04/04/06 - 20h:50mDenunciar

CURRICULUM VITAE

HUMBERTO “CABELEIRA” – BATERISTA, NASCIDO EM MIL NOVECENTOS E SETEMBRO, EM ALGUM LUGAR DO BRASIL!!! É UM MUSICO MUITO TALENTOSO... É UM BATERISTA RÁPIDO! POSSUINDO UMA PEGADA FORTE E TECNICA, COMO SÓ ELE!

CABELEIRA, JÁ TOCOU EM VÁRIAS BANDAS... E UMA DELAS FOI A BANDA [GARDEN] UMA DAS PIONEIRAS DA CENA ROCK DE BOA VISTA. FOI DAS MAIS IMPORTANTES!

NESTA MINI-ENTREVISTA, VOCÊ VAI SABER UM POUCO MAIS SOBRE O SEU PASSADO COM A [GARDEN], E OUTRAS BANDAS, ALÉM DOS PLANOS FUTUROS TAMBÉM! ACOMPANHE...



[POR: MICHEL SALES E MENNYNNA]



[Michel Sales & Mennynna] - Conte-nos um pouco, a respeito de suas primeiras influencias e dos seus primeiros passos na musica?


[Humberto Thomé] - Eu comecei ouvindo Metálica e Sepultura aqui em Boa Vista. Comecei como roadie de uma banda que tinha aqui na cidade em 1989, o nome da banda era Face oculta. Depois comecei a tocar batera e logo depois formei a primeira banda de Thrash metal de Roraima a Zone of the Fear. Junto com outros integrantes. Depois de alguns anos toquei em outras bandas e fui o primeiro batera da Garden, e de outras bandas que estavam em evidência no rock roraimense. Eu dei uma boa parada, mas agora estou de volta aos pouco e logo, logo estarei nos palcos de Boa Vista.



[Michel Sales & Mennynna] - Quando você começou a tocar? Você se Lembra do seu primeiro ensaio?

[Humberto Thomé] - Foi a muiiiiiiiiiito tempo.Em 1989!

O cara q tocava guitarra já morreu. Ele era muito bom e tocava em uma banda muito massa q tinha aqui na época. O nome da banda era Face To Face. Ainda pode se encontrar por ai na cidade uns integrantes dessa banda, no mais nasceu a Zone of The Fear.



[Michel Sales & Mennynna] - Você está tocando em alguma banda atualmente?

[Humberto Thomé] – Cara, entrei em uma banda Gospel aqui na cidade mas os caras estão devagar quase parando e montar banda ruim é ....

Mas pretendo montar um power trio. Não sei como isso vai rolar mas...vamos ver!

Talvez a Zone Of The fear volte, não sei. O Rodrigo (M:. Guitarrista da Garden) teve falando comigo antes de eu ter ido pra Europa e já que estou de volta... Vamos ver o q vai dar!



[Michel Sales & Mennynna] - Fale um pouco sobre sua experiência em outras bandas das quais você já tocou?

[Humberto Thomé] - Em 1995 e 1996 toquei em uma banda que era o máximo! (risos)

The 2, com apenas dois integrantes q era eu e o Denis (um cara que na época morava no pricumã. Não sei o seu paradeiro hoje), guitarra e batera, e tocamos em eventos massas que rolaram na city bv. Toquei em outra que foi uma onda de rocks. Era a Eternal Life e tocamos no Parque Anauá e fizemos um show no Sesc,isso foi em 1996 toquei em uma banda com o Sidharta Brasil que tocamos uma única vêz no Totozão. Com a tv Roraima e tudo, mas foi só essa. Isso foi antes da Garden rolar e em tudo isso as piadas rolando. O nome da banda era Impresão Digital. Depois disso rolou a Garden, em 1997. Minha experiência na Garden foi muito doida, eu era um menino mau trapilho, isso além de feim (risos) e olhudo (risos), mas como eu era muito doido

chegamos a tocar muito e em muitas festas de boa vista. E a moçada se amarrava no som, e deu que em 1998 chegou a hora do porra louca aqui sair e deixar a banda seguir com outros talentos de Boa Vista como Rímolo e agora o Nequinho. São tantas emoções q eu ñ lembro. Tem muita gente q passa por mim e diz: E ae cabelera??? E a gata pergunta:Quem é? E eu respondo: Não sei.



