05/10/09 - 23:05Denunciar

.............

ao som de "I fought the law", da Clash...

A música está no repertório que eu e a amiga Renata estamos criando para a nossa banda punk rock...rs. Ela tocará guitarra e eu bateria ou contra-baixo. A banda ainda não tem nome e as integrantes precisam aprender a tocar os instrumentos (ah, talvez não importa não sabermos tocar, o que importa é a nossa atitude. Três acordes estão de bom tamanho para fazer música...rs). Mas já está tudo combinado: nenhum gatíssimo ficará parado em nossos shows. A diversão é garantida.

Na foto: meu querido Joe Strummer.


Harold Bloom

Cheguei ao limite de minhas capacidades intelectuais.
Percebo que poderei perdê-las a qualquer momento.
Além disso, perdi muita gente querida, amigos e parentes.
Eu, que tive uma atividade de reflexão, estudo e ensino, rodeado de pessoas que amava, me vejo cada vez mais solitário.
Quando vivemos uma crise assim, a sabedoria vai embora e perdemos o rumo de nossas reflexões.
Saí à procura de um tipo de sabedoria que me ajudasse a suportar a velhice e compreendê-la com serenidade.
Só encontro consolo quando recito baixinho, para mim mesmo, os poemas que sei de cor.
A repetição é uma forma arcáica de conhecimento, mas eficaz, quando se vive num momento de domínio da tecnologia e do consumismo.
É repetindo esses poemas que aprendo coisas importantes sobre mim próprio.

Comentários (0)

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.