16/05/06 - 10h:32mDenunciar

Estava quase me esquecendo da foto do TRUCO.....

Os Gauderios jogando a partida saideira....

Adivinhem quem ganhou???? Quem jogou comigo....haahaahaahaaahha



Algumas frases e versos:



Nessa bela estrada,

passa boi,

passa boiada,

e eu que não sou burro nem nada,

chamo uma flor e canto um truco pra gurizada.



Subi no coqueiro caí de costas,

eu TRUCO essas bostas.



Siriema é bicho feio, tem cabelo no joelho,

TRUCO no meio.



Minhoca não tem osso,

banana não tem caroço,

TRUCO seu moço.



Quem não pode não pergunta,

carrapato não tem junta.



Subi no muro e caí de costas,

eu TRUCÔ seus cocô!



Saracura bicho feio TRUCO no meio.



TRUCO pra frente,

pra trás não tem gente!



Alô Sampaio,

canto minha FLOR e saio!



TRUCO que cai,

TRUCO não sei,

cai no TRUCO seu gay.



Vim de Pernambuco muntado num burro chucro,

pra você seu pato eu chamo TRUCO.



Butiquim toma pinga com limão,

vou dizer pra você que estou com uma FLOR na mão.



Quem refresca cu de pato é lagoa! Toma TRUCO baroa!



Lugar de cagão é no colonhão! TRUCO LADRÃO!



A minha mulher eu quero,

O meu filho educo,

E, a você companheiro,

QUERO e RETRUCO.



Atirei uma pedra,

Por cima da Vacaria,

Deu no cravo,

Deu na rosa,

Deu na FLOR que eu queria!



Eu tinha uma vaquinha,

Que se arrastava de pança,

Dava 33 litros de leite,

E era FLOR de vaca mansa.



Fui para Buenos Aires,

Num barquinho a vapor,

Na ida eu gritava TRUCO,

E na volta eu gritava FLOR.



Dei a volta no Brasil,

Fui até o Pernambuco,

Na ida colhi a FLOR,

Na volta gritava TRUCO.



Eu tinha um cumpadre meu,

Que comia minha madrinha,

A desgraçada falava:

'- Que FLOR de pau que ele tinha!''



Trupicar não é cair,

São voltas que o corpo dá,

Por isso nasceu roxa,

A FLOR do maracujá.



Esta noite dormi fora,

E esqueci do cobertor,

Uma roseira cheia de rosas,

Me cobriu toda de FLOR.



No jardim do amor,

entre grande e pequenas

a ave canta suas penas

e eu canto minha FLOR



Sou de (Sua cidade)

mas joguei muito no interior,

não saio dessa mesa

sem cantar a minha FLOR



Eu também nasci no pampa

onde mora o meu amor

a você, meu companheiro

peço, Contra-Flor



Para o amor sou atrevido

e bravo como às de espada

mas nunca digo ENVIDO

expondo a jogada



Sinto um Vento lá de fora,

canto Flor e vou-me embora.



Eu vinha de Santiago,

juntinho com meu amor,

parei na beira da estrada,

pra colher um ramo de Flor.



Para pintar a minha china

não há pincéis nem pintor,

nem flores nos jardins

comparadas com minha Flor.



Como eu gosto de florear o canto,

floreado sempre cantei.

De tanto cantar floreando,

cantor de Flor me tornei.



Debaixo de um salso verde

havia um capincho aninhado

fumando um cigarro de palha

e lendo um certificado

o certificado dizia

tenho Flor meu cunhado.



Eu nasci no Ceará

me criei em Pernanbuco

mas foi em Flor da Serra

que aprendi a jogar Truco.



Flor não é floreio!

Peço Truco e jineteio!



Se me negou a cheirosa,

O ponto ainda não tá perdido,

E antes que tu ganhe o tirão,

le vou chamar a Falta Envido.



Gaúcho pra sê bem bom,

precisa quatro sabê.

Tocá vióla, jogá Truco,

namorá e sabe lê.



Se vier merda pro pé,

eu Truco essa bosta.



Como um bêbado palhaço,

e com a mão na escova de aço,

eu Truco este maço.



Jogar isso é muito fácil,

principalmente com freguês,

agora eu grito Truco,

e quero ver quem vai pro três.



Lá em cima daquele morro,

passa boi passa boiada,

então eu peço Truco,

pra continuar essa jogada!



Outro dia eu jogava

com o velho Salvador.

Volta a volta ele Envido e Truco.

Poxa, mas que velho ligador!



Fui nascido na cidade,

criado no interior,

não saio da minha casa,

sem levar a minha FLOR





ssfabio não permite ver os comentários desta foto.

Fotos postadas a mais de 15 dias não podem receber comentários.