[Michel Sales & Mennynna] - Como vc vê o crescimento da Cena Rock em Boa Vista?[Humberto Thomé] - Pow, muita coisa cresceu aqui morei um tempo em Manaus e no tempo q foi em 99 e 2000, as bandas tinha musicas próprias e tudo e quando voltei falava isso pra bandas q foi no caso da Ironia, q estava tocando com os caras e agora aqui tem bandas tocando suas próprias e tudo, demo, shows, fico feliz... Mas tem muita coisa pra rolar. Isso vai da evolução de cada um e por último antes de eu ir toquei com a banda do João a K’daver, deve ser esse nome ainda tocamos musicas do Kreator e outras. Foi bom, deu pra tirar o ferrugem de musicas porradas afinal foi eu quem começou com esse lance de tocar thrash metal.



[Michel Sales & Mennynna] - Sobre as bandas novas (Ln3, Moon hunters, K’Daver, Lepthos, Mr. Jungle, Isen) tantas bandas de estilos diferentes em Boa Vista, não é legal?[Humberto Thomé] - Sim claro. Eu estava tocando tbm na White Dove acho q gostos são diversos e são bandas boas de pessoas dedicadas.



[Michel Sales & Mennynna] – Em OUTRAS matérias, comentei muito sobre a crise de bateristas aqui na cidade... é lamentável! Tem aqueles que até gostariam, mas não conseguem dar conta do recado! Ou por “Moleza” mesmo, ou por que a igreja não vê o Rock com bons olhos. Cabelera, como você visa toda esta crise e/ou moleza de bateristas?

[Humberto Thomé] - Acho eu q isso vai de cada cara levar a coisa a sério ou na brincadeira de ser rockeiro e isso é f... Infelizmente tem igrejas q impedem os jovens a continuar uma carreira secular mas tudo depende da prioridade de cada batera e se ele ñ souber o q realmente quer ai é complicado mesmo.

Nesse momento eu estou muito afim de estudar pra poder passar nesses concursos q vem por ai mas tbm pretendo montar um power trio como já comentei antes e o q falta é só conciliar o tempo. No mais se o cara ñ for maduro e ñ tiver compromisso, ñ vai evoluir em nada.

[Michel Sales & Mennynna] – Cabeleira, eu bem sei que você tocou em varias bandas! Como foi dito agora à pouco e uma das mais conhecidas da galera é a Banda [Garden]. Gostaria de saber como se deu a sua entrada na [Garden] e posterior saída! Quais foram os motivos? Você ainda mantém algum contato com eles? Guarda algum rancor, frustração, etc? Conte-nos tudo, por favor!!

[Humberto Thomé] - Em 1996, eu , Rodrigo Baraúna, Sidarta Brasil e outros amigos, sempre q dava de fazer barulho, íamos e rolou q sempre estávamos na casa do André "Pomba" e lá tinha uma batera e os outros instrumentos e rolou q logo foram rolando nomes pra uma suposta banda como Flores no Asfalto, Windows, até rolou um lance de Flinflou (risos) mas veio a idéia de Garden e ficou. E como sempre os meninos conheciam muitas pessoas e amigos de escola e tal, rolou q nós íamos tocar em todas as festas até chegarmos a um repertório de umas 60 muisicas e tocar de quinta a domingo. Na praça, em aniversários, festas ... no outro lado do rio, em comícios, em bares da cidade e por aí. Mas eu era um menino muito porra louca e deu q rolou de eu sair da banda mesmo, em todas as bandas tem conflitos e tal e vc sabe quando a linha termina pra vc. Então cai fora de uma forma muito negativa lembro q na época as pessoas q topavam comigo falavam q eu tinha acabado com a banda e eu falava: “Que ñ tinha só eu na cidade q tocava bateria. Tem o Rimolo q acabou de entrar em meu lugar.”

