Era diferente agora...
Meu coração ainda disparava quando sentia o coração dele por perto, mas não precisava mais do dele pro meu continuar batendo, sabe? Ele disparava porque simplesmente era ele, e o fato de ser ele abala todo o meu sistema nervoso. Mas meu coração agora entendia que com ou sem ele, dava pra continuar batendo, um pouco mais devagar, mas batia.

lucoelhinha não permite ver os comentários desta foto.

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.