02/05/07 - 21h:17mDenunciar

A FENDA QUE NOS SEPARA - LEON LYNCH

Eu continuo a observar-los...

Pois meus parabens por mais um ano bem...



.

.

.

.





A FENDA QUE NOS SEPARA- LEON LYNCH



Nem amor nem dor ou mesmo nenhum outro espectro de sentimentos múltiplos para satisfazer o espírito humano de minha existência será jogado no abismo da ociosidade. Antes mesmo que o inexorável fim apoteótico prevaleça, buscarei nas entranhas de minha alma arfante o desejo mais puro de introspectividade fugitiva, ainda que amargamente isso tome conta de mim, expurgarei minha desilusão distraída na volúpia inocente de minhas amantes.

Não vou voltar ao mesmo lugar, não, isso já não posso mais meu amigo, por mais que tente, eu não posso, minha ponte de razão fora destruída, uma nova, agora se ergue exuberante e dessa vez será imponente como aquela montanha em que, por mais que o vento sopre, ela nunca se curvará diante dele. A fenda que nos separa diante de nosso céu em chamas, será unificada por essa ponte a nos unir num mundo sem trevas.

Caminhemos então abraçados nessa "corda bamba" que corta esse abismo na consciência dos errantes mortais desprovidos de toda decência terrifica de onde sopram os ventos da nossa amoralidade humanóide, e nosso paraíso utópico nos encontrará na mesma direção esquecida na eternidade.



Texto e foto: LEON LYNCH

lynch não permite ver os comentários desta foto.

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.