Blog

❝Biografia

por britney em 11/01/11


Britney Spears nasceu em 2 de dezembro de 1981, na cidade de Kentwood — Lousiana, nos Estados Unidos.

No dia em que saiu da maternidade, o tempo não era dos melhores e estava nevando bastante. Um pequeno floco de neve caiu em seu rosto, o que, de acordo com as superstições de Louisiana, significa que um dia este bebê seria muito bem sucedido em sua profissão.

E o destino se tornou real. A cantora, desde muito cedo, impressionou todos com o seu talento em interpretação, na música e principalmente na dança.

Aos 2 anos, Britney adorava ouvir rádio em casa e cantava o dia inteiro, o que chegava a irritar sua própria mãe, Lynne Spears, que a matriculou em escolas de Jazz e Ballet... Essas escolas levaram Britney a muitos concursos de dança, o que também despertou seu interesse em se aprofundar no canto.

Aos 5 anos, ela cantou pela primeira vez em público na formatura do jardim-de-infância. Sua desenvoltura fez com que os cidadãos de Louisiana reparassem no seu talento e a convidassem para se apresentar nos festivais locais. Britney não só aceitou como também permaneceu se apresentando em sua cidade por dois anos, até completar seus 7 anos.

No ano seguinte, já com 8 anos, Britney participou pela primeira vez das audições para o tão sonhado programa Mickey Mouse Club, mas ela infelizmente não passou de primeira. Os jurados alegaram que ela era muito jovem, mesmo com um grande talento.

Um dos produtores do programa, que ficou entusiasmado com o talento da pequena Britney, a apresentou para um agente de Nova Iorque, que teve um papel fundamental em seu desenvolvimento como artista.



Spears passou os três anos que seguintes estudando música na Professional Performing Arts School, uma conceituada escola profissional de música de Nova Iorque. Além disso, ela fez vários comerciais e peças de teatro Off-Broadway, como a peça Ruthless!, de 1991.

18 de agosto de 1992 foi uma data muito importante para Britney. Pela primeira vez, ela participou de um concurso nacional, o Star Search, e venceu a primeira etapa. Britney foi eliminada na semana seguinte, mas sua participação foi tão brilhante que abriu as portas novamente para as audições do programa do canal Disney, o Mickey Mouse Club. Desta vez, ela já estava mais crescida e passou sem dificuldades.

Na mesma época, entraram também muitas crianças destinadas a serem grandes estrelas, como os integrantes da extinta banda *Nsync - Justin Timberlake e JC Chasez, a cantora Christina Aguilera e a atriz do seriado Felicity, Keri Russel.

Com todos esses talentos, o programa deveria ter sido um sucesso por muitos anos, mas em apenas duas temporadas após a entrada Britney, o mesmo foi cancelado sem muitas explicações. Foram tempos muito difíceis e tristes para a cantora, pois o seu sonho havia sido perdido.

Já com 15 anos, a cantora voltou para Nova Iorque para dar início a sua carreira musical. Britney começou a fazer audições para bandas e a gravar demos, mas ela queria mesmo a carreira solo. Uma de suas gravações despertou o interesse da gravadora Jive Records, onde ela aproveitou uma audição para cantar uma versão “acapella” de uma música.

Apesar da gravadora estar insegura quanto a lançar uma nova menina para se tornar um sucesso do Pop, já que a moda na época eram as “Boybands”, eles a colocaram sob os olhos de Max Martin e do produtor de Whitney Houston, Eric Foster White. O resultado não poderia ser mais explosivo. Britney escolheu cantar o estilo Pop e, em conjunto com os seus produtores, gravou algumas músicas nesse estilo.

O primeiro single foi lançado no dia 11 de dezembro de 1998 e se chamava …baby one more time, estreando em primeiro lugar nas paradas do mundo inteiro! Quando sua própria música tocou pela primeira vez nas rádios, Britney estava na estrada e mal pode acreditar que havia realizado um de seus grandes sonhos naquele instante.

Algumas semanas mais tarde, no dia 12 de janeiro de 1999, seu primeiro álbum foi lançado. Também intitulado por …baby one more time e com 11 músicas, vendeu 125 mil cópias só na primeira semana, superando todas as expetativas. Este álbum, à semelhança do single, também chegou rapidamente ao primeiro lugar das paradas mundiais, fazendo de Britney a primeira artista feminina a ocupar ao mesmo tempo o primeiro lugar nos Tops de singles e albuns da Billboard. Nem Britney esperava tanto sucesso!

Uma das grandes provas de que Britney se tornou um fenômeno instantâneo foi o sucesso que ela fez na sua turnê de 1998, a Mall Tour (turnê por vários shoppings e centros comerciais dos EUA), que posteriormente se tornou a abertura dos shows da banda N’Sync. Durante os shows em shoppings, Britney entregava fitas com sua música de estréia e alguns brindes, sempre dando autógrafos.

No início de 1999, o sucesso de Britney foi aumentando de forma assustadora. Era cada vez mais evidente que a cantora mudaria o Mundo Pop para sempre. Em abril do mesmo ano, a cantora colocou seu jeito de menina inocente de lado e posou para a mais importante revista de música de todo o mundo, a revista Rolling Stone, com roupas muito provocantes. Britney usava um sutiã azul, uma espécia de bermuda de bolinhas pretas bem curta e ainda segurava um teletubbie e um telefone em suas mãos.



A Associação Americana da Família (AFA) considerou as fotos como uma “mistura perturbadora de inocência infantil e sexualidade adulta” e exigiu que a revista fosse retirada das bancas, o que causou uma enorme polêmica na época.

O segundo single chegou em 8 de maio de 1999. Uma bela balada chamada Sometimes foi muito bem recebida pelos fãs da cantora. Este single deu início a uma nova era, com uma massiva turnê pela América do Norte chamada Baby One More Time Tour.

A turnê havia acabado e era tempo de lançar mais um single. Desta vez, a escolha foi um remix da música (You Drive Me) Crazy chamado The Stop Remix. Lançado no dia 24 de agosto de 1999, este single mostra, mais uma vez, o poder de Britney ao arrebentar em todas as paradas.

O Europe Music Awards, a maior premiação de toda a Europa, se tornou um dos maiores acontecimentos para a Britney no ano. Com uma performance programada e quatro nomeações, Britney estava muito segura de si mesma, e com razão. A cantora ganhou os quatro prêmios que foi nomeada e ainda fez uma das mais empolgantes performances da noite, que é lembrada até hoje por sua grande produção. Os prêmios recebidos por Britney nesta noite foram de Melhor Artista Feminina, Artista Revelação do Ano, Melhor Artista Pop e Melhor Música para ...baby one more time.

No entanto, esta não foi a única premiação em que Britney reinou. No mesmo ano, ela ganhou mais de 18 prêmios ao redor do mundo, incluindo dois grandes prêmios da Billboard. Ela também foi nomeada para o Grammy Awards, na categoria de Artista Revelação do Ano (ganho por Christina Aguilera e que até hoje especialistas se perguntam por qual motivo). No Grammy Awards, ela fez mais uma de suas empolgantes performance em um medley de From The Bottom Of My Broken Heart e ...baby one more time. No Video Music Awards, Britney se apresentou pela primeira vez aos olhos de Madonna, cantando Baby One More Time juntamente com o grupo N’Sync, que cantaram a música Tearing Up My Heart.

O 4º single de seu álbum de estréia foi Born To Make You Happy, lançado apenas Europa em novembro de 1999. Para que todo o mundo tivesse mais um single da princesinha, ela lançou, em 21 de dezembro de 1999, From The Bottom Of My Broken Heart. Os dois singles lançados nesta altura tiveram um excelente resultado nas paradas mundiais.



No Natal de 1999, mais exatamente no dia 21 de dezembro de 1999, Britney lançou o primeiro DVD de sua carreira, intitulado por Time Out With Britney. Este DVD trouxe os videoclipes de (You Drive Me) Crazy (The Stop Remix), Sometimes e ...baby one more time, duas músicas ao vivo que Britney cantou no especial Disney Channel in Concert, um jogo de perguntas sobre a Britney que nos dão acesso a um vídeo especial, um álbum de fotografias, uma biografia e um vídeo de 16 minutos que mostra um making of.

Com os singles lançados, estava na hora de produzir mais uma turnê. Assim começou a Crazy 2k Tour, com pouquíssimas diferenças da turnê passada. Foi fundamental naquele momento para fazer com que o nome de Britney permanecesse em evidência e que permitiu que o crescente número de fãs pudesse ver sua artista preferida cantando e dançando, no estilo que mais adoravam.

Foi durante nessa turnê que a cantora gravou as músicas de seu segundo álbum, que mais tarde se chamou Oops!... I Did It Again.

Com tanta correria, Britney teve pouquíssimo tempo para gravar as mais de 12 faixas e acelerou todo o processo, que durou poucas semanas.

O primeiro single, lançado em 12 de abril de 2000, teve uma aceitação tão grande que abriu alas para um CD de maior sucesso ainda, colocando Britney no livro de recordes - o Guinness Book - com o recorde do álbum feminino que vendeu mais rápido 1.3 MILHÕES de cópias, só na primeira semana. O CD Oops!... I Did It Again foi lançado em 16 de maio de 2000. Mais uma vez, Britney estava no topo da parada de álbuns da Billboard.

Uma turnê para divulgação deste CD teve início em 12 de maio de 2000, com shows que duravam cerca de 90 minutos e que rodaram o mundo, chegando até ao Brasil (que foi um show que aconteceu após o término da turnê).

Todos os fãs da cantora saíam dos shows maravilhados, pois esta turnê incluía os maiores sucessos da cantora, músicas novas, danças empolgantes, várias trocas de figurino (quase 10 roupas) e ainda efeitos especiais de tirar o fôlego. A Oops I Did It Again Tour, como a própria amiga e ex-assistente de Britney disse, foi uma turnê realmente grande e extremamente mágica.



Ainda no decorrer desta turnê, foi lançado o single Lucky, que contava a história de uma menina que se sentia presa pela sua fama e que, embora tivesse muitas pessoas à sua volta, se sentia muito sozinha. Muitos dizem que esta era a forma como a cantora se sentia naquela altura, embora tenha desmentido em todas as entrevistas.

Stronger, terceiro single do álbum, foi lançado no dia 6 de novembro de 2000. No videoclipe desta música, Britney trabalhou com o renomado diretor Joseph Kahn, que mais tarde se revelou um dos diretores mais importantes na carreira de Britney, responsável pelos melhores efeitos especiais que cativaram milhares de fãs.

Se em 1999 Britney reinou nas premiações, 2000 não poderia ser diferente. Em uma das performances mais polêmicas de todas as edições do Video Music Awards, Britney subiu ao palco e fez um strip-tease ao vivo, ao som de medley com (I Can’t Get No) Satisfaction e Oops I Did It Again. O público foi ao delírio e a imprensa, no dia seguinte, espalhou para o mundo inteiro que a roupa que ela usava por baixo do smoking preto era totalmente transparante, protegida apenas por alguns brilhos estrategicamente posicionados. Britney desmentiu toda a história, mas o que prevaleceu até hoje foi a versão da imprensa, o que se tornou inesquecível para o mundo.

Com várias nomeações em diferentes premiações, Britney recebeu aproximadamente 10 prêmios e muitas homenagens em diversos países. Um dos prêmios mais importantes de sua carreira, foi o que recebeu durante o American Music Awards 2000 como Artista Revelação do Ano, que segundo Larry Rudolph, Britney se sentiu totalmente realizada com o prêmio e significou muito para ela.

