Reprodução de papacapim.

Hoje, com o visível crescimento deste seguimento que é a criação de coleiros, em cativeiro, as técnicas de manejo foram sendo apuradas facilitando assim a convivência homem e pássaro e, não obstantes a isso, foram criadas, também, técnicas de reprodução em cativeiro, as quais ajudam na apuração genética de raças, em especial a de fibra.

O criador que pretende utilizar manejo de reprodução tem, caso desejar bons resultados, a obrigação de escolher boas matrizes, tanto machos como fêmeas. Os machos devem ser de temperamento calmo e não arisco, um bom timbre de voz, penugem impecável e postura corporal firme e boa fibra, quanto ao canto, ao contrario do que muitos pensam, isso se torna irrelevante haja vista que o canto (dialeto) não é um processo genético. A fêmea, por sua vez, deve ser mansa, mas demonstrar fibra em frente a outra da sua espécie, penugem da mesma forma que o macho inclusive a postura corporal.

Bem... Depois de adquirido o casal de coleiros, coisa que, devido a exigência do processo, não é muito fácil, é dado o inicio do manejo de reprodução propriamente dito da seguinte forma:

Acomodação das matrizes –

A fêmea deve ser colocada em uma gaiola criadeira com as seguintes especificações, 56Cx33Ax24L com passadores laterais, onde na mesma não pode faltar o grith (areia especial para pássaro) que age, na moela, como o suco gástrico e ajuda na melhor digestão do alimento ajudando o organismo a digerir os nutrientes necessários para o mesmo, a terra canga (adstringente) que alem de conter ferro serve como um bom desintoxicador do sangue, osso de siba para a reposição de cálcio que será utilizado para a formação da casca dos ovos, é importante saber que quando o organismo não encontra cálcio suficiente no organismo da fêmea o mesmo e retirado do músculo e, a depender da quantidade retirada a fêmea perde as forças musculares e com isso não consegue por o ovo correndo o risco de morrer com o ovo entalado, uma farinhada de boa qualidade, mistura de sementes para coleiro e água filtrada que deve ser trocada todos os dias pela manhã, um ninho de sisal para coleiros e alguns pedaços de raízes secas para que a fêmeas fique puxando e ninhando. A alimentação farta serve para que ela se sinta confiante quanto a isso e apronte com mais facilidade, pois não vai faltar alimento para a prole.

Quanto ao macho a gaiola pode ser do tamanho oficial contanto que tenha passadores laterais compatíveis com a gaiola da fêmea para facilitar o manejo na hora da cruza. Quanto ao restante segue-se ao tratamento dado a fêmea.



Preparando as matrizes –

Inicia-se o tratamento com a vermifugação dos pássaros (Machos e Fêmeas) dá um descanso de sete dias e volta a vermifugar, dá mais um descanso de sete dias e administra um coccidiostático para baixar possível alta na taxa de coccídeos que possa ter infectado o pássaro, pois não encontrar estes protozoários em pássaros de cativeiro é quase impossível, como é impossível, também, erradicá-los do plantel, por isso se torna necessário um tratamento preventivo. Depois de todo esse processo se dá um descanso de quinze dias e começa a administrar um medicamento fertilizador aos pássaros. Para a fêmea todos os dias até ela aprontar e para o macho três vezes na semana.

Data da temporada de reprodução –

A temporada para reprodução de coleiros vai do mês de setembro ao mês de março, mas tenho observado que no meu plantel tem fêmeas que reproduzem o ano todo sem nenhum problema, haja vista que são pássaros de tratamento diferenciado, onde tem alimentação farta todo o tempo e gozam de plena saúde devido ao manuseio correto que são submetidas, onde ate fazendo muda algumas, devido a suas peculiaridades, mantém o fogo, mas é de suma importância que nesse estado “muda” elas não cruzem, apenas descansem. Tendo em vista esta situação, passei a acreditar que um pássaro de cativeiro, em algumas situações, deve ser visto de forma diferenciada dos pássaros que vivem na natureza, pois é observado que os mesmos têm que lutar, todo o tempo de vida pela sua sobrevivência e isso os obriga a se valer do que a natureza lhes oferece.

Manejo básico para a cruza –

Ok! Foi feito todo o processo necessário para se chegar a esse nível então pega-se a gaiola da fêmea e coloca, em um local tranqüilo, junto, a gaiola do macho que deve estar bem fogoso, o que é de suma importância para o sucesso da empreitada, as gaiolas devem estar separadas com um protetor entre si para que os pássaros não se vejam apenas se ouçam e a partir daí passasse a observar o comportamento da fêmea que pode mudar a qualquer momento devido à mesma ficar ouvindo o canto do macho. Quando ela começar a puxar as palhas e entrar no ninho começando a marchear esta no momento de mostrar o macho para ela aos poucos e se, nesse processo, perceber que ela, quando ver o macho, se abaixa esta na hora de deixar o macho passar para a gaiola dela, mas caso ela não deixe ele cruzar, vai repetindo o processo até obter êxito.

Bem depois deste estagio vem a postura e choca que colocarei o procedimento em outro artigo, valeu?

Fiquem com Deus.

Por: Benino Marques dos Santos.
Proprietário do Criadouro Sopapacapim
Salvador Bahia.

Comentários (7)

boladaumwbl
1. boladaumwbl 15/08/10 17:07

ta add ae abrçss

vidapapa
2. vidapapa 1/11/10 22:26

gostaria de manter contato com o criadouro sopapacapim - Salvador - BA.

vidapapa
3. vidapapa 1/11/10 22:29

Tenho vontade de começar a criar papacapim e preciso de informações, matrizes e anilhas.
quero tudo legalizado.

fabinhoaves
4. fabinhoaves 13/03/11 2:20

Boa noite? sou criador autorizado pelo ibama, tenho de planteu de trinca-ferro, tenho intereçe de adiquirir matrizes de papa-capin, para reprodução.!fabinhosantana18@yahoo.com.br, caso tenha intereçe mantenha conatato,sou de Jequié-BA vou sempre a ssa"! Abraço

bobxx
5. bobxx 19/05/12 16:33

blz..
cara to afim de compra areia com grit.
qual é o melhor sabor para (papa capim)

gsc70
6. gsc70 14/06/12 13:44

gostaria de saber onde fica o criatório

bulupapacapim
7. bulupapacapim 27/09/12 7:43

Muiiiiiiiiiito bom artigo Benino parabéns, só uma ressalva invés de mover a gaiola da fêmea ate onde estar o macho, levar o macho ate onde estar a gaiola da fêmea!!!!!

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.