05/02/05 - 16h:24mDenunciar

vozes de um tumulo

Morri! E a Terra - a mãe comum - o brilho

Destes meus olhos apagou!... Assim

Tântalo, aos reais convivas, num festim,

Serviu as carnes do seu próprio filho!



Por que para este cemitério vim?!

Por quê?! Antes da vida o angusto trilho

Palmilhasse, do que este que palmilho

E que me assombra, porque não tem fim!



No ardor do sonho que o fronema exalta

Construí de orgulho ênea pirâmide alta,

Hoje, porém, que se desmoronou



A pirâmide real do meu orgulho,

Hoje que apenas sou matéria e entulho

Tenho consciência de que nada sou!



Augusto dos Anjos



por enkanto é so,bjus nortunos galera,e vlw pelos comentarios,t+

Comentários (5)

daviguns
1. daviguns 5/02/05 17:58

boa,m valew por ter passado la nno meu flog, o seu ta 10. ta mandando bem..
fui!

badrelligion
2. badrelligion 5/02/05 18:35

Mtu Dahora EssA Foto e o Foog tb entra lah no meu e comenta lah tb
flwwwwwwww

blacksabbathdajanine
3. blacksabbathdajanine 5/02/05 23:44

huahauhauhaua dorei a fotu sua ai bem maneira bem stylei hauhaua sei lah
como se escreve rs beiijsum e t++!!!

luminous
4. luminous 6/02/05 0:15

poxa .. eh um poco pensativo seu titulo .."as pessoas temem oq naum
conhece" s for a morte , pode ser temida ou naum , mais eh conhecida ..
apesar de nunca terem a presenciado eternamente .. bem .. e bem refeltitivo
..
FroZen KiSsES

heavymetalforlife
5. heavymetalforlife 6/02/05 0:50

Tô sem criatividade, mas gostei do poema q vc postou.
Postei no meu um negócio legal de procurar e achar dá uma olhada.

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.