25/04/07 - 20h:08mDenunciar

Cólera

ao som de "viaduto" da Cólera...





Aí vai um pouco da história de um dos primeiros grupos de punk rock do Brasil...



Cólera foi formada em 1979, em São Paulo, pelos irmãos Redson (Edson Lopes Pozzi, guitarra e vocais) e Pierre (Carlos Lopes Pozzi, bateria) e o amigo Val (Valdemir Pinheiro, substituído depois por Josué Correia e mais tarde por Fabio Bossi, baixo). Participou da coletânea inaugural do movimento, “Grito Suburbano” (1982) e desde cedo se destacou pela postura pacifista, antimilitarista e ecológica. Duas coletâneas depois – “Sub” e “O Começo do Fim do Mundo” (ao vivo), ambas de 1983 – e chegariam ao seu primeiro LP, “Tente Mudar o Amanhã” (1985). Seu segundo LP, “Pela Paz em Todo o Mundo” (1986), tornou-se um clássico do punk rock nacional (com destaque para a faixa-título e “Medo”) e um recordista de vendas em se tratando de um produção independente: 85 mil cópias. Em 1987, o Cólera se tornou a primeira banda de punk rock do país a excursionar pela Europa, num circuito alternativo, só de punks. Em 1989, gravações desses shows viraram disco ao vivo (no mesmo ano, a banda também lançaria o LP “Verde, Não Devaste”). O Cólera seguiu na ativa nos anos 90, lançando os discos “Mundo Mecânico, Mundo Eletrônico” (1992) e “Caos Mental Geral” (1997). Em 2000, a banda ficaria em evidência uma vez que a Plebe Rude regravou “Medo” em seu disco ao vivo e os Inocentes, “Quanto Vale a Liberdade” em “O Barulho dos Inocentes”.





Cólera - Viaduto



O viaduto

Concreto sujo, concreto sujo

Os indigentes, o cheiro cru

Cruel é a estação

Da dor, de um homem que não tem irmão

Perdendo a base, o chão

Pintando o sol com carvão na mão

As praças são banheiros

Os carros vem e vão

Os cantos plenos chiqueiros

O cheiro cru do carvão

É a noite, palco aberto

Da tragédia e da solidão

De um homem, de um homem

De um homem que não tem irmão





Cólera

Comentários (4)

maritheusaeverde
1. maritheusaeverde 25/04/2007 - 20h24m

Pela Paz em Todo o Mundo!
sub!
ê tempo bom!

rednewvideomaker
2. rednewvideomaker 26/04/2007 - 14h12m

Oi Jusmith,
Ontem não tive tempo de ler a história que te deixou em questionamento
Universitários, futuros bons profissionais?
Só hoje li. O que posso falar sobre isso, é que universidades, faculdades, escolas, e escolas técnicas, não fazem profissionais com se fossem um tipo de produto pronto. O que as instituições fazem são indicar caminhos, e possibilitar habilitações para aqueles que correspondem suas exigências.

rednewvideomaker
3. rednewvideomaker 26/04/2007 - 14h19m

...Tais injustiças temos em muitos lugares, agora ter um consciência como vc tem e lutar contra isso já é um grande avanço. O que temos que fazer é fazer valer nossa formação.
A padrinhagem esta em quase todo lugar... O que interessa é fazer valer a formação, e se destacar quanto tal... e *****-se o resto. rsrsrs

rednewvideomaker
4. rednewvideomaker 26/04/2007 - 14h22m

Não generalize e nem se prenda em detalhes, o que interessa é a sua essência(conteúdo),o que vc tira disso como aprendizagem?
Depois é só fazer valer!!!
abraço amiga

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.