30/05/06 - 17h:30mDenunciar

+



“NÃO TE ESQUEÇAS DE MIM.”



Não te esqueças de mim, quando erradia

Perde-se a lua no sidéreo manto;

Quando a brisa estival roçar-te a fronte,

Não te esqueças de mim, que te amo tanto.



Não te esqueças de mim, quando à tardinha

Se cobrirem de névoa as serranias,

E na torre alvejante o sacro bronze

Docemente soar nas freguesias!



Não te esqueças de mim, quando meus olhos

Do sudário no gelo se apagarem,

Quando as roxas perpétuas do finado

Junto à cruz de meu leito se embalarem.

Quando os anos de dor passado houverem,

E o frio tempo consumir-te o pranto,

Guarda ainda uma idéia a teu poeta,

Não te esqueças de mim, que te amo tanto.



Fagundes Varella



-me:não muito bem,consumida pelo vírus da gripe!Desculpem a demora,agora só voltarei a postar quando estiver bem,sem essas terríveis dores até para teclar!(que tédio!) cuidem-se todos,adoro vocês.



* Amor,te amo ,tu me ama?*





by ^Melancolia^





voltem sempre + voltem sempre + voltem sempre + voltem sempre + voltem sempre + voltem sempre + voltem sempre + voltem sempre + by ^Melancolia^

melancolia não permite ver os comentários desta foto.

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.