22/12/06 - 01h:54mDenunciar

ÀGBÓLA - Mata pasto

ÁGBÓLÁ



NOMES POPULARES



Mata-pasto, fedegoso, fedegoso-branco, mata-pasto-liso



NOME CIENTÍFICO



Senna obtusifolia (L) Irwin & Barneby., Fabaceae (Leguminosae)



SINONÍMIA



Cassia obtusifolia



ORIXÁS



Oiá e Egungun



ELEMENTOS



Fogo / feminino



Infestantes em áreas de lavoura, o mata-pasto tem sua origem, provavelmente, no continente americano, estando disperso nas regiões tropicais e sub-tropicais.



As folhas do àgbolá são utilizadas pelos adeptos dos candomblés jêje-nagos, nos rituais de iniciação, banhos purificatórios e sacudimentos.



No culto egungun, na Bahia, esta planta goza de grande prestígio, sendo considerada indispensável nos rituais dos ancestrais.



Na Nigéria e regiões vizinhas, este vegetal é utilizado na liturgia dos orixás, e conhecido pelos nomes de ako réré, òpá ikú e àsìmáwu (Verger 1995:718).



O mata-pasto liso (Senna obtusifolia L. Irwin & Barneby), é um arbusto de pequena estatura e pouca resistência, encontrado nas lagoas,

é uma planta daninha.



É uma leguminosa nativa do nordeste do Brasil, fenado, constitui-se numa alternativa de alimentação para a pecuária na estação seca.



Possui flores amarelas e legumes roliços, cuja casca é tida por medicinal.



É uma planta invasora das pastagens, de difícil controle, sendo normalmente retirada através do roçado.



fonte:



Livro "Ewe'Orisa - Uso liturgico e terapeutico dos vegetais nas casas de Candomble' Jeje-Nago".



Escrito pelo Olosaiyn José Flávio Pessoa de Barros e por Eduardo Napoleão.



Editado pela Betrand do Brasil, o livro aborda, entre outros aspectos, as substituições e adaptacoes feitas pelos escravos ao chegarem ao Brasil e nao encontrarem as ervas que utilizavam anteriormente.



José Flávio Pessoa de Barros é coordenador do Programa de Estudos e Pesquisas sobre Religiões - PROEPER/Uerj.



Antropólogo e pesquisador das religiões afro-brasileiras, especialmente o camdomblé.



Estuda os rituais, simbolismos, identidades e músicas sagradas dos terreiros.



A partir de sua Tese de doutoramento Bahia , FFLCH/USP, 1983

czeiger não permite ver os comentários desta foto.

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.