran será um dos participantes no primeiro dia do evento. Também no dia 10, um bolo de 95 metros vai comemorar o aniversário da cidade. No dia 11 acontece o Ceim Jovem, com abertura de um campeonato de som automotivo e a seqüência do festival gospel. Também estarão presentes no evento no dia 11 o pastor Hidekazu Takayama, a Banda Opus Dei e o cantor Nani Azevedo. No dia 12 de junho terá um evento exclusivamente dirigido por e para mulheres. O “Ceim Delas” terá a participação da cantora Shirley Carvalhais, Gerson Rufino e Banda Opus Dei. O pastor Carvalho Junior entregará uma mensagem especial.Um evento voltado para empresários também faz parte da programação. No sábado, dia 13, acontece o Ceim-Business, um café da manhã para 500 empresários. O palestrante será Claudiovan Puccinato, um bem sucedido jovem empresário de 33 anos que falará sobre sucesso financeiro, familiar e ministerial. “Paralelo a este café teremos um culto”, observa Josias. No período da tarde a ministração será feita pelo pastor Junior de Souza e haverá a presença da cantora Lauriete. Na noite do dia 13 o pastor Marco Feliciano será o pregador e na madrugada haverá uma vigília com o pastor Napoleão Falcão. Dois palcos com 30 mil metros quadrados divididos em três partes serão montados para as apresentações e ministrações.Também haverá exposição de produtos com espaço para 80 estandes.Haverá ainda o Ceim Kids,com congressos para as crianças e participação da Turma da Nani.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:11 Links para esta postagem
0
Volante do Santos diz que recebeu de Deus a missão de converter Ronaldo


O volante Roberto Brum, do Santos, comemora o fato de, finalmente, ter conseguido encontrar Ronaldo, do Corinthians, para contar o sonho que teve com o Fenômeno. Desde o início do ano, Brum fala sobre esse sonho, mas vinha se recusando a contá-lo, pois queria revelá-lo, em primeira mão, ao craque corintiano. O santista conseguiu isso durante o segundo jogo da final do Paulistão, no Pacaembu. As informações são do site Globoesporte.com.
Durante a partida, houve um momento de paralisação para que uma bola murcha fosse trocada. Então, Brum chegou perto de Ronaldo. Primeiro, o santista quis saber se o Fenômeno havia recebido um CD de pagode gospel que ele havia lhe enviado. No primeiro jogo entre Peixe e Timão no ano, na fase de classificação do estadual, Brum, que ficou no banco, pediu para Lucio Flavio entregar a Ronaldo um disco do grupo Pra God. No papo com o craque dentro do campo, já na final, o santista quis saber se Ronaldo estava gostando das músicas. Em seguida, contou-lhe o sonho, por meio do qual, teria recebido de Deus a missão de converter o camisa 9.
– Ele disse que estava ouvindo o CD e deu um sorriso, aquele sorrisinho bonito do Ronaldo. No sonho, eu ia no Corinthians com a missão de falar sobre o amor de Deus para ele. Quando eu cheguei lá, encontrei o Ronaldo dançando o samba do CD que queria dar para ele. Um pagode de louvor do grupo Pra God. Quando eu vi isso, fiquei feliz, pois soube naquele momento que Deus já havia tocado o coração dele – comenta Brum, com seu estilo sempre eloquente.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:05 Links para esta postagem
terça-feira, 12 de maio de 2009
0
Este e o Trabalho da Convençao COIMIADMA






IADMA
Igreja Assembleias de Deus Missionária Americana e Outros
Assembly Of God American Missionary Church
Escritório Nacional e Internacional: Rua Dr. Augusto Costa , Nº. 160 ,Bairro Centro
Santana do Ipanema – Alagoas
(82) 8817-0573/9131-6307/ 9131-6314
www.coimiadma.com.br www.missoespelomundo.com

emails: pr.vcs@hotmail.com, coimiadma@terra.com.br

Ata de consagração de Obreiros da COIMIADMA ( Convenção Internacional de Ministros da Igreja Assembleia de Deus Missionária Americana )


Aos 06 ( seis ) dias do Mês de Março do ano de 2008 , no templo sede da IADMA e COIMIADMA na Rua Pastor Eurico Calheiros , bairro do Jacintinho, Maceió-AL, Alagoas. Deu-se inicio a reunião de consagração do pastor Robson de Assis Carvalho portador do RG:313.260-COMAER( Comando da Aeronáutica ) e CPF:225.020.414-49 ele de nacionalidade Brasileira, casado , natural de Ceará Mirim estado de Rio Grande do Norte o mesmo esteve perante mim Pr Presidente da COIMIADMA e IADMA Pr.Valdinei da Conceição Santos , Pr. Bonney Cassady ( Vice-Presidente da COIMIADMA), Pr. Reginaldo Nascimento , Pr.Josias Herminio , Pr. Ivan todos interrogaram o candidato acima citado e qual foi aprovado por unanimidade perante o Conselho de Ética e Disciplina Pastoral mediante o Estatuto ,Regimento Interno e Regras Parlamentares da IADMA e COIMIADMA que não tendo nada que viesse desabonar a conduta moral e Eclesiástica do mesmo foi decidido que naquele momento os pastores presentes poderiam consagrar o mesmo em Nome do PAI do FILHO e do ESPÍRITO SANTO. O Pr. Valdinei por sua vez tomou o óleo de unção e derramou sobre a cabeça do Pr Robson de Assis Carvalho e determinou que desde aquele instante o mesmo estava autorizado a exercer todas as funções compatíveis com o exercício pastoral . Por não haver nada mais a tratar vai a presente ata assinada por mim1ª Secretária Geral da COIMIADMA e 1ª Vice-Presidente da IADMA Prª Thelma S. M. Santos que redigi e assino juntamente com o Pr. Presidente da COIMIADMA e IADMA Pr. Valdinei da Conceição Santos .
Maceió, 06 de Março de
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:45 Links para esta postagem
0
o Pastor Valdiney Conceiçao

o que Deus Preparou para o Povo a gora esta sendo Desenvolvido pelo poder do espirito Santo de Deus na Vida do Pastor Valdiney e de Seua Esposa a Pastor Thelma na Boa Obra Levando a Palavra de Deus nos Mais longiou lugares desta Terra
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:17 Links para esta postagem
0
Pastora Thelma

ai esta a Pastora Thelma ministrando a palavra de Deus em um Culto de Libertaçao na Cidade de Indianapolis em Maceio Alagoas onde na Oportunidade estava presentes o Pastor Valdiney da Conceiçao Santos Presidente Nacional e Internacional de Convençao Internacional de Ministros e Obreiros das Assembleias de Deus Americana
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:10 Links para esta postagem
0
COIMIADMA



Convenção Internacional de Ministros da Igreja Assembléias de Deus Missionária Americana e Outros
International Ministers Convention Of The Assembly Of God American
Missionary Church
Escritório Nacional e Internacional: Rua Dr . Augusto Costa , Nº. 160 ,Bairro Centro
Santana do Ipanema – Alagoas CONVOCAÇÃOCONVOCAÇÃO
Saudações em
Jesus Cristo

A Convenção acima citada na pessoa do seu Presidente Geral, Pastor Valdinei da Conceição Santos e Mesa do Conselho de Ética e disciplina, vem por meio desta missiva convocar todos os convencionais , sem falta, para estarem na reunião Geral do Nordeste na cidade de Penedo situada a rua João Ramalho , Nº881-A, Bairro : Santa Luzia , no dia 23 e 24 de Maio de 2009 no templo da IADMA às 09:00hs para o relatório de planejamento, prestação de contas , posse e eleição de diretorias estaduais , recebimento de obreiros , apresentação de relatórios de Igrejas , desligamentos de pastores e obreiros , exoneração de cargos e de Igrejas por falta de pagamentos ( 10% dos Dizimo dos Dízimos, Oferta Missionária, falta de pagamento das mensalidades da Convenção, falta de apresentação de documentos: certidão de nascimento ou casamento , certidão negativa Estadual e Federal , xérox RG e CPF, comprovante de residência) apresentação de relatórios das Igrejas pertencentes a IADMA . Os obreiros deverão apresentar os comprovantes de depósitos das mensalidades da Convenção .
Agradecimentos em Cristo Jesus
Neópolis , 09 de Maio de 2009





Pr Valdinei C. Santos Prª Thelma Santos
Pr Presidente GERAL IADMA 1ª Secretária Geral COIMIADMA
e COIMIADMA


Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 20:38 Links para esta postagem
0
Homem senta na privada e leva mordida de cobra no pênis


"Assim que sentou, ele sentiu uma dor como uma facada e se levantou rapidamente", relatou o "China Times". "Quando olhou para baixo, ele viu uma cobra grande [dentro da privada]", acrescentou o periódico chinês.

Natural do Condado de Nantou, o homem está internado no hospital Puli Christian. Ele não corre risco de morte. "Assim que tiver passado o risco de infecção, ele receberá alta", afirmou o diretor do hospital.

