30/03/07 - 18h:13mDenunciar

Gosto da foto,da música e AMEI o depoimento!!

Escreveram esse depoimento no meu orkut e resolvir colokar aki pq to sem oq escrever!!



Léo bligada pelo depoimento...amei...bjux...amo-te!!!!





Estava pensando aqui se eu tinha toda uma intimidade para falar da Lucyane!?

Conheci a pouquíssimo tempo, mas tive uma empatia tão grande por ela que achei que devia.

Me achei na liberdade por ter conhecido um garota do bem, amiga, apaixonaaaaaada e de um coração de causar inveja a muitos.

Achei lindo o valor sentimental que ela dá a seus amigos e ao amor. Porra, eu acho que poucas pessoas que conheço tem algo tão forte e sincero como a Senhorita Lucyane.

Tenho sedas e mais sedas para rasgar aqui, mas acho que vou fazer que nem a "Betânia", quando diz: "em tudo eu sou seu fã"!!

Adorei ter conhecido você, viu?

Saudades!

Beijos e Abraços






Guilherme e Santiago - Tempestade De Paixão



O tempo está fechando e me parece

Vai chover dentro de mim

E esse clima quase me enloquece

Toda a vez, é sempre assim



Relâmpagos, trovoões e vendaval

No horizonte da minha paixão

Anunciando em minha vida

Tempestade de paixão



O tempo quando fecha é solidão

Que está rondando a minha cama

A chuva é enchorrada no meu peito

Transformado tudo, tudo em lama



E surte o branco da minha esperança

E marca a ferro e fogo o coração

Abre a porta entra a saudade vida fera

Fecha todas as saídas



Chove sem parar

É chuva é lágrima no meu olhar

É pranto que rola e não dá pra evitar

Passo a te buscar na solidão, na rua



E é sempre assim,

Espero sozinho uma nova estação

Que traga de volta meu sol de verão

E jogue a minha vida nos braços da sua



O tempo quando fecha é solidão

Que está rondando a minha cama

A chuva é enchorrada no meu peito

Transformado tudo, tudo em lama



E surte o branco da minha esperança

E marca a ferro e fogo o coração

Abre a porta entra a saudade vida fera

Fecha todas as saídas



Chove sem parar

É chuva é lágrima no meu olhar

É pranto que rola e não dá pra evitar

Passo a te buscar na solidão, na rua



E é sempre assim,

Espero sozinho uma nova estação

Que traga de volta meu sol de verão

E jogue a minha vida nos braços da sua



Chove sem parar

É chuva é lágrima no meu olhar

É pranto que rola e não dá pra evitar

Passo a te buscar na solidão, na rua



E é sempre assim,

Espero sozinho uma nova estação

Que traga de volta meu sol de verão

E jogue a minha vida nos braços da sua

kanisha não permite ver os comentários desta foto.

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.