29/03/05 - 20h:52mDenunciar

Entrevista com Kiko Loureiro no Portal Rock Online!



Com mais de 15 anos de carreira, o guitarrista Kiko Loureiro, acaba de lançar seu primeiro álbum solo, “No Gravity”. Abaixo, Kiko fala de sua primeira jornada musical: idéias, composição e gravações. Direto do Japão, em meio à turnê do Angra e diversos workshops, ele respondeu a essa entrevista exclusiva para o Rock Online.



Rock Online: Apesar de tocar guitarra desde os 11 anos e ter uma carreira brilhante na cena nacional e internacional, você só gravou seu álbum solo agora. É verdade que você havia lançado vídeo aulas, mas nunca um álbum solo. Por que ele só veio agora?



Kiko Loureiro: Sempre fui muito dedicado ao Angra e todas as atividades relacionadas à banda. Agora continua a mesma coisa, muito trabalho com o Angra, mas toda a experiência adquirida nestes anos me fez capaz de conseguir organizar uma produção como a do “No Gravity”, em meio aos trabalhos do Angra. No período que estava compondo os trabalhos para o CD “Temple of Shadows”, compus muitas idéias que eram mais instrumentais e mais “guitarrísticas”. Assim surgiu a idéia e energia para fazer algo que sempre foi um sonho.



RO: “No Gravity” expõe não só o seu virtuosismo na guitarra, como também demonstra seu domínio no violão, no baixo, nos teclados e na percussão. Como foi o processo de composição e gravação deste álbum?



KL: No segundo semestre de 2003 fiquei totalmente absorvido nas composições. Neste período surgiram as idéias para o “Temple of Shadows” e mais tantas outras. Mostrei para o Dennis Ward [produtor] e ele me incentivou a gravar o CD solo. Após o término das gravações do Angra organizei o estúdio e o contato com o baterista Mike Terrana. Fui para Alemanha ensaiar por alguns dias. A gravação do CD durou 23 dias... O Mike gravou tudo em um dia e meio. Depois eu fui gravando os instrumentos intercaladamente. O violão é um instrumento que adoro tocar, mas foi bem difícil... Por isso temos apenas duas faixas, pois é um instrumento completamente diverso da guitarra, vale lembrar. Os teclados já venho fazendo com o Angra nos últimos dois CD's, por isso estou mais habituado nas programações. O baixo é um instrumento que estudei por um período. Foi muito importante o Dennis me orientar [além de produtor, ele é baixista do Pink Cream 69] para não tocar baixo como um guitarrista...



RO: Tanto a mídia quanto os fãs tem reagido com muita empolgação e elogios a “No Gravity”. Você se sente orgulhoso? Qual a sua avaliação deste álbum?



KL: Tem sido bons os comentários. Porém estou fora do Brasil desde o lançamento, então não senti de perto a reação das pessoas. Aqui no Japão e Europa foi muito bom. No Brasil pelas entrevistas que fiz, pude perceber que a aceitação tem sido muito boa. A idéia era mostrar meu lado guitarrista um pouco mais, e mostrar meu gosto musical além do que se vê no Angra. De qualquer foram tenho muito a mostrar em trabalhos futuros...



RO: Você aproveitou esse álbum para falar de coisas e inserir elementos sonoros que não caberiam em músicas do Angra?



KL: Acho que pelo lado de guitarra, e de ter mais tempo e mais espaço para me expressar pelo instrumento, sim. A questão em si é a minha afinidade com a música instrumental. A música pura. A música que fala por ela mesma.



RO: Existe no álbum alguma faixa que seja preferida? Se positivo, qual e por quê?



KL: Essa questão é sempre muito difícil de responder porque sempre enxergamos o álbum como um todo. Posso citar a faixa “Beautifull Language” pelo fato dela ter surgido de uma vez só na madrugada que estava tocando já lá durante as gravações na Alemanha. É uma música que mostra o lado Kiko que gosta da música brasileira. Várias pessoas aqui gostaram desta música, o que me encoraja mais em fazer coisas deste gênero.



RO: Pelo que vimos em seu site, sua agenda está bem cheia. O Angra tem diversos shows agendados e você tem muitos workshops. Você planeja tocar as músicas de seu álbum solo nos shows do Angra e nesses workshops? Há a possibilidade de fazer shows somente com seu material solo?



KL: Nos shows do Angra não cabe, pois a banda já tem vários CD's para mostrar... e sempre tem alguém que quer ouvir essa ou aquela música antiga. Nos works estou tocando sim. É uma boa forma de divulgar o CD. Quanto aos shows com certeza tenho vontade de fazer, vai depender muito da agenda do Angra que já é bem complicada.