Uma TV local mostrou imagens do réptil sendo retirado do banheiro.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 20:33 Links para esta postagem
segunda-feira, 11 de maio de 2009
0
Marido arranca roupa de mulher em briga e ela foge nua para igreja
Uma jovem de 24 anos invadiu, nua, o culto de uma igreja evangélica em Maceió, na noite desta quinta-feira (26). Segundo informações da polícia, ela fugia do marido, que teria arrancado a roupa dela durante uma briga em casa.
O caso foi registrado na Delegacia de Plantão II e, segundo os policiais, ela tentava se separar do marido, que ficou irritado com a decisão e começou a golpeá-la com socos até tirar toda a roupa dela. Ainda segundo a polícia, ela saiu correndo de casa e procurou abrigo na igreja para escapar da agressão. O marido, de 44 anos, tentou invadir o local, mas foi contido por evangélicos. Ele foi preso por policiais militares. De acordo com a polícia, o marido alegou, em depoimento, que a discussão foi provocada após a mulher ter ficado com todo o dinheiro da venda de um carro. Ele ainda teria dito à polícia que a jovem quer prejudicá-lo simulando uma agressão. Ele foi autuado em flagrante com base na Lei Maria da Penha, que pune crimes de violência contra a mulher.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 23:40 Links para esta postagem
0
Evangélicos tentam barrar título de utilidade pública de ong gay paranaense

Uma polêmica na Câmara Municipal de Curitiba está formada. De uma lado a Associação Paranaense de Parada da Diversidade (APPAD), do outro, vereadores fundamentalistas com suas opiniões retrógradas e homofóbicas. O fato ocorreu no último dia 18 de março, quinta-feira, quando no mesmo dia eram votadas duas importantes questões não só para o movimento LGBT de Curitiba, mas de todo o Brasil. Uma das questões referia-se às questões educacionais pertinentes ao combate da homofobia no ambiente escolar. Já na outra, entrava em discussão um projeto de reconhecimento de utilidade pública da APPAD. O problema todo está no fato dos vereadores mais conservacionistas da casa não apoiarem o projeto com o pedido de utilidade pública vinculada à instituição, sendo que a mesma cumpre todos os requisitos e documentações necessárias para esta solicitação. A bancada que rejeitou o pedido é evangélica, composta por seis vereadores que fizeram o possível para vetar a solicitação. Segundo argumentou o vereador Valdemir Soares (PRB), da foto ao lado, o mesmo não se sentiria bem ao votar em um projeto que beneficia a entidade que tem como principal atividade a Parada da Diversidade. Para o vereador, há um certo exagero tanto com gestos, como postura dos participantes, o que intimidaria a sociedade de forma geral.
Mas o discurso homofóbico do vereador foi além, segundo Samantha Wolkan, presidente do Transgrupo Marcela Prado, que esteve presente durante a sessão. O Vereador e Pastor Valdemir referiu-se às transexuais como sendo “rapazes de seios postiços”. Para Samantha, que inclusive estava lá em ocasião anterior quando o Transgrupo recebeu seu título de utilidade pública, comentários como estes são preconceituosos e desrespeitosos não somente com ela, mas com todo o segmento.
Em contrapartida, várias lideranças sociais e também políticas estão dando seu apoio aos dirigentes da APPAD, que pretende mobilizar toda a sociedade para esta discussão que acabou sendo adiada para a próxima segunda-feira, dia 23 de março. Segundo Rafaelly Wiest, presidenta do grupo Dignidade, é uma grande decepção, ações como estas vindas de um grupo fundamentalista que acabam prejudicando um segmento da população. Para ela, os privilégios são fatores secundários, o que importa realmente é o direito exigido pelo grupo. Todos têm o direito de serem iguais, defende
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 23:36 Links para esta postagem
0
Falso pastor e foragido da Justiça é preso no Centro de BH
Um falso pastor e foragido da Justiça há mais de 9 anos foi preso na noite desta quinta-feira na Praça Rui Barbosa, no Centro de Belo Horizonte. "Popó", como é conhecido, foi julgado e condenado a 120 anos de prisão por ter matado um policial na capital. O crime ocorreu em 1990
Para não ser preso, ele fingia ser pastor, inclusive vendia CDs e DVDs evangélicos na capital. De acordo com o cabo Rildo Andrade, da 6º Companhia do 1º Batalhão da PM, o foragido foi encontrado no momento em que passava pela praça. "Ele vinha sendo acompanhado. Conseguimos prende-lo e ele terá que pagar pelo crime que cometeu", afirma.
Ao ser abordado, ele teria apresentado um documento falso, porém a irregularidade foi constatada e ele foi reconhecido como o autor do homicídio e o falso pastor que era procurado pela polícia.
Popó foi encaminhado à Delegacia de Polícia da região, onde prestará depoimento ainda nesta noite e madrugada desta sexta-feira.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 23:30 Links para esta postagem
0
Pastor continua protesto contra santos nas igrejas ecumênicas do Piauí

Pastor Robson Marcelo - O motivo maior é que elas foram construídas com o dinheiro público e com isso elas pertencem a todas as religiões e um único credo não pode ocupar um lugar que é espaço de todos então esse é o motivo que estamos levantando essa questão para que as capelas ecumênicas sejam limpas de toda e qualquer religião.Portal Tvcanal13.com - A associação vai entrar com ação no Ministério Público para que essa retirada seja feita?Pastor Robson Marcelo - Vou fazer um esclarecimento. Primeiro ponto, alguns portais tem colocado que a gente está querendo comprar briga com os católicos, mas não é isso, queremos é buscar os direitos iguais. Segundo, nós não queremos briga com os católicos, queremos é que o espaço seja igual e a presença desses símbolos fere muitas das vezes as outras religiões. E com isso estamos sensibilizando os evangélicos e até mesmo a opinião pública para depois podermos entrar com uma ação. Mas antes de entramos com essa ação precisamos esclarecer o porquê dessa ação que estamos movendo junto ao Ministério Público.Portal Tvcanal13.com - Os evangélicos têm sofrido preconceito? Quais os principais preconceitos sofridos pela religião?Pastor Robson Marcelo – São vários os preconceitos, este é apenas um deles e muitas das vezes a gente não tem acordado para isso. Uma boa parte dos evangélicos não tem uma formação política do que são seus direitos, as vezes aprendemos a ter deveres, mas ainda não conseguimos enxergar que também temos direito dentro da sociedade. Sofremos preconceitos nos colégios, se tenho uma capela que foi feita com o dinheiro público também posso chegar lá e fazer minha oração, pois pago imposto e tenho os mesmos privilégios que os católicos também tem e qualquer outra religião possa ter. Portal Tvcanal13.com – Vocês já procuraram ajuda do poder legislativo e executivo?Pastor Robson Marcelo – Já questionamos com algumas autoridades, mas ainda existe uma predominância muito forte da tendência para um segmento religioso uma vez que isso não pode acontecer. Conversamos com três deputados estaduais, mas eles disseram que não querem comprar briga com a igreja católica.Portal Tvcanal13.com - Com essa mobilização da retira dos santos das capelas ecumênicas, vocês tem ganhado o apoio de outras entidades?Pastor Robson Marcelo – Diversas entidades até mesmo não evangélicas tem nos procurados e nos dado apoio, uma pesquisa que a gente faz na rua perguntando, de 10 pessoas que a gente aborda duas ou uma as vezes é contra e o resto é a favor, inclusive pessoas católicas que também acham que nós temos direto e que o estado é laico que a constituição é para todos. A maioria não pode esmagar a minoria, a democracia é para todos. Recebemos o apoio também do grupo Matizes, que ainda vamos conversar com eles e até de pessoas de outros estados, como São Paulo
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 23:21 Links para esta postagem
0
Olhem que forte e que Globo nojenta-Cuidado com a Novela