No final de 2000, a turnê de Britney havia se encerrado, porém, ela recebeu um convite para fazer seu primeiro show no Brasil. Em janeiro de 2001, a cantora participou de um dos maiores festivais de música do mundo, o Rock In Rio. Em sua 3ª edição, o Rock In Rio foi realizado no Rio de janeiro com um público de fãs que ultrapassou a marca de 250.000 pessoas.

Ainda em janeiro, Britney apareceu ao lado de Aerosmith, Nsync, Mary J. Blige e Nelly para uma performance especial no intervalo do Superbowl 35, cantanto o clássico Walk This Way do Aerosmith. Mais um momento histórico na carreira da popstar.



Após um mês tão atarefado, Britney lançou o segundo DVD de sua carreira. No dia 13 de fevereiro de 2001 saiu Britney Spears: Live And More, e como seu primeiro DVD, este também se tornou um mega sucesso. Com cerca de 80 minutos, o DVD contém os videoclipes de Lucky, Oops!... I Did It Again e Stronger, os sketches e as atuações de Britney no Saturday Night Live, intituladas por Woodrow the Homeless Man, Britney Judges Dance Tryouts e Morning Latte, performances a vivo das músicas Oops!... I Did It Again live e Don't Let Me Be the Last to Know, o show de Britney no Havai (8 músicas), uma vídeo jukebox e uma galeria de fotos.

Sem descansar, Britney decidiu embarcar em um novo single romântico. No dia 5 de março de 2001, Britney lançou Don’t Let Me Be The Last To Know, uma música co-escrita por Shania Twain e acompanhada por um dos vídeos mais sexys, provocantes e controversos já feitos por Britney. Desta vez dirigido por Herb Ritts, o vídeo mostra Britney na praia Paradise Cove, em Malibu, apenas de biquíni e short jeans, enquanto abraça e beija um modelo vestindo apenas um bermudão de banho. Até aqui, embora controverso, nada de espantoso… só que o modelo com quem Britney andou agarrada era Brice Durand que, era comprometido e que, de acordo com alguns rumores, viu sua relação indo para o buraco devido aos ciúmes que Britney provocou em sua namorada. Como se não bastasse, Justin também ficou muito chateado com o clipe, e segundo a imprensa, foi motivo até de uma briga entre o casal.

Neste ano, Britney teve a idéia de escrever seu primeiro livro. Com a ajuda de sua mãe, ela escreveu o livro A Mother’s Gift que, além de ter sido muito bem aceito pelos fãs, em 2004 foi adaptado para cinema num filme chamado Brave New Girl.

O ano foi marcado principalmente pela transição de Britney — a inocente e sexy colegial — para uma nova e madura mulher.

Durante o ano, Britney ganhou muitos prêmios e recebeu diversas nomeações, sendo principalmente a rainha da noite no Video Music Awards 2001, ao fazer uma performance de I’m a Slave 4 U, o primeiro single de seu 3º álbum de inéditas.

Novavamente com uma performance polêmica, Britney encarou o papel de uma mulher selvagem e sexy ao no palco dentro de uma jaula, ao lado de um tigre e, com uma roupa bem curta, dançando muito sensualmente ao som de seu novo hit.

No meio de sua apresentação, Britney agarrou uma cobra e dançou com ela em volta de seu pescoço, andando com ela por todo o palco e até em cima da platéia. No dia seguinte, a imprensa não falou de outra coisa a não ser de Britney e sua sexy dança com a tal cobra.

Apesar de ter sido maravilhosa para os fãs.a performance chamou a atenção das organizações protetoras dos animais, quecondenaram tal atitude e ficaram extremamente preocupados com a saúde aquela cobra. Segundo o empresário de Britney, todas as precauções foram tomadas para assegurar que nenhum animal saísse ferido e tudo correu bem.

Apresentado no VMA como o carro-chefe de seu novo álbum, I’m a Slave 4 U trouxe um clipe pra lá de sexy. Lançado no dia 26 de setembro de 2001, o vídeo mostra Britney dançando muito sensualmente, lambendo e roçando em seus dançarinos com um figurino nada apropriado para crianças, o que fez com que muitos pais reprovassem a atitude da cantora e, principalmente, alguns fãs ficarem totalmente chocados com a mudança radical de sua imagem.

Onze dias antes do lançamento oficial do álbum Britney, foi dado o início da segunda turnê mundial de Britney Spears, a Dream Within a Dream Tour que, como a própria a descreve, é “um mundo, onde tudo (…) pode acontecer”. Esta turnê foi considerada por muitos fãs a melhor de Britney e, não há dúvidas que realmente deu um grande empurrão na carreira da cantora.

Com 12 trocas de figurino e uma tracklist repleta de sucessos, a turnê se dividiu em 2 partes, uma em 2001 e outra em 2002. Mas, independentemente desta divisão, a Dream Within a Dream Tour trouxe também inúmeros efeitos especiais, danças entusiasmantes e até CHUVA, o que foi uma receita para o sucesso.

Mas, Britney resolveu experimentar algo novo com esta turnê e assim fez. No dia 18 de novembro de 2001, ela levou sua Dream Within a Dream ao MGM Grand Garden Arena e transmitiu-a ao vivo para milhões de americanos através do canal HBO. Esta performance memorável se tornou mais tarde em um DVD com o nome de Britney Spears Live From Las Vegas, que foi um dos mais vendidos até hoje com seu nome. O show encanta sempre que é exibido e ainda hoje é usado em boates e lojas de diversos tipos.

No álbum Britney, lançado em 6 de novembro de 2001, no qual co-escreveu 5 das 13 músicas, a cantora trabalhou com grandes nomes como Riprock 'n' Alex G, Josh Schwartz, Brian Kierulf, Rodney Jerkins, The Neptunes e Dido, além de Max Martin, Rami e Justin Timberlake, que era seu namorado na época.



A álbum foi sem dúvida um importante item na mudança de imagem da cantora, além de também ter sido um sucesso nas paradas. Com músicas pessoais, eletrizantes e num estilo um pouco diferente dos dois albums anteriores, Britney obteve uma grande vitória que marcou a música Pop/Rock para sempre, ao colocar o terceiro álbum seguido no topo da parada da Billboard.

Nove meses depois de ter lançado um DVD e sete dias após lançar seu terceiro álbum, chega o terceiro e mais pequeno DVD de sua carreira. Embora seja pequeno (cerca de 30 minutos), este DVD fez um grande sucesso, assim como tudo aquilo em que Britney lança ou toca.

O DVD Britney: The Videos trouxe os videoclipes de Don't Let Me Be the Last to Know, I’m a Slave 4 U e I'm Not a Girl, Not Yet a Woman, a performance de I'm a Slave 4 U no Video Music Awards de 2001, o comercial de Britney para a Pepsi chamado Britney's Joy of Pepsi ,os bastidores da sessão fotográfica que Britney fez para a revista Vogue e a música Overprotected com trechos do filme protagonizado por Britney, Crossroads, o comercial do especial Britney Spears Live from Las Vegas e o making of do filme Crossroads.

Com o terceiro álbum e DVD de sucesso nas lojas, Britney é considerada cada vez mais um símbolo sexual e um ícone da moda. Neste momento, Britney aparece nas capas mais importantes das revistas de moda e, pela terceira vez em 3 anos, aparece na capa da Rolling Stone.

Mas a carreira musical da cantora continua e Britney lança o segundo single do seu terceiro álbum. Este single, lançando nos EUA, não foi o mesmo que no resto do mundo. Nos EUA foi lançado, no dia 26 de dezembro de 2001, I’m Not A Girl, Not Yet a Woman que revelava que, no meio de uma menina sensual e polêmica, existia uma Britney sentimental que já não era uma menina, mas que também ainda não era uma mulher.

Enquanto os americanos ouviam I’m Not A Girl, Not Yet A Woman, o resto do mundo estava ouvindo Overprotected, uma música eletrizante que transmitia a mensagem de que a cantora estava cansada de ser excessivamente protegida.

Com um álbum de sucesso nas lojas e um single novo, estava na hora de colocar à venda algo inovador. No dia 27 de dezembro de 2001 ficou disponível para compra no site Amazon.com o primeiro videogame de Britney.

Britney’s Dance Beat é um jogo de dança no qual a uma Britney 3D fala que está começando uma nova turnê e precisa de novos dançarinos. O jogador escolhe um personagem e começa fazendo as audições. Após passar por 3 audições, o jogador é chamado para participar de shows. Após dançar em 3 shows seguidos, a própria Britney desafia o jogador para uma competição. Na medida que se ultrapassa as várias fases de qualificação, são exibidos vídeos exclusivos do backstage da turnê Dream Within a Dream.



Como mencionamos acima, o especial feito por Britney em Las Vegas foi lançado em DVD no dia 12 de fevereiro de 2002. O DVD traz o show completo com 16 músicas (Oops!... I Did It Again, (You Drive Me) Crazy, Overprotected, Medley: Born to Make You Happy/Lucky/Sometimes, Boys, Stronger, I'm Not a Girl Not Yet a Woman, I Love Rock 'n' Roll, What's It's Like to Be Me, Lonely, Don't Let Me Be the Last to Know, Anticipating, I'm a Slave 4 U, ...Baby One More Time). Dependendo da versão do DVD, ele ainda traz os videoclipes das músicas I’m A Slave 4 u, I’m Not A Girl, Not Yet a Woman e Overprotected e o trailer americano do filme Crossroads.

No início de 2002, Britney estreou seu primeiro trabalho no cinema, com o filme Crossroads. Praticamente todos os fãs adoraram ver sua cantora predileta nas telonas, mas a crítica foi muito severa com Britney. As opiniões dividiram-se, mas os números falam por si.

O filme, que conta a história de três amigas que numa viagem reconhecem o valor de uma verdadeira amizade, teve um custo de doze milhões de dólares, mas teve um faturamento bruto de mais de sessenta milhões em todo o mundo. Quando o filme saiu dos EUA e chegou ao resto do mundo, I’m Not A Girl Not Yet a Woman foi lançado também nos outros países e Overprotected foi remixado, recebendo o nome de Overprotected Darkchild Remix.

Como Britney estava em promoção mundial divulgando o filme, a cantora teve que parar sua turnê, mas em pouco tempo retornou, dando início a Segunda Parte da Dream Within A Dream Tour. Com figurinos e músicas pouco diferentes, esta parte da turnê foi um tremendo sucesso. Por onde quer que passasse Britney com sua turnê, mais uma vez, levava os fãs à loucura com suas coreografias alucinantes e musicas eletrizantes. Foi nesta parte da turnê que Britney cantou várias canções em que ela mesma compôs durante as viagens em países e cidades diferentes.

Entusiasmada com o cinema, Britney resolveu voltar às telonas e resolveu aceitar o convite para participar do filme Austin Powers in Goldmember. Ela fez uma pequena participação no filme, logo no começo, cantando um trecho da música Boys que, depois de remixada, fez parte da trilha sonora do filme e, mais tarde, veio a ser um dos singles deste terceiro álbum.

Continuando com sua carreira musical, Britney lançou na Europa o single I Love Rock n’Roll, uma regravação do clássico de Joan Jett and the Blackhearts; nos EUA lançou a versão remixada, Boys Co-Ed Remix. O single de I Love Rock n’Roll foi considerado o melhor videoclipe de 2002 e Boys, embora não tenha conseguido grandes classificações no Brasil, no TRL Americano, um dos programas mais importantes de música nos EUA, fez um grande sucesso. Após algum tempo, os singles foram trocados e nos EUA foi lançado I Love Rock n’roll e no resto do mundo foi lançado Boys Co-ed Remix.

Já no final de um ano muito cansativo, Britney abriu um restaurante em Nova Iorque chamado Nyla. O logotipo do restaurante foi baseado na letra de Britney e a abertura foi frequentada por pessoas importantes, como Donald Trump. Apesar do sucesso, rapidamente apareceram problemas sérios e em poucos meses o negócio foi desfeito, sendo fechado sem muitas explicações.

