14/01/05 - 18h:04mDenunciar

Rafael Bittencourt e Kiko Loureiro na Guitar Player



Metal Universal



Com muita coragem, o Angra quebra as barreiras do metal melódico e explora elementos de vários estilos.



Com 13 anos de existência, o Angra é um dos maiores representantes do heavy metal nacional. Em relação às guitarras, nenhuma outra banda brasileira possui uma dupla tão talentosa e entrosada quanto a formada por Kiko Loureiro e Rafael Bittencourt. Mais do que isso, eles criaram um estilo verde-amarelo de tocar heavy metal, impressionando estrangeiros com seus riffs pesados e harmonias com toques brasileiros.

O Angra está chegando ao seu quinto álbum de estúdio. O conceitual Temple of Shadows conta a história de um guerreiro católico que participa das Cruzadas para libertar a Terra Santa. Em termos musicais, as faixas - em sua maioria compostas por Kiko, Rafael e Edu Falaschi – possuem aquela conotação épica característica do metal melódico. Mas a banda rompe com rótulos e emprega elementos do rock progressivo, do flamenco e da música brasileira. As composições são intrincadas, repletas de partes e climas distintos, e o álbum conta com participações que nunca imaginaríamos em um disco de heavy metal: Milton Nascimento solta sua voz inconfundível em Late Redemption e a pianista, compositora e arranjadora Silvia Goes mostra sua brasilidade em Sprouts of Time. As guitarras de Kiko e Rafael continuam arrasadoras como sempre, com altas doses de peso e técnica. Eles mostram também habilidade em violões de cordas de aço e náilon. Temple of Shadows traz o Angra ultrapassando barreiras e abrindo a mente de seus fãs.



Entrevista:



Como foi o processo de composição para este álbum conceitual?



Kiko Loureiro - As músicas foram compostas antes das letras e da história. Começamos a compor com o pensamento de arriscar. Tentamos incrementar a harmonia, inserir ritmos diferentes e utilizar formas que não respeitam o padrão tradicional de riff-verso-refrão-solo-verso-refrão do heavy metal. Este é o conceito do disco: composições abertas, com liberdade, sem que houvesse perda das características do Angra. Para relacionar músicas com climas diferentes, nada melhor do que ter um assunto em comum. Se cada faixa falasse sobre um assunto diferente, o álbum ficaria desconectado. O Rafael ficou encarregado de fazer as letras. Musicalmente, atingimos um nível que ainda não havíamos atingido com o Angra, e o Rafael foi obrigado a buscar um assunto à altura.



Rafael Bittencourt – Procuramos expandir ao máximo as idéias musicais. Existe uma mesmice no metal melódico e a idéia foi trazer novidades. Ouvindo as músicas prontas, percebi que havia muitos climas diferentes. Então eu precisava de um tema que ligasse as músicas entre si. O tema que escolhi foi religiosidade e criei um personagem. Cada situação diferente que o personagem vive acontece em função do clima das músicas.



Vocês são guitarristas muito habilidosos. O que um músico deve fazer para desenvolver uma boa técnica?



Rafael Bittencourt – Não gostamos apenas de técnica. Há muitos elementos musicais que guitarristas bitolados em técnica não observam. Eles não sabem que a parte estrutural da composição é muito importante. Vejo isso em pessoas que ficam tirando Malmsteen. Ele é um guitarrista completo, apesar de estar se repetindo de uns anos para cá. As composições do início de sua carreira são muito bem estruturadas. Muitos estudantes de guitarra ficam tirando apenas os licks difíceis e não procuram entender a raiz do que Malmsteen faz. Dessa forma, as músicas desses guitarristas terão estrutura ruim, melodia ruim e não gerarão interesse em ninguém.



Vocês formam uma das duplas de guitarristas mais afiadas do metal. Como analisam o estilo um do outro?