Rolou um lance chato tbm entre a turma da banda mas hj eu os admiro muito e ñ rola mais nada de ruim entre agente. Hoje a banda esta com o terceiro batera, o Nequinho.



[Michel Sales & Mennynna] – Quem eram os integrantes da [Garden] no seu período de banda, que inclusive tinha até um tecladista se não me engano. E quanto tempo você permaneceu com eles?

[Humberto Thomé] - Na época era eu, o Sidarta, Rodrigo e André, depois rolou de o Claúdio Lavor entra pra fazer as bases de teclados fiquei com eles três anos 96,97 e 98.



[Michel Sales & Mennynna] – E a nova formação da Banda [Garden] o que você tem a dizer?[Humberto Thomé] - Pow, pra mim ta muito melhor do q antes, o Neto no baixo ta muito bem, o Nequinho é muito bom, o Rodrigo e o Sidarta tão bem também.

Pra mim é uma banda muito boa e principalmente quando o lance é Black Sabbath, Led, U2...

Os caras vão até mandar um cd agora. Pow, fico feliz pro eles.





[Michel Sales & Mennynna] – A [Garden] já está a 10 anos tocando cover em cima de cover, e o atual comentário que rola, é que logo, logo estarão lançando (depois de 10 anos) o seu 1º disco! Cabeleira, você que conheceu muito bem a “identidade” da banda, poderia nos dar uma idéia (talvez) do que os fãns da Garden podem esperar destas novas musicas? E você acha que eles mudaram muito (pra pior ou melhor) depois da sua saída?[Humberto Thomé] - (risos) Sabe, eu acho q eles depois de mim ficaram bem melhor mas ñ sei pq sei lá, e eu não conheço mais o repertório deles mas pelo q o Rodrigo me disse esta como antes só com umas musicas mais novas e atuais. E ñ sei o que dizer em relação a moçada q acompanha eles e o q eles esperam do cd. Mas espero q seja muito massa, porque se for eu vou fazer questão de ter um.



[Michel Sales & Mennynna] – E, estou sabendo que você foi passar uma temporada na Europa! O que você foi fazer lá? Em que país esteve e por que está de volta? Não valeu a pena??[Humberto Thomé] – Sim. Tenho um amigo q é de boa vista e mora em Lisboa a 5 anos. Ele teve aqui no ano passado e me chamou pra fazer um som por lá e eu fui.

Fui pra Madrid e depois Portugal, fiquei em Lisboa e lá foi doido. Estava sendo conhecido como índio.

Os caras lá não tocam muito não, pelo menos os q eu conheci. Mas fiz um som no Hard Rock Café Lisboa e deu pra tirar um pouco de graça tocando Bossa Nova e Mpb. A musica brasileira lá é bem vista.

Depois eu fui de volta pra Espanha, Itália, França e por último estive na Suíça e o q achei massa foi q a Suíça faz fronteira com a Alemanha e Áustria. Foi uma experiência única pra mim, pela primeira vez tive q tocar Bossa nova, Samba e Pagode. Já tinha tocado Mpb, e tocamos tbm Pop Rck q foi o q balançou a moçada brasileira q mora por lá.

Pude praticar o espanhol e inglês e de quebra aprendi um pouco de alemão e francês q é bem mais fácil q o alemão (risos).

Eu conheci o batera do Phill Colins, o nome dele é Gianco Fucito e tem a maior loja de baterias da Suíça.

A volta foi pq vc só sai do país com a passagem de ida e volta, sendo assim eu já estava com a minha marcada.

E o visto é só de três meses e eu sou casado e estava com saudades da minha gata.



