16/07/04 - 15h:40mDenunciar

Minha bela juventude

No seio da vida , na minha juventude

Para conhecer o amor e as sua plenitude

E na minha breve vida

Percebi-me nas dores recolhida

Prendi no vazio as minhas atenções

Quebrei inocentes corações

Mergulhei no canto dos passarinhos

Afundei-me num mar de espinhos

Com meu corpo sangrando

E na lama da ilusão se afundando

Por um desespero perdido

E por um caminho partido

No auge do mundo dos sonhos

Embebi-me em gostos enfadonhos

Optei por meu sangue amaldiçoado

E por meu espírito aperfeiçoado

Pela felicidade na minha aparência

E na alma a minha decadência

A força que move os meus mundos

Vai além dos meus músculos imundos



Não o título não é o do poema.... o título do poema é "dor de corno part two - Um corno para sempre..." fui eu que fiz para o livro que estou escrevendo... e essa é apenas uma partezinha dele, pois na real ele deve ter uns cinquenta versos...

Comentários (0)

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.