24/05/06 - 13h:05mDenunciar

Foi um tempo que passou

E secou as minhas lágrimas invisíveis

Aprendi a chorar sorrindo

Sorrindo, sorrindo, sorrindo, sorrindo



Tempo,tempo,tempo,tempo

Preciso de tão pouco

Pra dizer tanto

Tempo,tempo,tempo, tempo



Foi uma onda que quebrou

E para o a mar arrastou

O que estava na escrito na areia

Mar,mar, mar, amar



O poeta está doente dos olhos

Por isso escreve para quebrar

O silêncio do seu silêncio

Sou chegada, sou partida

Estrada, estrada, estrada, estrada



Vida,vida, vida, vida

Se for curta ou se será cumprida

Não sei, apenas sei

Que valeu a pena por não ter medo

Vida,vida, vida, vida...







Andre Luis Aquino





Tudo tem seu tempo

e parece que o tempo .... secou!

O poeta está doente dos olhos e acredito,

também do coração!



Beijos ... eternos!



Bebeth




bebeth não permite ver os comentários desta foto.

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.