28/08/07 - 16h:02mDenunciar

Eu & Minha irmã Margareth em 1965

Desenferrujar-se



Quantas e quantas vezes a melhor solução é sair do lugar, da posição que se ocupa, e ir ao encontro dos outros. Se não nos amam, vamos procurar amar e muita coisa vai mudar. Não esperar que sempre venham atrás da gente, que nos tratem bem.



Não se deixe enferrujar pela vida! Renove seu espírito! Redescubra novos ideais! Alimente outros objetivos! E a sua vida não se estagnará, mas terá nova dinâmica. Depende muito de você!



O fim de uma pessoa começa quando ela pensa que já chegou onde queria, que já realizou o que desejava, que já esgotou seus sonhos.



Quando não se aspira a mais nada, quando não se tem mais nenhum objetivo a alcançar ou algo a fazer, a vida realmente torna-se um peso, envolve-se de tédio e vai acabando com a pessoa em pouco tempo. É lamentável chegar ao fim da vida sem sequer saber por que se viveu.



Autor Anônimo





•.::'''::.•.::'''::.•.::'''::.•.::'''::.•.::'
''::.•.::'''::.•



Faça aqui sua inscrição para concorrer ao destaque TOP 10 - ESTOU SEM FOTO de Ana Dias







Meus Poemas Aqui











•.::'''::.•.::'''::.•.::'''::.•.::'''::.•.::'
''::.•.::'''::.•





Se eu pudesse desenferrujar, voltaria ao ano de 1965

Eh saudades!rs

Essa foi a foto trabalhada e postada por Jane, na tarde de sábado quando ela não quis revelar quem era a flogueira conhecida de todos nessa foto ... ainda criança.

rs

Sou eu ... Bebeth ... de cabelinho de carneirinho.

Cheia de saudades dos bons e doces da vida.

Obrigada Jane pela deliciosa surpresa!



Beijos e Queijos

Bebeth



bebeth não permite ver os comentários desta foto.

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.