28/09/04 - 22h:00mDenunciar

mudando?

Gente eu num mudei tanto assim... talvez sempre fui do jeito que sou agora... poemas depressivos ? sim , escrevo sim, eu gosto de escrevê-los .... Num tenho poemas felizes, pois eles me deixam péssima... mas tenho esse aki:



O infinito

08/08/2004 22:05



O infinito é agora

É o soprar do vento

É o balançar das folhas

Que caem numa tarde de outono

É a música que você ouve e tem vontade de repetir



O infinito são as horas que você perde

É a madrugada de sono

É a madrugada de insônia

São os cabelos que caem no banho

É a gota de água que escorre na pedra



O infinito é a sua cor preferida

É a conversa com os amigos

É a ressaca da noitada com a galera da faculdade

É o abrir de olhos ao meio dia

É chegar atrasado na aula



O infinito é luz do sol que cega os boêmios

são as linhas que estou escrevendo

É a dor da saudade

É o amor no coração



O infinito são as lágrimas que rolam

são as estrelas do firmamento

são os grãos de areia do fundo do oceano

É o sorriso de uma criança

É um beijo e um abraço



O infinito é o que você lê

É a vontade de encontrar alguém

É a curiosidade do que vem depois

É a coragem de perder a metade da vida

É viver o hoje sem esquecer de ontem



O infinito é acreditar no amanhã"

Comentários (0)

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.