Em alguns países, Britney ainda lançou mais um single. Anticipating, cujo clipe foi a performance do especial Live From Las Vegas, retirado do DVD Britney Spears Live From Las Vegas. Felizmente, o Brasil estava na lista de Britney e o clipe foi transmitido por um bom tempo por aqui.



No fim no ano, Britney ainda teve fôlego para lançar mais um DVD, que desta vez era um DVD + Livro chamado Stages, que mostra os 3 dias que a cantora passou no México, com cenas dos dois últimos shows da Dream Within a Dream Tour realizados no país e uma polêmica conferência de imprensa. O DVD inclui imagens dos bastidores, fotos, cenas dos shows, e muito mais.

Após o lançamento do DVD e a grande tristeza da cantora pelo fim de seu relacionamento de muitos anos com Justin Timberlake, ela anunciou que precisava de férias e resolveu se afastar por 6 meses, o que deixou os fãs muito preocupados e tristes. Britney pensou que a imprensa daria um tempo para ela, mas funcionou ao contrário. Todos gostariam de saber o que Britney Spears estava fazendo fora dos palcos, o que se tornou uma loucura na época.

Em 2003, Britney não aguentou ficar somente de férias e foi correndo para Londres para gravar o seu 4º álbum, muito antes do previsto, anunciando que seria lançado em setembro de 2003. Desde então, muitos boatos surgiram sobre o álbum e que, de acordo com uma investigação da MTV, era o álbum mais esperado do ano.

Ainda em 2003, a Pepsi lançou o comercial mais caro que Britney já participou. A cantora, que é a garota da Pepsi desde 2001, fez um comercial milionário ao lado de Beyoncé, Pink e Enrique Iglesias, cujo tema era baseado em Gladiadoras. As 3 cantoras eram as gladiadoras e o cantor era o Imperador. No comercial, as gladiadoras, em vez de lutarem entre si, largam suas armas no chão e olham umas para as outras. Pink grita “We Will… We Will Rock You” e as 3 começam cantando o sucesso We Will Rock You do grupo Queen. Depois começam atirando latinhas da Pepsi para os espectadores e o Imperador, no fim do comercial, cai na frente de um leão.

Enquanto o mundo esperava pelo 4º álbum de Britney, a cantora participou de uma performance no Video Music Awards 2003 ao lado de Madonna e Christina Aguilera.

Em uma homenagem aos 20 anos do VMA e a Madonna, que foi a primeira artista a se apresentar no VMA, foi a convidada para fazer uma performance de abertura da premiação.

As 3 artistas se juntaram e cantaram um medley de Like a Virgin e Hollywood, dois hits de Madonna. Tudo parecia normal. Britney surge dentro de um bolo de casamento usando um vestido de noiva cantando os primeiros versos de Like a Virgin. Depois aparece Christina Aguilera, também vestida de noiva, cantando o refrão. Depois, as duas dançam e param juntas no meio do palco, a audiência então bate palmas pensando que tinha acabado. Mas, começa uma marcha nupcial e Madonna surge no meio do bolo de onde a noiva de Britney entrou, só que vestida de noivo. O públicou começou notar que de fato esta não era uma performance normal. Madonna então começa a cantar Hollywood (seu mais recente single da época). As duas musas teen arrancam os vestidos e ficam com um pequeno corpete para se juntarem a Madonna cantando e dançando.



Quando as coisas acalmam, Madonna começa a tirar uma pequena liga da perna de Christina e se vira para a Britney e… o inesperado acontece… Madonna e Britney dão um beijo de língua e depois Madonna e Christina dão um selinho na boca. A audiência vai a loucura e Missy Elliot ainda entra para cantar sua música Work It. A performance acaba com as quatro cantando um verso de Hollywood de mãos dadas.

No dia seguinte, todos os jornais e revistas falavam do beijo do século entre Madonna e Britney, mas (quase) ninguém falava do beijo de Christina, o que deixou a cantora bastante irritada e fez com que declarasse em diversas revistas que Britney não era uma artista e sim uma simples performer.

Nos bastidores da premiação, Britney estava cantando a música que iria ser o primeiro single de seu novo álbum. Madonna gostou e disse “Eu gostei! Poderíamos gravar juntas”, e assim começou o dueto do ano.



Poucos dias após o VMA, Britney voltou a atacar os palcos, desta vez sozinha. Em um show realizado no NFL Kickoff Live 2003, Britney cantou e dançou pela primeira vez a canção Me Against The Music, além de seus antigos hits Baby One More Time e I'm a Slave 4 U em novas coreografias, acompanhadas de muitos efeitos especiais.

Após várias mudanças de data para o lançamento do CD, finalmente, no dia 18 de novembro de 2003, foi lançado o quarto álbum da cantora, intitulado por In The Zone.

Com músicas completamente diferentes do que o mundo estava habituado, mais uma vez Britney estreou um álbum no topo da parada da Billboard, colocando-a no restrito grupo de artistas femininas que conseguiram ter os 4 primeiros álbuns no topo da parada da Billboard.

Mas o novo álbum trazia mais do que se esperava. Quando todos pensavam que Britney já não podia fazer nada para nos surpreender, ela prova o contrário… Quando todo o mundo pensa que a Britney já não podia mudar mais, ela muda. Com ritmos eletrizantes e diferentes e letras muito sensuais, Britney aborda temas como masturbação e sexo, que chocou muitos fãs e a imprensa de uma forma geral.

Pela primeira vez, Britney lançou um single de estréia depois do CD já estar nas lojas. No dia 21 de novembro de 2003 (3 dias depois do CD sair) Me Against The Music foi lançado e o mundo parou. O dueto mais esperado desde 1999 finalmente tinha acontecido. Britney e Madonna, agora grandes amigas, realizaram o desejo do mundo nesta música, q trouxe um vídeo que quase acaba numa repetição do beijo mais polêmico dos últimos tempos.

Abusando de sua sexualidade, Britney fez os ensaios mais polêmicos de toda a sua carreira para as revistas FHM, Rolling Stone, GQ, Elle e W. Estava sendo revelada uma Britney mais sexy que em I’m A Slave 4 U que, mais madura que nunca, estava contando toda a verdade. A cantora que sempre disse ser virgem, agora assumia que não era virgem, que tinha perdido a virgindade com o seu antigo namorado, Justin Timberlake, no ano de 2000/2001.

Mas, apesar de todas estas revelações e fotos polêmicas, Britney terminou 2003 da melhor forma possível ao ganhar uma estrela na Calçada da Fama, que a tornou a cantora mais jovem a receber uma estrela na calçada mais famosa de Hollywood.

No final de 2003, Britney foi a anfitriã da primeira edição do TRL Awards, ao lado de Carson Daly. Nesta mesma premiação, ela conversou rapidamente por telefone com Christina Aguilera, onde as duas pareciam muito amigas. Britney também recebeu o prêmio de Melhor Artista Feminina no evento.

O ano de 2004 não poderia começar de uma forma mais turbulenta e inesperada. No dia 2 de janeiro de 2004, numa festa de continuação do Ano Novo, Britney aparentemente bebeu muito e acabou se casando com Jason Alexander, um amigo de infância da cantora, na Little White Wedding Chapel em Las Vegas. No casamento, Britney estava usando uns jeans e boné de baseball e, de acordo com alguns empregados do hotel onde Britney e Jason passaram algumas noites, durante o tempo em que o casal esteve hospedado, eles encomendaram várias garrafas de champanhe e morangos. Além disso, o casal não saiu do quarto. Com este casamento, Britney começou o ano como notícia em todo o mundo mas, 3 dias depois do casamento, a cantora estava de volta às primeiras páginas do jornais e revistas pois o casamento foi anulado após 55 horas. Este foi considerado um dos casamentos mais relâmpagos entre celebridades.



Algumas semanas depois, Britney lançou o segundo single de seu explosivo álbum, In The Zone. A música escolhida foi Toxic que, lançada no dia 13 de janeiro de 2004, surpreendeu todo o mundo. Mesmo se tratando de Britney, ninguém esperava um sucesso tão grande. Acompanhado por um dos melhores vídeos de toda sua carreira, a música estreou em todas as paradas do mundo e quebrou recordes por todos os lados. Dirigido por Joseph Kahn (o mesmo de Stronger), o vídeo mostra uma Britney espiã que se apresenta em várias personalidades diferentes e que vão desde uma comissária de bordo até uma Britney vestida apenas com diamantes, passando por uma catwoman ruiva e uma mulher fatal morena.

Após o casamento e o segundo single, em 2 de março, na cidade de San Diego, Britney iniciou mais uma turnê mundial, que em pouco tempo foi considerada uma das maiores de 2004. Totalmente diferente da Dream Within A Dream Tour, esta nova turnê, chamada de The Onyx Hotel Tour, era (como tudo o que a Britney faz) muito polêmica.

Com figurinos pra lá de sensuais e danças para lá de excitantes, a Onyx Hotel Tour foi organizada para percorrer todo o mundo. Esta turnê chocou e agradou a todos os fãs novamente. Enquanto os críticos e os pais dos fãs criticaram pesado a turnê, os fãs amaram.

Mas qual a razão deste choque? Muito simples. Além de Britney exibir figurinos sensuais e coreografias bastante desenvolvidas, ela nos mostra performances muito explícitas. Na performance de Touch Of My Hand, por exemplo, a cantora simula masturbação e na performance de Breathe On Me é simulada uma cena de sexo entre Britney e o dançarino Leo Moctezuma, que o beijou durante todos os show da turnê, com o palco se repleto de dançarinos usando apenas suas roupas íntimas.

Como na turnê anterior, Britney fez mais uma vez um show transmitido ao vivo para milhões de fãs, através de um especial feito pelo canal Showtime. Desta vez, a magia aconteceu em Miami e nos mostrou uma Britney de cabelo castanho. A atuação foi um sucesso e todos os que viram adoraram mas, ao contrário do que aconteceu com o Britney Spears Live From Las Vegas, este especial não virou DVD.



Antes do lançamento do novo single, Britney quis lançar mais um DVD e assim fez. No dia 6 de abril de 2004 foi lançado o DVD In The Zone que veio com um CD bônus no qual as músicas variam em cada país. O fantástico e bem sucedido DVD trouxe o In The Zone especial da ABC TV (inclui as performances ao vivo), entrevista exclusiva filmada em 2004, as performances de Me Against The Music e (I Got That) Boom Boom na MTV Spankin' New Music Week, os videoclipes de Me Against The Music (featuring Madonna) e de Toxic, o MTV Making The Vídeo de Toxic e uma galeria de fotos

Após o super sucesso de Toxic, Britney lança uma balada romântica. Everytime, lançado dia 12 de abril de 2004, imediatamente tocou os corações de todo o mundo e se tornou mais um sucesso imediato. Várias interpretações podem ser feitas da música que foi escrita por Britney. Muitos dizem que é uma resposta à música Cry Me a River de Justin Timberlake, mas Britney desmente. O vídeo, também recheado de polêmica, é muito misterioso e, ainda hoje muitos discutem o significado do vídeo. Reencarnação? Suicídio? Muitas são as hipóteses sobre o vídeo que apresenta como cenário principal a morte de Britney lado a lado com o nascimento de um bebê.



De volta a sua turnê, devido ao sucesso obtido por Britney no Rock In Rio 2001 a cantora é convidada novamente para participar no Rock In Rio 2005, realizado em Lisboa. A cantora encantou os 75 mil portugueses presentes na audiência, no entanto, as críticas foram muito pesadas.