Rafael Bittencourt – Nos conhecemos há 15 anos e sempre tivemos uma relação de complementar um ao outro. O Kiko se aprofundou no instrumento. Sua maior qualidade é a capacidade de traduzir a emoção que sente por meio da técnica. Ele é um profissional da guitarra de alto gabarito, que toca diversos estilos. Eu me dou melhor em composição, nos rumos da banda e nas letras. Na guitarra, toco o que preciso para a música. Me desenvolvi em função do Angra, não especificamente da guitarra. Sempre pensei no todo, em como fazer a banda evoluir.



Kiko Loureiro – Aprendi bastante com o Rafael. Nós sempre estudamos guitarra, mas cada um abordou o instrumento de uma forma diferente. Ele fez faculdade de música e eu fui estudar jazz. Fiquei ligado na técnica e ele no lado da composição e orquestração. Hoje, encontramos um ponto em comum, trocamos informações diferentes. Aprendi muito com ele em relação à estética da música, a mostrar as idéias com mais clareza. Quando me perguntam quais são minhas influências, lembro de vários guitarristas, mas, no fundo, a maior é o Rafael, pelos anos de convivência. Na banda, cada um acha seu jeito de tocar e não há competição, existe uma unidade muito grande.



Veja a matéria completa na ediçaõ nº 105 da Guitar Player.

Comentários (10)

daniele
1. daniele 14/01/05 18:08

Quem são os melhores guitarristas do Brasil????

metalworm
2. metalworm 14/01/05 18:23

Acabei di fazer um coments mas saiu na pagina anterior...quandu eu botei vc
nus favoritus - sim pq o Angra é d+ - daí surgiu essa nova pagina quandu
clikei nus favoritus.Depois da uma olhada pra eu num repetir tudu di
novu,senão vira discursu...hehehehehe.Abraçaum \../

pedromorrison
3. pedromorrison 14/01/05 19:18

pow véi muito massa essa entrevista, flws véi...
Lizard_King...

rockdeath9
4. rockdeath9 14/01/05 19:23

po ta loka a foto
comenta nu meu ai
se gosta adiciona^^
bjão

kikoloureiro
5. kikoloureiro 14/01/05 19:44

cara realmente eles tem um diferencial em relaçao à outros...
flw!!

luulu
6. luulu 14/01/05 19:53

HuuHuuHUu
o flog ta massaa
angra humilhaa ;)
ta add
flwss
:***

renanzito
7. renanzito 14/01/05 20:58

I love Angraaaaaaaaaaaa
Fui no show q teva aki em ctba em 2004
Aquiles arrebento na batera
ole ole ole ola angra angra
"Vai como um rei voa na presa"
ja ta adicionado loko
té +
Metal mata a *****

laiza2004
8. laiza2004 14/01/05 21:50

*bjo*___*bjo*__*bjo*____*bjo*_*bjo*_____*bjo*_*bjo*
*bjo*__*bjo*___*bjo*__*bjo*___*bjo*___*bjo*___*bjo*
*bjo*_*bjo*____*bjo*__*bjo*___________*bjo*______
*bjo*bjo*______*bjo*______*bjo*bjo*_______*bjo*bjo*
*bjo*_*bjo*____*bjo*__________*bjo*___________*bjo*
*bjo*__*bjo*___*bjo*_*bjo*_____*bjo*_*bjo*_____*bjo*
*bjo*___*bjo*__*bjo*__*bjo*_*bjo*_______*bjo*_*bjo*
.
Oi, realmente o Angra é bem legal fuissssssss

makebelieve
9. makebelieve 14/01/05 22:35

essa é a edição atual da revista?
flws

metalworm
10. metalworm 14/01/05 23:30

Pô,nem akreditu ki to nos favoritus,e eu nem tinha pididu ainda.Dá uma
opiniaum no meu pra eu poder aprender um poucu.To tentandu fazer o mehor
possivel mas queru sempri melhorar...Abraçaum. \../

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.