05/05/05 - 23h:15mDenunciar

Agora



Que versos calam

Mãos atadas

Cerrados lábios

Que beijos guardam?



Quanto encanto

Em cada canto

Jamais visto

Em que consiste?



Quem não vejo

Não os sei

Longe vivem

Que sonhos dormem?



O que não veio

Avesso do anseio

Ainda insisto

Que vida morre ontem?



Eu nasço hoje

E morro jovem

E faço anos

Toda tarde



E como um acorde

Eu vivo enquanto

A todo tempo

A vida é breve



E cedo ou tarde

Eu vivo tanto

Que, leviano

Eu morro leve

Comentários (0)

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.