Nesta altura, Britney já tinha arranjado um novo namorado mas, ninguém sabia de nada pois a cantora manteve sua vida particular longe das câmeras, ou pelo menos tentou.

O aparecimento dos rumores de que Britney estaria passando por uma depressão e que estaria abusando das drogas e do álcool coincidem com a passagem da Onyx Hotel Tour pela Holanda, país onde as drogas são liberadas. Claro que estes boatos foram desmentidos.

A cantora finalmente apresentou o dançarino Kevin Federline como sendo seu namorado e, como símbolo do seu amor, ambos fizeram uma tatuagem parecida em seus pulsos. Britney fez um par de dados cor-de-rosa no pulso esquerdo e Kevin optou por fazer um par de dados azul no pulso direito.

Em junho de 2004, Britney convidou o rapper Snoop Dog para participar de seu novo videoclipe, que se tornaria o quarto single do álbum, em uma versão remixada da música Outrageous. Com coreografias muito elaboradas e figurinos muito sensuais, o vídeo estava correndo muito bem mas, o destino foi fatal e não perdoou. Quando as gravações chegaram a particamente 80% concluídas, Britney teve uma queda e machucou o joelho de uma forma que ninguém esperava ser tão grave.

Após observação médica chegou-se à conclusão de que a lesão era grave. Com uma lesão na cartilagem do joelho esquerdo, Britney teve de ser operada e interrompeu as gravações de seu quarto single, assim como a sua turnê Onyx Hotel. Como se isso não fosse suficiente, a musa teve de ficar cerca de oito meses de repouso. Era definitivamente o início do inferno astral de Britney.

Mesmo com apenas três singles lançados e a turnê de divulgação cancelada, o CD In The Zone foi um sucesso e ultrapassou as vendas de muitos CDs que foram lançados na mesma época e que tiveram uma divulgação sem maiores problemas como a de Britney.

Durante o tempo de repouso Britney, ficou noiva de seu namorado Kevin Federline. De acordo com a cantora e o dançarino, a primeira pessoa a fazer o pedido foi Britney, mas Kevin recusou, dizendo que deve ser o homem a se declarar. Cinco minutos após o pedido de Britney, o rapaz pediu a cantora em casamento.

Com um anel de noivado invejado por qualquer mulher, Britney estava preocupada em lançar algum CD para seus fãs terem alguma novidade durante o tempo em que iria descansar. Com esta preocupação em mente, a JIVE Records anunciou que iria lançar um CD de grandes sucessos da Britney.

Com todos estes acontecimentos em torno de Britney, o videoclipe Everytime virou a música mais tocada do momento em quase todo o mundo.

Durante o seu tempo de repouso para recuperação, a cantora morou por um tempo com o noivo em um hotel e, farta do assédio constante dos paparazzis, fez poses muito quentes para os fotógrafos de plantão, beijando e apalpando as partes íntimas de Kevin.

Britney chegou a ser chamada de Princesa Diana do século XXI, devido à sua vida ter sido tão remexida no ano de 2004.



No dia 16 de setembro de 2004 estreou na televisão o primeiro single do CD de Greatest Hits da Britney. A música chamava-se My Prerogative e era um cover do clássico de Bobby Brown. De acordo com Bobby, a música foi vendida a Britney pois ele estava precisando de dinheiro. No vídeo desta música, Kevin Federline e Britney simulam o casamento mas, Britney está vestida de preto. Quando os dois trocam as alianças e se beijam a cena muda imediatamente para uma cena de dança em um boate. Também no vídeo, desta vez em preto e branco, Britney está vestida de lingerie branca, deitada em uma cama e dançando.

Dois dias após o lançamento oficial do clipe, Britney surpreendeu o mundo de novo ao se casar totalmente em segredo com o seu noivo Kevin Federline. Os dois se casaram numa cerimônia reservada aos amigos e familiares, mas bastante original, assim como tudo que Britney faz.

Acontece que nem os convidados sabiam que presenciariam o casamento de Britney Jean Spears com Kevin Earl Federline. Os pombinhos eram para se casar mais tarde mas, uma vez que o casamento dos dois virou um acontecimento e os dois estavam sendo muito assediados pela imprensa, o casamento foi antecipado. Todos os convidados chegaram acreditando que era uma festa de noivado, conforme foram chegando, eles receberam um convite dizendo: "Surpresa! É com muito amor que lhes damos as boas vindas à nossa cerimônia de casamento esta noite." Após a cerimônia em si, os convidados e os noivos celebraram inicialmente dentro da casa em que se casaram, e depois passaram toda a noite em uma boate com a família.

Após este casamento tão inesperado, Britney estava muito feliz e decidiu começar a interagir mais com o seu site oficial. Começou criando novas seções no site, uma das quais se chamava Stream Of Consciousness. Essa seção veio substituir o Lynne’s Corner, onde a mãe da cantora escrevia cartinhas falando sobre a vida da Britney. Na nova seção, a própria Britney escrevia as cartas aos fãs. A primeira carta foi escrita em outubro de 2004 e chamava-se The Letter of Truth. No total foram criadas 3 seções novas: Stream Of Consciousness, Dog’s Crib (seção destinada aos cães de Britney) e Truth Be Told (seção onde Britney desmentiu ou confirmou os rumores que apareceram sobre ela na imprensa).

No início do mês de novembro, Britney lançou sua primeira fragrância. Em parceria com a Elizabeth Arden, Britney lançou Curious, com o fortíssimo slogan “Do You Dare?” (Você se atreve?). O perfume foi um sucesso instantâneo e foi considerado o melhor presente para se oferecer no dia dos namorados americano. O sucesso foi tanto que o perfume esteve em 1º lugar na parada de perfumes dos EUA durante várias semanas, sendo considerado um dos maiores sucessos de todos os tempos da Elizabeth Arden.

Como a própria JIVE RECORDS havia anunciado, Britney lançou, no dia 9 de novembro de 2004, um CD com o nome de Greatest Hits: My Prerogative, mas, um CD não era suficiente e foi lançado um DVD com o mesmo nome. O CD trouxe os maiores sucessos de Britney, assim como 3 músicas novas: My Prerogative, I’ve Just Begun (Having My Fun) e Do Somethin’. Por sua vez, o DVD trouxe todos os videoclipes já lançados por Britney, incluindo My Prerogative, assim como uma “função expandida” de 9 clipes. Neste DVD veio, pela primeira vez, o que foi gravado do videoclipe de Outrageous, mesmo sem um lançamento oficial. Muitas cenas extras e escondidas estão por todo o DVD, o que o torna bem interativo e interessante para os fãs.

O segundo single do quinto álbum de Britney foi o Chris Cox Megamix. Um remix criado por Chris Cox em parceria com a Jive Records, que nada mais é que uma mistura de vários singles de sucesso lançados anteriormente. Este single foi lançado no dia 24 de novembro de 2004 para celebrar os mais de 60 milhões de discos vendidos por Britney em todo o mundo.


Com mais um álbum nas lojas, Britney decidiu começar a tomar as próprias decisões sobre sua carreira e demitiu seu empresário, Larry Rudolph, que a acompanhou desde o início da carreira. Como a própria Britney disse em uma das suas cartas publicadas no seu website, ela estava muito feliz por ser ela mesma a tomar as decisões de sua carreira. Mas a imprensa não aliviou e muitos rumores surgiram sobre Kevin não gostar de Larry, portanto, para não contrariar o marido, Britney o demitiu.

No entanto, Britney é uma pessoa com um coração de ouro e doa milhões de dólares para instituições de caridade. Em 2004, juntamente com a sua mãe Lynne Spears, Britney participou do livro Star Palate. Um livro de culinária que, pretende vender as receitas das celebridades e, com o dinheiro ajudar o Centro Marsha Rivkin, que ajuda as pessoas com câncer do ovário.

Mas a caridade de Britney não fica por aqui. Pelo contrário, Britney tem uma fundação chamada The Britney Spears Foundation, que doa muito dinheiro para boas causas e para os mais necessitados. Criado em 2001, o The Britney Spears Camp For The Performing Arts ajuda cerca de 140 meninas e meninos, com idade média entre os 11 e 15 anos, que desejam realizar seu sonho de se tornarem artistas, portanto, o fundação permite que as crianças interpretem, cantem e pintem. Todos os anos, a cantora visita o campo ou, quando não o pode fazer, fala com as crianças por satélite.

Desde que foi fundada, a Britney Spears Foundation já doou cerca de 2.150.000 dólares e a lista continua crescendo. De acordo com a última atualização do site oficial de Britney, a ultima instituição que a Britney ajudou foi a Habitat For Humanity em setembro de 2005.



No final de 2004, Britney fez a primeira aparição pública oficial com o seu marido desde o casamento, durante o Billboard Music Awards. Além de levar o marido, Britney levou a sua nova cadelinha, um chihuahua chamado Bit-Bit. A cantora tinha nesta época 3 cachorrinhos: a Bit-Bit, a Little Lily e a Lacy. Mas, de volta ao Billborad Awards, embora a cantora não tenha feito nenhuma performance, ela ganhou o prêmio para o Hot Dance Sales Single Of The Year com Me Against The Music. A cantora ainda ganhou, em outros eventos, mais 3 prêmios neste ano.

A revista Rolling Stone, ainda no final de 2004, criou uma lista com os melhores clipes do ano e o clipe de My Prerogative liderou a tabela. Foi também no final do ano que Britney deu a prova de que realmente comanda sua carreira. Como? Ela foi até a rádio KIIS FM sem a permissão de sua gravadora e apresentou um demo da musica Mona Lisa, ainda não finalizada.

Quase na virada do ano, no dia 26 de dezembro, aconteceu a o grande Tsunami na Ásia, que, de acordo com os familiares e amigos, fez Britney chorar muito com o coração despedaçado ao ver todas aquelas mortes e famílias desalojados. Como tal, resolveu doar 400 mil dólares para ajudar as pessoas e reconstruir Ásia.

Mona Lisa é mais que um nome de música para Britney… é um alter-ego. De acordo com a cantora, quando ela tem de ser má e exigir muito de sua equipe, esse é o nome que ela usa para si própria.

No dia 21 de janeiro de 2005, Britney lançou o terceiro single de seu CD de grandes sucessos. Intitulado por Do Somethin’, este single foi a prova de que Britney estava totalmente recuperada de sua lesão e que, ao contrário do que muitos rumores diziam, Britney não estava com excesso de peso. Neste vídeo, Britney inova sendo a co-diretora e coreógrafa de seu próprio clipe. A cantora voa num jipe cor-de-rosa até chegar numa danceteria, onde o clima está monótono. Como monotonia não rima com Britney Spears, a cantora anima a boate e todos começam a dançar.

Com um casamento aparentemente estável, 2005 se inicia com rumores de uma separação e, simultâneamente, sobre uma suposta gravidez.

Para acabar de vez com os rumores, Britney confirmou que estava grávida de seu primeiro filho e que estava muito entusiasmada com a maternidade, pois sempre quis ser uma mãe jovem. No entanto, os rumores da separação continuaram fortes.



Como a imprensa não deu descanso para o casal, Britney e Kevin resolveram lançar seu próprio reality show, chamado Britney & Kevin: Chaotic, como forma de mostrar ao mundo como eles eram felizes. O primeiro episódio do show foi lançado no dia 17 de maio de 2005, com o nome sugestivo de Can You handle My Truth (Conseguem aguentar a minha verdade?) e com a participação especial de JC Chasez (Membro dos N’Sync que, na época das gravações, estava abrindo os shows de Britney Spears na The Onyx Hotel Tour). No último episódio, Britney e Kevin mostram cenas exclusivas do seu casamento e revelam como conseguiram manter o casamento em segredo.