Paz Irmaos
Olhem que forte e que Globo nojenta!!!Agora, tradução não tem como falar que estamos equivocados, é mais difícil deixar de acreditar porque a verdade ja está exposta.A Rede Globo de Televisão tem colocado como tema principal em sua novela das 8h a música 'Simpatia Com o Diabo' (Sympathy for the Devil) . Colocamos disponível aqui a tradução desta música para que sirva como um alerta para toda a comunidade cristã. Desejamos que você tire suas próprias conclusões sobre este assunto, pois é por uma mensagem como esta, escondida atrás de uma melodia bonita, que os nossos filhos poderão ser atraídos. Cuidado. O mundo espiritual é mais REAL do que podemos imaginar... Agora vai ai a Letra da Musica TraduzidaSympathy for the Devil Simpatia Com o Diabo
Please allow me to introduce myselfI'm a man of wealth and tasteI've been around for a long, long yearStole many a man's soul and faith
Por gentileza me permita me apresentarSou um homem de fortuna e requinteEstou por aí já faz alguns anosRoubei as almas e a fé de muitos homens
And I was 'round when Jesus ChristHad his moment of doubt and painMade damn sure that PilateWashed his hands and sealed his fate
E eu estava por perto quando Jesus CristoTeve seu momento de duvida e dorFiz muita questão que PilatosLavasse suas mãos e selasse seu destino
Pleased to meet you Hope you guess my nameBut what's puzzling youIs the nature of my game
Um prazer em lhe conhecerEspero que adivinhem o meu nomeMas o que lhes intrigaÉ a natureza do meu jogo
I stuck around St. PetersbergWhen I saw it was a time for a changeKilled the Czar and his ministersAnastasia screamed in vain
Eu aguardei em São PetersburgoQuando percebi que era hora para mudançasMatei o Czar e seus ministrosAnastácia gritou em vão
I rode a tankHeld a general's rankWhen the Blitzkrieg ragedAnd the bodies stank
Pilotei um tanqueUsei a patente de generalQuando as blitzkrieg urgiamE os corpos fediam
Pleased to meet youHope you guess my name, oh yeahWhat's puzzling youIs the nature of my game, oh yeah
Um prazer em lhe conhecerEspero que adivinhem o meu nomeMas o que lhes intrigamÉ a natureza do meu jogo
I watched with gleeWhile your kings and queensFought for ten decadesFor the Gods they made
Assisti com orgulhoEnquanto seus reis e rainhasLutaram por dez décadasPelos deuses que eles criaram
I shouted out 'Who killed the Kennedys?' When after allIt was you and me
Gritei bem alto'Quem matou os Kennedys?'Quando afinal de contasFoi apenas você e eu
Let me please introduce myselfI'm a man of wealth and tasteAnd I laid traps for troubadorsWho get killed before they reached Bombay
Permita-me por gentileza me apresentarSou um homem de fortuna e requinteDeixei armadilhas para ministreisQue morreram antes de chegarem a Bombaim
Pleased to meet youHope you guessed! my name, oh yeahBut what's puzzling youIs the nature of my game
Um prazer em lhe conhecerEspero que adivinhem o meu nome, oh yeahMas o que lhes intrigaÉ a natureza do meu jogo
Pleased to meet youHope you guessed my name, oh yeahBut what's confusing youIs just the nature of my game
Um prazer em lhe conhecerEspero que adivinhem o meu nomeMas o que lhes confundeÉ a natureza do meu jogo
Just as every cop is a criminalAnd all the sinners SaintsAs heads is tailsJust call me Lucifer'Cause I'm in need of some restraint
Assim como todo cana (policial) é um criminosoE todos os pecadores SantosComo cara é coroaBasta me chamar de LúciferPois estou precisando de alguma restrição
So if you meet meHave some courtesyHave some sympathy, and some tasteUse all your well-learned politesseOr I'll lay your soul to waste, um yeah
Então se me conhecerTenha alguma delicadezaTenha a simpatia, e algum requinteUse toda sua polidez bem aprendidaOu deitarei sua alma para apodrecer
Pleased to meet youHope you guessed my name, um yeahBut what's puzzling youIs the nature of my game, um! baby, get down
Prazer em lhe conhecerEspero que adivinhem o meu nome, oh yeahMas o que lhes intrigamÉ a natureza do meu jogo
Woo, whoOh yeah, get on downOh yeahOh yeah!Tell me baby, what's my nameTell me honey, baby guess my nameTell me baby, what's my nameI tell you one time, you're to blame
Diga-me baby, qual é o meu nomeDiga-me doçura, qual é o meu nomeDiga-me baby, qual é o meu nomeLhe digo uma vez, é sua culpa
Ooo, who, whoOoo, who, whoOh, yeah
Diga-me baby, qual é o meu nomeDiga-me doçura, qual é o meu nomeDiga-me baby, qual é o meu nomeLhe digo uma vez, é sua culpa
Ooo, who, whoOoo, who, whoOh, yeah
Temos q orar viuAs coisas tão ficando cada vez mais feia Deus abençoe a todos beijos e Abraços do Pastor Jose Carlos
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 23:15 Links para esta postagem
0
Convençao internacional de Ministros e Obreiros das Assembelias de Deus Americana


Acontece nos dias 21, 22, 23, do Mes de Maio na Cidade de Maceio Alagoas o grande Evento Festivo da Comiadma,onde estara presente o pastor presidente da convençao Valdiney de Conceiçao Santos e da vice Presidente a Pastora Thelma estara presente neste evento estara presente os pastores Jose Carlos marques dos Santos, presidente da Igreja Evangelica Jesus cristo e o Senhor e da sua Vice Presidente a Missionaria Maria Lucia Souza Santos, Pastor Damiao dos Santos Presidenta da Igreja do Evangelho Pleno e outors Pastore, venha participar deste Evento que sera uma Bençao de Deus na o Portunidade sera apresentados a Mesa Direitora os pastore da Bahia como novos Integrantes da Convençao os quais foram Convencionados.nos OuçaPelo Site www.radiomissoesgospelpelomundo.com
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 20:30 Links para esta postagem
domingo, 10 de maio de 2009
0
caso emasculados um dos condenados
Os Promotores de Justiça Milton Menezes, coordenador do Grupo Especial de Repressão e Prevenção às Organizações Criminosas (Geproc) do Ministério Público do Pará e Rosana Cordovil, da Promotoria Criminal, estão com um mandado de prisão expedido pela Justiça para prender Anísio Ferreira de Souza, médico ginecologista. Ele foi condenado em 2005, por participação no caso das crianças emasculadas em Altamira, e estava foragido.Anísio foi localizado ontem, no Maranhão, numa operação conjunta entre o Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado do Maranhão (Gecoc) e o Geproc. Ele está preso numa delegacia de Imperatriz e será transferido para Belém. A previsão é que a transferência seja feita na próxima segunda-feira.Os crimes aconteceram entre 1989 e 1993 na cidade de Altamira. Na época, 19 meninos entre 8 e 14 anos foram sequestrados e castrados em rituais de magia negra. Testemunhas afirmaram ter visto o médico em cultos com orações ao “deus das trevas”. Anísio também teria sido visto com o pênis de uma criança acomodado numa caixa de isopor. Uma dessas testemunhas foi assassinada.Junto com o médico Césio Flávio Caldas Brandão, o fazendeiro Amailton Madeira Gomes o vigilante Carlos Alberto Santos Lima e outros envolvidos, eram liderados pela vidente Valentina de Andrade, da seita Lineamento Universal Superior (LUS) e autora do livro “Deus, A Grande Farsa”. Valentina é acusada do desaparecimento de uma criança e o assassinato de outra, em 1992, no Paraná. Na Argentina, crimes ainda não esclarecidos são creditados à vidente. (Ascom/MP-Pa)
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 23:27 Links para esta postagem
0
radiografia do ensino da religiao nas
Acontece em Estrasburgo uma reunião sobre educação católica e liberdade religiosa.O ensino da religião na escola encontra dificuldades culturais e jurídicas em alguns países da Europa, ainda que na maioria se dê este ensino de alguma forma. Assim assinalou o informe «O ensino da religião, valor para a Europa», apresentado nesta segunda-feira, 4 de maio, na sede do Conselho da Europa de Estrasburgo, em uma reunião sobre educação católica e liberdade religiosa na Europa, promovida pelo Conselho de Conferências Episcopais da Europa (CCEE).Segundo informou L'Osservatore Romano em sua edição de 6 de maio, o estudo indica que em quase todos os países da Europa há alguma forma de ensino da religião. São a exceção a Bulgária, Belarus e grande parte da França. Na Bulgária, há poucos católicos e por isso é muito difícil organizar um curso de religião. Em Belarus, a Igreja Ortodoxa está estudando, com o Ministério da Educação, a possibilidade de introduzir um curso de educação ortodoxa na escola, enquanto a Igreja Católica apresentou um programa para cursos voluntários de religião. No caso da França, o estudo se refere a Alsácia e Mosela como as únicas regiões do país onde o ensino da religião nas escolas não encontra obstáculos relevantes. A educação religiosa nas demais nações segue duas fórmulas principais: uma baseada no modelo da ciência das religiões, dirigida diretamente pelo Estado, e a outra, do ensino da religião com conteúdo confessional, na qual a Igreja tem um papel ativo. O secretário-geral da CEI, Dom Mariano Crociata, assinalou, ao apresentar o estudo, que «o ensino da religião oferece uma valiosa contribuição para o conhecimento e a compreensão da tradição cultural do Ocidente que, em sua longa história, esteve profundamente marcada pelo cristianismo». Estudar religião também «leva a confrontar-se com as grandes questões do homem, sua relação com Deus, com o meio ambiente e com o mundo que o rodeia», acrescentou. Para Dom Crociata, a Igreja pode contribuir, com o ensino da religião na escola, «para a construção da nova Europa e para o desenvolvimento de uma plena cidadania europeia», cidadania que, segundo ele, consegue-se «com o conhecimento das tradições e da identidade que marcou nosso continente e que hoje se entrelaça cada vez mais com outras, no contexto de uma Europa plural, multicultural e multirreligiosa». A reunião da segunda-feira incluiu uma mesa redonda sobre as instituições europeias e o ensino da religião, na qual estava prevista a participação de representantes eclesiais e também de políticos. Antes desse debate, o presidente do CCEE e primaz da Hungria, cardeal Péter Erdo, destacou em um discurso a importância da educação religiosa em meio à crise atual. «Em uma época na qual muitos percebem os sinais de uma crise, não só econômica ou financeira, mas sobretudo de valores e do sentido da vida, a educação religiosa pode desempenhar um papel decisivo», disse o cardeal. «Por isso, a Igreja sente o dever de continuar educando os jovens, fazendo todo o possível para dar-lhes uma educação de alto nível – acrescentou. Se a religião é co-natural à vida dos homens, seu ensino deve estar presente onde quer que se eduque e, portanto, nas escolas e em todos os fóruns do mundo atual.»O cardeal afirmou: «Cremos que as religiões em geral e o catolicismo em particular dão à vida uma perspectiva nova e um horizonte mais amplo, e a tornam mais humana e capaz de gerar uma sociedade mais solidária e cheia de esperança».
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 23:21 Links para esta postagem
0
suica redime ultima bruxa morta na
A última mulher morta na fogueira na Suíça após ter sido acusada de "bruxaria" foi reabilitada moralmente hoje pelo Grande Conselho (Parlamento cantonal) de Freiburg, que limpou a memória da condenada por meio de uma declaração solene.Catherine Repond, conhecida como Catillon, foi executada em 1731 após ser condenada a morte por bruxaria.Entretanto, segundo vários historiadores, a vítima confessou o "crime" sob tortura. O assassinato foi tramado pelo poder oligárquico da época para calar uma mulher que sabia demais sobre personalidades da época, como o fato de que alguns deles promoviam falsificação de moedas.A devolução da honra a Catillon foi promovida por dois deputados cantonais, Jean-Pierre Dorand, historiador, e Daniel de la Roche, os quais tiveram que se conformar com a reparação moral para a vítima e não puderam conseguir uma reabilitação jurídica.Do ponto de vista legal, a criação do Estado liberal de direito em 1831 representou uma ruptura definitiva com o Antigo Regime.Por 69 votos a favor, 21 contra e 8 abstenções, os deputados cantonais adotaram a resolução, não vinculativa do ponto de vista legal, com a oposição dos partidos políticos de direita UDC e PLR, os quais consideraram que "é melhor se ocupar dos problemas de nosso tempo".Esta reabilitação moral abrange não só à última suposta "bruxa" e a outras acusadas pelo mesmo crime, mas também a todas as vítimas do Antigo Regime, como homossexuais, minorias religiosas, presos políticos e todos aqueles que confessaram "crimes" sob tortura.A historiadora Josiane Ferrari-Clément, autora de um livro sobre Catillon, defende a tese que de que as personalidades locais queriam se desfazer de uma pessoa incômoda, que sabia tudo sobre o tráfico de moedas falsas.Nascida em 1663, Catillon morava no povoado de Villarvolard, onde levava uma vida boêmia e vivia principalmente de esmolas.Relacionada com ambientes de má reputação - nos quais aparentemente entrou em contato com o grupo que falsificava moedas -, nada na vida de Catillon podia justificar, segundo a historiadora, que as testemunhas em seu julgamento por "bruxaria" a acusassem de todo tipo de mal, como azedar o leite, estragar queijos e fazer o gado adoecer.Como exemplo do que chegava a ser dito sobre dela, o beato Nicolas de Montenach, juiz de Corbieres, a trancou em um calabouço em maio de 1731 e a acusou de ter se transformado em raposa.Tudo isso porque Montenach tinha saído para caçar alguns meses antes e havia ferido uma raposa na pata, e Catillon tinha um de seus pés em péssimo estado.Apesar de a mulher explicar que tinha sido vítima de um tiro disparado por uma família a qual pediu abrigo em uma noite, o juiz não mudou de ideia: o ferimento se devia ao disparo contra a raposa.Submetida a torturas, Catherine Repond confessou tudo o que seus carrascos queriam ouvir: que assistia a ritos de magia negra, que dançava com demônios, que tinha se entregado ao diabo em várias ocasiões, até que foi estrangulada e depois queimada em setembro de 1731, com 68 anos de idade.Os arquivos citados pela historiadora narram que, durante os interrogatórios, Catillon sempre expôs fatos que não eram levados em consideração. Ela inclusive chegou a acusar um padre de tê-la estuprado.Durante o processo, acusou um homem chamado Jacques Bouquet, um curandeiro que era o pai de dois filhos de sua irmã, de ter construído uma instalação para fundir o metal com o qual fazia moedas falsas.A historiadora assegura que os juízes faziam de conta que não ouviam tudo isso porque tinham medo. Eles sabiam que Catillon tinha relações na alta sociedade de Freiburg.Alguns creem inclusive que havia personalidades envolvidas nessa rede de falsificadores, que chegaria até a França, motivo pelo qual tudo era comprometedor - e daí a acusação de bruxaria contra a mulher.Kathrin Utz Tremp, colaboradora científica dos Arquivos do Estado suíço, estudou as atas do processo de Catherine Repond, e afirma que durante seu processo, ela foi interrogada pelo menos 13 vezes, sendo torturada desde a terceira.Catillon chegou a ser pendurada por uma corda e depois ter os pés amarrados a pesos de entre 25 e 50 quilos, o que era um método de tortura habitual na época."Nessas condições, eu também confessaria que sou uma bruxa, embora nem sequer acredite em bruxaria", afirma a especialista.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 23:15 Links para esta postagem
0
sem religiao somam 13 da populacao diz


