.........

ao som de "heart and soul", da Joy Division...


Foto: não sei quem é o autor da obra, mas gostei da pintura.


"A esperança intensa é um estimulane da vida muito mais forte do que qualquer felicidade isolada que realmente se concretize. É preciso manter os sofredores em pé mediante a uma esperança que não possa ser contradita por nenhuma realidade - que não seja eliminada mediante uma realização: uma esperança no além (precisamente por causa dessa capacidade de entreter os infelizes, a esperança era considerada entre os gregos o mal dos males, o mal propriamente péfido: ela restou dentro da caixa de Pandora). Para que o amor seja possível, Deus tem de ser uma pessoa; para que os instintos inferiores possam ter voz, Deus tem de ser jovem. Para o fervor das mulheres é preciso colocar um belo santo em primeiro plano, para o dos homens, uma Maria. (...) O amor é o estado em que o homem mais vê as coisas como elas não são. Nele, a força ilusória se encontra em seu máximo, assim como a força dulcificante, transfiguradora. No amor, suporta-se mais do que o normal, tolera-se tudo. Tratou-se de inventar uma religião em que se possa amar: dessa maneira, se está acima do pior que a vida traz consigo. É o que basta acerca das três virtudes cristãs, a fé, o amor e a esperança: eu as chamo de as três espertezas cristãs."

trecho de um livro do Nietzsche que finalizei a leitura hoje.

Comentários (0)

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.