No mesmo dia da transmissão do último episódio do programa, foi lançado o primeiro videoclipe que Britney fez sem estar incluído em algum álbum. A música se chamava Someday (I Will understand) e estreou no final do último episódio, tal como Britney anunciou previamente em seu website oficial. No videoclipe feito todo em preto e branco, podemos ver uma Britney grávida, agarrando sua enorme barriga e vestida com uma camisola branca.

Britney and Kevin: Chaotic foi lançado em DVD, no dia 27 de setembro de 2005 e trouxe com um CD bônus com as músicas Chaotic, Someday (I Will Understand), Mona Lisa e Someday (I Will Understand) (Hi Bias Remix).

Entre muitos rumores de crise matrimonial, no dia 14 de setembro nasceu o tão esperado bebê de Britney, com o nome de Sean Preston Federline. O nascimento de Sean deu mais uma razão para a imprensa estampar Britney na primeira página de todas as revistas e jornais, tornando-a a terceira celebridade mais comentada no ano de 2005, sendo superada apenas por Michael Jackson e o seu julgamento por pedofilia e a atriz Eva Longoria.

Rumores de separação do casal aumentaram pois, alegadamente, Kevin não abriu mão das suas noitadas, deixando Britney sozinha em casa cuidando do bebê. A cantora colocou Kevin várias vezes para fora de casa e até tirou a Ferrari que havia dado a seu marido, mas o casal desmentiu todos os rumores.

Sempre preocupada com os fãs, no dia 1 de dezembro de 2005 Britney lançou mais um CD. Desta vez, um CD com os seus maiores sucessos remixados. Muitos consideram que lançar um CD como este foi um grande erro da parte de Spears, pois não houve qualquer espécie de divulgação do álbum por parte da cantora. Durante muito tempo, acreditou-se que haveria uma “explosão” de divulgação no dia de lançamento do CD… Nem um videoclipe foi feito com a música inédita que o álbum trouxe. Algum tempo após o lançamento deste álbum, a Jive Records falou sobre o CD e disse que era um álbum para testar o mercado e destinado, única e exclusivamente aos fãs de Britney e que já se esperava que o sucesso fosse pouco.

Sem realizações profissionais, 2006 foi marcado por grandes decepções na vida pessoal de Britney, acompanhadas diariamente pela mídia do mundo inteiro.

O ano começou bem agitado para a cantora. Além de fortes rumores sobre uma suposta segunda gravidez, no início de fevereiro ela foi flagrada dirigindo com Sean Preston em seu colo, o que se tornou uma ótima oportunidade para a imprensa questionar seu dom maternal.

Sem perder a pose, fez uma aparição pública no Grammy Awards, ao lado de Kevin Federline, afim de cessar os comentários de uma separação do casal. No mesmo mês, ela gravou uma participação surpresa no seriado Will and Grace, contribuiu para o Mardi Gras com sua presença e ainda pertimiu uma entrevista exclusiva ao Access Hollywood, quando revelou que estava sem planos para sua carreira.



Após curtir algumas baladas e comemorar o aniversário de seu marido, Britney lançou um vídeo em seu website oficial, intitulado por “For My Sister”, onde a cantora arriscava alguns passos ao som de uma nova música, que ficou popularmente conhecida como Just Yesterday.

Em maio, ela lançou seu novo perfume In Control e concedeu uma pequena reunião de divulgação para a mídia. No dia seguinte, fez uma aparição bombástica no programa de David Letterman, confirmando sua segunda gravidez.

Por mais uma vez, Britney choca a imprensa com um novo acontecimento relacionado a seu filho. Em 18 de maio, ela quase derrubou Sean Preston no chão devido à loucura dos fotógrafos que a perseguiam em Nova Iorque. Ela ficou tão irritada que no dia seguinte postou uma foto inédita de Do Somethin', onde mostrava o dedo do meio junto com as dançarinas, e um poema intitulado por: "Remembrance Of Who I Am".

No dia 25, a famosa estátua de cera de Britney, por Madame Tussauds, ganhou um novo visual. Além de uma nova roupa, a estátua ganhou um espaço exclusivo e alguns fãs se reuniram para lançar a campanha "Save Britney", afim de trazer a cantora do pop de volta as paradas de sucesso.

Porém, Britney vacilou novamente no final do mês. Dirigindo seu conversível, com o teto totalmente aberto e com Sean Preston “jogado” no banco traseiro, especialistas acusaram a cantora de quebrar a lei que impede crianças com menos de 1 ano e que pesem menos de 10 quilos andarem sem adequadas proteções no carro.

Em meados de junho, Britney fez uma entrevista especial com Matt Lauer, para o programa Dateline da rede NBC. Em sua casa, Britney esclareceu sobre todos os rumores envolvendo seu nome, seu marido e os filhos. Ela se emocionou muito ao comentar da constante invasão dos paparazzi e foi extremamente criticada pelo seu visual duvidoso, ainda mais por ter dispensado qualquer ajuda na maquiagem, escolha do figurino e cuidados com o cabelo.

Após se afastar por quase dois meses, Britney reapareceu em agosto no Teen Choice Awards, para apresentar a performance de estréia de seu marido. Ainda em agosto, ela teve uma nova participação em premiações, através de um vídeo no Video Music Awards, apresentando a categoria de Melhor Clipe de R&B, ao lado de Kevin Federline.



O mês de agosto também ficou marcado pela nudez de Britney na revista Harper's Bazaar. O metrô de Tóquio se recusou a divulgar as fotos em grandes pôsters espalhados entre as plataformas, mas, a revista conseguiu reverter a situação e convenceu de que as fotos não eram vulgares, e sim, de uma mulher feliz com sua gravidez.

Com a gradivez na reta final, Britney evitou sair em público e foi flagrada apenas visitando os parentes mais próximos. Sendo assim, deu entrada no Hospital Cedars Sinai, em Los Angeles, no dia 12 de setembro, quando deu a luz a Jayden James em plena madrugada.

Apenas um mês depois, a cantora reapareceu em um shopping de Malibu, exibindo seu novo e escultural corpo pós-gravidez.

Definido como um período de redescobertas, Britney começou o mês de novembro chocando mais uma vez o mundo! Ela teve uma rápida participação no programa de David Letterman, que funcionou como um anúncio de que mudanças estavam por vir. E não foi diferente. No dia seguinte, Britney entrou com o pedido de divórcio de seu marido Kevin Federline, e toda a imprensa foi a loucura. Manisfestações de todo o tipo marcaram a nova fase da cantora!

No dia 21 de novembro, ela fez uma participação surpresa ao apresentar a primeira categoria da noite, Melhor Cantora de R&B/Soul, no American Music Awards.

De meados de novembro, a rotina de Britney não mudou. Desde que se uniu a Paris Hilton, a cantora não abre a mão de curtir noitadas com os velhos e novos amigos. Ela também têm marcado presença em diferentes estúdios de gravação, afim de finalizar seu novo álbum de regresso.

Em apenas uma semana de noitada, Britney foi flagrada TRÊS vezes sem calcinha, todas elas quando descia ou entrava em seu carro com um micro vestido ou uma mini saia. A polêmica rodou em todo o mundo, causando revolta, reprovação e até mesmo inúmeras brincadeiras. Especialistas tentaram explicar a "falta" da calcinha devido a um fungo que algumas mulheres costumam ter após a gestação, mas isso não convenceu muito.



Britney confessou aos amigos: “Fiquei grávida por praticamente 2 anos e meio, agora é a hora de me divertir”.

Em dezembro, Britney concedeu ao Access Hollywood sua primeira “entrevista” desde junho, mostrando sua nova mansão e seu estilo natalino.

Ela encerrou 2006 como anfitriã da boate Pure, em Las Vegas, onde fez a contagem regressiva para 2007 e causou muita polêmica. Na glamourosa noite, a cantora reapareceu com longos apliques loiros e usando um vestido preto bem curto, ao lado de muitos amigos dançarinos e seu empresário Larry Rudolph.Primeiramente, Britney fez a tradicional contagem regressiva na pista de dança, e até dançou rapidamente dois de seus hits, I’m a Slave 4 U e My Prerogative.Em seguida, correu até o terraço da boate, onde fez uma nova contagem regressiva e brindou com todos os seus amigos, enquanto observava feliz a queima de fogos. A imprensa publicou que Spears bebeu muito na noite, misturando principalmente champagne Don Perignon com abacaxi, o que deu um resultado nada agradável. Apenas 1 hora após a virada do ano, Britney desmaiou em plena boate. No mesmo instante, os seguranças pessoais da cantora impediram que todos os fotógrafos registrassem o momento, cobrindo a cantora com uma espécie de cobertor improvisado. Britney foi levada de volta a seu hotel e a polêmica estava lançada. No dia seguinte, centenas de jornais e revistas publicaram exageradamente que Britney teve um colapso por até usar drogas, mas tudo foi desmentido por seu empresário, alegando que a cantora apenas viajou muito e estava realmente cansada.

Apenas dois dias após o grande caos da noite de Ano Novo, Britney reapareceu completamente pálida, com o rosto inchado e cabelo aparentemente danificado e curto, ao sair de um restaurante. Com esta aparição, a imprensa publicou dezenas de matérias sobre Britney estar usando drogas ou em uma profunda depressão, ligando logicamente ao colapso no Ano Novo.

Novamente, após um breve intervalo, Britney vira manchente por motivos distintos. No caminho para um hotel, a cantora foi abordada por alguns fotógrafos quando parou em um sinal. Revoltada, ela aumentou o som do carro, mostrando exclusivamente quatro novas músicas demo para os fotógrafos. A primeira, "Love Is", tocou um bom trecho. A segunda ("Let Go") e a terceira ("Baby Boy"), apenas 2 segundos, e a quarta, que alguns arriscam dizer que é a suposta intro de "Rebellion", ficou apenas na instrumental.. Logo depois, Britney se dirigiu a um iate, onde um misterioso homem a esperava. O homem em questão se chamava Isaac Cohen, que conheceu Britney na noite de Ano Novo, na boate Pure. Os dois fizeram um bom passeio juntos e os fotógrafos registraram todos os momentos, que se tornaram o início de um novo relacionamento.

No dia 11 de janeiro, Britney e Isaac fizeram sua primeira aparição em público como um casal, durante a inauguração do restaurante Sideways. A cantora aproveitou para inaugurar um novo visual, com um longo aplique loiro e um bronzeamento artificial feito no mesmo dia.

Poucos dias depois, Spears novamente virou manchete por supostamente vomitar em seu novo namorado, ao sair de uma boate. A imprensa, além de acusar Britney novamente de usar drogas, começou a suspeitar de uma terceira gravidez. Isaac e até mesmo o empresário de Britney desmentiram a versão, alegando que um pote de pasta de amendoim teria explodido na mão do namorado no meio da estrada.



Entre sucessivas noitadas em diferentes bares e boates, Britney finalmente voltou as gravações do novo álbum e foi flagrada, em dois dias consecutivos, visitando os estúdios de Los Angeles e virando a madrugada trabalhando duro em suas músicas.

Em meados de janeiro, Britney resolveu dar fim ao relacionamento com Isaac e, em uma noite com suas amigas, a cantora revelou a uma agência de fotos que havia terminado com Isaac. O rápido relacionamento do casal durou pouco menos de 3 semanas e também rendeu muitas manchetes com seu término.

O mês de fevereiro começou bem agitado para Britney. A cantora marcou presença em um desfile de moda de Kimora Lee Simmons, durante o Fashion Week de Nova Iorque. Com cabelos e vestido preto, Spears foi a sensação da noite e novamente foi manchete dos principais veículos de comunicação.

