16/02/05 - 19h:14mDenunciar

Universidade tecnica cosmo(UNITEPC)

SANDRO ROGERIO, FALA SOBRE MEDICINA SEM VESTIBULAR.

Nesta entrevista, o jovem universitário SANDRO ROGERIO, do estado do maranhão, desmascara a propaganda contra os cursos universitários no exterior e prova que os diplomas podem ser válidos no Brasil, na forma da lei e com toda a cobertura do MEC. Certifique-se pelo fone 0800 616161, digito nº8, fale com a telefonista do Ministério da Educação e Cultura. É O GOVERNO BRASILEIRO FALANDO PESSOALMENTE COM VOCÊ SOBRE REVALIDAÇÃO DE DIPLOMAS. O resto é medo plantado de formas estratégicas para inibir o sonho de centenas de jovens que buscam a boa qualificação profissional no exterior. Ligue e confira .

Há uns dois anos atrás a juventude brasileira foi bombardeada com notícias bastante negativas sobre cursos universitários em países da América Latina.

Reportagens em horários nobres tentavam desautorizar a iniciativa de centenas de jovens que procuram formação acadêmica, fugindo do massacre psicológico e desumano do vestibular brasileiro. Basta verificar quantos milhões se arrecadam apenas a título de inscrição nesses vestibulares.

Nossa reportagem encontrou Sandro rogerio, natural de Grajau, que estuda na Bolívia ao lado de milhares de outros jovens de deversos partes do mundo e tem uma opinião sólida quanto a qualidade dos cursos e a legalidade do diploma de lá, aqui no Brasil.

CORREIO- Sandro, tudo aquilo que se declara contra os cursos de medicina, odontologia, engenharia, enfermagem, fisioterapia, e tantos outros em países latinos como a Bolívia, tem fundo de verdade?

RESPOSTA - Olha, "muito diferente do que as pessoas pensam aí no Brasil", o diploma da Bolívia tem valor sim! Você só precisa aprender a fazer valer.

CORREIO - Como assim, aprender a fazer valer! Você fala de leis brasileiras que garantem a validade desses diplomas?

RESPOSTA - É isso mesmo. Eu costumo dizer às pessoas que nós precisamos aprender a fazer valer nossos direitos. E, para tanto, a primeira coisa é conhecer as leis do Brasil. Neste caso dos diplomas estrangeiros a solução é muito simples. Basta fazer uma ligação telefônica gratuita. O MEC lhe ensinará pelo fone 0800-616161, digito nº 8 e falar com a telefonista de plantão.

O MEC (Ministério da Educação do nosso Brasil) ensinará não só ao estudante recém-formado na Bolívia como a qualquer outro de qualquer parte do mundo, visto que o trâmite para revalidação do diploma é o mesmo.

CORREIO - sandro, qual deve ser o primeiro passo quando se pensa em estudar fora do país?

RESPOSTA - Para estudar em uma universidade, mesmo que seja dentro do Brasil, primeiro você deve se certificar se ela é reconhecida pelo órgão competente do seu país. No caso do Brasil é o MEC, no caso da Bolívia é o CEUB. Quando você realiza um curso superior no exterior para revalidar o diploma no seu país de origem, terá que seguir os mesmos trâmites legais, observando, é claro, o que foi dito acima.

CORREIO - Explique como é feito o RECONHECIMENTO DO DIPLOMA EXTRANGEIRO ?.

RESPOSTA - Para os profissionais e/ou recém formados em qualquer país do mundo (que tenham relações diplomáticas com o Brasil) que queiram exercer sua profissão no Brasil, terão que revalidar o seu diploma estrangeiro, seguindo os seguintes passos.

1º Passo - Enviar toda a sua documentação pessoal e o histórico universitário para qualquer universidade federal do Brasil, que contenha o curso feito por você no exterior.

2º Passo - A universidade federal vai primeiro verificar se a universidade onde você se formou é reconhecida pelo órgão competente daquele país. Só assim dará início a revalidação do seu diploma, que durará em média 03 meses.

3º Passo - Em alguns casos a universidade pedirá uma complementação de matéria ou uma prova de equivalência, nada muito complicado.

CORREIO - Sandro, você fala com uma convicção enorme. É porque você e seus amigos conseguiram o sonho de fazer Medicina em outras faculdades nobres na Bolívia ou porque o assunto não tem muito tabu?

