14/02/06 - 01h:37mDenunciar

A bailarina e o cadeirudo!

Finalmente uma foto minha e da Faby aki em casa no dia q as pessoas dormiram aki (só eu dormi)... Te amooo garota!

Não to conseguindo entrar no msn e isso ta me fazendo mal... hahhahahha

E pq eu me amarro em tirar fotos de meia?!?!





Tava aki dando uma vasculhada nos textos q eu escrevi e esse foi um dos q eu mais gostei... Tava megaaaa inspirado nesse dia...





Tem dias que você acorda e sente que pode fazer tudo que deseja e almeja para a sua vida e isso torna um dia muito curto. Tem dias em que a vontade de não fazer nada é a sua maior vontade e isso torna um dia muito longo.

Todos nós temos as nossas satisfações e aflições do dia-a-dia e consequentemente, conquistas e frustrações.

Vitórias causam alegria e alegria é alegria, seja ela contida ou extravazada.

Derrota causa dor e dor é grito, disfarçado ou exteriorizado.

E como nós, por natureza, temos mania de grandeza, de ganhar sempre, normalmente damos mais ênfase as derrotas do que as vitórias.

Só precisamos aprender que nem o tempo, nem o mundo respeitam nossas dores e nossas alegrias.

Por isso às vezes é preciso perder um pouco do tempo e do mundo pensando, parado no tempo que não pára, se divertindo, sorrindo e chorando, parando o tempo que não pára.

E a coisa mais preciosa e relevante para alguém é o amor.

Amor de amigo, de pai e mãe, de irmão, de filho, de avô e avó de casal, amor próprio.

E o amor não respeita o tempo porque é para sempre, eterno.

Nesses casos, um simples olhar vira lembrança e um sorriso se torna uma busca constante.

O sonho se confunde com a realidade e as prioridades e motivações estão sempre relacionadas a quem se ama, mesmo que indiretamente.

O perdão se torna possível e a confiança, fundamental.

Literalmente, vive-se duas vidas.

Aprende-se que quem te ama, nem sempre vai lhe dizer a verdade, pois o instinto de proteção é muito maior e que independente da decisão tomada, essa pessoa sempre buscará o seu bem na concepção dela.

Aprende-se que ciúmes tem inúmeras vertentes, podendo tomar forma de posse, cuidado, desconfiança ou ciúmes mesmo, e que na maioria das vezes não se tem ciúmes do que você possa fazer e sim do que outras pessoas possam fazer com você.

Aprende-se também que para o bem da pessoa amada, as pessoas são capazes de sacrificar sua dignidade, sua moral e caráter e até mesmo seu próprio bem mesmo que isso signifique uma infelicidade e vazio intermináveis.

Aprende-se que dizer eu te amo é uma coisa boa, que não deve ter hora, lugar e volume definido para se falar, mas que também é muito forte e depende muito de maturidade.

Aprende-se que ouvir eu te amo é bom, mas melhor do que isso é ter certeza.

E é claro que ninguém ama igual a ninguém, pois a característica que nos torna diferentes e mais interessentes que é a individualidade também está presente nesse contexto.

Não ter vergonha de assumir esse sentimento ao menos a si próprio, é o gesto mais masculino de um homem e mais feminino de uma mulher... É o gesto mais humano de um ser vivo.

Alguns serão correspondidos e outros não. Talvez essa seja a única imperfeição desse sentimento que é a única coisa capaz de desafiar e questionar o tão intocável e poderoso tempo.



No amor não existe passado e sim saudade.

Não existe presente e sim vida.

Não existe futuro e sim certeza.



By Luizinho

luizinhoufrj não permite ver os comentários desta foto.

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.