20/07/04 - 00h:23mDenunciar

VIVAAAA DURVALLL!!!! LEIAMMMM!! :~~~~

O dia 17 de julho de 1994 entrou para a história porque nesta data a seleção brasileira de futebol conquistou o seu quarto título da Copa do Mundo. Por ironia do destino, dez anos depois, o mesmo dia 17 entra novamente para a história. O motivo? A épica apresentação do Asa de Águia no Estância Alto da Serra, na Grande São Paulo.



Apesar da chuva e do intenso frio, o Asa esquentou o corpo e o coração dos foliões com uma apresentação tecnicamente perfeita e sobretudo emocionante. Mostrando assim que Durval Lelys já conseguiu superar o maldito problema do refluxo, que tanto o atrapalhou no final do ano passado e principalmente no último Carnaval.



Durante as 4 horas da Trivela de São Paulo, Durval, Levi, Radi, Bajara e Ricardo Ferraro mesclaram com maestria os maiores hits da banda, como “O Rei da Rua”, “Leva Eu”, “Manivela”, “Prá Lá de Bragadá”, “Xô Satanás”, “Porto Seguro”, “Me Abraça, Me Beija”, “Dia dos Namorados”, “Salvador Dalino”, “Não Tem Lua”, “Com Amor”... com os seus grandes clássicos, como “Gabriela”, “Luar de Verão”, “Duas Medidas”, “Kriptonita”, “Dia Branco”, “Eu Quero é Mais”, “Sonho de Amor”, “Elo Perdido”, “Cadê Simone”, “Para Navegar”, “Me Liga” e “Qual É?”.



Menção mais que honrosa também para os inspirados solos de guitarra de Durval Lelys, especialmente em “A Lenda”, “O Lobo”, “Carrossel de Magia” e no pot-pourri “Bota Prá Ferver/ Cometa Mambembe/ Lua Menina”. Foi de Arrepiar!



Emocionados com a energia, força de vontade e maravilhosa performance do Rei da Rua, como nos melhores momentos do Asa de Águia no Eva, Cocobambu, Interasa, Me Abraça, Fortal, Carnatal, Rio Elétrico, Carnasampa... vários fãs chegaram até a chorar ao perceberem que Durvalino Meu Rei está praticamente recuperado, para desespero dos invejosos e maldosos de plantão, que nos últimos meses insistiam em dizer categoricamente que o Asa estava com os dias contados, pois o seu band leader teria que “pendurar os microfones” por causa do seu problema de saúde.



Feliz com a sua épica apresentação, quando faltava um pouco mais de 30 minutos para o fim da Trivela, o vocalista do Asa de Águia parou um pouco o show para agradecer o carinho dos seus fãs e o apoio dos seus médicos, que inclusive estavam presentes no Estância.



Emocionado, Durval Lelys afirmou que graças a Deus está bem novamente, mas que neste ano a banda diminuirá o ritmo de shows e eventos para que ele descanse um pouco mais e dessa forma possa cuidar com mais atenção de sua saúde, mas que brevemente o Asa de Águia voltará a sua rotina normal. Que esse dia chegue logo, pois quem é Rei nunca perde a coroa e a majestade

Comentários (0)

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.