Paulistas sem religião somam 13% da população do estado. Igreja Católica tem o maior número de fiéis com 55% do total.Você é uma pessoa religiosa? Se essa pergunta fosse feita há alguns anos com certeza a resposta teria mais respostas positivas. Hoje, a situação é um pouco diferente. A religião continua presente na vida do brasileiro, só que em menor escala que antes.Uma pesquisa realizada pela empresa Limite Consultoria e Pesquisas de Marketing revela que 13% da população paulista não tem religião. A pesquisa ouviu 801 pessoas entre os dias 1º e 12 de dezembro de 2008 em todo o Estado de São Paulo. A margem de erro é de 3,5% dentro de um intervalo de confiança de 95%.Segundo a pesquisa, mesmo com queda acentuada registrada nos últimos anos, a religião católica possui o maior número de fiéis com 55% da população. Os evangélicos, que têm registrado franca elevação, estão em segundo lugar com 24% dos fiéis. As outras religiões somadas representam 8% dos paulistas.A pesquisa aponta ainda que evangélicos têm igual número de fiéis entre a população mais velha e a mais jovem. Isso pode significar um aumento do número de seguidores nos próximos anos. Já os católicos têm maior representatividade entre a população adulta e mais velha.A pesquisa aponta que o percentual de jovens que se declararam sem religião é de 20%, enquanto entre os mais velhos esse índice é de 8%. Essa, segundo a pesquisa, é a chamada idade mídia, quando o acesso às informações tornou-se mais fácil e amplo. Nesse contexto, as religiões são muitas vezes questionadas e postas em cheque, o que causa afastamento dos jovens.O padre Adalton Demarchi, da paróquia Nossa Senhora Aparecida, disse que percebe, sim, o distanciamento do jovem da religião, fato ocorrido em todos os credos. Ele comenta que o jovem tem tendência a se afastar da prática religiosa por vários motivos, entre eles a sua postura de vivência que prima a liberdade em detrimento de um certo rigor de valores exigido pela igreja.Padre Adalton comenta que a participação juvenil na vida religiosa é diferente de paróquia para paróquia, mas muitas têm registrado queda. Segundo ele, em sua paróquia, essa realidade não é tão marcante. A participação juvenil é grande em todas as atividades realizadas pela igreja, fato percebido no teatro realizado na Paixão de Cristo, nas festas, além de forte presença nos cargos de coordenação.Ele avalia que uma forma de despertar o interesse dos jovens para a religião seria utilizar uma linguagem mais acessível e elaborar uma proposta na qual o jovem possa se sentir valorizado dentro da religião. Porém, padre Adalton alerta que é preciso tomar cuidado para que esse desejo de atrair o jovem não caia no sentimentalismo.Esse sentimentalismo seria uma forma superficial de fé, mais ligada ao sentimento emocional. "Os jovens são trazidos para a igreja em momentos de dor, infortúnio ou infelicidade, e depois vão embora quando o problema é superado", comenta. "É preciso ter cuidado para que a religião não seja usada como um mecanismo de fuga ou alienação do mundo", finaliza.Já as mulheres são mais religiosas que os homens. De acordo com a pesquisa, entre as mulheres entrevistadas, 90% declararam possuir alguma religião contra 83% dos homens. O estudo aponta ainda que a religião católica está mais presente entre os homens, enquanto que entre as mulheres predominam as religiões evangélicas e outros credos.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:51 Links para esta postagem
0
Evangelicos na Internet


O crescimento da internet é indiscutível. Ao longo dos últimos anos, tornou-se cada vez mais indispensável a participação das pessoas no mundo virtual. Essa é uma necessidade também dos jovens cristãos. Pensando em suprir essa lacuna, foram criados diversos serviços on-line voltados exclusivamente para esse público.Quem nunca ouviu falar no site de busca mais famoso do mundo, o Google? Ou no site de vídeos usados por pessoas de todo o planeta, o Youtube? Seguindo essa onda, já existem hoje na rede sites segmentados que oferecem esse serviço.Para fazer buscas na internet apenas por sites cristãos, os usuários podem utilizar o Goocrente (http://www.goocrente.com), ou o Gobiblia (http://www.gobiblia.com.br). Já para buscar vídeos nesse mesmo contexto, é possível visitar o Gospeltube (http://www.gospeltube.com) ou o Clipgospel (http://www.clipgospel.com.br), este último exclusivo para exibição de clipes.E não pára por aí. Até no Orkut (http://www.orkut.com), site de relacionamento mais popular entre os brasileiros, é possível encontrar comunidades cristãs que chegam a 1 milhão de membros. Alguns exemplos são as comunidades "Eu tenho Jesus no meu coração", "Apaixonados por Cristo" e "Eu escuto música gospel".E, falando em música gospel, é possível encontrar dezenas de sites sobre esse tema. O internauta tanto pode procurar cifras de músicas em sites como o Gospel Cifras (http://www.gospelcifras.com), quanto pode ouvir e comprar suas músicas preferidas acessando, por exemplo, o Som Gospel (http://www.somgospel.com.br).Até o mundo celular tem os seus representantes cristãos. No Som Gospel Mobile (http//mobile.somgospel.com.br), o visitante pode baixar toques, papéis de parede e até vídeos para personalizar o seu aparelho.Muitos outros serviços como chats, encontros, shopping, etc. já possuem a sua versão segmentada para o público cristão.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:24 Links para esta postagem
0
Eventos gospel, Cesan, shows e esporte interditam ruas de Vitória


