19/02/05 - 01h:20mDenunciar

**Eu e minha maninha**

oi amores... aki estou eu novamente... nao disse q nao ia abandonar o flogao?=D Por mais fraco q estejam os numeros de comentarios eu to aki firme e forte!! É q agora essas pessoas preguiçosas comentam OU no flogao OU no fotolog.net ao inves de comentar nos dois horas! HEHEHEHE mas td bem..

Nao to mto imporlgada pra escrever nem pra falar nada...

Hj estou de ressaca emocional! =I

Mas amanha é outro dia e um belo dia!

Tem formaturaaaaaa qro festar bastantão com meus amiguinhos do coração!

Nessa foto ai ta eu e a minha mana q eu amo um tantão assim! É num restaurante lá em Floripa,desculpem os olhos vermelhos não deu tempo de tirar o vermelho... quer dizer tempo deu mas falto vontade hahahahahaha...

Bjok, cuidem-se, e comentem no www.fotolog.net/carolsozinha =P



BEM-ME-QUER, NÃO-ME-QUER

Estava voltando para casa dirigindo meu carro quando escutei pelo rádio uma música do Renato Russo em que ele cantava, com uma voz fraquinha, melancólica, algo como "vou seguir minha vida/já que você não me quer mais". Uma coisa tão corriqueira, mas como dói.

Quase todo mundo já passou por isso: gostar muito de alguém, ser correspondido e de repente esta pessoa não lhe querer mais. Como entender?

É normal se desfazer das coisas. Não queremos mais uma camiseta que está gasta e a jogamos fora. Não queremos mais um sorvete porque está enjoando. Não queremos mais assistir ao programa de tevê que estávamos vendo porque ficou sem graça. Fazemos isso todo dia: desistimos de algo e partimos pra outra.

Só que a gente não é uma camiseta, um sorvete, um programa de tevê. Não estamos gastos, não provocamos enjôo, não somos sem graça. Ao menos não nos consideramos assim. Mas alguém considera. Justamente aquela pessoa que a gente mais queria agradar. É desumano.

Jorge não me quer mais. Fabiana não me quer mais. Leticia não me quer mais. A frase, jamais verbalizada, fica martelando dia e noite na cabeça, como uma sentença de morte da nossa auto-estima. Logo eu, que sou bem-humorada e carinhosa. Logo você, que é generoso e poliglota. Logo nós que somos de carne e osso, plenos de sentimento, com qualidades insuspeitadas e uns poucos defeitos que nem são tão graves. Logo nós que não tivemos tempo de mostrar todas as nossas aptidões.

Não tem conversa: go out! A gente sorri e diz que tudo bem, faz parte da vida, não se pode ter tudo... é verdade, mas não é uma verdade fácil de digerir.

Nós, crianças grandes, queremos ser gostadas como fomos por nossos pais quando éramos crianças pequenas. Queremos que nos achem especiais, que adorem nossa companhia, que riam das nossas gracinhas. Mas não é mãe nem pai que está aí na rua: é gente normal, que gasta camisetas, enjoa de sorvetes e troca de canal. Querem você, e às vezes não querem. Lidar saudavelmente com isso é que diferencia uma vida perdida de uma vida enfrentada.

(Martha Medeiros)



---> Se por acaso morrer do coração é sinal q amei demais...Mas enquanto estou viva,cheia de graça,talvez ainda faça umonte de gente FELIZ!"

Comentários (3)

fabiemseara
1. fabiemseara 19/02/05 15:22

Oieeee Carol...
Hummm que vontade que me deu agora de um picoleee...
Linda a foto...
Beijos...
Boa formatura e vê se encontra um gatinho bem lindo pra beija muito na
boca!!!!!!

fabiemseara
2. fabiemseara 21/02/05 19:24

... atualiza que é bom "nada"!!! brincadeirinha... com um fundo de
verdade... hehehe...
Tudo certo com vc? não conversamos mais e agora te chamei no msn e vc n
respondeu!!!
Beijos....

krolzinha
3. krolzinha 24/02/05 12:50

oioioi carol e ai tudo certinhu lindona,, toh aki de passagem rapidaum.. q
toh na faculll e ai tudo bem.. como estao as aulas???? e o trote.. hahahaha
massa!!!!! bom te cuida ai tah aki tah tdo bem.. bjus linda!!!

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.