13/02/05 - 02h:32mDenunciar

**CaRoL e ReNaTo**

Oi pessoas!!

Ta ai uma fotinhu q o Rê qrido ja tinha me mandado faz um tempão e q eu catei aki no pc...

Nossa q saudade q eu to desse menino ai,agora acho q eu vo te q acha outra pessoa pra me empresrar o moleton,a jaqueta qdo eu to com friu heheheh td dia juntos e agora nao mais bem q vc podia fazer psicologia Renato eu ia adorar!!Onde vc anda?A ultima vez q te vi foi antes do Carnaval qdo eu tava caminhando com meu cachorro e vc passo berrando...hehehehe

De onde veio essa foto tem mtas outras e eu vo postar todas!!Tem as da formatura,as do 3ao as do dia do pijama..

Rê ve se nao some viu!!aprece pq eu to com saudade ja seu xeroso!O efeitinho fico meio tosco... hehehe mas o q vale eh a intensão... Tava enjuada dakela foto =P

E hj MIRANTE sensaciona heim? iuahiauha.. =D

Dps "filme" na Bru e Pizza...

E amanha?domingo?temos q programar algo...qker coisa liguem;;

Um bjinhu pra Tds e COMENTEM!! =o*



A krolzinha me passo e eu adorei... (www.flogao.com.br/krolzinha)

"De uma coisa podemos ter certeza:

De nada adianta querer apressar as coisas;

tudo vem ao seu tempo,

dentro do prazo que lhe foi previsto,

mas a natureza humana não é muito paciente.

Temos pressa em tudo,

aí acontecem os atropelos do destino,

aquela situação que você mesmo provoca

por pura ansiedade de não aguardar

o Tempo Certo.

Mas alguém poderia dizer:

Mas qual é esse tempo certo???

Bom, basta observar os sinais...

Quando alguma coisa está para acontecer

ou chegar até sua vida,

pequenas manifestações do cotidiano,

enviarão sinais indicando

o caminho certo.

Pode ser a palavra de um Amigo,

um texto lido, uma observação qualquer;

mas com certeza,

o sincronismo se encarregará de colocar você

no lugar certo, na hora certa, no momento certo,

diante da situação ou da pessoa certa!!!

Basta você acreditar que

Nada Acontece Por Acaso!!!

Lembre-se que:

O universo sempre conspira a seu favor,

quando você possui um objetivo claro

e uma disponibilidade de crescimento. "

(Paulo Coelho)





...Já não se sabe o momento exato de partir

Não quero me entregar tão cedo

Aquele amor que eu senti quando te conheci

Não tá rolando mais faz tempo

Não vejo mais o brilho dos seus olhos pra mim

Nem sei se ainda posso mesmo te fazer feliz

Cada momento que passamos, juro, foi bom

Mas tudo que ascende apaga, e o que era doce se acabou

E quando eu penso em ir embora

Você não quer me dar razão

Me diz que eu tô jogando fora

O Amor que tem no coração

Eu fico disfarçando e finjo que não sei

Que em pouco tempo rola tudo outra vez...





AS MORTES EM VIDA (Martha Medeiros)

Lembro quando morreu a atriz Daniela Perez. Em uma entrevista logo após o crime, sua mãe, Glória Perez, falava que a filha ainda estava muito presente nas músicas que tocavam no rádio, nos programas que passavam na tevê, porque ela sabia a opinião que Daniela tinha sobre aquilo tudo. Por isso, Glória dizia que a dor provavelmente não retrocederia com o passar do tempo, e sim, aumentaria, à medida que novas músicas fossem compostas, novos programas fossem ao ar e ela já não saberia qual a reação da filha diante dessas novidades. Como esta entrevista foi dada muitos anos atrás, não estou conseguindo reproduzir as palavras fielmente, mas o sentido era mais ou menos esse.

Isso acontece também entre pessoas que se separam por força da vida, e não da morte. Uma dor provocada por uma ruptura amorosa tem as mesmas duas fases. A primeira é a dor da ausência imediata, da brutalidade de ter que se afastar de alguém a quem amamos tanto um dia. A segunda dor vem justo quando já não se esperava dor nenhuma. É quando a pessoa se transforma em memória: além de a gente perdê-la fisicamente, começamos a perdê-la para o tempo. Você não consegue mais saber como seu ex-amor reagiria diante de um fato novo. Ele fica congelado na lembrança e no passado, não há mais pontos ligando-o com o presente que você está testemunhando.

Você já não saberia dizer em quem ele votaria, não sabe o que ele pensa sobre reality show, não sabe se ele também acha que os filmes do Woody Allen não são mais tão sensacionais, não sabe se ele ouviu falar em Nick Hornby, não sabe que impacto lhe causou o atentado de 11 de setembro, não sabe se ele é a favor ou contra a clonagem humana, não sabe se ele acordou de madrugada para ver os jogos do Brasil na Copa. E, no entanto, ele não morreu como Daniela Perez. Morreu pela distância e pelo desamor.



Às vezes me pergunto se esta morte não é mais cruel, já que tornou-se definitiva não por um crime ou fatalidade, mas por um desinteresse em vida.



=o*** Beijos Bejinhos bejokas...

Comentários (3)

fabiemseara
1. fabiemseara 13/02/05 10:22

Oieee...
Tudo certinho?
Nossa estou totalmente inchada de tanto dormi, tirei o atraso!!!
Descansei pelo ano inteiro, já estou pronta pra outro carnaval...
hehehehehe
Lindo os texto acima... principalmente do Paulo Coelho.
Beijosss... e bom domingo pra vc!!!

krolzinha
2. krolzinha 13/02/05 14:33

oiiiiiiiii... joia a foto.. e ai tudo certinhu.. lindosss os textos heim
carol.. ( hauhauah )
e ai aulinhas quase xegando.. adeus vida mansa.. hehehe te adoro tah!!
bjus se cuida e um otimo domingao.. dia q naun se tem nada pra fazer.. hehe

fabiemseara
3. fabiemseara 14/02/05 18:46

Oiiieeeeeee...
Dai Carol... como vão as coisas?
Pois é, minha moleza acabou hoje, tive meu primeiro dia de aula... muito
engraçado.
Fui e voltei escutando pagode... vê se não esquece que temos um pagode pra
combinar heim...
Beijos...

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.