Vários eventos acontecem em Vitória neste final de semana e o trânsito irá sofrer alterações em alguns trechos. Obras do Projeto Águas Limpas (Cesan), competições esportivas, festa em homenagem às mães e eventos gospel irão mudar o trânsito em alguns pontos dos bairros Bento Ferreira, Praia do Suá, Santa Lúcia, Praia do Canto, Enseada do Suá, Maria Ortiz e São Benedito.Para garantir a circulação de pedestres e veículos, a Gerência de Planejamento e Operação de Trânsito (GPOT), da Guarda Civil Municipal, elaborou um esquema de interdições de vias nas regiões afetadas.
Avenida Beira-Mar, em Bento Ferreira: Nesse sábado (09), a partir das 6h, a avenida Marechal Mascarenhas de Morais, a Beira-Mar, será parcialmente fechada no trecho que fica em frente à rua Engenheiro Fábio Rusch, em Bento Ferreira. A interdição vai se estender até as 6 horas da segunda-feira (11) e será necessária para realização de obras do Projeto Águas Limpas, da Cesan.Durante a obra, pelo menos uma faixa de rolamento em cada sentido da pista estará liberada para passagem de carros e ônibus. Desta forma, não haverá necessidade de desvio de trânsito por dentro do bairro. O mesmo trecho passará por interdições parciais das 9h às 12h da segunda-feira (11) para o recapeamento do asfalto.
Praia do Suá, Santa Lúcia e Praia do Canto: Para a realização do I Duatlon da Secretaria de Estado de Educação (Sedu), seis agentes da Guarda Civil fecharão temporariamente os cruzamentos para possibilitar a passagem dos atletas pelas principais vias dos três bairros, em um percurso que totaliza 2,5 mil metros. A competição, que comemora o Dia do Trabalhador (1º de Maio), será realizada neste sábado (09), a partir das 8h, com largada atrás da Sedu. Os competidores serão acompanhados por agentes de trânsito em quatro motos e a previsão é de que a prova seja finalizada às 11h30.Entre as 8h e as 11h30, serão interditados, temporariamente, e apenas para a passagem dos atletas, os cruzamentos com as ruas Misael Pedreira da Silva, Elias Tommasi Sobrinho, avenida Rio Branco, ruas José Teixeira, Fortunato Ramos, Luiz Carlos Campinhos, Ladeira Mary Ubirajara (Hospital Infantil), avenidas Nossa Senhora da Penha, Desembargador Santos Neves e César Hilal.
Enseada do Suá: Ainda no sábado (09), a "Marcha pra Jesus" terá início na Praça dos Namorados, na Praia do Canto, às 16h, seguindo pelas avenidas Saturnino de Brito, Américo Buaiz e Nossa Senhora dos Navegantes até a Praça do Papa, na Enseada do Suá. Para a passagem dos participantes, o trânsito nessas avenidas sofrerá interdição parcial e 16 agentes de trânsito distribuídos por todo o percurso.
Maria Ortiz: A comunidade de Goiabeiras irá fazer uma grande homenagem às mães neste final de semana. Será a 37ª Festa do Dia das Mães e para a montagem de barracas e estrutura do evento, o trânsito passará por interdições. A partir das 12h desta sexta-feira (08), a Guarda Civil Municipal fechará totalmente a avenida Fernando Duarte Rabelo, no sentido avenida Fernando Ferrari, no trecho entre a rua Professora Ocarlina Drumond de Carvalho e a rua Professora Alcina Nascimento Gomes. A interdição se estende até às 11h da segunda-feira (11).O trânsito será desviado para a rua Professora Ocarlina Drumond de Carvalho até a avenida Jerônimo Vervloet, que segue até a avenida Fernando Ferrari. O evento terá a colaboração dos agentes de Trânsito.
São Benedito: A rua Victor Finamore, ponto final, em São Benedito, também será totalmente interditada, desta sexta-feira (08) até o domingo (10), para realização do evento gospel "Para Promover a Paz". Nas três noites, a interdição será das 22h às 2h.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:05 Links para esta postagem
0
Brasil não assegura livre expressão,


Relatório da divisão especial para Liberdade de Expressão da Organização dos Estados Americanos (OEA), apresentado ontem em Washington, nos Estados Unidos, faz críticas ao ordenamento jurídico brasileiro. Redigido anualmente, o documento adverte de que, apesar da derrocada da Lei de Imprensa, o Brasil não oferece segurança suficiente para que cidadãos informem sobre assuntos de interesse público sem medo de serem presos, perder seus patrimônios ou sofrer agressões. Compilado pela juíza colombiana Catalina Botero Marino, o documento tem como base denúncias apresentadas por entidades brasileiras e internacionais que monitoram o direito à informação, como Repórteres Sem Fronteiras, Artigo 19 e Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji). Ao todo, dez páginas descrevem casos de agressão, assassinato, prisão e perseguição judicial a jornalistas e cidadãos brasileiros que publicaram reportagens ou expressaram suas opiniões em público. A OEA demonstrou preocupação com atentados realizados contra sedes de jornais e equipes de reportagem. Interpretou também que a proibição da Marcha da Maconha vai contra a Convenção Americana. Segundo o texto, manifestações pacíficas são legais, desde que não façam propaganda a favor da guerra ou apologia de ódio nacional, racial ou religioso. A relatoria posicionou-se ainda contra a obrigação do diploma de jornalista para exercer a profissão, assunto que permanece na pauta do Supremo Tribunal Federal (STF).
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:03 Links para esta postagem
sexta-feira, 8 de maio de 2009
0
Leitores debatem intolerância religiosa
Agressão de pastora evangélica à patroa umbandista gerou os comentários
Rio - A empregada doméstica Nádia Pereira, uma pastora da Assembleia de Deus de Jardim América, agrediu sua patroa, a umbandista Cirene Dark, de 54 anos, em Pilares. A denúncia foi feita pela Comissão de Combate à Intolerância Religiosa, que reúne membros da diversas religiões no Rio de Janeiro. A família de Cirene suspeita que o crime tenha sido motivado por uma homenagem que ela faria para uma entidade da Umbanda.
A 24° DP (Piedade) investiga a agressão.
Os leitores enviaram comentários sobre o caso ao Conexão Leitor. Veja o que as pessoas disseram e opine também.
"Pastores das igrejas neopentecostais, fanáticos e despreparados, incentivam esse tipo de violência cada vez mais frequente. É preciso dar um basta e colocar essa gente na cadeia".Luiz Antônio"Creio este ser um fato isolado, mas que a pessoa tem que ser responsável por seus atos. Perseguição religiosa sempre aconteceu e acontecerá, basta ler a Bíblia. Paz a todos".Rodrigo Cesar
Uma agressão por motivação religiosa pode prejudicar a imagem de determinada crença?Não. O fiel deve responder criminalmente por sua atitude, sem levar em conta a religiãoSim. A instituição religiosa também é responsável pelas atitudes que a usam como justificativa
"Sou protestante, e essa suposta pastora deu um péssimo testemunho para a sociedade. Afinal pregamos um Deus de amor e misericórdia, e uma liderança, que deveria ser equilibrada, comete um ato criminoso desse? Cadeia nela, é inconcebível essa intolerância. Pois a mesma tem um teor inegável de racismo, de achar que tudo que é de matriz africana é coisa do demônio. Tentar atear fogo? Isso é tentativa de assassinato. Ainda possui uma rádio pirata, onde já se viu usar meios ilícitos para pregar o Evangelho? Essa senhora é um equívoco. Cadê a direção geral da Assembléia de Deus para dar uma satisfação?"Rafel Fortunato Conrado"Eu sou evangélico, mas a grande realidade é que, em qualquer religião, existem os extremistas, fundamentalistas e fanáticos".Tiago"Infelizmente, pessoas assim denigrem a imagem de qualquer instituição, devem ser julgados separados da instituição"Alberto"Agora eu me pergunto o que essa sra. evagélica estava fazendo na casa da sra. umbandista. Por que não foi trabalhar na casa de um de seus 'irmãos'?"Marisa Fernandes"Existem os loucos que se dizem evangélicos, assim como existem os tarados e homossexuais que se dizem padres. Independentemente de religião, o que será que esta senhora fez à outra? Pois todo mundo que leva a pior é vítima, mas tem muita empregada por aí sendo humilhada".Ronaldo Vasconcelos"Evangélico é quem segue o Evangelho de Jesus. Certamente essa pastora não é evangélica. Jesus, em momento algum, autoriza ou ordena que um tire a vida de outro, pelo contrário, ensina que nos amemos e levemos o Evangelho a todas as pessoas, inclusive às que não são cristãs, como a umbandista".Tereza de Orleans"Essa senhora é infelizmente uma pessoa doente, tenha ela ou não uma religião! Que Deus tenha piedade dela e de sua família, que no mínimo está envergonhada por esse ato tão insano!"Taisa Helena Marmello"A culpa está nas igrejas evangélicas, como a assembleia de Deus, que dá título de pastor a quem não tem o devido preparo para tal. Estes se tornam radicais e acima do bem e do mal ,ensinando coisas absurdas e denegrindo toda a teologia".Zilnard Carvalho"Não julguem um por todos, sempre há malucos em todas as esferas religiosas".Ronaldo Brasil"A culpa não é da senhora e sim da educação do povo. Devemos ensinar o que é a religião para que haja respeito".Mauricio Pereira"Não tirem todos os evangélicos por esta cidadã lamentável. O termo evangélico se enquadra a quem medita e cumpre os ensinamentos do Evangelho de Jesus. O ato desta mulher não tem nada a ver com os ensinamentos de Cristo, que são baseados na tolerância e principalmente no Amor".Fabio Chaves"Ignorância à flor da pele. Na Bíblia, não tem nenhum mandamento neste sentido. A mensagem de Jesus é de amor e salvação, nunca de violência". Marcelo Jorge Nabor
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 23:12 Links para esta postagem
0
Falso pastor engana evangélicos na Região-o Diabo
A fé de algumas pessoas é explorada ao máximo por golpistas. Um falso pastor, que se identifica como Ricardo Prado, tem se apresentado em igrejas evangélicas da Região e pede tudo o que pode para os fiéis, em nome de Deus.O presbítero de uma igreja do Jardim Bertioga, em Várzea Paulista, relatou ontem que acabou dando para o desconhecido a quantia de R$ 1.500,00 e o levou para casa, onde apresentou toda a família, crente de que tinha ao seu lado “um homem de Deus. Mas descobri que ele era do mal”.Segundo a vítima, que pede para não ser identificada com medo do golpista voltar para se vingar, o “pastor Ricardo Prado” também agiu no bairro do Parque Centenário, em Jundiaí, onde teria convencido uma das fiéis a vender a própria casa e dar o dinheiro para ele.Carro de R$ 126 milO presbítero relata que o falso pastor, que se apresentou como integrante da Assembléia de Deus, de um novo segmento denominado “Palavra Viva”, conquistou a confiança de sua mulher a tal ponto de ela ter ido em uma concessionária de veículos em Jundiaí para comprar, para o pastor, um carro de R$ 126 mil, zero quilômetro.O presbítero disse ter entrado em contato com a Assembléia de Deus e soube que não existe a “Palavra Viva” e nem mesmo na internet, em pesquisa que realizou. “Esse cara me induziu e vai continuar fazendo com outras pessoas. A Polícia tem que dar um jeito nele”, disse a vítima.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 23:03 Links para esta postagem
0
Fauzi prestigiou jubileu da IEQ