A passagem de Britney por Nova Iorque foi regada novamente de muitas loucuras. A cantora foi flagrada diariamente em boates e em sucessivas compras com suas amigas. Em seu último dia na cidade, a cantora causou muita polêmica ao usar apenas um biquíni dado por strippers de uma boate, o que foi um prato cheio para a imprensa inventar que Britney fez um strip tease naquela noite.

Mas, a maior polêmica que já envolveu o nome de Britney Spears aconteceu em sua volta para Los Angeles.

Na noite do dia 16 de fevereiro, Britney entrou em um salão de beleza de São Fernando. Aparentemente, ela chamou alguém do salão, que já estava fechado, para voltar e abrir as portas somente para ela. Os fotógrafos viram que a cantora estava chorando muito dentro do carro, por aproximadamente 10 minutos, antes de resolver entrar no salão. Ela entrou e pediu para a dona raspar sua cabeça. Sem saber o que fazer, a mulher tentou convencer Britney de que ela provavelmente estava em um dia ruim e que acordaria se sentindo melhor no dia seguinte, mas a cantora estava tão determinada a fazer aquilo que, com as próprias mãos, raspou toda a cabeça. Como se não bastasse, Britney Spears se dirigiu a um estúdio de tatuagem na Califórnia com a cabeça completamente raspada.

Um homem que trabalhava no estúdio de tatuagem, disse que Spears apareceu realmente de surpresa e ficou lá por volta de 1 hora e meia, com mais de 60 fãs e fotógrafos aguardando ansiosos do lado de fora. Ela fez duas novas tatuagens e ainda colocou um piercing. A polícia chegou para controlar a multidão que se formou em frente ao estúdio e para principalmente ajudar os seguranças pessoais de Spears a guiá-la até seu carro, enquanto ela saia coberta por um capuz e de cabeça baixa.



Com esta chocante atitude, Britney definitivamente parou o mundo, sendo comentada e questionada por centenas de pessoas em diferentes veículos de comunicação.

Mas a polêmica não parou por aí. Logo após raspar sua cabeça, Spears deu entrada em uma clínica de reabilitação do Caribe, mas ficou internada menos de 24 horas, o que novamente foi publicado por toda a imprensa.

As atitudes de Britney se tornaram tão impressionantes que a cantora foi perseguida em todos os cantos por dezenas de fotógrafos.

Logo que saiu da clínica, Britney passou um dia inteiro com amigas, e foi a três festas seguidas no mesmo dia, usando uma nova peruca loira.

No dia seguinte, Britney se internou, por vontade própria, na clínica de reabilitação Promises, localizada em Malibu. Mas, infelizmente, a cantora deixou o tratamento novamente em menos de 24 horas, o que se tornou mais uma manchete para a imprensa.

Ao tentar ver seus dois filhos, que estavam nos últimos dias na casa de seu ex-marido, Kevin não deixou a cantora entrar em sua casa após 3 tentativas. Os fotógrafos então cercaram a cantora e não pararam de fazer perguntas, o que fez com que a cantora tivesse uma das atitudes mais agressivas de toda a sua carreira. O mundo conheceu no dia 21 de fevereiro uma Britney Revoltada. A cantora perdeu o controle e, com a ajuda de um guarda-chuva, bateu com toda sua força no carro de um paparazzo por cerca de 4 vezes, trincando o vidro e amassando a porta lateral do carro.

A atitude novamente chocou o mundo, e Britney resolveu se internar pela terceira vez. Esta seria a última chance da cantora se tratar seriamente, visto que Kevin Federline ameaçou entrar com um pedido da custódia integral das crianças, caso ela abandonasse o tratamento.

Britney então permaneceu internada do dia 21 de fevereiro até o dia 21 de março de 2007, onde passou seu tempo jogando tênis, passeando pelo jardim da clínica, regulando sua alimentação e participando constantemente das reuniões dos Alcoólicos Anônimos.

Sendo assim, a cantora completou com sucesso o programa de recuperação estabelecido pela clínica Promises, que apesar de ter recomendado 45 dias de internação, informou em nota oficial que 30 dias foram mais do que suficientes.

Durante sua passagem pela clínica, a imprensa aproveitou para inventar que Spears teria tentado suicídio com um lençol e que gritava sempre que podia que ela era anti-cristo, entre muitas outras barbaridades, que foram desmentidas através de representantes da cantora. Logo após sua saída da Promises, Britney tratou de mostrar com rapidez que realmente estava bem, indo a cultos em igrejas evangélicas, comendo comida japonesa (no lugar de seus inseparáveis fast-foods) e ainda fazendo visitas a estúdios de gravação e de dança!

Com o passar das semanas, Britney descobriu uma nova mania, ou quem sabe uma nova estratégia de marketing: assistir aos jogos do Los Angeles Lakers, nos Estados Unidos. O time de basquete viu uma nova fã em Britney, que passou a freqüentar quase que semanalmente as partidas, levando amigos e até a própria família para acompanhá-la, além de carregar cartazes com mensagens para os jogadores e usar a camisa do time, como uma real fã.



Após toda esta diversão, ela finalmente mostrou que estava afim de retomar a carreira, e partiu para ensaios cada vez mais intensos no estúdio de dança Millennium, também localizado em Los Angeles. Para impulsionar as expectativas, rumores de uma nova turnê nos Estados Unidos começaram a circular na imprensa, até serem oficialmente confirmados, para o delírio dos fãs.

A tal turnê, que posteriormente foi anunciada como uma simples “mini-turnê”, foi intitulada por M+M, cujo símbolo até hoje não se sabe o real significado, sendo traduzida por alguns como Mãe + Senhorita, Mãe Solteira e até Marilyn Monroe. A pequena turnê ocorreu durante o mês de maio, nos dias 1, 2, 3, 6, 19 e 20, totalizando seis shows que alternaram nas boates da House of Blues, como Las Vegas e Anaheim, até chegar na boate Mansion de Miami. Os ingressos custaram cerca de 125 dólares, e lotaram a casa em quase todos os shows. Apesar de representar sua volta aos palcos, já que ela havia se afastado desde junho de 2004 em seu último show pela turnê Onyx Hotel, realizado em Dublin, os fãs não a receberam muito bem. Os shows, que duravam cerca de 15 minutos e contavam com apenas cinco de seus antigos sucessos, não mostravam uma Britney empolgada ou dando o melhor de si nos palcos, além de um figurino que foi extremamente questionado por todos. Britney não fez se quer uma pausa para conversar com o público, nem mesmo no primeiro show em San Diego.



Durante e depois da turnê, Spears escreveu algumas cartas destinadas aos fãs em seu site oficial. Agradecendo o apoio de todos e deixando clara a sua revolta quanto a internação na Clínica Promises, Britney tentou acalmar os fãs em meio a tantas invenções na imprensa. As declarações no site se tornaram constantes, como também no fã-clube oficial, e em todas elas a cantora tentava deixar alguma mensagem curiosa, geralmente relacionadas ao seu ex-empresário Larry Rudolph e sua mãe Lynne Spears.

Após várias semanas comprando roupas, comida, periquitos e cachorros, rumores sobre um novo single e um novo clipe tomaram conta da internet, principalmente os que diziam que a nova música Gimme More — que na época ainda não possuía este título para os fãs, sendo chamada de Freakshow — poderia vazar a qualquer instante.

E assim aconteceu. No dia 19 de julho, após causar muita polêmica no dia anterior nadando de calcinha e sutiã em uma praia de Malibú, Britney se dirigiu para um set de filmagem e em pouco tempo foi clicada usando uma espécie de roupa de stripper dos anos 60 / viuvinha, que até hoje não se sabe a finalidade. Mais tarde, a cantora gravou o seu clipe Gimme More, sob direção de Jake Safarty.No mesmo dia, a OK! Magazine tentou realizar uma entrevista e um ensaio fotográfico com a cantora mas, segundo informações da OK!, ela enfrentou uma crise diante de todos, o que foi um prato cheio para sua nova publicação, que trouxe como manchete principal “O Colapso de Britney”.

Apesar das polêmicas, Spears surpreendeu a todos voltando a gravar em agosto novas cenas para o seu videoclipe. Os rumores afirmavam que Spears já estaria gravando o seu SEGUNDO clipe, agora para a música Piece of Me. Mas, como vimos após o lançamento dos dois clipes, as cenas não foram utilizadas e ainda são um mistério para os fãs, que esperam descobrir um dia a finalidade daquelas filmagens.

Com uma performance confirmada para o Video Music Awards 2007, Britney voltou a ficar loira e iniciou alguns tímidos ensaios, que colocaram em dúvida sua suposta e incrível apresentação ao lado do mágico Criss Angel. Em meio a tantas declarações do mágico sobre sua tão esperada performance ao lado da cantora, foram disponibilizadas duas novas músicas de Spears na internet, Gimme More e Cold As Fire, o que aumentou consideravelmente as expectativas não só dos fãs, como do mundo inteiro, que aguardava uma performance de Britney em uma premiação por vários anos.

No último dia do mês de agosto, Spears participou da inauguração da boate LAX, em Las Vegas, mas novamente causou polêmica. A cantora havia feito uma ligação no dia anterior ao evento para avisar que ela não poderia mais comparecer na abertura ser a anfitriã da noite. Percebendo a irresponsabilidade de cancelar a aparição nos últimos minutos, os empresários da boate entraram em contato com Kwatinetz, empresário temporário de Britney na época, para que ele resolvesse a situação. Ele então ligou para Britney e a tentou “forçá-la” a fazer a aparição, explicando para que aquela não era a melhor hora e nem o lugar apropriado para um cancelamento de última hora. Spears então foi até a boate, cumpriu com seu papel de anfitriã, mas se recusou a falar com as pessoas e posar para as fotos, permanecendo no tapete vermelho por menos de 30 segundos e em menos de 30 minutos ela deixou a boate.



Após a confusão na inauguração da boate LAX, o nome de Britney continuou fervendo na internet. Logo no começo do mês de setembro, as canções Got Me High, Everybody, (Tell Me) What You're Spinn' On e Kiss Me All Over caíram na rede — para o delírio dos fãs.

No dia 9 de setembro, finalmente chega o momento da tão esperada performance no Video Music Awards 2007. Após sair para várias festas nas noites que antecediam a premiação, Britney teria que declarado para alguns cantores que não estava preparada para a performance e ensaiou apenas uma vez antes do show, com um vídeo dos bastidores sendo liberado pela própria MTV. Já na noite da performance, Britney abriu a premiação com um close em seu rosto ao som da música Trouble de Elvis Presley, cantando os seguintes versos “Se você está procurando por problemas / Você veio para o lugar certo / Se você está procurando por problemas / Apenas olhe para o meu rosto”. E assim continuou sua performance com o novo hit Gimme More. Mesmo com a contagiante música, Britney não conseguiu encantar a platéia e os fãs, que se chocaram com sua aparência, peso e desânimo no palco - que talvez tenha sido este o objetivo da enigmática performance - e o resultado não poderia ser mais explosivo. No dia seguinte, o nome de Britney foi citado em todas as partes do mundo, talvez até mais do que no VMA de 2003, quando beijou Madonna na boca. As reportagens não apontavam outra coisa: aparentemente cansada, fora de peso e usando playback - seria o fim de Britney?



Como se toda a polêmica durante a performance não bastasse, a situação ficou ainda mais complicada quando Spears apareceu chorando em um centro médico de Los Angeles. A imprensa divulgou que ela teria desistido de seu quinto álbum de inéditas e um ex-segurança chamado Tony Barretto resolveu aparecer na TV dizendo que Britney era uma péssima mãe e forneceu detalhes sobre o uso de drogas da cantora e sua caótica relação com os fãs.

No mês seguinte, também seguindo a linha de desastres, Spears foi novamente a manchete principal por ter perdido a guarda de seus filhos para o ex-marido Kevin Federline, que posteriormente se tornou uma árdua batalha.

