15/03/05 - 11h:29mDenunciar

Diário - Kiko Loureiro



Aos amigos leitores, vou dar um pequeno resumo do que rolou nos workshops que fiz aqui pela Europa durante a Tour do Angra. A tour do Angra aqui na Europa começou no início de fevereiro. Todos da banda vieram juntos para chegar um dia antes do primeiro show em Milão. Tivemos uma escala na Suíça e já me separei da galera pois eu teria meu primeiro workshop numa cidade que se chama Trieste. De Zurich peguei um vôo para Veneza, e de lá, um dos professores da escola me buscaria de carro, para mais duas horas de viagem. A cidade de Trieste está perto da fronteira com a Eslovênia, que historicamente foi sempre um porto importante do Mar Mediterrâneo, dando assim a cidade um ar muito bonito e de construções bem antigas à beira-mar. Em todos este works que faço pela Europa estou sempre acompanhado pela minha empresária. Ela trabalha basicamente para conseguir estes works, e já trabalhou com músicos como George Lynch (Dokken), Bruce Kullick (Kiss), Dave Lombardo (Slayer), Jeniffer Batten (Michael Jackson) entre outros. Chegando na cidade de Trieste, eu tinha uma hora para deixar minha mala, tomar um banho e ir direto para a escola passar o som rapidamente e começar o workshop. Daí pode-se ter uma idéia que nem tudo são flores. A escola de Trieste em si é muito legal, tem 3 andares, estúdio super Hi-Tech, milhares da salas, etc. Já havia tocado lá uma vez e o proprietário gostou e me convidou de novo. Para quem já viu meu work no Brasil, basicamente é a mesma coisa, porém enfatizo mais a música brasileira. Afinal, um grande ponto de diferencial que passam por estas escolas e também porque existe muito interesse da parte dos alunos em ouvir e aprender algo do nosso país. Fiz ainda uma participação no show de uma das mais famosas cantoras da Eslovênia, algo tipo Evanescence. Daí me convidaram para gravar um solo numa faixa. Lá fui eu, as duas da manha gravar o tal solo... E só depois finalmente dormir (!!!), para acordar as sete da manhã e encontrar a banda para nosso primeiro show na Europa. O próximo work foi na maior escola da França. Fica em Nancy, e chama-se M.A.I. Acho que foi a quinta vez que toquei por lá, já me sinto em casa e bem amigo dos donos. Por ali já passaram outros grandes guitarristas contamporâneos como Scott Henderson, Paul Gilbert, Satriani etc. Responsa total! Estávamos todos em Strasburgo, e dali, a galera foi para a Espanha no tourbus e eu de carro para Nancy. Era o nosso esperado dia de descanso, a banda ficaria em Barcelona na praia e eu em Nancy tocando guitarra (o que para mim é um descanso...). O workshop em si foi bem legal no mesmo estilo do anterior, com a diferença que na França eu me arrisco em fazê-lo em francês. Neste dia ainda, tive a oportunidade de gravar uns licks e exercícios que estarão na "Guitare", pois o dono do M.A.I. que faz a Produc Supervis. Depois do work, autógrafos e jantar com o dono, fui com a galera para um bar ver uma banda de blues. A banda não era muito legal, mas valeu mesmo pela aula de francês, pois conversar no meio do barulho com uns franceses já meio passados pela cerveja foi algo um pouco difícil. No dia seguinte, as seis da manhã e no meio da nevasca, peguei um trem e um avião com a galera para o show. Quando a banda voltou para a França, depois da Espanha, no outro dia livre que teríamos, fui para uma escola em Bordeaux, leste da França. Umas escola grande, mas que estava fazendo um dos seus primeiros workshops internacionais. A escola é mais especializada em Jazz, por isso vários professores foram assistir o work. Foi um pouco mais difícil fazê-lo num lugar como este, pois existem menos fãs do Angra e mais músicos de gostos bem diversos. Depois a turnê do Angra seguiu com vários shows importantes como o de Paris e o primeiro em Londres, onde fui convidado para fazer outro work no "Musician Institute", renomada escola. Ali foi ainda mais difícil, pois deu para sentir um pouco o peso de estar na terra de Jimmy Page, Jeff Beck, Ritchie Blackmore, Mackglaughlin, Allan Holdsworth entre tantos outros... A saída sempre mostrar a vis bem eclética que nós músicos brasileiros temos! Depois fui para o hotel dormir, antes de pegar o avião com a banda para a Grécia. Na Grécia fui diretamente para a cidade de Kavala, uma cidade pequena e muito bonita enquanto a banda ficou em Atenas. Depois das três horas da Inglaterra e do vôo para Atenas de avião parti para Kavala e fui recebido pelo agora amigo Kosta. Grande guitarrista local, também dono de uma escola de música, e que organizou este workshop. Já que tinha chegado um dia antes, pude conhecer melhor a cidade, comer as comidas típicas, ir num bar para ouvir música grega e o famoso Bouzouki... Este instrumento de oito cordas (quatro duplas). Além do violão, todas as músicas e grupos sempre tem alguém tocando um bouzouki. Até eu me aventurei a tocar e depois vou enviar a foto. O workshop foi bem legal, apesar de ficar um pouco perdido, pois grego não tem como entender mesmo! Como o Kosta sabe bastante sobre guitarra, ele sempre traduzia as coisas... Depois do work, ainda fomos ver a banda do Kosta tocar num bar. No dia seguinte, mais uma viagem de 3 horas para Tessaloniki, para tocar com o Angra. Depois dos shows em Tessaloniki e Atenas, a banda voltou para o Brasil, e eu fui diretamente para Milão. Na noite de domingo, vendo na televisão do campeonato (Milan vz Internazionale) vi o Kaká marcar o gol da vitória! No dia seguinte, dia do work em Milão, fiz algumas atividades promocionais do CD "No Gravity" e tive reuniões na gravadora. Fui numa rádio rock e depois em um programa chamado Rock TV, onde toquei algumas músicas do meu CD. A noite fui ao teatro onde seria o work, que foi promovido pela maior loja de instrumentos da Itália, a Lucky Music. Foi tudo super bem organizado, estava lotado e a galera foi bem receptiva. Fiquei mais de duas horas tocando e falando... Muito legal! O último work na Itáia foi em Veneza, com meu inglês misturado com Italiano ridículo, que ainda sai misturado com espanhol e português... já viu... mas os caras acharam legal! O works foi dentro de um loja gigantesta, e por lá, já passaram os grandes Marty Friedman (ex-Megadeth) e Steve Morse (Deep Purple). Desta vez toquei quase o "No Gravity" inteiro e nada do Angra. Acho que foi a primeira vez que isso aconteceu. Depois, autógrafos, fotos, jantar e apenas duas horas de sono, pois o avião para Paris já me esperava! Meu último work na Europa, foi na Suíça, em Genebra. Antes, porém, tinha ficado dois dias em Paris para fazer algumas entrevistas de divulgação... A mais legal foi na Rádio France-Inter. Já havia estado lá com o Edu para fazer a promoção "Temple Of Shadows". É a principal rádio da França, atingindo todo o país, mas o programa se passa as duas da manhã... A idéia era dar a entrevista e tocar ao vivo (com o playback). Comigo foi o guitarrista mais famoso da França, Patrick Rondat. Ele toca com um mega artista de lá, chamado Jean Michael Jarre. Cada um tocou duas músicas e falamos bastante sobre nossas carreiras. Em Genebra tudo correu bem, apesar do frio e tirando que a galera estava meio calada, deixando o work um pouco mais difícil de conduzir. A noite fui dar uma canja com a galera do Adagio, banda francesa também produzida pelo Dennis Ward. Toquei "Imigrant Song" do Led Zeppelin com eles. Aliás o vocal da banda é um carioca, o Gus. Era tipo um festival pequeno onde as bandas principais eram o Adagio e o Anorexia Nervosa, banda Black Metal. Agora estou terminando o texto desta primeira parte. Estou de partida para o Japan Musician Institute e para a escola da ESP Guitars. Em breve conto a parte Asiática desta tour.



