EX-PREFEITO DE SALGUEIRO REBATE CLEBEL

Umãs,Quinta-Feira,18/05/2017

Em 16 de maio de 2017, o Prefeito do Município de Salgueiro, Clebel Cordeiro, divulgou, no site da Prefeitura, uma nota informando ao povo de Salgueiro que o Município herdou, da gestão anterior, débitos de mais de R$ 2.000.000,00 (dois milhões de reais) junto à Receita Federal do Brasil – RFB referentes ao exercício de 2012, decorrentes de compensações indevidas.

​Afirma em nota que, em decorrência deste fato, o Município está inadimplente, ocasionando bloqueio de recebimento de recursos.

​Ocorre que os valores em questão estiveram retidos, indevidamente, pela RFB (Receita Federal do Brasil) nas cota partes do FPM – Fundo de Participação dos Municípios, fato ocorrido de jul/2011 a jul/2013, sendo obrigatório aos municípios realizarem as compensações para não gerar pagamento em duplicidade, conforme planilha e extratos anexos.

​Os valores objetos dessas compensações foram auditados pela Receita Federal e se encontram com a exigibilidade suspensa, em razão de defesa administrativa. Inclusive, esses mesmos procedimentos foram questionados pelo Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco, na Prestação de Contas de 2012, julgadas e já aprovadas pelo TCE, conforme processo TC 1507185-6:

“restaram afastadas as irregularidades relativas ao não recolhimento de contribuições dos servidores ao RPPS e ao não repasse das contribuições patronais do regime geral de previdência social” (acordão TC 0207/17)

​Lamentável como uma administração irresponsável e incapaz esquece as promessas de campanha e não demonstra o menor respeito e preparo para gerir nossa Salgueiro, valendo-se de artifícios midiáticos para esconder a sua incompetência administrativa.

​O Município de Salgueiro teve 16 anos de história limpa, transparente e com gestão de alta qualidade, respeitada e premiada em nível nacional, valorizando políticas de saúde, educação, resíduos sólidos, transporte escolar, pagando em dia fornecedores, prestadores de serviço e principalmente os seus servidores, garantindo-os uma política exclusiva de aumento anual de seus subsídios e vencimentos.

​Na verdade, a herança para a atual gestão, somadas todas as contas municipais, entre elas fundos de educação, de assistência, de saúde, de previdência e da própria Prefeitura, foi de quase R$ 30 milhões de reais em caixa.

​Como num passe de mágica, o Município entra em calamidade financeira gerando enxurrada de dispensa de licitação que somam mais de R$ 5 milhões de reais, representando 82% das processos licitatórios realizados até a presente data, além de um carnaval milionário sem prestação de contas, o que demonstra falta de transparência e respeito com a população e principalmente a seus eleitores.

​Com tranquilidade e com calma mantemos o acompanhamento na defesa de nossa querida Salgueiro e seremos firmes em encaminhar todas essas calúnias à Justiça, sem medo e sem ódio.

Marcones Libório de Sá
Ex-prefeito de Salgueiro

Fonte:www.sertaocentral.com

cleitoncds não permite ver os comentários desta foto.

Apenas quem tem uma conta no Flogão pode comentar.

Crie sua conta gratuita no Flogão!