Ainda em outubro, mais precisamente no dia 5, o novo clipe Gimme More foi disponibilizado de surpresa durante a madrugada no iTunes americano. Sob direção de Jake Safarty, Spears, que desenvolveu o conceito do vídeo, aparece dançando timidamente próxima a um mastro, como uma stripper, tirando algumas peças de roupa e revelendo os seios quase à mostra em uma versão especial, enquanto uma Britney de peruca loira assiste curiosa aquela dança. Novamente sendo criticada por todos - e até por seus fas - uma pergunta fica no ar: seria uma continuação catastrófica do VMA?

Mais músicas foram disponibilizadas durante o mês de outubro. A Song About U, Radar, Gimme Get Back, Get Naked e um trecho de Piece of Me deixaram os fãs mais curiosos ainda sobre o novo álbum, que já estava sendo apresentado pela Jive Records como Blackout, referindo-se ao bloqueio de negatividade para se desfrutar inteiramente da vida e capturar ainda a natureza dançante das músicas.

No dia 29 de outubro, o álbum pelo qual o mundo esperava ansiosamente chegou às lojas! Blackout, com 12 músicas inéditas incluindo Gimme More, Radar, Piece of Me e Hot As Ice, trouxe uma Britney mais madura e com vontade de dançar. A cantora esteve muito envolvida na confecção deste 5º álbum de estúdio, trabalhando com produtores top de linha e compositores para produzir um album UpBeat com um pouco de influências musicais antigas mas com um ouvido sempre à frente, no futuro. Como a própria revista Entertainment Weekly frisou, a cantora “expandiu-se em mais do que uma evolução musical”, evidenciada por canções fortes e produzida por equipes de peso, como a dupla sueca Bloodshy & Avant, responsável pela vencedora do Grammy (Toxic).

Vendendo 290 mil cópias, o Blackout de Britney perdeu a primeira posição do cobiçado Top 20 da Billboard para o grupo The Eagles, em meio a uma confusa mudança de apuração logo na semana de estréia da cantora. Sendo assim, o Blackout foi o seu primeiro álbum de estúdio a não estrear no topo da parada. Spears, entretanto, se tornou a única mulher em que seus 5 primeiros álbuns de estúdio estrearam entre os dois primeiros lugares da parada.

Equilibrando seu dever de mãe com a carreira musical, no final de novembro, após passar um dia inteiro com seus dois filhos, Spears ativou seu lado pop-star e compareceu ao Social Hollywood de pijamas para gravar o novo clipe de Piece of Me. Sob direção de Wayne Isham — que trabalhou com Spears no vídeo I'm Not a Girl, Not Yet a Woman — e uma produção estimada em 500 mil dólares, Britney e um grupo de dançarinas colocaram perucas loiras idênticas e sobretudos pretos, criando assim clones para confundir os fotógrafos, enquanto a cantora brincava e zombava dos paparazzi que infernizam sua vida diariamente. Cerca de 15 dias depois, o clipe teve sua estréia no site oficial da cantora, congestionando toda a rede.

Começando o ano de 2008 com o pé esquerdo, Britney se recusou a entregar os filhos para os seguranças de Kevin, após uma visita em sua mansão. A cantora levou seu filho mais novo, Jayden James, para o banheiro e se trancou, dizendo que não entregaria o menino. Após a polícia e os bombeiros terem sido acionados, o caos já está feito! A imprensa em peso compareceu a mansão de Britney, com vários helicópteros transmitindo ao vivo toda a confusão nas redes de TV americanas. O trajeto da mansão até o hospital Cedars-Sinai foi fotografado e filmado por mais de 60 fotógrafos, enquanto Britney permanecia sem escolta.



Após permanecer por 72h internada, o hospital decidiu que a cantora não representava perigo para si mesma e em seus exames não constavam substâncias tóxicas, ou sequer álcool, e recebeu alta.

Durante todo o mês de janeiro, Britney teve frustradas participações em audiências sobre a custódia de seus filhos, iniciou um romance com um fotógrafo chamado Adnan Ghalib e se envolveu em diversas confusões com seu suposto empresário Sam Lufti, enquanto tentava encontrar tempo para ensaiar novos passos de dança.

No final do mês, Britney foi novamente internada. Diferentemente da última vez, a cantora estava em paz e silenciosa enquanto esperava pelos policiais e paramédicos chegarem. Mais cedo, naquela mesma noite, Sam Lufti e a cantora se desentenderam em público, e ela caiu em lágrimas em frente as lentes dos fotógrafos. No caminho para o hospital, Britney foi escoltada por dezenas de policiais, com um trajeto seguro e organizado — o oposto de sua primeira internação.



No dia 6 de fevereiro, Britney foi liberada do hospital da UCLA, já que novamente não representava perigo para si mesma e para os outros, a ponto de terem de obrigá-la a permanecer internada contra a própria vontade. Já era esperado que Britney recebesse alta antes dos 14 dias de internação, pois ela se tornou cooperativa e relativamente estável. Os pais de Britney decidiram então impedir que a vida dela volte a ser como estava durante os últimos meses, fazendo com que Jamie se torne o tutor de Britney.

E realmente foi o que aconteceu. Nas semanas seguintes, a família de Britney se tornou mais presente na vida da cantora e eles passaram a morar na mansão com ela. O pai, Jamie, se tornou seu tutor e a mãe, Lynne, fez constantes visitas, alternando entre Britney e sua outra filha Jamie Lynn, grávida pela primeira vez.

Como sinal de melhora, Britney iniciou uma série de ensaios no estúdio de dança Millennium, além de dar aulas gratuitas a crianças, assim como fazia no passado.

Em meados de março, estreou o terceiro clipe do álbum Blackout, Break The Ice, através de um novo site chamado BlackoutBall. O clipe foi inteiramente animado no melhor estilo japonês (anime), com características clássicas como um corpo escultural e cabelos volumosos, regado de muito movimento nas cenas e abordando temas variados, como a ficção científica e a aventura, cumprindo com sua proposta, que era ser futurista e realizar algo inédito na carreira da popstar. O clipe teve direção de Robert Hales e foi extremamente criticado pelos fãs, que esperavam uma Britney em carne e osso dançando como nos velhos tempos.

Marcando ainda mais o mês de março como um período produtivo, Britney encarou uma peronsagem na série da CBS How I Met Your Mother. No episódio, transmitido no dia 24, a cantora fez o papel de Abby, uma recepcionista do consultório de uma dermatologista, que se apaixona pelo arquiteto Ted (Josh Radnor) quando ele marca 10 sessões para remover uma tatuagem. Este foi o primeiro retorno de Britney às telinhas desde uma aparição em Will & Grace em 2006. Surpreendendo a todos, os fãs e a própria crítica aprovaram a atuação da cantora, e com certeza esperam que ela atue mais vezes ainda este ano.

Com a aparição na série americana, Britney deu os primeiros passos para movimentar sua paralisada carreira, que agora voltou a ser coordenada por Larry Rudolph.

Visitando regularmente a academia, um preparador vocal e passando horas em estúdios de gravação, Britney deu sinais claros de que um novo álbum estava a caminho. Com recorde de audiência na primeira aparição em How I Met Your Mother, Britney foi rapidamente escalada para um novo episódio, exibido em março.

Em junho, o Blackout teve o seu fim declarado. Com a saída do chart Top 200 da Billboard e o cancelamento do single de Radar — que foi lançado em poucos países como quarto single e sem um videoclipe de acompanhamento — o quinto e poderoso álbum de inéditas da cantora teve a sua divulgação devidamente encerrada com notícias de que um sexto álbum estava a caminho.

Enquanto novos compositores e produtores do álbum são revelados, Britney decide viajar para Cabo San Lucas (Méximo). Além de tirar fotos pessoais, a viagem foi importante para mostrar como o corpo de Spears já havia mudado em apenas dois meses de academia, o que gerou dezenas de capas de revistas com o famoso “Antes e Depois”.

Em meados de agosto, a OK! Magazine lançou a primeira entrevista da cantora em dois anos. Na edição, cuja capa traz uma sorridente Britney ao lado de seus dois filhos, a matéria exibe a seguinte chamada: “Desde seu sórdido divórcio e a batalha pela custódia do filhos, até sua infame performance no VMA sob o controle do ‘empresário’ Sam Lufti, é correto dizer que esses dois últimos anos não foram os melhores na vida da jovem Britney Spears. Agora, após um ano de uma distraída e perturbada Britney, que abandonou um ensaio fotográfico da OK!, uma mulher muito diferente se senta para falar abertamente sobre seus adoráveis filhos, seu pai e sua carreira quase retomada.”

Encerrando o mês em alta, Britney novamente apareceu em grande estilo, desta vez no telão da nova turnê da Madonna, a Sticky & Sweet. Após ter sido convidada pela própria cantora, Britney gravou sua participação em um estúdio de West Hollywood, sob direção de Steven Klein. O vídeo, exibido durante a performance da canção Human Nature, e mostra Britney presa em um elevador, com sete ângulos diferentes — que capturam a mágica que o diretor desejava.

Já em setembro, faltando poucos dias para o Video Music Awards 2008, o site MSN divulgou um vídeo inédito da cantora ensaiando, ao som de uma música ainda desconhecida pelos fãs. Nele, Britney aparece dançando de forma empolgante e num ritmo que lembrava muito suas antigas coreografias, que fizeram sucesso pelo mundo. Seria este o ensaio para uma performance na premiação? “A MTV sempre representou uma parte importante na minha carreira. Como eu não poderia estar lá para celebrar o 25° VMA? Eu estou empolgada em abrir o show para dizer ‘olá’ aos meus fãs e curtir as indicações”, declarou Britney, aumentando ainda mais as expectativas para o VMA.

Iniciando a premiação com um vídeo de abertura, Britney entra no palco ao som de seu Super Hit ...baby one more time, sendo aplaudida de pé pela platéia. Após trocar poucas palavras, ela deu a largada para a entrega de prêmios, que se seguiu com uma performance da cantora Rihanna. Mesmo sem se apresentar, Britney foi a rainha da noite, vencendo todas as categorias em que foi nomeada com o clipe Piece of Me: Melhor Clipe Pop, Melhor Clipe Feminino e Vídeo do Ano — um feito inédito para ela, que nunca levou um prêmio desta importância para casa.

Ainda em setembro, a Jive Records se manifestou oficialmente através de um comunicado, apresentando o novo álbum de Britney aos fãs. “Britney Spears anuncia seu sexto álbum de estúdio, Circus (Circo), com previsão de lançamento para 2 de dezembro. O primeiro single do álbum se chama Womanizer e foi produzido pela badalada equipe de Atlanta, The Outsyders. O lançamento do álbum coincide com a data de aniversário de Britney. Seguindo o empurrão do MTV Video Music Awards, onde Britney saiu com três “Astronautas de Prata”, a Jive Records está preparando seu próximo álbum, o sucessor do Blackout, aclamado pela crítica.”

Um trecho de Womanizer, o carro-chefe do novo álbum, vazou na internet em baixa qualidade, através da estação de rádio The River. A gravadora atuou imediatamente para retirar o trecho do ar, multando a estação — que suspendeu o locutor responsável por uma semana. Com isso, a estréia oficial foi agendada para o dia 22 deste mesmo mês, mas acabou sendo adiada de forma inesperada na noite do lançamento e somente no dia 25, através do mesmo portal, um novo anúncio foi feito, desta vez agendando a estréia para o dia 26, na estação KISS FM 96.1.

Fechando o mês como um dos mais produtivos, Britney viajou para Nova Iorque, onde concedeu uma rápida entrevista a estação de rádio Z100, anunciando uma nova turnê mundial para 2009.

