02/12/05 - 16h:27mDenunciar

Eu disse que daria um tempo do flog. Indeterminado. Só que eu preciso dizer algo, então ai vai... um texto que eu fiz pra dizer o que eu penso sobre o que tá acontecendo com todo mundo. Quem tiver paciência pra ler, que leia.



E assim termina mais um ano letivo. Sangue fervilhando, os nervos à flor da pele, a consciência pesando... Todos acabamos do mesmo jeito do início, aquele maldito início: acolchoados no medíocre, apropriando-me das palavras de Mário de Andrade. Claro que há excessões, só que citar nomes não vale a pena. Elas sabem quem são, certo? A maioria? Bem, a maioria se encontra em um estado deplorável, atingido depois de mais um ano de imaturidade. Colocar a culpa do nosso fracasso nos outros é tão mais fácil! Só que muitas vezes esquecemo-nos de que "os outros" também são frágeis humanos, que podem ser aparentemente inatingíveis, mas não o são. Quem dera se todos fossemos. Exigimos de outrem uma perfeição tão inalcançável e não conseguimos nem ao menos a mediocridade, ou nos satisfazemos com ela. E assim permanecemos até o dado instante: instáveis, rebeldes e angustiados! Queremos que nossa voz seja ouvida de qualquer maneira, mas não percebemos que estardalhaços só pioram as coisas. Inconseqüentes, ridículos, insensatos. Querem ouvir mais? Paparicados, mimados e preguiçosos. Acomodados. É isso que somos. Não basta sermos simplesmente unidos e felizes em excesso. Houve protestos e relutância. De que isso adianta depois que o fato foi consumado? É preciso reconhecer aquela ferida que incomoda e machuca mais ainda os outros antes de tudo. Chorar o leite derramado só azeda o leite. Parabéns, 1° ano, parabéns! Cara, a verdade dói! Não querem enxergar? Fodas. Depois não digam que eu não tentei... Sem discursos politicamente corretos, nem nada. O mundo não é meu e é por isso que preciso de vocês! Mas crescam, crianças! Lá fora o mundo assusta, não vão ter freirinhas ou disciplinários seguindo vocês para cobrar o óbvio! Querem ter direito à escolha mas tremem ao ouvir a palavra "autonomia". Ela é tão assustadora assim? Papai e mamãe não estarão aqui para sempre, infelizmente. Aprendam que o mundo é seus, basta aprender a dominá-lo. E não é do jeito que estamos que isso vai acontecer. Pra que desperdiçar toda essa energia em rebeldias tardias? Ela poderia ser muito melhor utilizada se pensada. Bem, de qualquer maneira, foi bom passar um ano (e que turbulento!) ao lado de vocês. Só nunca se esqueçam de tudo isso...



"A melhor maneira de ser é sendo."



Comentários (0)

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.