Kiko Loureiro

"Essa é a felicidade que quero e não a troco pela mediocridade da vida mansa. Aceito o cansaço, frustrações, solidão, ansiedade e qualquer que seja a forma do distanciamento do conforto, pois sei que tudo é necessário para o longo prazo da satisfação. Caso contrário, o que seria? Seria como se vendêssemos a própria alma para a calmaria da vida."

Texto na íntegra no Blog do Kiko:

Comentários (0)

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.