10/11/04 - 01h:14mDenunciar

Vida e Paixão



Quanta falta...

Talvez nunca saberás

Só podes imaginar, desejar, acreditar

A certeza é para os tolos

Quero-te, desejo-te

Sofro a longa espera de mais uma vez ter-te

De negras e longas madeixas

Cujas palavras, por vezes, derramam fel

Mas, por vezes, me levam ao céu

Criam e destroem, ferem e curam

Mas pronunciadas por teus lábios

Tem o estranho, mágico e particular poder de fazer vibrar,

Ressonar a alma

E, mesmo sem querer,

Criar e fazer cessar a cólera em uma mesma frase

Tua presença me rouba os sentidos

Tua ausência me leva a vida

Tua lembrança me embriaga de paixão

Minha virgem dos lábios de mel!

Quem és?

Não! Não és a musa tupiniquim

Também não és a musa grega

Espere! Quem és?

Qual teu nome?

Se não és Atena nem Iracema?

És minha musa

Minha morena, pequena e serena

Seu nome?

Lorena





Há muito tempo que não ouço notícias desse casal amigo. Gosto de pensar que eles estão assim, como nesse poema de Sanzio, guardando o que há de mais bonito para quando se VERÃO...



(Foto: Automático no Teto do Carro)

Comentários (0)

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.