12/02/05 - 00h:27mDenunciar

Sempre mais do mesmo...

Não sei se vcs sabem, mas meu poeta do coração é o Mário Quintana. E tem uma poesia que considero em especial. Representa muito para mim. Uma faze importante. Uma pessoa também importante. Talvez eu tenha passado por aquela "curva no caminho, anônima" ou observado "certos estados do céu" hoje a tarde... Não sei. Mas foi um instante de "inexplicável alegria" o que essas recordações sopraram em mim...

- Já a foto... Para não perder o nosso costume :P







Operação alma



Há os que fazem materializações...

Grande coisa! Eu faço desmaterializações.

Subjetivações de objetos

Inclusive sorrisos,

Como aquele que tu me deste um dia com o mais

puro azul de teus olhos.

E nunca mais nos vimos (na verdade, a gente nunca mais se vê...) No entanto,

Há muito que ele faz parte de certos estados do céu,

De certos instantes de serena e inexplicável alegria.

Assim como um vôo sozinho põe um gesto de adeus na paisagem,

Como uma curva no caminho,

Anônima,

Torna-se às vezes a maior recordação de toda uma volta ao mundo!



(Mário Quintana - prosa e verso 1978)

jaja não permite ver os comentários desta foto.

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.