06/03/06 - 11h:17mDenunciar

Kiko Loureiro em Hong Kong!



WORKSHOP ONLINE



BOA TÉCNICA - PRIMEIROS PASSOS - II PARTE



Vamos continuar a falar de técnica básica, dando continuação à coluna anterior.



Depois de fazer o exercício de palhetada alternada em uma corda só, obviamente o próximo caminho é passear pelas outras cordas.



Faça os movimentos alternados combinando uma, duas,três e quatro palhetadas por corda. Partindo da sexta corda até a primeira e retornando com uma nota por corda, depois com duas e assim sucessivamente. Isso vai preparar o condicionamento da mão direita para situações da arpegios no caso de uma palhetada por corda, situações de pentatônica no caso de duas palhetadas por corda, escalas diatônicas com três notas por corda e cromatismo com quatro notas por corda. Não que obrigatoriamente, você deva respeitar esta fórnula, pois claro que podemos tocar pentatonica com três notas por corda, arpegios com duas etc., mas o mais habitual é esta relação citada.



Lembre-se de enquanto praticar estas combinações, lembrar das variantes que podemos aplicar. Abafar cada nota, altenar a dinâmica (forte-fraco), criar acentuações diversas, variar a divisão entre múltiplo de dois (colcheia e semi-colcheia) ou multiplo de três (tercina e sextina).



Depois destes exercícios é possível complica-los um pouco mais alternando a sequência das cordas. Ao invés de partir da sexta à primeira e retornar, experimente descer três cordas e voltar uma, e assim sucessivamente até a primeira corda. Depois retorne com a mesma sequência. Outro movimento possível é explorar os saltos de corda criando um padrão com as cordas como: sexta- quinta, sexta- quarta, sexta-terceira, sexta-segunda, sexta-primeira, e retornando; primeira-segunda, primeira-terceira, primeira-quarta, primeira-quinta, primeira-sexta. Esta sequência deve ser feita com uma, duas, três e quatro notas por corda.



Tenho certeza que passado todas estas possibilidades de exercícios, só a palhetada já estará mais "no lugar"e seus solos, como uma mágica, começarão a soar mais limpos...



Lembre-se sempre de comerçar de forma lenta, colocando o metronomo aproximadamente em 60-80 bpm (semi-colcheia).



Por mais que seja lento, acredite que a lentidão é que fará sua mão aprender o movimento certo e balancear a força para cada nota em cada corda. Procurar tocar rápido logo de primeira, ou forçar um velocidade que não existe ainda, só deixará seu som sujo, poluido, desigual e sem controle.



Um Grande abraço e até a próxima!



KIKO LOUREIRO

Comentários (3)

rockeirometallica
1. rockeirometallica 6/03/06 11:33

ta rox passa la nu meu pls

henriquesinistro
2. henriquesinistro 6/03/06 13:46

dia 10 de março
eu to lah
no circo voador
RJ
eu to lahhhhhhh
rsrs
fui

girlmetal84
3. girlmetal84 6/03/06 16:29

Rururu...esses exerc[icios eu sei d cor ;)
Huahuahuaa...só atormentam-me...é *****,mas dexa keto...flw !

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.