27/08/04 - 10h:58mDenunciar

ANGRA

"TEMPLE OF SHADOWS"



1. Deus le volt! – Curta introdução instrumental que lembra muito uma música sacra.



2. Spread Your Fire – Um típico e usual Metal Melódico, bem veloz e com vocais grandiosos. Destaque para a impressionante impostação vocal de Edu Falaschi e a bela voz lírica de Sabine Edelsbacher, do Edenbridge.



3. Angels And Demons – Música bem pesada e com um Riff muito marcante, com influências do Death, segundo os próprios integrantes do Angra.



4. Wainting Silence – Faixa Progressiva com um interessante solo de baixo seguido de um belo solo de guitarra.



5. Wishing Well – Típica balada melódica feita por Edu. Destaque para o clima bem diferente provocado pelo mandolim tocado por Kiko Loureiro. (Obs: Essa será a música de trabalho)



6. Temple Of Hate – Um Speed Metal Melódico bem usual e tipicamente europeu, com orquestrações e um refrão muito marcante. É considerada a música mais rápida que o Angra já fez. Destaque para a participação de Kai Hansen, do Gamma Ray.



7. The Shadow Hunter – Fantástica música Progressiva, com uma introdução influenciada por música flamenca, linhas vocais muito bem feitas e a presença de belos solos atmosféricos. Destaque para a percussão bem abrasileirada tocada por Douglas Las Casas.



8. No Pain For The Dead – Música bem melancólica, porém muito bonita. Fala sobre o funeral da família do Shadow Hunter. Também conta com a participação especial de Sabine Edelsbacher.



9. Wings of Destination – Speed Metal bem pesado com um compasso muito louco, meio que medieval. Destaque para a participação de Hansi Kürsch, do Blind Guardian.



10. Sprouts Of Time – Faixa com grande influência da MPB. Possui um refrão com um coro à lá Yes, composto e gravado por Rafael Bittencourt, e uma linha de piano tocada por Kiko Loureiro.



11. Morning Star – Música que fala sobre as reflexões de Shadow Hunter após ser cuidado por uma família muçulmana. Destaque para a participação da pianista Silvia Góes.



12. Late Redemption – Música que conta com a tão famosa participação especial do Milton Nascimento. Um típico MPB com influencias progressivas. O resultado ficou muito legal!



13. Gate XIII – Música orquestrada que remete a trechos de cada uma das músicas do CD, dando uma idéia de reflexão geral sobre o conceito do álbum numa breve recapitulação dos episódios.

Comentários (0)

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.