[Michel Sales & Mennynna] - É verdade que você já tocou em uma Banda de Black Metal (adoradores de satãn)? Conte-nos sua experiência, já que atualmente você está tocando numa banda gospel, estilos totalmente opostos.[Humberto Thomé] - Que eu me lembro nunca rolou algo assim, gostava de Death Metal, ía pro cemitério beber, odiava crente e tudo mas nunca esse lance de adorar o satan, sempre achei esse lance de morte e diabo um lance muito palha.

Eu passei dez anos da minha vida cheirando cocaína, bebendo whisky entrava como água. Ae deu q conheci JESUS e parei com a droga. muitas pessoas q me conheceram no passado negro, hoje vê um outro cabeleira.



[Michel Sales & Mennynna] – Quais são os seus planos para o futuro?[Humberto Thomé] - Hummmmm, passar em um concurso (TJ ou TRE) (risos), dar uma volta com minha gata na Europa, montar uma banda massa e continuar sendo feliz.

Na verdade a palavra de Deus diz q o coração do homem faz planos mas... A resposta certa vem de Deus e pra mim tudo está nas mãos de Deus. Eu por exemplo estou sem emprego e conheci quase toda a Europa.

Só Deus na vida de um cara como eu pra isso acontecer. Deus é poderoso pra fazer tudo aquilo q pedimos, imaginamos ou pensamos... Diz a bíblia. Pra quem eu era isso só tem uma resposta: Deus é Fiel.



[Michel Sales & Mennynna] – Responda rápido:

- 1º álbum que comprou?
[Humberto Thomé] - Beneth the Remains do Sepultura



- Ultimo álbum que comprou?

[Humberto Thomé] - Testify do P.O.D. uma banda gospel mto boa.



- Melhor álbum de Heavy Metal?

[Humberto Thomé] - Powerslave do Iron Maiden.



- Um álbum que mudou sua vida?

[Humberto Thomé] - Blood World do Mortification, Banda de power death metal gospel.



- O álbum que vc mais ouviu na vida?

[Humberto Thomé] - Foi o Beneath The Remains do Sepultura e pra mim até hj é o melhor deles.



- Melhor capa de disco?

[Humberto Thomé] - Arise do Sepultura



- Álbum que vc daria a seu pior inimigo?

[Humberto Thomé] - Pow sei lá pq eu ñ tenho inimigos e se tem algum eu ñ o conheço. E ñ daria nada se tivesse.



- Álbum dos anos 70 que vc recomenda?

[Humberto Thomé] - Qualquer um Led Zeppelin é bom.



- Álbum dos anos 80 que vc recomenda?

[Humberto Thomé] - Pode ser o Powerslave ou o Peace of Mind do Iron Maiden.



- Álbum dos anos 90 que vc recomenda?

[Humberto Thomé] - Black All do Metallica



- Musica que vc mais gosta de tocar?

[Humberto Thomé] - Brutal Ofere do Mortification.



- Musica que vc gostaria q tocasse em seu funeral?

[Humberto Thomé] - São tantas emoções q se tocassem uma musica do PG seria legal, é Gospel.



[Michel Sales & Mennynna] – Cabeleira, muito obrigada por seus esclarecimentos e boa sorte!! Pois você tem um futuro promissor como baterista, é só saber aproveitar...

[Humberto Thomé] - Bom, foi massa a entrevista, gostei de ter relatado um pouco da minha vida. E o q eu tenho pra dizer a moçada do rock de boa vista é q aproveitem o movimento e as oportunidades, pois as portas se abrem e se fecham e se vc ñ entrar de bem com a vida... Já era e deixar de lado essa onda de rivalidade entre bandas e deixar de botar pilha pra quebra as coisas onde for ter eventos principalmente no Sesc.

Isso não é mau pra imagem do rock boa-vistense, mas pro próprio povo q curte e se diz rockeiro, isso é muito palha.

E olhar mais pra Deus pq a vida sem ELE ñ é nada fácil.

Valeu e q Deus abençoe toda a moçada do Roraima Rock.





Contato:

MSN: humberto_thome@hotmail.com

Celular: (95) 8113 - 30 14

mennynna não permite ver os comentários desta foto.

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.