RO: Os fãs podem esperar outro álbum de Kiko Loureiro ou ainda é cedo para falar sobre isso?



KL: Com certeza é cedo. Álbum solo é algo que aparece naturalmente, numa vontade de mostrar composições que não se encaixaram no Angra. Vamos ver... A idéia agora é fazer shows até o final do ano e daí trabalhar num novo CD do Angra.



RO: Você tem uma coleção de instrumentos musicais, principalmente guitarras (é óbvio). Você pessoalmente cuida dos instrumentos?



KL: Sim. Além de ter o roadie que cuida das guitarras que levo na turnê, tem o Tagima obviamente que me dá uma manutenção quando necessário.



RO: Tem algum que tenha um significado especial para você?



KL: Sim todas as guitarras sempre tem uma história. Me acompanharam em gravações, turnês, ensaios, etc. Realmente, o instrumento bom, aquele que a gente não se desgruda, tem alma, e tem vida. Lidamos com ele todos os dias e temos sentimentos como se fosse uma pessoa. Às vezes estamos querendo distância, às vezes gostamos mais, quando trocamos de instrumentos vem um pouco o sentimento de traição. Papo de louco, talvez... Por isso a faixa com o título “La Force de L’âme”, a força [poder] da alma...



RO: O que você acha de ser considerado um dos melhores guitarristas do Mundo?



KL: É muito legal estar sendo eleito por revistas super importantes segundo e quarto melhor de 2004, ou ter o melhor solo, ou segundo melhor compositor... mas na real é só darmos uma voltinha aí pelo EMT e tocarmos com a galera para ver que temos muito que aprender ainda.



RO: Agora um pouco sobre o Angra... Como está a turnê e o retorno de “Temple of Shadows”?



KL: Fizemos uns 20 shows na Europa e depois 6 no Japão com a abertura do Nightwish. Agora estou em Tawain e depois vamos para Austrália pela primeira vez. O CD tem sido aclamado pelo público e pelas revistas como o melhor de 2004. Inclusive no Japão fomos eleitos melhor cd, melhor faixa, segunda melhor banda, depois do Iron Maiden. isso tudo nos deixa num clima muito bom, o que faz com que os shows saiam cada vez melhores. Aqui no Japão tivemos todos os shows esgotados, com super produção, etc, etc. Não dá para imaginar algo melhor. É realmente a recompensa de um trabalho muito dedicado nosso.



RO: Para finalizar, deixe uma mensagem para os fãs e leitores do nosso Portal...



KL: Obrigado pela força que tenho recebido pelo meu CD. Tenho visto bons resultados e a galera comentando super bem aqui do outro lado do mundo. Não vejo a hora de voltar e tocar para vocês e ouvir de perto as impressões deste meu trabalho. Enquanto isso comentários são sempre bem vindos no www.kikoloureiro.com.br. Grande abraço!!!

Comentários (9)

leissa
1. leissa 29/03/05 20:56

aEWWW kiko *****..=P seu flog tah show como sempre..bjus

emme86
2. emme86 29/03/05 21:30

putz ele é demais kiko é talentoso por demais adorei essa entrevista :***

kikoloureiro
3. kikoloureiro 29/03/05 21:31

delano!
fuderoso post...
tb o kiko eh fuderoso!
flw!!

triplox5
4. triplox5 29/03/05 21:49

Pow doido
Angra é o Bicho
Seu flog ta 10.
Falow

letsgohell
5. letsgohell 29/03/05 22:59

ele é demaisssssssssss..
bjocas

systemofadown
6. systemofadown 29/03/05 23:55

aê seu flog ta show...
qual a melhor banda?
SLIPKNOT OU SOAD??
passa la no mew flog e VOTE na melhor!!!!!!!:):):):):):)!!

metalworm
7. metalworm 30/03/05 9:39

Fala parceiro,bom dia véio!!
Demais essa entrevista,o Kiko é
um dos kras mais dedicados que eu
já vi,um incansável na busca por se aprimorar a cada dia!
Abraço metal!
\../orm.

serginho81
8. serginho81 30/03/05 11:41

mto massa...
eu fui no show q eles fizeram aqui em saoluis...
mto estilo
\,,,/

metalworm
9. metalworm 30/03/05 12:34

Valeu a força parceiro,é de fato um privilégio pra mim contar com a sua
presença frequente aqui,com
opiniões bem calçadas dentro de
um conhecimento que só vc tem!
Abraço de irmão! \../orm.

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.