A Igreja do Evangelho Quadrangular acaba de completar o seu Jubileu de Ouro em Aquidauana. O culto do último domingo (12) fechou a série de 11, em 8 dias, para celebrar o marco histórico que confere à denominação, hoje pastoreada pelo Rev. Vanderlei Agnaldo Bueno, 12º pastor local, a condição de uma das pioneiras na região.

Estabelecendo-se em Aquidauana no dia 16 de abril de 1959, num salão na Rua Assis Ribeiro esquina com Estevão Alves Correa, a IEQ conseguiu agregar 12 fiéis em sua primeira reunião. O líder do projeto de expansão da Igreja, que abarcaria, em seguida, a cidade de Dourados, foi o Rev. Haroldo Willian, um "visionário" segundo Geraldo Vória, membro da IEQ. Desde então milhares já se aproximaram do evangelho bíblico através da obra de Aquidauana, lembra, entusiasmado, o comunicador, vereador e membro da IEQ Corrêa Filho.

"Sou um homem abençoado, pertencendo a esta Igreja", diz Corrêa. Ele lembra que o prefeito Fauzi Suleiman (PMDB) tem sido um grande parceiro da Igreja. Recentemente o chefe do executivo deu aval a uma obra essencial de canalização que viabilizará a construção de um grande estacionamento na área limítrofe ao templo, com acesso pela Rua dos Ferroviários.

O prefeito Fauzi esteve presente em dois cultos da programação. No último dia ouviu exposição bíblica feita pelo Rev. Leodoro Fernandes da Silva da IEQ de Joinville (SC). Os outros preletores do Jubileu foram os pastores reverendos Orlando, da IEQ de Dourados; José Alexandre, IEQ de Corumbá e o missionário Helanio Frainer, de Joinville.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:43 Links para esta postagem
0
Pastor Nestor Peralta faleceu em sua residência

O pastor Nestor Peralta, presidente da Aliança dos Ministros Evangélicos de Anastácio - AMEA, faleceu nesta madrugada, em sua residência.
A cerimônia fúnebre está sendo realizada na Igreja Campo da Bênção, na Rua Porto Geral, 1270, em Anastácio.
Nestor Peralta havia passado, recentemente, por complicações cardíacas e chegou a realizar uma cirurgia, em Campo Grande.
O pastor trabalhou à frente do show gospel do Ministério de Louvor Toque no Altar, em 2008, e Tânia Sá e Darlete Cruz, nesta segunda-feira (04), dentro da semana de aniversário de Anastácio, sendo um atuante líder no meio evangélico.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:40 Links para esta postagem
0
Casal de evangélicos é baleado em blitz policial em Camaçari
Durante uma blitz da Polícia Militar realizada por volta das 15h30 desta sexta-feira (17), um casal de evangélicos da Igreja Quadrangular foi baleado. Segundo informações de populares que estavam no local, a polícia abordou a moto pilotada por Adriano de Carvalho Soares, 28 anos, que estava acompanhado de Doralice Alves da Silva, 50. A versão da polícia é de que o motociclista não parou no bloqueio e tentou passar por cima do policial. Ainda de acordo com a PM, este mesmo policial atirou no pneu da moto, para se defender, mas a bala ricocheteou e atingiu Soares e a carona.
As vítimas foram encaminhadas para o Hospital Geral de Camaçari (HGC) pelos próprios policiais. De acordo com informações da unidade, os dois foram encaminhados para a sala de cirurgia. .
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:40 Links para esta postagem
0
Acusado está na ala evangélica-Nao Vigiou
Edson Alves Delfino deverá ficar na ala dos evangélicos da Penitenciária Central do Estado (antiga Pascoal Ramos) para onde foi levado na madrugada do último sábado. Desde que foi autuado em flagrante pelo assassinato e atentado violento ao pudor do menor Kaytto Pinto, ele está preso na cela de isolamento, conhecida como “seguro”, onde deve permanecer por mais alguns dias, segundo informação de fonte da Superintendência do Sistema Prisional. De acordo com agentes prisionais, foi na ala evangélica que o pedreiro cumpriu nove anos da pena de 45 anos a que foi condenado por prática de crime semelhante ao que vitimou Kaytto. “A tendência é ele permanecer lá ainda por algum tempo, porque não se sabe se poderá ter convivência pacífica com os demais presos. Ele deverá ficar isolado inicialmente e depois ser levado para um local mais seguro, que é a ala evangélica”, explicou um agente. Para o delegado Antônio Carlos Garcia, que participou da prisão do pedreiro, Edson tem todas as características de um psicopata e pode ter abusado sexualmente de outras vítimas. “Trata-se de um psicopata que está há seis meses na rua. E a tara dele é por crianças”. Segundo a declaração de policiais do setor de desaparecidos da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), não há casos de garotos desaparecidos, ou que ainda não retornaram para casa. Mas os policiais não descartam a hipótese de que o pedreiro tenha cometido outros crimes semelhantes. A identificação de novas vítimas é difícil, pelas próprias características do crime. “O estupro por si próprio é complicado porque em muitos casos a vítima resiste em registrar queixa. Em relação a meninos, é pior ainda. “Pode ser que com a prisão dele, alguma vítima o reconheça e procure a polícia”, observou o delegado. Policiais da DHPP lembraram que outro rapaz com tara por garotos foi preso recentemente. Trata-se de Wanderson Costa da Silva, de 24 anos, acusado de violentar sexualmente um menino de 13 anos na semana passada no Bairro Alvorada. Outros dois meninos, vítimas de tentativas ocorridas dias antes, o reconheceram. Conforme o relato de policiais da DHPP, o que distingue a forma de agir de Edson para Wanderson é o fato deste não ter matado sua vítima. “O que há em comum é que ambos violentaram sexualmente as suas vítimas”, explicou um policial plantonista. INVESTIGAÇÕES CONCLUSAS - O delegado Márcio Pieroni, responsável pelo inquérito da morte de Kaytto, deverá concluir os trabalhos no início da próxima semana. O delegado tem a confissão do autor, o reconhecimento de testemunhas que viram o pedreiro levá-lo na garupa da motocicleta e do irmão de Edson. O delegado deverá ouvir nos próximos dias o pai de Kaytto, o contador Jorgemar Luiz Pinto.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:25 Links para esta postagem
0
Dourados recebe pr. Cirilo e Santa Geração, sábado