Em outubro, o videoclipe de Womanizer, teve finalmente a sua estréia oficial na TV (ABC) e na internet (YouTube). Dirigido por Joseph Khan, o videoclipe acompanha o mesmo estilo pop-chiclete da música, onde Britney encarna cinco personagens distintos. A escolha por Joseph Khan não foi aleatória. Womanizer é uma releitura de seu próprio sucesso de 2004, Toxic. Com o auxílio de efeitos inovadores, Britney deixa claro que, apesar dos quase quatro anos em que esteve afastada, nada pareceu mais contagiante do que os seus próprios videoclipes lançados, e não é a toa que ela extrai elementos que remetem a boa parte deles. O sucesso foi instantâneo e, em sites como YouTube, a marca de 1 milhão de visualizações levou cerca de 24 horas para ser atingida!

O site oficial da cantora, BritneySpears.com, foi finalmente inaugurado. Em sua nova versão, Britney contratou uma equipe para cuidar de suas atualizações, que publicam diariamente novidades e informações exclusivas sobre a musa, além de muitas fotos e vídeos.

No dia 6 de novembro, a cantora novamente foi assunto nos meios de comunicação. Com uma comportada roupa, Britney dividiu o palco da turnê Sticky & Sweet — que passava por Los Angeles — para cantar com Madonna a canção Human Nature. Esta foi a primeira vez que as duas se apresentaram juntas desde a polêmica performance no VMA de 2003. Enquanto isso, na mesma noite, acontecia na Inglaterra o Europe Music Awards 2008, onde Britney faturou mais dois prêmios nas categorias Álbum do Ano e Melhor Artista de 2008, agradecendo por meio de um vídeo previamente gravado.

Com o lançamento do álbum Circus pela Europa (antes do lançamento mundial), Britney viajou para a Alemanha, onde iniciou a divulgação através de uma performance na premiação Bambi Awards — a primeira, ao som de Womanizer. Seguindo sua agenda, ela ainda visitou a França e Inglaterra, antes de retornar para os Estados Unidos.

Britney juntou forças com a MTV para um documentário de 90 minutos sobre o seu retorno ao cenário pop, cujo especial recebeu o nome de For The Record e foi ao ar no última dia de novembro. Nele, a cantora desabafa: “Muitas coisas aconteceram nos últimos anos e há muitas coisas que as pessoas não sabem sobre mim que eu gostaria que elas soubessem. Eu queria fazer esse filme porque eu comecei a sentir que eu não estava sendo vista da maneira que eu gostaria de ser vista. Essa é uma oportunidade de colocar tudo em pratos limpos e falar sobre o que eu passei e onde eu estou focada. Eu tenho passado por tantas coisas, e tem muitas pessoas que não sabem. Algumas vezes isso pode ser solitário porque você não abre o que te prende. Eu estou presa neste lugar, e lido com isso todos os dias. Eu sento e olho para trás. Eu sou uma pessoa inteligente, em que diabos eu estava pensando?”

Em pleno aniversário de 27 anos, Britney comemorou o lançamento mundial do Circus em um show exclusivo para fãs no Good Morning America, realizado dentro de um circo de Nova Iorque. O CD foi um sucesso nos Estados Unidos, alcançando a primeira posição da Billboard logo em sua semana de estréia.

Sob direção de Francis Lawrence (I'm a Slave 4U), dois dias após o lançamento do álbum, o clipe da faixa-título do álbum caiu na rede sobre a temática da música. Quem não gostou nem um pouco de ver animais no videoclipe foi o PETA, órgão americano de defesa aos animais, que encaminhou uma ordem restritiva para a cantora.

Após a virada do ano, sem grandes comemorações em baladas como no passado, Spears iniciou 2009 num intenso ritmo de ensaios — era o momento dela se preparar para sua primeira turnê mundial em cinco anos.

Enquanto o foco era o seu espetáculo, muito se especulava sobre a sua família. Kevin Federline, o ex-marido, se encontrou com Britney e seus advogados para decidirem o futuro das crianças com a longa jornada de shows da mamãe. Após uma longa conversa, eles entraram num acordo para que Spears levasse os filhos com ela por todas as cidades onde passaria com seu show.

Antes da turnê começar, foi divulgada a primeira campanha publicitária de Britney com a marca Candie's. Clicada pelo fotógrafo Mark Liddell, o mesmo que realizou um ensaio com ela para o material promocional de seu show, Spears posou com as roupas da grife e mostrou que estava com o corpo em forma nas fotos com diferentes biquínis e maiôs. “Meu cenário favorito foi o que tinha uma gigantesca parede de algodão doce”, ela disse sobre a campanha.

A Candie's também foi uma das grandes patrocinadoras da turnê Circus Foi através do site da empresa que os fãs puderam assistir ao primeiro vídeo da cantora nos palcos, ensaiando para o seu grande show. O compacto ao som de Circus mostrou trechos de várias performances, e foi divulgado dois dias antes da turnê começar oficialmente, o que levou os fãs à loucura!

De volta a Louisiana, estado onde nasceu e cresceu, Britney deu a largada da turnê Circus na cidade de New Orleans. A imprensa teve opiniões diferentes sobre o show: “Britney Spears desceu do teto da New Orleans Arena e voltou para o coração dos seus fãs, restaurando sua carreira com uma performance impactante num palco de primeira linha” — People; “Às vezes, a própria Britney quase se torna pequena se comparada ao espetáculo. Ela fica ótima em seus vários figurinos e ainda consegue se mexer bem com todos eles... É que, bem, ela meio que se perde com a grandiosa produção à sua volta. Seria melhor se houvesse um pouco mais da Britney Spears” — MTV.

Ainda no mês de março, Spears lançou seu videoclipe da polêmica música If U Seek Amy, que deixou as estações de rádio muito incomodadas com o seu refrão — de uma forma brilhante e jovial, ela soletra um palavrão. No vídeo dirigido por Jake Nava, Britney faz graça com a imprensa logo no início, onde aparece uma falsa apresentadora da Fox falando sobre sua música. O clipe pode ser definido como uma incrível junção de todas as coisas da Brit, com uma mensagem de que até boas garotas tem um lado ousado, e de que até a mais santinha pode ser também a mais vadia de todas.

Dirigido por Dave Meyers, o clipe de Radar foi divulgado no último dia de junho e também foi usado como comercial para a marca Candie's — sua segunda campanha com a grife no ano. Para o vídeo, Britney descartou os animados passos de dança para explorar o que o diretor chamou de “romance da alta sociedade e os caras que circulam por ela”. Inspirado parcialmente pelo vídeo Take a Bow de Madonna (1994), o clipe foca-se em Britney dividida entre dois pretendentes: um cara rico e um jogador de pólo. “Ela estava numa mentalidade boa e aberta a tentar coisas novas. A esta altura estamos os dois bastante experientes em nossas especialidades, então foi como duas pessoas se reunindo, tentando fazer algo inteiramente novo. Mostramos o lado classudo da Britney e focamos numa experiência de classe, bem européia.” disse Meyers ao MTV News.

Quando encerrou as apresentações com a turnê Circus na Europa, Spears retornou para os Estados Unidos e foi homenageada na premiação Teen Choice Awards com o prêmio Ultimate Choice. Ela compareceu ao evento e pegou sua prancha das mãos de Miley Cyrus, agradecendo aos fãs pelo apoio durante toda a década.

Em setembro, Britney estrelou um comercial promovendo o Video Music Awards com o anfitrião da cerimônia, Russel Brand. Na campanha, ambos estão em lugares diferentes — ela de biquíni em frente a uma piscina e ele no quarto —, mas ao se dar conta que Britney consegue ler seus pensamentos e vice-versa, Russel tenta seduzir a cantora por telepatia. “Britney, esta é a voz de sua mente ... vá para o quarto de hotel de Russell. Se entregue a ele, Britney. Durma com Russell!”, disse o rapaz no comercial. No dia da cerimônia, Britney não pôde comparecer devido aos shows de sua turnê, mas gravou um vídeo de agradecimento pelo prêmio de Melhor Vídeo Pop que recebeu por Womanizer.

Britney agitou mais uma vez as estações de rádio ao lançar a música 3, no final de setembro. Produzida por Max Martin, o single fala sobre o ménage à trois (sexo a três) e foi o carro-chefe da coletânea The Singles Collection, se tornando um hit mundial. Algumas semanas depois, ela ensaiou com a dupla Rich & Tone uma coreografia para o clipe e entrou em processo de gravação com a diretora Diane Martel. O resultado pôde ser visto no final de outubro, com o lançamento do videoclipe no site da cantora.

Em novembro, Spears deu a largada para a quarta e última jornada de shows da turnê Circus na Austrália. “Eu já queria ir à Austrália há algum tempo e agora finalmente aconteceu. Minha turnê Circus é o melhor show que eu já criei e eu não posso esperar para me apresentar aos meus fãs australianos”, disse Britney.

Tudo começou bem, os ingressos se esgotaram em questão de minutos e devido à enorme procura por toda a Austrália, shows extras foram adicionados em todas as cidades. Mas quando Britney se apresentou pela primeira vez na cidade de Perth, o que chamou a atenção de todos foi mesmo o playback, recurso que é usado por ela desde 1999 em boa parte de suas apresentações. Além dos próprios fãs saírem do show reclamando do espetáculo e do fato de Britney não conversar com o público, a cantora também causou polêmica junto ao governo do país. Virginia Judge, Ministra do Comércio do estado de New South Wales, afirmou que estava buscando medidas para se assegurar de que os fãs não fossem enganados. “É uma prerrogativa de Britney Spears fazer playback e é meu trabalho ter certeza de que os consumidores saibam o que estão comprando. Sejamos claros — ao vivo quer dizer ao vivo. A ideia do governo é que os materiais de promoção dos shows e os ingressos indiquem que partes da apresentação são gravadas”, disse a ministra.

Em meio a confusão do playback, foi lançada no dia 10 de novembro a coletânea The Singles Collection, uma forma que a gravadora Jive Records encontrou para comemorar a inigualável carreira de 10 anos de Britney. Com diferentes versões e apenas uma faixa inédita, 3, a coletânea chamou a atenção dos fãs por sua versão Box, que reuniu 29 singles de Britney com suas capas originais, acompanhados de uma b-sise ou remix, além de um DVD e um livro com os videoclipes da musa.

Britney encerrou a turnê Circus em 29 de novembro após 97 shows realizados durante o ano. Apesar da controvésia envolvendo o espetáculo, a turnê foi uma das mais bem sucedidas do ano e contribuiu para que Britney se tornasse a única artista de sua geração a estar entre os 25 artistas que mais arrecadaram com shows na última década.

O ano de 2009 se encerrou com Britney na capa da revista Elle com Sean e Jayden, num ensaio fotográfico clicado por Carter Smith, e muita especulação sobre o seu próximo projeto musical.

Produtores como Danja, Darkchild, Sean Garret e Fernando Garibay estão em estúdio trabalhando com Britney em novas músicas. A data de lançamento do CD ainda não está definida, mas espera-se que ele esteja pronto entre maio e junho de 2010.

Em 2010, o primeiro passo de Britney foi fechar um contrato pelo segundo ano consecutivo com a grife Candie’s. “Eu tive uma ótima experiência trabalhando com a Candie’s e a Kohl’s no ano passado e eu estou feliz por ser convidada a assinar novamente para um segundo ano”, disse a cantora num comunicado.

Na campanha, ela foi clicada pelos renomados fotógrafos Terry Richardson, Annie Leibovitz e Mark Seliger — sendo um dos maiores investimentos já feitos pela Candie's numa campanha publicitária!

Créditos: X-Britney.

Ver todos