23/04/06 - 19h:29mDenunciar

Angra no Abril Pro Rock 2006



O sábado do Abril Pro Rock se notabilizou há vários anos como a noite dos "camisas pretas", por ser reservado às bandas de som mais pesado. Mas é provável que nem os freqüentadores mais assíduos do festival estivessem preparados para a surpresa que os aguardava nesse sábado, no palco principal armado no pavilhão do Centro de Convenções de Pernambuco.



Um dos motivos da platéia esvaziada pode ter sido o preço salgado do ingresso (R$40). Mas é mais provável que tenha algo a ver com a escalação das bandas. Enquanto algumas eram pouco conhecidas do público local – a exemplo da dobradinha Atrocity / Leave’s Eyes –, outras são figurinhas carimbadas no Recife, como o Forgotten Boys e, principalmente, o Angra, que, embora estivesse estreando no APR, é campeã em número de shows na cidade. O último rolou há seis meses, em outubro de 2005, no Clube Português.



Mas quem esperou até meia-noite e meia não se decepcionou com o show dos cabeludos paulistas. No melhor estilo metal melódico, os caras estão na estrada há mais de um ano com a turnê do último CD, Temples of Shadows, que já lhes valeu cerca de 200 apresentações no Brasil e exterior, incluindo Japão e vários países da Europa, América do Norte e América Latina.



Ontem, porém, nada de cansaço. Em uma hora e meia de show, eles desfiaram quase todo o repertório do Temples of Shadows – abrindo com Spread your fire e Angels and demons, e acrescentaram várias faixas do disco anterior, Rebirth, que marcou a volta do grupo depois do racha que deu origem ao Shaaman, banda formada por metade dos seus antigos integrantes.



Porém isso não impediu os guitarristas Rafael Bittencourt e Kiko Loureiro – fundadores do Angra – de desfiar alguns hits dos primeiros CDs, como Carry On e Evil Warning, ambos do primeiro disco da banda, Angels Cry, ou Carolina IV, do Holy Land. O momento mais "emocional" foi com Rebirth, faixa-título do CD, cantada em coro pela platéia depois que o vocalista Edu Falaschi agradeceu aos fãs de carteirinha do Angra – e no Recife há uma verdadeira legião deles – por terem "ajudado a banda a suportar as mudanças".



No final, o público foi ao delírio, premiado com uma cover de Flight of Icarus, da mega-banda inglesa Iron Maiden. "Quisemos prestar um tributo ao grupo, que criou o Power Metal", explicou Rafael, nos camarins, após expressar a satisfação do Angra em tocar pela primeira vez no APR. Coube a Rafael dar a notícia que os fãs tanto esperavam: a banda está em fase de composição das novas músicas, preparando-se para entrar em estúdio, e pretende lançar o novo CD em outubro ou novembro.

Comentários (1)

wastedyears
1. wastedyears 23/04/06 22:50

montagem legal...
os caras do angra são bons mesmo!

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.