Dourados recebe neste sábado (9), pela primeira vez, o missionário Antonio Cirilo e Ministério Santa Geração, para show no ginásio municipal de esportes, a partir das 19h30.A expectativa é de que evangélicos de toda a região estejam presentes para o evento, aguardado há pelo menos quatro anos, segundo diz o pastor Marcos Vitor, presidente do Conped (Conselho de Pastores Evangélicos de Dourados) e coordenador do evento.“Esperamos receber os amigos e irmãos das mais diversas denominações de Dourados e região. O show do pastor Cirilo promete ser dos melhores do gênero. É um dos shows do segmento gospel mais solicitado em todo o Brasil”, explica o pastor Marcos Vitor.“Antônio Cirilo tornou-se uma referência no âmbito do louvor, adoração e pregação do evangelho. Suas canções revelam profunda intimidade com o Espírito Santo e têm sido uma valiosa ferramenta de libertação e curas, tanto físicas quanto emocionais e espirituais. São muitos testemunhos de pessoas que, através dessas canções alcançaram em Deus um renovo, um avivamento, uma inteligência do que seja estar na presença manifesta de Deus e no seu poder”, diz. O Ministério Santa Geração, através da pessoa de Antônio Cirilo, vem ao longo dos anos, contribuindo para o crescimento e edificação da família e do Corpo de Cristo, tanto no Brasil como em várias nações, com muita seriedade e baseado em um testemunho íntegro e real. Isto tem lhe rendido o reconhecimento de líderes em nível nacional e internacional, cuja agenda de compromissos se divide entre os incontáveis convites para o território brasileiro e os inúmeros compromissos no exterior. Suas turnês internacionais já alcançaram vários países da Europa, Japão, África do Sul, Estados Unidos da América, Canadá e Oriente Médio. Semanalmente, Antônio Cirilo apresenta o programa de televisão na TV Rede Super sempre com excelente audiência. Seu vasto repertório se divide entre baladas e rock com batidas atualizadas, agradando a todas as faixas etárias. Ao longo de sua carreira como músico, Antônio Cirilo soma o número de 16 CD´s, dois DVD´s e três DualDisc (estes os primeiros do cenário gospel brasileiro), além de participação em vários outros trabalhos. A música 'Poderoso Deus', que dá título ao quarto CD da Série Santa Geração, é a de maior destaque do Ministério. Além de ter se tornado verdadeiro hino entoado por todo o Brasil, independente de denominações e em vários idiomas ao redor do mundo, esse trabalho tem atingindo recordes para a gravadora.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:13 Links para esta postagem
0
Ministério Público vai investigar projeto de qualificação profissional voltado para evangélicos

O Ministério Público do Rio de Janeiro investigará denúncia da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa, encaminhada nesta segunda-feira (4), pedindo esclarecimentos sobre um projeto que prevê a utilização de recursos do governo federal para cursos de qualificação profissional voltado a fiéis e pastores de igrejas evangélicas.
O projeto ainda não foi apresentado ao governo federal, mas segundo a comissão - que teve acesso à proposta -, o programa de qualificação é gerido apenas por líderes de uma mesma religião e prevê o pagamento de bolsa-auxílio aos alunos, além de uma remuneração para as entidades que sublocarem suas sedes para as aulas.
De acordo com o promotor Marcos Kac, diretor da Coordenadoria de Direitos Humanos do Ministério Público, o dossiê com a denúncia será analisado. Caso as irregularidades sejam comprovadas, serão encaminhadas para o órgão competente dentro do MP e podem originar uma ação ou outras medidas administrativas.
O presidente da comissão de combate à intolerância, Ivanir dos Santos, afirma que mesmo antes da apresentação do projeto ao governo federal, é importante chamar atenção para o fato de a pluralidade religiosa não estar representada.
“Ali não tem católico, não tem luterano, não tem religiões de matriz africana, não tem nada. Tem quatro pastores evangélicos”, afirmou. “Estamos preocupados porque o projeto pretende captar recursos federais, portanto, um dinheiro do contribuinte, que não pode ser voltado para beneficiar apenas um segmento religioso.”
O principal gestor do projeto, o pastor SainCler Gomes da Silva, informa ter sido convidado para elaborar a proposta de qualificação pelo Sindicato das Empresas de Prestação de Serviços das Atividades Petrolíferas Interestaduais, que teve a idéia do projeto depois de pesquisar sobre a falta de mão-de-obra especializada na região metropolitana do Rio.
Segundo o pastor, o objetivo do sindicato é capacitar mais de 2 milhões de profissionais para trabalharem no Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), que está sendo instalado na região. O empreendimento deve entrar em operação em dois anos e vai gerar cerca de 200 mil empregos diretos e indiretos.
O pastor nega que tenha excluído religiões e informa ter convidado líderes de várias igrejas, além de entidades não-governamentais. No entanto, todos teriam “de forma discriminatória”, recusado a proposta. “Mandei cartas, divulguei na internet... Não recebi resposta de ninguém. A gente abre o espaço e por algum motivo as pessoas não entram. Só posso imaginar que seja discriminação”, argumentou.
Segundo SainCler, os interessados ainda podem participar da elaboração do projeto, que só será encaminhado ao governo federal em dois meses.
No próximo sábado (9), haverá a apresentação das linhas gerais dos cerca de 200 cursos que farão parte do projeto na Igreja Luz do Mundo, em São Gonçalo, região metropolitana. O pastor afirma que os interessados também podem comparecer.
As inscrições para a capacitação também serão feitas no local, mas somente por instituições com Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ). Cerca de 800 entidades já estão inscritas. "[Os cursos] são para entidades que já desenvolvem algum projeto social", esclarece o pastor.
A reportagem não localizou o presidente do Sindicato das Empresas de Prestação de Serviços das Atividades Petrolíferas Interestaduais.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:39 Links para esta postagem
0
Turquia: Seis crianças entre as vítimas de massacre em casamento


Ancara - Pelo menos 45 pessoas morreram, entre as quais seis crianças e dezasseis mulheres, e várias ficaram feridas, na sequência de um ataque armado durante a boda de um casamento, na localidade de Bilge, zona curda no sudoeste da Turquia
Ontem à noite, um grupo de homens armados invadiu a boda de um casamento e abriu fogo sobre os presentes fazendo 45 vítimas mortais, entre as quais seis crianças. Os homens, munidos de espingardas e granadas, dispararam sobre as cerca de 200 pessoas que se encontravam na festa, a partir da porta e das janelas.As autoridades já excluíram a hipótese do ataque estar ligado à rebelião curda do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), que luta contra o Governo nesta região da Turquia. Segundo o ministro do Interior turco, Besir Atalay, os primeiros dados da investigação apontam para um acto de violência ou vingança, entre duas famílias locais, não havendo qualquer indício de se tratar de um ataque terrorista. O ministro do Interior adiantou ainda que oito dos atacantes foram detidos pela polícia. O número de mortos pode ainda aumentar visto que existem feridos graves.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:25 Links para esta postagem
0
Ataque aéreo das forças norte-americanas no Afeganistão está a ser investigado, o Homem Destruindo o Homem


O Governo dos Estados Unidos afirmou ontem que lamenta «profundamente» as vítimas civis do bombardeamento aéreo dos americanos que integram as tropas da NATO sobre a província afegã de Farah. A acção militar visava um grupo de rebeldes taliban que se encontrava na província de Farah. «Os Estados Unidos lamentam profundamente qualquer dano ou perda de vidas inocentes entre os afegãos como consequência de operações nas quais suas forças estão envolvidas», disse o porta-voz adjunto do Departamento de Estado, Robert Wood.As autoridades afegãs ainda não determinaram o número de civis que morreram no bombardeamento mas a imprensa local e fontes policiais citadas por agências de notícias falam em mais de cem mortos. O Comité Internacional da Cruz Vermelha acusou os EUA ontem de matar "dezenas" de afegãos com ataques aéreos, incluindo mulheres e crianças.A investigação sobre o bombardeamento está a ser realizada por representantes dos ministérios do Interior e da Defesa, do parlamento, da presidência afegã e das forças internacionais, tendo o porta-voz das forças americanas no Afeganistão, Coronel Greg Julian, declarado à AFP que espera os resultados das investigações ao longo do dia.O ataque aconteceu no dia em que Barack Obama reuniu em Washington com os seus homólogos do Afeganistão Hamid Karzai e paquistanês, Asif Ali Zardari. Na agenda dos Chefes de Estado esteve, precisamente, a luta contra os rebeldes taliban
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:04 Links para esta postagem
0
Gripe suína: transmissão já acontece no Brasil- As Pragas