Abraços!



Kiko Loureiro

Comentários (9)

metalworm
1. metalworm 15/03/05 11:49

Fala parceiro,blz?
Rapaz,que ritmo acelerado do Kiko
nessa tour,parece um de seus solos
sem nunca chegar ao fim,tal a velocidade com que ele se desloca de um
lugar para o outro de forma incansável...ou será cansável?
Preparo físico e psicológico perde hein! Abraço! \../orm.

angelfobia
2. angelfobia 15/03/05 11:59

Voce põe uma parada desse tamanho falando de guitarra... ai voce me
desanima... hehe to brincando... agora deixa eu estalar meus dedos, colocar
meus óculos para leitura e..............

renanzito
3. renanzito 15/03/05 12:00

eeeeeeeeeeeeeee
eu li no site oficila as melhore bandas de 2004
1- Iron maiden
2- ANGRA
AuahiuAHiuHAUhaih
showwwwwwww
angra forever

rafadarkdeath
4. rafadarkdeath 15/03/05 12:09

eeeeehhhhhhhhhhh!!!
kiko!!!angra!!mto fods!!!jah te add!!!lllllllllllooooooooookkkkoooo!!!!
flwww!

rockplayer
5. rockplayer 15/03/05 12:10

Kiko alem de otimo guitarrista tem uma grande paciencia pra escrever isso
tudo. Passa la no meu depois to com umas novidades do angra so n deixe de
comentar

maidengirl
6. maidengirl 15/03/05 12:36

Q tragetória e tanto essa dele!
Vida de musico realmente cansa, mais no final tem a sua recompensa!
Kiko é o Cara!
Flw ae!

batutinha22
7. batutinha22 15/03/05 13:13

adorei seu flog e amo angra e essa fotu ai ta perfeita
bjinhus pra vc ta e quando quiser comenta la no meu ta fui

lamiss
8. lamiss 15/03/05 16:35

Nha, o Kiko eh demaisssssssss
Adoro ele...e eh o unico canhoto do Angra hauahuahau
x*********

angra05
9. angra05 15/03/05 16:57

daew blz cara
vlw pela moral
dps passa la, ja atualizei
flow

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.