RESPOSTA - Vocês não precisam acreditar só porque eu estou dizendo.Caso queira se certificar da veracidade dessas informações, basta ligar para 0800 -616161. Você estará falando com o Ministério da Educação em Brasília. É o governo brasileiro confirmando tudo o que eu acabei de dizer. O resto é medo plantado, de forma estratégica, por gente que tira proveito da humilhação que o jovem brasileiro passa quando se submete a anos a fio em cursinhos pré-vestibulares e depois consome até parte do patrimônio da família para fazer uma faculdade de primeira linha. Eu citaria apenas um exemplo de faculdade séria na Bolívia, porque são muitas. Mas, qual seria a diferença de seriedade entre uma universidade católica no Brasil, na Bolívia, na Itália ou em qualquer canto do mundo?

CORREIO - Então quer dizer que o único segredo é, uma vez formado, procurar um órgão ligado ao MEC (qualquer universidade federal do Brasil) e fazer o processo de revalidação do diploma?

RESPOSTA - Volto a repetir para que ninguém tenha dúvida.Todos os profissionais que se formaram no exterior e que hoje exercem a sua profissão legalmente no Brasil (sejam brasileiros ou estrangeiro) todos tiveram que passar por esse caminho para revalidar o diploma. Isso é regra no mundo inteiro.

CORREIO - Será por isso que as pessoas perdem grandes oportunidades em suas vidas por falta de conhecimento e/ou informações?

RESPOSTA - Não é só por isso, existem, como já adiantei, empresários de vários setores, sejam eles proprietários de cursinhos Pré-vestibulares ou de Universidades particulares e outros que por medo de abrirem falência divulgam idéias falsas a respeito da qualidade, da validade e esquecem da essência natural de que quem faz a universidade é o aluno. E os acadêmicos de medicina da Bolívia, que têm objetivos traçados e certos, que estudam com seriedade, que veste a camisa de estudante de medicina serão tão bons profissionais quanto estudantes de Universidades de primeira linha do Brasil, Europa, Estados Unidos ou de qualquer parte do mundo que também levam a sério os estudos. Um exemplo prático e que todos podem comprovar aconteceu comigo no dia 08 de junho quando me submeti, somente para testar os meus conhecimentos de medicina, a uma prova de transferência para UNIVERSIDADE CATÓLICA DE BRASILIA. Existiam somente 04 vagas para 253 concorrentes de várias universidades do Brasil como do exterior, de países como Cuba, Espanha e outros, onde fui o primeiro colocado. Verifique na página www.ucb.br .

Olha, somos milhares de estudantes brasileiros em universidades do México, Argentina, Cuba, Costa Rica, Paraguai, Bolívia, Estados Unidos, Inglaterra, e outros. Se você está marcando passo, batendo cabeça cada ano com a barreira infernal do vestibular, procure se informar e seja um vencedor. Não perca a sua oportunidade de se formar e ser o grande profissional que sempre sonhou. Nós estamos preparados para assessorar você até a confirmação da sua matrícula, hospedagem e demais assuntos relativos a essa decisão.

Melhor ainda se pensarmos que os custos são acessíveis à maioria dos jovens brasileiros. Enquanto você paga em média 350 reais em um cursinho pré-vestibular, que não te dará a certeza de uma vaga à universidade, você poderá já estar cursando MEDICINA com uma mensalidade em torno de 95 dólares ou 270 reais. Agora mesmo, se você passar no vestibular em uma universidade particular do Brasil você estará pagando em média 1700 reais por mês. Sabe o que isso significa? É simples, com apenas 01 mês de mensalidades no Brasil você pagará 01 semestre na Bolívia.

CORREIO - Como pode ser feito o contato com você, já que não se trata de um intermediário isolado, mas de um estudante brasileiro que tem todos o macetes para essa fase tão importante?

RESPOSTA - É só ligar para nosso telefone 0021591 44581911 e fazer a reserva de vagas para próxima gestão.

CORREIO - Para encerrar esta reportagem qual a mensagem que poderia para passar às pessoas que tem interesse de ser um grande profissional?

O importante é que você tire todas as suas dúvidas, afaste todos os seus temores e alcance o sucesso. Enquanto muita gente ainda estará fazendo cursinho e vestibular pela quinta vez, você poderá estar cursando o último ano de medicina, por exemplo.

Comentários (0)

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.