DA REDAÇÃO - O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, confirmou sexta-feira o primeiro caso de transmissão em solo brasileiro da gripe suína, o que faz com que o país seja o sétimo no mundo a registrar manifestação autóctone (transmitida dentro do próprio país) da doença. Agora, já são seis casos confirmados no Brasil, sendo que os dois novos anunciados sexta-feira são no Rio de Janeiro e em Santa Catarina. Um amigo do jovem brasileiro de 21 anos contaminado pela gripe suína em Cancún e que manteve contato com ele após chegar do México foi a primeira vítima a ter contraído a doença sem ter deixado o país.
O amigo do jovem manteve contato com ele no domingo, após assistirem à final do Campeonato Estadual de futebol do Rio. Apresentou sintomas na terça-feira e foi internado na quarta-feira. Permanece com febre, mas em quadro estável. De acordo com Temporão, nesses dois casos, 108 pessoas que tiveram contato com as vítimas da doença estão sendo monitoradas. Todas foram procuradas pela Vigilância Sanitária, orientadas a evitar aglomerações e são monitoradas por meio de telefonemas diários, podendo ser submetidas ao teste de secreções para detecção do vírus.
Em Santa Catarina, a vítima é uma menina de 7 anos que esteve de férias na Flórida, nos Estados Unidos. Ela estava internada desde segunda-feira no Hospital Infantil Joana de Gusmão, em Florianópolis. Segundo a Secretaria Estadual da Saúde, a paciente já teve alta, está sem sintomas e passa bem. O Brasil ainda aguarda, possivelmente para sábado, o resultado de seis exames realizados.
A confirmação dos casos no Brasil ativou o plano feito em conjunto pelo Ministério da Saúde e pelas secretarias Estadual e Municipal de Saúde do Rio. As ações são coordenadas do Centro de Operações de Emergência para Influenza A, que funciona no Centro Estadual de Administração de Desastres, localizado na sede da Defesa Civil e apresentado sexta-feira em entrevista coletiva pelo ministro da Saúde, José Gomes Temporão; o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral o prefeito carioca, Eduardo Pae;, o secretário Estadual de Saúde e Defesa Civil, Sérgio Côrtes e o secretário municipal de Saúde e Defesa Civil, Hans Dohmann.
As autoridades recomendam às pessoas que estão sendo monitoradas que permaneçam, voluntariamente, por 10 dias em casa, em ambiente arejado e com o uso de máscara. Caso as pessoas apresentem os sintomas da gripe, elas serão levadas a um dos quatro hospitais hospitais de referência no Rio. Há, no momento, 100 leitos disponíveis no estado. O transporte será feito por ambulâncias que estão de prontidão no Centro de Operações de Emergência, localizado na Praça da Bandeira.
– Sabemos que podem ocorrer falhas no sistema de monitoramento do país, mas a situação, por enquanto, é de tranquilidade. O vírus não está circulando no país - declarou Temporão.
No Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim foi criada uma unidade para acolhimento de passageiros de voos vindos de países com casos da influenza A. O espaço tem área de recepção e acolhimento com 100 assentos, local para entrevistas de passageiros suspeitos de estar com a doença, cinco quartos de observação e mais uma área de 24 assentos, para que pacientes de menor gravidade esperarem a transferência para um dos quatro hospitais de referência.
– Há uma orientação para que todas as tripulações dos voos descrevam os sintomas da gripe para que os passageiros que os apresentarem se identifiquem. O caso, então, é repassado à torre, que o relata à Anvisa. – explicou o diretor da Anvisa, José Agenor Álvares. – As pessoas que estavam sentadas próximas também são isoladas. O mesmo procedimento está sendo feito nos portos.
Durante a coletiva de sexta-feira, o governador Sérgio Cabral e o prefeito Eduardo Paes procuraram tranquilizar a população, ressaltarando a importância do trabalho que integra os governos federal, estadual e municipal para o combate à gripe.
– Saio daqui mais seguro, pela integração que foi feita pelos três níveis de governo. O trabalho não é restrito à capital, mas também aos municípios vizinhos e do interior - afirmou Cabral. – Integração e capacidade técnica nos dão segurança para enfrentar esta doença.
Já Eduardo Paes pediu à população que não altere o dia-a-dia.
– A rede municipal está preparada. Essa resposta imediata só foi possível pois nos preparamos desde a semana passada.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 20:57 Links para esta postagem
quinta-feira, 7 de maio de 2009
0
Pastores estão na "lista negra" de guerrilhas na Colômbia


Catorze pastores do Departamento de Vaupés (Colômbia) foram adicionados à lista-negra da maior guerrilha da região. Considerados "informantes do governo", a guerrilha proferiu uma sentença de morte contra os pastores.
Os ministros em questão vivem em cidades localizadas em "Vaupés Médio" ao longo dos rios "Caño Cuduyarí", "Caño Querarí" e "Caño Cubillú" que desembocam no Rio Vaupés. Em junho de 2008, foi dado o primeiro aviso, quando a guerrilha assassinou o pastor Emilio em Paturucuara, região do Cubillú.
Emilio foi acusado de levar alimentos para o Exército em seu pequeno barco. Alguns dias antes de sua morte, ele foi visto entregando carne para soldados, que haviam solicitado o alimento.
Depois do assassinato de Emilio, os guerrilheiros começaram a investigar pastores e líderes a fim de determinar se estes colaboravam com o Exército. Em janeiro passado, houve um rumor de que a guerrilha planejava assassinar todos os 14 pastores que trabalhavam ao longo do Rio Vaupés.
De acordo com um missionário que trabalha na região, e que pediu para ficar anônimo, "a investigação que a guerrilha diz ter feito é só uma desculpa, pois já se sabe que ela não concorda com o trabalho evangelístico que os pastores têm feito".
Ao longo dos últimos três anos, missionários colombianos operam na região, viajando de uma vila para outra a pé. Isso dirigiu a população local para Cristo e fortaleceu os pastores que vivem nessas regiões remotas.
Por causa das características geográficas da região, as notícias não chegam rápido às comunidades. Muitas coisas são transmitidas boca a boca por pessoas que viajam pelo rio ou a pé pela selva.
Líderes guerrilheiros relacionam o trabalho missionário com o governo central e também com os Estados Unidos. Eles acusam os ministros evangélicos de serem "informantes e colaboradores do Exército". No segundo semestre de 2008, o Exército aumentou sua presença na região, expulsando as guerrilhas da região do Cubillú.
Em setembro passado, um grupo rebelde da região expulsou os alunos do Instituto Bíblico da cidade de Pituna e fechou temporariamente a escola. Pituna fica a uma hora da capital de Vaupés, Mitú. Os alunos só voltaram às aulas quanto o Exército assumiu o controle da área.
José Aguilera, o atual diretor do Instituto Bíblico em Pituna, escreveu uma carta pedindo oração por sua segurança. Sempre que há grupos rebeldes na região, José tem de deixar sua esposa e sua casa para fugir.
Essa também é a realidade do pastor Alfonso, da comunidade de Santa Marta. Ele e sua esposa estudaram no Instituto Bíblico de Villavicencio. Em uma carta, Alfonso escreveu: "Não sabemos nem como suportaremos essa pressão. Não há um lugar seguro e devemos nos esconder sempre que as guerrilhas se aproximam".
A Colômbia não está na lista dos 50 países mais intolerantes ao cristianismo. Fonte: Missão Portas Abertas
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:52 Links para esta postagem
0
Crocodilos matam crianças em Angola

Segundo a Rádio Nacional de Angola, nove crianças foram atacas por crocodilos e morreram nas últimas semanas na província de Kwanza-Sul, ao sul de Angola. Os animais atacaram também diversas mulheres. As crianças, com idades entre 10 e 16 anos, do município de Amboim, morreram enquanto elas se aproximavam do Rio Keve para coletar água, informou uma autoridade local, segundo a rádio.
Segundo informações, os ataques ocorreram assim que a água do canal em Amboim cessou, induzindo os moradores a coletarem água do Keve, que estava infestado de crocodilos. Os animais são predadores que se escondem para atacar. Capazes de passar muito tempo ou imóveis ou flutuando na correnteza do rio, os crocodilos podem mostrar uma surpreendente velocidade ao atacar. Esses répteis podem atingir até 4 metros de comprimento.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 22:29 Links para esta postagem
0
Valdemiro Santiago, da Igreja Mundial, em seu programa tem superado TV Band segundo ibope

A pregação matinal do evangélico Valdemiro Santiago na Rede TV! começa a criar curiosa saia justa na Band. A igreja de Valdemiro, a Mundial, é “sócia” da Band. A igreja arrendou o canal 21 (UHF da Band) no ano passado, mas também compra horários na Rede TV! Em um desses horários, entre 7h e 7h30, pregando na concorrente, Valdemiro tem conseguido superar o “Primeiro Jornal”, da Band.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Biblia Online
Claro que a audiência nesse horário é minúscula, mas ainda chama a atenção o fato de que apóstolo Valdemiro - como é conhecido - obtenha mais ibope pregando do que o telejornal de sua “parceira”, exibido no mesmo horário.
Na semana passada Valdemiro obteve média de até 1,4 ponto. No dia 4 de maior, por exemplo, registrou 0,8 contra 0,6 da Band.
No mês de abril, tanto Band como pregador ficaram na casa do meio ponto de média, mas em maio os números apontam ligeira vantagem para o evangélico.
Como um todo, a nova programação matinal da Band ainda não mostrou resultado desde a estreia, em março. A média do programa de variedades “Dia Dia” rarissimamente passa de 1 ponto no ibope, e chega a perder para desenhos e animações da Cultura, deixando a emissora, não raramente, em último lugar em audiência.
Postado por Igreja Evangelica Jesus Cristo é o Senhor às 21:55 Links para esta postagem
quarta-feira, 6 de maio de 2009
0
Ex-atriz pornô hoje é pastora nos Estados Unidos


Pastora usava o nome de ‘Barbie Bridges’ no cinema pornô. Ela vinha negando qualquer ligação com indústria pornográfica.Visite: Gospel, Noticias Gospel, Videos Gospel, Biblia Online
Antes de virar pastora na cidade de Los Angeles, no estado da Califórnia (EUA), Melissa Scott foi estrela de filmes pornôs e posou nua para revistas masculinas com o nome de “Barbie Bridges”, segundo reportagem da edição norte-americana da revista “Marie Claire”.
Ela se casou em 1995 com o pastor Gene Scott, que construiu um império. Com a igreja, conforme a revista, ele arrecadava US$ 1 milhão por mês em doações e contava com uma fortuna que incluía dois ranchos, uma mansão em Pasadena e uma coleção de carros de luxo.
Gene, que era cerca de 40 anos mais velho, morreu há quatro anos por causa de complicações provocadas por um câncer de próstata. Com a morte do marido, Melissa acabou assumindo a “University Cathedral”, no centro de Los Angeles.
Mas, após seu primeiro sermão, alguém enviou cartões mostrando fotos de uma estrela pornô chamada “Barbie Bridges”, que era muito parecida com ela. No entanto a pastora Melissa Scott vinha negando qualquer semelhança com a atriz pornô.

Comentários (0)

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.